Arquivo da tag: Cabelo

Julian diz que universidades são antro da esquerda: “Você sai de cabelo vermelho e fumando maconha”

Eleito em 2018 naquela onda que apontava o fim da farra no Brasil, o deputado federal Julian Lemos (PSL) é um daqueles seguidores que não tem apenas admiração pelo líder. Tem o mesmo estilo. Assim como o presidente Bolsonaro (PSL), é dono de frases que causam reações imediatas e ficam ecoando por algum tempo no imaginário popular. Seja pelo bem ou pelo mal.

Na noite desta segunda, 12, à vista das câmeras do programa Frente a Frente, do jornalista Heron Cid, da TV Arapuan, Julian disse várias delas, mas uma foi a campeã.

No mesmo dia em que diversos representantes das universidades públicas da Paraíba passaram a tarde, durante audiência pública na Assembleia Legislativa da Paraíba,  criticando o programa Future-se do Governo Federal, que pretende abrir o capital privado para financiamento das instituições federais, Julian resumiu bem ao seu tom o que acha do ensino superior público no Brasil. “As universidades se tornaram um antro da ideologia de esquerda. Você entra de um jeito e sai de lá parecendo uma arara, cabelo vermelho e fumando maconha”, disparou assim mesmo, sem constrangimento.

Isso depois de ter dito, entre as observações mais suaves, que a “esquerda é sebosa” e desejar que “bandido se lasque”.

Durante o programa, no entanto, não se limitou apenas a ataques. Fez dois elogios. Um ao paraibano Sérgio Queiroz, que integra o Governo Bolsonaro. A quem Julian classificou como seu “sonho de candidato” a prefeito de João Pessoa nas eleições de 2020. E outro ao vice-presidente da República, General Mourão. “É um cara fantástico”, definiu.

De resto, ninguém mais escapou.

O programa Frente a Frente vai ao ar todas as segundas-feiras pela TV Arapuan, a partir das 21h30, sob o comando de Heron Cid.

Redação Paraíba

 

 

 

Tricotilomania: Compulsão incontrolável por arrancar os fios de cabelo

Dr. Thiago Bianco fala sobre essa doença que pode causar calvície

A Tricotilomania é um distúrbio psíquico cuja principal característica é uma compulsão incontrolável por arrancar os fios de cabelo. Muitas vezes isso acaba levando os pacientes para áreas de calvície.

A Tricotilomania aparece frequentemente na adolescência, o que acaba facilitando o tratamento. Há dois tipos da doença: a focada, quando o paciente tem mesmo a intenção de puxar os cabelos para controlar alguma experiência desagradável, isto é, para aliviar o estresse que vivencia no momento; e a automática, onde o paciente faz sem perceber que está fazendo, ou seja, de modo inconsciente.

O transtorno, que já foi considerado raro, hoje é muito comum. Ele é parecido com o transtorno obsessivo-compulsivo e com o transtorno do controle de impulsos, porque há um aumento da tensão antes de puxar o cabelo e alívio da tensão ou gratificação após tê-lo puxado. Suas causas não são tão aparentes.

Existem alguns tratamentos para combater a Tricotilomania. A primeira medida é a ingestão de medicamento prescrito por psiquiatra. Além disso, o paciente deve submeter-se à psicoterapia, para que tenha conhecimento da origem do problema.

Do ponto de vista físico, após sucessivas trações de uma mesma área do cabelo, a calvície se torna irreversível, principalmente quando o distúrbio psíquico chega à idade adulta. Para estes casos, o médico Thiago Bianco, cirurgião de transplante capilar, indica as restaurações cirúrgicas. “Estes pacientes, após o tratamento psiquiátricos com medicamentos e psicoterapia, devem aguardar dois anos após se verem livres da compulsão”, alertou.

Há duas técnicas de implante capilar: a FUT e a FUE. A FUT (Follicular Unit Transplantation), mais tradicional, consiste na remoção de uma faixa de couro cabeludo, da região da nuca, que contenha os folículos pilosos. Estes folículos são transplantados às áreas de calvície e, na região onde a faixa foi retirada, fica uma cicatriz muito fina, que será coberta pelos fios de cabelo. Já a FUE (Follicular Unit Extraction) é uma técnica conhecida como transplante sem cicatriz. Ao invés de retirar uma faixa de couro cabeludo da região da nuca, o cirurgião extrai as unidades uma por uma, selecionando as melhores. Tais técnicas são realizadas sob anestesia local, em centros cirúrgicos, e o paciente é liberado no mesmo dia. Com tratamento físico adequado e apoio de um profissional de psicoterapia é possível amenizar e até acabar com o transtorno da Tricotilomania.

