Arquivo da tag: celulares

Homem é preso tentando arremessar celulares e droga para dentro de presídio em Guarabira

Policiais do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar) prenderam, na noite desse domingo (7), um homem que estava tentando arremessar aparelhos de telefone celular, acessórios e droga para o interior do Presídio João Bosco Carneiro, na cidade de Guarabira. Com ele foram apreendidos 25 aparelhos celulares de diversas marcas e os seguintes acessórios: 26 carregadores, cinco fones de ouvido, três cabos USB, três baterias, três cartões de memória, três chips e duas capinhas para celular, além de 11 pacotes de uma substância semelhante à maconha, totalizando aproximadamente 1 kg.

O policial que estava trabalhando de sentinela na penitenciária solicitou apoio ao Copom pois havia visualizado uma pessoa em atitudes suspeitas próximo ao muro da unidade prisional. As guarnições comandadas pelo cabo Gutemberg e cabo Andrade foram designadas para irem até o local e conseguiram capturar o suspeito e apreender o material ilícito. Ele foi preso e encaminhado à Delegacia de Polícia Civil, onde foi autuado em flagrante.

Assessoria 4º BPM

 

 

Dupla armada assalta pizzaria, rouba duas motos, e foge levando dinheiro e celulares

Clientes de uma pizzaria no bairro de Mangabeira, em João Pessoa, passaram por maus momentos ao serem vítimas de um assalto no estilo ‘Arrastão”.

De acordo com a polícia, por volta das 21 horas, a dupla chegou ao estabelecimento comercial localizado na rua Juiz João Navarro Filho, sacaram as armas e foram logo anunciado o assalto.

Eles pegaram cerca de R$ 120,00 do estabelecimento comercial e fugiram em duas motos, sendo que uma pertence a um motoboy que trabalha na pizzaria e a outra de um cliente.

Há informações de que eles levaram também celulares e o salário de um cliente.

No momento do assalto, uma mulher se encontrava no local com uma criança de colo, mas os bandidos não se intimidaram.

Paulo Cosme\Ricardo Martins

 

 

Presos fazem rebelião após apreensão de celulares e drogas na cadeia de Esperança-PB

Detentos da Cadeia Pública de Esperança, no Agreste do Estado, fizeram uma rebelião no final da tarde desta segunda-feira (10). De acordo com a direção da unidade prisional, o tumulto aconteceu depois que celulares e drogas foram apreendidos durante um pente-fino pela manhã, irritando os presidiários.

Ainda segundo a direção, um presidiário teria feito uma ligação para um programa de rádio local há cerca de duas semanas e a partir daí começaram as investigações a respeito do uso de celulares dentro da cadeia pública. E nesta segunda-feira o Grupo Penitenciário de Operações Especiais (GPOE) realizou a operação.

Foram aprendidos 16 celulares, carregadores, fones de ouvido e drogas. Uma escavação foi encontrada em uma cela pelos agentes, o que leva a direção a crer que os presos estavam com um plano de fuga.

Depois do pente-fino, os presidiários iniciaram a rebelião. Segundo a direção da cadeia, alguns se aglomeraram no pátio e outros tentaram quebrar as grades da unidade. O GPOE retornou ao local e conteve o tumulto. Logo em seguida, dez apenados envolvidos na rebelião foram transferidos para o Complexo do Serrotão, em Campina Grande.

 Foto: Marcelo Cândido/Arquivo Pessoal

G1

 

Tião Gomes apresenta Voto de Aplauso a grupo de jovens que produzem filmes com celulares em Areia

O deputado estadual Tião Gomes (Avante) apresentou nesta sexta-feira (10) um requerimento de Voto de Aplausos na Assembleia Legislativa da Paraíba, ao projeto de produção de cinema feito por crianças e jovens, e tem possibilitado a integração de estudantes e moradores com a sétima arte, no distrito de Mata Limpa, em Areia, no Brejo da Paraíba. Com o objetivo de gerar conhecimento cultural e incentivar futuros comunicadores, o projeto surgiu em agosto de 2017 e hoje cerca de 80 estudantes participam da iniciativa que produz cinema com celular.

