Arquivo da tag: Botijão

Botijão de gás explode e provoca incêndio em prédio na cidade de Santa Luzia

Uma explosão causada pelo vazamento de um botijão de gás, por pouco não causou uma tragédia com vítimas na cidade de Santa Luzia no Sertão da Paraíba. Ainda assim o vazamento provocou um incêndio no prédio.

O fogo foi registrado às 20h30m desse sábado (04), mas não há informações de feridos. Segundo a Polícia Militar, houve uma explosão após o vazamento e as chamas tomaram conta do prédio.

O Corpo de Bombeiros foi acionado para conter as chamas.

pbagora

 

 

Duas mulheres ficam feridas após explosão durante troca de botijão de gás, no Centro de João Pessoa

Duas mulheres ficaram feridas após uma explosão em um estabelecimento comercial no Centro de João Pessoa, nesta terça-feira (19). As vítimas foram socorridas pelo Corpo de Bombeiros e levadas para o Hospital de Emergência e Trauma da capital.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, as duas mulheres estavam realizando uma troca de botijão de gás. Ao ligar o fogão com o novo botijão instalado, houve a explosão.

Os bombeiros realizaram os primeiros atendimentos e informaram que o estabelecimento não chegou a pegar fogo, porém houve um princípio de incêndio que ocasionou queimaduras nas vítimas.

As mulheres foram levadas ao Hospital de Emergência e Trauma, uma com queimaduras no rosto e pescoço e outra com ferimentos no braço. Uma das vítimas recebeu alta no início da tarde desta terça-feira, e a outra segue internada em estado estável.

G1

 

Mulher morre após explosão de botijão de gás, em Campina Grande

Uma mulher morreu nesta segunda-feira (8) após a explosão de um botijão de gás na última quinta-feira (4), por volta das 11h30, na BR-230, em Campina Grande. A vítima, de 39 anos, estava na cozinha de um restaurante onde trabalhava quando o botijão explodiu. Ela teve 70% do corpo queimado.

A mulher ainda chegou a ser socorrida e encaminhada para o Hospital de Trauma de Campina Grande, mas ainda na noite desta segunda-feira (8) não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade de saúde.

O caso foi denunciado na noite da segunda e registrado na Central de Polícia Civil da cidade, que vai investigar a morte.

G1

 

Gás de cozinha vai ser reajustado em 8,9% e preço do botijão pode chegar a R$ 70 na Paraíba

O gás de cozinha vai sofrer um reajuste de 8,9% em média. O aumento, que foi anunciado nesta segunda-feira (4) pela Petrobrás, e começa a valer já nesta terça-feira (5).

O aumento, que pode e elevar o preço do botijão de 13 kg na Paraíba para R$ 70, foi provocado pela alta das cotações do produto nos mercados internacionais.

O último aumento no preço do gás de cozinha foi no dia 5 de novembro.

Em sua página na Internet, a Petrobras informa que o ‘gás liquefeito de petróleo envasado em botijões de até 13 kg e de uso residencial (GLP-P13) comercializado às distribuidoras tem o preço de venda às distribuidoras formado pela média mensal das cotações do butano e do propano no mercado europeu (“Butane NWE CIF ARA”e “Propane NWE CIF ARA”) convertida em reais pela média diária das cotações de venda do dólar, conforme divulgada pelo Banco Central, acrescida de uma margem de 5%. Os ajustes de preços do GLP-13 ocorrem mensalmente’.

clickpb

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Preço do botijão de gás de cozinha sobe 12,9% a partir desta quarta-feira

A Petrobras anunciou nesta terça-feira (10) o reajuste de 12,9% do gás de cozinha, que começa a valer a partir da 0h desta quarta-feira (11). Este é o primeiro aumento de outubro, depois de dois reajustes feitos em setembro. O último reajuste ocorreu em 26 de setembro deste ano.

O percentual de reajuste foi calculado de acordo com a política de preços divulgada em 7 de junho deste ano e reflete, principalmente, a variação das cotações do produto no mercado internacional.

Como a lei brasileira garante liberdade de preços no mercado de combustíveis e derivados, as revisões feitas nas refinarias podem ou não se refletir no preço final ao consumidor. Isso dependerá de repasses feitos especialmente por distribuidoras e revendedores.

O ajuste anunciado foi aplicado sobre os preços praticados sem incidência de tributos. Se for integralmente repassado aos preços ao consumidor, a companhia estima que o preço do botijão de GLP P-13 pode ser reajustado, em média, em 5,1% ou cerca de R$ 3,09 por botijão, isso se forem mantidas as margens de distribuição e de revenda e as alíquotas de tributos.

Segundo a Petrobras, a alteração atual não se aplica ao GLP destinado a uso industrial/comercial.

portalcorreio

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Preço do botijão de gás deve subir, diz presidente da Petrobras

gásO presidente da Petrobras, Pedro Parente, admitiu nesta terça-feira (1º) que a redução de subsídios ao GLP, o gás de cozinha, pode aumentar o preço do botijão para o consumidor. Ele considerou, no entanto, que o impacto deve ser “pequeno”.

“O impacto que a gente calcula que possa ter é de 50 centavos, em alguns lugares até menos que isso”, disse Parente, enfatizando a expectativa de que o eventual reajuste no preço “seja contido nessa dimensão”.

Parente destacou ainda que a Petrobras não alterou o valor do GLP. “O que está sendo feito é uma mudança realizada na logística. Não houve reajuste do GLP, a tabela [de preços] é exatamente a mesma”.

