Arquivo da tag: Campina Grande

Vigilância sanitária interdita fábrica clandestina de álcool em gel em Campina Grande

A Vigilância Sanitária em ação conjunta com o Procon-CG, Polícia Militar e outros órgãos interditou uma fábrica clandestina de álcool gel em Campina Grande no início da tarde desta quarta-feira (1º).

De acordo com a Angevisa, o proprietário do local não tem a documentação necessária para funcionar e estava produzindo. “Há uma norma técnica que regulamenta a produção principalmente do álcool gel e a vigilância resolveu por precaução interditar até que o estabelecimento apresente autorização e apresente as boas práticas de fabricação”, explicou.

O proprietário do estabelecimento ficou visivelmente irritado e não quis falar com a reportagem da TV Arapuan.

Marília Domingues / Márcio Rangel

 

 

Empresários decidem não pedir abertura das lojas em Campina Grande

A Câmara dos Dirigentes Lojistas de Campina Grande (CDL-CG) , decidiu em reunião neste sábado (28), manter o comércio fechado em decorrência do avanço do novo coronavírus.

Também participaram da vídeoconferência representantes da Associação Comercial de Campina Grande (ACCG), Federação da Industria do Estado da Paraíba (FIEP), SindCampina, Sinduscon, Secovi, Ministério Público e Prefeitura Municipal de Campina Grande.

Após ouvirem o médico infectologista, Rodolpho Dantas, revelar a estimativa alarmante do impacto que a suspensão da quarentena poderia provocar na rede pública de saúde do município, os empresários optaram por não pedir à prefeitura liberação para funcionamento do comércio a partir de segunda-feira (30).
Eles decidiram esperar mais uma semana e deverão solicitar a reabertura gradativa do comércio somente a partir do dia 06 de abril. Na próxima sexta-feira (03 de abril) haverá uma nova videoconferência para reavaliar a situação local.

Na reunião, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico apresentou um calendário que prevê o retorno das lojas com horário reduzido, das 10h às 16h. Já os Shoppings e galerias a previsão é para que o retorno aconteça voltar a funcionar no dia 13 de abril.
Os eventos continuarão sem previsão de voltar a serem realizados para evitar aglomeração de pessoas.

PB Agora

 

 

São João 2020 de Campina Grande é adiado para outubro devido ao novo coronavírus

O São João 2020 de Campina Grande foi adiado para evitar aglomeração de pessoas e prevenir possíveis novos casos de infecção por coronavírus. A decisão foi anunciada na noite desta segunda-feira (23) pelo prefeito da cidade, Romero Rodrigues. Com a medida, o evento está previsto para acontecer entre os dias 9 de outubro e 8 de novembro deste ano.

Na última segunda (16), a programação do evento havia sido mantida pela prefeitura. De acordo com Romero, é a primeira vez que a festa é adiada. A montagem da estrutura no Parque do Povo foi suspensa a partir desta segunda.

A programação da 37ª festa junina conta com shows de artistas da música sertaneja, forró e apresentações religiosas. Shows privados, que seriam realizados durante o período junino na cidade, também serão adiados. Novas datas serão anunciadas pelas organizações de cada um.

São João 2020 de Campina Grande tem memorial que reproduz casa de Gabriel Diniz — Foto: Iara Alves/G1

São João 2020 de Campina Grande tem memorial que reproduz casa de Gabriel Diniz — Foto: Iara Alves/G1

Homenagem a Gabriel Diniz

O palco principal da edição 2020 do São de Campina Grande, localizado na arena de shows do Parque do Povo, vai homenagear o cantor Gabriel Diniz, que morreu após a queda de um avião, no dia 27 de maio, em Sergipe.

No Quartel General do Forró, como o local é popularmente conhecido, também será construído um memorial que reproduzirá a casa de GD, como Gabriel era carinhosamente chamado.

