Arquivo da tag: cantor

Carro com filhos do cantor Leonardo capota e cai em rio

O motorista e dois filhos do cantor sertanejo Leonardo, Matheus e João Guilherme, se envolveram em um acidente na tarde desta quarta-feira (1º), em Goiás. O veículo capotou e caiu em um rio a 40 km da fazenda do artista.

O colunista Léo Dias, do Portal Metrópoles postou um vídeo do momento em que o carro é retirado da água (veja abaixo).

A assessoria do cantor informou que eles seguiam para a propriedade rural, localizada em Jussara, quando aconteceu o acidente. Segundo a assessoria, o motorista tentou desviar de uma carreta que estava na pista e capotou.

O caminhoneiro ajudou a socorrer os filhos do cantor e o motorista que foram levados para uma unidade de saúde, mas não apresentaram ferimentos e foram liberados. Matheus e João Guilherme estão na fazenda e passam bem.

Assista ao vídeo

paraiba.com.br

 

Cantor sertanejo passa mal em viagem e é internado às pressas

O cantor Marrone, da dupla Bruno e Marrone, deixou seus fãs apavorados após receberem a notícia de que ele teria passado mal em uma viagem no Paraná. O cantor, que protagonizou um verdadeiro climão com Bruno em uma live sertaneja recente e foi advertido pelo CONAR após polêmicas em transmissão, estava voltando para sua casa em Goiânia no último final de semana, quando precisou ser internado às pressas em Maringá.

Segundo o site GMC on-line, Marrone fazia uma viagem de volta para Goiânia no último domingo (22), quando sentiu uma indisposição e precisou passar por um hospital particular de Maringá. Os rumores, logo de início, apontavam que o cantor teria contraído coronavírus. Nos grupos de conversas e notícias, corriam fortes rumores de Marrone estaria internado no hospital com suspeitas de COVID-19, o que deixou os fãs apavorados.

Já, segundo a direção do hospital, o sertanejo não apresentava nenhum sintoma de coronavírus, e só estava com um mal-estar, sendo medicado conforme o necessário e liberado. O hospital não deu detalhes da situação do cantor e a assessoria de imprensa manteve o caso sob sigilo, evitando o contato com a imprensa.

Segundo informações, Marrone passa bem após o grande susto dado. Os fãs do cantor e da dupla, preocupados, inundam as redes sociais pedindo por atualizações do estado de saúde do cantor. Apesar das notícias de que ele já se recuperou, ainda há pessoas que temem que o artista tenha sido contaminado pela COVID-19.

 

Com Movimento Country

 

 

Cantor paraibano sofre choque com fone de ouvido e pode perder parte da audição

O cantor paraibano Totonho sofreu um choque com um fone de ouvido enquanto o celular estava plugado na tomada. O caso aconteceu na última sexta-feira (29) e, conforme relato do artista, que está morando em São Paulo há 4 anos, os médicos informaram que há chances entre 30% e 80% de perda auditiva.

Totonho relata que o fone de ouvido não era original e que já havia comprado há alguns meses, mas nunca tinha utilizado. O telefone estava ligado na tomada, carregando. Quando ele colocou o fone no ouvido, sofreu o choque. “Tomei o choque dentro do ouvido. Bati com a mão na TV e ela virou. Saí gritando na rua”, relata o músico.

O cantor foi imediatamente ao Hospital das Clínicas, em São Paulo, onde foi rapidamente atendido. Ele explicou que os médicos constataram uma lesão interna e, agora, ele está sem ouvir pelo ouvido direito. O ouvido esquerdo foi bem menos afetado e é por ele que o músico consegue escutar. Uma tomografia foi marcada para a próxima quarta-feira (3) para avaliar o nível dos danos.

Para amenizar as dores, Totonho foi medicado com anti-inflamatórios para tentar, também, retirar a necessidade de alguma cirurgia.

Totonho tem 55 anos e é natural de Monteiro. Ele fundou seu arquétipo de composições a partir da rica cena de repentistas locais e ícones da poesia nordestina. Um de seus álbuns, “Samba Luzia Gorda”, esteve entre os 100 melhores discos de 2018 segundo o ranking Melhores da Música Brasileira, do site especializado Embrulhador.

