Arquivo da tag: Banana

III Festival da Banana movimenta o fim de semana em Bananeiras

O III Festival da Banana inicia hoje (11) na nossa querida Bananeiras e vai até o domingo (13). Será um evento que trará discussões técnicas, sociais e culturais voltadas à cadeia produtiva da Banana, promovendo a troca de experiências entre produtores, técnicos, pesquisadores, estudantes e demais envolvidos no setor, fomentando a demanda turística e a economia local.

No primeiro dia do evento teremos minicurso; oficina de artesanato com a fibra da banana, visita técnica; Feira Vó Corina Especial e finalizamos o dia com a II Caminhada Noturna pela cidade.

No sábado (12) o dia começa com o Brincando na praça – em alusão ao dia das crianças – uma programação voltada para o público infantil com pula-pula, distribuição de lanches e muitas brincadeiras para diversão das nossas crianças.

Dando sequência a programação do sábado, a praça Epitácio Pessoa recebe a Feira da Banana, com produtos derivados da fruta; Pôr do Sol do Cruzeiro de Roma com música, café regional e uma paisagem de tirar o fôlego. À noite, o Coreto Cultural traz apresentações artísticas e muita música com Neco Lobão.

A programação encerra no domingo (13), com a III Corrida da Serra e a Gincabanana, trazendo um percurso de 6km para os amantes da corrida e competições envolvendo a banana como corrida da banana, cacho mais pesado e maior comedor de bananas.

A programação encerra às 11h com o Coreto Cultural trazendo muito pagode para o público presente e encerrando mais uma edição desse Festival que já é consolidado no calendário de eventos.

Confira a programação completa aqui: http://bananeiras.pb.gov.br/iii-edicao-do-festival-da-banana-reune-arte-cultura-ciencias-e-gastronomia-em-suas-atividades/

Ascom – PMB

 

III Edição do Festival da Banana reúne arte, cultura, ciências e gastronomia em suas atividades

Bananeiras, no brejo paraibano, completa no próximo dia 16 de outubro 140 anos de história. Para comemorar esta data, uma grande programação de eventos acontece durante todo o mês, iniciando com o Festival da Banana, que já se encontra na sua terceira edição.

O III FESTIVAL DA BANANA acontece nos dias 11 a 13 de outubro, em Bananeiras. Será um evento que trará discussões técnicas, sociais e culturais voltadas à cadeia produtiva da Banana, promovendo a troca de experiências entre produtores, técnicos, pesquisadores, estudantes e demais envolvidos no setor, fomentando a demanda turística e consequentemente a economia local.   O Festival é promovido pela Prefeitura Municipal com o apoio da Universidade Federal da Paraíba, Governo do Estado, Emater e a COOPAFAB.

A abertura acontece na manhã da sexta-feira (11), no Espaço Cultural Oscar de Castro, com a oferta de mini-curso de artesanato com a fibra da banana e de facilitador. Além de uma visita técnica ao plantio de bananas, Feira Vó Corina e uma caminhada noturna pela cidade.

No segundo dia, o Brincando na Praça leva a partir das 8h à Praça Epitácio Pessoa uma programação voltada para o público infantil.

Esse ano com muitas novidades, o Festival traz uma feira de produtos totalmente derivados da banana. Também teremos o Pôr do Sol no Cruzeiro de Roma, apresentações culturais e muita música compondo o segundo dia desse Festival que se consolida no calendário turístico da região, proporcionando ao visitante muita cultura, artesanato e esportes.

O Coreto Cultural acontece com atividades todas as noites de sexta (11) e sábado (12) e na tarde de domingo (13) com artesanato, apresentações culturais e muita música no palco instalado no Coreto Marcos Ribeiro.

No domingo (13), a III Corrida da Serra e a Gincabanana, movimentam a Praça Epitácio Pessoa a partir das 8h da manhã e dão o tom ao encerramento do evento.

