Arquivo da tag: biométrico

Eleitores paraibanos devem realizar cadastro biométrico até o dia 9 de maio

(Foto: TRE/Divulgação)

Os eleitores de todos os 223 municípios paraibanos devem realizar o cadastramento biométrico para que possam votar nas eleições deste ano. Segundo o Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), aqueles que ainda não passaram por esse processo estão com os títulos de eleitores cancelados e têm até o dia 9 de maio para regularizar a situação. Caso contrário, estarão sujeitos às penas previstas no Código Eleitoral Brasileiro.

De acordo com a Coordenadoria de Eleições do TRE-PB, a partir dessa data, o sistema de cadastro eleitoral estará fechado e, caso os eleitores não compareçam dentro do período de tempo estabelecido, a situação só poderá ser regularizada em novembro de 2018, após as eleições.

Além disso, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) alerta que o título pode ser cancelado, caso o eleitor fique três eleições consecutivas sem votar ou justificar ou não compareça ao cadastramento biométrico obrigatório, que serve como uma atualização do cadastro de eleitores. Nesse caso, é necessário regularizar a situação no cartório eleitoral mais próximo.

Ainda segundo a Coordenadoria de Eleições do TRE-PB, para realizar o cadastramento não é preciso agendar uma data com antecedência, basta comparecer ao Cartório Eleitoral correspondente à zona em que vota. Os de João Pessoa e Campina Grande funcionam das 12h às 19h, de segunda à quinta-feira, e das 7h às 14h, na sexta-feira. Os demais cartórios eleitorais do estado estão abertos das 7h às 14h, de segunda a sexta-feira.

No entanto, durante o cadastramento é necessário apresentar as versões originais do: documento de identificação oficial, como carteira de identidade (RG), certidão de nascimento e carteira de trabalho e previdência social (CTPS); comprovante de residência, como conta de água, luz, telefone ou cartão de crédito; título de eleitor, se houver; e o certificado de apresentação ao serviço militar, no caso de homens com mais de 18 anos.

É possível realizar uma consulta, no site do TRE-PB, e verificar a situação eleitoral, por meio do nome da pessoa ou do número do título de eleitor.

O cadastramento biométrico está sendo realizado gradualmente pela Justiça Eleitoral em todo o Brasil e é um método que visa evitar fraudes e tornar as eleições brasileiras mais seguras. O objetivo é que o eleitor seja identificado durante a votação por suas impressões digitais, que são únicas.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

A 3 dias do fim do prazo, 133 mil eleitores da PB não fizeram cadastramento biométrico

A três dias do fim do prazo, 133.242 eleitores da Paraíba ainda não realizaram o cadastramento biométrico e podem ter o título eleitoral cancelado. Os eleitores dos 102 municípios do estado que ainda não fizeram a revisão têm até a quinta-feira (30) para realizar o cadastramento biométrico. Segundo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PB), o prazo não será prorrogado.

Todos os municípios que estão passando pelo recadastramento já ultrapassaram a marca dos 70% do eleitorado revisado. O estado como um todo já ultrapassou os 80%. O município com a melhor situação é Puxinanã, único que já ultrapassou os 90% do eleitorado revisado. Bernardino Bastista e Salgado de São Félix, por sua vez, não chegaram aos 74%.

Nas Eleições Gerais de 2018, todos os eleitores da Paraíba serão identificados, na urna eletrônica, por meio da impressão digital, no momento da votação. Portanto, o eleitor que ainda não fez o seu cadastramento biométrico deve procurar o Cartório Eleitoral ou Posto de Atendimento em sua cidade, o quanto antes.

O secretário de Tecnologia da Informação do TRE-PB, José Cassimiro Júnior, ressaltou que o prazo do dia 30 de novembro é para os eleitores vinculados aos municípios que estão passando apenas agora pela revisão. Nas cidades em que já houve o recadastramento biométrico, o prazo para solicitar segunda via e primeira inscrição é até 9 de maio de 2018.

Para fazer o cadastramento biométrico, o eleitor deve levar um documento oficial com foto, comprovante de residência dos últimos três meses e o título de eleitor, se houver.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Eleitores têm até 30 de novembro para fazer cadastro biométrico

O Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba realiza até o próximo dia 30 de novembro o cadastramento biométrico de eleitores. Quem não realizar a biometria terá o título de eleitor cancelado. O órgão ressalta que não haverá prorrogação do prazo.

