Arquivo da tag: batida

Batida entre motos deixa um morto e um ferido grave em Cuité

Uma batida entre duas motocicletas deixou uma pessoa morta e outra ferida em estado grave no início da noite desta sexta-feira (21), em trecho da rodovia BR-104 que corta o município de Cuité, no Curimataú da Paraíba, a 235 km de João Pessoa.

A Polícia Rodoviária Federal confirmou a ocorrência, mas não deu detalhes sobre como o fato teria ocorrido.

A identidade das vítimas também não foi informada até a publicação desta matéria.

 

portalcorreio

 

 

Homem e mulher morrem após batida entre carro e moto no Litoral Sul da PB

policiaUm homem e uma mulher morreram após uma batida entra a motocicleta na qual trafegavam e um carro em trecho da rodovia PB-044, na Zona Rural de Pitimbu, no Litoral Sul da Paraíba, a 68 km de João Pessoa, na tarde deste sábado (25).

Segundo o cabo Faustino, da Polícia Militar do município próximo de Alhandra, que fica responsável pelas ocorrências da região, as vítimas não utilizavam capacete no momento do acidente e morreram ainda no local da ocorrência.

A polícia não apurou o que teria causado a colisão. Não há informações de feridos entre os ocupantes do carro.

Portal Correio

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Batida de frente entre dois carros deixa 1 morto e 3 feridos em Areia

sireneEm um acidente ocorrido na noite desse sábado (07) na Zona Rural de Areia, no Brejo da Paraíba, a 130 km de João Pessoa, um homem de 51 anos morreu após batida entre a Ford Pampa que conduzia e um Chevrolet Corsa, na rodovia PB-089. Acompanhando a vítima fatal estavam uma jovem de 28 anos e uma filha dela, de seis, que tiveram ferimentos leves, assim como o motorista do outro carro. Segundo o cabo Neto, da Polícia Militar de Areia, que atuou na ocorrência, o condutor da Pampa voltava com mãe e filha de um hospital.

“Ele havia se oferecido para levá-las a um hospital porque a criança havia apresentado um quadro de intoxicação”, contou Neto.

De acordo com o policial, peritos que investigam o acidente levantaram a hipótese de que o Corsa poderia estar em alta velocidade e teria invadido a pista contrária, batendo de frente no outro automóvel. O condutor suspeito de provocar o fato, que já foi liberado do hospital, será ouvido pela Polícia Civil.

Focando a Notícia com portalcorreio

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Homem morre e mãe e filha ficam feridas em batida entre motos na PB

(Foto: WhatsApp)
(Foto: WhatsApp)

Um motociclista de 46 anos morreu e duas mulheres (mãe e filha), de 41 e 19 anos, ficaram feridas após as duas motocicletas nas quais trafegavam baterem de frente na rodovia PB-034, na Zona Rural do município de Caaporã, no Litoral Sul da Paraíba, a 45 km de João Pessoa, nas proximidades do distrito de Cupissura. O fato ocorreu na tarde desta sexta-feira (18).

Segundo o cabo Leonardo, da Polícia Militar de Caaporã, há suspeitas de que o homem tenha invadido a pista contrária e causado o acidente. O fato, no entanto, só seria confirmado após uma perícia. Também não se sabia se ele poderia ter ingerido bebida alcoólica e o que poderia ter o levado a entrar no sentido oposto. Ele morreu ainda no local.

A ocupante mais nova da outra moto teve que ser socorrida pelo helicóptero da PM para o Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa. A instituição de saúde, no último boletim médico divulgado à imprensa, declarou que o quadro dela era grave.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

A mãe dela, de acordo com Leonardo, teve escoriações leves pelo corpo e foi socorrida por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência. O estado de saúde dela não foi divulgado.

“Ainda não sabemos de forma clara quais seriam as causas do acidente, mas o trecho onde o fato ocorreu é bastante mal sinalizado e não tem acostamento”, revelou o cabo da PM.

