Arquivo da tag: cantor

Mulher casada que beijou o cantor Thullio Milionário, diz que vai mover uma ação judicial contra o cantor

A mulher identificada inicialmente como Luciana Borges, concedeu entrevista a Tv Cidade WEB, quando falou do beijo no cantor Thullio Milionário e que repercutiu nas redes sociais.

A festa foi na cidade de Mauriti no estado do Ceará. Ela destacou que após esses “25 segundos de beijo, minha vida se transformou em um verdadeiro caos”. Muitas pessoas me mandado mensagens, me criticando, me humilhando eu virei motivo de chacota na minha cidade.

As pessoas chamam meu companheiro de “corno”, ele não é “corno”, porque eu não considero isso uma traição, inclusive eu fui para a festa e eu avisei pra ele que ia.

Eu pretendo reivindicar meus direitos. “Varias vezes ele pucha minha saia, eu não sei qual a intenção dele, mas ele pucha minha saia”, relatou Luciana.

Luciana ainda disse que até o momento da entrevista nunca mias tinha falado com o cantor. E que pretende sim mover uma ação contra o artista e contra a banda.

Thullio Milionário fala sobre repercussão ao beijar mulher casada

 

Fonte: Patos Tv com Informações Tv Cidade WEB

 

 

Cantor paraibano Chico César solta o verbo contra Moro e diz que Governo Bolsonaro vive um curto circuito diário

Nacionalmente conhecido pelo hit “Mama Africa”, o cantor paraibano Chico César, que já exerceu o posto de Secretário de Cultura na gestão Ricardo Coutinho, no Estado da Paraíba, concedeu entrevista essa semana após participar de um show e acabou soltando o verbo quando o assunto é a política, a gestão Bolsonaro e o ministro da justiça, Sérgio Moro.

Primeiro sobre o ex-juiz federal, Sérgio Moro, que por muitos ainda é conhecido como herói nacional, Chico lembrou que da mesma forma que Lula também teve seu tempo de herói, e virou vilão para alguns, Moro também pode repetir a história. César ressaltou que a vida dá voltas e recriminou a conduta do ex-juiz com relação aos processos que tiveram como alvo o ex-presidente petista.

“Eu acho que a vida dá muitas voltas e acho que o herói de hoje pode ser o vilão de amanhã. Como Lula foi o herói de ontem e virou o vilão de ante-ontem. A vida dá voltas. A figura do Moro é bem representativa disso. O vazamento é uma benção, as conversas é que são horríveis. É horrível você pensar que você tem um juiz mancomunado com os promotores para impedir que um cidadão seja candidato à presidência da República para que um outro grupo possa ser.”, disse.

Chico ainda acredita que a própria direita não acreditava que elegeria Bolsonaro e pode também estar arrependida.

“Eu acredito que não era exatamente para ser Bolsonaro, mas poderia ser qualquer um de Centro de Direito para direita. Mas acabou ganhando um da extrema direita. Acho que isso surpreendeu até mesmo a própria direita. Chegou o momento que eu penso, que o PSDB imaginou que mesmo que o Brasil quebrasse, mas se tirasse o PT era melhor para eles. E não foi bom para eles, não foi bom para o Brasil, não foi bom para ninguém”, emendou.

Sobre a nova gestão, César aponta que hoje quem assumiu a ponta da lança foi o quinto escalão da política, um grupo que considera despreparado.

“Você tem um grupo ali de pessoas muito conservadoras, que não entendem bulhufas. O quinto escalão da política brasileira assumiu a ponta de lança, e é curto circuito diário”, desabafou.

Nesse fim de semana Chico César fechou o festival Forró da Lua Cheia, em Altinópolis (SP), Na ocasião ele também fez alusão à campanha “Lula Livre”. “Daqui a 6 meses vai ter a campanha ‘Moro Livre’”, disse aos risos durante a apresentação.

