Arquivo da tag: BA

‘Prima’ da dengue se alastra e já é epidemia em cidades do AP e BA

ChikungunyaMenos de dois meses após a confirmação dos primeiros casos autóctones (de transmissão local) da febre chikungunya, a “prima” da dengue está se espalhando rapidamente pelo país, com epidemias na Bahia e no Amapá e casos em outros 11 Estados e no Distrito Federal.

Segundo o Ministério da Saúde, 828 pessoas foram infectadas até 25 de outubro. Dados mais atuais dos municípios, porém, apontam que os casos passam de mil –há um mês, não chegavam a 80.

O vírus chikungunya é transmitido pelos mesmos mosquitos da dengue (Aedes aegypti e Aedes albopictus). Os sintomas da doença também são parecidos, como febre, mal-estar e dores e manchas vermelhas, mas o chikungunya pode causar dores mais fortes (e de maior duração) nas articulações.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

No Amapá, 330 casos foram confirmados só em Oiapoque, onde surgiram as primeiras transmissões no território brasileiro, em setembro. A Bahia concentra 458 confirmações. Feira de Santana é o epicentro, com 371.

O secretário de Vigilância em Saúde do ministério, Jarbas Barbosa, prevê um verão “preocupante”, com casos de dengue e chikungunya ao mesmo tempo.

Avener Prado/Folhapress
Unidade de saúde em Feira de Santana; cidade é a que tem maior número de casos do país
Unidade de saúde em Feira de Santana; cidade é a que tem maior número de casos do país

“É como se tivéssemos um novo sorotipo de dengue circulando. Toda população está suscetível”, diz Barbosa.

O período de maior transmissão é entre janeiro e maio, mas cidades como Feira de Santana já observam a circulação dos dois vírus.

“Nesta semana, além do chikungunya, temos registrado casos de dengue”, diz Maricelia de Lima, técnica da Vigilância Epidemiológica de Feira de Santana. O município investiga 1.161 suspeitas de chikungunya, 39% delas em um único bairro.

Segundo o infectologista Artur Timerman, do Hospital Edmundo Vasconcellos, outro agravante é a previsão de mais casos de dengue subtipo 4, que tendem a ser mais graves em quem já foi infectado pelos outros três tipos.

“Ele começou a circular há dois anos e ainda tem potencial para infectar de 75% a 80% das pessoas”, diz.

Neste ano, todas as campanhas e ações preventivas do Ministério da Saúde contra a dengue vão incluir também a febre chikungunya.

“O nome é diferente, mas a maneira de prevenir é a mesma: eliminar os criadouros do mosquito, não deixar água parada”, diz Barbosa.

Até o ano passado, a febre chikungunya estava concentrada em algumas regiões da África e da Ásia. Em dezembro, o vírus começou a circular no Caribe e depois se espalhou pelo resto das Américas. São quase 800 mil casos, segundo a Organização Pan-Americana de Saúde.

A letalidade é baixa (1 morte para 1.000 casos), mas pode se agravar em idosos e pessoas com doenças crônicas.

Editoria de Arte/Folhapress
CLÁUDIA COLLUCCI

Suspeito de acender rojão que matou cinegrafista é preso na BA

caio-silvaO suspeito de acender o rojão que matou o cinegrafista da “Band” Santiago Ilídio Andrade foi preso na madrugada desta quarta-feira (12) na cidade de Feira de Santana (BA), a cerca de 100 quilômetros de Salvador. Caio Silva de Souza estava em uma pousada e, segundo o recepcionista Hergleidson de Jesus Moreira, deu entrada na tarde da terça com o nome de Vinícius Marcos de Castro, pagando uma diária. “Ninguém suspeitou de nada”, disse.

Segundo o advogado Jonas Tadeu, que representa Souza, o jovem estava indo para a casa do avô no Ceará, foi convencido a interromper a viagem e desceu do ônibus em Feira de Santana. Em entrevista à “TV Globo”, Tadeu afirmou não considerar que houve uma fuga e, sim, uma apresentação.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

“Não participam de grupo nenhum [Black Blocks]. É um jovem miserável financeiramente, de baixo discernimento, com ideais de uma sociedade melhor. São jovens aliciados, manipulados. Esses jovens foram municiados. Aquele rojão que matou, infelizmente, o cinegrafista foi entregue por quem indiretamente alicia esses jovens”, afirmou o advogado. Ele disse não poder dizer, porém, quem são os aliciadores por sigilo profissional.

