Arquivo da tag: cartões

Grupo suspeito de tráfico de drogas e clonagem de cartões de crédito é preso, na PB

Uma quadrilha especializada em tráfico de drogas e clonagem de cartão de crédito foi desarticulada no início da noite da quarta-feira (5), em João Pessoa, durante uma operação realizada por equipes da Delegacia de Repressão a Entorpecentes da capital. Dez pessoas foram conduzidas à delegacia, suspeitas de envolvimento nos crimes. Entre os presos está um detento que cumpre pena em regime aberto e é monitorado por uma tornozeleira eletrônica.

Os suspeitos estavam em um motel no bairro do Bessa, no mesmo apartamento. De acordo com o delegado Bruno Victor Germano, já era a terceira vez que o grupo se reunia no mesmo local. Eles usavam os serviços do estabelecimento e pagavam com cartões de crédito clonados, causando prejuízo de R$ 20 mil.

Com o grupo, a polícia encontrou uma arma de fogo, com munições, celulares, além de cinco cartões de créditos possivelmente clonados.

O grupo foi descoberto durante uma investigação sobre a origem do dinheiro do tráfico de drogas. “Nessa investigação chegamos a essa quadrilha criminosa e descobrimos essa prática de clonagem de cartões de crédito”, afirmou o delegado.

Entre as dez pessoas conduzidas à delegacia, há três adolescentes com idades de 16 e 17 anos. Eles serão ouvidos pelo delegado e encaminhados à família. Os adultos serão autuados por crimes de estelionato, corrupção de menores e porte ilegal de arma de fogo e oferecimento de bebida alcoólica a menor de idade.

G1

 

Homem é preso com ‘chupa-cabra’ e 11 cartões roubados

aparelho chupa cabraUm homem de 46 anos foi preso na tarde deste sábado (25), na orla de Tambaú, em João Pessoa. Segundo a Polícia Militar, ele estava com 11 cartões de crédito roubados e um aparelho conhecido como ‘chupa-cabra’, que se usa para roubar o dinheiro depositado em caixas eletrônicos.

De acordo com a polícia, o suspeito é do Pará e foi flagrado depois que os agentes receberam uma denúncia de que ele estava na agência da Caixa Econômica Federal que fica na orla. Os policiais foram até o local e abordaram o homem, que estava com o material apreendido.
A prisão foi realizada pela Companhia Especializada em Apoio ao Turista (CEATur). O suspeito foi encaminhado para a Delegacia da Polícia Federal, em Cabedelo, na Grande João Pessoa.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Preso na PB um dos falsificadores de cartões de crédito mais procurados do país

Divulgação/Secom-PB
Divulgação/Secom-PB

Um homem apontado pela polícia como sendo um dos maiores falsificadores de cartões de crédito do país foi preso na Operação ‘Boy Play’, deflagrada neste fim de semana na Paraíba. O trabalho investigativo foi feito pela Delegacia de Crimes contra o Patrimônio (Roubos e Furtos) de Campina Grande e durou cerca de um mês.

O suspeito foi preso por força de mandado de prisão preventiva, no bairro do Catolé. Outro suspeito de integrar o esquema criminoso foi preso em flagrante. De acordo com as primeiras informações divulgadas pela Polícia Civil, um vasto material de adulteração de cartões de crédito, com abrangência em vários estados do país, foi apreendido.

Os resultados detalhados da operação serão divulgados em coletiva de imprensa marcada para acontecer ainda nesta segunda-feira (9), na Central de Polícia Civil de Campina Grande.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

portalcorreio

Estagiária da Caixa é apreendida com 62 cartões do Bolsa Família

bolsafamiliaUma estagiária da Caixa Econômica Federal (CEF) foi apreendida por suspeita de desviar dinheiro do Bolsa Família e de funcionários do banco, em Bezerros, no Agreste de Pernambuco. Segundo investigações da Polícia Federal, a jovem transferia o dinheiro dos cartões para a conta de um primo.