 

PB Agora

 

 

‘Gabriel é para mim a maior representatividade de alegria’, diz pai do cantor morto em acidente aéreo

O pai do cantor Gabriel Diniz, morto na segunda-feira (27) em um acidente aéreo em Sergipe, afirmou nesta terça que o filho “é a maior representatividade da alegria”. Francisco Cizinato Lacerda Diniz falou com a imprensa durante o velório do filho, em João Pessoa.

“Este momento que a gente tá passando é difícil, é muito difícil realmente. Às vezes você pensa que está sonhando, mas não está. Neste momento, eu falo para os fãs que não se sintam tristes, porque o Gabriel é pra mim a maior representatividade da alegria. Eu não me incomodo se as pessoas se manifestarem com alegria neste momento, de maneira alguma. A gente tem que guardar as coisas boas que ele deixou pra gente”, disse o pai do cantor.

GD, como Gabriel Diniz era chamado, nasceu em Campo Grande (MS), mas foi criado em João Pessoa (PB), onde morava e construiu sua carreira, marcada pela irreverência nas letras, nas roupas e na presença de palco.

Gabriel Diniz — Foto: Reprodução/Instagram

Gabriel Diniz — Foto: Reprodução/Instagram

O estouro veio no segundo semestre do ano passado, com “Jenifer”, o grande hit do último verão. A música divertida sobre uma mulher encontrada no Tinder foi a primeira de Diniz a chegar ao topo das paradas de todo o Brasil.

Os maiores sucessos anteriores dele eram “Paraquedas”, com Jorge e Mateus (18 milhões de visualizações no YouTube) e “Acabou, acabou”, com Wesley Safadão (62 milhões). GD tinha empresários em comum com Safadão.

Gabriel Diniz canta em gravação do programa 'Só Toca Top', da TV Globo, no Rio de Janeiro, em julho de 2018 — Foto: Fábio Rocha/TV Globo

Gabriel Diniz canta em gravação do programa ‘Só Toca Top’, da TV Globo, no Rio de Janeiro, em julho de 2018 — Foto: Fábio Rocha/TV Globo

A queda da aeronave foi na tarde de segunda no povoado Porto do Mato, em Estância, sul de Sergipe. O corpo foi liberado às 21h do Instituto Médico Legal de Sergipe (IML), em Aracaju, e chegou por volta de 3h30 ao aeroporto Castro Pinto, na região da Grande João Pessoa.

O corpo de Gabriel Diniz chegou por volta de 5h desta terça-feira no ginásio onde acontece o velório, no bairro do Cristo Redentor.

Fãs chegaram de madrugada para velório

Durante toda a madrugada, fãs começaram a ocupar a entrada do ginásio Ronaldão para acompanhar o velório. A primeira parte da cerimônia, das 5h às 8h, ficou restrita à pedido da família. Após entrar no ginásio, fãs passavam por uma espécie de corredor para se aproximar do caixão de Gabriel.

O cantor Matheus, da dupla Matheus e Kauan, a youtuber e humorista Gkay e Renan da Resenha, também humorista, estavam entre os presentes.

Uma missa, também aberta ao público, será celebrada pelo Padre Luiz Carlos por volta de 15h. Uma hora depois, às 16h, o corpo do cantor seguirá em cortejo em carro aberto do Corpo de Bombeiros para o Cemitério Parque das Acácias, no bairro José Américo. O sepultamento será restrito a parentes de Gabriel.

Fãs de Gabriel Diniz fazem fila para ver caixão com o corpo do cantor em velório, em ginásio de João Pessoa  — Foto: Reprodução/TV Globo

Fãs de Gabriel Diniz fazem fila para ver caixão com o corpo do cantor em velório, em ginásio de João Pessoa — Foto: Reprodução/TV Globo

Mapa mostra local da queda de avião em que estava Gabriel Diniz — Foto: Arte G1/ Rodrigo Sanches

Mapa mostra local da queda de avião em que estava Gabriel Diniz — Foto: Arte G1/ Rodrigo Sanches

 

 

G1

 

 

Gabriel Diniz, cantor de ‘Jenifer’, morre aos 28 anos em queda de avião em Sergipe

O cantor Gabriel Diniz, conhecido pelo hit “Jenifer”, morreu nesta segunda-feira (27), aos 28 anos, na queda de um avião de pequeno porte no povoado Porto do Mato, em Estância, na região sul de Sergipe.