 Foto: Rafael Passos/Divulgação

G1

 

Cantor Genival Lacerda sofre AVC e é internado em Recife

O cantor e compositor paraibano Genival Lacerda sofreu um Acidente Vascular Cerebral Isquêmico (AVC) na madrugada desta terça-feira (26) em sua casa, no bairro de Boa Viagem, em Recife. Ele foi internado no Hospital D’Ávila, na Capital pernambucana.

Segundo informações, ele ficará ao menos cinco dias em observação. Genival dormiu bem, disseram familiares.

Inicialmente, ele foi resgatado para o Hospital da Unimed, mas devido ao risco de contrair Covid-19 no local, foi transferido para o outro hospital.

Genival é natural de Campina Grande, mas mora em Pernambuco há 25 anos.

 

Portal WSCOM

 

 

Cantor sertanejo morre após sofrer infarto durante show no Paraná

O cantor sertanejo Juliano Cezar morreu na madrugada desta terça-feira (31) depois de sofrer um infarto fulminante enquanto fazia um show em Uniflor, no norte do Paraná. A informação foi confirmada pelo produtor do artista.

De acordo com o produtor Mauro Vasconcelos, Juliano Cezar chegou a socorrido em um posto médico perto do local do evento. Porém, o cantor não resistiu.

Ele recebeu massagem cardíaca e injeções de adrenalina por mais de uma hora e meia, mas, ainda conforme o produtor, não foi possível reanimar o artista.

Mauro Vasconcelos contou que estavam em uma sequência de três shows, com casa cheia, no Paraná. Ele conhecia Juliano Cezar há 25 anos e era produtor do amigo há sete.

Juliano Cezar tinha 58 anos, era casado e não tinha filhos. O corpo será velado e sepultado em Passos (MG) – cidade natal do cantor.

 

G1

 

 

Cantor e compositor Dejinha de Monteiro morre aos 67 anos

O cantor e compositor Dejinha de Monteiro morreu na manhã deste domingo (22), em João Pessoa. De acordo com amigos e familiares, o músico enfrentava um câncer de intestino há meses. Ele morreu aos 67 anos de idade.

Dejinha de Monteiro passou por cirurgia em novembro e apresentava melhora e boa evolução no quadro de saúde. Ele recebeu alta da unidade de saúde e se alimentava através de uma rigorosa dieta.

Não há informações sobre velório e sepultamento.

Geneci Bispo Lourenço de Nascimento, conhecido pelo nome artístico de Dejinha de Monteiro, nasceu em 1952, em Monteiro, no Cariri da Paraíba.

O músico ganhou espaço como um dos maiores expoentes do autêntico forró na Paraíba.

clickpb

 

Cantor é morto com tiro na cabeça após sair de festa com adolescente na PB, diz polícia

O cantor Elinaldo Felipe dos Santos Filho, popularmente conhecido como “Naldinho Mix”, de 22 anos, foi morto a tiros na madrugada deste domingo (17), em Patos, no Sertão da Paraíba. Segundo informações da Polícia Civil, o crime aconteceu após o jovem sair de uma festa com uma adolescente, de 16 anos.

De acordo com o delegado Gaudêncio Neto, responsável pelo caso, a vítima que morava em João pessoa, estaria na cidade para gravar um videoclipe com um amigo. A versão foi confirmada pela assessoria do artista.

O cantor havia ido a uma festa com amigos. O evento foi realizado em uma área isolada e afastada da zona urbana.

Amigos do jovem, a adolescente que estava com ele e uma amiga dela foram ouvidos pela polícia. Em depoimento, a adolescente contou que estava com o cantor em um imóvel que está em construção.

“Inicialmente, ela informou que quando eles saíram chegou um indivíduo que pediu os pertences deles e rendeu os dois. Eles deitaram no chão, como não tinham nada, ele foi atingido cabeça sem reagir”, contou Gaudêncio Neto.

O delegado explicou ainda que a investigação continua para confirmar se o crime pode ser tratado como latrocínio ou se há envolvimento da adolescente na ação. Até as 15h desta segunda-feira (18), o suspeito de matar o cantor não havia sido detido.