Segue a programação completa:

DIA 11 DE OUTUBRO (SEXT FEIRA)

HORÁRIO PROGRAMAÇÃO LOCAL
08:00 Mini-curso: (técnico)

INFORMAÇÕES: Porto: (83) 98750-6370 Júlio:( 83) 99698-4320

ECOC – Espaço Cultural Oscar de Castro
08:00 OFICINA de Artesanato – com fibra da banana

INSCRIÇÕES na casa do Turista (15 vagas)

ECOC – Espaço Cultural Oscar de Castro
12:30 Almoço para os participantes do Mini-curso Técnico COOPAFAB
14:00 Visita técnica ao plantio de Bananas

INFORMAÇÕES: Júlio:( 83) 99698-4320

COOPAFAB –

Lagoa do Matias

16:00

 

FEIRA VÓ CORINA – com agricultura familiar, gastronomia, artesanato e apresentação cultural com ATRAÇÃO MUSICAL Distrito de Roma
19h00min II CAMINHADA NOTURNA com a equipe da SUPER TRILHA

INSCRIÇÕES: Washington – (83)998559197 ou na Casa do turista

Concentração na praça Epitácio Pessoa às 18:30 com Saída às 19:30

DIA 12 DE OUTUBRO (SÁBADO)

HORÁRIO PROGRAMAÇÃO LOCAL
08h00min 3° BRINCANDO NA PRAÇA (programação infantil para crianças com apresentações, pula-pula, brincadeiras, distribuição de pipoca, algodão doce, etc)

 

Praça Epitácio Pessoa
14:30 FEIRA DA BANANA NA PRAÇA – Frutos e derivados (COOPAFAB e FEIRA VÓ CORINA) Praça Epitácio Pessoa
16:00 POR DO SOL NO CRUZEIRO

MÚSICA e CAFÉ REGIONAL Vó Corina

CRUZEIRO DE ROMA
19h00min CORETO CULTURAL:

Feira de artesanato e gastronomia

Grupo de Danças Serras de Bananeiras

SHOW MUSICAL: NECO LOBÃO

Praça Epitácio Pessoa

DIA 13 DE OUTUBRO (DOMINGO)

HORÁRIO PROGRAMAÇÃO LOCAL
08h00min III CORRIDA DA SERRA

(Inscrições na Casa do Turista e Diretoria de Esporte

Kaká (83)99676-5491/Jailson: (83)99651-0718

Largada na Praça Epitácio Pessoa
10h00min 3ª GINCABANANA- (Gincana lúdica competitiva)

CATEGORIA I- Cacho de banana mais pesado (Pacovã e Inglesa)

CATEGORIA II – Cacho de bananas como maior número de frutos

CATEGORIA III- Corrida da banana (masculino e feminino)

CATEGORIA IV- Maior comedor de bananas

Inscrições na hora

Praça Epitácio Pessoa

Inscrições na hora

11h00min

 

CORETO CULTURAL

Artesanato e Gastronomia

ATRAÇÃO MUSICAL: SÉRGIO DUARTE E PAGODE DOS AMIGOS

Coreto Marcos Ribeiro

Venha se divertir e se deliciar com a cultura e gastronomia desse belíssimo Festival, e comemorar conosco os 140 anos de história da nossa querida Bananeiras.

Ascom – PMB

 

II Corrida da Serra acontece dentro da programação do Festival da Banana

Os amantes da corrida e caminhada já tem destino certo neste mês de Outubro, com a II Corrida da Serra, que acontece no domingo (14) em Bananeiras. O evento faz parte do calendário do II Festival da Banana de 12 a 14 de outubro com uma variedade de atividades esportivas e culturais.

Com percurso de 5km, os atletas percorrerão estradas de terra, asfalto, subidas e descidas até alcançar o pódio. Além de poder exercitar o corpo, a mente e vislumbrar belas paisagens que a cidade fornece.

As inscrições irão até o dia 12 de Outubro e são limitadas, a idade mínima dos participantes é de 18 anos. Os valores das inscrições variam,  Geral  R$ 30 reais sendo realizada através do site: www.contime.com.br.

