Arquivo da tag: Ceará

Flamengo bate o Ceará e é o novo líder do Brasileirão 2019

Com vitória por 3 a 0 sobre o Ceará na Arena Castelão, Flamengo assume a liderança do Campeonato Brasileiro, superando o Santos

O Flamengo é o novo líder do Campeonato Brasileiro, com 33 pontos. A equipe venceu o Ceará por 3 a 0 na Arena Castelão e alcançou a mesma pontuação do Santos. No entanto, supera o time de Jorge Sampaoli pelos critérios de desempate.

O Rubro-Negro Carioca chega a 33 pontos graças ao triunfo obtido na noite deste domingo (25). Pablo Marí e Gabigol fizeram os gols da equipe.

O Santos tinha 32 pontos antes do início da rodada. Contudo, a equipe empatou por 3 a 3 com o Fortaleza na Vila Belmiro.

 

goal

 

 

Cidade é evacuada no Ceará por risco de rompimento de barragem

Mais de 250 famílias que vivem no entorno da barragem Granjeiro, de Ubajara, na Região da Ibiapaba do Estado, foram retiradas de casa na noite deste sábado (16), em caráter preventivo, caso haja o rompimento do açude. As informações foram divulgadas pelo Corpo de Bombeiros e pelo prefeito do município, Rene Vasconcelos, em transmissão ao vivo nas redes sociais. Parte das famílias foi transferida para casas de parentes, enquanto outras foram encaminhadas ao Santuário da Mãe Rainha, localizado no Bairro São Sebastião.

Desde o dia 11 de março, as intermediações do açude vinham sendo submetidas a avaliações da Defesa Civil devido às chances de rompimento após as fortes chuvas. Rene Vasconcelos afirmou que o risco é mínimo, mas a transferência da comunidade ribeirinha é uma medida de prevenção.

Recusa em deixar área

Cerca de 513 famílias vivem na região, o que corresponde a quase 3.200 pessoas. Destas, 30% estão se recusando a deixar suas moradias, um número aproximado de 960 moradores.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, equipes foram para o local juntamente com a Prefeitura Municipal de Ubajara e com órgãos municipais da Defesa Civil, e estão auxiliando na retirada das famílias.

O secretário de ação social do município, Jairo Araújo, ressaltou que profissionais de assistência social estão indo ao local para explicar às famílias que ficaram dos riscos do rompimento. “Houve uma resistência e estamos saindo com assistentes sociais, psicólogos e líderes comunitários para tentar convencer essas pessoas do risco real que se corre caso essa barragem venha a romper.”

Embora considere o risco mínimo, o prefeito da cidade reforça a importância do trabalho de remoção dos moradores.

“Está chovendo nas cabeceiras do rio e temos a necessidade de fazer a remoção das pessoas que estão à jusante do rio. O risco de rompimento é mínimo, mas existe, e não podemos trabalhar com nenhuma possibilidade de risco, por isso estamos fazendo esse trabalho que é altamente preventivo”, explica o prefeito.Técnicos fazem manutenção na barragem para evitar rompimento da estrutura — Foto: Arquivo pessoalTécnicos fazem manutenção na barragem para evitar rompimento da estrutura — Foto: Arquivo pessoal

Um novo sangradouro, segundo o prefeito de Ubajara, está sendo aberto para o açude Granjeiro. A previsão é de que as obras sejam concluídas entre segunda-feira (18) e terça-feira (19).

Vasconcelos informou que algumas medidas, como a instalação de réguas para o monitoramento do nível da água, foram implantadas no açude.

Municípios vizinhos, como Ibiapina e Tianguá, também estão auxiliando na operação, com o envio de equipes de segurança, ambulâncias e transporte.

Doações

Ônibus da prefeitura foram utilizados para retirar famílias da cidade — Foto: Prefeitura de UbajaraÔnibus da prefeitura foram utilizados para retirar famílias da cidade — Foto: Prefeitura de Ubajara

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Ubajara está recebendo doações para as famílias. Estão sendo aceitos alimentos, artigos como colchões, cobertores e produtos de higiene.

Com o alerta divulgado pela prefeitura sobre risco de rompimento da barragem, algumas famílias saíram às pressas de casa, levando apenas o básico.