De acordo com a Polícia Militar, há três mortos. Inicialmente, o Grupamento Tático Aéreo (GTA) havia informado que eram quatro ocupantes na aeronave, que decolou de Salvador.

Amigos de Gabriel Diniz reconheceram o corpo do artista entre as vítimas. A assessoria de imprensa da produtora do artista confirmou que ele estava no avião. Também foi encontrado o passaporte do cantor perto do local do acidente. Na noite deste domingo (26), ele havia feito um show em Feira de Santana (BA).

O GTA sobrevoa o local do acidente, onde trabalham ainda equipes da PM e do Corpo de Bombeiros. Elas chegaram numa embarcação dos bombeiros, já que a área é de difícil acesso, de mangue e mata fechada.

A queda do avião vai ser investigada pelo Segundo Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos, com sede no Recife e que abrange o estado de Sergipe.

Segundo documentos achados no local do acidente ao lado do passaporte de Gabriel Diniz, a aeronave é um monomotor Piper prefixo PT-KLO, com capacidade para quatro lugares e registrado em nome do Aeroclube de Alagoas.

A aeronave, segundo o Registro Aeronáutico Brasileiro (RAB), da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), só pode ser usada para voos de instrução.

Aeronaves da categoria “Privada – Instrução” só podem ser usadas para instrução, adestramento de voo por aeroclubes, clubes ou escolas de aviação civil, segundo o Regulamento Brasileiro de Aviação Civil. Isso significa que não podem ser utilizadas para táxi aéreo, por exemplo.

Uma moradora da região do acidente disse que o avião passou por cima da casa dela e caiu em seguida. Foi ouvido um estrondo nas imediações.

Perfil de Gabriel Diniz

Gabriel Diniz canta em gravação do programa 'SóTocaTop', da TV Globo, no Rio de Janeiro, em julho de 2018 — Foto: Fábio Rocha/TV Globo

Gabriel Diniz canta em gravação do programa ‘SóTocaTop’, da TV Globo, no Rio de Janeiro, em julho de 2018 — Foto: Fábio Rocha/TV Globo

Gabriel Diniz tinha 28 anos e nasceu em Campo Grande (MS). Ele foi criado em João Pessoa (PB), onde morava, e teve uma banda com amigos da escola. GD, como era conhecido, era um astro do forró, mas transitava bem no sertanejo.

O estouro veio no segundo semestre do ano passado, com “Jenifer”, o grande hit do último verão. A música divertida sobre uma mulher encontrada no Tinder foi a primeira de Diniz a chegar ao topos das paradas de todo o Brasil.

Os maiores sucessos anteriores dele eram “Paraquedas”, com Jorge e Mateus (18 milhões de visualizações no YouTube) e “Acabou, acabou”, com Wesley Safadão (62 milhões). Ele tinha empresários em comum com Safadão.

“Jenifer” foi escrita pelo grupo de compositores Big Jhows, originalmente para Gusttavo Lima. A interpretação de GD deu um tom mais leve e quase humorístico à letra.

Gabriel conseguiu comprar de Gusttavo a exclusividade de “Jenifer”, pelo mesmo valor que ele tinha pago aos compositores (eles não revelam a quantia). Tudo de forma amigável.

“Desde 2015 eu vou para Goiânia atrás de compositores. Fui o primeiro cara que saiu do Nordeste nessa busca. Depois foi o pessoal todo pra Goiânia: Wesley, Xand, até Simone e Simaria. Abrimos esse espaço para músicos e compositores”, explicou o cantor ao G1, no começo deste ano.

“Ninguém achou que ia ser esse sucesso. Nem o pessoal do meu escritório, nem meu empresário. O Wesley [Safadão] não acreditou, ninguém acreditou. Foi uma aposta minha, sozinho mesmo.”

