Arquivo da tag: canivete

Mulher é presa após tentar matar homem com golpes de canivete em Patos, no Sertão da Paraíba

Uma mulher de 21 anos foi presa suspeita de tentar matar um homem com golpes de canivete, na noite de quarta-feira (29), em Patos, no Sertão, na Paraíba. De acordo com a Polícia Civil, o crime aconteceu após uma discussão entre a suspeita e a vítima sobre uma dívida.

Segundo a polícia, o crime aconteceu por volta das 20h30, no conjunto Itatiunga, enquanto a suspeita, seu ex-companheiro e a vítima bebiam. Após a discussão, a mulher e seu ex-companheiro teriam chutado o homem e, depois, ela teria atingido a vítima com golpes de canivete.

Conforme a polícia, o ex-companheiro da mulher e suspeito de participar do crime está foragido. A vítima foi encaminhada para o Hospital Regional de Patos e está em estado grave.

A suspeita passou por audiência de custódia e foi encaminhada para o Presídio Regional Feminino de Patos.

G1

 

Índia é presa suspeita de matar enteado com golpes de canivete e enxada no Litoral Norte

sireneUma índia de uma aldeia de Marcação (Litoral Norte do estado, a 66 km de João Pessoa) foi presa, nessa segunda-feira (19), suspeita de matar o enteado com golpes de canivete e enxada. De acordo com o capitão Alberto Filho, o crime aconteceu na noite do domingo (18) e a suspeita, de 54 anos, contou com ajuda do filho e da nora, de 20 anos.

Ainda conforme o policial militar, a família trabalha com a captura e venda de crustáceos e o crime teria acontecido após uma discussão envolvendo a quantidade de carne de siri que ficaria para cada pessoa. “Eles começaram a brigar e então a índia, junto com o filho e a esposa dele, agrediram o enteado com golpes de canivete e enxada. O rapaz chegou a ser socorrido para um hospital, mas acabou não resistindo aos ferimentos”, explicou o capitão Alberto Filho.

Apesar de o crime ter ocorrido no domingo, a polícia só foi informada do ocorrido nessa segunda-feira. “A índia disse ao pessoa da aldeia que a briga tinha sido só entre o filho e o enteado e que não queria chamar a polícia. Mas depois de saber da morte da vítima, os outros índios da aldeia me telefonaram e contaram o que houve”, completou o policial.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Quatro viaturas da Polícia Militar foram enviadas até a aldeia para apurar a ocorrência. Na frente das duas suspeitas, vizinhos afirmaram que elas também tinham participado do crime e as mulheres acabaram confessando, segundo o capitão Alberto Filho.

As duas mulheres foram presas e levadas para a delegacia de Rio Tinto. Já o terceiro suspeito, que também é índio, permanecia foragido até a manhã desta terça-feira (20).

 

 

portalcorreio