Nas eleições gerais de 2018, todos os eleitores da Paraíba serão identificados na urna eletrônica por meio da impressão digital, no momento da votação.

A orientação da Justiça Eleitoral é que, o eleitor que ainda não fez o seu cadastramento biométrico procure pelo Cartório ou Posto de Atendimento em sua cidade e faça o quanto antes..

Para fazer o cadastramento biométrico leve um documento oficial com foto, comprovante de residência dos últimos três meses e o título de eleitor, se houver.

A 4ª zona eleitoral de Sapé, que está com o percentual de 74,25% no cadastramento biométrico, pode chegar a ter 17,4 mil títulos cancelados.

Na 73ª Zona Eleitoral, situada em Alhandra, onde até o momento 74,38% dos eleitores foram cadastrados, mais de 17 mil eleitores também poderão ter seus títulos cancelados.

Já em Itabaiana, os cancelamentos da 6ª Zona Eleitoral podem chegar a atingir mais de 15 mil eleitores. O município de Cajazeiras (42ª/68ª Zona Eleitoral), que está com 77,43% de eleitores cadastrados, corre o risco de ter 12,6 mil títulos cancelados.

maispb

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Mais de 61% dos eleitores da Paraíba ainda não passaram pelo cadastro biométrico, diz TRE

Mais de 61% dos eleitores da Paraíba ainda não passaram pelo cadastro biométrico até a segunda-feira (26), segundo dados do Tribunal Regional Eleitoral (TRE). São 630,5 mil eleitores que ainda precisam comparecer aos cartórios eleitorais para se recadastrarem e ficarem aptos a votar em 2018.

Segundo a calculadora do órgão, se a procura continuar no ritmo atual, a meta de 80% de cobertura deve ser atingida em pouco mais de três meses. O prazo, no entanto, termina em março de 2018 e o cadastro é obrigatório para quem vai votar nas próximas eleições.

De acordo com o relatório, quase 400 mil eleitores já passaram pela biometria, sendo que o total de eleitores no estado é de pouco mais de 1 milhão. Na primeira quinzena de junho, os atendimentos diários se mantiveram acima da meta, caindo apenas no período de intensificação das festas juninas. Desde o início do ano, o número mensal de revisões está aumentando, sendo que em maio foram recadastrados quase 134 mil títulos.

As duas primeiras fases de cadastramento biométrico dos eleitores paraibanos aconteceram em 2010 e 2016 e com esta terceira etapa a totalidade da população eleitora no estado deve ser cadastrada. Devem se cadastrar todos os eleitores das zonas abrangidas pela revisão, inclusive os maiores de 70 anos e os menores de 18, que têm voto facultativo.

O cadastramento é gratuito e para ser feito é preciso apresentar comprovante de residência original do município onde o eleitor vota, documento de identidade original, certificado de apresentação ao serviço militar no caso dos eleitores homens e título de eleitor, para quem já tem.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Solânea está entre os 102 municípios que terão cadastramento biométrico

treA quinta e última etapa do recadastramento de eleitores com biometria abrangerá 102 municípios na Paraíba. No estado já passaram pelo cadastramento biométrico 121 municípios envolvendo 41 Zonas Eleitorais do Estado. A previsão é iniciar no dia 6 de março deste ano e o prazo previsto para conclusão do trabalho é março de 2018.

“No pleito de 2016, nos municípios que tiveram revisão do eleitorado com biometria, o índice de abstenção foi quase metade daqueles que não tiveram. A eleição de 2018 será totalmente com identificação biométrica”, disse o  secretário de Tecnologia da Informação, George Bezerra Cavalcanti Leite.

Estima-se que o número de atendimentos atinja mais de um milhão de eleitores, num aparato que deve envolver aproximadamente 500 pessoas diretamente, utilizando-se 274 kits biométricos.

A presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), desembargadora Maria das Graças Morais Guedes, acompanhada do vice-presidente e Corregedor, desembargador Romero Marcelo da Fonseca Oliveira, reuniu em seu gabinete na tarde desta segunda-feira (16), representantes dos setores que estarão diretamente envolvidos no processo de cadastramento biométrico previsto no Provimento nº16-CGE, de 06 de dezembro de 2016 do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A medida torna pública a relação de localidades a serem submetidas à revisão de eleitorado com coleta de dados biométricos, pertinentes ao Programa de Identificação Biométrica 2017-2018.