Segundo a diretora do sindicato, Nadja Carneiro, neste domingo (17), as pessoas interessadas em fazer doações podem entrar em contato por telefone. A partir de segunda-feira (18), os artigos podem ser enviados para a sede do sindicato. “Uma panificadora já entrou em contato com a gente hoje de manhã e doou pães pro café da manhã das famílias”, comentou a diretora.

Os telefones para contato são: (85) 9 9936-0231 – Nadja Carneiro e (88) 9 9212-6127 – Wescley Anderson.

G1 

 

 

Ceará: detentos se rebelam após veto a visita de crianças

Após determinação da Secretaria de Justiça (Sejus) do Ceará de proibir a visita de crianças a presídios onde haja detentos acusados de crimes sexuais, presidiários da Unidade Prisional Professor José Sobreira de Amorim, em Itaitinga, Região Metropolitana de Fortaleza, queimaram colchões em motim realizado na noite desta segunda-feira, 15. Agentes penitenciários foram acionados e debelaram o fogo, que atingiu a vivência da unidade, e em seguida dispersaram o grupo que iniciou a rebelião.

Criança foi violentada por detento dentro de presídio em Itaitinga
Criança foi violentada por detento dentro de presídio em Itaitinga

Foto: FACEBOOK|CAMILO SANTANA / Estadão Conteúdo

A decisão de proibir a visita de crianças foi tomada pelo Estado depois de vir à tona a história de que uma menina de 11 anos foi estuprada durante visita ao Centro de Execução Penal e Integração Social Vasco Damasceno Weyne (Cepis), no Complexo de Itaitinga. O crime foi cometido por um detento, durante o horário de visita, que acontece entre 9 e 16 horas.

No motim de segunda à noite, alguns internos tiveram ferimentos leves e foram encaminhados para a unidade de saúde do estabelecimento prisional. Os reparos nas celas foram iniciados na manhã desta terça-feira, 16. De acordo com informações da Secretaria de Segurança Pública do Ceará, a Polícia Civil está apurando as causas da ocorrência.

A pasta disse ter registrado a ocorrência de apenas um único motim no Complexo Penitenciário de Itaitinga, mas há relatos de outros que teriam ocorrido no Instituto Penal Professor Olavo Oliveira (IPPOO II) e no Cepis.

O detento acusado de ter praticado o crime contra a menina foi levado para isolamento, por medida de segurança, visto que está marcado de morte por ter violado leis internas dos presidiários. A garota estuprada dentro da unidade prisional, segundo informou a Sejus, visitava uma ala restrita a presos que cumpriram pena por crimes sexuais. O pai da menina está detido por ter cometido este tipo de delito.

O Sindicato dos Agentes Penitenciários do Ceará afirmou que já havia alertado a Sejus sobre o risco deste tipo de ocorrido, mas não foi ouvido. Em sua defesa, a Secretaria de Justiça informou que “a visita de filhos e netos de internos é garantida pela Lei de Execução Penal e sempre transcorreu normalmente, desde que as crianças estejam acompanhadas pelos responsáveis legais e que estejam cadastradas no Núcleo de Cadastro de Visitantes para tal fim”.

Estadão

Secretaria suspende visita de crianças em presídio após caso de estupro no Ceará

A Secretaria de Justiça do Ceará (Sejus) suspendeu as visitas de crianças a parentes detidos por crimes contra a dignidade sexual no Centro de Execução Penal e Integração Social Vasco Damasceno Weyne (Cepis), conhecido como CPPL V, em Itaitinga. A decisão foi tomada após uma menina de 11 anos ser estuprada na unidade neste sábado (13).

A criança de 11 anos foi estuprada por um preso durante o horário de visitas. Ela estava com a mãe e visitava o pai, que está recolhido na unidade prisional. Durante a visita, porém, um detento levou a menina para dentro de um compartimento do presídio e a estuprou. Após ser encontrada por agentes penitenciários, a vítima passou por exames médicos e periciais que comprovaram o abuso.

De acordo com a Sejus, foi registrado um procedimento de estupro de vulnerável na Delegacia Metropolitana do Eusébio. “Contudo o caso está em segredo de Justiça. A Delegacia Metropolitana de Itaitinga dará continuidade às investigações”, informou, em nota.

A Sejus informa ainda que a visita de filhos e netos de internos é garantia pela Lei de Execução Penal e sempre transcorreu normalmente, desde que as crianças estejam acompanhados pelas responsáveis legais e que estejam cadastradas no Núcleo de Cadastro de Visitantes para tal fim.