Ao G1, a assessoria do cantor informou que o corpo dele está sendo velado no município de Mulungu, no Agreste paraibano, onde ele viveu por alguns anos. Já o sepultamento, estava previsto para acontecer por volta das 15h30 desta segunda-feira, no cemitério municipal da cidade.

G1

 

Mulher casada que beijou o cantor Thullio Milionário, diz que vai mover uma ação judicial contra o cantor

A mulher identificada inicialmente como Luciana Borges, concedeu entrevista a Tv Cidade WEB, quando falou do beijo no cantor Thullio Milionário e que repercutiu nas redes sociais.

A festa foi na cidade de Mauriti no estado do Ceará. Ela destacou que após esses “25 segundos de beijo, minha vida se transformou em um verdadeiro caos”. Muitas pessoas me mandado mensagens, me criticando, me humilhando eu virei motivo de chacota na minha cidade.

As pessoas chamam meu companheiro de “corno”, ele não é “corno”, porque eu não considero isso uma traição, inclusive eu fui para a festa e eu avisei pra ele que ia.

Eu pretendo reivindicar meus direitos. “Varias vezes ele pucha minha saia, eu não sei qual a intenção dele, mas ele pucha minha saia”, relatou Luciana.

Luciana ainda disse que até o momento da entrevista nunca mias tinha falado com o cantor. E que pretende sim mover uma ação contra o artista e contra a banda.

Thullio Milionário fala sobre repercussão ao beijar mulher casada

 

Fonte: Patos Tv com Informações Tv Cidade WEB

 

 

Cantor paraibano Chico César solta o verbo contra Moro e diz que Governo Bolsonaro vive um curto circuito diário

Nacionalmente conhecido pelo hit “Mama Africa”, o cantor paraibano Chico César, que já exerceu o posto de Secretário de Cultura na gestão Ricardo Coutinho, no Estado da Paraíba, concedeu entrevista essa semana após participar de um show e acabou soltando o verbo quando o assunto é a política, a gestão Bolsonaro e o ministro da justiça, Sérgio Moro.

Primeiro sobre o ex-juiz federal, Sérgio Moro, que por muitos ainda é conhecido como herói nacional, Chico lembrou que da mesma forma que Lula também teve seu tempo de herói, e virou vilão para alguns, Moro também pode repetir a história. César ressaltou que a vida dá voltas e recriminou a conduta do ex-juiz com relação aos processos que tiveram como alvo o ex-presidente petista.

“Eu acho que a vida dá muitas voltas e acho que o herói de hoje pode ser o vilão de amanhã. Como Lula foi o herói de ontem e virou o vilão de ante-ontem. A vida dá voltas. A figura do Moro é bem representativa disso. O vazamento é uma benção, as conversas é que são horríveis. É horrível você pensar que você tem um juiz mancomunado com os promotores para impedir que um cidadão seja candidato à presidência da República para que um outro grupo possa ser.”, disse.

Chico ainda acredita que a própria direita não acreditava que elegeria Bolsonaro e pode também estar arrependida.

“Eu acredito que não era exatamente para ser Bolsonaro, mas poderia ser qualquer um de Centro de Direito para direita. Mas acabou ganhando um da extrema direita. Acho que isso surpreendeu até mesmo a própria direita. Chegou o momento que eu penso, que o PSDB imaginou que mesmo que o Brasil quebrasse, mas se tirasse o PT era melhor para eles. E não foi bom para eles, não foi bom para o Brasil, não foi bom para ninguém”, emendou.

Sobre a nova gestão, César aponta que hoje quem assumiu a ponta da lança foi o quinto escalão da política, um grupo que considera despreparado.

“Você tem um grupo ali de pessoas muito conservadoras, que não entendem bulhufas. O quinto escalão da política brasileira assumiu a ponta de lança, e é curto circuito diário”, desabafou.

Nesse fim de semana Chico César fechou o festival Forró da Lua Cheia, em Altinópolis (SP), Na ocasião ele também fez alusão à campanha “Lula Livre”. “Daqui a 6 meses vai ter a campanha ‘Moro Livre’”, disse aos risos durante a apresentação.

