Arquivo da tag: beber

Mãe abandona filha deficiente, sai para beber e formigas atacam a criança

criancaUma jovem de 25 anos está sendo investigada por maus-tratos contra a própria filha, de seis anos. A criança, que tem necessidades especiais, foi abandonada em casa pela mãe e acabou sendo atacada por formigas. De acordo com a Polícia Militar, Priscila Raquel de Moraes deixou a menor no imóvel para beber em um bar. O caso ocorreu na semana passada, em Cláudio, centro-oeste do Estado.

A denúncia recebida pelos militares informava que uma menina estaria chorando há horas dentro de uma casa no bairro Novo Mundo, na rua Colômbia. Estranhando o comportamento da criança, os vizinhos decidiram acionar a PM, que compareceu ao local. Eles conseguiram entrar por uma porta que estava destrancada e encontraram a garotinha deitada na cama, com marcas de vômito pelo lençol e no corpo.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Além disso, havia grande quantidade de formigas espalhadas pelo rosto, boca, ouvidos e nariz da menor. Diante dos fatos, os policiais lavaram o rosto da menina e a levaram para a Santa Casa da cidade.

Eles acionaram o Conselho Tutelar e, durante o registro da ocorrência, ficaram sabendo que a mãe dela estava em um bar da cidade. Priscila confirmou que havia deixado a filha sozinha em casa, mas alegou que havia sido por pouco tempo. Visivelmente embriagada, a mulher foi detida em flagrante por maus-tratos.

A menina permaneceu internada na Santa Casa, por apresentar sintomas como febre, tosse constante e desidratação. Priscila foi liberada ontem (24), de acordo com a Seds (Secretaria de Estado de Defesa Social).

180 Graus

 

Como beber mais água durante o dia

Getty Images
Getty Images

Beber água em quantidade adequada facilita a digestão, aumenta a concentração, ajuda a eliminar toxinas do corpo e ainda mantém a pele jovem e bonita. Apesar de todos esses benefícios, muita gente não consegue consumir o necessário para hidratar satisfatoriamente o corpo ao longo do dia.

Sentir sede já é um sintoma da desidratação, um quadro que pode ser agravado por diversos fatores como infecções, gravidez, amamentação, febre, diarreia, calor e idade – idosos e crianças são mais suscetíveis. A melhor maneira de evitar a desidratação é transformar o ato de beber água em um hábito corriqueiro.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Veja a seguir algumas maneiras de aumentar a sua ingestão de água:

  • Coloque um copo de água (ou uma moringa) no criado-mudo do quarto
  • Mantenha uma garrafinha reutilizável na mesa de trabalho e estabeleça uma meta de enchê-la pelo menos 5 vezes ao longo da jornada de trabalho
  • Leve uma garrafinha de 250ml cheia de água sempre com você (na bolsa, na mochila ou na pasta)
  • Beba um copo de água antes de iniciar qualquer grande refeição (isso ajuda a criar o hábito)
  • Se você é fã de sucos, comece a diluí-los com água. Além de aumentar a ingestão de água, ao reduzir a quantidade de suco da mistura você estará deixando de ingerir mais calorias
  • Se você não consegue viver sem as bolhas do refrigerante, prefira água com gás
  • Colocar rodelas de limão, hortelã ou frutas vermelhas na água pode ser um bom incentivo para ingerir mais líquidos
  • Sempre que sentir fome, beba um copo de água antes de comer algo. Muitas vezes a sensação de sede é confundida com vontade de comer

 

iG

Homens com testículos grandes tendem a beber mais, ser mais gordos e ter pressão alta

testiculosPesquisadores da Universidade de Florença, na Itália, descobriram que homens com testículos grandes tendem a ser mais gordos, beber mais e ter pressão alta, fatores de risco para o desenvolvimento de problemas cardíacos. As informações são do jornal The Telegraph.

A pesquisa, que contou com a participação de 2.809 homens com disfunções sexuais, acompanhou os pacientes durante sete anos. Giulia Rasterelli, líder do estudo, explica que o tamanho da glândula pode ser uma nova forma de avaliar o risco de doença cardíaca.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

— Embora o tamanho dos testículos esteja associado à saúde reprodutiva, os resultados indicam que este parâmetro pode ser usado para sinalizar riscos cardiovasculares.

A pesquisa também mostrou que esses homens tendem a ter níveis mais elevados do hormônio luteinizante, que controla a produção de testosterona e afeta o tamanho dos testículos.