Já as Locais, custam R$ 20 reais + 1kg de alimento não perecível e são realizadas na Casa do Turista, localizada na Praça Epitácio Pessoa, no centro de Bananeiras.

Haverá premiação em dinheiro para os primeiros colocados e para as faixas etárias, além de medalhas para todos os inscritos que concluírem a prova.

A distribuição do Kit será feita no dia 13 de Outubro, na casa do Turista, na Praça Epitácio Pessoa, centro de Bananeiras, das 08:00 às 12:00 e de 14:30 às 17 horas.

A largada será às 8h com concentração e saída da Praça Epitácio Pessoa

 Informações e regulamento clique aqui: http://contimeassessoria.com.br/eficiente/repositorio/corrida-da-serra-PB/6655.pdf

PREMIAÇÃO:
PREMIAÇÃO CATEGORIA: 5KM GERAL
1º – colocado – Masculino e Feminino = TROFÉU + R$500,00
2º – colocado – Masculino e Feminino = TROFÉU + R$300,00
3º – colocado – Masculino e Feminino = TROFÉU + R$200,00
4º – colocado – Masculino e Feminino = TROFÉU
5º – colocado – Masculino e Feminino = TROFÉU

PREMIAÇÃO CATEGORIA: 5KM – MORADOR BANANEIRENSE
1º – colocado – Masculino e Feminino = TROFÉU + R$200,00
2º – colocado – Masculino e Feminino = TROFÉU + R$100,00
3º – colocado – Masculino e Feminino = TROFÉU + R$50,00
4º – colocado – Masculino e Feminino = TROFÉU
5º – colocado – Masculino e Feminino = TROFÉU

PREMIAÇÃO CATEGORIA: 5KM – PESSOAS COM DEFICIÊNCIA
1º – colocado – Masculino e Feminino = TROFÉU + R$50,00
2º – colocado – Masculino e Feminino = TROFÉU
3º – colocado – Masculino e Feminino = TROFÉU

PREMIAÇÃO CATEGORIA: FAIXA ETÁRIA 5KM
1º – colocado – Masculino e Feminino = TROFÉU + R$50,00
2º – colocado – Masculino e Feminino = TROFÉU
3º – colocado – Masculino e Feminino = TROFÉU

FAIXAS ETÁRIAS:
MASCULINO – 18/29 anos – 30/39 anos – 40/49 anos – 50/59 anos – 60 + anos
FEMININO – 18/29 anos – 30/39 anos – 40/49 anos – 50/59 anos – 60 + anos
Não haverá premiação dupla. Os atletas premiados nas categorias GERAL E MORADOR não concorrerão na Faixa Etária.

 

Secom-PMB

Mandioca e banana: saiba quais são os alimentos na safra de agosto

Veja como escolher as verduras, legumes e frutas ideais para esta época do ano!

A atual crise econômica é um dos principais problemas no país e, principalmente, nos supermercados. Por isso, acompanhar quais são os alimentos certos de cada época do ano é uma solução eficaz para economizar.

Em agosto, o foco da produção passa a ser nos produtos que se desenvolvem melhor durante este mês. Com uma variada lista de verduras, legumes e frutas, entre elas estão a mandioca e a banana que, além de serem opções econômicas, podem ser utilizadas em diversos pratos deliciosos.

A Estrela, marca de massas e biscoitos da M. Dias Branco, sugere duas receitas para preparar um almoço ou jantar incrível sem pesar no bolso: Lasanha de Costela com Mandioca e Pavê de Banana com Chocolate.

A mandioca ou macaxeira é fonte de carboidratos e fibras, o que já garante uma alimentação mais equilibrada. Seja cozida, frita, como farinha ou tapioca, este legume é um grande queridinho no Brasil e acrescentará um sabor único à sua lasanha.

Já a banana, consumida tanto em receitas salgadas ou doces, pode ser encontrada em várias opções, como prata, maçã, da terra, ouro, nanica, entre outros. Independente da escolha, a banana é fonte de vitaminas e minerais e é muito rica em potássio. Este fruto traz inúmeras qualidades ao organismo e fica uma delícia no recheio do Pavê de Banana com Chocolate.