Documento de Gabriel Diniz encontrado em local de queda de avião — Foto: Reprodução/ Jornal Hoje

Documento de Gabriel Diniz encontrado em local de queda de avião — Foto: Reprodução/ Jornal Hoje

Passaporte de Gabriel Diniz encontrado em local de queda de avião — Foto: Reprodução/ Jornal Hoje

Passaporte de Gabriel Diniz encontrado em local de queda de avião — Foto: Reprodução/ Jornal Hoje

Documentos do avião encontrados no local do acidente em Sergipe — Foto: Reprodução/Jornal Hoje

Documentos do avião encontrados no local do acidente em Sergipe — Foto: Reprodução/Jornal Hoje

Mapa mostra local da queda do avião — Foto: Arte G1/Rodrigo Sanches

Mapa mostra local da queda do avião — Foto: Arte G1/Rodrigo Sanches

Dados do Registro Aeronáutico Brasileiro que mostram que o avião onde estava Gabriel Diniz não poderia fazer táxi aéreo — Foto: Reprodução

Dados do Registro Aeronáutico Brasileiro que mostram que o avião onde estava Gabriel Diniz não poderia fazer táxi aéreo — Foto: Reprodução

Avião de pequeno porte cai em Sergipe

Avião de pequeno porte cai em Sergipe

 

G1

 

 

 

Acidente com van do cantor Wesley Safadão deixa uma pessoa ferida no Maranhão

Um acidente envolvendo uma van do cantor Wesley Safadão foi registrado na tarde dessa sexta-feira (17) no km 436,4 da BR-316, no município de Peritoró, localizado a 236 km de São Luís. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal do Maranhão (PRF-MA), o motorista do veículo ficou ferido.

Ainda segundo a PRF, o condutor que não foi identificado, perdeu o controle do veículo que saiu da pista e tombando. Ele sofreu apenas escoriações no rosto, braço e perna.

O van com placa de Pernambuco é usado como apoio da equipe do cantor para divulgação e venda de CDs e DVDs.

Acidente foi registrado na tarde desta sexta-feira (17), no município de Peritoró (MA). — Foto: Reprodução/Polícia Rodoviária Federal do Maranhão (PRF-MA)

Acidente foi registrado na tarde desta sexta-feira (17), no município de Peritoró (MA). — Foto: Reprodução/Polícia Rodoviária Federal do Maranhão (PRF-MA)

 

 

G1

 

 

Cantor de forró agride ex-mulher na frente do filho de 6 anos em Natal

Câmeras de segurança flagraram o momento em que Francisco Luciano dos Santos, vocalista da banda Brilhantes do Forró, agrediu a ex-esposa na frente do filho de 6 anos, nesta segunda-feira (20), em Natal. As imagens mostram as agressões no corredor e no elevador do condomínio onde mora o cantor e sanfoneiro.

A vítima denunciou o caso à Polícia Civil e prestou depoimento na manhã desta terça-feira (21) à delegada Renata Costa, da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam) de Parnamirim, região metropolitana da capital. A delegada vai pedir à Justiça medidas protetivas contra o homem.

O vídeo mostra o homem empurrando e batendo na mulher, que tenta reagir. A atual companheira do músico tenta afastar ele da ex-mulher, mas não consegue. Além do menino de 6 anos, outra criança, uma menina, também assiste ao ataque.

Francisco Luciano foi procurado pelo G1 para comentar o caso, mas não atendeu às ligações. Na noite desta segunda-feira (20), no perfil do Instagram da banda, ele publicou a seguinte mensagem: “Gente estou bem graças a Deus quem me conhece sabe do meu coração, o pai o filho, amigo e profissional que eu sou o resto Deus e justiça resolvem” (sic).

