Arquivo da tag: Botafogo-PB

BAND Nordeste anuncia transmissão de jogo decisivo do Botafogo-PB contra o Náutico

A BAND Nordeste transmitirá o jogo decisivo entre o Botafogo-PB e o Náutico que ocorrerá neste sábado, às 17h, no estádio Almeidão. A partida é válida pela Série C do Campeonato Brasileiro.

A fase de grupos está na reta final e o confronto é decisivo na trajetória do Belo. O clube pessoense e o Náutico estão brigando na parte de cima da tabela e toda vitória é essencial para garantir a vaga no mata-mata.

Além da Band, as emoções do jogo também estarão disponíveis no DAZN.

Portal WSCOM

 

 

Ruim para ambos: Botafogo-PB e ABC ficam no empate no Almeidão

Na tarde deste sábado, Botafogo-PB e ABC ficaram no empate pelo Grupo A da Série C. O resultado foi desastroso para a pretensão de ambas as equipes no torneio. Enquanto o Belo da Paraíba se complicou na luta pelo G4, o Elefante segue afundado no Z2. Os potiguares, aliás, podem voltar para a lanterna caso o Treze vença o Náutico.

TRUNCADO…

O primeiro tempo no Almeidão foi relativamente lento. Com marcações firmes e dificuldades na criação, as equipes protagonizaram um jogo truncado.

Por conta disso, as chances de marcar eram escassas. Apenas nos últimos minutos cada um criou a sua, sem sucesso.

De longe, Clayton testou Saulo e obrigou o arqueiro natalense a fazer grande defesa. A resposta dos visitantes veio ainda nos primeiros 45 minutos. Após boa jogada de Guilherme, a bola foi cruzada com perigo. Contudo, Joécio e Adalberto não conseguiram chegar a tempo.

TUDO IGUAL

O panorama mudou levemente na volta dos vestiários. Precisando vencer para tentar evitar um rebaixamento, o ABC adotou uma postura mais ofensiva. Deu certo. Após cruzamento de Dione, o estreante Lohan abriu o placar aos seis. O tento não acordou os mandantes e os potiguares seguiam mais próximos do segundo.

Apesar disso, valeu uma velha máxima do futebol: quem não faz, leva. Após perder uma chance cara a cara com Jefinho, o decacampeão potiguar acabou punido. Na base do abafa, o Xerife Paraibano se lançou ao ataque.

Pressionando e encurralando, acabou chegando ao empate. Aos 42 minutos, após bate-rebate na área, Nando, de joelho e meio sem jeito, empatou. O tento selou o placar final em 1 a 1, resultando em um empate ruim para ambos.

PRÓXIMOS JOGOS

Botafogo e ABC voltam a campo na próxima semana pela Série C. Na quinta-feira (25), o Belo visita o Imperatriz. Os times medem forças no Estádio Frei Epifânio, em Imperatriz, às 20h. Dois dias mais tarde, no sábado (27), o ABC recebe o Santa Cruz em casa. A partida ocorre às 17h e é vital para ambas as equipes na competição.

Futebol Interior

 

 

Botafogo-PB sofre gol no apagar das luzes e Santa Cruz evita derrota ao garantir empate

Santa Cruz e Botafogo-PB se encontraram pela terceira vez no ano, pela 12ª rodada da Série C, no Arruda, neste domingo. E mais uma vez, o Santa Cruz não conseguiu vencer em casa. Em jogo bastante prejudicado pela chuva que encharcou o gramado, os dois times lutaram muito, mas o 0 a 0 insistiu em continuar. Até que aos 44 minutos do segundo tempo, o Botafogo-PB encaixou contra-ataque para abrir o placar. Porém, para manter a tradição do confronto em 2019, já no apagar das luzes, o volante Charles cobrou falta com violência e estufou as redes de Saulo.

O empate foi muito ruim para a pretensão de ambos os times. A igualdade retirou a chance de ambos voltarem ao G4, fazendo com que times que estavam próximos como Confiança e Sampaio Corrêa abrissem vantagem. Além disso, em caso de vitória do Náutico, na segunda-feira, contra o líder Ferroviário-CE, as duas equipes perderam mais uma posição na tabela.

