Arquivo da tag: Cartaxo

Cartaxo não vê possibilidade de aliança com Ricardo Coutinho nas eleições de 2018

LucianoO prefeito Luciano Cartaxo (PSD) afirmou que não pretende deixar a aliança com os partidos que o apoiaram na eleição de 2016 e não vê possibilidade de subir no mesmo palanque que o governador Ricardo Coutinho (PSB). Para ele não será possível uma convivência política nas eleições do próximo ano entre o PSD e o PSB, como ocorreu na disputal eleitoral de 2014.

Cartaxo ressaltou ainda a quebra de aliança foi feita pelo PSB e que o apoio ao governador ocorreu ainda no primeiro turno das últimas eleições, quando todos davam como certa a vitória do  senador Cássio Cunha Lima (PSDB). “Nós apoiamos o PSB no momento de maior dificuldade da vida pública de Ricardo Coutinho, poucos acreditaram que era possível reverter uma vitória dada como certa de Cássio, e neste momento nós apostamos no projeto de dar sequencia”.

Luciano destacou que o objetivo do grupo é manter a aliança de 2016. “A minha leitura é de preservação da aliança que foi construída na eleição passada, eu acho que é muito ruim para o estado e para as cidades a gente ficar a cada dois anos tendo, vamos dizer assim, mudando uma aliança que foi construída anteriormente, então não vou fazer aliança com Ricardo”, acrescentou.

A intenção do gestor da capital é continuar a coligação formada para a disputa municipal do ano passado. “Nós já temos uma aliança que veio da eleição de 2016, foram 12 partidos que deram sustentação a nossa campanha. Nós tivemos a maturidade e o diálogo necessário de superar as divergência.  Então eu acredito que essa aliança precisa ser preservada, eu vou fazer o esforço nesse sentido. Nós queremos chegar em 2018, independente de composição de chapa, com maturidade suficiente para apresentar um projeto importante à Paraíba”.

Sobre sua participação na disputa, Cartaxo não revela sua participação, mas enfatiza que pretende continuar junto com os partidos que o apoiaram. “Eu acredito que a renovação política no Estado é fundamental, as coisas precisam avançar cada vez mais. Na hora oportuna os partidos vão ter oportunidade de dialogar”.

blogdogordinho

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Cartaxo aparece com 42,9% e Cida com 23,2% em pesquisa 6 Sigma; confira os números

cartaxo-e-cidaNesta quarta-feira (14) mais uma pesquisa de intenções de voto para prefeito de João Pessoa foi divulgada. Realizada pela empresa 6 Sigma Pesquisa e Consultoria Estatística LTDA ela também aponta uma polarização entre os candidatos Luciano Cartaxo (PSD) e Cida Ramos (PSB)

Cartaxo aparece com 42,9% dos votos, enquanto Cida tem 23,2%. O professor Charliton Machado (PT) registrou 1,5% e Victor Hugo (Psol), pontua com 0,7%.
A pesquisa em parceria com o Sistema Correio de Comunicação, foi realizada entre os dias 9 e 11 deste mês. Os pesquisadoras da 6 Sigma ouviram 1.100 eleitores em 45 bairros de João Pessoa. Os votos brancos e nulos seriam 10,8%. Não souberam responder 17,1% dos entrevistados. Outros 3,5% disseram que não votariam em qualquer candidato e 0,2% não informou. A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) sob o número 06352/2016. A margem de erro, segundo a 6 Sigma, é de 2,95% e o nível de confiança é de 95%.

Espontânea – Na consulta espontânea, segundo a 6 Sigma, Luciano Cartaxo tem 36,9% das intenções se votos, seguido de Cida Ramos, com 16,5%. Professor Charliton tem 0,7% e Victor Hugo, 0,3%. Outros nomes ficaram com 0,7%. Dentre os eleitores ouvidos espontaneamente, 2,2% disseram que não vão votar em qualquer candidato. Os que responderam que vão votar em branco ou anular os votos somaram 10,6%. Do total, 31,7% responderam que não sabem em quem votar e 0,4% não informou.