Com a adolescente, foram encontrados comprovantes de saques, 62 cartões do Bolsa Família e 12 cartões de contas de clientes. A estagiária e o primo de 18 anos foram encaminhados à Delegacia da Polícia Federal de Caruaru, que investiga o caso.
De acordo com o delegado Humberto Pimentel, a fraude foi descoberta após funcionários desconfiarem de saques nas contas da estagiária e do primo dela.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

“Os funcionários os viram tirando dinheiro. Um dos valores transferido foi de R$ 25 mil. A quantia total do esquema ainda não foi confirmada pela Caixa, que deve realizar um levamentamento do dinheiro roubado”, explicou.

A adolescente foi ouvida e liberada. Ela deverá prestar novo depoimento ainda esta semana. O primo continua preso e ficará à disposição da Justiça.

180 Graus

Desarticulada quadrilha suspeita de clonar cartões e vender anabolizantes na PB

Jaceline Marques (TV Correio) Polícia Civil cumpre mandados em Guarabira
Jaceline Marques (TV Correio)
Polícia Civil cumpre mandados em Guarabira

Uma quadrilha suspeita de clonar cartões de crédito e de movimentação bancária foi desarticulada, na manhã desta quinta-feira (10), em operação deflagrada pela Polícia Civil em Guarabira (Agreste do estado, a 98 km de João Pessoa).

Ainda conforme as investigações, o grupo também teria envolvimento com o comércio ilegal de anabolizantes. Cinco mandados de busca e apreensão são cumpridos desde o início da manhã. Todos os mandados foram expedidos pela 1ª Vara de Guarabira, mas a polícia suspeita que a quadrilha também teria aplicado golpes em cidades do Rio Grande do Norte.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Aparelhos usados para copiar informações bancárias conhecidos como ‘chupa-cabra’ foram apreendidos. O material deve ser levado para a delegacia de Guarabira. Até as 7h30, a polícia ainda não havia divulgado se algum suspeito tinha sido preso, uma vez que a operação ainda estava em andamento.

Portal Correio

Hackers usam cartões falsos e levam US$ 40 milhões em caixas eletrônicos

caixa_eletronicoOs caixas eletrônicos dos Estados Unidos estão sofrendo mais uma onda de invasões hackers, mas dessa vez a ameaça é mais grave do que um simples caso de ataque por SMS. Os ladrões estão invadindo os dados dos bancos e removendo as restrições de saques dos clientes, permitindo que, por meio de cartões falsos, eles consigam roubar grandes quantias de dinheiro – chegando a totalizar US$ 40 milhões neste esquema.

Os roubos, que tem três fases separadas, iniciam com uma invasão às redes dos bancos por meio de malwares instalados nos computadores, muitas vezes instalados por funcionários descuidados que clicam em emails infectados. Com isso, os hackers conseguem acesso remoto aos dados dos clientes e alteram o limite diário de saques.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Em seguida, os ladrões utilizam cartões falsificados para ir aos caixas eletrônicos e retirar o dinheiro, conseguindo sacar valores até maiores que os disponíveis na conta da vítima. Para garantir que o ataque traga boas somas, os hackers ainda agendam eles para os fins de semana e feriados, quando há menos movimento e mais dinheiro nas máquinas automáticas.

O governo dos Estados Unidos está cobrindo as perdas das vítimas, tornando uma situação extremamente incômoda para os cofres públicos do país. Enquanto isso, não há nenhum registro de ação semelhante no Brasil – embora seja sempre seguro dar uma olhada na conta bancária para garantir que ela não está sendo alvo de nenhum acesso ilegal.

Tec Mundo

 

Quadrilha que clonava cartões de crédito na Paraíba recebia treinamento na Bolívia

Jorge Filho
Jorge Filho

Integrantes da quadrilha presa durante a ‘Operação Firewall’, no início da manhã desta quinta-feira (23), eram treinados na Bolívia e recebiam lições de como operar os sofisticados equipamentos utilizados na clonagem de cartões de crédito. A informação foi confirmada, à tarde, pelo gerente executivo da Polícia na Região Metropolitana de João Pessoa, delegado Wagner Dorta. “Eles também recebiam treinamento e traziam material usado nesses crimes de cidades brasileira, como São Paulo”, disse o delegado.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A quadrilha presa nesta quinta-feira, em João Pessoa, Patos, Belém, Cabedelo e Guarabira usava esses equipamentos sofisticados para, além da clonagem de cartões, falsificar documentos e abrir contas bancárias. A Polícia Civil também apreendeu impressoras para confeccionar cartões de crédito e outras máquinas modernas compradas na Bolívia, com dinheiro adquirido nos crimes, segundo o delegado Wagner Dorta.