‘Apuração rigorosa’

A Ordem dos Advogados do Ceará informou que vai cobrar uma “apuração rigorosa” sobre o caso. O presidente da Comissão de Direito Penitenciário da OAB-CE, Márcio Vitor Albuquerque, afirmou que os órgãos do estado responsáveis vão ser oficiados.

“Nós vamos exigir, já estamos oficiando a Secretaria da Segurança Pública, o Ministério Público e a própria Secretaria da Justiça para que seja apurado de forma rigorosa esse caso. Sabemos que uma pessoa já foi presa, mas queremos que esse episódio não se repita”, reforçou.

O suspeito foi capturado em flagrante. Conforme a polícia, ele já estava preso por estupro de vulnerável. Após o caso, ele foi transferido para evitar conflitos com outros detentos.

Segundo Albuquerque, a unidade em que ocorreu o crime, a CPPL V, está superlotada, e o efetivo de agentes penitenciários é suficiente para resguardar a segurança somente na área externa, em dias de visitas.

O presidente da Comissão de Direito Penitenciário esclarece também que não há impedimento legal para a entrada de crianças que vão visitar parentes, no Sistema Penitenciário. “Nós temos que respeitar esse dispositivo da lei de execução penal. No entanto, o Estado tem que resguardar a segurança das visitas, o que não foi feito neste caso, até em virtude da superlotação do sistema. No caso de um menor de idade, isso tinha que ser reforçado.”

G1 

Vasco empata com Ceará em casa e continua próximo do Z4

O Vasco ficou no empate por 1 a 1 com o Ceará nesta segunda-feira, em São Januário, no encerramento da última rodada do primeiro turno do Campeonato Brasileiro. O resultado irritou os torcedores do time carioca, que vaiaram a equipe após o apito final e cantaram “time sem vergonha”.

Além do fraco futebol apresentado, a irritação da arquibancada vem pela posição da equipe na tabela de classificação. O Vasco está em 15º lugar, com 20 pontos, a apenas um da zona de rebaixamento. Os visitantes estão em penúltimo, com 17.

Everson, goleiro do Ceará, e Maxi Lopez, atacante do Vasco, em partida válida pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro, no estádio de São Januário, no Rio de Janeiro, nesta segunda-feira, 20.
Everson, goleiro do Ceará, e Maxi Lopez, atacante do Vasco, em partida válida pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro, no estádio de São Januário, no Rio de Janeiro, nesta segunda-feira, 20.

Foto: ANDRé MELO ANDRADE/ELEVEN / Estadão Conteúdo

Vale lembrar que o time carioca encerra a metade inicial da competição com duas partidas a menos. A equipe teve adiados os jogos contra o Santos, pela terceira rodada, e Atlético-PR, pela 15ª. O duelo contra os paulistas será em 27 de setembro, no Pacaembu. O confronto contra os paranaenses foi remarcado para 29 de agosto, na Arena da Baixada.

O Vasco estreia no segundo turno do Brasileirão contra o Atlético-MG nesta quinta-feira, às 20h, no estádio Independência em Belo Horizonte. O Ceará já atuou pela 20ª rodada, empatou por 1 a 1 com o Santos em jogo antecipado. Com isso, a equipe volta a campo apenas no domingo, contra o São Paulo, no Morumbi, pela 21ª rodada.

O duelo desta segunda-feira foi o primeiro do interino Valdir Bigode no comando da equipe após a saída de Jorginho. E para essa partida ele tentou deixar o Vasco mais ofensivo, com apenas um volante de origem, Desábato. Ainda mandou Wagner na vaga de Andrey e promoveu a estreia do argentino Maxi López como titular – ele entrou no segundo tempo do jogo contra o Palmeiras.

Comemoração do gol de Tiago Alves, do Ceará, em partida contra o Vasco, válida pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro, no estádio de São Januário, no Rio de Janeiro, nesta segunda-feira, 20.
Comemoração do gol de Tiago Alves, do Ceará, em partida contra o Vasco, válida pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro, no estádio de São Januário, no Rio de Janeiro, nesta segunda-feira, 20.