Confira abaixo a lista dos alimentos da safra deste mês e aproveite para conferir o modo de preparo destas receitas:

LEGUMES EM SAFRA (AGOSTO)

ABÓBORA
ABÓBORA JAPONESA
ABOBRINHA ITALIANA
CARÁ
ERVILHA COMUM
ERVILHA TORTA
FAVA
INHAME
MANDIOCA
MANDIOQUINHA
PIMENTÃO VERMELHO


FRUTAS EM SAFRA (AGOSTO)

 

ABIU
ATEMOIA
BANANA
BANANA NANICA
CAJU
CARAMBOLA
KIWI NACIONAL
KIWI ESTRANGEIRO
LARANJA
LARANJA LIMA
LARANJA PERA
LIMA DA PERSIA
MAÇÃ NACIONAL
MAMÃO FORMOSA
MEXERICA
MORANGO
QUINCAM
TANGERINA MURCOTE
TANGERINA PONCAM

 

Como fazer Lasanha de Costela com Mandioca

Ingredientes:

Molho Branco:

5 colheres (sopa) de Margarina Puro Sabor

5 colheres (sopa) Farinha de Trigo Finna Tipo I (sem fermento)

2 litros de leite

Molho de Tomate:

4 colheres (sopa) de azeite

1 cebola picada

2 dentes de alho picados

10 tomates sem pele, sem sementes e picados

1 litro de polpa de tomate

Recheio de Costela com Mandioca:

1kg de costela de boi (sem osso)

1 cebola picada

4 dentes de alho picados

4 colheres (sopa) de óleo

2 tabletes de caldo de carne

250g de mandioca picada

Montagem:

1 embalagem de Lasanha Estrela (500g)

400g de mussarela em fatias

Queijo parmesão ralado

Temperos:

Sal
Pimenta-do-reino
Orégano e Noz moscada

Modo de Preparo:

Recheio de Costela com Mandioca:

– Tempere a costela de boi com a cebola, alho, sal e pimenta-do-reino.

– Em uma panela de pressão, aqueça o óleo e coloque a costela temperada. Deixe fritar bem!

– Acrescente 1 litro de água, os tabletes de caldo de carne e deixe cozinhar por 50 minutos. Depois coloque a mandioca e deixe cozinhar por mais 15 minutos.

– Retire do fogo, desfie a costela e a mandioca. Reserve.

Molho Branco:

– Em uma panela média, aqueça a margarina e doure a farinha de trigo. Acrescente 2 litros de leite aos poucos, mexendo sempre para não empelotar.

– Acerte o sal, tempere com a pimenta-do-reino e a noz moscada. Retire do fogo e reserve.

Molho de Tomate:

– Em uma panela média, aqueça o azeite, refogue a cebola e o alho. Coloque os tomates picados, polpa de tomates e 2 xícaras (chá) de água.

– Deixe apurar, acerte o sal e tempere com a pimenta-do-reino e o orégano. Retire do fogo e reserve.

Montagem:

– Em um refratário grande e fundo, monte a lasanha.

– Divida o molho branco e o molho de tomate em 3 partes, as tiras de lasanha em 4 e as fatias de mussarela e o recheio de costela com mandioca em 2.

– Alterne as camadas de molho e massa da seguinte forma: molho branco, fatias de mussarela, tiras de lasanha, molho de tomate, recheio de costela com mandioca, tiras de lasanha, molho branco, fatias de mussarela, tiras de lasanha, molho de tomate, recheio de costela com mandioca, tiras de lasanha, molho branco, molho de tomate e finalmente queijo parmesão ralado.

– Cubra com papel-alumínio e leve ao forno médio (200ºC) por 50 minutos.

– Para dourar a superfície, retire o papel-alumínio 10 minutos antes de finalizar o tempo.

