Arquivo da tag: bebê

Mãe de bebê colocado em calçada é ouvida em delegacia

A mãe do bebê de 11 meses, deixado em uma calçada enquanto ela dava ré no carro, foi ouvida nesta quarta-feira (24), na Delegacia de Repressão aos Crimes Contra a Infância e a Juventude, em João Pessoa. De acordo com a delegada Joana D’arc, Beatriz Fernandes contou que acreditava que a criança estava dentro do carro no momento que entrou no veículo. Após o depoimento, a delegada informou que vai concluir o inquérito e, em seguida, enviar à Justiça.

Em reportagem do Fantástico, no último domingo (21), Beatriz Fernandes contou que a situação aconteceu em um momento de estresse extremo. O caso foi no dia 21 de julho. A mãe do bebê foi até a casa do pai para deixar a criança. Quando estacionou o carro, tirou a filha da cadeirinha e colocou no calçada.

“Eu não estava pensando, estava extremamente nervosa e lembrei das coisas da minha filha que estavam no carro e precisava pegar”. As imagens foram registradas por uma câmera de segurança. Beatriz entra no carro e começa a dar ré no veículo, perto da criança. Ela conta em entrevista que queria manobrar o carro para tirar de frente da garagem, mas havia um tambor de lixo na frente. “Mas no mesmo segundo eu vi que ela estava na calçada, pela câmera de ré”, conta.

Em depoimento, Beatriz Fernandes diz que foi um ato impensado e que entrou no carro para atender o telefone e, de tão contrariada que estava, esqueceu que a criança estava fora do carro.

A delegada perguntou porque ela engatou a ré e ainda andou um pouco com o carro. Beatriz repetiu a mesma versão da entrevista e disse que imediatamente viu a criança pela câmera de ré.

Beatriz Fernandes ainda contou que os momentos de desencontros de horários com o pai da criança nos dias de visita são constantes. O pai da bebê, o advogado Eduardo Aníbal, está com a guarda da criança há mais de 40 dias.

Ele disse que o juiz já havia esclarecido que o horário de visita não precisava ser exato. “Até porque eu trabalho e tem várias outras questões. Eu tinha contatado ela e disse que ia pegar a criança entre 12h e 12h30. Foi quando ela disse que tinha saído do local combinado e eu não ia ver minha filha”, contou. O advogado foi até uma delegacia, no mesmo dia, e prestou um boletim de ocorrência.

Beatriz, no entanto, diz que tentou falar com Eduardo desde 8h do sábado. As 12h30 ela disse que não precisava mais ele ir buscá-la, já que, segundo ela, ele ainda não havia saído de casa. “No domingo eu passei o dia tentando falar com ele”, revela.

Tanto Beatriz quanto Eduardo contam que não conseguem se organizar com os horários de visita combinado para a guarda compartilhada. Naquele fim de semana, o pai deveria ficar com a filha desde o sábado.

“Não teve um dia desde que isso aconteceu que eu não tenha me arrependido. Eu sei que eu jamais faria aquilo de novo. Não teve um dia que eu não pense onde ela está, com quem ela está, se ela dormiu, se ela está comendo direito. Eu estava nervosa, não foi pensado, quem foi que nunca errou?”, desabafa Beatriz.

No entanto, conforme a delegada Joana D’arca, embora o tempo em que a criança ficou sozinha seja muito curto, a imagem é clara e configura abandono de incapaz. Agora, Beatriz só pode ver a filha no berçário e nos fins de semana, na presença dos pais dela. O inquérito será concluído e entregue à Justiça.

G1

 

Mãe que deixou bebê na rua e quase o atropelou tenta se explicar

Um bebê engatinha sozinho, na calçada. Um carro começa a se movimentar. A cena foi registrada por uma câmera de segurança da rua. Era um fim de domingo em João Pessoa, Paraíba. Uma mulher abre a porta do carro e tira o bebê da cadeirinha, deixa a criança sozinha na calçada, fecha a porta e entra de novo no carro. Do lado de fora, o bebê engatinha. Ela liga o carro e engata a ré.

Uma moradora do bairro percebe. A mulher para o carro e sai. O bebê segue engatinhando. Agora em direção à rua. Ela pega o bebê no colo, discute com a moradora e volta para o carro.

