Arquivo da tag: candidatos

IBGE devolve taxa de inscrição a candidatos à seleção para o Censo

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) inicia hoje (19) a devolução de R$ 2,82 milhões para os candidatos inscritos no concurso de seleção para trabalhar no próximo Censo. A pesquisa, que seria realizada neste ano, foi adiada para 2021 devido à pandemia do novo coronavírus (covid-19).

Por isso, a seleção para contratar temporariamente 208.695 pessoas foi cancelada em março deste ano.

A devolução será feita por meio do aplicativo Carteira Digital BB, do Banco do Brasil, que pode ser baixado em celulares com sistema Android ou iOS. Não é necessário ser correntista do banco para usar o aplicativo e receber o dinheiro.

A escolha pelo aplicativo foi feita para evitar que as pessoas se desloquem até uma agência bancária e se formem aglomerações. Cerca de 100,7 mil candidatos pagaram as taxas, que variam de R$ 23,61 (para candidatos a recenseador) a R$ 35,80 (para agente censitário).

O Censo é feito, regularmente, a cada década, a fim de se conhecer, por meio de pesquisas no próprio domicílio, a realidade da população brasileira.

Agência Brasil

 

 

Candidatos aprovados em concurso público para o cargo da Guarda Municipal tentam reunião com Prefeito de Soledade-PB

Um grupo de candidatos classificados e aprovados no Concurso Público de 2016 da Guarda Civil Municipal de Soledade busca uma reunião para dialogarem com a gestão, visando informações como ações e propostas com o intuito de viabilizar a convocação dos excedentes para ingresso dos mesmos na GCM.

“A população vem sofrendo com o aumento da criminalidade na cidade, a todo o momento, falam na necessidade em aumentar a segurança pública no município, lideranças políticas locais não foram poupadas da violência como o presidente da câmara legislativa Miranda Neto (PR) que teve seu celular furtado e a loja de calçados de outro vereador Reginaldo de Babá (PR) que foi arrombada e furtaram vários produtos e dinheiro, fatos esses acontecidos no último mês de dezembro. Já que tem aprovados do concurso público seria está uma das formas e alternativa de atender a população com a convocação dos classificados. Pois, eles já foram aprovados no concurso realizado em 2016, estão esperando apenas a convocação para poderem juntamente com os atuais guardas contribuir para a segurança pública dos munícipes de Soledade” enfatiza o Representante da Comissão dos aprovados da Guarda Civil Municipal de Soledade.

A atual gestão municipal prioriza o diálogo, partindo deste princípio os classificados da Guarda Civil Municipal de Soledade espera uma reunião positiva com o Prefeito Geraldo Moura, em que atenda os anseios dos classificados e da população de Soledade com a convocação de mais aprovados.

 

Postagem: Representante dos Classificados da GCM de Soledade, Leandro Assis.

 

Fonte: https://www.helenolima.com/

 

 

Mais de 147 mil candidatos fazem provas do 1º dia do Enem 2019 neste domingo (3), na PB

Um total de 147.181 candidatos da Paraíba devem fazer o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 neste domingo (3), na Paraíba, de acordo com dados do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). A prova também vai acontecer no próximo domingo (10).

Neste primeiro dia, os candidatos devem responder a 45 questões de linguagens, 45 de ciências humanas e escrever a redação, durante cinco horas e meia de duração do exame.

Já no segundo dia, os candidatos terão cinco horas para responder a 45 questões de ciências da natureza e a 45 de matemática.

Sem horário de verão

Com o fim do horário de verão, a hora local de fechamento dos portões do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), na Paraíba, vai acontecer uma hora mais tarde, ao contrário dos anos anteriores.

A Paraíba segue o horário de Brasília, no Distrito Federal. Os portões de acesso aos locais de prova serão abertos às 12h e fechados às 13h. Após isso nenhum candidato poderá entrar. A prova terá início às 13h30, e o término deve acontecer às 19h.

Não é permitido que nenhum candidato deixe o local antes das duas primeiras horas de prova, segundo o Inep, apenas para ir ao banheiro, desde que acompanhado por fiscais.