Como fazer Pavê de Banana com Chocolate

Ingredientes:

1 embalagem de Biscoito Maizena Estrela

1 lata de creme de leite

1 xícara (chá) de licor de chocolate

200g de chocolate ao leite

150ml de leite

5 bananas nanicas maduras, picadas

1 colher (sopa) de açúcar

1 caixinha de creme de leite

1 envelope de gelatina sem sabor

1 lata de leite condensado

Modo de Preparo:

– Comece preparando o creme de banana. Em um refratário médio, acomode as bananas, ½ xícara (chá) de água, polvilhe o açúcar, leve ao micro-ondas por 5 minutos ou até que as bananas fiquem macias, deixe amornar e reserve. Dissolva o envelope de gelatina sem sabor em 5 colheres (sopa) de água fria, leve ao banho-maria ou micro-ondas e deixe aquecer sem ferver. Leve ao liquidificador, o creme de leite, o leite condensado, o leite, as bananas cozidas e bata até envolver bem todos os ingredientes. Acrescente a gelatina dissolvida e deixe bater por mais 2 minutos e reserve.

– Prepare a cobertura. Derreta o chocolate ao leite no micro-ondas e deixe esfriar. Acrescente a caixinha de creme de leite, reservando 1 colher (sopa) para decorar, misture bem e reserve.

– Monte o pavê de banana com chocolate num refratário médio da seguinte forma: biscoito maizena umedecidos no licor de chocolate, creme de banana, biscoito maizena umedecidos no licor de chocolate, creme de banana, biscoito maizena umedecidos no licor de chocolate, creme de banana, biscoito maizena e leve à geladeira por 20 minutos.

– Retire da geladeira, acomode por cima a cobertura de chocolate e com a ajuda de uma colher decore com o creme de leite reservado. Retorne para geladeira por mais 2 horas e sirva a seguir.

Rendimento: 10 porções

Tempo de Preparo: 40 minutos

Assessoria Estrela para o FN

Sorvete de banana com cacau sem açúcar: saudável e delicioso

sorvete-de-chocolate-com-bananaVontade de tomar sorvete, mas culpa por comer tanto açúcar. Já viu esse filme? Pois procuramos uma opção saudável: sorvete de banana com cacau , sem açúcar e que não precisa ficar no freezer antes de ser consumido. A seguir, aprenda a prepará-lo.

Ingredientes:

3 bananas congeladas e picadas;  ½ de xícara de chá de bebida vegetal de castanhas ou de arroz; 1 colher de sopa de pasta de amendoim sem adição de açúcar; ½ colher de sopa de cacau em pó e ½ colher de sopa de nibs de cacau.

Modo de preparo:

No liquidificador, coloque as bananas, a bebida vegetal, a pasta de amendoim e o cacau em pó. Pulse até criar uma mistura homogênea e cremosa. Adicione então os nibs de cacau e pulse mais uma vez. Sirva em seguida.

Rendimento:

2 porções

Fonte:

Mundo Verde

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Receita de Torta de banana com caramelo

tortaIngredientes

  • 1 pacote de biscoito champagne triturado (180g)
  • 1/2 xícara (chá) de margarina
  • Nozes para decorar

Creme

  • 1 lata de leite condensado
  • 1 lata de creme de leite
  • 2 gemas
  • 1 colher (chá) de canela em pó
  • 3 bananas nanicas fatiadas

Caramelo

  • 1 xícara (chá) de açúcar
  • 3 colheres (sopa) de água

Modo de preparo

  • Em uma tigela, misture o biscoito e a margarina até obter uma farofa.
  • Com ela, forre o fundo e as laterais de uma forma de aro removível de 20cm de diâmetro.
  • No liquidificador, bata o leite condensado, o creme de leite, as gemas e a canela até ficar homogêneo.
  • Espalhe as bananas sobre a massa na forma e cubra com o creme.
  • Leve ao forno médio, pré aquecido, por 25 minutos ou até dourar.
  • Para o caramelo, em uma panela, coloque o açúcar, a água e leve ao fogo baixo, por 12 minutos ou até formar uma calda dourada.
  • Deixe esfriar.
  • Decore a torta com nozes, espalhe o caramelo, desenforme e sirva.