Na ‘Operação Firewall’, dezoito pessoas foram presas, entre elas, o vereador da cidade de Serra da Raiz (Agreste paraibano), Jean Teixeira (PSD).

A polícia acredita que o bando tenha provocado um rombo milionário durante em um ano. Dados fornecidos pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban) apontou para um prejuízo em torno de R$ 8 milhões.

De acordo o delegado Gustavo Carlleto, que comandou as investigações durante 8 meses, a quadrilha era organizada e parte dela detinha um conhecimento tecnológico. O grupo contava com a participação de frentistas que facilitava a instalação de chupa-cabra [aparelho usado em por golpistas para copiar informações], nas máquinas em postos de combustíveis. O esquema criminoso também agia em bancos 24h e supermercados, nos estados da Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte.

A ação foi realizada em diversos pontos das cidades de João Pessoa, Patos (Sertão), Cabedelo (Grande JP), Belém e Guarabira (Brejo). Cerca de 140 policiais civis cumpriram 18 mandados de prisão e 28 de busca e apreensão. Em um dos endereços, um motel localizado na cidade de Belém, a polícia encontrou impressoras para fabricar cartões. Os presos foram encaminhados para a Central de Polícia em João Pessoa.

Foram apreendidos documentos falsificados e equipamentos utilizados na clonagem de cartões, impressoras, ectasy, R$ 14 mil em espécie, aparelhos de televisores, computadores, Ipad, notebooks, uma arma calibre 32 e veículos ( moto e carro).

DEFESA

O advogado Werton Soares, que representa cinco dos 18 acusados, disse que está entrando com pedido de Habeas Corpus junto ao Tribunal de Justiça, com pedido de relaxamento da prisão temporária. O Advogado explicou que a prisão temporária se justifica enquanto está sendo feito o ajuntamento de provas e como esse procedimento já foi feito, sua manutenção perde o objetivo.

Werton Soares informou ainda que está entreando também com uma denúncia junto à Corregedoria da Polícia Civil contra os policiais que executaram os mandados de busca e apreensão. Para o advogado, houve abuso por parte dos policiais, que levaram das residências objetos dos acusados que não tinham nenhuma relevância para o caso. “Até mesmo a namorada de um deles, que não tem nada a ver com o caso, apenas estava na casa na hora da prisão, acabou sendo detida também”, reforçou.

Lista dos nomes das pessoas presas na operação;

 

1. Francineide da Silva Campos – Bairro do Bessa – João Pessoa

2. Daniel Barbosa de Oliveira – Bairro dos Bancários – João Pessoa

3. Álvaro Bruno de Andrade Bezerra – Centro – João Pessoa

4. Edson de Mendonça Rocha Júnior – Porta do Sol e Manaíra

5. João Pessoa Fábio de Holanda Gonçalves – 13 de Maio – João Pessoa

6. José de Arimatéia Santos Júnior – Manaíra – João Pessoa

7. Diego Formiga de Oliveira – Geisel – João Pessoa

8. Luciano Frazão de Barros – Intermares – Cabedelo

9. Severino Bezerra da Silva – Belém

10. Damião Alves Pereira – Patos

11. Marcos Vinícius Lobato Jardim – Centro – João Pessoa

12. Jean Teixeira – Jardim Cidade Universitária – João Pessoa

13. Maxuel Almeida Leitão – Castelo Branco III – João Pessoa

14. Érika Alexandre Marques – Castelo Branco III – João Pessoa

15. Isael Pedro da Silva – Castelo Branco III – João Pessoa

16. Alex Júnior Fernandes Soares – José Américo – João Pessoa

17. Francicleide Bezerra da Silva – Patos

18. Nome restrito para não prejudicar as investigações – João Pessoa

 