 Dr. Thiago Bianco, médico expert em transplantes capilares – considerado um dos pioneiros a realizar a técnica de implante microfolicular guiado por vídeo. Dr. Thiago Bianco foi graduado em Medicina em 2006, e especializou-se em cirurgia geral e trauma, além de direcionar sua carreira para a área de implante capilar. Membro titular da ISHRS (International Society of Hair Restoration Surgery), atualmente realiza um trabalho pioneiro com as técnicas de FUT (Follicular Unit Transplant) e FUE (Follicular Unit Extraction) para o transplante capilar de barba e de sobrancelha. Site: https://www.thiagobianco.com.br

Comunicação & Marketing

 

 

Marília Mendonça muda visual e adota cabelo mais curto

Marília Mendonça mudou completamente o visual nesta sexta-feira (04): em meio a uma mudança de hábitos alimentares, a sertaneja adotou cabelo mais curto e com tom mais claro. No Instagram, ela explicou que sempre teve o desejo de ter fios com comprimento menor. “Tcharam! Ta aí minha mudança… já tinha estipulado uma meta comigo mesma, de que quando chegasse num ponto da reeducação alimentar, ia realizar meu sonho de ter cabelo curto…”, iniciou a jovem, adepta da velaterapia para cuidar das madeixas.

Mega-hair continua para dar volume: ‘Cabelo fininho’

Ela afirmou ainda que, apesar de o comprimento do cabelo ter se modificado, continua com mega-hair. “Marília, tirou o mega? Não! Tenho o cabelo bem fininho e ralo, totalmente sem volume, então falei com meus amores do Vitrine Mulher da ideia que tinha, e eles como sempre, com muita excelência atenderam o meu pedido com telas menores, só pro volume, na técnica que sempre usei e amo: micro emborrachada”, detalhou a cantora, cuja torcida no “BBB18” foi para a estudante de psicologia Gleici. “Falei pro Alberth Leal que queria voltar a ser loira também e fazer um corte bem leve, com movimento e ele, esse profissional maravilhoso, fez do jeitinho que pedi! Partiu nova fase… leve em todos os sentidos! Obrigada”, acrescentou Marília.

Pure People

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Menina fica em estado grave após prender cabelo em ralo de piscina e se afogar

piscinaUm menina de 12 anos ficou em estado grave após ficar com o cabelo preso no ralo de uma piscina e acabar se afogando, na Zona Rural de Lagoa Seca, no Agreste da Paraíba, a 129 km de João Pessoa, nesse sábado (1º). Ela foi resgatada por familiares após ficar mais de 15 minutos submersa.

O avô da criança percebeu que ela estava presa, mergulhou na piscina e a soltou da sucção do ralo cortando o cabelo dela com uma faca. Após os primeiros socorros ainda no local do acidente, a garota foi socorrida para uma Unidade de Pronto Atendimento e, em seguida, transferida para a Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica do Hospital de Emergência e Trauma Dom Luiz Gonzaga Fernandes, em Campina Grande, onde seguia internada em coma induzido até o fechamento desta matéria. Na noite desta segunda-feira (3), a assessoria de imprensa da instituição de saúde confirmou que o quadro clínico da menina é grave, mas estável.

“O que preocupa realmente são as lesões neurológicas pelo tempo que ela passou debaixo d’água. Quando o avô veio notar, ela já estava completamente em parada cardiorrespiratória, foi reanimada e aqui a gente prosseguiu com o tratamento, dando toda a assistência que ela precisa”, disse a pediatra Noadja Andrade Cardoso.

O Corpo de Bombeiros orienta para os cuidados nesses casos e diz que na instalação de piscinas o sistema de ralo deve ser do tipo anti-sucção e que também seja feita aquisição de equipamentos que desliguem a motobomba em situações em que o sistema seja obstruído.

portalcorreio

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Mulher diz que teve casa invadida e cabelo cortado após ser torturada por bandidos em JP

POLICIADois bandidos armados teriam invadido uma casa no conjunto Cidade Verde, no bairro de Mangabeira, Zona Sul de João Pessoa, para torturar e bater em uma mulher. Ela disse ainda que teve o cabelo cortado com uma faca e que o caso teria ocorrido na noite da quinta-feira (25). 

De acordo com a vítima, os bandidos invadiram a casa por volta das 20h e a renderam. Ela disse que foi mantida refém, junto com o filho de três anos, e torturada por cerca de 3h, tempo em que foi agredida e teve o cabelo cortado com faca pelos bandidos. 