No entanto, o estudo não pode ser aplicado para a população em geral, já que foi feito apenas com homens com disfunção sexual, alerta Giulia.

— Mais estudos serão necessários para esclarecer esta relação.

Estudos anteriores mostraram que os homens com testículos maiores tendem a ser mais fértil, o que indicaria boa saúde.

 

R7

Beber chá e café diariamente previne contra AVC, diz estudo

Foto: Getty Images
Foto: Getty Images

Em dúvida sobre beber chá ou café, o melhor é consumir os dois. Um estudo publicado no jornal American Heart Association’s descobriu que pessoas que ingerem uma xícara de café por dia têm 20% menos chance de ter um acidente vascular cerebral em comparação com as que evitam a bebida. Além disso, quem inclui pelo menos quatro xícaras de chá verde no cardápio diário também reduz igualmente o risco de derrame. As informações são do Daily Mail.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Pesquisadores analisaram os hábitos de consumo de quase 84 mil adultos japoneses, durante um período de 13 anos. “Este é o primeiro estudo que examina em grande escala os efeitos combinados de chá verde e café sobre os riscos de AVC”, disse Yoshiro Kokubo, líder do estudo, do Centro Nacional de Saúde Cerebral e Cardiovascular do Japão.

 

O relatório concluiu que a combinação de chá verde e café contribui para redução do risco de AVC. Mesmo em menor quantidade, consumir apenas o chá também ajuda a proteger contra a doença. Pessoas que bebiam entre duas e quatro xícaras por dia tinham 14% menos chance de ter um AVC.

 

Participantes do estudo tinham entre 45 e 74 anos e estavam livres de câncer e problemas cardiovasculares. Todos os resultados levaram em conta idade, sexo, estilo de vida, tabagismo, consumo de álcool, peso e prática de exercícios.

 

Embora ainda não esteja claro como o chá verde causa estes resultados, os cientistas acreditam que um composto conhecido como catequinas pode fornecer uma proteção aos vasos sanguíneos. Quanto ao café, diversos componentes da bebida são benéficos à saúde,  como  o ácido clorogênico e a cafeína. Isso, segundo os pesquisadores, pode reduzir o risco de AVC e diabetes do tipo 2.

 

“Você pode fazer uma mudança de vida pequena, mas positiva para ajudar a reduzir o risco de acidente vascular cerebral”, aconselhou Yoshiro.

 

Outro estudo publicado no ano passado ainda mostra que quanto mais café que você bebe, menor a probabilidade de morrer de uma série de fatores, incluindo doenças cardíacas, doenças respiratórias, diabetes e infecções.
 

Terra

Como beber mais água durante o dia

Getty Images
Getty Images

Beber água em quantidade adequada facilita a digestão, aumenta a concentração, ajuda a eliminar toxinas do corpo e ainda mantém a pele jovem e bonita. Apesar de todos esses benefícios, muita gente não consegue consumir o necessário para hidratar satisfatoriamente o corpo ao longo do dia.

 

Sentir sede já é um sintoma da desidratação, um quadro que pode ser agravado por diversos fatores como infecções, gravidez, amamentação, febre, diarreia, calor e idade – idosos e crianças são mais suscetíveis. A melhor maneira de evitar a desidratação é transformar o ato de beber água em um hábito corriqueiro.

Veja a seguir algumas maneiras de aumentar a sua ingestão de água:

  • Coloque um copo de água (ou uma moringa) no criado-mudo do quarto
  • Mantenha uma garrafinha reutilizável na mesa de trabalho e estabeleça uma meta de enchê-la pelo menos 5 vezes ao longo da jornada de trabalho
  • Leve uma garrafinha de 250ml cheia de água sempre com você (na bolsa, na mochila ou na pasta)
  • Beba um copo de água antes de iniciar qualquer grande refeição (isso ajuda a criar o hábito)
  • Se você é fã de sucos, comece a diluí-los com água. Além de aumentar a ingestão de água, ao reduzir a quantidade de suco da mistura você estará deixando de ingerir mais calorias
  • Se você não consegue viver sem as bolhas do refrigerante, prefira água com gás
  • Colocar rodelas de limão, hortelã ou frutas vermelhas na água pode ser um bom incentivo para ingerir mais líquidos
  • Sempre que sentir fome, beba um copo de água antes de comer algo. Muitas vezes a sensação de sede é confundida com vontade de comer

 

iG

Estudo revela influência dos amigos para adolescente começar a beber

bebidaUm estudo conduzido pela Universidade de Iowa, nos Estados Unidos, mediu a influência dos “melhores amigos” na iniciação de adolescentes à bebida alcoólica.