Candidatos a prefeito de João Pessoa

Conhecimento. A 6 Sigma quis saber se os entrevistados conheciam os candidatos. O prefeito Luciano Cartaxo é conhecido por 96,6%, Cida Ramos é por 75,7% dos entrevistados. Do total de eleitores ouvidos pelos pesquisadores da 6 Sigma, 36,1% disseram que conhecem o Professor Charliton e 36,3% afirmaram conhecer Victor Hugo.
O município de João Pessoa foi dividido pela 6 Sigma em quatro regiões para a coleta de dados feita em sorteios múltiplos aleatórios na rua, em residências e pontos amostrais nos bairros e localidades previamente definidos.

Consulta em 45 localidades

▶ Região norte: Torre, Alto do Céu, Mandacaru, Róger, Ipês, Treze de Maio, Estados e Padre Zé.

▶ Região sul: Mangabeira, Gramame, Jardim Cidade Universitária, Valentina, José Américo, Funcionários, João Paulo II, Ernesto Geisel, Jardim Veneza, Paratiube, Ernani Sátiro, Costa e Silva, Mumbaba, Indústrias, Água Fria, Costa do Sol, Cuiá, Planalto da Boa Esperança e Muçumagro.

▶ Região leste de João Pessoa foram os seguintes: Manaíra, Jardim Oceania, Bessa, Bancários, Castelo Branco, Tambaú, Aeroclube, São José, Cabo Branco e Miramar.

▶ Região oeste: Cristo Redentor, Oitizeiro, Cruz das Armas, Varjão, Alto do Mateus, Jaguaribe, Ilha do Bispo e Trincheiras.

Portal Correio

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Cartaxo nomeia Olenka como secretária de Trabalho, Produção e Renda da capital

Olenka-MaranhãoO prefeito de João Pessoa Luciano Cartaxo (PSD) nomeou a ex-deputada Olenka Maranhão (PMDB) para o cargo de secretária de Trabalho, Produção e Renda da capital. A decisão foi publicada no Semanário Oficial da Prefeitura.

Olenka, que é suplente de deputada estadual, ocupava uma cadeira na ALPB enquanto o titular Trócolli Junior (PROS) estava à frente da Secretaria de Articulação Política do Estado.

Trocollí voltou à ALPB após o senador José Maranhão (PMDB) anunciar o rompimento com o governo do estado e declarar apoio à reeleição de Luciano Cartaxo, em João Pessoa.

Confira a nomeação:

nomeação de olenka

maispb

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Cássio admite licença e garante apoio incondicional a Cartaxo: ‘Vou subir no palanque’

cassioelucianoO senador Cássio Cunha Lima (PSDB) admitiu nesta sexta-feira (19) a possibilidade de se licenciar do mandato após a votação do processo de impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff (PT) e garantiu que irá subir no palanque do prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD).

O tucano pôs fim às especulações de que não iria participar da campanha do prefeito Luciano Cartaxo ao destacar o trabalho do chefe do executivo municipal na cidade.

“O apoio é incondicional, é convicto. O prefeito Luciano Cartaxo está concluindo uma ação administrativa melhor para João Pessoa, que permite que ele continue com essa ação como os outros tiveram chance na perspectiva da população dar mais chance de prosseguir o trabalho. Vou participar da campanha, vou subir no palanque, vou trazer a minha solidariedade à candidatura ao prefeito Cartaxo e Manoel Júnior”,  assegurou.

Ele deixou claro, porém, que o gestor não precisa de “padrinho político”, pois tem “competência” e “serviço prestado” para apresentar à população.

“Não tenho necessidade de aparecer ou de me esconder porque eu não sou candidato. Os candidatos e os eleitores são os protagonistas. Luciano Cartaxo não precisa de apadrinhamento para disputar a eleição porque ele tem trabalho, o que mostrar a João Pessoa, dispensa de padrinho, os eleitores escolhem dentro de suas convicções. Isso é uma coisa ultrapassada, é coisa de coronel querer apadrinhar candidatura. A minha participação será como senador, mas reconhecendo que o protagonismo é dos candidatos, não dos que os apoiam”, disse.

