Arquivo da tag: caras

Multas de trânsito ficam até 244% mais caras a partir de terça-feira

multasPunições mais severas a motoristas infratores começam a ser aplicadas na próxima terça-feira (1º/11) em todo o Brasil. As multas sofreram reajustes que variam de 52% a 244%. Alguns dos maiores penalizados serão aqueles que forem flagrados usando aparelhos celulares ou dirigindo sob efeito de álcool. As alterações são as maiores desde a criação do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), em 1997.
A multa por falar ou usar aplicativos de celular mais do que triplica: passa de R$ 85,13 para R$ 293,47, reclassificada de média para gravíssima. A expectativa é de mudança do hábito cada vez mais comum, comprovado pelo aumento de 43,3% nos registros do Detran-SP nos últimos cinco anos. “Com certeza vai ajudar, porque o bolso é o que mais pesa na tomada de decisão do motorista”, acredita Paulo Bacaltchuck, consultor e professor de Engenharia de Tráfego da Universidade Presbiteriana Mackenzie.
Para quem se recusar a fazer o teste do bafômetro a penalização aumenta de R$ 1.915,40 para R$ 2.934,70. Também é criada uma infração específica para a recusa do exame – que, na avaliação de Mauricio Januzzi Santos, presidente da Comissão de Direito Viário da seção paulista da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-SP), abrirá brecha para ainda mais contestações judiciais. “É inconstitucional desde a alteração anterior, porque vai contra o princípio de presunção de inocência.”
Já para Bacaltchuck, a maior rigidez contra o álcool alinha a legislação brasileira com as de vários países desenvolvidos, que nem ao menos permitem a negativa ao exame. “Tem de ter tolerância zero mesmo. O álcool é uma das causas determinantes de acidentes, como o excesso de velocidade”, defende o professor
Outra mudança é no tempo mínimo de suspensão do direito de dirigir, quando o condutor atinge 20 pontos na CNH, que aumenta de um para seis meses. Além disso, haverá mais rigidez com aqueles que usarem irregularmente vagas destinadas a idosos ou deficientes físicos em estacionamentos, até privados. A multa passa de grave a gravíssima, de R$ 127,69 para R$ 293,47.
Embora os reajustes venham em período de crise econômica, o argumento do governo foi o período de 19 anos sem aumento das multas. A Lei 13.281/2016 foi sancionada por Dilma Rousseff em maio deste ano, dias antes de seu afastamento da Presidência. Alguns itens previstos, como um sistema eletrônico para substituir notificações pelos Correios, ainda devem demorar a ser implementados.
Correio Braziliense

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Contas de água, energia, IPTU, TCR e até taxas dos correios ficarão mais caras em 2016

luz.aumentoO ano de 2015 ainda nem terminou mas os brasileiros já estão sendo ‘presenteados’ com os percentuais de reajuste para 2016. As contas de água, energia elétrica, IPTU, TCR e até as taxas dos Correios vão sofrer aumentos e, consequentemente, diminuir ainda mais o poder de compra dos consumidores. A situação fica mais complicada para quem sobrevive com o salário mínimo que, de acordo com o anunciado pelo Ministério do Planejamento, deverá ser de R$ 865,50 a partir de fevereiro do próximo ano – o que significa um aumento de 9,84%.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Só o Imposto Predial e Territorial Urbana (IPTU) e a Taxa de Coleta de Resíduos (TCR) de João Pessoa deverão ser reajustados em 10,48% cada. Além disso, a bandeira tarifária da energia elétrica vai continuar vermelha pelo menos até abril do próximo ano. Ou seja, um custo adicional de R$ 4,50 para cada 100 quilowatt-hora consumido.

Por sua vez a tarifa de água na Paraíba poderá sofrer aumento de R$ 6,09 por mês para os usuários residenciais que consomem até 10 metros cúbicos de água, ou seja,saindo de R$ 26,93 para R$ 33,02.

Celina Modesto / Correio da Paraiba

PB começa a usar simuladores em janeiro e aulas em autoescolas ficam R$ 300 mais caras

Assuero Lima (Jornal Correio da Paraíba)
Assuero Lima (Jornal Correio da Paraíba)

Entrou em vigor ontem a resolução nº 493 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que aumenta a carga horária das aulas práticas da primeira habilitação na categoria B (para carros). O pacote passa de 20 horas/aulas para 25 horas/aulas, sendo cinco delas com uso de simulador, aumentando os custos para o aluno em cerca de R$ 300. A intenção dos simuladores seria para substituir aulas à noite, testando a habilidade do aluno na penumbra, porém não há obrigatoriedade disso, apesar da necessidade do uso do equipamento.

