Arquivo da tag: busca

Vencer, vencer, vencer: Fla pega Católica em busca de triunfo e da vaga

O clima, sem dúvidas, será de decisão. O Maracanã estará lotado. E o que não falta é motivo para isso realmente acontecer. O Flamengo entra em campo nesta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), podendo garantir uma vaga nas oitavas de final da Libertadores se vencer a Universidad Católica. Ao mesmo tempo, uma derrota pode complicar a situação do Rubro-Negro na competição. Por isso, a quinta rodada da fase de grupos tem mais cara de final.

Com seis pontos ganhos, o Flamengo é o vice-líder do Grupo 4 da Libertadores, atrás apenas do Atlético-PR, que tem sete. A Católica, com cinco, e o San Lorenzo, com quatro, completam a chave. Veja o que o Rubro-Negro precisa, então, para ir ao mata-mata já nesta quarta-feira:

– Vencer a Universidad Católica por qualquer placar;
– Torcer para o San Lorenzo empatar ou perder o jogo contra o Atlético-PR.

Guerrero é esperança de gols do Flamengo contra a Católica e será titular (Foto: André Durão)

Guerrero é esperança de gols do Flamengo contra a Católica e será titular (Foto: André Durão)

Caso isso aconteça, o Flamengo chega a nove pontos. O Atlético-PR, se vencer, mantém a ponta e elimina o San Lorenzo. Se os paranaenses empatarem, chegam a oito pontos e caem para a segunda posição. Os argentinos, de qualquer forma, a uma partida do fim da fase de grupos, não teriam mais condições de alcançar o segundo colocado da chave. Porém, em caso de empate em Curitiba, a Católica continuaria com chances porque encara o Furacão, em casa, tendo que tirar a diferença do saldo de gols.

Se perder, porém, o Flamengo se complica. Isso porque a Universidad Católica chegaria a oito pontos, tirando o Rubro-Negro da vice-liderança e da zona de classificação para o mata-mata a uma rodada do fim. Na partida seguinte, o time comandado pelo técnico Zé Ricardo precisaria, então, vencer o San Lorenzo fora de casa e torcer por um tropeço dos chilenos. Missão complicada.

O jogo decisivo desta quarta-feira, inclusive, tem outro ingrediente que aumenta sua importância: antecede a final do Campeonato Carioca. No domingo, o Flamengo encara o Fluminense, às 16h (de Brasília), no Maracanã. Como venceu por 1 a 0 o primeiro jogo, no domingo passado, o Rubro-Negro pode até empatar para ser campeão estadual. A classificação na Libertadores é certeza de um time cheio de moral e com apoio maciço de sua torcida no próximo dia 7 diante do Tricolor.

Flamengo x Universidad Católica

Local: Maracanã, Rio de Janeiro;
Data e horário: quarta-feira, às 21h45 (horário de Brasília);
Escalação provável: Alex Muralha; Pará, Réver, Rafael Vaz e Trauco; Márcio Araújo, Willian Arão, Mancuello e Gabriel (Renê); Everton e Guerrero;
Desfalques: Berrío (suspenso), Diego (lesão no joelho), Donatti (lesão na panturrilha esquerda) e Romulo (lesão no joelho direito);
Arbitragem: Victor Carrillo apita, auxiliado por Raul Lopez Cruz e Victor Raez. O trio é argentino;
Transmissão: TV Globo para RJ, RS, SC, PR, MG (menos Juiz de Fora, Uberlândia, Uberaba e Ituiutaba), ES, GO, TO, MS, MT, SE, AL, PB, RN, PI, MA, PA, AM, RO, AC, RR, AP e DF (com Luis Roberto, Junior e Leonardo Gaciba).

GE

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

 

Em busca da vitória, Belo enfrenta o Serrano para se reabilitar da derrota contra o América

paraibanoCinco jogos dão sequência nesta domingo (29)  a sexta rodada do Campeonato Paraibano de Futebol. O Botafogo vai a Campina Grande  enfrentar o Serrano, no estádio Amigão. O jogo é às 16 h.

O Belo está disposto a mostrar que a derrota de 3 X 1 para o  América de Natal na estreia na Copa do Nordeste ficou para trás e vai tentar se manter na liderança,  mas se perder, o Serrano assume a ponta do paraibano .