O Santa Cruz chega a três jogos sem vencer e irá se preparar para enfrentar o Sampaio Corrêa, concorrente direto pelo G4, fora de casa, na próxima quinta-feira, às 20h. Já o Botafogo-PB recebe o ABC, no sábado, às 17h, em João Pessoa.

O jogo

Com o gramado encharcado por causa do grande volume de chuva que caiu sobre o Recife durante o final de semana, o jogo no Arruda começou em ritmo lento. As duas equipes pareciam ter dificuldades em se adaptar ao piso da partida. Por isso, ambas iniciaram a primeira etapa se valendo das bolas paradas e dos lançamentos longos ao invés de trocarem passes.

A dificuldade com o campo fez com que os primeiros minutos registrassem diversas jogadas ríspidas, que originaram dois cartões amarelos para o time do Santa Cruz antes dos 15 primeiros minutos. Em duas faltas duras, Augusto e Kadu foram advertidos, sendo que o do atacante foi o terceiro e ele não enfrentará o Sampaio Corrêa, para cumprir a suspensão automática.

Com o passar do tempo, o Santa Cruz se adaptou melhor ao gramado e começou a impor seu jogo. O time coral teve duas boas chances em sequência perto dos 20 minutos. Primeiro, Dudu fez excelente jogada e clareou para Pipico, que bateu e a bola foi defendida com os pés por Saulo. Menos de um minuto depois, após cruzamento interceptado pelo goleiro do Belo, Charles recebeu bola limpa, com o gol aberto e chutou para fora.

No último terço do primeiro tempo, o Botafogo-PB cresceu. Especialmente, em jogadas protagonizadas por Marcos Aurélio. Aos 27, o camisa 10 do Belo tenta um sem-pulo para o gol, mas a bola é facilmente defendida por Anderson. Dois minutos depois, o experiente jogador bate falta perigosa e exige excelente intervenção de goleiro coral. Mesmo sem grandes chances no minuto final, o alvinegro continuou dominando as ações até o fim da primeira etapa, o que causou insatisfação e tímidas vaias direcionadas aos corais na saída de campo.

 

http://paraiba.com.br

 

 

Ferroviário-CE e Botafogo-PB não saem do zero em Fortaleza

Pela décima rodada do Grupo A da Série C do Campeonato Brasileiro de 2019, na tarde deste domingo (30), Ferroviário e Botafogo-PB fizeram um jogo fraco no estádio Presidente Vargas, em Fortaleza, e empataram por 0 a 0.

Estreando Leandro Campos no comando da equipe, após a saída de Marcelo Vilar no início da semana, o Ferrão buscava manter a liderança da competição. Já o Belo, mesmo com um jogo a menos, visava a segunda colocação da tábua de classificação.

Em campo, as duas equipes tiveram pouquíssimas chances para mexer no marcador. Logo no início do jogo, o time cearense chegou a balançar as redes, aos 4 minutos, com Edson Cariús, mas a arbitragem assinalou falta do atacante em Willian Goiano.

O Belo só chegou à meta adversária aos 30 minutos do primeiro tempo, em chute de Felipe Alves, que substituía Nando, mas que foi defendido pelo goleiro.

Após o intervalo, o fato mais interessante ficou por conta da mudança de camisas entre Felipe Alves e Juninho. Eles jogaram com os números trocados com relação ao primeiro tempo, com o atacante vestindo a camisa 21, e o meio campista com a jaqueta 27.

O empate deixa o Botafogo-PB na vice-liderança do grupo, com 16 pontos, empatado com o Santa Cruz, mas com um jogo a menos e levando vantagem nos critérios de desempate. Na quarta-feira (03), o Belo enfrenta o Náutico, em jogo adiado da oitava rodada, no estádio dos Aflitos. Já o Ferroviário segue na ponta da tabela, agora com 20 pontos. No próximo fim de semana o Tubarão visita o Santa Cruz.

 

Fonte: Equipe @Vozdatorcida

 

 

Botafogo-PB bate o Treze em clássico de 6 gols no Almeidão, em João Pessoa

O Botafogo-PB venceu o Treze por 4 x 2 no Clássico Tradição que marcou o encerramento da nona rodada do Grupo A da Série C do Campeonato Brasileiro. A partida foi realizada no Almeidão, na noite desta segunda-feira (24).