Após esse episódio, a mãe perdeu a guarda da bebê que agora pertence ao pai que era namorado dela. O fato ocorreu no bairro do Bessa em João Pessoa.

A mãe explicou que não queria fazer nenhum mal a filha, que devido a demora do pai em ir buscar a criança para passar o fim de semana e ela ter que sair, resolveu ir à casa dele para deixar a bebê e apontou que a mulher passeando com um cachorro que aparece no vídeo e discute com ela é tia do pai da criança. Por esse motivo teria deixado a bebê no chão e entrou no carro, mas logo se arrependeu.

O pai pediu na justiça que devido a este fato, a mãe perca definitivamente a guarda da criança e o processo corre em segredo de justiça na Paraíba.

A delegada de crimes contra infância, Joana Darc, aponta que o caso foi tratado como abandono de incapaz, mesmo sendo por pouco tempo, mas o que vale é intenção de quem deveria cuidar e proteger.

A matéria foi veiuculada neste domingo (21) no Fantástico.

 

pbagora

 

 

Bebê abandonada em maternidade foi adotada por casal de Guarabira

Um casal da cidade de Guarabira adotou a recém-nascida abandonada pela mãe depois do parto no Hospital Regional de Guarabira. A menina foi adota há pouco mais de 30 dias, respeitando-se a fila da adoção, de acordo com a Vara da Infância e Juventude da Comarca de Guarabira.

Uma jovem, identificada por Juliana Fernandes da Paz, de 23 anos, moradora da cidade de Araçagi, ganhou neném em parto normal no dia 7 de maio passado, no Hospital Regional de Guarabira, e fugiu dois dias depois pela janela do banheiro da enfermaria.

Uma funcionária da limpeza contou que teve de pedir ajuda para arrombar a porta, que foi fechada pela mãe. Ela teria usado um balde grande, cheio de roupas, para escalar a parede até chegar à janela, por onde conseguiu fugir.

A direção da unidade hospitalar acionou o Conselho Tutelar para que fossem adotadas as medidas. A criança permaneceu no hospital sob os cuidados da equipe de enfermagem e pediatria até ser transferida para uma casa de acolhimento da cidade (Comunidade Talita), onde ficou até que a Justiça definisse seu destino.

Preenchidos os critérios para adoção definidos em lei, o juízo sacramentou a adoção para o casal, que não teve a identidade nem endereço revelados, para garantir o sigilo e a segurança do casal e da criança.

Quando o caso foi levado a conhecimento público e amplamente divulgado pela imprensa, muitos foram os casais que apresentaram para adotar a criança, mas somente os que já estavam na fila de espera é que tiveram as condições avaliadas pela Justiça.

Quem pode adotar e como?

Qualquer pessoa maior de 18 anos, independente do estado civil, credo religioso, orientação sexual ou aspectos econômicos pode adotar. No entanto, o pretendente deve ser, pelo menos, 16 anos mais velho que o adotando e estar disposto a oferecer um ambiente familiar adequado para o desenvolvimento da criança ou adolescente.

Uma das modalidades legalizadas de adoção ocorre por meio do Cadastro Nacional de Adoção (CNA), quando uma equipe da Vara da Infância e Juventude cruza as informações no sistema e encaminha a criança ou adolescente para a pessoa ou casal que se encontra na fila de pretendentes.

Já nos casos em que um dos cônjuges ou companheiro decide adotar o filho do outro, acontece a chamada adoção unilateral, na qual mantém-se a relação de filiação do adotado com o pai ou a mãe, incluindo, apenas, a nova relação de parentesco.

Além disso, em algumas situações, também é permitido que a mãe biológica entregue diretamente seu filho a alguém. As situações específicas envolvem adoção unilateral; adoção em família, desde que haja afetividade ou afinidade; ou casos em que o adotante for tutor ou guardião legal de criança maior de três anos de idade.

 

portal25horas

 

 

Embarcação explode no AC e deixa 18 pessoas em estado grave, entre elas mãe e bebê

Uma explosão em uma embarcação deixou 18 pessoas gravemente feridas, no final da tarde de sexta-feira (7). O acidente ocorreu no Rio Juruá, em Cruzeiro do Sul, no interior do Acre. Inicialmente, a informação era de que havia 15 feridos.