Em João pessoa, Internacional e  Campinense se enfrentam no Almeidão. Também na capital o CSP x Atlético, no Tomazão, na Capital. Os dois jogos são às 16h.

A rodada deste domingo de futebol será encerrada com os embates  entre Sousa x Auto Esporte, no Marizão, em Sousa; e Paraíba x Treze, no Perpetão, em Cajazeiras. Os dois jogos começam às 17h.

clickpb

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

 

Polícia Federal deflagra operação e cumpre oito mandados de busca e apreensão por pedofilia na PB

policia federalA Polícia Federal deflagrou na manhã desta sexta-feira (07), nas cidades de Campina Grande e Alagoa Grande, ambas no interior do Estado, uma operação de combate à pedofilia.

A ação cumpre ordens judiciais emitidos pelos Juízos Federais das 4ª e 6ª Varas Federais em Campina Grande/PB, em virtude de trabalho conjunto do MPF e Polícia Federal. Ao todo foram expedidos oito mandados de busca e apreensão e oito mandados de condução coercitiva.

A operação conta com a participação de cerda de 40 agentes da PF estão participando da ação.

Mais informações em instantes

MaisPB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Inter pressiona, perde pênalti no final e busca empate contra o São Paulo

interA fase do Internacional parecia não dar sinais de melhora. No Beira-Rio, os colorados conseguiram ir buscar um empate diante do São Paulo, depois de sofrerem gol de pênalti e lutarem contra uma retranca são-paulina. O Inter finalizou 25 vezes, contra apenas quatro dos paulistas – bem postada, a defesa são-paulina contou com boa atuação de Denis. Os gaúchos tiveram chance de virar o jogo quando também tiveram pênalti a seu favor. Batida por Valdivia aos 45 da segunda etapa, a bola foi para fora.

O empate marca a 13ª partida consecutiva sem vitória, o maior jejum da história do Internacional. É também a segunda partida sobre o comando de Celso Roth, terceiro comandante no Brasileirão, e que estreou perdendo para a Chapecoense. Com 23 pontos, o clube gaúcho corre risco de terminar a rodada na zona do rebaixamento.

Quem foi bem: Denis, São Paulo
O goleiro São Paulo apareceu em lances cruciais, com três grandes defesas consecutivas: Ariel bateu forte, de dentro da área, o goleiro espalmou; na sequência, cruzamento da esquerda, Paulão ficou cara a cara, outra defesa de Denis. Novo cruzamento e Eduardo Sasha mergulhou de cabeça, mas o são-paulino ainda apareceu outra vez. Boa atuação que evitou a vitória do Internacional.

Quem foi mal: Eduardo Sasha (Inter) e Buffarini (São Paulo)
O Inter teve mais posse de bola e finalizou mais de 20 vezes ao gol são-paulino, sem sucesso. Parte disso se deve à fraca atuação de seu ataque. Nico López pouco fez durante a primeira etapa, e foi sacado no intervalo. Eduardo Sasha tentou e se movimentou, mas desperdiçou chances importantes, e também acabou substituído. O São Paulo, por sua vez, quase levou a virada no final, em dois lances com participação direta de Buffarini: no primeiro, não saiu do chão e viu a bola passar para o gol de Ernando. No segundo, fez pênalti em Eduardo, mas, para sua sorte, Valdivia desperdiçou.

Sob nova direção
Tanto São Paulo como Internacional vivem momentos de começo de trabalho com novos treinadores. Os paulistas tiveram a estreia de Ricardo Gomes, mas o time ainda mostra muito do DNA de Edgardo Bauza: postura forte na defesa, ataque tímido, mas aproveitando as poucas oportunidades que cria – faltou entretanto, volume de jogo e iniciativa. Celso Roth fez sua segunda partida pelo Inter: seu time buscou o ataque, teve a bola, mas desperdiçou dezenas de finalizações – poderia ter vencido.

Estreantes melhoram o Inter. Mas não o suficiente
Dois estreantes em campo melhoraram o rendimento do Internacional. Ceará, pela direita, conseguiu vitória pessoal e bons cruzamentos. Foi com ele a principal jogada ensaiada do Colorado: a cobrança de lateral na área. Assim, ao menos cinco lances tentaram levar perigo ao gol de Dênis. Eduardo Henrique, por sua vez, errou alguns passes, mas teve rendimento melhor do que Fernando Bob no meio-campo do time vermelho.

