Arquivo da tag: Chico

Pastoral Carcerária lança a Campanha SALA PADRE CHICO

 
 

PASTORAL CARCERARIAA Coordenação Nacional da Pastoral Carcerária – CNBB tem por missão estar junto à pessoa presas e combater o encarceramento em massa que vigora no Brasil. Milhares de agentes por todo o Brasil visitam prisões diariamente, oferecendo assistência humana e religiosa, são assessorados por esta Coordenação. Sua sustentabilidade depende projetos, parcerias e de doações.

Para atender melhor as demandas que chegam a nós, vamos ampliar nossa sede, em São Paulo. Reformaremos e equiparemos uma nova unidade, que homenageará o Padre Robert Francis Reardon, mais conhecido por Padre Chico, que entre 1986 e 1999, atuou na Pastoral Carcerária, sendo coordenador nacional e vice-coordenador latino-americano.

Estamos em campanha para arrecadar 40 mil reais para concluir a reforma da sala. Esperamos que a sala Padre Chico, além de acomodar melhor as equipes que trabalham na Coordenação, possa ser utilizada por movimentos e lutas que precisem de um espaço no centro de São Paulo.

Ajude-nos a divulgar esta campanha: mande o texto para seus amigos, divulgue nas redes sociais, faça com que mais pessoas tenham conhecimento do nosso trabalho e colabore conosco na luta pelo desencarceramento.

Pastoral Carcerária Nacional

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Elba Ramalho diz que Ministério da Cultura investe pouco em música e quer Chico César no cargo

A cantora Elba Ramalho comentou nesta sexta-feira (31) sobre as políticas de cultura do Governo Federal e brincou que gostaria de ver Chico César, atual secretário de Cultura da Paraíba, para assumir o Ministério de Cultura. “Assim teríamos uma reviravolta que estamos precisando”, disse.

Elba afirmou que o Ministério da Cultura tem um foco maior para artes como Cinema e Teatro e a música não recebe tanta atenção. “mas a gente também não sente muita falta. O Brasil é muito rico, os estados fazem muito movimento. A cultura e as tradições estão sendo resgatadas”, colocou.

Pedro Callado / Fernando Braz

Chico César: “Festival de Areia traz um simbolismo muito especial para a Paraíba”

O secretário de Estado da Cultura, Chico César lançou, em entrevista coletiva à imprensa nessa terça-feira (21), na Fundação Casa de José Américo, o 13º Festival de Artes de Areia, que acontece entre 28 e agosto e 2 de setembro.

– Este festival traz um simbolismo muito especial para a Paraíba e não é à toa que no ano passado nós tematizamos a “paraibaneidade”, com uma programação focada em artistas e produtores culturais da Paraíba – destacou César.

O evento cultural homenageia este ano o centenário da obra “Eu”, do escritor paraibano Augusto dos Anjos, e terá oficinas de artes plásticas, dança, circo, teatro e audiovisual.

– Este ano está focado no centenário do “Eu”, o livro de Augusto dos Anjos e nós trazemos o tema “Eu, Você e os outros, a alteridade”, o que significa a relação do nosso território, do ponto de vista simbólico, com outros territórios – definiu o secretário.

O 13º Festival terá o show de abertura, com a cantora Elba Ramalho, além dos shows de Tulipa Ruiz, no dia 31, e de Antônio Nóbrega, em 1º de setembro. Chico César reforçou a importância econômica para a região de Areia.

– É um festival que com certeza estimulará a economia local, da região de areia. No ano passado, nós calculamos que o festival trouxe cerca de R$ 900 mil a R$ 1 milhão, através de empregos informais, dos visitantes, das pousadas, dos hotéis. Este ano, nós acreditamos que será ainda mais incrementado, porque o festival entra em um calendário, as pessoas sabem que vão acontecer e se preparam – pontuou o secretário de Estado da Cultura.

As declarações repercutiram nesta terça-feira (21), na Campina FM.

paraibaonline

Projeto Velho Chico conhecerá experiências exitosas executadas no Rio Mamanguape em municípios da PB

Nesta quinta (16/08) e sexta-feira a Cooperativa de Projetos, Assistência Técnica e Capacitação do Nordeste – Ltda – Coopacne, que executa o Projeto Rio Mamanguape em sete municípios do Brejo e agreste da Paraíba, receberá a visita de uma equipe do Projeto Velho Chico, de Pernambuco, também patrocinado pela Petrobras, através do Programa Petrobras Ambiental, constituída por 30 agricultores e 02 técnicos.