Segundo o Corpo de Bombeiros, o barco transportava mercadorias, pessoas e combustível para os municípios de Porto Walter e Marechal Thaumaturgo, no interior do estado. Dentre os feridos estão uma mãe e um bebê. O barco estava saindo de Cruzeiro do Sul com destino a Marechal Thaumaturgo.

O diretor clínico do Hospital do Juruá, Marlon Holanda, informou que o bebê foi transferido para o Hospital da Criança, ainda neste sábado (8), e passou por cirurgia de emergência.

Embarcação explode durante abastecimento no rio Juruá, Acre

Embarcação explode durante abastecimento no rio Juruá, Acre

Os nomes das vítimas ainda não foi divulgado. Holanda afirmou que os pacientes estão com queimaduras de 70% a 90% da superfície corporal queimada. “Seis pessoas estão entubadas em estado gravíssimo, duas vão ser transferidas agora de manhã para Rio Branco e os outros pacientes estão em estado grave”, disse.

O comandante do Corpo de Bombeiros da cidade, capitão José Dutra de Oliveira, informou que no momento da explosão, o barco estava abastecendo.

Veja o local da explosão de embarcação que deixou feridos no Acre — Foto: Diana Yukari/G1

Veja o local da explosão de embarcação que deixou feridos no Acre — Foto: Diana Yukari/G1

“Um barco que ia para Marechal Thaumaturgo [cidade do interior], de um senhor conhecido por Moreno, estava abastecendo às margens do rio, ao lado do [bairro] Miritizal, direto de um caminhão pipa, que também não sei de onde é. Aparentemente, era um abastecimento clandestino, e o barco explodiu com o pessoal que estava dentro”, contou.

Equipes do Corpo de Bombeiros fizeram mergulhos no local do acidente para tentar localizar possíveis vítimas fatais afogadas. Segundo o comandante Oliveira, nenhum corpo foi localizado e ainda não se sabe quantas pessoas estavam na embarcação no momento do acidente, já que não havia um controle de passageiros.

Barco explodiu no Rio Juruá, em Cruzeiro do Sul, nesta sexta-feira (7) — Foto: Gledisson Albano/Rede Amazônica Acre

Barco explodiu no Rio Juruá, em Cruzeiro do Sul, nesta sexta-feira (7) — Foto: Gledisson Albano/Rede Amazônica Acre

Explosão

João Oliveira da Silva, de 33 anos, ficou com queimaduras nas pernas, braços e mãos. Ele disse que estava com o filho no barco e não sabe se ele conseguiu se salvar.

“Não sei dizer como foi, quando vi o fogo caí na água. Tinha muita gente no barco. Deve ter morrido alguém, não tinha como sair. Não tirei nada, roupas queimaram tudo. Graças a Deus consegui sair”, lamentou.

O catraieiro Nonato Coelho estava na outra margem do rio quando houve a explosão. Ele afirmou que o motorista do carro-pipa retirou a mangueira rapidamente e saiu do local.

“Quando vimos, foi a explosão e fumaça. O caminhão estava no barranco, mas quando viu o fogo, não sei nem se conseguiu puxar a mangueira, só vi que estava derramando gasolina, ele pulou dentro do carro e se mandou”, relembrou.

Embarcação explode enquanto abastecia e deixa feridos em Cruzeiro do Sul

Embarcação explode enquanto abastecia e deixa feridos em Cruzeiro do Sul

Investigação

A Marinha do Brasil e a Polícia Civil do Acre vão investigar as causas da explosão em uma embarcação que deixou 18 pessoas feridas, na sexta-feira (7), na margem direita do Rio Juruá, em Cruzeiro do Sul, no interior do Acre.

O delegado da cidade, Lindomar Ventura, afirmou que o inquérito vai ser instaurado ainda neste sábado (8) e que deve iniciar as oitivas das pessoas envolvidas e testemunhas na próxima segunda (10). Peritos da Polícia Civil estiveram no local do acidente para iniciar a investigação.

“A gente só está aguardando passar esse primeiro momento para começar a ouvir algumas pessoas. As vítimas ainda estão em atendimento e é importante conversar com elas para saber o que aconteceu, além das pessoas que estavam fazendo a descarga do combustível. Vamos aguardar o laudo da perícia, que deve ficar pronto em 10 a 15 dias”, afirmou o delegado.