Duas crianças viram o cantor agredindo a ex-mulher (Foto: Reprodução )

Duas crianças viram o cantor agredindo a ex-mulher (Foto: Reprodução )

A doceira Ana Augusta Josuá, de 24 anos, está separada do cantor há 3 anos. De acordo com seu depoimento à Polícia Civil, ela foi levar o filho deles, que tem 6 anos de idade, ao condomínio do pai, para os dois passarem o dia juntos. No local, aproveitou para questionar sobre o pagamento da pensão do filho, que estava atrasada desde o dia 15.

Ainda de acordo com a vítima, ela foi atendida pela atual companheira do cantor, que a convidou a entrar no apartamento, mas ela não aceitou. A mulher, então, foi chamar o cantor, que estava dormindo. Segundo a ex-esposa, o homem saiu do quarto xingando e começou a agredi-la, mandando sair de sua casa e empurrando-a para o elevador.

“Ele saiu de cueca e de camisa e já começou a me agredir. O pior de tudo foi meu filho presenciar. É muita coisa pra cabecinha dele”, declarou. “Ele me agrediu o casamento inteiro, inclusive na gravidez, mas eu era nova, tinha medo. Até que depois de cinco anos resolvi me separar”, disse a mulher, pelas redes sociais, a amigos.

Ao G1, ela confirmou a história e disse que só reagiu às investidas do homem, que a empurrava para o elevador, para tentar pegar o filho. “Ele não quer ver mais o pai”, disse.

Em 2014, Ana chegou a registrar um boletim de ocorrência, mas logo depois retirou a queixa. Ela diz que se arrepende por ter passado tanto tempo sem denunciar.

“Eu passei tanto tempo calada. Agora eu quero justiça”.

Ana Augusta Josuá, de 24 anos, prestou depoimento após denunciar agressão do cantor Francisco Luciano, da banda Brilhantes do Forró, em Natal (Foto: Mariana Rocha/Inter TV Cabugi)

Ana Augusta Josuá, de 24 anos, prestou depoimento após denunciar agressão do cantor Francisco Luciano, da banda Brilhantes do Forró, em Natal (Foto: Mariana Rocha/Inter TV Cabugi)

Investigação

A delegada Renata Costa afirmou que ainda vai ouvir outras testemunhas do caso. O próprio Francisco Luciano, por exemplo, ainda não foi chamado para depor. Ainda assim, nesta terça-feira (21), a Delegacia Especializada solicitou à Justiça adoção de medidas protetivas contra o cantor.

Aos autos, deverá ser anexado o laudo do exame de corpo de delito feito pelo Instituto Técnico-Científica de Perícia (Itep) em Ana Augusta, após a denúncia.

“Ele bateu a minha cabeça no elevador, meu ouvido sangrou, porque ele bateu muito do meu lado direito do rosto. Fiquei com muitos hamatomas no braço, perto da boca, no olho, na nuca. Não consigo nem mexer”.

A delegada Renata Costa reafirmou a importância das mulheres denunciarem casos de agressão.

“As mulheres precisam quebrar o ciclo de violência senão isso pode resultar até em morte”.

Cantor de forró agride ex-mulher na frente do filho em Natal (Foto: Reprodução )

Cantor de forró agride ex-mulher na frente do filho em Natal (Foto: Reprodução )

G1

Ex-policial militar mata cantor a tiros após discussão em Sousa, PB, diz polícia

Um ex-policial militar é suspeito de matar a tiros um cantor no distrito de São Gonçalo, região de Sousa – Sertão da Paraíba -, por volta das 16h deste sábado (7). De acordo com a Polícia Militar, ainda não se sabe o que motivou a ação criminosa mas os dois estavam bebendo em um local da Rua 16 quando discutiram e o militar atirou.

A PM ainda informou que o suspeito de matar o cantor serviu a polícia do estado por mais de 30 anos e se aposentou há cerca de dois anos. Quanto à vítima dos disparos, a polícia disse que ele já foi condenado a 30 anos de prisão por ter matado os dois irmãos em São José da Lagoa Tapada, também no Sertão da Paraíba, na década de 1990.

O cantor teria recorrido da decisão em todas as esferas da Justiça e conseguiu se livrar da pena, conforme a PM informou.