A vinda da equipe do Projeto Velho Chico constitui uma das ações do Programa que trata da visita a experiências exitosas registradas em outros projetos. A programação a ser cumprida durante a visita prevê, no dia 16/08, pela manhã, apresentações dos Projetos Rio Mamanguape e Velho Chico, na sede da Escola Apícola, em Alagoa Nova. Na tarde do mesmo dia, será realizada uma visita ao sistema de abastecimento singelo que está sendo implantado na comunidade Queira Deus de Alagoa Nova.

Na sexta-feira, os representantes do Projeto Velho Chico conhecerão os Tanques de Pedra de Zé Pajeú, Timbaúba, Benefício e Pintado, que foram construídos ou recuperados pelo Projeto Rio Mamanguape. Além destas experiências na área de recursos hídricos, a programação da visita também incluiu a apresentação de projetos produtivos nos municípios de Areial, Esperança e Lagoa Seca.

Ass. de Imprensa (Fred Oliveira) para o Focando a Notícia

JP: Médica que trabalhou com Chico Xavier ministrará palestra nesta quinta

Espiritualidade fará parte de histórico médico daqui a alguns anos, afirma especialista
(Assunto será discutido em encontro na Capital, a partir desta quinta-feira)

Há algum tempo, hospitais e médicos vêm utilizando a espiritualidade como aliado no processo de cura do paciente. Apesar de ser um assunto polêmico, muitos pesquisadores já apontam um papel positivo da espiritualidade e religiosidade em doenças coronarianas, hipertensão arterial, ansiedade, depressão, função imune e mortalidade em geral.

“De uma maneira geral, as pessoas interpretam todos os acontecimentos de sua vida sob uma visão espiritual e conhecer e respeitar esta interpretação é de grande ajuda para o doente e para o profissional que o assiste”, acredita Islan Nascimento, otorrinolaringologista e presidente da Associação Médico-Espírita da Paraíba.

Segundo ele – que coordenará um encontro sobre o assunto a partir desta quinta-feira (7) – o tema vem ganhando cada vez mais destaque. Para se ter uma ideia, de 1980 a 1982 o tema foi pesquisado e publicado em 101 artigos de revistas indexadas. De 2003 a 2005, foram 1,8 mil. Desde 2000, foram quase três mil artigos. “A medicina é baseada em pesquisas. Há 20 anos, ninguém questionava o paciente sobre seu histórico sexual. O tema era visto como algo particular. Hoje, é procedimento-padrão. Daqui a 20 anos isso acontecerá com a espiritualidade, que vem conquistando espaço nos consultórios e até na vida de artistas”, complementa Islan Nascimento.

É o caso, por exemplo, do ator Reynaldo Gianecchini. Na luta contra um câncer linfático, o ator global decidiu aliar o tratamento convencional ao espiritismo, e parece não ter se arrependido. Em várias entrevistas concedidas, Reynaldo Gianecchini afirmou que o procedimento o deu forças para lutar pela cura, com tranquilidade.

E o ator não está sozinho neste pensamento. Segundo a revista Veja, cerca de 80% de pacientes vítimas de câncer no Brasil, recorrem a medicinas alternativas, geralmente ligadas à religiosidade, para complementar o tratamento alopático.

“Os dados são reais, mas só recentemente a medicina passou a reconhecer a existência de tais práticas”, afirma Islan Nascimento, antes de concluir: “Existem estudos comprovando que a fé tem efeitos positivos na saúde das pessoas. Esses pacientes se sentem mais otimistas em relação ao sucesso dos tratamentos convencionais e, assim, além de se cuidarem mais, eles colaboram mais com os médicos. O objetivo é sempre usar o melhor da medicina convencional e o melhor da medicina complementar em defesa do doente”.


Encontro nesta quinta abordará saúde e espiritualidade

Deixando de ser apenas “teoria” para se tornar realidade, a espiritualidade no processo de cura virou assunto sério nos consultórios e até de encontros científicos. A exemplo do 7º Encontro das Associações Médico-Espírita do Norte e Nordeste (Encontrame), que será realizado em João Pessoa, entre quinta e sábado desta semana, na Federação Espírita da Paraíba, na Torre.