No local, o público poderá assistir a vídeos do cantor e observar peças de roupas e instrumentos musicais que foram do artista. Os visitantes também poderão soltar a voz em um karaokê, montado na “GD House”, e beber drinks batizados com os nomes das músicas do cantor.

Mais homenagens

Além de Gabriel Diniz, essa edição do São João de Campina Grande também vai fazer homenagens à professora Lenira Rita, ativista social, que vai dar nome ao palco da Pirâmide.

Também vai ser homenageado o ex-governador da Paraíba Ronaldo Cunha Lima. A cidade cenográfica do evento vai contar com uma réplica da casa dele, contando a história do político e poeta que morreu em 2012.

O Palco Cultural vai levar o nome de Antônio de Oliveira Jatobá, que foi dono de uma das principais casas de shows de Campina Grande.

Novidades

Uma das novidades anunciadas para a festa, neste ano, é o projeto “San Jon”, em que personagens vão contar a história do São João em um desenho animado. O projeto também conta com jogos pra celular, criados por uma startup de Campina Grande, e um espaço lúdico no Parque do Povo, com uma arena destinada para a diversão de crianças. Ainda não foi definido se o serviço será gratuito.

Já em uma casa de festas da cidade, o projeto será ampliado por meio de shows de artistas locais, que darão vida ao “San Jon Raiz”.

G1

 

Prefeitura de Natal suspende festa de São João e Romero anuncia hoje nova data dos festejos em Campina Grande

A pouco mais de dois meses para o mês de junho, quando no Nordeste, as festas juninas são fortes, a Prefeitura de Natal decidiu cancelar o São João, devido a proliferação do novo coronavírus (COVID 19}. A decisão acende o alerta para Campina Grande, cuja programação do Maior São João do Mundo, já foi divulgada.

No caso de Natal, o prefeito Álvaro Dias, suspendeu a festa devido o avanço da pandemia no Estado. Os recursos destinados para a festa junina serão relocados para ações de combate ao COVID 19.
Diversos eventos culturais e esportivos estão sendo cancelados devido a pandemia do coronavíus. Na semana passada, o prefeito Romero Rodrigues (PSD}, baixou um decreto que proíbe a realização de vários eventos na cidade no período de “quarentena”. No entanto, o Maior São João do Mundo foi mantido. Ele manteve cautela sobre a tomada de decisão.

Por enquanto a 37ª edição da festa junina da cidade está mantida, mas deve ter a data alterada.

Por enquanto, de acordo com a programação atual, a abertura vai ficar por conta do cantor Flávio José e a véspera de São João tem show de Elba Ramalho. Santanna, que havia sido anunciado para a abertura, na verdade vai fazer o encerramento.

O anúncio com as novidades da festa deve acontecer logo mais. É que no início da tarde desta segunda-feira (23), o prefeito Romero Rodrigues confirmou que fará um anúncio,  através de uma live transmitida por suas redes sociais e pelos perfis oficiais da Prefeitura de Campina Grande, sobre a nova data oficial de realização do Maior São João do Mundo 2020.

A decisão do prefeito campinense levará em conta todas as circunstâncias e consequências da realidade imposta pela pandemia do Covid-19.

A live será transmitida às 18h.

 

Severino Lopes
PB Agora

 

 

Companhia aérea anuncia suspensão temporária de voos, em Campina Grande

A companhia aérea Azul anunciou na manhã deste sábado (21) a suspensão das operações aéreas até o dia 30 de Junho, em Campina Grande, no Agreste da Paraíba, como medida de prevenção ao aumento do contágio do novo coronavírus. De acordo com a nota oficial da empresa, as atividades serão suspensas a partir de segunda-feira (23).

Segundo a companhia, os clientes que já haviam comprado passagens para viajar durante o período de suspensão em Campina Grande serão encaminhados para outros voos.

Conforme a nota, em João Pessoa também haverá mudanças. A redução da quantidade de voos da companhia deve acontecer gradativamente, seguindo a demanda das outras capitais do país.

