Arquivo da tag: captura

Suspeito de balear policiais da PRF é morto em ação de captura, na PB

Um homem suspeito de balear policiais da Polícia Rodoviária Federal (PRF), na quarta-feira (24), morreu na manhã desta quinta-feira (25), em um confronto com a polícia para fazer a captura do suspeito. As Polícias Militar e Civil apoiaram a PRF no momento da ação, que aconteceu em uma mata, em Mamanguape, Litoral Norte da Paraíba.

Durante a fuga na noite da quarta-feira, o suspeito teria roubado um veículo, entre Mamanguape e Camaratuba. A PRF recebeu a informação, o carro foi avistado por uma das equipes, o suspeito saiu da rodovia, abandonou o veículo e entrou em uma mata. Na tentativa de captura, ele reagiu com tiros.

Os policiais que trabalhavam no posto da PRF de Mamanguape foram feridos por tiros durante uma ação na tarde da quarta-feira. Os agentes foram atingidos enquanto abordavam um homem que tentava fugir do estado.

Segundo a assessoria de comunicação da PRF, os policiais receberam a informação de que um homem suspeito de ter envolvimento no homicídio de um policial militar da Paraíba passaria pelo local em fuga. Quando abordaram o suspeito, ele reagiu atirando contra a equipe.

O suspeito conseguiu fugir e foi morto nesta quinta-feira. Ainda de acordo com a assessoria da Polícia Rodoviária Federal, ele já era considerado procurado pela Secretaria de Segurança Pública da Paraíba.

Um dos policiais feridos foi encaminhado para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa. Segundo a assessoria da PRF, ele foi atingido por tiros de raspão e já recebeu alta da unidade hospitalar. Outros dois policiais foram encaminhados para hospitais particulares e não há informações sobre o estado de saúde.

G1

Captura e venda de caranguejo estão proibidas na Paraíba durante período de ‘andada’

caranguejoO Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e do Ministério do Meio Ambiente publicou uma instrução normativa no Diário Oficial da União desta segunda-feira (23) proibindo a captura, transporte, beneficiamento, industrialização e comercialização do caranguejo-uçá durante os períodos de andada na Paraíba e em mais nove estados. Além da Paraíba, também devem obedecer à instrução os estados do Pará, Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, de Pernambuco, Alagoas, Sergipe e da Bahia.

As datas de proibição da captura dos animais correspondem à “andada”, que é o período reprodutivo da espécie. Os caranguejos machos e fêmeas saem de suas tocas e andam pelo manguezal procurando acasalamento e liberação de ovos.

Ainda segundo a instrução normativa, pessoas físicas ou jurídicas que atuam na manutenção em cativeiro, na conservação, no beneficiamento, na industrialização ou na comercialização da espécie poderão realizar as atividades durante a andada apenas quando fornecerem, até o último dia útil que antecede cada período, a relação detalhada dos estoques de animais vivos, congelados, pré-cozidos, inteiros ou em partes.

O documento deve ser entregue à unidade do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) em cada estado e/ou no Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade.

Em 2017, os períodos de andada são:

– 1° período: de 13 a 18 de janeiro e de 28 de janeiro a 02 de fevereiro;

– 2° período: de 11 a 16 de fevereiro e de 27 de fevereiro a 04 de março;

– 3° período: de 13 a 18 de março e de 28 de março a 02 de abril.

No ano de 2018, a proibição vale para as seguintes datas:

– 1° período: 2 a 7 de janeiro e de 17 a 22 de janeiro;

– 2° período: 1º a 6 de fevereiro e de 16 a 21 de fevereiro;

– 3° período: 2 a 7 de março e de 18 a 23 de março.

Em 2019, os seguintes períodos foram selecionados:

– 1° período: 6 a 11 de janeiro e de 22 a 27 de janeiro;

– 2° período: 5 a 10 de fevereiro e de 20 a 25 de fevereiro;

– 3° período: 7 a 12 de março e de 21 a 26 de março.

