Arquivo da tag: Atualização

TJPB debate atualização dos limites municipais da Paraíba e Censo 2020 do IBGE

A consolidação e modernização dos limites municipais do Estado da Paraíba, que traz mais segurança jurídica às decisões dos magistrados, foi um dos temas do encontro de trabalho entre o presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba, desembargador Márcio Murilo da Cunha Ramos, e o chefe da Unidade Estadual do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) na Paraíba, Roberto Salgado. Durante uma reunião na manhã desta segunda-feira (20), na Sala da Presidência do TJPB, eles ainda trataram do apoio do TJPB ao Censo Demográfico 2020, que tem início no dia 1º agosto e vai até 31 de outubro.

“A ideia é divulgar o Censo 2020 em nosso site institucional. Também vamos compartilhar com toda a magistratura a demarcação exata dos limites dos municípios paraibanos. Recebi o manual e acredito que todo o juiz precisa conhecer esse estudo feito pelo Instituto. Sem dúvida, é de grande orientação para a Magistratura e de visão técnica”, comentou Márcio Murilo.

Roberto Salgado agradeceu o apoio do presidente do TJPB voltado à realização do Censo. “Márcio Murilo tem demostrado interesse pelo tema, inclusive a respeito das reuniões em vários municípios sobre o detalhamento do Censo”, ressaltou. O chefe do IBGE explicou que o material disponibilizado ao presidente, referente aos limites municipais, foi produzido em convênio com a Empresa Paraibana de Pesquisa, Extensão Rural e Regularização Fundiária (Empaer) e Assembleia Legislativa, com a consolidação e modernização dos limites municipais do Estado da Paraíba.

“Com apoio das instituições, a exemplo do Tribunal de Justiça, tenho certeza que o Censo 2020 será um sucesso”, avaliou Roberto Salgado. Também estavam presentes o coordenador de Comunicação do Censo Demográfico 2020 e supervisor de Disseminação de Informação do IBGE-PB, Jorge Alves; o coordenador de Base Territorial do IBGE-PB, do Censo 2020, Fernando Lins; e coordenador operacional do IBGE-PB do Censo 2020, Francisco Eugênio.

Cerca de 1,1 milhão de domicílios devem ser visitados nos 223 municípios paraibanos, ao longo dos três meses do Censo. Apenas no Estado, a operação vai envolver o trabalho de mais de quatro mil pessoas para coleta de dados, supervisão e apoio técnico-administrativo.

Conforme o artigo 1º da Lei nº 5534/68, toda pessoa natural ou jurídica de direito público ou de direito privado que esteja sob a jurisdição da lei brasileira é obrigada a prestar as informações solicitadas pelo IBGE para a execução do Censo Demográfico (Decreto-lei nº 161, de 13 de fevereiro de 1967, art. 2º, § 2º). As informações prestadas terão caráter sigiloso, serão usadas, exclusivamente, para fins estatísticos, e não poderão ser objeto de certidão, nem, em hipótese alguma, servirão de prova em processo administrativo, fiscal ou judicial.

Assessoria

 

 

Sem horário de verão, Google pede a usuários que tirem atualização automática do relógio no Android

O Google publicou um anúncio oficial em seu blog,nesta sexta-feira (18), recomendando que usuários de Android no Brasil alterem as configurações automáticas de data e hora.

Segundo a empresa, isso deve ser feito para não correr o risco de se perder na hora no domingo, caso os telefones atualizem para o horário de verão, que não está mais em vigor no país.

O horário de verão do brasileiro deveria acontecer entre este sábado (19) e domingo (20), com os relógios sendo adiantados em 1 hora, mas foi revogado pelo presidente Jair Bolsonaro, em um decreto assinado em abril.

Para fazer a alteração siga estes passos:

Essas configurações podem ser mantidas até o dia 16 de fevereiro, quando o horário de verão chegaria ao fim, se ainda estivesse em vigor.

“Na prática, isso significa que alguns celulares possivelmente não tenham a informação necessária para evitar que o relógio dos aparelhos seja alterado automaticamente”, afirmou a empresa.

Segundo o Google, a mudança no horário de verão brasileiro impacta o banco de dados da Autoridade para Atribuição de Números de Internet (IANA), responsável por passar as informações para os smartphones.

Alguns aparelhos podem não ser impactados neste final de semana, mas no dia 3 de novembro, por causa de mudanças que aconteceram no ano passado, durante as eleições. De acordo com o Google, valem as mesmas recomendações.