O advogado disse ainda que Souza não sabia que o explosivo era um rojão. Ele acreditava se tratar de um “cabeção de nego”, tipo de artefato que gera barulho, mas sem poder destruição.

O delegado responsável pelas investigações, Maurício Luciano, da 17ª DP (São Cristóvão), afirmou que o suspeito estava acuado quando foi encontrado no hotel. Souza será interrogado quando chegar ao Rio.

Hergleidson afirmou que o jovem não resistiu à prisão, que ocorreu por volta das 2h (3h no horário de Brasília). O advogado do jovem acompanhou a operação. Souza segue em avião para o Rio nesta manhã, onde deve chegar por volta das 9h.

Souza estava foragido desde segunda-feira (10), quando a Justiça do Rio ordenou sua prisão temporária por 30 dias. Ele foi reconhecido através de fotos pelo tatuador Fábio Raposo, acusado de entregar o rojão.

Mais cedo, a Polícia Civil do Rio havia divulgado uma nova foto de Souza. O jovem tem duas passagens por tráfico de drogas nas delegacias de Mesquita (53ª DP) e de Comendador Soares (56ª DP).

Souza não foi indiciado porque os inquéritos abertos nos dois distritos não confirmaram as suspeitas envolvendo o jovem. Além das passagens por tráfico, ele teve seu nome citado em outros dois boletins de ocorrência, ambos registrados após manifestações no Rio.

Em um deles, Souza é suspeito de ter cometido crime de menor potencial ofensivo –a Polícia Civil não deu detalhes sobre a ocorrência. Já no segundo boletim, o jovem é citado como vítima de agressão.

Souza trabalha no hospital estadual Rocha Faria, em Campo Grande, na zona oeste do Rio de Janeiro, segundo informações da Secretaria de Estado de Saúde, mas não é funcionário público, e sim contratado de uma empresa terceirizada.

A função dele na unidade é auxiliar de serviços gerais. O nome da empresa com a qual o suspeito teria o vínculo empregatício não foi divulgado pela secretaria.

Morte do cinegrafista

Após quatro dias internado no CTI (Centro de Tratamento Intensivo), Santiago teve morte encefálica na manhã de segunda-feira (10), no Hospital Souza Aguiar, no centro do Rio. Mesmo após a neurocirurgia para estancar o sangramento e estabilizar a pressão intracraniana, ele ficou com mais de 90% do cérebro sem irrigação sanguínea. Na tarde de segunda-feira, a família doou os órgãos, conforme pedido prévio do cinegrafista.

Santiago será cremado na próxima quinta-feira (13), no cemitério do Caju, na zona norte fluminense. O velório ocorrerá das 7h até as 11h, e será aberto para profissionais de imprensa, amigos e público em geral. A partir das 11h, a cerimônia será fechada para a família do cinegrafista. A cremação acontecerá ao meio-dia.

Colegas da Band afirmaram que o clima na empresa era de tristeza e revolta. Amigo de Andrade desde que ele começou na emissora, em julho de 2004, um funcionário que preferiu não se identificar contou que o cinegrafista estava em outra cobertura e foi escalado para filmar a manifestação depois do seu horário.

Acompanhado por uma repórter que foi buscar o carro quando Andrade foi atingido, a equipe ficaria poucos minutos no local. “Eles foram gravar algumas imagens. Ele estava completamente sozinho e não tinha como se defender. Se estivesse com um auxiliar de câmera, talvez a tragédia não tivesse acontecido, porque daria tempo de avisado”, disse.

Uol

Atirador mata prefeito eleito e primeira dama e secretário na BA

Uma ação cinematográfica tomou conta da pequena cidade de Jussiape, no sudoeste baiano, na tarde deste sábado. Um atirador, identificado como Coló, saiu armado pela cidade, executou três pessoas, incluindo o prefeito eleito do município, Procópio Alencar, e a primeira-dama Jandira Alencar. Na ação de captura, dois policiais foram baleados e um deles teria morrido – informação ainda não confirmada pela polícia.