O que levar

Para responder ao exame os candidatos só podem utilizar caneta esferográfica de tinta preta fabricada em material transparente. Também é necessário levar um documento oficial de identificação original com foto e, no caso de roubo ou perda, é preciso apresentar um boletim de ocorrência expedido por órgão policial há, no máximo, 90 dias do primeiro domingo de aplicação.

É aconselhável que o cartão de confirmação de inscrição seja levado, assim como lanches e água, com cuidado e atenção para os rótulos.

Canetas pretas de corpo transparente são as indicadas para usar na prova do Enem' — Foto: Elida Oliveira/G1

Canetas pretas de corpo transparente são as indicadas para usar na prova do Enem’ — Foto: Elida Oliveira/G1

 

 

G1

 

 

UFPB homologa resultado e classificação de 779 candidatos em concurso público

A Universidade Federal da Paraíba (UFPB) torna público, nesta sexta-feira (9), a homologação do resultado e classificação final, pós-recurso, para todos os cargos do concurso para técnico-administrativo.

Também divulga a relação dos classificados na ampla concorrência, nas vagas reservadas à Pessoa com Deficiência (PCD) e aos candidatos negros. Ao todo, foram 779 classificados.

Esta homologação mais as listas dos classificados devem ser publicadas no Diário Oficial da União na terça-feira (13). As nomeações começarão ainda neste mês, com posse coletiva prevista para a terceira semana de setembro.

Este concurso da UFPB para técnico-administrativos é referente ao Edital nº 122/2018, publicado no Diário Oficial da União em 31 de dezembro de 2018, com 132 vagas para 44 cargos.

Outras informações podem ser obtidas por meio da Central de Atendimento ao Candidato, através do telefone (44) 3344.4242 ou do e-mail candidato@institutoaocp.org.br.

 

clickpb

 

 

Mais de 27 mil candidatos da PB não pagaram a taxa de inscrição do Enem 2019, diz Inep

Ao todo, 27.427 candidatos da Paraíba não pagaram a taxa de inscrição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019, de acordo com o Instituo Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). A Paraíba teve 147.181 candidatos com inscrições confirmadas.

A Paraíba havia registrado 174.608 inscrições no Enem 2019. O balanço, divulgado nesta terça-feira (28), considera o total de isentos e de pessoas que pagaram o boleto de R$ 85 que venceu na quinta (23). Em todo o Brasil foram contabilizadas 5,09 milhões de inscrições confirmadas. Os inscritos na Paraíba representam 2,9% do total do país.

O Enem 2019 também contará com 180 questões. No dia 3 de novembro serão realizadas as provas de linguagens, códigos e suas tecnologias; redação; e ciências humanas e suas Tecnologias. Já no dia 10 de novembro serão aplicados os exames de ciências da natureza e suas tecnologias; e matemática e suas tecnologias.

Com as notas obtidas no Enem 2019, os estudantes poderão ter acesso à educação superior, por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e de programas como o Universidade para Todos (ProUni) e o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Calendário

Junho

  • Dia 3: Começa o período de recurso relacionado ao nome social
  • Dia 5: Resultado do recurso relacionado ao atendimento especializado e específico
  • Dia 7: Termina o período de recurso relacionado ao nome social
  • Dia 7: Resultado do recurso relacionado ao nome social

Outubro

  • Divulgação do cartão de confirmação, com os locais de prova

Novembro

  • Dia 3: Aplicação das provas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias / Redação / Ciências Humanas e suas Tecnologias
  • Dia 10: Aplicação das Provas de Ciências da Natureza e suas Tecnologias / Matemática e suas Tecnologias
  • Dia 13: Publicação dos gabaritos e dos cadernos de questões

 

 

G1

 

 

CFO 2019: Corpo de Bombeiros convoca candidatos para teste físico

Os candidatos aprovados no exame de saúde do concurso para o Curso de Formação de Oficiais Bombeiro Militar (CFO-BM) estão sendo convocados pelo Corpo de Bombeiros para fazerem o Teste de Aptidão Física (TAF) na próxima semana. No total, 25 candidatos estão habilitados para se submeter ao TAF. O resultado do exame de saúde pode ser conferido no endereço eletrônico http://www.bombeiros.pb.gov.br/cfo-2019/

Conforme o ato de convocação, os aprovados devem se submeter ao TAF nesta segunda-feira (15), terça (16) e quarta (17), em João Pessoa. No primeiro dia, o teste começará às 7h, no Clube Cabo Branco, no bairro de Miramar, onde serão realizadas as provas de abdominal e natação.