“É um projeto que vem mudando a rotina daquela comunidade de forma positiva, envolvendo alunos, professores e moradores em ações que visam incentivar a arte no município de Areia e merece realmente todo nosso reconhecimento. Parabéns aos idealizadores, moradores, estudantes participantes e demais envolvidos nesse grande projeto”, disse o parlamentar.

O projeto, que acontece na Escola Abel Barbosa da Silva tem a participação de Crianças de 4 anos até jovens de 18 anos, além dos moradores da região que participam da produção de curtas-metragens por meio de celulares.

Isadora Roseno, de 4 anos, ganhou como melhor atriz na II Mostra de Cinema de Mata Limpa, em Areia, na PB — Foto: Thiago Rodrigues/Arquivo Pessoal

Uma das produções dos alunos do projeto, o curta-metragem “Mais que a Chuva”, foi premiada com menção honrosa no Festival Comunicurtas UEPB, da Universidade Estadual da Paraíba, em Campina Grande. Além disso, esse filme já chegou a ser exibido em um festival de cinema em Paris, na França.

O idealizador do projeto, o professor Thiago Rodrigues, destacou que dos 80 alunos que participam da iniciativa, 50 deles trabalham produzindo e 30 trabalham indiretamente no dia da Mostra de Cinema de Mata Limpa, que acontece todo mês de dezembro para premiar os filmes produzidos.

Ainda segundo o idealizador do projeto, uma das produções dos alunos será exibida em um festival de cinema em Minas Gerais, neste mês de maio.

A Mostra de Cinema de Mata Limpa acontece em praça pública. Os alunos desenvolvem curtas-metragens de até 15 minutos, que são exibidos para toda a comunidade. O evento conta com atrações artísticas e feirinha gastronômica, além da distribuição de pipoca para as crianças e os moradores.

Na II Mostra de Cinema, realizada pelas crianças e jovens em dezembro de 2018, o prêmio de melhor atriz foi para Isadora Roseno, de 4 anos, que atuou na produção “Zé”, curta que ganhou como melhor filme e outras categorias da Mostra.

Já o pequeno Natan Silva, de 8 anos, ganhou como melhor ator no curta-metragem Jaca.

Veja o filme Zé

portaldolitoralpb

 

Crianças e jovens ‘fazem cinema’ com celulares em distrito de Areia, no Brejo da Paraíba

Um projeto de produção de cinema feito por crianças e jovens tem possibilitado a integração de estudantes e moradores com a sétima arte, no distrito de Mata Limpa, em Areia, no Brejo da Paraíba. Com o objetivo de gerar conhecimento cultural e incentivar futuros comunicadores, o projeto surgiu em agosto de 2017 e hoje cerca de 80 estudantes participam da iniciativa.

Segundo o idealizador do projeto, o professor Thiago Rodrigues, dos 80 alunos que participam da iniciativa, 50 deles trabalham produzindo e 30 trabalham indiretamente no dia da Mostra de Cinema de Mata Limpa, que acontece todo mês de dezembro para premiar os filmes produzidos.

O projeto, que acontece na Escola Abel Barbosa da Silva, visa a comunicação entre estudantes e comunidade. Crianças de 4 anos até jovens de 18 anos, além dos moradores da região, participam da produção de curtas-metragens por meio de celulares.

“Além das produções de curtas-metragens, no projeto os alunos fazem roteiros, edição de fotos e vídeos, participam diretamente em produções maiores e adquirem conhecimento local e humano, e ainda organizam a Mostra de Cinema”, conta o professor Thiago Rodrigues.

Na II Mostra de Cinema, realizada pelas crianças e jovens em dezembro de 2018, o prêmio de melhor atriz foi para Isadora Roseno, de 4 anos, que atuou na produção “Zé”, curta que ganhou como melhor filme e outras categorias da Mostra.