De acordo com a assessoria do prefeito, o suspeito teria iniciado os ataques no início da manhã. Após matar Oderlange Pereira, gerente da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) no município e candidato a vereador, foi à casa do prefeito. Chegando ao local, matou a primeira-dama, que estaria no portão, entrou na casa e executou Alencar.

Moradores da cidade chamaram a polícia, que enviou forças das brigadas Civil e Militar de municípios vizinhos a Jussiape. Na ação de captura de Coló, um policial foi baleado na perna e outro teria sido atingido na cabeça. O atirador acabou morto pelos policiais.

Uma força especial continua na cidade e a motivação do crime, que pode ser política, de acordo com a assessoria de Alencar, ainda está sendo investigada.

Os internautas Antonio Marcos, de Catetité (BA) e Anderson Oliveira, de Vitória da Conquista (BA) participaram do vc repórter, canal de jornalismo participativo do Terra.

Terra

Frigoríficos do NE discutem soluções para melhorar cadeia produtiva de ovinos e caprinos em Juazeiro/BA

Encontro promovido pelo Aprisco Nordeste será realizado nesta quinta (8) e sexta-feira (9), em Juazeiro (BA)

Os principais frigoríficos do Nordeste se reúnem, nesta quinta (8) e sexta-feira (9), em Juazeiro (BA), para discutir e buscar soluções para os principais problemas nas Cadeias Produtivas das carnes de ovinos e caprinos. O evento, organizado pelo projeto Aprisco Nordeste, terá a participação de diversas entidades e empresas com ações focadas na ovinocaprinocultura.  O Aprisco Nordeste é desenvolvido pelo Sebrae  e tem como coordenador o diretor técnico do Sebrae Paraíba, Luis Alberto Amorim.

De acordo com o analista técnico do Aprisco Nordeste, Jucieux Palmeira, o Painel “Limitações, Oportunidades de Negócios e Prioridades nas Cadeias Produtivas das carnes de ovinos e caprinos” tem como principal objetivo encontrar soluções para os gargalos entre os produtores. “Da porteira para fora todo o processo está bem organizado, seguindo as legislações e produtivamente adequado. A questão é da porteira para dentro. É preciso conscientizar os produtores para o melhoramento das carnes, garantindo mais qualidade e excelência”, explicou Jucieux Palmeira.

O analista do projeto Aprisco Nordeste ressaltou o melhoramento genético e o abatimento de animais com até 120 dias como alternativa para aumentar a qualidade da carne. “No final do encontro, será elaborado um documento com soluções para aperfeiçoar o processo produtivo, que será enviado a todos os frigoríficos da região Nordeste. Eles são as principais de pontes de contato com os produtores e são peças fundamentais nessa melhoria”, destacou..

Entre os temas que serão discutidos no evento, estão: “Visão geral do setor da industrialização e transformação de carnes de ovinos e caprinos no Brasil e na Região Nordeste (Cristiane Rabaoli- Diretora Estância Celeiro – MT), “Ações e estratégias do Instituto Nacional de Carnes de Uruguai – INAC- na consolidação e desenvolvimento do marcado de carne ovina” (Engenheiro Agrônomo  Jorge Acosta – Uruguai), “A importância e as vantagens da integração dos produtores no desenvolvimento da carne de ovinos com Identificação Geográfica Protegida ‘CORDEREX’”(Raúl Muñiz Cimas – Espanha), “Um exemplo de integração nacional. ‘Cordeiro Castrolanda’” (Tarcísio Bartmeyer – Cooperativa Castrolanda / Paraná).

Os representantes dos frigoríficos que participarão do evento irão apresentar a situação atual, principais problemas, possibilidades de crescimento, além de sugestões para superar as limitações e potencializar a empresa e o setor como um todo.

Realizado pelo projeto Aprisco Nordeste, com parceria do Sebrae Bahia, o Painel “Limitações, Oportunidades de Negócios e Prioridades nas Cadeias Produtivas das carnes de ovinos e caprinos” deve reunir cerca de 30 dos principais frigoríficos nordestinos. O evento conta com o apoio do Sebrae Nacional, Governo do Estado da Paraíba, Governo do Estado da Bahia, Ministério da Agricultura, da Embrapa Caprinos e de frigoríficos da Bahia.