 

PB Agora

 

 

‘Gabriel é para mim a maior representatividade de alegria’, diz pai do cantor morto em acidente aéreo

O pai do cantor Gabriel Diniz, morto na segunda-feira (27) em um acidente aéreo em Sergipe, afirmou nesta terça que o filho “é a maior representatividade da alegria”. Francisco Cizinato Lacerda Diniz falou com a imprensa durante o velório do filho, em João Pessoa.

“Este momento que a gente tá passando é difícil, é muito difícil realmente. Às vezes você pensa que está sonhando, mas não está. Neste momento, eu falo para os fãs que não se sintam tristes, porque o Gabriel é pra mim a maior representatividade da alegria. Eu não me incomodo se as pessoas se manifestarem com alegria neste momento, de maneira alguma. A gente tem que guardar as coisas boas que ele deixou pra gente”, disse o pai do cantor.

GD, como Gabriel Diniz era chamado, nasceu em Campo Grande (MS), mas foi criado em João Pessoa (PB), onde morava e construiu sua carreira, marcada pela irreverência nas letras, nas roupas e na presença de palco.

Gabriel Diniz — Foto: Reprodução/Instagram

Gabriel Diniz — Foto: Reprodução/Instagram

O estouro veio no segundo semestre do ano passado, com “Jenifer”, o grande hit do último verão. A música divertida sobre uma mulher encontrada no Tinder foi a primeira de Diniz a chegar ao topo das paradas de todo o Brasil.

Os maiores sucessos anteriores dele eram “Paraquedas”, com Jorge e Mateus (18 milhões de visualizações no YouTube) e “Acabou, acabou”, com Wesley Safadão (62 milhões). GD tinha empresários em comum com Safadão.

Gabriel Diniz canta em gravação do programa 'Só Toca Top', da TV Globo, no Rio de Janeiro, em julho de 2018 — Foto: Fábio Rocha/TV Globo

Gabriel Diniz canta em gravação do programa ‘Só Toca Top’, da TV Globo, no Rio de Janeiro, em julho de 2018 — Foto: Fábio Rocha/TV Globo

A queda da aeronave foi na tarde de segunda no povoado Porto do Mato, em Estância, sul de Sergipe. O corpo foi liberado às 21h do Instituto Médico Legal de Sergipe (IML), em Aracaju, e chegou por volta de 3h30 ao aeroporto Castro Pinto, na região da Grande João Pessoa.

O corpo de Gabriel Diniz chegou por volta de 5h desta terça-feira no ginásio onde acontece o velório, no bairro do Cristo Redentor.

Fãs chegaram de madrugada para velório

Durante toda a madrugada, fãs começaram a ocupar a entrada do ginásio Ronaldão para acompanhar o velório. A primeira parte da cerimônia, das 5h às 8h, ficou restrita à pedido da família. Após entrar no ginásio, fãs passavam por uma espécie de corredor para se aproximar do caixão de Gabriel.

O cantor Matheus, da dupla Matheus e Kauan, a youtuber e humorista Gkay e Renan da Resenha, também humorista, estavam entre os presentes.

Uma missa, também aberta ao público, será celebrada pelo Padre Luiz Carlos por volta de 15h. Uma hora depois, às 16h, o corpo do cantor seguirá em cortejo em carro aberto do Corpo de Bombeiros para o Cemitério Parque das Acácias, no bairro José Américo. O sepultamento será restrito a parentes de Gabriel.

Fãs de Gabriel Diniz fazem fila para ver caixão com o corpo do cantor em velório, em ginásio de João Pessoa  — Foto: Reprodução/TV Globo

Fãs de Gabriel Diniz fazem fila para ver caixão com o corpo do cantor em velório, em ginásio de João Pessoa — Foto: Reprodução/TV Globo

Mapa mostra local da queda de avião em que estava Gabriel Diniz — Foto: Arte G1/ Rodrigo Sanches

Mapa mostra local da queda de avião em que estava Gabriel Diniz — Foto: Arte G1/ Rodrigo Sanches

 

 

G1