Com a vitória, o Belo chegou aos 15 pontos e subiu para a terceira colocação, uma vez que contou com um tropeço do Sampaio, que perdeu para o Imperatriz e estacionou nos 14 pontos. Vale lembrar que o time botafoguense tem um jogo a menos em razão do adiamento da partida contra o Náutico, na rodada passada.

O Treze, por sua vez, segue em situação muito delicada, na vice-lanterna, com seis pontos, a três do Globo, primeiro time fora do Z2. A derrota no clássico marcou a estreia de Kleber Romeiro, antes auxiliar e agora efetivado como técnico do Galo no lugar de Flávio Araújo, que entregou o cargo na semana passada.

Bola parada

Mesmo diante de tanta rivalidade, o clássico não teve a intensidade esperada, com os dois times bastante ociosos em campos, sem criatividade no meio de campo. A bola parada, no entanto, foi protagonista e salvou a partir de cair em um marasmo nada digno de mais uma edição do Clássico Tradição.

Foto: Paulo Cavalcanti / Botafogo da Paraíba

Foto: Paulo Cavalcanti / Botafogo da Paraíba

 

O primeiro gol foi do Botafogo. Aos 15 minutos, Willian Goiano chutou para o gol após cobrança de falta e parou em mauro Iguatu. No rebote, o mesmo Willian tentou de novo e mandou para a rede. O Treze empatou aos 37, quando Marcelinho Paraíba enganou a marcação e soltou para Silva soltar uma bomba.

Matou
O segundo tempo foi mais movimentando, com o Botafogo tomando a iniciativa. Logo aos seis minutos, o time da casa voltou à frente do placar, em lance no qual a bola sobrou para Rogério fora da área e ele chutou forte para fazer o segundo gol botafoguense.

Aos 27, Neilson colocou a bola na área após erro do goleiro Mauro Iguatu e Felipe Alves venceu disputado com o marcador antes de mandar para o fundo da rede. O Treze não desistiu e diminuiu aos 29, em pênalti convertido por Eduardo.Mas o Botafogo também teve um pênalti a favor, e Felipe Alves converteu para fechar o placar, aos 36.

Próximos jogos

O Treze volta a campo na próxima quinta-feira, quando abre a décima rodada em duelo contra o Santa Cruz, no Amigão, a partir das 17 horas. O Belo joga apenas no domingo, no Castelão, onde visita o Sampaio Corrêa, em jogo marcado para as 18 horas.

Agência Futebol Interior

 

 

 

Partida entre Náutico e Botafogo-PB é adiada por conta das chuvas em PE

O jogo entre Náutico e Botafogo-PB, válido pela oitava rodada da Série C, que estava marcado para acontecer neste domingo, a partir das 18h, no estádio dos Aflitos, em Recife, foi adiado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

As fortes chuvas que também atingem a capital de Pernambuco impossibilitou o bom estado do gramado para realização da partida.

 

paraiba.com.br

 

 

Clayton marca duas vezes e Botafogo-PB vence o Globo-RN pela Série C

Na noite de domingo (09), o Botafogo-PB voltou a campo para enfrentar o Globo-RN, pela sétima rodada do Grupo A da Série C do Campeonato Brasileiro. Com dois gols de Clayton, que voltou a marcar após um mês e meio, e um do zagueiro Fred, o Belo se recuperou da derrota do último fim de semana e bateu seu adversário por 3 a 1.

Com o sistema defensivo falhando por seguidas vezes nas últimas partidas, o treinador Evaristo Piza resolveu mudar. A dupla de zaga foi formada por Fred e Willian Goiano, com Lula e Donato ficando no banco de reservas. Marcos Aurélio, ainda lesionado, ficou de fora da partida.

Sem seu camisa 10, desta vez o Belo não sentiu sua ausência nas cobranças de falta. Logo aos 4 minutos, em uma falta cobrada da esquerda, da entrada da área, e quando todos esperavam o cruzamento, Fred bateu fechado e mandou no canto esquerdo de Wadson para estufar a rede e abrir o marcador.

E parecia que a noite seria tranquila para os botafoguenses. Aos 15 minutos, Juninho chutou da entrada da área, a bola bateu na defesa e sobrou para Clayton, que chutou firme para ampliar o placar e comemorar fazendo o gesto de “sai zica”, pois é seu primeiro gol desde a final do Paraibano, contra o Campinense, há um mês e meio.

