Arquivo da tag: celulite

Os aliados que dão fim à celulite

celulitePra entrar em forma é preciso ajustar a dieta. Mas cortar calorias não basta. Quando se trata de dar adeus à celulite, devemos apostar nos alimentos certos. “Os furinhos são resultado da inflamação das células por causa do acúmulo de toxinas no organismo”, diz a nutricionista Patrícia Cruz, de São Paulo. Portanto, o caminho é consumir alimentos capazes de desintoxicar e desinflamar. Confira alguns deles:
Abacaxi: fonte de bromelina, enzima que age como anti-inflamatório, melhora a aparência da pele.
Alimentos integrais: ricos em fibras, melhoram o funcionamento do intestino. Isso inibe a absorção de toxinas e elimina as impurezas que podem agravar o quadro.
Aveia: é rica em silício, nutriente capaz de reorganizar as fibras de sustentação da pele, produzindo mais colágeno. Por conta disso, previne e ajuda a tratar os furinhos.
Azeite de oliva: ação anti-inflamatória. Por isso, o consumo regular combate os edemas acarretados pela celulite.
Banana: ótima fonte de potássio, a fruta ajuda no processo de drenagem linfática.
Castanha-do-pará: tem selênio, um importante antioxidante que age contra o envelhecimento das células.
Chá verde: atua como um poderoso diurético, além de melhorar a circulação do sangue.
Folhas verde-escuras: fontes de antioxidantes, favorecem a circulação, evitando o envelhecimento precoce e combatendo o aspecto de casca de laranja da pele.
Frutas cítricas: são repletas de vitamina C – potente antioxidante com ação anti-inflamatória.
Lima-da-pérsia: estimula o sistema linfático – responsável pela drenagem dos líquidos em excesso no organismo –, evitando ou diminuindo os furinhos na pele.
Maçã: é fonte de pectina, um tipo de fibra que neutraliza as toxinas do organismo e dificulta a absorção de gordura.
Shitake: possui lentinan, substância que diminui o processo inflamatório da celulite, melhorando o aspecto da pele.
O que está por trás da questão
A celulite surge quando as células ficam fracas e não seguram a água dentro delas. Essa água desperdiçada provoca desordem nos
tecidos que sustentam a pele, dando lugar às temidas ondulações, especialmente nas coxas e no bumbum. No entanto, alguns hábitos também contribuem pra que os furinhos apareçam: “O consumo em excesso de gorduras trans e saturada, carboidratos simples,
doces, refrigerantes e sal são os principais agentes causadores da celulite. É que eles aumentam o processo inflamatório da pele”,
diz a nutricionista Alice Carvalhais, do Instituto Mineiro de Endocrinologia. Além de comer bem, exercício físico é fundamental.
Outras causas
Cigarro: o fumo causa vasoconstrição, que está associado a uma menor vascularização e oxigenação dos tecidos.
Genética: se sua mãe ou sua avó têm celulite, suas chances são grandes. Em todo caso, previna-se.
Roupas apertadas: por si só, elas não causam celulite, mas contribuem muito para a piora do quadro depois de instalado, já que
comprimem os vasos sanguíneos e linfáticos, principalmente em regiões como coxas e bumbum.
anamaria

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Grande sabotadora das pernas femininas, confira mitos e verdades sobre a celulite

celuliteÉ na adolescência que ela costuma dar as caras. Daí para a frente, a celulite se torna a grande sabotadora das pernas femininas lisinhas. A procura por uma fórmula para combater o aspecto de casca de laranja leva a um troca-troca de informações, dando vazão a várias dicas. Mas como separar o que é fato do que é balela nesse assunto? A resposta está na ciência, interpretada por especialistas. A má notícia é que não há um jeito 100% eficaz de dar um fim à chateação. Mas existem maneiras de amenizá-la, principalmente se o tratamento começar logo depois dos primeiros sinais – e envolver mudança de hábitos.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A tecnologia em favor da pele lisa

 

É comum associar diferentes métodos para melhorar a eficácia do tratamento. Conheça os mais usados

Ultrassom A carga de energia da máquina penetra até a hipoderme, a camada onde se concentram as células adiposas, e provoca a sua ruptura sem danificar as demais estruturas, como os vasos e os outros tecidos. Por isso a paciente não sente nenhum tipo de desconforto e pode voltar à vida normal em seguida. A gordura cai na circulação e é eliminada pela urina. É possível reduzir alguns centímetros em cada aplicação, mas somente depois de um mês dá para notar o efeito final.

Radiofrequência Ao chegar à parte mais profunda da pele, ela age em duas frentes: ataca as células de gordura e aquece o colágeno, fazendo com que ele se remodele automaticamente. Assim, melhora a flacidez e a textura do tecido e ajuda a redefinir o contorno corporal. Como a radiofrequência estimula a fabricação de novas fibras de sustentação, notam-se resultados até seis meses depois da aplicação. O tratamento não provoca dor, apenas pode deixar a região tratada levemente avermelhada.

Infravermelho + Radiofrequência + Massagem A máquina reúne três mecanismos de ação e, assim, garante melhores resultados. A massagem, feita por sucção e rolamento, age como uma drenagem linfática, combatendo a retenção de líquido soltando as traves fibrosas que repuxam a pele. Os raios infravermelhos contraem as fibras de colágeno, deixando a pele mais firme. A radiofrequência, por sua vez, penetra mais fundo e, além de agir contra a flacidez, acelera o metabolismo das células de gordura, fazendo com que elas fiquem menores.

Carboxiterapia e subcisão Essas são terapias mais invasivas. A carboxiterapia consiste em injeções de dióxido de carbono, um gás que auxilia a circulação e a oxigenação dos tecidos. Já a subcisão é uma pequena cirurgia feita com anestesia local indicada para os quadros mais graves. Nesse caso, o médico corta as traves fibrosas, corrigindo as imperfeições. Esse procedimento rasga vasos sanguíneos, gerando um hematoma que dará origem a um novo tecido que ocupará o espaço onde estavam os buracos.

MDMulher