Já o segundo dia de testes acontecerá na Vila Olímpica Parahyba (antigo DEDE), no Bairro dos Estados, a partir das 7h30, quando os candidatos farão as provas flexões de braço na barra fixa para o sexo masculino e suspensão na barra fixa para o sexo feminino e a corrida rasa. Na quarta-feira (17), o TAF será realizado neste mesmo local e horário, com a prova da corrida de fundo.

Os candidatos deverão comparecer ao local dos testes portando documento oficial de identificação com foto (não sendo aceita cópia deste), com antecedência mínima de 30 minutos do horário previsto para seu início e com as roupas adequadas e discriminadas em edital.

 

parlamentopb

 

 

Enem 2018: Mais de 32 mil candidatos não fizeram a 1ª etapa na PB

Mais de 32 mil paraibanos deixaram de fazer a primeira etapa do Exame Nacional do Ensino Médio, realizada nesse domingo (04) em todo Brasil. Ao todo, cerca de 152 mil estudantes estavam aptos para fazer as provas no estado. A ausência representa 21% do total de inscritos no estado.

Em todo Brasil, o Enem teve o menor percentual de faltantes desde 2009, de acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), 24,9%, o que representa cerca de 1,4 milhão de estudantes do total de 5,5 milhões de inscritos.

Até então a menor porcentagem de ausentes foi registrada em 2011, quando 26,4% não fizeram as provas. De acordo com o ministro da Educação, Rossieli Soares, o número final de faltantes será divulgado no segundo dia do exame, 11 de novembro. Aqueles que comparecerem no segundo dia de prova serão considerados presentes.

Para Soares, a redução das faltas se deve, entre outros motivos, pela mudança nas regras do exame. Os estudantes isentos que faltarem perderão a isenção no próximo Enem caso não justifiquem a ausência. Além disso, contribuiu o fato das provas serem realizadas em dois domingos e não mais em um sábado e um domingo. “Importante termos esse resultado. Avançarmos na questão dos ausentes”, diz Soares. Na avaliação dele, a logística “funcionou e está funcionando maravilhosamente bem”.

Do total de inscritos, 10,55%, no primeiro dia do Enem não acessaram o cartão de confirmação, que contém o local de prova, o que equivale a 581.892 participantes. Na avaliação do Inep, o acesso foi grande. A Paraíba foi o estado com maior número de acesso ao cartão de confirmação do país. Mais de 92% dos candidatos no estado procuraram saber o local de prova.

Os estudantes fizeram provas de linguagem, ciências humanas e redação. O exame segue no dia 11 de novembro, quando os estudantes farão provas de ciências da natureza e matemática.

O gabarito oficial será divulgado em 14 de novembro, juntamente com os Cadernos de Questões, no Site do Enem e no Aplicativo. Já o resultado deverá ser divulgado no dia 18 de janeiro de 2019.

 

pbagora

Governo convoca 41 candidatos em concurso de soldados da PM

O Comando da Polícia Militar da Paraíba divulgou na edição desta sexta-feira (26) do Diário Oficial do Estado a convocação de 41 candidatos aptos que realizaram o concurso para soldado da PM. Segundo o documento, os convocados ocuparão os lugares de candidatos que foram eliminados. Confira a lista aqui.

Ainda de acordo com o texto, os convocados devem realizar a pré-matrícula, devendo, “para tanto, comparecerem, impreterivelmente, no dia 31 de outubro de 2018, às 09h, no Centro de Educação da Polícia Militar”.

Os candidatos devem estar “munidos dos documentos insertos no subitem 15.2 do Edital, além de caneta esferográfica azul ou preta”.

portalcorreio

Saiba o que eleitores e candidatos podem ou não fazer na última semana de campanha

Mais curta e com recursos limitados, a campanha eleitoral entra na reta final nesta segunda-feira. Faltam apenas sete dias para o primeiro turno de votação, em 7 de abril, quando 147,3 milhões de eleitores poderão depositar os votos nas urnas eletrônicas. A proximidade do pleito acende o alerta para o que a lei eleitoral permite a votantes e candidatos fazer. Será punido com detenção e multa, por exemplo, quem fizer propaganda de boca de urna, tirar selfie na cabine de votação ou participar de mobilização coletiva de campanha no dia da votação.