O ex-policial suspeito de matar o cantor fugiu do local e a polícia está desde às 17h realizando buscas pela cidade de Sousa e região.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Homem atira pedras em palco durante show na BA, atinge bailarina no rosto e cantor se irrita: ‘Ignorante’

(Foto: Reprodução/Prefeitura de Irecê)

Um homem bêbado foi detido após atirar pedras no palco em que se apresentava o cantor de forró Alcymar Monteiro, durante a festa de São Pedro da Boa Vista, na cidade de Irecê, no norte da Bahia. Uma bailarina foi atingida no rosto, e o cantor ficou irritado e interrompeu a apresentação. Um vídeo divulgado nas redes sociais mostra o momento em que o forrozeiro dá uma “dura” no rapaz.

“Eu queria que um policial viesse aqui, porque esse rapaz está jogando pedra no palco, aqui na gente. Desculpem eu interromper, mas isso não é coisa que se faça. Um policial aqui, por favor. Você vem para bagunçar o show dos outros, rapaz? Todo mundo em paz e você faz isso, rapaz? Jogando pedras nas pessoas, por quê? Larga de ser ignorante, rapaz. Faça isso não, meu amigo. Vocês, seguranças, deem um jeito nisso aí”, disse Alcymar, que é natural da cidade de Aurora, no Ceará.

O show, que ocorreu na noite de sábado (1º), foi interrompido por cerca de cinco minutos, enquanto a segurança do evento localizava o suspeito. O cantor também exigiu a presença da polícia. “Eu não costumo parar meu show por causa de violência de ninguém, mas não é possível isso. Como é que pode uma coisa dessas, hein? Interromper o trabalho de milhares de pessoas por causa de um cara desse. Não pode, não pode”, esbravejou o cantor.

De acordo com a produção de Alcymar Monteiro, a bailarina foi atingida no olho, mas sem gravidade. Ela foi atendida por médicos que estavam no local. A assessoria de comunicação da prefeitura confirmou o ocorrido e disse que o que foi atirado pelo homem no palco foram britas que estavam espalhadas pelo chão onde a festa era realizada. Confira abaixo íntegra de nota enviada pela prefeitura.

Em meio à beleza do show de Alcymar Monteiro, um acontecimento inesperado ocorreu: um homem embriagado jogou britas no palco, o que fez com que o cantor parasse a apresentação para chamar atenção do mesmo e solicitasse a presença da Polícia. Diante do ocorrido, a Prefeitura de Irecê informa que o rapaz foi encaminhado ao posto de polícia montado atrás do palco, no Colégio Marcionílio Rosa e foi constatado seu estado de embriaguez. Felizmente, não houve feridos. Desta forma, lamentamos o inconveniente e informamos que incidentes assim podem acontecer em eventos abertos, em meio a um público grande e diverso como o que foi registrado na noite de ontem, no bairro da Boa Vista. Reafirmamos o nosso compromisso com a segurança da população, através da convocação da Polícia Civil e especializada de Tóxicos e Entorpecentes, Polícia Militar, Caesa, Cavalaria, Esquadrão Asa Branca, Bombeiros Civis e Segurança Patrimonial. Além disso, oito câmeras permitem total controle do local e ruas de acesso ao circuito da festa.

Forrozeiro Alcymar Monteiro ficou irritado após homem jogar pedras em palco na BA (Foto: Reprodução/Prefeitura de Irecê)

Forrozeiro Alcymar Monteiro ficou irritado após homem jogar pedras em palco na BA (Foto: Reprodução/Prefeitura de Irecê)

Festa

O tradicional São Pedro da Boa Vista teve início no sábado e termina nesse domingo. No primeiro dia, além de Alcymar, se apresentaram Raquel Rodrigues, Marquinhos Matos, Zezé e Cia, Milton Lima, Banda Reluz, Página Virada e Cássio ANdré.

Neste domingo, as apresentações começam a partir das 16h30.O público vai poder conferir os shows de Pepe do Cavaco, Emanuela Rios, Diamante Negro, Forrozão Tropicana, Licor com Mel, Gil Baianinho, Menina Faceira, João Vitor e Forró Piá.