 

clickpb

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Operação conjunta das polícias militar e civil apreende adolescente acusado de dois homicídios em Arara e captura foragido de João Pessoa

apreensaoUma operação conjunta das polícias Militar e Civil da 7ª CIPM e 21ª Delegacia Seccional foi deflagrada no final da tarde dessa sexta-feira (09) no município de Arara, a 160 km de capital paraibana. Os policiais deram cumprimento a um mandado de busca e apreensão em desfavor de um adolescente acusado de ser o autor de dois homicídios ocorridos em Arara este ano e mais uma tentativa de homicídio no município de Casserengue.

A operação contou com a participação de policiais da Radiopatrulha de Arara, Núcleo de Inteligência da 7ª CIPM e Policiais Civis da 21ª Delegacia Seccional. O adolescente de apenas 15 anos foi apreendido em casa, no centro de Arara.Com ele estavam mais dois menores e um adulto identificado como Klebson Tranquilino de Lima de 21 anos. Klebson é foragido da Penitenciária de Segurança Média de João Pessoa onde cumpria pena pelo crime de Tráfico de Drogas.

Ainda foram apreendidos drogas, dinheiro e embalagens para comercializar entorpecente. Todos foram conduzidos à Delegacia de Solânea para o registro da ocorrência.

14303947_1084405061649727_473612298_o

14328805_1084405054983061_528873627_n

 

Redação/TV Web Cidade Com Seção de Comunicação e Marketing – 7ª CIPM

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Policiamento Ambiental captura mais de 1,3 mil aves silvestres este ano na Paraíba

passarosO Batalhão de Policiamento Ambiental da Paraíba realizou, até novembro deste ano, 1.360 capturas de animais silvestres. Grande parte deles estava em situação de maus-tratos quando foi resgatada. O balanço, ainda não conclusivo, mostra que as aves continuam no topo das agressões praticadas contra o meio ambiente. Das 1.360 resgates, 879 foram de aves, o que corresponde a 64,6%. Em seguida, aparecem os mamíferos, com 242 recapturas, o equivalente a 17,7%, e os répteis, com 239, o que corresponde a 17,5%. O mês que concentrou o maior número de registro de apreensões de aves silvestres foi janeiro, com 442.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

De acordo com o chefe do setor de Planejamento Estratégico do Batalhão de Policiamento Ambiental, tenente Wellington Aragão, os números são expressivos. “São números que gostaríamos que não existissem. Por outro lado, refletem o nosso compromisso de combater qualquer tipo de agressão ao nosso meio natural, ao nosso meio ambiente. Para isso, assim como fizemos em 2014, vamos aumentar ainda mais as operações e as fiscalizações”, destacou.

Wellington Aragão enfatiza que a PM Ambiental não tem como função apenas reprimir os crimes ambientais. “Temos, antes de tudo, a missão de conscientizar a sociedade sobre a importância de se preservar as riquezas naturais que nós temos. Então, é necessário que, à medida que coibimos os crimes ambientais, tenhamos também um processo de conscientização do quanto é importante proteger a nossa fauna e flora”, disse.

Crimes mais comuns – A caça e o comércio ilegais, além do desmatamento, estão entre os crimes mais comuns cometidos contra o meio ambiente. “O nosso estado tem grandes áreas em que ocorrem todos esses tipos de crime. Mas  podemos dizer que a caça ilegal ocorre muito no interior do estado – até por uma questão cultural – enquanto o comércio ilegal de aves silvestres, notadamente, se concentra nas feiras livres da Região Metropolitana de João Pessoa”, explicou Wellington Aragão.

De acordo com o tenente, a Paraíba tem, ao todo, 38 unidades de conservação. Dentro dessas áreas, estão incluídos os parques estaduais e as áreas de pesquisa. “É um rico patrimônio que precisamos e devemos preservar. A filosofia adotada por nós é de que é melhor conscientizar, educar, do que punir. E é por esse objetivo que trabalhamos todos os dias do ano”, acrescentou.