 

Hyldo Pereira, Portalcorreio

Operação Clone apreende máquinas de falsificar cartões na Grande Natal

Residência em Pium, onde a polícia apreendeu duas máquinas de confeccionar cartões (Foto: Rafael Barbosa/G1)

A operação Clone, deflagrada na manhã desta quinta-feira (6) em Natal, região metropolitana e na cidade de Ribeirão Preto, em São Paulo, visando desarticular uma quadrilha especializada em falsificar cartões de crédito para golpes no mercado potiguar e nos estados de Alagoas, Paraíba e Pernambuco, também cumpriu mandado de busca em Parnamirim, na Grande Natal.

Casa do suspeito tem grande área de lazer (Foto: Rafael Barbosa/G1)Casa do suspeito tem grande área de lazer
(Foto: Rafael Barbosa/G1)

Em Pium, distrito de Parnamirim, os policiais não conseguiram prender um dos suspeitos apontados como membro da quadrilha, mas apreenderam duas máquinas de confeccionar cartões. O proprietário do imóvel, identificado como Ricardo de Oliveira, mineiro de Belo Horizonte, pulou o muro e fugiu assim que a polícia chegou à residência.

A casa, segundo o delegado Wellington Guedes, foi alvo de um dos 32 mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça. Já o mineiro, faz parte da lista que incluiu outros 27 mandados de prisão temporária.

Máquinas apreendidas (Foto: Rafael Barbosa/G1)Máquinas apreendidas (Foto: Rafael Barbosa/G1)

“É um casarão todo climatizado com vários artigos de luxo”, disse o delegado, impressionado com o que viu no interior da residência. O imóvel de número 14, localizado na rua da Fortuna, estrada que liga Pium ao Centro de Parnamirim, tem uma ampla área de lazer, com piscina e churrasqueira. Lá, os agentes também apreenderam um Hyundai i30 e vários documentos pertencentes a Ricardo.

“Também viemos para cumprir o mandado de prisão. Mas, infelizmente, o suspeito fugiu. A casa possui circuito interno de câmeras, o que pode ter ajudado ele a perceber a nossa chegada”, contou Wellington Guedes.

Outros mandados

O G1 também acompanhou o trabalho da Polícia Civil para prender outros suspeitos da operação Clone. Em Ponta Negra, na zona Sul de Natal, o alvo foi o paulista Dellio Souza Ferreira, natural de Santos. Para a polícia, ele é um dos estelionatários da quadrilha. A reportagem tentou falar com ele, mas o suspeito se recusou.

Na praia da Redinha, o mandado cumprido pela polícia foi contra Jéssica Rodrigues Ribeiro. De acordo com a investigação, a jovem trabalha como caixa em um hipermercado e seria ela a responsável por passar dados dos clientes para que os cartões pudessem ser clonados. Ela também não quis falar.

Operação Clone

Polícia Civil do Rio Grande do Norte deflagrou, na manhã desta quinta-feira (6), uma operação para prender falsificadores de cartões de crédito que atuam no estado e ainda em Alagoas, Pernambuco e Paraíba. A ação, batizada de Clone, visa cumprir 28 mandados de prisão temporária e outros 32 de busca e apreensão.

Segundo o delegado de Falsificações e Defraudações, Júlio Costa, a quadrilha aplicou golpes de cerca de R$ 3 milhões. “Eles compravam equipamentos para clonar cartões de crédito em Ribeirão Preto, interior de São Paulo, e falsificavam cartões aqui em Natal. Depois, aplicavam golpes no Rio Grande do Norte, em Alagoas, em Pernambuco e na Paraíba”, contou o delegado.

Para clonar as tarjas magnéticas dos cartões de crédito, a quadrilha contava com o apoio de pelo menos três funcionárias de uma rede de supermercados com atuação em todo o Nordeste. Elas eram pagas por cada cartão clonado. Por cada dado de cartão clonado, cada uma delas recebia entre R$ 50 e R$ 100.