Abastecimento clandestino e irregular causou explosão em embarcação no Acre

Abastecimento clandestino e irregular causou explosão em embarcação no Acre

A Marinha do Brasil informou que assim que tomou conhecimento da explosão, enviou uma equipe de busca e salvamento e de inspeção naval da Agência Fluvial de Cruzeiro do Sul, junto com uma equipe do Corpo de Bombeiros do Amazonas.

“Todas as pessoas foram resgatadas com vida e os feridos foram encaminhados ao hospital da cidade. Um inquérito será instaurado para apurar as causas, circunstâncias e responsabilidades pelo acidente”, afirmou a Marinha em nota.

Dentre o procedimento investigatório da Marinha estão: se a embarcação tem inscrição, qual a tripulação dela, se ela era autorizada a transportar combustível, pessoas, mercadorias, que tamanho era a embarcação, identificar o proprietário, entre outras investigações mais aprofundadas.

 

 

G1

 

 

Pais de bebê de nove meses estuprada na Paraíba são presos

Foram presos na tarde desta quinta-feira (30), os pais da criança de 9 meses  que morreu após ser estuprada, em Soledade, no Cariri paraibano. Eles foram presos no município de São José do Sabugi.

Segundo informações policiais, eles foram  levados para a delegacia de Polícia Civil de Soledade para que o delegado responsável tome as providências cabíveis.

A criança morreu após ter convulsões e ser levada para o Hospital de Soledade. Exames cadavéricos apontaram que ela foi estuprada antes de morrer.

 

Portal WSCOM

 

 

Bebê de 9 meses que morreu em hospital da PB foi estuprada, confirma laudo

A criança de 9 meses que morreu no hospital de Soledade, no Agreste da Paraíba, foi estuprada. A informação foi confirmada no início da tarde desta quinta-feira (30) pelo Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol) de Campina Grande, após exame de corpo de delito.

Conforme o Numol, os resultados dos exames apontam que a criança foi estuprada recentemente. Mas a causa da morte ainda não foi confirmada. No corpo da criança foram encontrados vestígios do estupro e o material será encaminhado para análise laboratorial, para tentar identificar o suspeito.

De acordo com o delegado responsável pelo caso, Durval Barros, o crime chocou a todos. “Depois deste laudo, não tenha dúvidas de que a polícia vai investigar isso até o fim. Um caso desses, de tamanha crueldade, precisa ser investigado e concluído o mais rápido possível”, afirmou.

Criança morreu ao dar entrada em hospital

A criança de 9 meses morreu na noite da quarta-feira (29), após ser levada para o Hospital de Soledade. Conforme um Boletim de Ocorrência registrado por um Policial Militar na Delegacia de Polícia Civil de Esperança, o PM estava de serviço na cidade quando foi acionado pela Guarda Municipal ao hospital.

Ao chegar no local, o médico que atendeu a criança disse que precisava fazer uma denúncia. De acordo com o boletim, o médico relatou ao policial que a criança deu entrada na unidade de saúde com com 40 graus de febre e morreu após uma uma crise convulsiva. Após a morte, o médico analisou o corpo do bebê e percebeu lesões na criança que indicam estupro.

Segundo relato da mãe da criança ao médico, a filha tinha paralisia cerebral e ela havia levado a criança para realizar um exame em Campina Grande. Na volta para São José do Sabugi, onde mora, ela parou para jantar em um restaurante de Soledade, foi quando a criança teve convulsões e foi levada para o hospital da cidade pela mãe.

G1

 

Em Guarabira, jovem foge de hospital e abandona bebê

Um caso inusitado de abandono de recém-nascido na cidade de Guarabira está chamando a atenção da população. Uma jovem, identificada por Juliana Fernandes da Paz, de 23 anos, moradora da cidade de Araçagi, ganhou neném na última terça-feira (7), no Hospital Regional de Guarabira, e fugiu nesta quinta-feira (9), por volta das 13h30min, pela janela da enfermaria.

A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa da unidade hospitalar. De acordo com a assistência social do HR a mulher dizia a todo momento que não queria cuidar da filha e, mesmo havendo o acompanhamento psicológico, a jovem resolveu fugir e abandonar a criança. Há informações que o pai também não quer a filha.

