Arquivo da tag: Campina

Liquida Campina 2019 começa nesta quinta-feira (11) com descontos de até 70%

Envolvendo mais de 800 estabelecimentos comerciais de Campina Grande e outras 21 cidades, começa nesta quinta-feira (11) a edição 2019 da Liquida Campina. E promoção deve oferecer descontos de 10% até 70% e sortear prêmios entre os consumidores.

Promovida pela Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) da cidade, a expectativa é movimentar mais de R$ 70 milhões no comércio até o dia 21 de julho.

Além de Campina Grande, com os distritos de Galante e São José da Mata, participam da campanha as cidades de Areia, Picuí, Sumé, Esperança, Queimadas, Solânea, Monteiro, Serra Redonda, São João do Cariri, Boa Vista, Fagundes, Aroeiras, Alagoa Nova, Cabaceiras, Pocinhos, Lagoa Seca, Monteiro, Soledade, Cuité, Alagoa Grande e Boqueirão.

A cada R$ 50, o consumidor recebe um cupom para concorrer ao sorteio de Smart TVs, motos e um carro 0 km. Os lojistas também concorrem a uma viagem com acompanhante e tudo pago para o Peru, assim como os vendedores vão concorrer a vales-compras no valor de mil reais. O sorteio acontece no dia 1º de agosto, às 15h, na Praça da Bandeira, no Centro de Campina Grande.

Foto: Junot Lacet Filho/Jornal da Paraíba/Arquivo

G1

 

Aluno é esfaqueado por colega de sala em escola de Campina

Um aluno do oitavo ano da Escola Municipal Roberto Simonsen, que fica no bairro São José, em Campina Grande, foi esfaqueado na mão por um colega de sala na manhã desta segunda-feira (18). O crime foi praticado no momento em que a vítima estava indo tomar água e foi seguida pelo suspeito, que também é adolescente.

Ao Portal Correio, a assessoria de comunicação da Secretaria de Educação de Campina Grande contou que o caso aconteceu por volta das 9h e que pode ter sido motivado por bullying.

“Segundo funcionários, o suspeito trouxe a faca de casa e feriu o colega na mão na hora que a vítima foi tomar água. Em seguida, ele pulou o muro da escola e fugiu. A diretora da unidade acionou o Samu e os socorristas levaram o adolescente para o Trauma”, informou a assessoria.

Ainda conforme a assessoria da Educação, o pai do suspeito foi até a escola horas após o ocorrido e solicitou a transferência do filho para outra instituição de ensino.

Questionada sobre a motivação do crime, a assessoria informou que não existiam registros de briga entre vítima e suspeito, mas funcionários da própria levantaram a hipótese de que o caso tenha sido motivado por bullying.

“A Secretaria enviou equipe da Gerência de Apoio ao Estudante, que conversou com os pais. Os funcionários da escola falaram em possível bullying e estamos averiguando. É uma situação infeliz, porque promovemos um trabalho de cultura da paz nas escolas, com palestras e ações efetivas contra o bullying. A entrada das crianças é verificada por funcionários da escola, mas não podemos revistar as bolsas para inibir a entrada de objetos que não devem estar na escola. Infelizmente isso aconteceu”, informou a assessoria.

 

Portal Correio

 

 

Dez homens arrombam transportadora e levam cofre com R$ 550 em Campina Grande

(Foto: Reprodução / Tv Paraíba)

Dez homens armados levaram o cofre de uma transportadora no início da manhã desta segunda-feira (12) em Campina Grande. De acordo com a Polícia Militar, dentro do cofre tinha aproximadamente R$ 550.

O assalto aconteceu por volta das 5h e, segundo informações da Polícia Militar, os suspeitos derrubaram o portão de entrada com a ajuda de dois carros, e arrobaram o cadeado para invadir a transportadora. Os suspeitos chegaram a espalhar explosivos no local, mas não explodiram.