O horário eleitoral gratuito na televisão e no rádio termina na quinta-feira, mas os candidatos podem continuar em campanha nas redes sociais e nas ruas até a véspera do pleito. As pesquisas de intenção de voto que forem realizadas antes do dia de votação podem ser divulgadas em qualquer hora, inclusive do dia 7 de outubro. As sondagens feitas no próprio domingo só podem vir a público ao fim da votação estimada por elas. No sábado, o Jornal Nacional, da “TV Globo”, revela pesquisas das capitais com os maiores colégios eleitorais.

No dia da eleição, a lei eleitoral só permite manifestação individual e silenciosa de preferência do eleitor com bandeiras, broches, dísticos e adesivos. Qualquer mobilização coletiva é vedada, assim como o uso de veículos para divulgar jingles, nesta data. Os comícios de encerramento das campanhas, excepcionalmente, podem correr até 2h da madrugada. Os “showmícios”, no entanto, são proibidos.

Saiba o que os eleitores e candidatos podem ou não fazer durante a campanha eleitoral:

NO DIA DA VOTAÇÃO

— É crime arregimentar eleitores ou fazer propaganda de boca de urna no dia da votação. A legislação prevê detenção de seis meses a um ano, com alternativa de prestação de serviços à comunidade pelo mesmo período, e multa a infratores de 5 mil a 15 mil UFIR (indexador para atualização do saldo devedor).

— É crime usar alto-falantes e amplificadores de som ou promover comício e carreata no dia da eleição.

— É crime divulgar qualquer espécie de propaganda de partidos políticos e de seus candidatos na data da votação.

— É proibido qualquer ato que caracterize manifestação coletiva, com ou sem utilização de veículos, como aglomeração de pessoas portando vestuário padronizado.

— É proibido tirar selfie na urna eletrônica. A lei eleitoral proíbe o porte de celular ou máquinas fotográficas na cabine de votação, assim como equipamentos de radiocomunicação, filmadoras ou qualquer instrumento que possa comprometer o sigilo do voto. Apesar de ser considerado um crime de menor gravidade, a desobediência dessa ordem tem pena de quinze dias a seis meses de detenção, além de multa com valor a ser decidido em juízo.

— A legislação permite a manifestação individual e silenciosa de preferência do eleitor por partido político, coligação ou candidato, revelada exclusivamente pelo uso de bandeiras, broches, dísticos e adesivos.

— O uso de vestuário ou objeto que contenha propaganda de partido político, coligação ou candidato é proibido a servidores da Justiça Eleitoral, a mesários e a escrutinadores nas seções eleitorais e nas juntas de apuração de votos.

— Durante os trabalhos de votação, os fiscais partidários somente podem usar crachás em que constem o nome e a sigla de sua legenda ou sua coligação. É proibida a padronização de vestuário desses fiscais.

— É proibido comprar ou vender voto. O candidato pode ser punido com quatro anos de reclusão, pagamento de cinco a quinze dias-multa (valor unitário variável a ser pago pelo réu a cada dia de multa imposta), cassação do registro da candidatura, multa e inelegibilidade por oito anos. O eleitor que vender o voto também pode ser condenado a quatro anos de reclusão e a pagar de cinco a quinze dias-multa.

PESQUISAS ELEITORAIS

— As pesquisas realizadas em data anterior ao dia das eleições podem ser divulgadas a qualquer momento, inclusive na data do pleito.

— A divulgação de levantamento de intenção de voto realizada no dia das eleições só pode ocorrer a partir de 17h do horário local. Esta regra vale para sondagens dos cargos de governador, senador e deputados federal, estadual e distrital.

— As pesquisas de intenção de voto para presidente realizadas no dia da eleição só podem ser divulgadas após o horário previsto para encerramento da votação em todo o território nacional.