Assim como no sábado, também tem programação especial para crianças.Entre as atrações estão Trenzinho da Alegria do Palhaço Cuscuz, Seu Dukinho e sua turma, além de bricandeiras e prêmios.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Cantor Jerry Adriani morre vítima de câncer aos 70 anos

O cantor Jerry Adriani, um dos ídolos do movimento da Jovem Guarda, morreu neste domingo (23) aos 70 anos no Rio de Janeiro. Adriani se tratava contra um câncer e estava internado no Hospital Vitória, na Barra da Tijuca, na zona oeste da cidade do Rio.

Foto: Leonardo Benassatto / Futura Press

Jair Alves de Souza, o Jerry Adriani, nasceu em 29 de janeiro de 1947, na cidade de São Paulo. Seu primeiro disco, Italianíssimo, em que ele interpretava canções italianas, foi lançado em 1964. Seu segundo disco, Um Grande Amor, fez grande sucesso e ele passou a apresentar o programa Excelsior a Go Go, na TV Excelsior.

Depois o cantor apresentou ainda o programa A Grande Parada, da TV Tupi, e atuou em filmes, como Essa Gatinha É Minha, ao lado de Peri Ribeiro e Anik Malvil e com direção de Jece Valadão. Atuou ainda nos filmes Jerry, a Grande Parada e Jerry em Busca do Tesouro.

Um de seus últimos trabalhos foi a gravação do CD e DVD Acústico ao Vivo, em 2008. Entre seus grandes sucessos estão as músicas Doce, Doce Amor, Querida, Tudo que É Bom Dura Pouco e Amor Querido.

Agência Brasil

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Cantor Victor é indiciado pela Polícia Civil de Minas Gerais

victorO cantor Victor, da dupla Victor & Léo, foi indiciado por agressão pela Polícia Civil de Minas. A conclusão do inquérito foi divulgada nesta terça-feira (4). Poliana Bagatini Chaves, que tem 29 anos e está grávida, prestou queixa contra o marido, de 41 anos, no dia 24 de fevereiro. Em depoimento, o cantor negou ter agredido a mulher.

“A Polícia Civil, diante das provas coletadas, concluiu pelo indiciamento de Vitor Chaves pela contravenção penal prevista no artigo 21, do Decreto Lei 3.688, vias de fato, conforme demonstrado no laudo pericial das imagens das câmeras de segurança do prédio e pelo depoimento da vítima”, afirmou em nota oficial.

O G1 entrou em contato com a assessoria de imprensa do cantor e aguarda retorno. O empresário dele não foi localizado nesta terça-feira (4). O advogado dele, Felipe Martins, disse que ainda não teve acesso à conclusão da investigação e que, por enquanto, não vai se posicionar.

A investigação foi conduzida pela delegada Danúbia Quadros, chefe da Divisão Especializada no Atendimento à Mulher, ao Idoso e à Pessoa com Deficiência (Demid) de Belo Horizonte. Ela aguardava perícia das imagens do circuito de segurança do prédio do casal para concluir o inquérito. A polícia não deu detalhes sobre o laudo.

Parte dos fatos teria ocorrido no elevador do prédio. “Segundo a versão da vítima, ele [cantor] empurrou a mesma ao chão e desferiu alguns chutes no elevador”, informou a delegada durante a investigação.

Em 13 de março, a delegada divulgou que o exame de corpo de delito de Poliana foi negativo para lesão corporal, isto é, não havia comprovação de lesões aparentes. Contudo, este resultado não descartava a possibilidade de agressão sem deixar marcas.

Na data, Danúbia afirmou também que, de acordo com as declarações prestadas por Victor em depoimento um dia antes, houve um desentendimento familiar com a mulher, causado pelo fato de ele ter levado a filha para o apartamento da mãe dele, que fica no mesmo prédio. Conforme a delegada, o artista disse que a mulher teria ficado muito nervosa com a situação.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br