Arquivo da tag: chuvoso

Aesa prevê trimestre mais chuvoso para área seca da PB

Meteorologistas da Agência Executiva de Gestão da Águas (Aesa) informaram nesta quinta (28), em Campina Grande, que o primeiro trimestre de 2018 será com chuvas dentro da média história no Cariri, Curimataú, Sertão e Alto Sertão. A previsão climática é otimista, frente ao período de estiagem registrado em 2017, com chuvas abaixo da média, e também previsto pela Aesa no fim de 2016.

De acordo com o setor de Monitoramento e Hidrometria da Aesa, os últimos seis anos foram de chuvas abaixo da média histórica na maior parte do estado. A estiagem de 2017 foi provocada, principalmente, pelas condições do Oceano Atlântico e a influência do fenômeno El Niño.

“Neste momento, o Oceano Atlântico, que representa um importante condicionante da variabilidade climática, apresenta condições neutras e isso contribui para a chegada de chuvas por aqui. Quando fizemos esta avaliação, no final do ano passado, as condições eram negativas. Outra coisa que nos favorece é a presença do fenômeno La Niña, mesmo estando com intensidade fraca, na região do Oceano Pacífico”, explicou a meteorologista da Aesa, Marle Bandeira.

Durante os meses de janeiro e fevereiro as chuvas não devem ser constantes, nem localizadas em uma única região. “É importante ressaltar que o semiárido nordestino tem como características a alta variabilidade espacial e temporal dos índices pluviométricos”, ressaltou Carmem Becker, que também é meteorologista da Aesa. “Por isso é de fundamental importância, o monitoramento contínuo das condições oceânicas e atmosféricas globais”, completou o gerente de Monitoramento e Hidrometria da Aesa, Alexandre Magno.

Segundo a Aesa, apenas um reservatório está sangrando; outros 25 estão com pouco mais de 20%; 32 têm menos de 20%; e 60 estão em situação crítica, com menos de 5% do volume total.

portalcorreio

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Meteorologia prevê tempo chuvoso no Litoral, Brejo e Agreste nesta quinta-feira

Clima-Nublado-com-chuvaAs condições do tempo para esta quinta-feira (30) devem permanecer com as mesmas características dos últimos dias, segundo a Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa). Os satélites mostram transporte de umidade vinda do oceano em direção à faixa leste, trazendo chuvas típicas desta época do ano. A nebulosidade será variável na faixa oeste.

O mês de julho deve fechar com índice de chuvas mais de 50% acima da média prevista para a época. Até a madrugada desta quarta-feira (29), havia chovido 376,1mm durante o mês de julho na Capital paraibana.

A previsão é de céu nublado a parcialmente nublado e com chuvas no Agreste, Brejo e Litoral, com variações de temperatura entre 18ºC e 25ºC; 17ºC e 24ºC; e 22ºC e 29º nestas regiões, respectivamente. No lado oeste da Paraíba, as temperaturas variam entre 17ºC e 29ºC no Cariri/Curimataú; 21ºC e 32ºC no Sertão; e 20ºC e 31ºC no Alto Sertão.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

blogdogordinho

Com fim do período chuvoso, cidades do Sertão voltam a utilizar poços para enfrentar seca

Divulgação/ Assessoria
Divulgação/ Assessoria

O período chuvoso no Sertão acabou e como não houve acúmulo significativo nos grandes mananciais da região, as comunidades rurais já voltam a sofrer com a escassez de água para o consumo humano.

No município de Sousa, a 420 quilômetros de João Pessoa, a Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente em parceria com o Departamento Nacional Contra as Secas (Denocs) estão reativando os poços artesianos em comunidades do município.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Pelo menos seis comunidades estão sendo beneficiadas por já estarem sofrendo com a escassez do produto tanto para o consumo humano como para os animais.

As localidades que estão recebendo os serviços de reativação dos poços são o Núcleo Habitacional II, Sítio Sagui, Boa Vista, Casa do Caminho, Carnaubinha e Vaca Morta. Mas, o secretário de Ageicultura Paulo Sérgio informou que o poço artesiano vem surgindo como uma alternativa para amenizar os efeitos da seca nessas comunidades.

Além das áreas rurais, a problemática da escassez de água já está atinge também áreas urbanas do município de Sousa.

Chuvas ocorrem no Agreste e Litoral

O período de chuvas vem se intensificando nas regiões do Agreste e Litoral no segundo semestre do ano. De acordo com informações da Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa), a perspetiva é de que  nos próximos dois meses as cidades litorâneas, que já lideram o ranking das chuvas, consolidem os maiores índices pluviométricos da Paraíba em 2014.

A Aesa informou, ainda, que as chuvas deste mês de junho provocaram o “sangramento” de quatro açudes: Gramame-Mamuaba, em João Pessoa; Jangada, em Mamanguape; Olho d’Água, em Mari; e Araçagi, localizado na cidade de mesmo nome.

“Como estamos no período mais chuvoso da região leste, essa evolução no nível dos açudes é normal. A tendência é de que as recargas aconteçam de forma ainda mais significativa em julho e agosto, já que nesse período ocorrem as chuvas que são responsáveis por 70% do abastecimento dos reservatórios do litoral”, informou o gerente de Monitoramento e Hidrometria da Aesa, Alexandre Magno.

 

portalcorreio

Tempo deve permanecer chuvoso neste fim de semana na PB, diz Aesa

Após uma semana de tempo bom na maior parte dos dias, o fim de semana deverá ser de tempo fechado em todo o estado da Paraíba, principalmente na faixa litorânea, segundo previsões da Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa). Nesta sexta-feira (13), que começou chuvosa no Litoral, Agreste e Brejo, o céu deve permanecer coberto, com chuvas esparsas durante todo o dia.

A previsão para as próximas 24 e 48 horas do Litoral até Brejo não é muito diferente do previsto para esta sexta. Segundo a Aesa, no sábado (14) e domingo (15) o tempo deverá ficar encoberto, com chuvas intercaladas entre períodos de melhorias. Dentre as regiões que estão previstas para ter tempo fechado, a região do Litoral deve ser a mais atingida pelas chuvas nas próximas 48 horas, segundo a Aesa.

Nas regiões do Curimataú, Cariri e Sertão, o tempo ficará com nebulosidade variável, mas sem previsão de chuvas. Segundo a meteorologista, Marle Bandeira, somente entre a quinta e sexta-feira em João Pessoa, choveu aproximadamente 100 milímetros. Na capital, entre 1° e 13 de julho, choveu 221,9 milímetros de uma média climatológica de 240 milímetros para o mês inteiro. Em Campina Grande, por sua vez, a marca registrada pela Aesa nas últimas 24 horas foi de 11,4  milímetros de chuva. Do início deste mês até esta sexta choveu em Campina cerca de 42% da média climatológica para todo o mês de julho, que é de 110 milímetros.

Aesa