Foto: ANDRé MELO ANDRADE/ELEVEN / Estadão Conteúdo

As mudanças surtiram efeito, já que os dois participaram da jogada do gol do time carioca. No segundo tempo, Maxi López tocou e Wagner fez. Mas o Ceará reagiu e deixou tudo igual com Tiago Alves. O Vasco ainda ficou com um jogador a mais nos dez minutos finais após a expulsão de Samuel Xavier, mas não conseguiu aproveitar a vantagem.

O JOGO – No primeiro tempo o Vasco encontrou dificuldade para furar a retranca do Ceará. E para piorar viu o adversário equilibrar a partida e também criar chances para abrir o marcador. O time carioca foi assustar mesmo em jogadas de bola parada. Wagner sobrou a primeira falta e Everson fez a defesa. Na outra, Pikachu bateu, a bola desviou na barreira, Giovanni Augusto chutou, houve nove desvio e o goleiro fez a defesa.

O Ceará respondeu e quase fez o primeiro. Arthur errou o voleio, mas a bola sobrou para Richardson, que bateu cruzado com perigo. Por causa da falta de agressividade do setor ofensivo, os jogadores do Vasco desceram para o vestiário sob vaias dos torcedores.

No segundo tempo, o Vasco tentou encurralar o adversário e voltou a assustar em bola parada. Pikachu bateu por cima da meta de Everton. O gol saiu aos 14 minutos graças a uma falha do zagueiro Luiz Otávio. Ele tentou afastar de cabeça, mas mandou a bola para a própria área. Maxi López dominou e rolou para Wagner que bateu colocado no ângulo esquerdo de Everson, que nem se mexeu.

Wagner comemora gol com equipe durante Vasco da Gama x Ceará realizada no Estádio de São Januário pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro, nesta segunda-feira (20) no Rio de Janeiro, RJ.
Wagner comemora gol com equipe durante Vasco da Gama x Ceará realizada no Estádio de São Januário pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro, nesta segunda-feira (20) no Rio de Janeiro, RJ.

Foto: CELSO PUPO/FOTOARENA / Estadão Conteúdo

Na sequência, o time carioca perdeu ótima oportunidade para ampliar. Após cruzamento da direita, Giovanni Augusto apareceu livre na segunda trave e cabeceou no canto direito. Everson fez milagre. O Ceará então foi ao ataque e encontrou o empate. Ricardinho cobrou escanteio e Tiago Alves mandou de cabeça para as redes.

A dez minutos do final, o Vasco ficou com um jogador a mais. Samuel Xavier cometeu falta dura em Vinicius Araujo, recebeu o segundo cartão amarelo e acabou expulso de campo. O Vasco então foi para o tudo ou nada e pressionou. Mas a melhor chance veio somente nos acréscimos. Pikachu tocou para Vinicius Araujo, que driblou o goleiro e, sem ângulo, rolou fraco para o gol. O zagueiro salvou.

 jogadores Maxi Lopez do Vasco e Luiz Otavo do Ceará durante a partida entre Vasco e Ceará, válida pelo Campeonato Brasileiro 2018, no estádio São Januário no Rio de Janeiro (RJ), nesta segunda-feira (20).
jogadores Maxi Lopez do Vasco e Luiz Otavo do Ceará durante a partida entre Vasco e Ceará, válida pelo Campeonato Brasileiro 2018, no estádio São Januário no Rio de Janeiro (RJ), nesta segunda-feira (20).

Foto: MARCELLO DIAS/FUTURA PRESS / Estadão Conteúdo

FICHA TÉCNICA:

VASCO 1 X 1 CEARÁ

VASCO – Martín Silva; Luiz Gustavo, Bruno Silva, Leandro Castán (Lenon) e Ramon (Henrique); Desábato, Yago Pikachu, Giovanni Augusto e Thiago Galhardo; Wagner (Vinícius Araújo)e Maxi López. Técnico: Valdir Bigode.

CEARÁ – Éverson; Samuel Xavier, Tiago Alves, Luiz Otávio e João Lucas; Richardson, Edinho e Ricardinho; Calyson (Reina), Arthur (Fabinho) e Leandro Carvalho (Felipe Azevedo). Técnico: Lisca.

GOL – Wagner, aos 14, e Tiago Alves, aos 20 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Vinícius Gonçalves Dias Araujo (SP)

CARTÃO AMARELO – Maxi López (Vasco); Vinicius Araujo (Ceará).