Rendimento:10 porções

comidaereceitas

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

De vendedor de banana a Juiz de direito: Filho de paraibana é destaque em tribunal no DF

juiz edilsonFilho de paraibana com pai potiguar o juiz Edilson Enedino das Chagas, 44 anos, é destaque como titular da Vara de Falências, Recuperações Judiciais, Insolvência Civil e Litígios Empresariais do Distrito Federal.

Com uma equipe formada por doze servidores e dois estagiários, Edilson realiza um trabalho com todo o compromisso com a atividade jurisdicional e de uma singular competência que o credencia como professor de Direito Empresarial.

O Juiz Edilson nasceu em Brasília e um dia vendeu bananas. Ele tornou-se a motivação para os servidores que, com frequência, recebem elogios de jurisdicionados pelo diligente trabalho que executam.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Edilson teve, na invasão do Paranoá, sua primeira residência. Graças a um programa habitacional da extinta SHIS, a família conseguiu uma casa” zero quarto” no Gama. Aos dois anos, perdeu o pai, seu Pedro, que trabalhava como tratorista do GDF. A partir daí, a dona de casa Marlene passa a travar uma tremenda luta pela subsistência – sua e dos cinco filhos. Ao relatar esses tempos, o juiz Edilson pondera que, se não fosse a família unida, a igreja, a casa, a escola e o hospital públicos e também um programa alimentar do governo federal (LBA), talvez nem tivessem sobrevivido.

Era preciso ajudar a buscar o sustento e, aos oito anos, Edilson começa a fazer sua parte vendendo bananas. Aos nove, passa a vender picolés e, aos dez, torna-se jornaleiro. Aos doze anos, vai trabalhar como flanelinha e, aos catorze, como auxiliar gráfico. A diligência leva-o, aos quinze anos, a tornar-se auxiliar de mecânica, mas permanece, como já fazia antes, realizando qualquer trabalho braçal que consegue, sobretudo como ajudante de obra. Até então, poucos poderiam prever que o adolescente laborioso seria, um dia, o primeiro colocado no concurso de 1998 para Juiz de Direito – aliás, o primeiro morador do Gama a alcançar o feito.

Aos 17 anos, Edilson termina o 2º Grau em uma escola pública noturna e, no ano seguinte, realiza o curso de formação de fuzileiro naval da Marinha do Brasil. Em 1989, é aprovado e formado policial militar do DF e, dois anos depois, toma posse no Tribunal Superior do Trabalho, no cargo de Auxiliar Operacional de Serviços Diversos. Foi entre os anos de 1991 e 1994 que uma brilhante carreira jurídica começou a ser delineada. Estudando em uma faculdade particular – na época não havia cotas para as universidades públicas federais – Edilson formou-se em Direito e, apenas um ano após a formatura, tornou-se fiscal do trabalho do DF. Em 1998, veio a conquista do primeiro lugar no concurso para Juiz de Direito e o início de sua trajetória no TJDFT. Passou por Varas Criminais e Cíveis, por Juizado Especial e Vara da Infância e Juventude, enriquecendo seu currículo e competência, inclusive trabalhando, entre 2009 e 2011, como Juiz Eleitoral em Samambaia. Em 2011, passou a atuar na Vara de Falência onde permanece até hoje.

O Juiz Edilson valoriza sua própria história e faz questão de lembrar, sempre, de onde veio. Em suas próprias palavras: “Entendo que importa muito mais quem está conosco do que aquilo que nos acontece. Deus, a família, os amigos, um Estado presente e atuante, uma igreja fraterna. Com essa fórmula, muita fé e honestidade, a vitória sempre chega”.