“Pra mim essa foi uma das produções mais interessantes, porque envolveu muita gente da comunidade, como o vigia da escola e várias mulheres da comunidade”, diz o professor Thiago.

Isadora Roseno, de 4 anos, ganhou como melhor atriz na II Mostra de Cinema de Mata Limpa, em Areia, na PB — Foto: Thiago Rodrigues/Arquivo Pessoal

Isadora Roseno, de 4 anos, ganhou como melhor atriz na II Mostra de Cinema de Mata Limpa, em Areia, na PB — Foto: Thiago Rodrigues/Arquivo Pessoal

Outro estudante que participa do projeto, Natan Silva, de 8 anos, ganhou como melhor ator pelo personagem protagonista que fez no curta-metragem “Jaca”, que também levou o prêmio como melhor filme e melhor direção pelo júri popular, curta dirigido por outra criança, Artur Neves, de 11 anos.

“Gostei muito de fazer cinema com meus amigos e me diverti muito nas gravações”, diz o estudante Natan Silva, de 8 anos.

A Mostra de Cinema de Mata Limpa acontece em praça pública. Os alunos desenvolvem curtas-metragens de até 15 minutos, que são exibidos para toda a comunidade. O evento conta com atrações artísticas e feirinha gastronômica, além da distribuição de pipoca para as crianças e os moradores.

Todos os vídeos exibidos na Mostra são produzidos por celulares. “Muitos celulares são emprestados pela própria comunidade e alunos que possuem aparelhos ajudam os outros no processo de gravação”, explica Thiago Rodrigues.

Natan Silva, de 8 anos, ganhou como melhor ator no curta-metragem Jaca, exibido na II Mostra de Cinema de Mata Limpa — Foto: Thiago Rodrigues/Arquivo Pessoal

Natan Silva, de 8 anos, ganhou como melhor ator no curta-metragem Jaca, exibido na II Mostra de Cinema de Mata Limpa — Foto: Thiago Rodrigues/Arquivo Pessoal

“A Mostra de Cinema é importante para mostrar o potencial dos alunos e do povo de Mata Limpa”, afirma Natan.

De acordo com o professor Thiago, as produções geralmente são feitas na própria comunidade, casas de vizinhos, rua e outros locais abertos. As crianças envolvidas são alunos da Escola Abel Barbosa da Silva, mas estudantes de outras escolas também participam do projeto, além de familiares desses alunos que moram no distrito.

“Além da participação dos alunos diretamente nas produções, a comunidade atua como parte mais importante também, não só colaborando com as crianças, mas com tudo, na limpeza e organização da praça no dia do evento e durante todo o ano ajudando como pode”, salienta o professor.

Filmes feito pelas crianças e jovens são exibidos durante Mostra de Cinema de Mata Lima, na praça pública do distro em Areia, na PB — Foto: Thiago Rodrigues/Arquivo Pessoal

Filmes feito pelas crianças e jovens são exibidos durante Mostra de Cinema de Mata Lima, na praça pública do distro em Areia, na PB — Foto: Thiago Rodrigues/Arquivo Pessoal

Curtas exibidos e premiados em festivais

O professor conta que uma das produções dos alunos do projeto, o curta-metragem “Mais que a Chuva”, foi premiada com menção honrosa no Festival Comunicurtas UEPB, da Universidade Estadual da Paraíba, em Campina Grande. “Além disso, esse filme já chegou a ser exibido em um festival de cinema na França”, destaca.

Ainda segundo o idealizador do projeto, uma das produções dos alunos será exibida em um festival de cinema em Minas Gerais, em maio deste ano.

Professor idealizador do projeto

O projeto de cinema feito por crianças, jovens e comunidade de Mata Limpa foi uma iniciativa do professor Thiago Rodrigues. Natural de São Paulo, o arte educador está no município de Areia há quase dois anos. Ele explica que chegou à cidade após um convite da Prefeitura para desenvolver projetos culturais voltados para a comunidade.