A pesquisa, publicada na revista científica “Pediatrics”, revela que os jovens cujo melhor amigo consome álcool apresentam o dobro do risco de provar o primeiro gole e podem ser até três vezes mais propensos a começar a beber regularmente.

“Mesmo as crianças que vêm de famílias que apresentam problemas com álcool não recebem a primeira bebida de seus familiares. Eles recebem os primeiros goles de seus amigos”, diz Samuel Kuperman, um dos autores do estudo e psiquiatra de crianças e adolescentes na Universidade de Iowa.

O estudo tomou como base dados extraídos de um grupo de 820 adolescentes de seis locais dos Estados Unidos. Os participantes tinham entre 14 e 17 anos – média de 15,5 anos, quase idêntica à idade típica em que ocorre o primeirocontato com a bebida alcoólica, segundo levantamentos anteriores.

Indicadores
Kuperman e sua equipe estabeleceram cinco indicadores principais que levam os adolescentes a beber, com base em pesquisas prévias e relatórios de institutos americanos dedicados ao assunto. São eles: comportamento perturbador, histórico familiar de dependência de álcool, baixa sociabilidade, e companhia de amigos que bebem.

Os cientistas analisaram, então, como essas cinco variáveis trabalharam em conjunto e descobriram que “ter um melhor amigo que bebe ou tem acesso a bebidas alcoólicas” foi o fator que mais influenciou na iniciação dos jovens.

“O histórico familiar não necessariamente determina a idade do primeiro consumo”, observa Kuperman, que estuda a iniciação dos adolescentes no álcool há mais de uma década.

“O que determina é o acesso. Nessa idade (14 ou 15 anos), esse fator supera todos os demais. À medida que envelhecemos, a história familiar desempenha um papel maior”, avalia Kuperman.

De acordo com os cientistas, o estudo reforça a constatação de que os jovens que começam a beber antes de completar 15 anos são mais susceptíveis a abusar do álcool ou a tornar-se dependentes depois.

Mais de oito em cada dez entrevistados vieram do que os pesquisadores consideram “famílias de alto risco”, embora mais de metade deles não tivesse pais dependentes. Entre os adolescentes que relataram ter consumido bebidas, quase quatro em dez disseram que seus melhores amigos também bebiam.

A pesquisa foi financiada pelo Instituto Nacional de Saúde (NIH) dos EUA, pelo Instituto Nacional de Abuso de Álcool e Alcoolismo e pelo Instituto Nacional sobre Abuso de Drogas do país.

Bem Estar

Beber engorda e aumenta risco de câncer, alerta ONG

Uma organização não-governamental lançou um alerta sobre o consumo de álcool e de que forma ele pode arruinar as expectativas das pessoas que, entre suas resoluções de ano-novo, se comprometeram a perder peso em 2013.

Segundo a ONG World Cancer Research Fund (WCRF), as pessoas que iniciam uma dieta muitas vezes se concentram nos alimentos que ingerem e ignoram o fato de que o álcool também tem muitas calorias e pode engordar.

Entre as pessoas que bebem, o álcool representa em média cerca de 200 calorias por dia, ou 10% do total diário de calorias recomendado para as mulheres (2000 kcal) ou 8% do recomendado para os homens (2500 kcal), advertiu a ONG.

“Reduzir o consumo de álcool pode ter um grande impacto na perda de peso e na manutenção de um peso saudável”, disse Kate Mendoza, diretora da WCRF.

Câncer

Em número de calorias, o álcool tem 7 kcal/g e só perde para as gorduras (9 kcal/g), superando proteínas e carboidratos (4 kcal/g) e fibras (2 kcal/g).

Uma taça grande (250 ml) de vinho, por exemplo, tem 178 calorias – o equivalente ao número de calorias consumidas em cerca de meia hora de caminhada acelerada.

Além de levar a uma redução de peso, diminuir ou eliminar o consumo de álcool pode prevenir a ocorrência de câncer.

Pesquisas demonstraram ligação entre as bebidas alcoólicas e casos de câncer de intestino, mama, boca e fígado.