O presidente da Petrobras explicou que o objetivo da companhia foi eliminar os subsídios cruzados no âmbito da logística do gás, viabilizando novos investimentos na própria logística.

“O objetivo é que você possa ter em relação às empresas que compram o gás um preço justo pela infraestrutura da Petrobras que elas utilizam”, disse.

A Petrobras informou mais cedo que alterou os contratos de fornecimento de GLP. Segundo a estatal, alguns subsídios dados às distribuidoras foram reduzidos, o que poderá elevar o preço do botijão. Hoje, os preços são livres.

Por meio de nota, a Petrobras estimou que o impacto sobre os preços do botijão de 13 kg – referência para uso residencial – é de R$ 0,20 por unidade, na média do país. “Isso representa 0,36% no preço de um botijão que custe R$ 55, por exemplo. De acordo com cálculos internos, o impacto máximo, desconsiderando a média nacional, não ultrapassará R$ 0,70 por botijão em nenhum ponto do país.”

Caberá às distribuidoras e revendedoras decidir se absorverão o possível aumento causado pelo fim dos incentivos ou se repassarão o custo aos consumidores, de acordo com a petroleira.

O Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Gás Liquefeito de Petróleo (Sindigás) informou por meio de nota que desconhece eventuais impactos nos custos das suas associadas ou mesmo em suas políticas de preços. Por isso, considera cedo e irresponsável falar em impacto no varejo, já que o preço do GLP é livre, não sujeito a tabelamentos, cabendo ao consumidor final pesquisar o melhor serviço e preço (veja a nota na íntegra ao final da reportagem).
Questionada sobre a medida se traduzir em um corte de despesas, a Petrobras disse que alterou os contratos de fornecimento para “melhor refletir custos de logística que tipicamente deveriam por elas ser cobertos, mas que eram suportados pela companhia”.
Reajuste de combustíveis
No mês passado, a Petrobras informou que reduziria o preço da gasolina e do diesel nas suas refinarias, pela primeira vez desde 2009. A companhia decidiu reduzir o preço do diesel em 2,7% e da gasolina em 3,2% na refinaria.

 

Segundo a petroleira, se a redução aplicada na refinaria fosse integralmente repassada ao consumidor final, na bomba dos postos, o diesel poderia cair 1,8%, ou R$ 0,05 por litro. Já a gasolina pode cair 1,4%, ou R$ 0,05 por litro.

Na semana passada, o preço médio do litro da gasolina no país caiu menos de um centavo, segundo levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), duas semanas após anúncio da Petrobras de redução de preços.

Na semana encerrada no dia 29 de outubro, o preço médio do combustível para o consumidor ficou em R$ 3,669 – queda de apenas R$ 0,002 em relação à semana terminada em 22 de outubro, quando o preço era de R$ 3,671.

Veja a nota do Sindigás:
“É fato que a Petrobras notificou as empresas distribuidoras de Gás LP, por meio do seu canal cliente, sobre novos preços que deverão ser praticados já no dia 1º de novembro de 2016. Assim, concebemos que a causa do possível aumento deve ter relação com os novos contratos da Petrobras.

 

Destacamos que o Sindigás desconhece os eventuais impactos desses novos contratos nos custos das suas associadas, ou mesmo em suas políticas de preços. Por essa razão, entendemos que é cedo e irresponsável afirmar que haja real impacto no varejo, lembrando que o preço do GLP é livre, não sujeito a tabelamentos, cabendo ao consumidor final pesquisar o melhor serviço, não necessariamente, somente, o melhor preço”.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Violência: Homem é assassinado com golpe de botijão de gás

Foto: Aguinaldo Mota

O corpo de um homem foi encontrado na noite dessa sexta-feira (4), dentro de um apartamento no bairro do Bessa em João Pessoa.

Carlos Antonio de Melo, 39 anos, foi assassinado com um golpe de botijão de gás na cabeça, dentro do quarto no apartamento 3 do condomínio Bruna Patrícia, que fica na Rua Emerson Gomes Bezerra, nº 101.

O crime ainda é um mistério para a Policia, porque apesar da vitima morar em um condomínio fechado, e com cercas elétricas, ninguém viu nada.

O veiculo da vitima estava estacionado na frente do condomínio, o que leva a policia acreditar que o assassino seja uma pessoa conhecida da vitima.

Carlos Antonio morava sozinho no apartamento, e segundo o perito Ademar Roberto, ele foi morto provavelmente no inicio da tarde.

O corpo foi encontrado no chão, enrolado a um lençol e o colchão por cima. O botijão usado para matar Carlos Antonio, estava ao lado do corpo.

ClickPB com Aguinaldo Mota

Botijão de gás explode em uma casa e deixa dois feridos no Sertão

Imagem ilustrativa

Uma explosão de botijão de gás em uma residência, nessa quarta-feira (19), deixou duas pessoas feridas na cidade de Catolé do Rocha, no Sertão paraibano.

De acordo com informações da policia, o impacto da explosão destruiu a casa e feriu João da Silva Neto, 46 anos, e Jeandro Francisco da Silvam, 32.

A equipe do Samu prestou socorro às vítimas, que foram conduzidas para a Unidade de Emergência do Hospital Regional Dr. Américo Maia de Vasconcelos, em Catolé do Rocha, e em razão da gravidade dos ferimentos foram transferidos de imediato para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande.

paraibaonline