Material apreendido durante o cumprimento dos mandados (Foto: Fred Carvalho/G1)Material apreendido durante o cumprimento dos mandados (Foto: Fred Carvalho/G1)
G1

Enem 2012: Entrega dos Cartões de confirmação tem início nesta quarta-feira

A Secretaria de Estado da Educação (SEE) informa que os cartões de confirmação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2012 começam a ser entregues a partir desta quarta-feira (10), exclusivamente por via postal, pela Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (Correios). Na Paraíba 153.751 estudantes se inscreveram no exame.

De acordo com o edital, o cartão de confirmação é o documento hábil para o candidato fazer a prova. No cartão deve conter informações como o número de inscrição; data, hora e local de realização das provas; indicação do atendimento diferenciado e/ou do atendimento específico solicitados; opção de língua estrangeira; e solicitação de certificação (se for o caso). Até o final deste mês todos os inscritos já deverão ter recebido seu cartão de confirmação.

Os inscritos podem tirar dúvidas acessando o endereço eletrônico (http://portal.inep.gov.br/web/enem/enem). Se o candidato não receber o cartão em casa e não conseguir imprimi-lo por meio do site do Enem, pode entrar em contato com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) no telefone: 0800 616161.

Veja abaixo o calendário do Enem 2012:

  • 26/10 – Último dia de entrega do cartão de confirmação da inscrição;
  • 3/11 – 13h – aplicação das provas de Ciências Humanas e suas Tecnologias e de Ciências da Natureza e suas Tecnologias;
  • 4/11 – 13h – aplicação das provas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias; de Matemática e suas Tecnologias; e da Redação;
  • 7/11 – Divulgação do gabarito do Enem 2012;
  • 28/12 – Divulgação do resultado do Enem 2012.

Secom/PB

Com show de cartões, Verdão vence o Fla e deixa zona da degola

O jogo não foi dos mais bonitos de se ver. O Palmeiras x Flamengo que prometia duelo de artilheiros entre Obina, Vagner Love e Barcos só teve um golzinho, chorado, e em posição de impedimento. Graças ao Pirata, o Verdão fez 1 a 0 no Fla, respirou no Campeonato Brasileiro e deixou a zona de rebaixamento às vésperas do fim do primeiro turno. Com um a menos desde o fim do primeiro tempo, o time rubro-negro não conseguiu reagir e perdeu a chance de engatar sua terceira vitória seguida.

Barcos fez o gol, mas o principal destaque da partida foi o árbitro Célio Amorim. Cheio de vontade de advertir os jogadores, ele bateu o recorde de cartões aplicados neste Brasileirão. Foram “só” 12 amarelos e um vermelho, para Ibson. A cada choque mais forte, um cartão. Célio foi um dos responsáveis por deixar o jogo tão modorrento e sem graça, principalmente no segundo tempo. No fim, um cartão para Obina, que havia acabado de entrar o campo, finalizou o “show”.

A vitória levou o Palmeiras aos 16 pontos, fora da zona de rebaixamento. Mesmo que o Coritiba vença a sua partida contra o Vasco, nesta quinta-feira, o Verdão fica fora por ter uma vitória a mais do que o Bahia. Já o Flamengo estaciona nos 22 pontos e adia sua missão de tentar alcançar o G-4 do Brasileirão.

Na próxima rodada, o Palmeiras viaja até Goiânia para enfrentar o Atlético-GO, domingo, às 18h30m (horário de Brasília), no Serra Dourada. No mesmo dia e horário, o Flamengo tem um clássico com o Vasco, no Engenhão.

Renato Flamengo x Palmeiras (Foto: Marcos Ribolli / Globoesporte.com)Henrique e Renato disputam jogada pelo alto em Barueri (Foto: Marcos Ribolli / Globoesporte.com)

Só faltam sete…

Com Negueba e Thomás abertos pelas pontas, mais Vagner Love centralizado, o Flamengo preocupou demais a defesa palmeirense nos primeiros minutos, até a marcação se acertar. Lá do alto, das tribunas, Felipão mandou segurar Artur na lateral direita, em cima de Thomás, e também reforçou a atenção para cima de Ibson e Renato, criadores de jogadas da equipe rubro-negra. Assim, o Verdão conseguiu frear o ímpeto inicial do rival.