MaisPB

com TJDFT

Na França, jogador comemora comendo banana e leva o cartão amarelo

Depois que Daniel Alves comeu uma banana jogada em sua direção, a fruta tropical acabou virando um símbolo contra o racismo – e também objeto de comemorações de gols ao redor do mundo. Só que o senegalês Famara Diedhiou não colheu bons frutos ao repetir o gesto. O atacante de 21 anos levou o cartão amarelo ao comemorar, comendo a fruta, o gol que deu a vitória por 2 a 1 ao Gazelec Ajaccio contra o Red Star FC, pela terceira divisão da França.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

 

Globoesporte.com

Catarina doce pode ter recheio de maçã ou banana caramelada; confira a receita

Catarina de BananaIngredientes

Massa:
1 copo (americano) de leite morno
2 colheres (sopa) de manteiga derretida
2 ovos
2 colheres (sopa) de açúcar
1 colher (café) de sal
1 envelope de fermento biológico seco instantâneo (30g fresco)

Recheio de Maçã:
½ litro de leite
3 gemas de ovo
½ xícara (chá) de açúcar
1 colher (café) de essência de baunilha
3 colheres (sopa) de amido de milho
1 maçã picadinha
1 maçã fatiada

Recheio de Banana:
½ litro de leite
3 gemas de ovo
½ xícara (chá) de açúcar
1 colher (café) de essência de baunilha
3 colheres (sopa) de amido de milho
1 xícara (chá) de banana caramelada

Banana Caramelada:
3 colheres (sopa) de açúcar
2 bananas fatiadas
1 copo (americano) suco de laranja
½ cálice de licor laranja

Modo de preparo

Para a Banana Caramelada:

Derreta o açúcar em uma panela, coloque o suco, as bananas e depois de dissolver coloque o licor e reserve para esfriar.

 

Para o Recheio de Maçã:

Coloque em uma panela todos os ingredientes com exceção da maçã fatiada e misture até encorpar. Reserve para amornar.

 

Para a Massa:

Coloque em uma vasilha todos os ingredientes com exceção da farinha e misture bem. Acrescente, aos poucos, a farinha e vá misturando até que a massa fique sequinha. Então sove muito bem com as mãos por 3 minutos, coloque em uma vasilha, cubra com um pano limpinho e deixe fermentar por 15 minutos. Abra a massa em duas partes em formato retangular. Faça cortes nas laterais esquerda e direita da massa como se fosse palitinho, espalhe o recheio desejado no centro e em toda a extensão da massa, entrelace as pontas umas nas outras e finalize pincelando um ovo.

Deixe terminar de fermentar por mais 15 minutos e leve ao forno quente (200º) por aproximadamente 25 minutos ou até que esteja bem dourada.

 

 

Daniel Bork

Band

Em Campina Grande, homem morre engasgado com sanduíche de pão com banana

 

 

Os socorristas realizaram todos os procedimentos, mas o homem acabou morrendo. Segundo relato de familiares, Luciano fazia uma refeição rápida e improvisada, quando engasgou-se com o sanduíche.

Um homem morreu engasgado ao comer um sanduíche de pão com banana. O fato ocorreu  na noite da segunda-feira (17) em Campina Grande (a 119 km da capital paraibana, João Pessoa).

De acordo com o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), uma ambulância foi acionada para o bairro de Bodocongó 3 para atender um pedido de socorro, e quando os paramédicos chegaram ao local encontraram Luciano Moraci Soares, 34 anos, nas proximidades de um bar, sem conseguir respirar normalmente.

O bairro de  Bodocongó, na zona oeste de Campina Grande, possui níveis de qualidade de vida variados, sendo a parte centro-leste do bairro considerada mais rica e próspera que as partes sul, norte e oeste. No bairro estão localizadas os campus de duas universidades.

Os socorristas realizaram todos os procedimentos, mas o  homem acabou morrendo. Segundo relato de familiares, Luciano fazia uma refeição rápida e improvisada, quando engasgou-se com o sanduíche.

Parentes disseram aos socrristas que Luciano Moraci tinha problemas convulsivos e estava fora de casa após uma depressão.

O corpo do homem foi encaminhado para a Gerência de Medicina Legal de Campina Grande (Gemol). O exame confirmou a morte por asfixia mecânica.

http://portalcorreio.uol.com.br