Outras ações – O balanço mostra ainda que as autuações por poluição sonora tiveram o maior registro. Até novembro, foram 42 autuações, contra 41 por falta de licença ambiental para a execução de obras, por exemplo. Em seguida, aparecem os crimes praticados contra a fauna, com 31 ocorrências, e extração de minério, com 13 ocorrências. Ocorrências de desmatamento totalizaram 12.

Secom-PB

 

Operação Paz no Campo captura suspeitos de assalto e estupro em Araruna

PoliciaAs polícias Civil e Militar cumpriram nove mandados de busca e apreensão e três de prisão, durante operação “Paz no Campo” realizada nesta manhã (15) em Araruna, há 165 km de João Pessoa. Os suspeitos são acusados de praticar assaltos na zona rural das cidades de Araruna, Dona Inês e Tacimas, na região de Curimatú.

A polícia possui depoimentos de que os acusados agiam com violência durante as abordagens. Em um dos crimes cometidos, um membro do bando chegou a estuprar uma vítima.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook
Cerca de cinqüenta policiais civis e militares estiveram envolvidos na ação. Os três homens detidos foram levados para o presídio de Araruna. Ainda existe um suspeito foragido.

 

portal correio

Vídeo com captura de tubarão na praia do Seixas causa pânico em internautas de João Pessoa, após ataque em Recife

tubaraoUm vídeo publicado nesta sexta-feira (26), por um internauta da rede social Facebook, está provocando manifestações de pânico nos banhistas que frequentam a orla marítima de João Pessoa. Nas imagens, um grupo de pescadores aparece tentando resgatar um tubarão que teria aparecido na Praia da Penha, no Litoral paraibano.
Na publicação original do vídeo, o autor Berg Lacerda comenta que as imagens foram flagradas por volta das 9h, pela visitante da praia Angra Nayara Lima. Minutos após a postagem, mais de 600 internautas já haviam compartilharam o link, muito deles fazendo referência ao medo de tomar banho nas praias pessoenses.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook
Angra Nayara Lima questiona aos pescadores o que tinha acontecido ao animal, no entanto, eles evitam respondê-la, ao mesmo tempo em que tentam retirar o animal da água na tentativa de cortá-lo, provavelmente, para comercialização de sua carne.

Chocados com as imagens, os internautas compararam o aparecimento do animal da orla de João Pessoa, ao ataque sofrido pela estudante Bruna Silva Gobbi, de 18 anos, na última segunda-feira (22), na Praia de Boa Viagem, em Recife (PE).

 Ataque em Recife – Turista natural de São Paulo, Bruna Silva Gobbi, de 18 anos, foi atacada na Praia de Boa Viagem, em Recife e acabou morrendo de cardiorrespiratória na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital da Restauração.

A vítima estava passando férias com a família quando estava acompanhada de uma prima, foi atacada. O momento do ataque foi registrado pelas câmeras de monitoramento do projeto Segurança na Orla, da Secretaria de Defesa Social (SDS).

Portal Correio

Polícia captura foragido da justiça em Casserengue e garante festejos tranquilos na Região

Plantão de PolíciaNa madrugada deste domingo (30), por volta das 02h00min, a guarnição da Força Tática realizava rondas nas imediações da festa de São Pedro da cidade de Casserengue-PB quando se deparou com o acusado STEVENS BEZERRA DE AGUIAR, 25 anos, residente em Solânea-PB. Contra Stevens, havia um mandado de prisão em aberto oriundo da Vara de Execuções Penais da Comarca de Guarabira. Segundo o acusado, o mesmo era albergado do Presídio Velho de Guarabira, porém há 6 meses não comparecia ao presídio. O acusado foi conduzido a DP de Solânea e entregue a Autoridade Judiciária.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

FESTIVIDADES TRANQUILAS

A 2ª Cia reforçou o efetivo para garantir a segurança durante os festejos juninos deste ano. Segundo o Cap J. Ferreira, comandante da companhia, poucas ocorrências de vulto foram registradas esse ano nas principais festas da região, o que denota o empenho da Polícia Militar e daqueles que a compõe em manter a ordem e segurança de todos.

 

Bananeiras Online