A resolução é contestada por Claudionor Fernandes, presidente do Sindicato das autoescolas da Paraíba. “Estão criando custos desnecessários, porém iremos cumprir, mas não há lógica em aqui no estado termos simuladores e biometria nos 63 Centros de Formação de Condutores – CFCs e em Pernambuco ou no Rio Grande do Norte não ter, como nós sabemos”, diz.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Aluno pagará 5 aulas a mais

Um simulador tem investimento médio de R$ 40 mil e a manutenção R$ 2 mil. Na Paraíba, os equipamentos serão adquiridos por comodato, o aluno pagará em separado pelas cinco aulas um valor que pode ser encontrado de R$ 300 a R$ 350. Tudo isso acrescido aos valores que variam de R$ 1,1 mil a R$ 1,3 mil para habilitação A e B ou de R$ 800 a R$ 900 para categorias A ou B.

Para quem vai fazer a adição para a categoria B, é necessário ter 20horas/aulas, das quais quatro devem ser no período noturno, de acordo com a nova resolução. No caso da categoria A (moto), é exigido 20 horas/aula e quatro dessas devem ser no período noturno. Para a adição da CNH na categoria A, é exigido 15 horas/aula, três no período noturno.

Aparelhos ainda estão chegando à PB

Como os simuladores ainda estão chegando nos CFCs da Paraíba, o início do uso deles está previsto para janeiro, afirma Fernandes. Isso para quem efetuou seu Registro Nacional de Carteira de Habilitação (Renach) após 1º de novembro. Para quem fez antes, as aulas com simuladores não necessitam ser realizadas. O superintendente do Departamento de Trânsito (Detran) da Paraíba não foi encontrado para comentar sobre como será e quando começa a fiscalização da nova resolução.

Projeto de Lei pede retirada da resolução

O Projeto de Decreto Legislativo 1496/2014, que está pronto para pauta na Comissão de Viação e Transportes (CVT), pede a sustação da aplicação das resoluções nº 493 do Conselho Nacional de Trânsito – Contran. Ele está sujeito ainda à aprovação do plenário.

 

Por Jornal Correio da Paraíba

Brasil duas caras: Seleção dá show e depois vacila, mas bate o Egito

Era para ser uma estreia tranquila, com placar elástico, sem nenhum tipo de problema. Era! A realidade é que o primeiro jogo da Seleção de Mano Menezes nas Olimpíadas de Londres acabou com minutos finais dramáticos. Depois de abrir 3 a 0 na etapa inicial, o Brasil permitiu que o Egito fizesse dois gols no segundo tempo e levou sufoco. Mesmo assim, a vitória por 3 a 2, em Cardiff, no País de Gales, faz o Brasil iniciar com o pé direito a briga pelo ouro inédito.

Foram dois tempos muito distintos da Seleção. No primeiro, quando abriu 3 a 0 com Rafael, Leandro Damião e Neymar, o Brasil foi avassalador sob a batuta de Oscar. Depois, acomodado com a vantagem, errou muito e permitiu uma reação até então inimaginável do Egito. De qualquer maneira, no geral, o time de Mano Menezes fez por onde merecer a vitória.

Também nesta quinta-feira, pelo Grupo C, a Bielorrússia venceu a Nova Zelândia por 1 a 0. Agora, a seleção brasileira volta a campo nas Olimpíadas de Londres no próximo domingo, às 11h (de Brasília), contra a Bielorrússia, em Manchester, com transmissão ao vivo do SporTV e acompanhamento em Tempo Real no GLOBOESPORTE.COM. O Egito, por sua vez, enfrenta a Nova Zelândia, às 8h (de Brasília), no mesmo local.

Neymar, Brasil x Egito (Foto: Agência Reuters)Neymar agradece a Deus depois de marcar belo gol pela seleção brasileira (Foto: Agência Reuters)

Do nervosismo ao show

Sabe aquele nervosismo de estreia que os jogadores e técnicos tanto falam no futebol? Então, a seleção brasileira o sentiu por pelo menos dez minutos em seu debut nas Olimpíadas de Londres. Depois, no entanto, fez do duelo com o Egito uma espécie de treinamento dentro da competição.