Quem também queria espantar a má fase era Nando. Aos 20 minutos, o camisa 9 recebeu de Juninho e chutou de fora da área com muita violência, mas a bola explodiu no travessão de Wadson e subiu. Quase sai o terceiro gol do Botafogo-PB.

Clayton parecia querer retomar sua boa fase, e aos 28 minutos quase fez mais um. Ele recebeu a bola na intermediária, avançou e, de longe, encheu o pé. O goleiro potiguar rebateu de maneira esquisita, a bola quase entra, mas ele conseguiu, na segunda tentativa, catar a redonda.

Para dar uma força ao camisa 7, aos 32 minutos Wadson deixou a cobrança de falta de muito longe, e que ninguém encostou, entrar direto no gol, sem esboçar reação, e levar um frangaço, o terceiro gol do Belo.

Segundo tempo

Na volta do intervalo, Clayton continuava mostrando-se motivado. Logo aos 4 minutos, ele recebeu na meia luga da grande área e chutou colocado, no canto esquerdo de Wadson, que conseguiu fazer a ponte e rebater a bola de maneira correra, para o lado esquerdo do campo.

Aos 10 do segundo tempo, a missão da Águia potiguar se complicou porque Cristiano Sergipano, por reclamação, recebeu o cartão vermelho, o primeiro cartão do jogo, que vinha transcorrendo de forma tranquila.

Cinco minutos mais tarde, quase o Belo faz mais um. Marcos Vinicius recebeu na entrada da área e bateu colocado, no canto esquerdo, e a bola passou tirando tinta do poste esquerdo do Globo.

O Botafogo-PB parecia não se contentar com a vitória, que administrava sem dificuldades, e aos 20 minutos, após jogada pela direita, Nando tocou para o meio da área, a bola sobrou na meia lua novamente para Marcos Vinicius. O meio campista bateu fraco, de pé esquerdo, mas o lance ainda levou perigo, já que a pelota quase trisca na trave direita de Wadson.

Para dizer que ainda estava no jogo, o Globo-RN assustou aos 23 minutos. Negueba cobrou escanteio da esquerda, Lucão desviou na primeira trave e a bola passou raspando o travessão de Saulo.

Já perto do fim do jogo, aos 38, Glaubinho chegou até a linha de fundo e Negueba fez um bonito movimento para, de meia-bicicleta, diminuir o placar.

O Botafogo-PB ainda teve chance de fazer o quarto, quando, aos 42, Kelvin fez jogada pela direita e tocou para o meio da área, onde Dico escorou de pé direito, mas Wadson fez a defesa e evitou um maior prejuízo.

Com a vitória, o Belo chegou aos 12 pontos e ocupa a terceira colocação do Grupo A provisoriamente. o Sampaio Corrêa-MA, que tem 11 pontos, joga na segunda-feira (10) contra o Náutico. Na próxima rodada, no domingo (16), é a vez do Belo ir até o Aflitos enfrentar o Timbu.

O Globo-RN fica na oitava colocação, com 8 pontos, mas pode ser ultrapassado pelo Treze, nono colocado, com 6, que visita o Ferroviário-CE ainda nesta rodada. Na segunda-feira (17), a Águia vai pegar o Santa Cruz, em Ceará-Mirim.

 

Fonte: Equipe Voz da Torcida

 

 

Botafogo-PB recebe o Globo-RN pela sétima rodada da Série C

O Botafogo-PB volta a campo na tarde deste domingo (9), contra o Globo-RN, às 18h, no Estádio Almeidão. A partida é válida pela sétima rodada da Série C do Campeonato Brasileiro e vale para o Belo, a permanência no G-4 da competição nacional. Com nove pontos conquistados, a equipe comandada pelo treinador Evaristo Piza vai em busca da segunda vitória dentro de casa na Terceirona.

Vindo de um resultado negativo contra o Confiança-SE, o Belo precisa voltar a dar alegrias ao torcedor. Nada melhor que dentro de casa, no reencontro com o Almeidão após a derrota para o Fortaleza, na final da Copa do Nordeste. Agora com mais tempo para preparar a equipe para os jogos, o Botafogo-PB deve ir com força máxima para cima do Globo-RN, que busca a vitória e, consequentemente, uma vaga entre os quatro primeiros do Grupo A da Terceirona.