Cássio confirmou que irá conversar com Deca do Atacadão e com a bancada do PSDB no Senado para estudar uma provável licença do mandato.

“Irei conversar com o primeiro suplente Deca para saber da disponibilidade dele para assumir, segundo, vou conversar com minha bancada, tenho um procedimento médico para fazer, a licença não seria propriamente para fazer campanha eleitoral, vou precisar realizar uma pequena cirurgia, se tudo estiver bem na saúde, visitarei os municípios”, falou.

Blog do Gordinho

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Diretório decide e Manoel Jr. confirma desistência; PMDB vai indicar nome para vice de Cartaxo

manoel-juniorO deputado federal Manoel Júnior (PMDB) anunciou, nesta sexta-feira (22), que não é mais pré-candidato a prefeito de João Pessoa para apoiar a reeleição do atual administrador municipal Luciano Cartaxo (PSD).

Em decisão unânime do diretório municipal, os pemedebistas optaram por formar legenda com o PSD e não com o PSB, apontando o partido do governador Ricardo Coutinho se posicionou contra ascendência do vice-presidente Michel Temer (PMDB).

Manoel alegou que estava enfrentando grande resistência dentro do partido e dificuldades financeiras para manter a candidatura própria. Revelou ainda, que não será o vice de Cartaxo, mas pretende indicar o nome.

O deputado federal e presidente municipal do PMDB, Manoel Júnior, destacou que aguarda a convenção partidária para a legenda para homologar a decisão de apoiar o PSD do prefeito Luciano Cartaxo em João Pessoa.

“Posso falar em nome do PMDB de João Pessoa”, afirmou destacando que a decisão não contou com a opinião dos diretórios de cidades como Campina Grande, Guarabira e Patos que contavam com a aliança com o PSB.

Manoel Júnior afirmou que respeita a decisão destes diretórios. “Em Campina Grande quem é responsável pelo PMDB é o deputado federal, Veneziano Vital do Rego; em Guaraiba é Roberto e Raniery Paulino”, afirmou lembrando que os próprios correligionários o pediram para manter a candidatura.

“Todos os meus companheiros sabem disso, não foi um momento que eu criei, eu tentei de todas as formas viabilizar o processo eleitoral, não fiquei parado, mas o partido nacional e estadualmente não teve condições para que pudéssemos estar com a candidatura”, disse.

Yves Feitosa / Marília Domingues / Adelton Alves

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

PMDB terá candidatura própria, Ricardo e Cartaxo querendo ou não, diz Manoel Jr.

manoel-junior“Em nenhuma parte do planeta partido menor ganha de partido maior. O PMDB vai ter candidatura própria, queira Ricardo Coutinho ou não, queira Luciano Cartaxo ou não”, foi o que afirmou o deputado Manoel Júnior (PMDB), durante entrevista à Rádio Arapuan nesta quinta-feira (28).

O parlamentar indagou ainda o porque de sua candidatura causar temor nos adversários. “Eu não sei porque atemoriza tanto a candidatura do PMDB. Nós teremos a oportunidade de debater com o candidato do Governo e com o atual prefeito sobre os problemas e possíveis soluções para a cidade de João Pessoa. Porque que o PMDB, o maior partido do Estado não pode ter uma candidatura à prefeito de João Pessoa?”.

Manoel Júnior ressaltou que a PMJP deve ser tratada com respeito e que não servirá a nenhuma força política. “A Prefeitura de João Pessoa precisa ser tratada com respeito. Ela não pode ser um puxadinho do Governo do Estado. João Azevedo nada mais é do que uma figura que vai ser um teleguiado de Ricardo Coutinho e João Pessoa não precisa disso. João Pessoa já passou por esse momento. Eles vão enfrentar nas urnas alguém que sabe pensar, não serei subserviente ao Palácio e nem a ninguém. Talvez seja isso que eles temam”, frisou o deputado.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Sobre as intenções de votos dos deputados Gervásio Maia e Trocolli Júnior, ambos peemedebistas, mas declararam que estão com o candidato do PSB, indicado pelo governador Ricardo Coutinho, Manoel Júnior disse que este posicionamento é de infidelidade partidária. Ele aproveitou para alfinetar Trocolli quando comentou que o deputado foi pressionado a apoiar o candidato de Ricardo.