O secretário de Tecnologia da Informação, George Bezerra Cavalcanti Leite, expôs as principais demandas para a execução da biometria, prezando o menor custo por eleitor na fase do recadastramento biométrico. Segundo ele, os principais fatores para o sucesso do cadastramento de eleitores com coleta de dados biométricos são os equipamentos, recursos humanos e divulgação.

O recadastramento de eleitores com biometria abrangerá 102 municípios, em 2017 e 2018. São eles: Água Branca, Alagoa Grande, Alagoinha, Alhandra, Arara, Araruna, Areia, Aroeiras, Baía Da Traição, Baraúna, Barra De Santa Rosa, Belém, Belém Do Brejo Do Cruz, Bernardino Batista, Bom Jesus, Bom Sucesso, Bonito De Santa Fé, Brejo Do Cruz, Brejo Dos Santos, Caaporã, Cachoeira Dos Índios, Cacimba De Dentro, Cajazeiras, Caldas Brandão, Carrapateira, Casserengue, Catolé Do Rocha, Conceição, Condado, Conde, Coremas, Cruz Do Espírito Santo, Cuité, Damião, Duas Estradas, Fagundes, Frei Martinho, Gado Bravo, Gurinhém, Ibiara, Ingá, Itabaiana, Itatuba, Jericó, Joca Claudino, Juarez Távora, Juripiranga, Juru, Malta, Manaíra, Marcação, Mari, Mato Grosso, Mogeiro, Monte Horebe, Mulungu, Natuba, Nova Floresta, Nova Palmeira, Ouro Velho, Pedra Lavrada, Picuí, Pilar, Pirpirituba, Pitimbu, Pocinhos, Poço Dantas, Poço De José De Moura, Prata, Princesa Isabel, Puxinanã, Queimadas, Riachão, Riachão Do Bacamarte, Riachão Do Poço, Riacho Dos Cavalos, Rio Tinto, Salgado De São Félix, Santa Cecília, Santa Helena, Santa Inês, Santana De Mangueira, São Bento, São João Do Rio Do Peixe, São José De Piranhas, São José De Princesa, São José Do Brejo Do Cruz, São José Dos Ramos, São Miguel De Taipu, Sapé, Serra Redonda, Serraria, Sertãozinho, Sobrado, Solânea, Sossêgo, Tacima, Tavares, Triunfo, Uiraúna, Umbuzeiro e Vista Serrana, no período de 2017 a 2018, envolvendo as seguintes Zonas Eleitorais: 3ª, 4ª, 5ª, 6ª, 8ª, 9ª, 11ª, 12ª, 18ª, 20ª, 24ª, 25ª, 34ª, 36ª, 37ª, 38ª, 39ª 40ª, 41ª, 42ª, 46ª, 47ª, 48ª, 49ª, 50ª, 51ª, 52ª, 53ª, 54ª, 55ª, 59ª, 68ª, 69ª, 73ª, 74ª e 75ª.

clickpb

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Na Paraíba, 121 cidades contarão com sistema biométrico de identificação

biometriaMais de 1,8 milhão de paraibanos votarão com identificação biométrica nas eleições deste domingo (2).  Isso representa 66% de todo o eleitorado paraibano, o dobro da média nacional, que é de 33%. São 121 municípios, incluindo grandes colégios eleitorais do estado, como João Pessoa, Campina Grande, Santa Rita, Bayeux e Patos.

Os 1.855.476 eleitores com identificação biométrica só precisam levar para o local de votação um documento oficial com foto. O documento é exigido para evitar que alguém deixe de votar caso  a leitura biométrica apresente algum problema. O coordenador das Eleições do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), Fábio Falcão, ressalta que o título de eleitor é importante apenas para que o eleitor possa consultar o seu local de votação.

Quem reside em um dos 121 municípios com votação biométrica e não realizou o recadastramento dentro do prazo estabelecido não poderá votar nestas eleições.