— A legislação eleitoral prevê que a divulgação de pesquisas inclua os dados: período de realização da coleta, margem de erro, nível de confiança, número de entrevistas, nome da entidade ou empresa realizadora, número de registro do levantamento e, se for o caso, nome de quem o contratou.

CAMPANHA NA RUA

— Distribuir folhetos, adesivos e folders impressos. Bonecos e outdoors eletrônicos estão vetados.

— Fixar propaganda eleitoral no para-brisa traseiro, em adesivo microperfurado, e em outras pontos do veículo, desde que não ultrapassem meio metro quadrado.

— Utilizar bandeiras de candidatos ou partidos em vias públicas.

— Usar alto-falantes, amplificadores, carros de som e minitrios entre 8h e 22h, em carreatas, caminhadas e passeatas ou durante reuniões e comícios, desde que estejam a, no mínimo, 200 metros de distância de repartições públicas, hospitais, escolas, bibliotecas, igrejas e teatros.

— Fica proibido o uso de qualquer tipo de veículo para divulgar jingles no dia das eleições.

— Os comícios devem ser feitos entre 8h e 24h. Os candidatos podem usar trios elétricos em locais fixos, desde que toquem apenas o jingle da campanha e reproduzam discursos políticos. Comícios de encerramento de campanhas podem ir até as 2h da madrugada.

— Os candidatos podem fixar propagandas em papel ou adesivo de até meio metro quadrado em bens particulares, como casa, carros e bicicletas, desde que seja autorizado pelo proprietário de forma gratuita.

REDES SOCIAIS, JORNAIS E REVISTAS

— Podem pagar por até 10 anúncios em jornais ou revistas, em tamanhos pré-definidos e em datas diversas. O candidato deve informar na própria publicidade o valor pago ao veículo.

— Os candidatos estão liberados para arrecadar dinheiro para a campanha por meio de financiamento coletivo.

— As campanhas podem fazer propaganda na internet de forma gratuita no site oficial do candidato, do partido ou da coligação hospedados no Brasil ou em blogs e redes sociais.

— Nas redes sociais, os candidatos podem promover o impulsionamento de conteúdo, desde que identificado e contratado exclusivamente por partidos políticos, coligações e candidatos e seus representantes. Os posts patrocinados devem conter o CNPJ ou CPF do responsável e a expressão “Propaganda Eleitoral”.

— Os candidatos podem Fazer propaganda em blogs, redes sociais e sites de mensagens instantâneas com conteúdo produzido ou editado por candidato, partido ou coligação;

— Usar ferramentas para garantir posições de destaque nos sites de busca.

— Enviar mensagens eletrônicas, desde que disponibilizem a opção para descadastramento, que deverá ser feito em até 48 horas.

PROPAGANDA NA TV

— As campanhas não poderão usar efeitos especiais, montagens, trucagens, computação gráfica, edições e desenhos animados no horário eleitoral gratuito e inserções durante o dia.

— Os candidatos podem apresentar legendas que façam referências aos candidatos a presidente, governador ou senador na propaganda de outros candidatos do mesmo partido ou coligação, exibir cartazes ou fotografias dos candidatos a presidente, governador ou senador.

— É permitido apresentar depoimentos de candidatos a outros cargos no horário da propaganda do mesmo partido ou coligação.

— É permitido exibir entrevistas com o candidato para que ele apresente realizações do governo, aponte falhas nos serviços públicos ou fale sobre alguns atos parlamentares ou debates legislativos.

SHOWS ARTÍSTICOS

— Os “showmícios” estão vetados nesta eleição. O candidato que descumprir a norma poderá ter o registro ou o diploma cassados pela Justiça Eleitoral.

O Globo

TRE divulga lista com 70 candidatos com registros deferidos

Foi divulgada, na tarde desta sexta-feira (24), uma lista com nomes de registros de candidaturas deferidas pelo Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba

São pleiteantes a governador, senador, deputado federal, deputado estadual, vice-governador e suplentes de duas coligações.

Na “A Força do Trabalho IV”, os candidatos a deputado estadual tiveram as candidaturas deferidas; já na coligação “50 – PSOL”, todos os candidatos a deputado federal, estadual, senador, governador, vice e suplentes tiveram os registros oficializados sem impugnações.

VEJA LISTA

 

 

PB Agora