Com uma meta de fazer nove pontos a cada cinco jogos disputados na Série C, o Belo precisa vencer a partida contra o Globo-RN, além de vencer uma partida fora de casa nos próximos quatro jogos. Além do confronto contra a Águia de Ceará-Mirim, o Alvinegro da Estrela Vermelha tem pela frente o Náutico-PE fora de casa, o Treze no Almeidão, pela última rodada do primeiro turno e depois o Ferroviário-CE, em Fortaleza, até o fechamento do segundo ciclo de 15 pontos no torneio.

Para a partida, o treinador Evaristo Piza deve fazer alguma alteração no time que enfrentou o Confiança-SE na última rodada. Com algumas falhas a serem corrigidas, principalmente no setor defensivo, Piza deve optar pelo retorno do zagueiro William Goiano à equipe titular do Belo, além de fazer a opção do atacante Kelvin, fazendo dupla com Felipe Alves ou Nando no setor ofensivo do Bota.

Adversário perigoso

O adversário do Belo na tarde de hoje, o Globo-RN, não está na Série C à toa. A equipe vem de um grande resultado no Recife-PE, contra o Náutico, onde conseguiu empatar o jogo, em pleno Estádio dos Aflitos, após estar perdendo por 2 a 0. Além disso, o próprio Botafogo-Pb sabe da dificuldade de enfrentar a equipe potiguar. Na edição passada da Terceirona, o Belo não conseguiu vencer o Globo-RN em nenhum dos confrontos. Nas duas oportunidades, as equipes empataram pelo placar de 1 a 1.

Escalações

Sabendo das deficiências apresentadas recentemente pela equipe, o treinador Evaristo Piza deve fazer mudanças na equipe titular. O Belo deve ir a campo com: Saulo; Neílson, William Goiano (Lula), Fred e Fábio Alves; Rogério, Juninho, Marcos Vinícius e Clayton; Kelvin (Dico) e Nando (Felipe Alves). Já o Globo-RN deve mandar a campo: Wadson; Glaubert, Lucas, Alexandre e Nininho; Ramon, Jardel, Lauder e Jandson; Cristiano e Negueba.

 

portalcorreio

 

 

Botafogo-PB toma três gols de cabeça e é derrotado pelo Confiança

Na tarde deste domingo (02), o Botafogo-PB voltou a campo pela Série C do Campeonato Brasileiro, mas a cabeça ainda estava com a ressaca da derrota na decisão da Copa do Nordeste, que aconteceu no meio de semana. E foi com a cabeça que o Confiança conseguiu se aproveitar para conquistar a vitória.

Em Aracaju, no estádio Batistão, o Belo foi derrotado por 3 a 0 pelo Proletário, com todos os gols sofridos de cabeça no segundo tempo, e conheceu seu primeiro revés na competição nacional.

Parecia que o time pessoense iria se recuperar do trauma do vice-campeonato do nordeste no primeiro tempo, quando teve duas boas oportunidades para sair a frente do placar aos 37 minutos, quando Nando cabeceou e Jean defendeu, e no rebote Felipe Alves mandou a bola no travessão.

Depois do intervalo, apagão geral da defesa botafoguense, que foi vazada pelo nono jogo consecutivo. A última partida em que o Belo não levou gol foi na decisão do Paraibano, diante do Campinense.

Já aos 5 da segunda etapa, após cobrança de escanteio, Vinicius Simon marcou de cabeça e abriu o placar.

Aos 15, outra bola cruzada na área e desta vez Marcelinho foi quem testou para fazer o segundo do Proletário.

Seis minutos depois, Thiago Ennes levantou na área e Anderson cabeceou para anotar o terceiro tento dos sergipanos.

A desvantagem no marcador fez com que o restante da partida  do Botafogo-PB fosse um vazio de ideias, sem criar nada até o apito final do árbitro Felipe Fernandes de Lima.

A derrota faz o Botafogo-PB cair para a quarta colocação no Grupo A da Série C, ficando com 9 pontos, atrás do Santa Cruz nos critérios de desempate. No dia 9, o Belo vai tentar a recuperação enfrentando o Globo-RN, no Almeidão.

