Arquivo da tag: avisa

Deputados do Centrão avisa a Temer que não vai votar reforma da Previdência Deputados

Deputados do Centrão mandaram avisar ao presidente Michel Temer que não irão votar a reforma da Previdência Social, informa o repórter Nilson Klava, da GloboNews.

Líderes dos três principais partidos do centrão – PP, PR e PSD – afirmam que não há condições de aprovar a reforma, ainda mais depois do desgaste de terem votado contra o prosseguimento da denúncia contra Temer. Ainda mais em véspera de ano eleitoral.

“Reforma da Previdência se vota no início de mandato. Em final de mantado, é muito perigoso colocarmos uma matéria dessa, ainda mais no momento em que estamos vivendo na Câmara dos Deputados”, disse o líder do PR, José Rocha (BA).

O Centrão quer deixar claro ao governo a insatisfação com o espaço político dado a partidos que não votaram majoritariamente a favor de Temer: PSDB e PSB.

“O momento é muito delicado, não temos unidade na bancada para isso [votar a reforma]. Nós esperamos que o governo tenha um sentimento de reagrupação e senso de responsabilidade de saber quem realmente é base e quem não é”, acrescentou o líder do PP, Artur Lira (AL).

Líderes do Centrão alertam, ainda, para o fato de que há no meio político uma expectativa de que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, ofereça nova denúncia contra Temer por obstrução de Justiça.

“A reforma tem que ser votada dentro de uma uniformidade da base, e o governo não tem essa uniformidade. A discussão da Previdência abre a porta para sociedade ir para as ruas, é tudo o que o governo tem que evitar diante de uma segunda denúncia”, afirma o líder do PSD, Marcos Montes (MG).

O peso do Centrão
Juntas, as bancas de PP, PR e PSD somam 123 deputados. Na votação da denúncia, os três partidos deram 87 dos 263 votos a favor de Temer.

Para aprovar a reforma da Previdência, o governo precisa de 308 votos. Por isso o governo tem usado o discurso de aprovar o texto “possível”. O Planalto defende o parecer de Arthur Maia (PPS-BA), aprovado na comissão especial da Câmara.

“A base da conversa começa com o relatório”, observou o ministro da Secretaria-Geral, Moreira Franco (PMDB-RJ).

por Gerson Camarotti

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

TCE avisa que ampliará fiscalização sobre previdência de municípios

tceAs Auditorias Operacionais Coordenadas que serão promovidas pelo Tribunal de Contas do Estado conjuntamente com o Tribunal de Contas da União (TCU) irão ampliar a fiscalização e controle sobre regime de previdência dos municípios da Paraíba. Foi o que afirmou, nesta quinta-feira (28), o conselheiro Arthur Cunha Lima, presidente do TCE-PB. No próximo mês, Arthur recebe em João Pessoa o ministro do TCU, Vital do Rêgo Filho, que fará a palestra de lançamento sobre o programa de Auditorias Operacionais Coordenadas nas áreas de Previdência Social e meio ambiente com abrangência nacional.

As Auditorias Operacionais Coordenadas entre TCE-PB e TCU servirão de modelo para o resto do país, revelou o presidente. Arthur classificou como “preocupante” o atual estado financeiro das previdências geridas pelos municípios paraibanos.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Um levantamento divulgado, nessa quarta (27), pelo corregedor do TCE-PB, conselheiro Fernando Catão, apontou um déficit de quase R$ 10 bilhões nos cofres da previdência dos municípios paraibanos.

O presidente observou que os municípios que estão abrigados no Regime Geral da Previdência Social (RGPS), também apresentam problemas de inadimplência.

As Auditorias Operacionais Coordenadas, segundo Arthur Cunha Lima, podem identificar outras irregularidades na gestão desses regimes próprios de previdência social, além de falhas que estejam sendo cometidas em cálculos atuariais, por exemplo, que podem comprometer toda a sustentabilidade financeira desses órgãos municipais.