No total, a capacidade de transporte aéreo da companhia será reduzida de 20% até 25%, até o fim do mês de Março, e de 35% a 50%, no mês de Abril. Nos meses seguintes a diminuição deverá acontecer de forma gradativa, de acordo com a situação do país em relação a disseminação do coronavírus. Segundo a empresa, todos os clientes afetados serão contatados.

G1

 

Decretado o fechamento de todo o comércio de Campina Grande

No início da noite desta sexta-feira, 20, o prefeito Romero Rodrigues fez um anúncio de novas medidas, em vídeo divulgado em suas redes sociais, que passam a vigorar a partir da próxima segunda-feira, 23, com forte impacto em dois importantes setores da economia de Campina Grande: o comércio e o transporte.

“Estamos sendo obrigados pelas circunstâncias a fazer gradações em decisões que precisam ser muito bem pesadas pelo efeito prático na vida das pessoas”, explicou Romero, que deve formalizar as decisões em decreto específico.

O prefeito campinense, que também reforçou o anúncio através de entrevistas a emissoras de TV, destacou que, no caso da medida referente ao setor comercial (que não inclui os shoppings e galerias, por já terem sido contemplados por decreto específico) a ideia inicial na parte da tarde foi de implementar um horário alternativo para o setor – que funcionaria das 10h às 16h.

Após contatos com representantes de vários segmentos do comércio, com líderes classistas e empresários, a medida definida por Romero Rodrigues passa a ter um grau ainda maior de rigidez: o funcionamento do setor em Campina Grande será integralmente suspenso, até o dia 13 de abril.

Nas sondagens realizadas pelo prefeito, prevaleceu em sua grande maioria a ideia mesmo de suspensão das atividades por tempo determinado.

Transporte público

Em relação ao transporte público em Campina Grande, Romero Rodrigues decidiu que manterá, pelo menos, 30% da frota em funcionamento.

O prefeito mostrou-se contrário a uma suspensão radical, alegando que muitos fatores precisam ser levados em conta dentro da realidade imposta à cidade.

Destacou, por exemplo, que devem ser levados em conta aquelas situações que profissionais de áreas essenciais precisam de deslocamento ou mesmo a circunstâncias de pessoas carentes que tenham alguma necessidade extrema de transporte, até mesmo para atendimentos médico-assistenciais que não tenham nada a ver com o Covid-19.

De qualquer forma, o prefeito campinense fez questão de enfatizar de que a orientação do poder público municipal é no sentido de que as pessoas só saiam de caso em casos de extrema necessidade, pois o isolamento é a melhor profilaxia no momento para se evitar a propagação do vírus em larga escala.

 

Codecom/CG

 

 

Mulher é agredida pelo companheiro após crise de ciúmes, em Campina Grande

Uma mulher de 24 anos foi espancada pelo companheiro na noite de quinta-feira (19), em Campina Grande, no Agreste da Paraíba. De acordo com o relato da vítima à polícia, o companheiro estava embriagado no momento do crime e o motivo teria sido ciúmes.

Conforme a vítima, o seu companheiro estava bebendo com um primo na residência do casal. O homem teve uma crise de ciúmes e começou a espancá-la com socos no rosto, empurrões e depois quebrou uma garrafa em seu braço.

Segundo a mulher, ela pediu ajuda ao primo que presenciou todas as agressões e ele não a ajudou. A vítima acionou a Polícia Militar, mas o suspeito fugiu e não foi preso.

A vítima foi encaminhada para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, onde recebeu atendimento. O estado de saúde não foi divulgado. O caso foi registrado na Central de Polícia Civil de Campina Grande.

G1

 

Idoso tem carro roubado e é obrigado por suspeito a dirigir veículo, em Campina Grande

Um idoso foi assaltado e teve o carro levado por um suspeito por volta das 5h20 desta sexta-feira (13), no Parque da Criança, em Campina Grande. A vítima foi obrigada a dirigir o veículo por cerca de mil metros para o suspeito.