São Paulo “desdentado”, Inter não aproveita
O ataque do São Paulo começou a partida totalmente ineficiente: a bola não parava no pé dos homens de frente, e nenhuma jogada trabalhada aparecia. O time comandado por Ricardo Gomes só foi finalizar pela primeira vez aos 31 minutos – até então, o Inter já havia chutado sete bolas, mas sem precisão. A melhor chance foi aos 15 minutos, e terminou na boa defesa de Dênis.

Vacilo deu a vantagem aos visitantes
Se o Internacional era melhor, a primeira descida na área colorada rendeu frutos ao São Paulo: dentro da área, Paulão deslizou no carrinho e derrubou Hudson – Cueva bateu e colocou os paulistas na frente. Depois do gol, nos minutos finais da primeira etapa, o Inter tentou retomar o controle do jogo, e teve uma chance com Valdivia e Paulão, em bate-rebate, mas a bola foi para fora.

Metralhadora colorada, milagres são paulinos
A volta para o segundo tempo teve uma sequência de grandes oportunidades para o Internacional, em lances consecutivos: Ariel, de pé esquerdo; Paulão, de pé direito; Sasha de cabeça. As finalizações, todas de dentro da área, pararam em Denis, que fez grandes defesas. O quarto chute desviou em Lyanco, e ainda bateu na trave antes de sair.

Empate e quase virada
No finalzinho, a pressão colorada deu resultado: Ernando empatou aos 39 minutos. Aos 45, Buffarini cometeu pênalti e deu ao Inter a chance de ouro de sair com a virada e os três pontos: Valdivia correu para a cobrança e bateu forte, mas para fora. Final eletrizante, 1 a 1 no placar.

FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL x SÃO PAULO

Local: Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Data: 21 de agosto de 2016 (domingo)
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Gilberto Rodrigues Junior (Fifa-PE)
Assistentes: Clovis Amaral da Silva e Cleberson do Nascimento Leite (ambos de PE)
Gols: Cueva, 36’/1º (0-1); Ernando, 39’º/2ºT (1-1)

INTERNACIONAL: Danilo Fernandes; Ceará (Andrigo), Paulão, Ernando e Artur; Fabinho, Eduardo Henrique, Seijas e Valdívia; Eduardo Sasha (Willian) e Nico López (Ariel).
Técnico: Celso Roth.

SÃO PAULO: Denis; Buffarini, Maicon, Lyanco e Mena; João Schmidt; Kelvin (Wesley), Hudson (Carlinhos), Michel Bastos (Gilberto) e Cueva; Chavez
Técnico: Ricardo Gomes.

Uol

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

De tirar o fôlego: Robson derrota rival cubano e vai em busca de ouro inédito

A missão deste domingo foi cumprida. Robson Conceição queria presentear a si mesmo pelo Dia dos Pais “mudando a cor da medalha”, como ele mesmo disse após garantir o bronze com a vitória nas quartas de final. Pai de Sophia, que completa dois anos no dia 19, ele também prometeu a medalha de ouro para ela. Desta vez, na semifinal, teve seu grande rival, Lazaro Alvarez, de Cuba, no caminho. Fácil, é claro, não seria, afinal, o adversário era um tricampeão mundial, medalhista de bronze em Londres 2012 e primeiro colocado no ranking da AIBA (Associação Internacional de Boxe Amador). Entretanto, o baiano, vice-líder da categoria peso-leve (até 60kg) conseguiu o triunfo por decisão unânime, com 3 a 0 (29-28, 29-28 e 30-27) e está na grande decisão do ouro, que será disputada na próxima terça-feira, às 19h15.

Boxeador Robson Conceição comemora vitória sobre Jorge Alvarez (Foto: Peter Cziborra / Reuters)Robson Conceição comemora a vitória sobre Jorge Alvarez: rumo ao ouro (Foto: Peter Cziborra / Reuters)

 

Na zona mista minutos depois do triunfo, Robson comentou a respeito do fim de luta emocionante, quando ele foi para a trocação franca com o adversário e minimizou o corte sofrido no supercílio. Ele garante que isso não será problema para a final e promete foco nos próximos dias para poder subir ao topo do pódio.