Ainda segundo a vítima, os criminosos perceberam que a mulher não era o verdadeiro alvo, mas sim uma família que morou na residência anteriormente. Percebendo o engano, eles fugiram.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

A Polícia Militar informou ao Portal Correio que desconhece esse caso ou qualquer suspeito do crime denunciado pela mulher.

 

portalcorreio

Presa a suspeita de agredir e cortar cabelo de mulher com faca na Grande João Pessoa

presaA Polícia Civil prendeu, nessa segunda-feira (15), segundo identificação revelada pela Secretaria de Comunicação do Estado, Nedilane Virgolino de Freitas, de 22 anos. Ela é suspeita de agredir uma mulher em uma praça na cidade de Cabedelo, na Grande João Pessoa, no mês de janeiro deste ano. O caso ganhou repercussão após um vídeo com a ocorrência circular nas redes sociais. A gravação mostrava a vítima sendo dominada por duas mulheres. As imagens ganharam repercussão nacional e chocaram porque, além de apanhar, a agredida ainda teve os cabelos cortados com uma faca.

De acordo com o delegado titular de Cabedelo, Ademir Fernandes, assim que a Polícia Civil recebeu as imagens, as mulheres foram identificadas e foram pedidos à Justiça os mandados de prisão temporária contra as duas. 

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Nedilane Virgolino se apresentou na delegacia acompanhada do advogado nessa segunda. “Nedilane é a mulher que aparece no vídeo cortando o cabelo com a faca. A suspeita resolveu se apresentar após a prisão da cúmplice, conhecida por Cleide Morena, há uma semana, no conjunto Mangabeira, na Capital”, disse o delegado Ademir Fernandes, responsável pelas investigações. 

Além das agressões consideradas como tortura, o inquérito policial investiga um possível envolvimento no caso de presidiários e adolescentes, suspeitos de participarem de um grupo criminoso na cidade. Nedilane foi ouvida e encaminhada para o Presídio Feminino Júlia Maranhão, onde vai aguardar junto com a outra suspeita do crime pela sentença da Justiça.

 

portalcorreio

Assaltantes amordaçam família e cortam cabelo de idosa na Paraíba

plantão policialCerca de cinco homens invadiram uma residência, amordaçaram e agrediram os moradores do local na quarta-feira (27), em São Sebastião de Lagoa de Roça, Agreste paraibano. De acordo com a Polícia Militar, dois integrantes da família tiveram que ser socorridas e levadas para o hospital por causa das lesões, uma delas uma idosa de 63 anos, que teve seu cabelo cortado pelos criminosos.

Ainda segundo a Polícia Militar, os assaltantes roubaram uma motossera, várias galinhas, alimentos e R$ 500 em espécie. Após o crime eles fugiram. A PM realizou rondas na região, mas até as 6h50 desta quinta-feira os criminosos não foram localizados.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

A ocorrência foi registrada por volta das 0h. A PM não soube precisar quantas pessoas estavam no local e foram rendidas, mas informou que todos foram agredidos. Uma das vítimas relatou à polícia que o grupo chegou a residência em cinco motocicletas e quebraram a porta.

A idosa e um homem que estavam na casa foram socorridas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levadas para o Hospital Regional de Trauma de Campina Grande. O G1 entrou em contato com a unidade de saúde nesta quinta-feira, mas até as 7h não foram divulgadas as condições das vítimas.

 

G1

PM registra novo caso de moradora com cabelo cortado em casa invadida

mulher-cabeloA Polícia Militar registrou na quarta-feira (5) na cidade de Caturité, no Cariri paraibano, outro caso de invasão a residência em que um dos assaltantes cortou o cabelo da moradora. Na segunda-feira (3), um caso semelhante foi registrado em Campina Grande, na mesma região. Nas duas situações, a polícia esteve no local e realizou buscas, mas ninguém foi preso.

Segundo a PM, o caso mais recente aconteceu por volta das 18h45 da quarta-feira. A mulher estava em casa quando dois homens encapuzados chegaram em uma moto e invadiram a residência. A vítima contou aos policiais que eles anunciaram o assalto, pegaram uma quantia não divulgada de dinheiro e, antes de fugir, cortaram os cabelos dela com uma faca.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Na segunda-feira, no bairro do Presidente Médici, em Campina Grandex, dois homens renderam uma mulher quando ela entrava em casa. A vítima contou, em entrevista à TV Paraíba, que eles pediram celular e dinheiro, mas como ela não tinha na bolsa, eles a obrigaram a abrir a porta da casa. A mulher disse que tentou fugir mas um deles a pegou pelo cabelo e cortou com uma tesoura, como forma de intimidá-la. Dentro da casa, o homem trancou a moradora em um dos quartos, revistou a residência e fugiu com cerca de R$ 10 mil.