Agora com 8 pontos, o Confiança sobe para a sexta posição na tabela, e no próximo fim de semana visita o Santa Cruz, no Arruda.

Fonte: Equipe @Vozdatorcida

 

 

Fortaleza vence o Botafogo-PB e conquista o título da Copa do Nordeste

Não foi dessa vez que o torcedor do Botafogo-PB comemorou o título de campeão da Copa do Nordeste. Na noite desta quarta-feira (29), com o estádio Almeidão lotado, o Belo voltou a perder para o Fortaleza, novamente por 1 a 0, e viu o Leão do Pici comandado por Rogério Ceni fazer a festa em solo paraibano.

Além do título, o time cearense garantiu de premiação mais R$ 1 milhão na conta. O Belo fica com R$ 500 mil. O campeão também ganha o direito de entrar na Copa do Brasil do ano que vem já na fase de oitavas de final.

As duas equipes agora voltam suas atenções para o Campeonato Brasileiro. O próximo compromisso do Bota será domingo (2), contra o Confiança-SE, na Arena Batistão, às 16h, pela sexta rodada da Série C. Já o Fortaleza visita o Flamengo, no sábado (1º), pela sétima rodada da Série A.

Primeiro tempo

A partida mal começou e aconteceu tudo o que o torcedor do Belo não esperava. Logo aos três minutos, em uma bobeada da defesa alvinegra, Fábio Alves tentou proteger e Lula chutou nas costas de Tinga. A bola sobrou limpinha para o centroavante Wellington Paulista, que, sozinho, finalizou sem chances para o goleiro Saulo.

O Botafogo sentiu o baque e, mesmo tendo mais posse de bola, pouco conseguiu criar. Claramente nervoso em campo, o time errava muitos passes. O Fortaleza, por sua vez, se fechou, apostando nos contra-ataques.

A primeira finalização do Botafogo veio só aos 26 minutos. Marcos Vinicius achou Nando na área, que cabeceou para fora, sem levar perigo ao gol defendido por Marcelo Boeck. Aos 29, em novo cruzamento, Lula, que falhou no lance do gol do Fortaleza, teve a chance de ser redimir, mas cabeceou para fora.

Aos poucos, o Belo foi se soltando em campo e começou a levar perigo. Aos 33 minutos, Marcos Aurélio, que estava sumido no jogo, recebeu na intermediária e arriscou de longe, obrigando Boeck fazer uma grande defesa.

Segunda etapa

O Botafogo voltou melhor do intervalo e, logo no segundo minuto, Lula aproveitou cruzamento na área e testou para mais uma grande defesa de Boeck. A bola ainda sobrou para Marcos Vinicius, mas a arbitragem já havia marcado o impedimento. Aos nove, Fábio Alves teve boa chance, mas cabeceou para fora.

Nos minutos seguintes, Evaristo Piza tratou de mexer no time. Saíram Marcos Aurélio e Rogério para as entradas de Enercino e Dico. Aos 25, Dico recebeu grande bola na esquerda e finalizou forte para defesa do arqueiro do Fortaleza.

Aos 30 minutos, Marcinho teve a chance de sacramentar a vitória do Leão do Pici. O atacante recebeu cruzamento rasteiro dentro da pequena área, sem goleiro, e mandou para fora. Inacreditável o gol que ele perdeu.

Nos minutos finais, o Alvinegro da Estrela Vermelha ainda seguiu buscando o empate, mas não conseguiu igualar o marcador. O Fortaleza controlou o jogo e só esperou a partida acabar para soltar o grito de campeão.

Cenas tristes

No fim do segundo tempo, a torcida do Fortaleza entrou em atrito com a equipe da Polícia Militar que fazia a segurança do setor destinado aos visitantes. Para conter o tumulto, os PMs foram obrigados a disparar balas de borracha.

Homenagem

Antes da partida começar, houve uma homenagem ao cantor Gabriel Diniz, falecido em acidente aéreo nessa segunda-feira (27). O músico Raniery Gomes cantou trechos de músicas de ‘GD’, que foram acompanhados em coro pela torcida presente no estádio. Confira foto abaixo:

Fortaleza
Raniery Gomes fez homenagem a Gabriel Diniz (Foto: Nice Almeida/Portal Correio)

*Texto de Allan Hebert, do Jornal Correio