“O deputado Gervásio Maia já se declarou publicamente que vota no candidato do PSB, para mim isso é infidelidade partidária, porque ele assumiu a postura do candidato do governador. O deputado Trocolli Júnior que há dois meses atrás disse que votaria no candidato do partido à prefeito de João Pessoa e hoje mudou de ideia. Mas quem pode explicar porque mudou é o próprio deputado. Talvez ele tenha sofrido alguma pressão do governador, até uma ameaça de entrega de cargo, não sei”, provocou.

O deputado Manoel Júnior fez questão de ressaltar que sua candidatura à Prefeitura de João Pessoa, se trata de outro momento político e que os projetos idealizados por outras gestões para a cidade não saíram da teoria. “Nós estamos em outro momento, isso que atemoriza esse pessoal. Estamos interagindo com vários partidos políticos para a consolidação de boas parcerias. Em João Pessoa o que foi dito verbalmente em campanha, não está sendo cumprido. As obras não saem do papel, cade o BRT? A cidade está largada, quem anda na periferia sabe a quantidade de lixo e a Prefeitura não responde a essas questões, como também na área da Saúde e da Segurança Pública”, completou.

Por Fabrícia Oliveira

Cássio garante que PSDB vai ter candidato e sobre aliança com Cartaxo, ele diz: ‘o futuro é quem dirá’

cassioEm entrevista na manhã deste sábado (19), o senador Cássio Cunha Lima garantiu que o PSDB vai ter candidato próprio nas eleições do próximo ano, em João Pessoa. Não citou nomes, mas nos bastidores os tucanos alimentam a esperança do “aceite” do ex-governador, ex-senador e ex-prefeito da capital Cícero Lucena representar o partido na disputa de 2016.

Cássio afasta, pelo menos momentaneamente, as especulações em torno da aliança do seu partido com a virtual candidatura à reeleição do prefeito Luciano Cartaxo – atualmente filiado ao PSD, recém separado do PT. “Foi um movimento importante no tabuleiro, mas o futuro é quem dirá”, afirmou o senador quando instado a falar sobre o fato político da semana.

“Luciano (Cartaxo) esteve manifestadamente punido pelos erros dos outros. Temia pagar por isso e tomou uma decisão, que pode ter surpreendido a poucos”, avaliou o senador Cássio Cunha Lima, líder do PSDB no Senado da República.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Por outro lado, ele deixou o caminho pronto para uma aliança, talvez imaginando remover o ex-senador Cícero a desistir da atividade política; quando declarou que “estaremos juntos, PMDB e PSD na campanha do próximo ano”. Cássio prevê esse cenário porque tem o deputado Rômulo Gouveia, presidente pessedista no Estado, como uma aliado das antigas.

“Em Campina Grande, a aliança está assegurada com o PSD. Rômulo já antecipou apoio à reeleição do prefeito Romero Rodrigues, nosso candidato”, sustentou.

Expôs a boa relação com o prefeito Luciano Cartaxo e o deputado Manoel Júnior, pré-candidato do PMDB. E deixou uma dúvida nas palavras pronunciadas durante a entrevista, destacando a aproximação dos tucanos com os peemedebistas, além de MJR o senador José Maranhão. “Nós temos uma relação civilizada, mas não deve ser lida como uma aliança automática”, concluiu.

Marcone Ferreira

‘Quem manchou a história do nosso partido terá que pagar’, diz Cartaxo sobre crise nacional do PT

luciano-cartaxoO prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PT), afirmou na manhã desta segunda-feira (20), durante a entrega da Rua Angelina Balthar (Rua do Capim), que não irá se envolver com assuntos políticos até 2016, ano em que deve concorrer a reeleição na Prefeitura da Capital.