Via Portal Correio

Batida frontal entre duas motos deixa um menor morto e jovem em estado grave, na Capital

Reprodução/ TV Correio
Reprodução/ TV Correio

Um adolescente que ainda não teve a identidade revelada morreu na noite dessa quarta-feira (24), após um acidente envolvendo a motocicleta que ele conduzia e outra moto. A batida aconteceu na BR-230, no trecho do bairro de Oitizeiros, em João Pessoa.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), uma motocicleta vinha no sentido João Pessoa/ Cabedelo, quando bateu de frente em outra moto que vinha na contramão.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Com o choque entre as motos, o adolescente que pilotava uma delas morreu na hora. O outro motociclista foi socorrido em estado grave para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa. O estado de saúde ainda não foi divulgado.

 

portalcorreio

Batida entre motos deixa vítima fatal na cidade de Araruna

sireneUm acidente grave aconteceu na noite desta quinta(23) na cidade de Araruna, próximo a escola estadual Benjamin Maranhão.

O condutor de uma motocicleta, Francisco Honarato de Queiroz, 39 anos, residente no Loteamento José Gomes Azevedo em Araruna, faleceu após chocar-se com outra moto.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Sua esposa, que estava na carona da moto, teve vários ferimentos, foi atendida pelo SAMU e transferida para o Hospital de Trauma da Capital.

O condutor da outra moto ainda não foi identificado.

 

Diário de Araruna

Jornalista argentino morre em batida durante perseguição policial em SP

O argentino Jorge "Topo" López participava da cobertura da Copa do Mundo (Reprodução / Twitter)
O argentino Jorge “Topo” López participava da cobertura da Copa do Mundo (Reprodução / Twitter)

O jornalista argentino Jorge “Topo” López, de 38 anos, morreu na madrugada desta quarta-feira, em São Paulo, quando o táxi em que ele se encontrava foi atingido por um veículo ocupado por bandidos que fugiam da Polícia Militar. Jorge estava no Brasil para participar da cobertura da Copa do Mundo para a rádio “La Red” e o jornal “Olé”, da Argentina, e o jornal “Sport”, da Espanha.

O taxista, que sofreu apenas uma lesão no ombro, contou à polícia que o jornalista argentino havia iniciado a corrida no Jardim Paulista, na zona oeste da capital, e seguia para o Hotel Bristol, em Guarulhos, onde estava hospedado. O acidente ocorreu no cruzamento da Avenida Tiradentes e a Rua Barão de Mauá, no centro de Guarulhos, por volta das 1h30 (de Brasília).

O táxi em que López estava foi atingido por um carro roubado que fugia de uma perseguição da PM. Após o choque, o táxi rodou e se chocou contra um poste. Com o impacto, o jornalista argentino, que estava no banco traseiro, foi arremessado para fora e morreu na hora. Os três ocupantes do veículo não sofreram ferimentos, e foram levados ao 1º DP de Guarulhos.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O “Olé” divulgou uma nota lamentando a morte do jornalista, e disse que “o jornalismo inteiro está de luto”. A rádio “La Red” se disse comovida e em profunda dor por causa do acidente. A Associação de Futebol da Argentina (AFA) também manifestou luto e afirmou que se solidariza com os colegas de trabalho de Topo e com sua esposa, a também jornalista Veronica Brunati.

O técnico argentino Diego Simeone, do Atlético de Madrid, lamentou a morte do jornalista por meio das redes sociais. A esposa de López, Veronica Brunati, que também está no Brasil para a cobertura da Copa do Mundo, ficou sabendo do acidente por meio da publicação de Simeone, e se mostrou bastante chocada com a notícia.

– Não se foi apenas um grande jornalista, se foi também um amigo. Muita dor. Minhas condolências a Veronica Brunati e família. Descanse em paz, Jorge “Topo” López – escreveu Simeone.

– Diego, não me diga isso. Por favor, alguém me ligue – respondeu Veronica.