BBC Brasil

Torne o hábito de beber água mais divertido

Aumente sua hidratação sem reclamar da falta de gosto ou de cor da bebida saudável

Beber dois litros de água por dia pode ser uma tarefa difícil, até mesmo quando o clima esquenta, no caso de quem não cultiva o hábito. Sucos e refrigerantes acabam ganhando destaque como opções mais atrativa, o que prejudica o metabolismo. “A água elimina as toxinas do organismo, protege o corpo contra doenças e até aumenta a resistência física”, diz a nutricionista Myrla Merlo, da clínica Da Matta Fisio, em Belo Horizonte. Pensando em aumentar sua vontade de beber água, seguem algumas dicas para tornar esse hábito mais divertido e saboroso:

Adicione frutas à água

Que tal acrescentar textura ao seu copo d’água? A nutricionista Roseli Rossi, da Clínica Equilíbrio Nutricional, em São Paulo, afirma que você pode acrescentar frutas fatiadas, amassadas ou mesmo cascas à bebida, que ganha o sabor da fruta de maneira bem leve eaté parte das vitaminas. “Pode ser adicionado abacaxi picado, cascas de laranja ou limão, maçã picada, uvas, carambola ou mesmo ervas como capim cidreira, hortelã, canela em pau e cravo”, afirma.

água com suco concentrado - Foto: Getty Images

Dê um sabor com suco concentrado

Para quem reclama que a água não tem gosto, a dica é acrescentar suco concentrado de frutas. “Opte sempre pelas opções sem açúcar e não exagere nas quantidades, pois é só para dar um leve sabor e facilitar a digestão”, afirma a nutricionista Roseli. A proporção ideal é um litro de água para 200ml do suco.

água com gás e morangos - Foto: Getty Images

Faça cubos de gelo divertidos

Se você gosta de água bem gelada, experimente fazer cubos de gelo com pedaços de frutas dentro. O efeito fica muito bonito e você ainda pode impressionar os convidados com uma bebida simples, mas cheia de estilo. Experimente usar framboesa, amora, morango, uva, kiwi ou outra fruta de sua preferência. E não se preocupe: quando o gelo derreter, é só comer a fruta.

água com gás e morangos - Foto: Getty Images

Transforme em uma bebida gaseificada

Se você é fã dos refrigerantes, experimente acrescentar um pouco de água com gás à água tradicional e completar com suco concentrado de fruta, só para deixar com um sabor diferente. “Para um litro de água mineral acrescente dois copos de água com gás e dois copos de suco de fruta”, diz a nutricionista Roseli.

garrafas de água coloridas - Foto: Getty Images

Invista em águas de cheiro

Essas bebidas são isentas de calorias e uma ótima opção para aumentar a ingestão de líquidos durante o dia. “É importante lembrar que a água natural não é insubstituível, mas para quem não tem o hábito de tomar a bebida pura essa é uma boa opção, pois tem menos sódio e substâncias químicas”, diz a nutricionista Myrla Merlo. A água de rosas e a água de flor de laranjeira são alternativas bem conhecidas.

chá gelado - Foto: Getty Images

Prepare um chá refrescante

Nada como tomar um chá bem gelado para aliviar o calor. “Os chás são excelentes, porque além de hidratarem tem funções que beneficiam a saúde”, afirma a nutricionista Roseli. As ervas em infusões podem ser usadas dependendo da necessidade individual, como hortelã e alecrim para digestão, ou chá verde e de hibisco para efeito termogênico.

jarra de água com limões - Foto: Getty Images

Melhore o visual

Em alguns casos, apenas colocar a água em uma jarra bonita ou decorar o copo com guarda-chuvinhas e outros adereços já dão mais ânimo para incluir a bebida no dia a dia. “Tudo é valido pra adquirir o hábito de aumentar o consumo de água, imprescindível para uma vida saudável”, afirma Roseli Rossi. Faça preparações especiais para servir a água nas refeições, ela vai ficar mais atraente à mesa.

Minha Vida

Beber vinho deixa o casamento mais feliz, diz pesquisa neozelandeza

Conselho dos bons: se o casamento anda mal, invente umas noitadas de vinho com o parceiro. Casais que bebem pelo menos uma garrafa da bebida por semana são mais felizes do que os abstêmios. A dica é de uma pesquisa da Universidade de Otago, na Nova Zelândia.