A criança permanece no hospital sob os cuidados da equipe de enfermagem e pediatria, sendo alimentada regularmente até que haja uma definição sobre o destino da recém-nascida.

A direção do Hospital Regional acionou o Conselho Tutelar para que sejam adotadas as medidas que ocaso requer. O Ministério Público deverá ser também acionado para acompanhar o caso.

Jota Alves

 

 

Bebê é encontrado morto dentro de caixa em lixão no Cariri

Uma criança recém-nascida foi encontrada morta dentro de uma caixa de sapato no lixão do município de Monteiro, no Cariri paraibano. O corpo do bebê foi localizado por garis nesta quinta-feira (2).

De acordo com a polícia, os garis que encontraram o corpo do recém-nascido rapidamente acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). No entanto, de acordo com os socorristas do SAMU, a criança já estava sem vida.

Foi dito à polícia que a criança foi encontrada enrolada em uma manta e dentro de uma caixa de sapato. Existe a suspeita de que o bebê tivesse morrido a poucas horas, já que encontrava-se ainda com o cordão umbilical.

Para os socorristas do SAMU, existe a possibilidade de a criança tenha sido abandonada e jogada no lixo ainda em casa, desta forma, acabou sendo recolhida pelo carro da coleta.

A perícia constatou ainda a existência de hematomas pelo corpo e a cabeça apresentava sinais de traumatismo craniano. No entanto, ainda não foi possível dizer que as pancadas teriam sido causadas por alguém ou pela forma como o corpo foi transportado até o lixão.

 

PB Agora
foto: divulgação/SAMU

 

 

Polícia investiga morte de bebê que teria se engasgado durante amamentação na PB

A Polícia Civil da Paraíba está abrindo um inquérito para investigar a morte de um bebê, na cidade de Pedras de Fogo, na região da Mata Paraibana. A principal suspeita é de que a criança tenha se engasgado enquanto era amamentada pela mãe, mas ainda não há laudo confirmando o motivo da morte.

O caso ocorreu nesta segunda-feira (22). Segundo a Polícia Civil, a criança já chegou ao Hospital Regional de Pedras de Fogo sem vida. A equipe médica tentou reanimar o bebê, mas não houve reação. Depois disso a Polícia Civil foi acionada pelo hospital.

De acordo com o delegado Paulo de Oliveira Martins, no hospital, a mãe disse que o bebê teria se engasgado enquanto estava mamando. Porém, a Polícia Civil solicitou que um exame para confirmar o motivo da morte.

“Nós solicitamos um exame no Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol), para de fato saber como essa criança morreu. Nessa terça-feira (23) vamos já tentar algum adiantamento de resposta por parte do Numol para encaminhar o inquérito”, disse ele.

A mãe da criança ainda não foi ouvida pela Polícia Civil. O delegado informou que deve ouvir ela ainda essa semana. “Por questões logísticas e também pelo estado que a mãe se encontrava com a morte da criança ainda não ouvimos ela oficialmente. O que soubemos foi apenas o que foi dito no hospital”, explicou o delegado.

G1

 

Guarabira: mulher com carrinho de bebê é atacada por bandido e tem celular roubado

Na noite deste domingo (17), um marginal armado com um punhal atacou uma mulher em frente ao Colégio Geo Santo Antônio, em Guarabira. A vítima estava empurrando um carrinho de bebê e em companhia de outras crianças, mas mesmo assim foi atacada e teve o celular roubado.

Imagens de monitoramento flagraram momento do ataque. Assustada com o assaltante, a mulher soltou o carrinho, caiu e teve o celular tomado. O carrinho foi alcançado por uma das crianças e por sorte não desceu ladeira abaixo.

A Polícia Militar foi acionada, agiu rápido e conseguiu prender o indivíduo em flagrante.

 Assista ao vídeo:

Leia o relatório da PM

A Polícia Militar efetuava rondas quando recebeu uma denúncia que um indivíduo armado com um punhal acabara de roubar o celular da vítima.

De imediato a guarnição foi ao local e mediante informações repassadas pela vítima foram realizadas diligências vindo a lograr êxito na localização do acusado.

Após abordagem foi encontrado em seu poder um punhal. A guarnição da Força Tática comandada pelo Cabo Evangelista conduziu o acusado à Delegacia de Polícia Civil para o auto de lavratura em flagrante delito.

 

portal25horas