Confira as cidades paraibanas com votação biométrica

Período de recadastramento Municípios
2009 a 2010 Cabedelo, Pedras de Fogo
2011 a 2012 Piancó, Santana dos Garrotes
2013 a 2014 Aguiar, Boa Vista, Caiçara, Campina Grande, Capim, Catingueira, Cuité de Mamanguape, Emas, Igaracy, Itapororoca, João Pessoa, Lagoa Seca, Logradouro, Mamanguape, Massaranduba, Mataraca, Nova Olinda, Olho d’Água, Serra da Raiz
2015 a 2016 Alagoa Nova, Alcantil, Algodão de Jandaíra, Amparo, Aparecida, Araçagi, Areia de Baraúnas, Areial, Assunção, Bananeiras, Barra de Santana, Barra de São Miguel, Bayeux, Boa Ventura, Boqueirão, Borborema, Cabaceiras, Cacimba de Areia, Cacimbas, Cajazeirinhas, Camalaú, Caraúbas, Caturité, Congo, Coxixola, Cubati, Cuitegi, Curral de Cima, Curral Velho, Desterro, Diamante, Dona Inês, Esperança, Guarabira, Gurjão, Imaculada, Itaporanga, Jacaraú, Juazeirinho, Junco do Seridó, Lagoa de Dentro, Lagoa, Lastro, Livramento, Lucena, Mãe D’água, Marizópolis, Matinhas, Maturéia, Montadas, Monteiro, Nazarezinho, Olivedos, Parari, Passagem, Patos, Paulista, Pedra Branca, Pedro Régis, Pilões, Pilõezinhos, Pombal, Quixaba, Remígio, Riacho de Santo Antônio, Salgadinho, Santa Cruz, Santa Luzia, Santa Rita, Santa Teresinha, Santo André, São Bentinho, São Domingos de Pombal, São Domingos do Cariri, São Francisco, São João do Cariri, São João do Tigre, São José da Lagoa Tapada, São José de Caiana, São José de Espinharas, São José do Bonfim, São José do Sabugi, São José dos Cordeiros, São Mamede, São Sebastião de Lagoa de Roça, São Sebastião do Umbuzeiro, São Vicente do Seridó, Serra Branca, Serra Grande, Soledade, Sousa, Sumé, Taperoá, Tenório, Teixeira, Várzea, Vieirópolis e Zabelê

 

blogdogordinho

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

TRE convoca eleitor para cadastro biométrico

cadastroA Justiça Eleitoral da Paraíba convoca os eleitores de dezenas de municípios paraibanos para o cadastramento biométrico.

O eleitor deve comparecer ao cartório eleitoral levando seu título eleitoral, documento de identificação oficial com foto e comprovante de residência não inferior a três meses.

O cadastramento biométrico é obrigatório e aqueles que não comparecerem terão seus títulos eleitorais cancelados.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Confira abaixo as cidades onde serão realizado o cadastramento biométrico

Alagoa Nova, Alcantil, Algodão de Jandaíra, Amparo, Aparecida, Araçagi, Areia de Baraúnas, Areial, Assunção, Bananeiras, Barra de Santana, Barra de São Miguel, Bayeux, Boa Ventura, Boqueirão, Borborema, Cabaceiras, Cacimba de Areia, Cacimbas, Cajazeirinhas, Camalaú, Caraúbas, Caturité, Congo, Coxixola, Cubati, Cuitegi, Curral de Cima, Curral Velho, Desterro, Diamante, Dona Inês, Esperança, Guarabira, Gurjão, Imaculada, Itaporanga, Jacaraú, Juazeirinho, Junco do Seridó, Lagoa de Dentro, Lagoa, Lastro, Lucena, Livramento, Mãe D’ Água, Marizópolis, Matinhas, Maturéia, Montadas, Monteiro, Nazarezinho, Olivedos, Parari, Passagem, Patos, Paulista, Pedra Branca, Pedro Régis, Pilões, Pilõezinhos, Pombal, Quixaba, Remígio, Riacho de Santo Antônio, Salgadinho, Santa Cruz, Santa Luzia, Santa Rita, Santa Terezinha, Santo André, São Bentinho, São Domingo de Pombal, São Domingos do Cariri, São Francisco, São João do Cariri, São João do Tigre, São José da Lagoa Tapada, São José de Caiana, São José de Espinharas, São José do Bonfim, São José do Sabugi, São José dos Cordeiros, São Mamede, São Sebastião de Lagoa de Roça, São Sebastião do Umbuzeiro, São Vicente do Seridó, Serra Branca, Serra Grande, Soledade, Sousa, Sumé, Taperoá, Teixeira, Várzea, Vieirópolis e Zabelê.

MaisPB

Crianças que participarão da corridinha internacional fazem avaliação médica e teste biométrico

exameCrianças da Rede Municipal que irão participar da Corridinha Internacional no próximo dia 28 de março estão fazendo uma série de exames de avaliação médica, física e biométrico. Os exames estão sendo realizados no Pronto Atendimento (PA) de Remígio. Diariamente grupos de alunos de todas as escolas municipais de Remígio para fazerem medição de altura, peso e consulta com o médico especialista.