A partir daí, o dono da casa começou a criar e dominar, sempre pelo lado direito da defesa flamenguista, fragilizado pelos avanços de Léo Moura e a falta de ritmo de Marllon, que parecia desconectado do restante da equipe. Na bola aérea, Barcos sempre levou vantagem, até quando a bola veio lenta, ideal para o zagueiro afastar. Em lançamento de Marcos Assunção, o primeiro susto: às costas de Marllon, Barcos dominou no peito e só não fez o gol porque Felipe abafou.

Com Mazinho de volta ao Palmeiras, Obina ficou no banco de reservas. A mudança reforçou a velocidade da equipe, que também ganhou qualidade com o retorno de Valdivia. Ainda fora de ritmo, o Mago só foi parado na base das pancadas. Duas delas de Ibson. Dois cartões para o rubro-negro e expulsão. O meia do Flamengo nem reclamou e deixou o campo cabisbaixo. Com o meio-campo do rival fragilizado, o time alviverde aumentou o seu domínio.

Dorival Júnior ainda tentou uma alternativa sem precisar mudar peças na equipe, invertendo Negueba e Thomás. Mais incisivo, Negueba foi para cima de Artur, mas só foi bem em um lance, quando cortou para dentro e chutou à esquerda do gol de Bruno. A torcida do Fla, que lotou o setor destinado a ela na Arena Barueri, mostrou preocupação e tentou abafar a empolgação dos palmeirenses. Em vão.

Em campo, Felipe começava a se destacar com boas defesas, uma delas em belo chute de Valdivia. Mas o goleiro não segurou aos 32 minutos, quando Artur chutou sem força, prensado na marcação. A bola passou por baixo do goleiro e foi mansa em direção ao gol. Barcos apareceu para completar, em posição de impedimento. A arbitragem confirmou 1 a 0, e o Pirata colocou mais um na sua conta. São 20 gols na temporada, a sete da marca que precisa para ganhar um típico churrasco gaúcho de Felipão.

Barcos gol Palmeiras (Foto: Marcos Ribolli / Globoesporte.com)Impedido, Barcos se aproveita de falha de Felipe e marca (Foto: Marcos Ribolli / Globoesporte.com)

Show, só de cartões

Com um a mais em campo, o Palmeiras tinha duas opções: pressionar em busca do segundo gol ou atacar só “na boa”, quando o Flamengo desse espaços. A comissão técnica preferiu segurar o jogo, tocar a bola com paciência e arriscar alguns chutes de longe. A lentidão alviverde deixou o jogo amarrado e chato, do jeito que Murtosa e Felipão queriam. Para quem quer sair da zona de rebaixamento, jogar bem é detalhe. Importante é manter a vitória.

Dorival Júnior se cansou de esperar um bom lance do garoto Thomás, perdido no ataque, sem função. Promoveu a estreia do garoto Fernandinho, que deu um pouco mais de dinâmica ao setor. Mesmo assim, Love precisou buscar o jogo no meio-campo, e por isso não chegou à área com o perigo habitual. Ele só deu um chute no segundo tempo, defendido facilmente por Bruno. Deivid entrou nos minutos finais, com pouquíssimo tempo para ajudar em algo.

O Palmeiras podia ter matado o jogo, mas não quis. Barcos e Valdivia preferiam enfeitar o lance, dar um toque a mais na bola, e isso deixou o jogo aberto até o fim, já que qualquer bola certeira daria o empate ao Flamengo. A torcida, já mais calada, só levantava a voz a cada gol do Náutico contra o São Paulo. Alviverdes e rubro-negros faziam festa juntos.

Só quem quis jogo no segundo tempo foi o árbitro Célio Amorim, com uma sede de cartões que poucas vezes se viu. Foram 12 amarelos e um vermelho, mas ao menos houve critério. Qualquer toque mais duro era passível de advertência. Sem se importar com a arbitragem, o Palmeiras comemora sua quarta vitória em 17 rodadas do Brasileirão e a fuga momentânea do sufoco. Já o Flamengo, ainda irregular, vai continuar dando trabalho a Dorival Júnior.

Globoesporte.com