– Os meus técnicos falaram para que eu não entrasse na curta distância com ele, porém, senti que estava bem, no gás. Ele veio para cima, comecei a trocar também e acho que levei ligeira vantagem. Estou preparado para quem vier. Treinei bastante, esse corte não vai fazer diferença. É botar gelo e ver se posso tomar alguma medicação. Vou me concentrar, manter os pés no chão e ficar pronto para buscar a medalha de ouro – disse.

Na final, Robson pega o vencedor de Otgondalai Dorjnyambuu (Mongólia) x Sofiane Oumiha (França) – embate que acontece neste domingo, 18h30. A torcida brasileira pode ficar otimista, ao menos no que depender de Robson, pois antes do duelo contra Alvarez, ele acreditava que o confronto seria a final antecipada.

Caso vença a decisão, Robson alcançará o maior resultado da história do boxe brasileiro em Olimpíadas. O país não tem nenhuma medalha de ouro na modalidade. Nos Jogos de 2012, em Londres, Esquiva Falcão bateu na trave e ficou com a prata. Na mesma edição, a nobre arte do país faturou dois bronzes, com Adriana Araújo e Yamaguchi Falcão. A dupla se juntou a Servílio de Oliveira, o primeiro atleta canarinho a conquistar uma medalha na modalidade, em 1968, na Cidade do México.

A LUTA

Robson entrou no ringue demonstrando serenidade. Jogando nos contra-ataques, ele evitava com maestria os golpes de Alvarez e entrava no tempo certo. Em desvantagem na primeira metade do round, o cubano foi para cima de forma acelerada e os dois trocaram golpes francos na curta distância. O brasileiro movimentava bem a cabeça para se defender e chegava a ficar de guarda baixa para atrair Alvarez e contra-golpear. No fim do round, ambos levantaram o braço após muito equilíbrio.

Robson caminhou mais para a frente no início do segundo assalto, procurando mais a luta e chegou a enquadrar o cubano, que devolveu da mesma forma. Ambos clincharam para conter o momento. O brasileiro levantava a torcida a cada golpe certeiro que desferia, mas o perigoso Alvarez também respondia de forma efetiva. Nos 20 segundos finais, Robson cresceu e acertou duas combinações.

Robson manteve a postura mais agressiva no início e combinou bem para jab e direto, mas Alvarez foi contundente e, na primeira investida, quase levou o brasileiro a knockdown. O cubano ganhou confiança e buscou a trocação franca, mas Robson respondeu com uma boa esquerda. O brasileiro precisou usar o clinche diversas vezes e, na saída de um deles, encaixou bom cruzado de esquerda – mas Alvarez abriu um corte no rosto de Robson, que precisou receber atendimento médico. Nos 35 segundos finais, Robson arriscou tudo e trabalhou muitos ganchos na linha de cintura, terminando melhor a luta.

Robson Conceição com sangramento ao fim da luta contra o cubano Jorge Alvarez (Foto: Danilo Verpa/ Folha de S.Paulo/ NOPP)Robson apresenta sangramento ao fim da luta contra o cubano (Foto: Danilo Verpa/ Folha de S.Paulo/ NOPP)
globoesporte

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Corinthians testa ataque e busca placar raro em retorno ao Pacaembu

Daniel Vorley/AGIF
Daniel Vorley/AGIF

No retorno ao Estádio do Pacaembu mais de dois anos depois, o Corinthians precisa de algo que quase não consegue fazer neste Campeonato Brasileiro para voltar à liderança: vencer por três gols de diferença. O desafio está marcado para 21h desta segunda-feira (8), contra o Cruzeiro. Uma vitória por um placar inferior mantém o arquirrival Palmeiras na ponta.

O jogo é mais um teste para o desafio colocado por Cristóvão Borges para a sua equipe: melhorar o ataque. No Nacional, o time conseguiu o placar elástico em apenas duas ocasiões. Na 3ª rodada, contra a Ponte Preta, em um 3 a 0, e na 13ª rodada, contra Flamengo, em um 4 a 0.

O comandante sabe desta deficiência para a sua equipe e já falou mais de uma vez em suas entrevistas que tem como desafio aumentar o poder de fogo de seus atacantes. Para isso, fez substituições, trocou esquema tático, deu bronca e palavras de incentivo.

Por enquanto, não adiantou. Com 27 gols, a equipe é a 5ª colocada entre os ataques que mais balançam as redes adversárias.