“Foi exatamente no distrito de Mata Limpa, aqui em Areia, no Brejo paraibano, que me encontrei. Vi nas crianças e jovens daqui uma grande vontade de aprender e crescer como pessoas dentro do seu ambiente. Além disso, tive a parceria incrível dos amigos e diretores de fotografia Thiago Trajano e Júnior Alves, que me permitiu atingir um número maior de alunos, afinal ninguém faz nada sozinho”, conclui o professor Thiago.

Professor Thiago Rodrigues durante produção de curta com moradores de Mata Limpa, em Areia, na PB — Foto: Thiago Rodrigues/Arquivo Pessoal

Professor Thiago Rodrigues durante produção de curta com moradores de Mata Limpa, em Areia, na PB — Foto: Thiago Rodrigues/Arquivo Pessoal

*Sob supervisão de Krys Carneiro

G1

 

Polícia evita entrada de 15 celulares na Cadeia Pública de Solânea

A Polícia Civil da Paraíba, através da 21ª Delegacia Seccional em Solânea, justamente com Polícia Militar, 7ª CIPM, prenderam duas pessoas que tentavam colocar 15 celulares, carregadores e outros assessórios para dentro da cadeia da cidade de Solânea, ação aconteceu na noite dessa segunda-feira (08).

Os presos foram José Dantas do Nascimento Júnior, 31 anos e Aleksandro Silvestre de Santana, 20 anos, que se encontravam de posse do material em um terreno localizado nos fundos da unidade prisional.

Os investigados confessaram que iriam arremessar o material para dentro da cadeia. Eles serão encaminhados a audiência de custódia na Comarca de Solânea.

 

FN com Polícia Civil

 

 

Mais de 6 mil celulares irregulares devem deixar de funcionar na Paraíba, diz Anatel

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) começou neste domingo (24) o bloqueio de telefones celulares sem certificação, na Paraíba. Segundo o órgão, 6.395 aparelhos vão deixar de funcionar no estado. O bloqueio também está sendo iniciado em outros 14 estados.

São considerados irregulares os celulares que não têm selo da Anatel, o que certifica que o aparelho é compatível com as redes de telefonia celular brasileira, atendendo aos requisitos estabelecidos pela Agência. Segundo a Anatel, um aparelho não certificado não passou pelos testes necessários e, por isso, pode aquecer, dar choques elétricos, emitir radiação, explodir e causar incêndio.

Estão sendo bloqueados aparelhos irregulares nos nove estados do Nordeste ( Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe); em São Paulo e Minas Gerais; e em quatro estados da Região Norte (Amapá, Amazonas, Pará e Roraima).

O bloqueio nesses estados é a última fase do cronograma do Projeto Celular Legal, iniciado em setembro. A Anatel enviou 531 mil mensagens de aviso de desligamento a celulares irregulares desde o dia 7 de janeiro

Com saber se o aparelho é irregular?

De acordo coma Anatel, para saber se um celular é certificado pela agência basta procurar por um selo da agência, presente no carregador e no verso da bateria. É também recomendado verificar o IMEI para saber o status do celular.

Isso pode ser feito verificando o número que aparece na caixa e o que consta no adesivo do próprio aparelho. Depois, comparar se os dois são iguais a um outro, que aparece ao discar: também é possível consultar a situação do aparelho no site do projeto Celular Legal. Além da segurança dos usuários, a Anatel assinala que o bloqueio reduz o número de roubos e furtos de celulares, combatendo a falsificação e clonagem de IMEIs (número de identificação do aparelho), que é único e global.

G1

 

Celulares piratas serão bloqueados nas regiões Norte, Nordeste e Sudeste

A Anatel irá bloquear celulares piratas nas regiões Norte, Nordeste e Sudeste a partir do próximo domingo (24). Os dispositivos afetados são aqueles que não foram homologados pela Agência reguladora ou que têm o IMEI clonado, habilitados a partir de 7 de janeiro, nos estados do Amazonas, Roraima, Pará, Amapá, Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Sergipe, Bahia, Minas Gerais e São Paulo. Vale lembrar que smartphones importados não serão atingidos.