O PT vem atravessando uma crise no cenário Nacional, com muitas críticas ao Governo de Dilma Rousseff (PT).

Algumas lideranças petistas se reuniram em João Pessoa neste final de semana, mas não contou com a presença do prefeito Cartaxo. Segundo o próprio, ele não participou da reunião porque essa não é a sua forma de trabalhar. O petista prefere focar-se nos trabalhos administrativos e deixar a política para os colegas do partido.

O prefeito comentou sobre os partidos da oposição que querem cassar o registro do PT. “Isso é uma disputa politica que existe na sociedade. A investigação tem que ser feita de forma natural, quem tiver culpa e envolvimento com qualquer coisa que possa manchar a história do partido, que essa pessoa possa pagar, essa é a realidade que a gente tem hoje no nosso país. O país só sai da crise com muito trabalho”, colocou.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Pedro Callado

RC e Cartaxo participam de ato em favor da Reforma política; ‘a democracia vive um momento de crise”, diz governador

ricardo-e-algum-cartaxoO governador do Estado Ricardo Coutinho e o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo participaram na tarde desta quinta-feira (14) do ato público em defesa da Reforma Política. A manifestação também contou com a participação da deputada federal  Érica Kokai que integra a Comissão dos Direitos Humanos em Brasília.

Ricardo Coutinho destacou que a “ Democracia vive a pior crise de todos os tempos e isso representa um ‘suicídio’ do voto de opinião e por isso é necessário conclamar e sensibilizar a classe política para que faça a sua parte, faça o possível para que a população se sinta mais segura e confiante’, destacou o governador.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Durante entrevista a imprensa, o prefeito de João Pessoa. Luciano Cartaxo garantiu que o ato, que representa uma bandeira de luta em defesa e pelo resgate da democracia, tem todo o seu apoio e lembrou que o Partido dos Trabalhadores sempre foi a favor da Reforma Política, “inclusive defendemos isso durante a campanha eleitoral desse ano”, disse Cartaxo.

A deputada Érica Kokai disse que esse ato é muito importante para o restabelecimento da democracia no Brasil, pois é preciso chamar atenção da classe política para a aprovação das reformas que a população brasileira mais deseja e que vieram a tona durante o plebiscito. “ Temos que lutar para que os direitos do cidadão sejam preservados”, disse a parlamentar.

Sobre o movimento – O colégio Lyceu Paraibano, foi o ponto de encontro para uma das maiores mobilizações na Paraíba em defesa do “Plebiscito por uma Constituinte Exclusiva e Soberana do Sistema Político”. A “Caminhada pela Reforma Política através de uma Constituinte” aconteceu nesta quinta-feira, 13, às 15h e contou com a participação dos partidos, movimentos sociais e populares, sindicatos e estudantes..

A data para a realização da atividade não foi escolhida aleatoriamente, nesta quinta é o Dia Nacional pela Reforma Política, e em todo o Brasil serão realizados atos com a reunião de pessoas em pontos estratégicos. Na Paraíba, diversos municípios também lembraram a data, incluindo Campina Grande e Guarabira.

A caminhada em João Pessoa contou com três momentos, começando com a fala do governador, do prefeito e dos representantes dos partidos, movimentos e entidades envolvidas. Em seguida os participantes seguiram caminhando pelas principais ruas do Centro da cidade, passando pelo Parque Solon de Lucena e Praça João Pessoa. O término da mobilização aconteceu com a chegada no Ponto de Cem Réis, e a realização de uma ciranda, que será coordenada pelos grupos culturais presentes no local.

 O objetivo da mobilização é mostrar para a população a importância da Reforma Política, e que ela seja feita através de uma Constituinte Exclusiva, o que evitará que os atuais deputados e senadores votem seus próprios interesses. A Constituinte Exclusiva seria eleita especificamente para formular um novo sistema político com mais transparência e participação popular, e não teria a divisão entre Câmara e Senado, sendo dissolvida logo ao fim de seus trabalhos.

Paulo Cosme e Thaisa Aureliano