“Nunca é demais ressaltar que esses prejuízos nos cofres públicos podem comprometer e inviabilizar a aprovação das contas dos gestores municipais, que ainda terão que responder as ações previstas legalmente na esfera do Judiciário”, disse.

Arthur voltou a ressaltar o empenho de toda a equipe do Tribunal de Contas do Estado nesse trabalho preliminar, com o levantamento de quais os municípios paraibanos estão em dia com suas obrigações, mantendo o funcionamento da previdência própria com toda documentação e contabilidade em dia. Mas acrescentou que a grande maioria dos municípios que tem regimes próprios de previdência social estão em situação “muito difícil” e que têm que adotar medidas urgentes para resolver essas situações.

Para o conselheiro, o grande desafio dos Tribunais de Contas é controlar os resultados dos Regimes Próprios de Previdência Social (RPPS). Arthur Cunha Lima disse que conta com o apoio do Tribunal de Contas da União para dar início às auditorias operacionais nas áreas da previdência e do meio ambiente. “Na audiência, em Brasília, com o ministro Vital do Rêgo Filho tratamos desses temas. O levantamento preciso e divulgado pelo conselheiro Fernando Catão mostrou que nossa preocupação está correta e daremos efeito à toda essa fiscalização”, disse.

 

Por: Blog do Gordinho

 

Ricardo não desiste e avisa que vai recorrer contra reajuste dos defensores públicos

ricardo-coutinhoO governador Ricardo Coutinho (PSB) não vai desistir. Ele vai recorrer à justiça contra a decisão da Assembleia Legislativa que derrubou o seu veto ao reajuste salarial dos defensores públicos. Irritado, Ricardo disse que a medida prejudica as finanças do governo.

“Se cada órgão puder fazer projeto de lei propondo aumentos, quem vai responder pela Lei de Responsabilidade Fiscal? Porque eu não vou!”, respondeu asperamente o governador.

Ricardo acrescentou que a decisão dos deputados em barrar o veto é um ato contra a população da Paraíba. “Isso não é contra o governador, mas contra a população! Quando a Lei de Responsabilidade Fiscal é descumprida quem sofre é o estado que não vai ter dinheiro, nem direito a financiamento”, falou.

O veto de Ricardo Coutinho foi derrubado, nessa terça-feira (16), em plenário. O veto do governador barrava os benefícios aos defensores públicos e já havia sido derrubado pela Comissão de Constituição e Justiça da Casa.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O veto anula os efeitos do projeto de lei nº 1.968/2014, de autoria da Defensoria Pública do Estado (DPE), referente à fixação do subsídio do defensor público estadual, estabelecendo o reajuste salarial escalonado dos membros da DPE em 44,30%, no ano de 2014, pagos em três parcelas iguais. Para os próximos exercícios, esses valores seriam acrescidos em até 25% anuais.

 BlogdoGordinho

WhatsApp agora avisa quando a mensagem foi visualizada

whatsappO pesadelo de muitas pessoas acabou de se tornar realidade: assim como no Facebook, agora no WhatsApp será possível saber quando o seu contato leu a sua mensagem. A novidade foi implantada na última atualização do aplicativo.

Antes, os dois tiques que apareciam nas mensagens não significavam que elas haviam sido lidas. Um tique indicava que os servidores do WhatsApp haviam recebido a informação, e dois tiques mostravam que a mensagem foi entregue com sucesso ao destinatário.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Agora, quando a pessoa ler a sua mensagem os dois tiques aparecerão na cor azul. Esse método já era utilizado com os arquivos de áudio: quando o usuário terminava de escutar a gravação, automaticamente os tiques ficavam azuis.

A novidade já está presente em alguns dispositivos, mas é provável que nos próximos dias todos os celulares recebam essa atualização.

 

R7

RC diz que não tem como demitir servidores e avisa que vai recorrer para manter codificados

ricardo-coutinhoO governador  Ricardo Coutinho disse nesta sexta-feira (30) que vai recorrer à Justiça para não demitir os mais de 7 mil codificados na área da saúde. A deterninação partiu do Tribunal de Contas do Estado ao negar um recurso de apelação do governo do Estado.