Os cuidados com a saúde é de fundamental importância para o bom desenvolvimento das crianças e essa avaliação dará condições para que todas elas participem da corridinha Internacional sem riscos ao seu corpo, já que a prática de exercícios exige muito esforço físico.

A Corridinha Internacional de Remígio ocorre no próximo sábado, dia 28, e terá início às 14 horas com uma palestra, e logo após, as delegações seguem para o local onde serão realizadas as provas na Lagoa Parque. São mais de 400 crianças inscritas da rede pública e particular e os “Atletas mirins” estão recebendo toda orientação técnica para fazerem uma grande festa do atletismo.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Secome-PMR

Dez milhões de eleitores passam este ano pelo recadastramento biométrico em mais de 300 municípios

urnaMais de 300 municípios de 14 estados e do Distrito Federal, incluindo nove capitais, iniciam este ano o recadastramento biométrico de quase 10 milhões de eleitores, que votarão por esse sistema nas eleições de 2014. Além de Brasília, eleitores de oito capitais vão se recadastrar em 2013 pelo sistema biométrico: Boa Vista, Rio Branco, Macapá, Palmas, Teresina, São Luís, João Pessoa e Recife.

A primeira experiência do Brasil com o voto pelo sistema biométrico foi nas eleições municipais de 2008. Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), à época, mais de 40,7 mil eleitores dos municípios de Colorado do Oeste, em Rondônia, Fátima do Sul, em Mato Grosso do Sul, e São João Batista, em Santa Catarina, experimentaram a novidade e, desde então, o recadastramento dos eleitores tem sido feito gradativamente.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Considerada uma tecnologia mais segura, a biometria tem como objetivo habilitar os eleitores brasileiros para serem identificados por meio de suas impressões digitais nos pleitos oficiais organizados pela Justiça Eleitoral.

Até as eleições do ano passado, mais de 7,7 milhões de eleitores de 299 municípios do país já tinham usado a nova tecnologia. Apenas dois estados – Sergipe e Alagoas – já tiveram 100% do eleitorado recadastrado. De acordo com o TSE, no ano que vem, a medida, deve alcançar mais 18 milhões de eleitores de municípios de 25 estados e do Distrito Federal. Só o estado do Amazonas ainda não aparece na lista do TSE. A novidade torna praticamente inviável a tentativa de fraude na identificação do cidadão, uma vez que cada pessoa tem impressões digitais únicas.

A expectativa da Justiça Eleitoral é que, até 2018, o sistema esteja implantado em 100% dos municípios brasileiros.

 

 

Agência Brasil

Eleitor que não fizer o recadastramento biométrico terá o título cancelado

ruy janderO juiz da 17ª Zona Eleitoral, Ruy Jander Teixeira, convocou os eleitores de Campina Grande a comparecerem ao Fórum Eleitoral para fazerem o recadastramento biométrico. O processo começou nesta segunda-feira (04) e segue até o dia 21 de março de 2014.

Ruy Jander explicou durante entrevista à Rádio Campina FM como é o procedimento, e alertou que o eleitor que não fizer o recadastramento terá o título cancelado.

– Será feito um registro digital de todos os dedos das mãos dos eleitores, no dia da eleição será usado principalmente o polegar e o indicador. O sistema é muito melhor que o atual com relação a segurança e rapidez, o eleitor não precisa mais assinar- afirmou o juiz.

Ele ainda explicou que com o sistema biométrico a votação ficará mais segura.

– O eleitor chega à seção coloca o dedo indicador, o sistema faz a identificação da digital, e ele já é habilitado a votar. É comum encontrar casos em que a pessoa vota em nome de outra pessoa, seja por engano ou por maldade mesmo, e com o sistema biométrico isso será impossível – comemorou o magistrado.

Para fazer o recadastramento o eleitor deve comparecer à sede da 17ª Zona Eleitoral, localizado na rua Rio Grande do Sul-S/N no bairro da Liberdade, munido com o título eleitoral, documento com foto que o identifique (Carteira de identidade, de trabalho ou habilitação) ou certidão de nascimento ou de casamento, caso não possua o documento com foto.

Para os eleitores do sexo masculino, entre 18 e 45 anos, será necessário apresentar documento de quitação com o serviço militar.

 

 

paraibaonline.