De acordo com relato do idoso à polícia, ele estava se exercitando no Parque quando foi abordado por um homem armado que lhe pediu para entregar a chave do carro. O suspeito teria ido ao estacionamento e tentando abrir o veículo, mas não conseguiu. O homem teria voltado para onde estava a vítima e o obrigado a seguir para o estacionamento, abrir o carro e dirigir para ele.

Ainda segundo informações da vítima, ele teria dirigido para o suspeito por cerca de mil metros em direção a rua Elpídio de Almeida, no bairro do Catolé, e logo em seguida o homem teria mandado a vítimas descer do carro e seguido para aBR-230.

O idoso foi até a Central de Polícia Civil de Campina Grande, onde registrou o caso. De acordo com informações da polícia, até às 7h desta sexta-feira (13) o veículo não foi encontrado e ninguém foi preso.

G1

 

Suspeita de matar marido a facadas vai para presídio feminino, em Campina Grande

A mulher de 32 anos presa suspeita de matar o marido a facadas na frente dos filhos foi detida no Presídio Regional Feminino, no Complexo do Serrotão, em Campina Grande, nesta quinta-feira (12). A detenção aconteceu por meio de uma determinação do juiz Horácio Ferreira, que revogou a prisão domiciliar a que ela foi submetida em janeiro deste ano.

Conforme o juiz, a mulher descumpriu condições da prisão domiciliar. De acordo com ele, ela não estava cumprindo com as obrigações de mãe, principal critério que a fez receber o benefício e ameaçou a família do ex-companheiro.

O crime aconteceu no dia 19 de janeiro, no bairro das Três Irmãs, em Campina Grande. De acordo com relato da suspeita à polícia, a motivação do crime teria sido a troca de mensagens do então companheiro com outra mulher.

Em um áudio enviado pela suspeita a uma amiga, ela pede que a amiga pegue os filhos na casa dela, porque seguiria para o presídio ainda no domingo. Ela diz que, em seguida, mataria o marido.

Ao chegar no local em que o crime aconteceu, a polícia encontrou Joselito dos Santos Montenegro, de 40 anos, com cerca de cinco ferimentos de faca. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, mas a vítima já estava morta quando a equipe chegou para socorrê-la.

Suspeita de matar marido a facadas estava em prisão domiciliar

De acordo com a assessoria de comunicação do Fórum Afonso Campus, a determinação da prisão domiciliar foi expedida no dia 20 de janeiro deste ano com base na justificativa de que a mulher tem filhos com menos de 12 anos.

A prisão domiciliar é cedida desde 2018, conforme orientação do Supremo Tribunal Federal (STF), para presas sem condenação, gestantes ou que forem mães de filhos com até 12 anos.

Em audiência de custódia, mulher confessa que matou marido, em Campina Grande

Em audiência de custódia, mulher confessa que matou marido, em Campina Grande

 

G1

 

 

Mulher é presa suspeita de matar idosa para não pagar dívida, em Campina Grande

Uma mulher de 57 anos foi presa na tarde desta quinta-feira (12), suspeita de matar uma idosa de 83 anos com cerca de 13 facadas na quarta-feira (11), no bairro Rocha Cavalcante, em Campina Grande. Segundo informações da Polícia Civil, a mulher confessou o crime e disse que matou a vítima para não pagar uma dívida de R$ 300.

A polícia chegou até a suspeita por meio de imagens de câmeras de segurança de residências da região que possibilitaram a reconstituição do trajeto que ela fez até a casa da idosa.

Ainda conforme a polícia, a suspeita trabalha na Feira Central de Campina Grande. Por volta das 5h da quarta ela também teria esfaqueado uma feirante com quem se desentendeu e usado a mesma faca nos dois crimes.

A mulher foi autuada pelos crimes de homicídio e tentativa de homicídio. Ela está detida na Central de Polícia Civil de Campina Grande e passará por uma audiência de custódia na sexta-feira (13).

Foto: Artur Lira/TV Paraíba

G1