A ação faz parte do projeto Celular Legal, da Anatel, que busca conter a venda de celulares irregulares e reduzir o número de roubos. Segundo a agência, 244.217 telefones já foram bloqueados em todo o Brasil.

Anatel começa a bloquear celulares piratas nas regiões Norte, Nordeste e Sudeste no próximo domingo (24) — Foto: Divulgação

Anatel começa a bloquear celulares piratas nas regiões Norte, Nordeste e Sudeste no próximo domingo (24) — Foto: Divulgação

Esta é a última etapa do programa Celular Legal, que já atingiu 244.217 dispositivos no país, e tem 15 estados brasileiros como alvo. Os celulares que não foram homologados ou que possuem IMEI clonado e foram habilitados a partir de 7 de janeiro serão bloqueados pela Anatel. A ação já está em vigor nas seguintes regiões:

  • Centro-Oeste: Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul)
  • Norte: Acre, Rondônia, Tocantins
  • Sudeste: Espírito Santo e Rio de Janeiro
  • Sul: Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul

A medida não afetará celulares importados, desde que estejam certificados por órgãos estrangeiros equivalentes à Agência Nacional de Telecomunicações. Dessa forma, smartphones de marcas conhecidas, como Xiaomi, Oppo, entre outras, não serão atingidos pela ação.

A Anatel ressalta que apenas celulares irregulares serão alvos da ação. Segundo a agência, é possível consultar a situação do dispositivo pelo site do projeto Celular Legal (http://www.anatel.gov.br/celularlegal/consulte-sua-situacao) com o número do IMEI.

techtudo

 

Celulares, armas artesanais e drogas são apreendidas no presídio de Guarabira, PB

O Grupo de Operações Especiais (GPOE), agentes penitenciários e policiais militares realizaram uma operação pente fino na Penitenciária João Bosco Carneiro, em Guarabira, nesta terça-feira (13). Durante a ação, foram apreendidas armas artesanais, celulares, carregadores, chips de telefonia, fones de ouvido e pequenas porções de drogas.

De acordo com o diretor do presídio, a operação é uma medida de rotina para garantir que se acontecer algum conflito no local, os apenados não fiquem feridos. Já sobre os celulares e a droga encontrados, ele acredita que o material entre na unidade penitenciária por meio de visitantes.

Ainda segundo o gestor, não há como identificar a quem os objetos pertenciam porque, durante a revista, os 356 presidiários que cumprem pena no local são retirados das celas. A operação durou sete horas.

Veja a lista da quantidade de cada material apreendido:

  • 33 facas artesanais;
  • 21 celulares;
  • 16 espetos;
  • 15 trouxinhas de substâncias ilícitas;
  • 13 facões artesanais;
  • 11 pedaços de arame fino;
  • 10 baterias de celular;
  • 9 pedaços de ferro;
  • 6 fones de ouvido;
  • 5 mergulhões improvisados;
  • 5 carregadores de celular;
  • 5 chips;
  • 1 machadinha artesanal.
Também foram apreendidos 21 celulares, além de carregadores e drogas — Foto: Polícia Militar/Divulgação

Também foram apreendidos 21 celulares, além de carregadores e drogas — Foto: Polícia Militar/Divulgação

G1

Grupo explode porta de posto de combustíveis e rouba celulares em Campina Grande

Quatro homens explodiram a porta de um posto de combustíveis, na madrugada da segunda-feira (29), na Avenida Juscelino Kubitschek, em Campina Grande. Os suspeitos não levaram nada do local, mas roubaram motoristas que estavam próximos ao estabelecimento.

Segundo a Polícia Militar, o grupo chegou ao local por volta das 3h, explodiu a porta da administração, revirou o estabelecimento, mas não encontrou nada de valor e resolveu fugir.

Quando saíram do local, os suspeitos ainda roubaram celulares de motoristas de ônibus que estavam próximos ao posto. Durante a fuga eles espalharam grampos na avenida, na altura da Escola Estadual Raul Córdula, para evitar uma perseguição.

G1