Voltado para médicos, estudantes e profissionais de saúde e aberto ao público em geral, o encontro trará à capital paraibana, a presidente da Associação Médico-Espírita do Brasil e Internacional, Marlene Nobre. A médica, que trabalhou com o médium Chico Xavier, ministrará a palestra de abertura do evento (Atualidade Científica na obra psicográfica de Chico Xavier), às 20h30.

Durante os dias do evento, especialistas da Paraíba, Pará, Ceará, Alagoas, Pernambuco, Piauí, Minas Gerais e São Paulo abordarão assuntos relativos ao tema central: “Saúde, Ciência e Espiritualidade”. Entre eles, aborto do anencéfalo, células-tronco, Experiência de Quase Morte e Transtorno Bipolar.

ATIVIDADES PARALELAS

Paralelamente ao Encontro também serão realizados a 2ª Jornada Médico-Espírita Paraibana e o 1º Encontro Acadêmico em Saúde e Espiritualidade. Na ocasião, alunos universitários poderão apresentar trabalhos científicos sobre o tema. Os melhores trabalhos serão publicados na revista do Centro de Ciências da Saúde (CCS) da Universidade Federal da Paraíba (UFPB).

O 7º Encontro das Associações Médico-Espíritas do Norte e Nordeste está sendo promovido pela Associação Médico-Espírita da Paraíba e pela Associação Médico-Espírita de Campina Grande, em parceria com a Unimed JP e com outras instituições do Estado.

Mais informações podem ser obtidas no blog da AME-PB (http://amepb.blogspot.com.br/).

Núcleo de Assessoria de Imprensa para o Focando a Notícia

Seca: Elba Ramalho, Flávio José, Clã Brasil e Chico César fazem show beneficente

O objetivo é arrecadar a maior quantidade possível de alimentos e distribuir o mais rápido entre as famílias que estão sofrendo com a seca

O Governo do Estado vai promover um show beneficente, intitulado “Chuva de Arte Solidária”, em prol das vítimas da seca na Paraíba. O evento acontecerá no dia 11 de junho, a partir das 19h, no Espaço Cultural José Lins do Rego, em João Pessoa, e contará com a participação de Elba Ramalho, Flávio José, Clã Brasil e Chico César. A entrada será dois quilos de alimentos não perecíveis, que poderão ser trocados pelos ingressos a partir desta quinta-feira (31), nas Casas da Cidadania de João Pessoa e Cabedelo.

“O objetivo é arrecadar a maior quantidade possível de alimentos e distribuir o mais rápido entre as famílias que estão sofrendo com a seca”, justificou o secretário de Cultura, Chico César, lembrando que o governador Ricardo Coutinho já decretou situação de emergência em 195 municípios por causa da estiagem.

O show “Chuva de Arte Solidária” está sendo organizado pelas Secretarias Estaduais da Cultura, do Turismo, do Desenvolvimento Humano e da Comunicação Institucional; além da Fundação Espaço Cultural (Funesc), PBTur e Secretarias Municipais de Desenvolvimento Social e de Turismo; Funjope e a Fundação Solidariedade.

 Os dois quilos de alimentos não perecíveis poderão ser trocados pelos ingressos nas Casas da Cidadania de João Pessoa e Cabedelo nos seguintes endereços:

Casa da Cidadania de Jaguaribe ”Juiz Dr. Hitler Cantalice”

Avenida 1º de Maio – 146, esquina com Avenida Vasco da Gama.

Casa da Cidadania de Manaíra “Pedro Lins de Oliveira”

Avenida Flávio Ribeiro Coutinho, 805 – 2º piso do Manaíra Shopping.

Casa da Cidadania de Tambiá “Bernardo Tavares Quintans Sobrinho”

Rua Deputado Odon Bezerra, 184 – Centro –3º piso do Shopping Tambiá.

Casa da Cidadania de Mangabeira

Rua Elias Pereira de Araújo – em frente ao Mercado Público de Mangabeira.

Casa da Cidadania de Cabedelo “Juvêncio Coelho de Carvalho”

Praça Venâncio Neiva S/N – Cabedelo.

Serviço:

“Chuva de Arte Solidária”

Show com Elba Ramalho, Chico César, Flávio José e Clã Brasil.

Data: 11 de junho

Hora: 19h

Local: Espaço Cultural José Lins do Rego, em João Pessoa.

Entrada: 2 kg de alimentos não perecíveis.

Ingressos antecipados nas Casas da Cidadania de João Pessoa e Cabedelo.

Secom-PB para o Focando a Notícia