Para o jogo contra o Cruzeiro, ele ainda carrega a dúvida sobre a escalação de Marquinhos Gabriel. O jogador tem uma lesão nas costas e saberá na última hora se vai poder entrar em campo. Caso não possa, será substituído por Guilherme.

Fora de campo, a torcida espera que o ambiente do Pacaembu volte a colaborar com a equipe paulista. Sem jogar no estádio municipal desde 2014, o Corinthians pode dizer que se adaptou à Itaquera, com mais de 80% de aproveitamento.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS x CRUZEIRO
Motivo: 19ª rodada, Brasileirão 2016
Data/Hora: 08/08/2016, às 21h
Local: Pacaembu, em São Paulo (SP)

Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (PA)
Assistentes: Marcio Gleidson Correia Dias (PA) e Helcio Araujo Neves (PA)

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Yago, Balbuena e Uendel; Bruno Henrique, Elias, Guilherme e Giovanni Augusto (Marquinhos Gabriel); Romero e André. Técnico:Cristóvão Borges.

CRUZEIRO: Elisson; Lucas, Manoel, Bruno Rodrigo e Edimar; Henrique, Ariel Cabral, Robinho e Arrascaeta; Rafael Sobis e Ramón Ábila (Willian). Técnico:Mano Menezes.

Uol

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

PM faz busca no Conde e prende grupo do RN acusado de tráfico e assaltos

Créditos: Divulgação/Whatsapp
Créditos: Divulgação/Whatsapp

O conjunto habitacional Ademais Regis, no município do Conde, foi alvo de uma forte operação da Polícia Militar, que prendeu nesta quinta-feira (21), um grupo de pessoas oriundas do Rio Grande do Norte, acusadas de comandar o tráfico e assaltos em diversas cidades.

A Polícia apreendeu diversas armas em poder dos integrantes do grupo. Há meses, eles vêm sendo procurados por policiais da Paraíba e Rio Grande do Norte. Na ação foram presas quatro pessoas, quatro pistolas apreendidas, dois revólveres e um carro que teria sido roubado. Os presos são: Leleu do SRN, Rafael da Burra SRN, Douglas STR e Barata.

Eles são do Rio Grande do Norte mas ultimamente alugaram uma casa no Conde, de onde agiam e sao acusados de comandar assaltos em outras cidades. A Operação do GOE/PCPB teve o apoio da DEICOR na praia de Jacumã, município do Conde.

De acordo com a Polícia, a associação criminosa é envolvida com explosões a terminais de auto atendimento bancário. Na última terça-feira (19), o GOE apreendeu diversos artefatos explosivos, espingarda 12, rifle e 44 municões, em uma casa em Baia da Traição.

Assessoria

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Busca do consumidor por crédito cai quase 9% no 1º semestre

consumidorA busca do consumidor por crédito acumula queda de 8,9% no primeiro semestre do ano, na comparação com o mesmo período de 2015, segundo pesquisa da Boa Vista SCPC. Em 12 meses, a demanda recuou 5,1% e na avaliação anual, a retração foi de 8,2%. Frente a maio de 2016, a baixa foi um pouco menor, de 3%.

Na análise dos segmentos que integram o cálculo do indicador, a busca de crédito nas instituições financeiras caiu 15,2% e no segmento não-financeiro, teve retração de 5,1%.

De acordo com o estudo, apesar de haver sinais de melhoria de expectativas para a economia, o cenário ainda é de muita incerteza para o consumidor. “Fatores como altas taxas de juros, rendimentos reais negativos e desemprego elevado são apenas algumas das variáveis condicionantes deste resultado, que gera como consequência um consumidor bastante cauteloso.”

A expectativa da entidade é que a demanda por crédito continue em patamares negativos, revertendo o cenário somente a partir de 2017.

G1

 

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Com atraso de repasses do Estado, AACD busca parceria para manter serviço em CG

AACDAACDSediada em São Paulo, a assessoria de comunicação da Associação de Assistência à Criança Deficiente (AACD) informou, no fim tarde desta terça-feira (3), ao Portal MaisPB, a existência de atrasos no repasse de recursos do Governo do Estado da Paraíba no convênio informado com a instituição em Campina Grande. A assessoria não informou, mas, conforme apuramos, o atraso já soma seis meses.