Os suspeitos utilizaram uma estrutura de pallet para colocar o cofre em cima e arrastar até o veículo. Em seguida, fugiram. Até as 6h desta segunda-feira ninguém havia sido preso.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Polícia apreende cocaína escondida em ‘boi de carnaval’ em Campina Grande

Droga estava escondida dentro de um ‘boi de carnaval’, em Campina Grande (Foto: Victor Melo/Polícia Civil)

Um homem de 21 anos foi preso em flagrante por tráfico de drogas, depois de ser flagrado com várias porções de cocaína em pó, na cidade de Campina Grande. O material foi estava escondido dentro de um bumba-meu-boi, conhecido popularmente como “boi de carnaval”.

A prisão e apreensão ocorreu no fim da manhã desta quinta-feira (21), no bairro Pedregal, durante uma ação deflagrada por agentes da Delegacia de Repressão a Entorpecentes da Polícia Civil, em Campina Grande.

De acordo com a Polícia Civil, dentro do boi de carnaval foram encontradas 55 porções da droga já pronta para consumo. O flagrante ocorreu depois que a Polícia Civil recebeu uma denúncia anônima. O jovem de 21 anos foi autuado na tarde desta quinta-feira.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Dupla rende funcionário de casa lotérica e foge levando malote, em Campina Grande

Reprodução
Imagem ilustrativa

Uma casa lotérica foi roubada na manhã desta quarta-feira (21), no bairro Liberdade, em Campina Grande. Dois homens armados aproveitaram o momento em que o estabelecimento estava sendo aberto e renderam um funcionário. A dupla fugiu levando um malote de dinheiro.

De acordo com as informações da Polícia Militar, o roubo ocorreu por volta das 7h, na casa lotérica que fica na Rua Odon Bezerra. Os dois homens armados, pararam a moto e foram em direção ao funcionário com o malote. O valor levado pelos suspeitos não foi informado.

Depois do roubo, os homens fugiram na moto. A Polícia Militar foi acionada, fez buscas pelos bairros próximos, mas nenhum suspeito foi localizado.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

MPF pede prisão de pai e filho por trabalho escravo em Campina Grande

O Ministério Público Federal (MPF) em Campina Grande (PB) pediu, nesta quarta-feira (21), que a Justiça Federal expeça mandados de prisão em face de Marcelo Renato Arruda e seu filho George Luis Arruda, proprietários da João Arruda Construções e Mineração LTDA, empresa localizada no município de Boa Vista, no Cariri do estado, e da companhia de mineração Dolomil, situada em Campina Grande. Ambos foram condenados pela prática do crime de redução à condição análoga à de escravo, tendo como vítimas 30 trabalhadores.

Pai e filho foram condenados em segunda instância, tendo penas majoradas pelo Tribunal Regional Federal (TRF) da 5ª Região, em Recife, a pedido do MPF. Marcelo foi condenado a pena privativa de liberdade de 4 anos, 4 meses e 15 dias de reclusão, em regime inicial semiaberto, além de R$ 239.700,00 de multa; e George a pena privativa de liberdade de 5 anos e 3 meses de reclusão, em regime inicial semiaberto, além de R$ 57.120,00 de multa.

O aumento das penas pelo TRF, com parcial provimento à apelação do MPF, inviabilizou a substituição das penas privativas de liberdade por restritivas de direito. Na apelação, o MPF argumentou que as penas deveriam ser maiores porque, mesmo os réus sendo donos de uma empresa de equipamentos de proteção individual, os trabalhadores da mineração não tinham acesso aos equipamentos adequados.

Trabalho escravo – Segundo relatório de fiscalização de auditores do Ministério do Trabalho e Emprego, as irregularidades que indicaram a situação degradante a que os trabalhadores estavam submetidos foram agrupadas em cinco conjuntos principais: água para consumo pessoal, alojamento, condições sanitárias e de higiene, alimentação e condições de trabalho. Os direitos trabalhistas também não eram respeitados.