Os pesquisadores perguntaram a 1,5 mil casais sobre consumo de álcool e felicidade no relacionamento. As mulheres que bebiam pelo menos um dia na semana com os maridos tinham 4 vezes mais chances de mostrar satisfação com o casamento, em comparação com quem não bebia. Entre os homens, a chance de ser feliz era 3 vezes superior a de quem nunca tomava vinho com o parceiro.

Mas não dá para exagerar na dose. Os casais mais felizes bebiam moderadamente – 91% se disseram muito satisfeitos com a vida a dois. O grupo mais infeliz, claro, era aquele composto por um beberrão e outro abstêmio – só em 46% dos casos a vida era satisfatória. Já entre os casais que nunca bebiam nada, 69% das pessoas eram felizes.

Os pesquisadores ainda não sabem justificar a relação entre vinho e felicidade. Mas dá para imaginar, né? Sem não houver exagero, você vai criar um momento a mais de prazer com o parceiro. Não tem como dar errado.

Superinteressante

8,6% dos homens admitem dirigir após beber, diz Ministério da Saúde

Pesquisa divulgada pelo Ministério da Saúde mostra que 8,6% dos homens de qualquer faixa etária admitiram dirigir após consumir bebida alcoólica. A proporção é maior do que das mulheres, 1,2%. O levantamento foi feito em 26 capitais brasileiras e no Distrito Federal.

Os dados fazem parte da pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel 2011), divulgada na terça pelo ministério.

Segundo o levantamento, 4,6% dos entrevistados admitiram dirigir após beber qualquer quantidade de bebida alcoólica. O hábito é mais comum entre os 25 e 44 anos. No total, foram entrevistadas 54.144 pessoas em 2011.

Considerada a população geral, sem distinção de sexo, Florianópolis tem o maior percentual de pessoas que admitem beber antes de dirigir, chegando a 9,6% – mais que o dobro do percentual nacional (4,6%). Belém foi a cidade que teve a menor proporção (2,5%).

Por sexo
Entre as capitais, o hábito entre homens de beber qualquer quantidade de bebida alcoólica e dirigir é mais comum em Florianópolis (16,5%), Palmas (15,9%), Curitiba (12,9%), Goiânia (12%) e Porto Velho (11,8%).

As capitais com os menores percentuais para o sexo masculino são Belém (5%), Rio de Janeiro (5%), Manaus (6,3%), Rio Branco (6,7%) e Recife (7%).

Entre as mulheres, a capital com maior percentual também é Florianópolis (3,3%), representando mais do que o dobro do percentual do conjunto das capitais do país (1,2%). Em segundo lugar está o Distrito Federal (2,4%), seguido por Vitória (2,1%).

Para o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, o resultado é preocupante. “Medidas legislativas como o Código de Trânsito Brasileiro e a Lei ‘Seca’ têm sido muito importantes para a prevenção dos acidentes de transporte terrestre. Por isso, é fundamental implementar e fortalecer essa Lei, reforçar a fiscalização, além de adotar medidas de comunicação e educação de forma continuada e sistemática”, avalia o ministro.

Lei Seca mais rígida
A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (11) texto que endurece a Lei Seca e aumenta as ferramentas para que a polícia comprove a embriaguez dos motoristas. O texto aprovado ainda precisa passar por votação no Senado e só depois segue para sanção presidencial.

O principal ponto do texto é a ampliação das possibilidades de provas, consideradas válidas no processo criminal, de que o condutor esteja alcoolizado. A lei atual ficou enfraquecida pela decisão tomada no fim de março pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) de que a embriaguez só poderia ser comprovada pelo teste do bafômetro ou por exame se sangue. Na prática, muitos motoristas se recusam a realizar os exames.

 Pelo texto, a comprovação dessa condição poderá ocorrer por “teste de alcoolemia, exame clínico, perícia, vídeo, prova testemunhal ou outros meios de prova admitidos em direito”. O texto também prevê o chamado direito à contraprova – ou seja, caso o condutor não concorde com os resultados destes testes, poderá solicitar que seja realizado o teste do bafômetro, por exemplo.

O projeto aprovado pelos parlamentares ainda dobra o valor atual da multa para quem for pego dirigindo com qualquer teor de álcool no sangue. A punição, que hoje é de R$ 957,70, passa para R$ 1.915,40 – e esse valor é dobrado novamente caso o motorista tenha cometido a mesma infração nos 12 meses anteriores.

G1