Arquivo da tag: Autocuidado

Autocuidado é fundamental para as mães

Principalmente durante a quarentena, prática é importante para aliviar a rotina das mães, que se esforçam para equilibrar a dedicação à família, home office e atividades da casa.

Diariamente, mães são desafiadas a encontrarem o equilíbrio entre trabalho, atividades pessoais, rotina dos filhos e o autocuidado. E no atual cenário não seria diferente, já que o isolamento social por conta da COVID-19 impôs mudanças de hábitos para a maioria da população, como é o caso da implementação do home office e de ensino à distância, por exemplo.

Diante disso, muitas mães precisam equilibrar atividades para não deixar de lado o cuidado consigo mesmas. Esta é a situação que a dermatologista Dra. Maria Helena Garrone conhece bem. Entre a dedicação aos seus trigêmeos de 9 anos, às consultas e a outras funções, a médica se esforça para encontrar um tempo para cuidar de si. “Precisamos estabelecer um momento nosso de cuidado para deixar o dia mais leve, como uma rotina com a pele. Dedicar minutos para você é fundamental para, inclusive, se preparar para cuidar do outro.”

Pensando nisso, a Dra. Maria Helena sugere alguns passos simples para as mães incluírem o autocuidado na rotina e, assim, sentirem na pele o carinho que seu instinto materno não deixa faltar para as pessoas com quem convivem.

1. Higienização da pele: ao acordar, a limpeza é importante para retirada da oleosidade produzida durante o sono, além de oferecer uma sensação de frescor e leveza. Mas é preciso atenção à escolha do sabonete, pois há produtos específicos para isso, como os higienizadores faciais de Dermotivin – com linhas para todos os tipos de pele e sabonete esfoliante – e os de Cetaphil, voltados para peles sensíveis e sensibilizadas.

2. Hidratação: depois da limpeza, é importante hidratar a pele com produtos específicos, uma vez que o uso de um item inadequado pode comprometer o resultado esperado, como mais oleosidade para uma pele com tendência à acne, por exemplo. Os hidratantes Cetaphil têm formulações para cada tipo de pele, além de recuperar a barreira cutânea, promover hidratação profunda e por 48 horas. Vale aproveitar esse momento para fazer uma automassagem facial e corporal.

3. Proteção solar: na parte da manhã, é preciso incluir um protetor solar após a hidratação para proteger a pele dos danos causados pelos raios UVA e UVB. Cetaphil também oferece itens de proteção solar para corpo e rosto e para todos os tipos de pele.

Antes de dormir, a mesma rotina deve ser realizada, mas com objetivos diferentes: a limpeza é para retirar impurezas do dia e a hidratação tem papel fundamental para evitar o envelhecimento da pele, além dos cuidados específicos receitados pelo médico. “Manter a hidratação adequada da pele é importante durante o dia e à noite para que o equilíbrio e suas funções sejam mantidas, bem como responda aos tratamentos específicos”, comenta a dermatologista.

Para incentivar as mães nesse autocuidado, Cetaphil e Dermotivin, marcas da Galderma, lançaram a campanha #Sintanapeleocuidadodemae no Instagram (@cetaphilbrasil e @dermotivin_br) e Youtube (Cetaphil e Dermotivin).

Sobre a Galderma

A Galderma, maior empresa global independente de dermatologia do mundo, foi criada em 1981 e atualmente está presente em mais de 100 países. Com um extenso portfólio de medicamentos prescritos, soluções estéticas e produtos para o consumidor, a empresa faz parceria com profissionais de saúde em todo o mundo para atender as necessidades de saúde da pele das pessoas ao longo da vida. A Galderma é líder em pesquisa e desenvolvimento de soluções cientificamente definidas e clinicamente comprovadas para a pele. Para mais informações, visite http://www.galderma.com.

 

Idosos em quarentena: rotina de autocuidado deve incluir descanso e hidratação de pernas e pés

Inchaço, rachaduras e micoses nos pés são muito comuns na terceira idade, veja como minimizar estes problemas sem precisar sair de casa

Na melhor idade a pele tende a ficar mais fina e delicada especialmente na região das pernas e pés. Inchaços, ressecamento e rachaduras são bem comuns nesta fase da vida. Pensando nisso, Malu Pinheiro, podóloga e coordenadora técnica da Doctor Feet selecionou dicas valiosas para auxiliar nos cuidados diários no período de afastamento social. “No atual cenário, precisamos evitar problemas recorrentes que exijam a saída dos idosos de suas casas”, alerta. Veja abaixo quais cuidados devem ser incluídos na rotina:

  1. Após o banho seque bem os pés com toalha ou pano seco e finalize com uma toalha de papel que ajuda a remover toda a umidade entre os dedos para evitar frieiras e micose;
  2. Corte as unhas dos pés regularmente e em linha reta, mas não muito curtas. Caso haja dificuldade ou se o dedo já estiver machucado, apenas lixe-as;
  3. Mantenha a hidratação das pernas e pés com cremes hidratantes específicos, mas evite aplicá-los entre os dedos. Use os produtos toda noite, após o banho;
  4. Nos dias de clima mais ameno, use meias de algodão após a aplicação do creme;
  5. Não tome banhos muito quentes para que a proteção natural da pele seja mantida;
  6. Use meias de algodão e que não sejam apertadas, para melhor absorção do suor e evitar odores e/ou lesões;
  7. Prefira sapatos confortáveis, porém com solado firme, que ajudem na sustentação e alinhamento dos pés;
  8. Não use calçados antigos, deformados ou rompidos pois eles não te darão a correta sustentação durante o deslocamento e podem provocar acidentes dentro de casa;
  9. Dê preferência para calçados de fecho com velcros, é mais fácil de abrir e fechar;
  10. Coloque os pés para cima sempre que possível para estimular o retorno sanguíneo e a melhora da circulação;
  11. Não lixe os pés, o atrito excessivo resulta no espessamento a médio e longo prazos, e em alguns casos agrava o ressecamento causando rachaduras.
  12. Faça um exercício simples: movimente o pé para cima e para baixo e depois rotacione vagarosamente por aproximadamente 10 minutos, diariamente. A atividade facilita a circulação e ajuda a combater o inchaço.

Sobre a Doctor Feet

Pioneira no segmento, a Doctor Feet é a mais ampla rede de serviços de podologia e venda de produtos médicos/ortopédicos. Comemorando 20 anos de mercado, a marca conta com mais de 80 unidades, em 14 estados brasileiros. Informações: www.doctorfeet.com.br Instagram: @doctor_feet / Facebook: /doctorfeet.podologia

 

 

Governo do Estado promove Encontro dos Grupos de Autocuidado para Hanseníase

A Secretaria de Estado de Saúde, por meio do Núcleo de Doenças Endêmicas, promove, nesta segunda-feira (3), o IV Encontro dos Grupos de Autocuidado para Hanseníase na Paraíba. O evento, que está sendo realizado no Hotel Caiçara, em João Pessoa, conta com a participação de representantes dos grupos de AutoCuidado dos municípios de João Pessoa, Cabedelo, Campina Grande, Patos, Sousa e Cajazeiras.

De acordo com a coordenadora do Núcleo de Doenças Endêmicas, Mauricélia Holmes, a reunião tem como principal objetivo oferecer orientação aos pacientes em relação à prática de autocuidados, buscando prevenir incapacidades, sem deixar de trabalhar a questão da autoestima do usuário e melhorar sua qualidade de vida. “A Paraíba é pioneira na criação dos grupos de autocuidado. Fomos os primeiros a dar vida a esta iniciativa. Nos grupos, os pacientes convivem com outras experiências e aprendem a perceber as características de suas lesões, identificando precocemente o que esteja ocorrendo e o que possibilita uma tomada de decisão de tratamento mais acertada”.

Mauricélia explicou que nos encontros anuais os pacientes com hanseníase são alertados sobre a importância da constância diária da medicação e até da adesão dos familiares ao tratamento. “É importante, por exemplo, que uma dona de casa com hanseníase tenha consciência que lavar louça utilizando-se de luvas pode evitar ferimentos e até úlceras em mãos lesionadas”.

A hanseníase é uma doença dermato neurológica que tem cura, especialmente se diagnosticada precocemente, mas que pode deixar sequelas. A dormência em mãos e pés e até mesmo fraqueza nos músculos podem permanecer como sequelas, mesmo que o paciente esteja curado.

Em 2011 foram registrados 687 novos casos de hanseníase na Paraíba. A técnica do Núcleo de Doenças Endêmicas, Geisa Campos, explicou que os dados de 2012 ainda não estão fechados, mas que a média anual no Estado é de 700 a 800 novos casos. “O diagnóstico e tratamento da hanseníase é realizado pela atenção básica, nos próprios PSFs. Contudo, o Estado oferece tratamento especializado e de referência, por intermédio do Complexo Hospitalar Clementino Fraga”, disse.

Além dos pacientes que pertencem aos grupos de autocuidado paraibanos, o encontro também é destinado a profissionais da saúde, como enfermeiros, médicos e fisioterapeutas e contará com a apresentação da psicóloga Zoica Bakirtzief, da Universidade de Santa Maria, única brasileira a estar entre os coautores do Manual de Autocuidado da Organização Mundial de Saúde.

Oficina – Nesta terça (4) e quarta-feira (5) pela manhã, será realizada, no Hotel Caiçara, a II Oficina de Reabilitação, também voltada para os pacientes com hanseníase e os profissionais de saúde desta área.

Fonte: Da Secom PB