CARTÃO VERMELHO – Samuel Xavier (Ceará)

PÚBLICO – 15.093 pagantes (15.589, no total)

RENDA – R$ 378.105,00

LOCAL: Estádio São Januário, no Rio

Estadão

Briga entre presos deixa 10 mortos em cadeia no interior do Ceará

Uma briga entre presos de grupos rivais deixou 10 mortos na manhã desta segunda-feira (29) na cadeia pública de Itapajé, a 125 km de Fortaleza.

A Secretaria da Justiça do Ceará informou que o conflito foi controlado no fim da manhã por policiais e agentes penitenciários do Grupo de Operações Regionais.

De acordo com a Delegacia Municipal da 3ª Região, a confusão começou por volta das 8h (9h de Brasília). Grades das celas foram serradas. Agentes penitenciários viram a confusão e acionaram o Batalhão da Polícia Militar.

O conflito ocorre dois dias depois de um grupo matar 14 pessoas em uma casa de shows de Fortaleza, na maior chacina da história do Ceará. A polícia investiga se a chacina tem relação com conflito de facções.

O presidente do Sindicato dos Agentes e Servidores Públicos do Sistema Penitenciário do Estado do Ceará (Sindasp-CE), Valdemiro Barbosa, afirmou que o confronto desta segunda-feira ocorreu entre detentos pertencentes a facções rivais.

Com capacidade para até 25 detentos, a cadeia abrigava 113 presos, informou o sindicato.

O presidente do Sindasp-CE disse, ainda, que fugas foram registradas nesta segunda-feira em três cadeias públicas no Ceará. Primeiro, 10 presos fugiram da Cadeia Pública de Senador Pompeu, no Sertão do estado. Outras duas fugas foram registradas nos municípios de Caridade (Região Norte) e Cascavel (Região Metropolitana de Fortaleza). O G1 aguarda posicionamento da Secretaria da Justiça a respeito das fugas.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Justiça Federal do Ceará derruba liminar que suspendia cobrança extra de bagagem em aviões

A Justiça Federal do Ceará impugnou a liminar que suspendia a cobrança extra por despacho de bagagem nas companhias aéreas. A decisão é do juiz Alcides Saldanha Lima, da 10ª Vara Federal.

Na decisão, o juiz diz as novas regras de transporte de bagagens são benéficas aos consumidores, pois, “além de ampliar o limite para bagagem de mão, permite que os passageiros que não transportem ou transportem pouca bagagem não sejam cobrados no preço da passagem por um limite do qual não se utilizam”.

Ainda em sua decisão, Lima argumenta que, ao classificar o contrato de bagagem como acessório ao de transporte, apenas reconhece sua natureza jurídica e, por isso, “não haveria venda casada, pois o contratante não está obrigado a contratar franquia adicional de bagagem, havendo vários contratos acessórios ao contrato de transporte aéreo, inclusive o de bagagem”.

“Há que se ressaltar que a obrigação de transportar a bagagem, prevista na legislação civil para os contratos de transporte de pessoas em geral (art. 734), não obriga o transportador a levar toda e qualquer bagagem ou em qualquer quantidade ou peso”, disse.

Pelas novas regras da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), as empresas aéreas podem cobrar taxas adicionais pelas bagagens despachadas em voos nacionais e internacionais. O limite de peso de bagagem de mão passa de 5 para 10 quilos. Na prática, a medida permite que as empresas criem suas próprias regras sobre o despacho de bagagens.

Hoje, esse serviço não tem taxa extra e está embutido no preço da passagem – o custo pelo transporte de bagagem é diluído nos preços dos bilhetes de todos os passageiros, independente se viajam apenas com bagagem de mão ou se despacham mais de uma mala. Os passageiros podem despachar um volume de até 23 kg nos voos nacionais e dois volumes de até 32 kg nos internacionais.

Procurada pelo G1, a assessoria de imprensa da Anac informou que a agência ainda não havia sido notificada oficialmente da decisão e, por isso, não se pronunciaria sobre o assunto.

A Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear) informou em nota que a cassação da liminar “é um avanço que vai beneficiar os consumidores e alinhar o Brasil a práticas internacionais há muito tempo consolidadas”.