MaisPB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Homem é preso suspeito de matar jovem na frente dos filhos em Campina Grande

Jovem de 19 anos foi morta com três tiros em frente a casa onde morava, em Campina Grande. (Foto: Reprodução/TV Paraíba)

Um homem foi preso neste domingo (18) suspeito de matar uma mulher de 19 anos com três tiros, no dia 5 de fevereiro, no bairro Estação Velha, em Campina Grande. Ele foi apresentado na manhã desta segunda-feira (19), em uma coletiva de imprensa, e confessou o crime. Genilson de Sousa Silva, conhecida como “Papada”, foi preso no bairro do Jeremias e portava uma arma no momento da prisão.

De acordo com a Polícia Militar, o suspeito chegou na frente da casa da vítima e atirou três vezes contra ela. Os três filhos estavam com a mãe e presenciaram o crime.

Segundo a delegada Suelane Guimarães, o suspeito Genilson de Sousa foi preso após um cerco da polícia no bairro do Pedregal, onde o suspeita estava morando atualmente. Percebendo a chegada da polícia, o homem foi para o bairro Jeremias. Através de uma denúncia anônima feita ao número 197, a polícia fez um cerco no bairro e conseguiu prender o suspeito.

Genilson de Sousa já responde a 11 processos, sendo nove homicídios, cinco já confessados por ele, entre eles o de Aylla Duarte Silva Mariano. A jovem de 19 anos teria morrido porque denunciou Genilson por tráfico de drogas.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Bandidos usam dois carros para arrombar loja em Campina Grande

Uma loja da Boticário foi arrombada na madrugada desta sexta-feira (09) no bairro Conceição, em Campina Grande. Os bandidos usaram dois carros para derrubar a porta do estabelecimento.

Segundo a gerência da loja, ainda não é possível saber o montante de produtos que foi roubado. Após a ação, para-choques dos veículos ficaram no local.

De acordo com a Polícia Militar, os carros usados na ação haviam sido roubados. Um deles foi recuperado logo em seguida. Nenhum suspeito foi preso.

MaisPB com informações da TV Cabo Branco

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Polícia prende dois suspeitos pelo assassinato de jovem dentro do Parque do Povo em Campina

A Policia Civil acaba de prender  dois suspeitos pelo assassinato ocorrido  na durante a madrugada desta segunda-feira (19). A vítima foi morta com uma facada no pescoço dentro do Parque do Povo, durante o show do cantor Wesley Safadão.

Os suspeitos, um maior com 28 anos e um adolescente de 17 anos,  foram localizados no bairro Alto da Boa Vista, no município de Bayeux, região metropolitana de João Pessoa, numa operação comandada pelos delegados Pedro Ivo e Magno Toledo.  A polícia chegou até os acusados após analisar as imagens do local do crime.

Um dos acusados já  tem passagem pela polícia e ambos foram levados para Campina Grande para serem apresentados ao  delegado que preside o inquérito sobre o crime.

Sobre o assassinato: De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, a vítima estava saindo dos banheiros que ficam atrás da pirâmide do Parque do Povo, junto com um amigo quando foi abordado por quatro suspeitos que anunciaram um assalto.

A vítima e o amigo dele informaram que não tinham nenhum objeto de valor para ser levado e caminharam em direção ao local onde estavam acompanhando a festa. Neste momento, um dos suspeitos disse algumas palavras e quando o homem virou em direção a ele foi surpreendido com um golpe de faca no pescoço.

O amigo da vítima pediu socorro imediatamente e uma equipe do Corpo de Bombeiros chegou a realizar os primeiros atendimentos, mas o rapaz não resistiu aos ferimentos e morreu antes mesmo de chegar ao posto de saúde instalado no Parque do Povo.

.paraiba.com.br

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Banco do Nordeste fará demissões e fechará agência em Campina

Foto: Paraibaonline
Foto: Paraibaonline

O Banco do Nordeste deverá iniciar, em poucos dias, um programa de demissão voluntária para enxugar o seu quadro de funcionários.

Em Campina Grande, o BNB irá desativar, em breve, a agência que fica localizada na Avenida Assis Chateaubriand, bairro da Liberdade (foto).

*fonte: coluna Aparte, com Arimatea Souza

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br