 

G1

Grupo agride e corta cabelo de jovens após suposta traição no litoral de SP

Um vídeo divulgado nas redes sociais mostra duas jovens sendo agredidas e torturadas por um grupo de mulheres na Praia Grande, litoral de São Paulo. O crime teria sido motivado por uma suposta traição.

Assista ao vídeo:

Na gravação é possível ver um grupo agredindo tanto verbal quanto fisicamente duas jovens. Um delas é acusada de ter um relacionamento com o namorado de uma das agressoras. Já a outra jovem agredida é acusada de acobertar a situação.

Entre tapas e socos, as jovens têm o cabelo cortado. No fim do vídeo, uma das jovens é obrigada a agredir a outra vítima, que alegando estar grávida pede a interrupção dos socos. O caso será investigado pela Polícia Civil.

 

iG

Professora agride e raspa cabelo da filha de 15 anos achada embriagada

jovemUma professora da rede pública do Distrito Federal foi detida por suspeita de espancar e raspar o cabelo da filha de 15 anos após encontrar a adolescente embriagada na casa de amigos em Formosa (GO). A mulher, que dá aulas em uma escola de Planaltina, vai responder por maus-tratos, informou a Polícia Civil. Ao delegado que registrou a ocorrência, a mulher admitiu ter agredido a menina e disse que “queria corrigir a própria filha”.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Ao G1, a mãe da adolescente, que não quis se identificar, disse que agiu sem pensar. “Encontrei ela bêbada com dois rapazes. Uma menina de 15 anos! Na hora, isso é um choque para uma mãe. Nada do que eu fiz foi pensado, não fiz de maldade. Estou em tratamento psicológico”, disse.

De acordo com a ocorrência registrada na delegacia, a menina saiu de casa na companhia de dois amigos na noite do dia 7 dizendo à mãe que iria comer pizza. Na manhã seguinte, a mãe foi à casa de um dos jovens buscar a adolescente, que deveria ter ido para a escola, e a encontrou bêbada.

A criança estava com um hematoma, então o procedimento é levar na delegacia para o delegado dar encaminhamento para ir para o IML, para fazer o exame de corpo de delito. Depois fomos até a residência da adolescente, pegamos as roupas dela e coloquei no carro junto com o pai, e foram embora para Brasília” Maria Sarafim, conselheira tutelar

Segundo um amigo da família que não quis se identificar, a menina não conseguia sequer se levantar. “Ela estava muito bêbada de vodca, não conseguia nem andar direito. A mãe pegou ela imediatamente e levou para um cabeleireiro de homem e raspou a cabeça dela. Ela tinha o cabelo loiro, comprido, nas costas”, diz. “Depois ela levou [a filha] para dentro de casa, deu chute, soco, a cara dela ficou muito machucada.”

Segundo o parente, a mãe tirou uma foto da filha já com o cabelo raspado e enviou para o grupo da família no WhastApp. Depois, obrigou a menina a ir para a escola com hematomas no rosto, com a cabeça raspada e ainda embriagada. “Ela chegou na escola dizendo que a filha estava daquele jeito porque havia bebido e não ia ser vagabunda. Ela ficava gritando ‘não vai ser vagabunda”, conta.

Diante da situação, professores e diretores da escola acionaram o Conselho Tutelar da região. Segundo a conselheira Maria Sarafim Rocha, que atendeu o caso, a primeira providência depois de ouvir os professores foi procurar a mãe. “Quando chegamos à escola, o fato em si já tinha acontecido, só estavam os professores em reunião. Como era eu que estava no conselho no dia, pedi tempo, porque o conselho tem que ver os fatos. Não pode ir assim, de boato”, disse.

“A criança estava com um hematoma, então o procedimento é levar na delegacia para o delegado dar encaminhamento para ir para o IML, para fazer o exame de corpo de delito. Depois fomos até a residência da adolescente, pegamos as roupas dela e coloquei no carro junto com o pai, e foram embora para Brasília”, disse.

Segundo a Polícia Civil, o exame de corpo de delito apontou que a menina não sofreu nenhum tipo de abuso na companhia dos dois amigos.

“O Conselho Tutelar protege a criança. Ela estava com um hematoma, ela estava machucada. Se estava machucada, o conselho tem que ir, porque o nosso papel é defender o direito da criança”, disse.

Segundo o familiar, a mãe sempre foi conhecida por seu temperamento difícil. “Ela sempre foi bem estourada, até os alunos dela sempre dizem isso”, diz. “Ela [adolescente] está em estado de choque pelo constrangimento que passou. Ela está bem brava, bem chateada. Ela sempre respeitou muito a mãe, e está muito abalada, só chora.”

 

G1