Segundo a entidade, as empresas nacionais poderão oferecer a possibilidade de adquirir bilhetes com preço equivalentes ao tipo de bagagem que transporta. Assim, quem viaja sem bagagem pagará menos e quem despacha bagagens pagará apenas por aquilo que transporta.

A entidade entende que as companhias poderão fazer promoções e diferenciar suas tarifas, o que acirrará a concorrência e beneficiará os passageiros.

Batalha judicial

A Agência Nacional de Aviação Civil recorreu em março ao Tribunal Regional Federal (TRF-3), com sede em São Paulo, da decisão da Justiça Federal de São Paulo que suspendeu a cobrança extra por despacho de bagagem.

A Anac entrou com dois recursos para tentar barrar a liminar da Justiça de São Paulo, por meio da Advocacia-Geral da União (AGU). O primeiro foi um pedido de suspensão de segurança, que foi indeferido pela desembargadora Cecilia Maria Piedra Marcondes no dia 14 de março. O segundo é um agravo de instrumento, que ainda não foi julgado. O agravo de instrumento se sobrepõe ao pedido de suspensão de segurança, pois ele julga o mérito da questão, enquanto o outro busca uma decisão emergencial.

O pedido de anulação da regra da Anac foi feito pelo Ministério Público de São Paulo no dia 9 de março. Segundo o MPF, a nova regra contraria o Código Civil e o Código de Defesa do Consumidor, além de ferir a Constituição por promover a perda de direitos já adquiridos pelos consumidores.

Na decisão no dia 13 de março, o juiz José Henrique Prescendo afirmou que “as alegações do MPF são relevantes”. O magistrado afirmou que as novas regras “deixam o consumidor inteiramente ao arbítrio e ao eventual abuso econômico” por parte das companhias aéreas.” A decisão do magistrado suspendeu apenas as normas relativas às bagagens. Outras medidas, como regras a respeito de informações e cancelamento de voos, não foram atingidas.

Além do processo de São Paulo, outras entidades como o Procon de Fortaleza e a Ordem dos Advogados do Brasil entraram na Justiça para tentar barrar a decisão da Anac. Com exceção do processo de São Paulo, as demais ações foram agrupadas no processo que foi julgado na Justiça Federal do Ceará.

No Ceará, o juiz decidiu no dia 10 de março a favor da Anac e julgou que a decisão favorece o consumidor e não fere a Constituição e o Código de Defesa do Consumidor.

A decisão da Justiça Federal do Ceará vale até que o Superior Tribunal de Justiça (STJ) decida o conflito de competência, já que os processos estão correndo nos dois estados, e São Paulo deu liminar probindo a cobrança. No entanto, com essa decisão da Justiça Federal do Ceará, as empresas já podem começar a colocar em prática a cobrança adicional.

Argumentação do governo

Segundo a AGU, as novas medidas têm como objetivo incentivar a liberdade de escolha do consumidor e, “consequentemente, a concorrência entre as companhias aéreas”.

“A desconsideração do poder normativo da Anac causa grave prejuízo à ordem administrativa ao permitir que o Judiciário se imiscua em questões técnicas e de independência da agência, sem que haja a demonstração de qualquer ilegalidade na edição da resolução”, argumenta a AGU.

A Advocacia-Geral da União afirma que, segundo estudos da Anac, 35% dos passageiros hoje transportados viajam sem bagagem e o peso médio da bagagem despachada em voos domésticos é de 11,5kg.

Companhias já haviam decidido preços

As companhias aéreas já haviam divulgado os preços que cobrariam pelo despacho de bagagens. A primeira delas foi a Gol, que informou que valor cobrado por mala seria maior de acordo com a quantidade de itens que cada passageiro despachar. “A primeira será mais barata que a segunda, que será mais barata do que a terceira. E assim por diante”, afirmou a Gol, em comunicado.

A Latam informou que passaria a cobrar partir de R$ 50 por mala despachada em voo nacional. Para voos na América do Sul, a cobrança só seria feita pela segunda bagagem despachada. Em outros voos internacionais, o despacho seria gratuito em até duas malas com o limite de 23 quilos cada.

A Azul disse que criaria uma nova classe tarifária promocional, mais barata que a atual, para os passageiros que viajarem sem mala despachada. Se eles quiserem levar uma mala de até 23 kg, terão de pagar uma tarifa de R$ 30.