O público para o primeiro jogo do Brasil nos Jogos era fraco. As buzinas tocadas por alguns torcedores, porém, davam a impressão de que o estádio estava mais cheio. Com a grama soltando um pouco, os jogadores brasileiros demoraram a se encontrar, mas quando encaixaram o jogo…

Rafael Chutando contra o gol do Egito (Foto: Agência Reuters)Rafael no momento em que chuta para fazer o gol
(Foto: Agência Reuters)

É verdade que o Egito levou perigo nos primeiros minutos, ajudado por falhas do zagueiro Thiago Silva e do goleiro Neto. Mas os africanos não tiveram o mesmo sucesso dos brasileiros. Aos 16 minutos, para dar pontapé inicial ao triunfo, Oscar deu ótimo passe para Rafael, de perna esquerda, abrir o marcador.

Mais tarde, aos 25 minutos, foi a vez de Leandro Damião concluir mais uma bela jogada de Oscar, voando na partida. O camisa 10 aproveitou bobeira da zaga egípcia e cruzou para o atacante completar: 2 a 0. Damião não marcava pela Seleção desde setembro do ano passado, quando fez na vitória sobre Gana, por 1 a 0.

Em uma partida tão boa do Brasil, você pode se perguntar: mas e Neymar, onde ele estava? O craque do Santos não teve um primeiro tempo dos mais brilhantes, mas quando apareceu foi decisivo. Aos 29 minutos, ele fez ótima jogada e deu lindo passe para Hulk, que cruzou para belo gol de cabeça do santista.

A verdade é que o Brasil não precisou de muito esforço para marcar três gols ainda no primeiro tempo de sua estreia nas Olimpíadas de Londres.

Leandro Damião gol Brasil (Foto: Reuters)Depois de dez meses, Leandro Damião volta a marcar pela seleção brasileira (Foto: Reuters)

Que susto!

Com ótima vantagem no placar, o Brasil iniciou a segunda etapa com ritmo mais lento. Melhor para o Egito, que logo aos seis minutos conseguiu diminuir. Ramadan bateu falta cruzada para área, Fathi desviou, acertou a trave e no rebote Aboutrika mandou para o fundo do gol de Neto.

O time verde e amarelo, no entanto, reagiu logo em seguida com ótima cabeçada de Neymar. Mas o Egito, em ritmo acelerado, só não marcou o segundo porque Salah, aos 11 minutos, demorou a concluir. Sozinho, ele não foi rápido e viu o lateral-esquerdo Marcelo, que vacilou no lance, chegar para cortar.

A postura ofensiva do Egito, de certa forma, assustou o time brasileiro, acomodado com a vantagem e errando muito. Pior ainda porque ao mesmo tempo em que atacava com perigo, o time africano fazia rapidamente a recomposição na defesa e impedia que o toque de bola do Brasil tivesse efeito.

Foi em mais uma falha brasileira, aliás, que o Egito fez o segundo gol aos 30 minutos. Juan e Marcelo se atrapalharam, e Salah, oportunista, chutou colocado, sem chance para Neto. Na sequência, Mano fez duas alterações. Alexandre Pato e Danilo entraram nas vagas de Leandro Damião e Sandro.

O Egito ainda teve algumas chances de empatar a partida, mas o Brasil segurou o ímpeto dos africanos e, contornando as falhas, segurou a vitória nas estreia olímpica.

Mohamed Salah comemora gol do Egito contra o Brasil (Foto: Agência Reuters)Mohamed Salah comemora o segundo gol do Egito contra a seleção brasileira (Foto: Agência Reuters)

brasil 3×2 egito
Neto, Rafael, Thiago Silva, Juan e Marcelo; Sandro (Danilo), Rômulo e Oscar; Neymar, Hulk (Ganso) e Leandro Damião (Alexandre Pato). Elshenawy; Eldin, Aboutrika, Hegazi e Fathi; Mohsen (Salah), Meteab, Ramadan e Gomaa (Ahmed Shehab); Hossam e El Neny (Magdy).
Técnico: Mano Menezes. Técnico: Hany Ramzy.
Gols: Rafael, aos 16, Leandro Damião, aos 25, e Neymar, aos 29 minutos do primeiro tempo; Aboutrika, aos 6, Salah, aos 30 minutos do segundo tempo.
Cartões amarelos: Hulk (BRA); Gomaa, Eldin, Ramadan (EGI).
Local: Millenium Stadium, em Cardiff, no País de Gales. Árbitro: Gianluca Rocchi (Itália)
Auxiliares: Elenito di Liberatore (Itália) e Gianluca Cariolato (Itália).

Globoesporte.com