O TCE deu prazo de 120 dias para o restabelecimento da legalidade, através da admissão de pessoal pela regra do concurso público, e por excepcional interesse público nas hipóteses previstas em lei. Além disso, foi fixado prazo de 30 dias para o secretário de Estado da Saúde, Waldson de Souza, disponibilizar no Sagres a relação dos servidores ‘codificados’ ou sem vínculo.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Com isso, será possível para o tribunal, inclusive, verificar se esses servidores estão relacionados na despesade pessoal para fins de contabilização para o limite previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal de despesas com folha de pessoal.

O governador Ricardo Coutinho disse que sem os codificados o Estado não tem como manter aberto os hospitais. “Respeito a posição do Tribunal de Contas, mas dentro do estado democrático de direito nós temos a condição de recorrer ao Poder Judiciário para manter os empregos e manter o funcionamento dos hospitais”.


pbagora com JP Online

REAÇÃO: Ruy diz que PSDB não vai ceder a pressões do PSB e avisa que não irá alterar calendário da sigla

ruy carneiro“Ninguém admite que um vizinho, aliado ou até amigo venha dar ordens em sua casa”, argumenta o Presidente do PSDB. “Se nem no momento em que precisam aglutinar forças e buscar pontos de convergência, eles respeitam os partidos aliados, quando vão respeitar? Pelo que se ouviu e leu, parece até que não estão buscando aliados, mas juntando uma claque”.

O deputado Ruy Carneiro insiste em que o PSDB tem consciência de sua responsabilidade no processo eleitoral diante da Paraíba. “Nossa preocupação não é aparecer numa foto, mas fazer o que acharmos melhor para o futuro da Paraíba”.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook
O Ultimato – Edvaldo Rosas estabeleceu até o dia 22 de março para os aliados se definirem pela manutenção ou não da aliança, se vão seguir o projeto do PSB, que é a reeleição do governador Ricardo Coutinho.

Ele informou ainda que neste dia, o partido promoverá um grande debate com todos os partidos que têm o interesse em manter a aliança formalizada em 2010. Ele espera ainda que o PSDB, principal aliado do governo, se decida se vai permanecer.

Segundo Rosas, os partidos da base governistas deverão fazer uma avaliação do governo, apresentar as sugestões que esses partidos e lideranças têm para a Paraíba do Futuro II, ou seja, para o segundo governo de Ricardo Coutinho.

PBAgora

Cássio lança candidatura este mês, avisa Armando Abílio “Diná”

armandoO ex-deputado federal Armando Abílio, que foi defenestrado da presidência do PTB paraibano, sendo obrigado a voltar para o ninho tucano – leia-se o PSDB – voltou a dar uma de Mãe Diná, com as mesmas práticas de 2009, ou seja, fazendo previsões sobre a política paraibana.

Em 2009, quando a Paraíba pouco conhecia o então prefeito de João Pessoa, o hoje governador Ricardo Coutinho, Armando disse que Coutinho seria candidato a governador com chances de eleição. E acertou também na aliança Ricardo-Cássio.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Hoje ele vem pregando e anunciando a candidatura de Cássio Cunha Lima ao governo e rompimento com Ricardo Coutinho. E foi mais além: em seu twitter revelou que o senador tucano deverá anunciar sua candidatura a governador já agora em fevereiro.

Redação iParaiba

RC não vê fala de Cássio como críticas, mas avisa: “Se disser eu respondo e mostro que a PB está muito melhor”

ricardo_coutinhoOntem durante a abertura dos trabalhos legislativos na Assembleia Legislativa da Paraíba, a presença do governador Ricardo Coutinho (PSB) para ler a mensagem causou euforia na imprensa, que aproveitou o momento para ‘cutucar’ o chefe do executivo sobre a relação com o tucano Cássio Cunha Lima (PSDB).