De acordo com a AACD, o atraso dos recursos levaram a instituição a buscar um novo modelo de parceria para continuar mantendo atendimento cerca de 600 pacientes portadores de necessidades especiais de Campina Grande e cidades do Interior.

O modelo  anterior de  direcionamento de recursos estabelece que a Prefeitura Municipal de Campina Grande e o Governo da Paraíba deveriam subvencionar a AACD em R$ 148 mil, sendo que casa uma das gestões arcaria com 50% do valor.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Em contato com o Portal MaisPB, na noite de hoje, o secretário de Comunicação de Campina Grande, Marcos Alfredo, informou que em reunião com o prefeito Romero Rodrigues (PSDB) a AACD garantiu a continuidade dos serviços. A PMCG também pretende assumir a estrutura da AACD a partir do dia 15 de maio.

Em nota à redação do Portal MaisPB,  a assessoria da AACD também confirmou a manutenção do funcionamento da instituição e das negociações com a PMCG. Confira:

Nota AACD

A AACD, Instituição privada, sem fins lucrativos e que tem a missão de promover a prevenção, habilitação e reabilitação de pessoas, crianças a adultos, com deficiência física, informa que a unidade de Campina Grande segue operando normalmente.

A instituição e a Prefeitura de Campina Grande negociam uma solução para garantir a manutenção dos tratamentos. As conversas seguem adiantadas e a expectativa é que a transição para um novo modelo, inédito no Brasil, deva ser consolidado em breve, sem interrupção nos atendimentos.

Roberto Targino – MaisPB

Eduardo Cunha é alvo de operação de busca da Polícia Federal na Câmara

eduardo-cunhaO Supremo Tribunal Federal (STF) autorizou a apreensão de registros do sistema de informática da Câmara dos Deputados. O alvo da operação foi o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), investigado no STF por suspeita de envolvimento com corrupção na Petrobras. A ação foi feita com discrição, na manhã desta terça-feira, numa diligência que tramita em sigilo no Supremo.

O ministro do STF Teori Zavascki, relator da Operação Lava-Jato no Supremo, concordou com o pedido de diligência feito pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, com objetivo de reunir novos indícios contra Cunha. Entre as acusações que pesam contra o presidente da Câmara, está a apresentação de requerimentos de informação em 2011 para, supostamente, pressionar empresas que não estavam mais pagando propina. O envolvimento de Cunha, por meio desses requerimentos, foi narrado na delação premiada do doleiro Alberto Youssef.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Fontes com acesso às investigações ouvidas pelo GLOBO avaliam que a operação foi “proveitosa”, com material importante recolhido na Câmara. Os policiais federais foram acompanhados por integrantes da Polícia Legislativa, praxe nesses casos.

A operação foi feita em sigilo e sem alarde e não mereceu qualquer menção por parte de Cunha na Câmara, ao longo de todo o dia. Na diligência, foram copiados todos os registros do sistema de informática da Câmara que armazenam informações sobre autoria de projetos e requerimentos.

Nesses registros, há a confirmação de que teriam passado pelo gabinete de Cunha os dois requerimentos usados para pressionar Toyo e Mitsui, empresas com contratos com a Petrobras. Cunha é investigado no STF por suspeita de envolvimento no esquema de propina apurado na Lava-Jato. O inquérito envolvendo Cunha apura os crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

JANOT RECUSA ARQUIVAMENTO

Em parecer enviado ao STF, Janot recusou pedido de arquivamento do inquérito que apura o envolvimento de Cunha no esquema alvo da LavaJato. Janot sustentou que são despropositados os argumentos da defesa de Cunha no episódio dos requerimentos sobre as empresas Mitsui e Toyo.

Procurado, Cunha disse por mensagem que não poderia comentar porque não tomou conhecimento da diligência. E recomendou que fosse procurado seu advogado, o ex-procurador Antonio Fernando de Souza. O advogado confirmou a ação, mas minimizou sua importância.

— Isso não tem a menor relevância no contexto do inquérito e não altera nenhum quadro. Eles queriam as informações de informática e foram dadas. Houve uma precipitação do Ministério Público porque, se eles tivessem pedido, seria entregue porque não há nada a esconder — alegou Souza.

Na manhã desta terça-feira, Cunha disse não ter dúvida de que Janot transformou a investigação de seu suposto envolvimento no esquema de corrupção na Petrobras em “querela pessoal”.

 

O Globo