Pelo Twitter, Diego Simeone lamentou a morte do jornalista argentino Jorge "Topo" López  (Foto: Reprodução / Twitter )Pelo Twitter, Diego Simeone lamentou a morte do jornalista argentino Jorge “Topo” López (Foto: Reprodução / Twitter )
A esposa de Jorge "Topo" López ficou sabendo da morte do jornalista por meio do Twitter (Foto: Reprodução / Twitter )A esposa de Jorge “Topo” López ficou sabendo da morte do jornalista por meio do Twitter (Foto: Reprodução / Twitter )

López é o segundo jornalista argentino vítima de um acidente automobilístico durante a Copa do Mundo no Brasil. Na madrugada do dia 2 de julho, Maria Soledad Fernandez, de 26 anos, morreu em um acidente enquanto viajava de São Paulo a Belo Horizonte. Ela deixava a capital paulista após participar da cobertura de Argentina x Suíça, na Arena Corinthians, para a DirecTV. O acidente ocorreu no km 619 da Rodovia Fernão Dias. O carro capotou e caiu em uma ribanceira. Maria morreu na hora, e os outros dois ocupantes do veículo tiveram apenas ferimentos leves.

Amigo de Messi

O argentino Jorge López mantinha uma relação de amizade com Lionel Messi. O jornalista, mais conhecido como Topo no meio esportivo, era responsável por fazer entrevistas com o craque do Barcelona para o “Olé”. Segundo o jornal argentino, Topo conheceu o jogador durante o período em que viveu em Barcelona, e se surpreendeu com o talento daquele que viria a se tornar o  grande astro da Alviceleste.

Ao notar que estava diante de um dos maiores talentos do futebol atual, Topo passou a entrevistar Messi com frequência, e uma relação de forte amizade surgiu entre os dois. Quando o jogador se consagrou como o melhor do mundo, o argentino era um dos repórteres mais próximos do craque. O camisa 10 demonstrava confiança e espontaneidade durante as entrevistas com López, e costumava falar abertamente sobre sua carreira com o jornalista e amigo.

Jorge "Topo" López entrevista o craque argentino Lionel Messi, em foto de 2009 (Foto: Reprodução / Twitter )Jorge “Topo” López entrevista o craque argentino Lionel Messi, em foto de 2009 (Foto: Reprodução / Twitter )
Por 

Force India culpa Massa por batida. E diz que punição a Pérez é conspiração

felipe-massa-acidenteA Force India não concordou com a punição dada a Sergio Pérez, pelo acidente em que o piloto se envolveu em uma disputa por posição com o brasileiro Felipe Massa no GP do Canadá. Os comissários de prova declararam o mexicano culpado pela batida, mas a escuderia afirma que a decisão não passa de uma “conspiração”.

Massa atacou Pérez por ter mudado a trajetória quando defendia a posição – o que gerou a batida, com o brasileiro atingindo a traseira do mexicano. Para a Force India, seu piloto foi vítima.

E, de acordo com o Auto Motor und Sport, a Force India acredita numa “teoria da conspiração”. Isso por conta dos comissários escolhidos para julgarem os casos na corrida deste domingo.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Além dos quatro comissários regulares, Adrian Fernandez esteve na sala que definiu a punição a Pérez. Ele foi empresário de Pérez até dois anos atrás, e eles romperam de forma pouco amigável.

“O comissário piloto desta vez era Derek Daly”, pontuou o diretor da Force India Andy Stevenson. “Eu não sei porque pediram a Fernandez sua opinião.”

O diretor de prova da FIA, Charlie Whiting, disse que a teoria da conspiração é “sem noção”. “De tempos em tempos há comissários como observadores. Fernandez será comissário na Rússia, então o convidamos para ver como as coisas funcionam.

Depois do acidente, tanto Massa quanto Pérez foram encaminhados para o hospital e passaram por exames. Ambos foram liberados sem a constatação de problemas.

Uol