O que é o projeto Aprisco – O Projeto Aprisco promove ações permanentes de capacitação e estratégias que garantem inserção no mercado e inovação tecnológica nos rebanhos. O programa cria um ambiente favorável a integração regional dos segmentos produtivos da cadeia da caprinovinocultura, de forma associativista, buscando o fortalecimento e desenvolvimento sustentável do setor, através da inserção competitiva no mercado regional e nacional, da inovação tecnológica e da organização da governança regional.

UNIDADE DE COMUNICAÇÃO E MARKETING
SEBRAE PARAÍBA

Comissão enviará para análise da ONU matéria da Band-BA que ridiculariza preso

Na última quarta-feira (13/6), o presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias, o deputado Domingos Dutra (PT-MA), afirmou que vai encaminhar reportagem da TV Bandeirantes para análise das comissões de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU) e da Organização dos Estados Americanos (OEA), informou o portal da Câmara.
Crédito:Divulgação
Reportagem da Band-BA pode ser analisada na ONU
O deputado quer que os organismos internacionais avaliem o caso e tomem as providências necessárias. A decisão foi comunicada em audiência pública realizada pela comissão e foi proposta por Dutra e pelos deputados Luiz Alberto (PT-BA), Padre Ton (PT-RO), Jean Wyllys (Psol-RJ), Luiz Couto (PT-PB), Erika Kokay (PT-DF) e Rosinha da Adefal (PTdoB-AL).
Segundo os parlamentares, a reportagem do programa “Brasil Urgente”, da afiliada da Band na Bahia, expõe ao ridículo um jovem negro e analfabeto suspeito de ter praticado um estupro. O diretor do Departamento de Acompanhamento e Avaliação de Serviços de Comunicação Eletrônica do Ministério das Comunicações Octavio Penna Pieranti informou na audiência que a emissora foi multada, recorreu da decisão, e o recurso está sendo analisado.
Concessões
Alberto sugeriu que as renovações de concessões de emissoras de rádio e TV sejam analisadas pela Comissão de Direitos Humanos, após o recebimento de denúncias sobre violações desses direitos pelas emissoras.
Liberdade de expressão
Na audiência, o procurador federal dos Direitos do Cidadão Aurélio Veiga Rios afirmou que existe um frágil equilíbrio entre a liberdade de expressão e a proteção dos direitos humanos. Segundo ele, centenas de representações chegam ao Ministério Público sobre a inadequação dos programas veiculados pelas emissoras de rádio e TV, questionando o conteúdo e o horário em que são exibidos.
Fora do ar
Rios disse que o Ministério Público já conseguiu retirar alguns “programas absurdos” do ar. “Isso aconteceu em dois ou três momentos. Mas, muitas vezes, o Poder Judiciário não tem a mesma interpretação que o Ministério Público e permite a continuação deles”, disse. Segundo o procurador, o MP fez uma opção de defender a sociedade contra os abusos dos grandes conglomerados de mídia. “Tem de haver respeito à dignidade da pessoa humana”, afirmou.
Portal IMPRENSA

Mulher é presa por queimar o filho com água quente, diz polícia na BA

Mulher negou ter jogado a água com a intenção de ferir o filho (Foto: Imagem/TV Oeste)

Uma mulher de 33 anos foi presa em flagrante na noite de segunda-feira (4) por ter queimado o rosto do filho de 16 anos com água quente. Segundo a polícia da cidade baiana de Barreiras, onde ocorreu o crime, a agressão aconteceu porque mãe e filho se desentenderam. De acordo com testemunhas, a mulher estava alcoolizada.

Na delegacia, ela disse que não tinha o objetivo de atingir o filho. “Eu estava com água no fogo. Estava muita e tirei um pouco. Quando joguei para o fundo, ele vinha de lá no escuro e se queimou”, relata.

O garoto permanece internado no Hospital do Oeste nesta terça-feira (5). A unidade de saúde ainda não informou o estado de saúde do paciente.

G1