Já a Avianca Brasil havia informado que “decidiu não cobrar por despacho de bagagens no início da vigência da nova resolução, em 14 de março, pois prefere estudar essa questão mais profundamente durante os próximos meses” .

Mudanças da regra de bagagem versão liminar (Foto: Arte/G1)

Mudanças da regra de bagagem versão liminar (Foto: Arte/G1)

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Com time reserva, Fla empata com Ceará e perde 100% na temporada

jogoO Flamengo não tem mais 100% de aproveitamento na temporada. Em um jogo de nível técnico baixo, os reservas do Rubro-negro ficaram apenas no 0 a 0 com o Ceará, nesta quarta-feira (22), no Castelão. Foi a última partida dos cariocas fase de classificação da Primeira Liga. O time de Zé Ricardo somou sete pontos e garantiu a primeira posição do Grupo B. De acordo com a tabela, as quartas de final serão realizadas apenas nos dias 29 e 30 de agosto.

A concentração do Rubro-negro agora se volta para a semifinal da Taça Guanabara. Depois de muita confusão, o jogo contra o Vasco foi marcado para o próximo sábado (25), às 17h (de Brasília), no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. A equipe tem a vantagem do empate para chegar à final.

Muralha é o único titular no Flamengo

O Flamengo contou apenas com o goleiro Alex Muralha na equipe de reservas escalada pelo técnico Zé Ricardo. O restante do time foi formado por jovens da base e jogadores acostumados a ficar no banco de reservas.

O Rubro-negro criou algumas chances, mas finalizou mal. O zagueiro Juan teve boa atuação, mas jovens como Felipe Vizeu e Lucas Paquetá foram apenas discretos.

No Ceará, o veterano Magno Alves foi o destaque e participou da maioria das jogadas dos donos da casa.

No fim, o resultado ficou de bom tamanho para os cariocas, mas deixou pelo caminho os 100% de aproveitamento na temporada.

Rubro-negro deixa de igualar melhor início de ano recente

O Flamengo não conseguiu igualar a marca de 2011, obtida pelo time de Ronaldinho e Thiago Neves. Na ocasião, a equipe dirigida por Vanderlei Luxemburgo conseguiu o melhor início de ano recente do Rubro-negro. Foram oito vitórias consecutivas em jogos oficiais. O time de Zé Ricardo soma sete triunfos e um empate.

CEARÁ 0 X 0 FLAMENGO

Local: Castelão, em Fortaleza (CE)
Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Auxiliares: Helton Nunes (SC) e Elio Nepomuceno de Andrade Junior (RS)
Cartões amarelos: Romário (Ceará); Rodinei (Flamengo)

Ceará
Éverson; Cametá (Everton Silva), Luiz Otávio, Rafael Pereira e Romário; Raul, Richardson e Felipe Tontini (Victor Rangel); Felipe Menezes (Alex Amado), Lelê e Magno Alves
Técnico: Givanildo Oliveira

Flamengo
Muralha; Rodinei, Donatti, Juan e Renê; Márcio Araújo, Cuéllar, Lucas Paquetá (Cafu) e Adryan (Matheus Sávio); Gabriel (Ronaldo) e Felipe Vizeu
Técnico: Zé Ricardo

Uol

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

João Pessoa Espectros vence Ceará Caçadores e é campeão da Conferência NE

spectrosUma partida digna de uma grande final. O clássico nordestino entre Ceará Caçadores e João Pessoa Espectros fez valer a expectativa dos mais de 3.100 torcedores que estiveram presentes ao estádio Presidente Vargas neste domingo (13), em Fortaleza. No final, em um jogo extremamente equilibrado, os campeões brasileiros venceram nos detalhes o time cearense por 27 a 20, e se sagraram campeões da Conferência Nordeste da Superliga Nacional.

Agora os Espectros vão até o Rio de Janeiro para enfrentar o Flamengo que venceu a Conferência Leste ao bater o Vasco da Gama Patriotas por 41 a 3. A partida semifinal nacional ocorre dia 27 de novembro.

— Fizemos uma partida equilibrada. Era um jogo imprevisível. Tivemos uma grande evolução dentro e fora de campo durante este ano, nossos atletas lutaram muito até o fim e fizeram um grande jogo. Foi o jogo mais parelho das quatro conferências — afirmou Bruno Rocha, diretor esportivo dos Caçadores.