Na ocasião, um dos repórteres indagou o chefe do executivo sobre as recentes ‘observações’ do senador Cássio, que lembrou que alguns pontos da carta programa do PSB ainda não tinham sido executados.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Ricardo disse que não via a fala de Cássio como críticas e destacou que tal interpretação pertencia a alguns setores da oposição que viam as observações do tucano como críticas. Apesar da explicação, Ricardo não deixou o tucano sem resposta e avisou:

“Eu não vi quais foram essas críticas, o que sei é que estou trabalhando muito e se disser quais são as criticas eu respondo uma a uma e mostro que a Paraíba está muito melhor, seja em 2014 ou em qualquer outro ano”.

Já no discurso na tribuna da ALPB, que durou cerca de 1 hora, Ricardo enumerou obras realizadas nos últimos anos, destacando que de fato muito vem sendo feito pela Paraíba. O governador destacou algumas de suas ações ao longo dos três anos de gestão, dentre elas a recuperação financeira do Estado, que tinha uma dívida de R$ 1.342 bilhão e, hoje, estaria com R$ 142 milhões em caixa, levando em conta os recursos do Fundeb.

Ricardo Coutinho também citou os avanços na saúde, com a construção, reforma e ampliação das unidades de saúde, aumento nos leitos e na capacidade de atendimento. O governador também destacou a questão da segurança pública, que estaria colhendo números positivos nos últimos anos.

Márcia Dias

PB Agora

Investidor avisa que não vai ficar refém de política no Fluminense

celso barrosA Unimed é o principal patrocinador do Fluminense e investidor do futebol. As recentes trocas internas geraram insatisfação ao presidente Celso Barros, que não gostou da atitude de Peter Siemsen.

“O Fluminense precisa tomar decisões e estão jogando nas costas do patrocinador estas situações. Não vou ficar refém da situação política do clube”, avisou Celso Barros.

A troca na função executiva do futebol também desagradou. Rodrigo Caetano deixou o clube no fim do Campeonato Brasileiro e Felipe Ximenes foi contratado, fato que irritou Celso Barros.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

“O Fluminense mandou embora o Rodrigo e contratou o Ximenes. Então, arque com as consequências e custos, que já estão acima do nosso investimento”, alertou o mandatário da Unimed.

Celso Barros confirmou que a contratação do técnico Renato Gaúcho é a sua preferência, diferentemente do presidente Peter Siemsen. Barros, no entanto, afirmou que quem decide o nome do novo treinador é Siemsen. O Flu entrou em contato com o ex-corintiano Tite, mas a negociação não foi adiante.

 

rádio globo

Prefeito de Bananeiras dá posse aos secretários e avisa que vai cobrar resultado para permanência nos cargos

 

O prefeito de Bananeiras, Douglas Lucena, deu posse na manhã desta quarta-feira (02) os secretários por ele nomeados e que comporão seu governo a partir de hoje. O novo gestor não deve dar ‘folga’ aos seus auxiliares e, durante a solenidade, avisou que irá cobrar resultado para que os mesmos permaneçam nos cargos.

“Essas pessoas foram escolhidas para compor o meu governo e para trabalhar em benefício da população de Bananeiras. São pessoas capacitadas e que podem fazer muito pelo município. Por isso, para que eles permaneçam nos cargos deverão mostrar resultado de seu trabalho”, falou Douglas.

Foram empossados na manhã de hoje: Gilvaniza Maia (Administração), Clélia Lucena (Saúde), Adriana Bezerra (Educação), Dennyss Freitas (Finanças), Mirian Trindade (Turismo), Maryjanne Lucena(Desenvolvimento Social), Djalma Júnior (Articulação Política), Augusto Aragão (Ibpem), José Porto Filho (Agricultura), Ricardo Sérgio (Procurador Geral do Município), Jarbas Júnior (Chefe de Gabinete), Nicodemos Costa (Secretário Adjunto da Agricultura), Paulo Rocha (Secretário Adjunto de Pesca), Vicente Martins (Secretário Adjunto de Pecuária), João Valério (Secretário Executivo de Receita Municipal) e Gilberto de Sousa (Secretário Executivo de Esportes).

Redação/Focando a Notícia