O jogo

No primeiro quarto, o João Pessoa Espectros começou a partida com pressão no time da casa, e logo nos primeiros minutos do jogo, o wide receiver e returner Heron Azevedo fez um touchdown de retorno, para abrir o placar ao time paraibano. O kicker Diego Aranha aumentou a vantagem com um ponto extra. Na sequência, kicker Danilo Arrais, em um field goal de 35yds, conseguiu diminuir a diferença para 7 a 3, mas Diego Aranha, também em um field goal de 44yds, colocou 10 a 3 no placar para os Espectros.

No segundo quarto o time cearense conseguiu mostrar superioridade em todo o tempo. Com um passe preciso de 30yds do americano Talon Roggasch para o quarterback Romário Reis, o score foi a 10 a 9, a igualdade da partida chegou com Danilo Arrais em um ponto extra e marcando 10 a 10 no PV.

Após o intervalo o time de João Pessoa voltou a ficar à frente. O americano Carlos Cox com um touchdown de retorno e mais um ponto extra de Diego Aranha, os Espectros ficaram em 17 a 10, mas os paraibanos não tiveram tempo para comemorar. Num pick six do americano TBattle e com o segundo ponto de extra de Danilo Arrais, o placar voltou ao equilíbrio que permaneceu durante todo o jogo: Caçadores 17-17 Espectros.

A igualdade permaneceu no placar e o equilíbrio em campo. O jogo seguiu truncado até os últimos minutos. Diego Aranha e Danilo Arrais com os pés afiados empataram em 20 a 20 com um FG para cada. Mas a experiência dos campeões brasileiros pesou no final. Com um passe de Dantas para Cox, os Espectros fizeram 26 a 20, com Diego Aranha fechou a conta com o chute de bonificação entre as traves. Final 20-27.

http://futebolamericanobrasil.com/

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

PF investiga grupo empresarial de forró por fraudes no Ceará

 (Foto: Gioras Xerez/G1)
(Foto: Gioras Xerez/G1)

A Polícia Federal, em ação conjunta com a Receita Federal, deflagrou na manhã desta terça-feira (18) a operação “For All”, contra fraudes no Imposto de Renda cometidas por um grupo empresarial atuante no ramo do entretenimento e responsável por famosas bandas de forró e casas de show no Ceará. Estimativa preliminar já identificou uma omissão de receitas de mais de R$ 300 milhões, segundo a Receita.

Estão sendo cumpridos 76 mandados judiciais, sendo 32 de condução coercitiva (quando a pessoa é levada a depor e depois é liberada) e 44 de busca e apreensão em Fortaleza, Russas (CE) eSousa (PB). Há apenas um mandado sendo cumprido na Paraíba; os demais são no Ceará. Os mandados estão sendo cumpridos por cerca de 260 policiais federais e 35 auditores.

Entre as pessoas levadas à sede da Polícia Federal, em Fortaleza, para prestar depoimento estão os empresários Isaías Duarte e Carlos Aristides, do grupo A3 Entretenimento. O G1 tentou contato com a A3, empresa investigada na operação, e foi informado que ninguém comentaria o assunto.

A Justiça Federal também decretou o bloqueio de imóveis e a apreensão de veículos pertencentes a pessoas ligadas ao grupo.

Há indícios de que os integrantes da organização forneciam dados falsos ou omitiam dados nas suas declarações de Imposto de Renda pessoa física e jurídica, para eximir-se da cobrança de tributos.

O grupo ainda adquiria bens, como veículos e imóveis, sem declarar ao Fisco. Foram encontradas divergências sobre valores pagos a título de distribuição de lucros e dividendos, movimentações bancárias incompatíveis com os rendimentos declarados, pagamentos elevados em espécie, além das diversas variações patrimoniais a descoberto.

No decorrer da investigação, foram identificados indícios de lavagem de capitais, falsidade ideológica e associação criminosa.

“As medidas judiciais cumpridas hoje pela Polícia Federal têm por finalidade buscar a responsabilização das pessoas físicas e jurídicas ligadas ao grupo empresarial e possibilitar que Receita Federal se municie de elementos suficientes permitindo uma real avaliação dos possíveis tributos sonegados”, informou a PF.

A Receita Federal divulgou que as investigações inciaram em 2012 e foram aprofundadas a partir de 2014, com a parceria da Polícia Federal e do Ministério Público.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br