Os aparelhos que não fizerem mudanças no horário, segundo o Google, já foram atualizados pelos fabricantes, ou então estão seguindo regras enviadas pelas redes das operadoras de telefonia.

O objetivo por trás da origem do horário de verão é aproveitar os dias mais longos para obter um melhor aproveitamento da iluminação natural, poupando recursos da matriz energética e reduzindo os riscos de apagões, principalmente no horário entre 18h e 21h, quando as lâmpadas dos espaços públicos são ligadas, boa parte da população chega em casa e parte do comércio, escritórios e indústria continua ativa.

Mas, nos últimos anos, mudou o padrão de consumo do país. Lâmpadas incandescentes foram substituídas por lâmpadas mais eficientes e o horário de pico de energia se deslocou do início da noite para o meio da tarde, por volta das 15h, devido ao aumento expressivo do uso de ar-condicionado.

Estudo do Ministério de Minas e Energia divulgado no ano passado já apontava para a perda de efetividade do horário de verão. Segundo a nota técnica, a adoção de outros instrumentos regulatórios, como a tarifa branca e preço por horário, podem produzir resultados mais relevantes para o setor elétrico.

De acordo com o porta-voz da Presidência da República, Otávio Rêgo Barros, o governo fez uma pesquisa que mostrou que 53% dos entrevistados pediram o fim do horário de verão. Não foram divulgados, entretanto, detalhes da pesquisa.

No Brasil, o horário de verão foi instituído pela primeira vez no verão de 1931/1932, pelo então Presidente Getúlio Vargas. Sua versão de estreia durou quase seis meses, vigorando de 3 de outubro de 1931 a 31 de março de 1932.

No verão seguinte, a medida foi novamente adotada, mas, depois, começou a ser em períodos não consecutivos. Primeiro, entre 1949 e 1953, depois, de 1963 a 1968, voltando em 1985 até abril de 2019, quando foi revogado por decreto.

O horário de verão é adotado em países como Canadá, Austrália, Groenlândia, México, Nova Zelândia, Chile, Paraguai e Uruguai. Rússia, China e Japão, por exemplo, não implementam esta medida.

 

TechTudo

 

 

Mais de 11 mil servidores não concluíram atualização cadastral e Governo faz mutirão nos dias 30 e 31 de julho

O Governo da Paraíba, por meio da Secretaria de Estado da Administração, realiza um mutirão da atualização cadastral nos próximos dias 30 e 31 de julho, no Espaço Cultural José Lins do Rego, na Capital. A ação presencial concentrada é para atingir os servidores estaduais inativos e ativos (efetivos, comissionados, prestadores de serviço, aposentados e pensionistas) que ainda não fizeram o processo por meio da internet.

Durante esses dois dias, equipes da Secretaria de Estado da Administração realizam o processo na estrutura que será montada no Teatro de Arena do Espaço Cultural. O atendimento será das 8h às 18h. Pelo menos 11.238 servidores, sendo 8.688 servidores inativos e 2.550 ativos faltam concluir o processo da atualização, que é uma exigência do Governo Federal. O prazo acaba dia 31 de julho. Quem não atualizar os dados terá o salário de agosto bloqueado.

A secretária de Estado da Administração, Jacqueline Gusmão, reforça que os servidores levem os documentos necessários para a realização do cadastro. “O documento de identidade e o comprovante de residência são obrigatórios, mas se o servidor mudou de estado civil, teve mais filhos, tem mais dependentes ou até mesmo concluiu um curso superior – neste caso apenas para os ativos –, é necessário levar os documentos que comprovem todas essas mudanças”, explica a secretária.

Quem quiser, poderá tirar dúvidas sobre quais documentos levar ligando para o 0800 083 9800. A ligação é gratuita e pode ser feita de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h30, inclusive em horário de almoço. Pelo site www.tiraduvidas.pb.gov.br também é possível digitar qualquer palavra-chave que o sistema localiza a resposta correta para a dúvida.

O procedimento para realizar a atualização cadastral dos servidores continua sendo feito pela internet, no Portal do Governo da Paraíba (www.paraiba.pb.gov.br). Porém, até a data do mutirão que vai acontecer no Espaço Cultural, os servidores inativos poderão comparecer presencialmente na sede da PBPrev, no Centro Administrativo Estadual (ambos na Capital) e na Casa da Cidadania de Campina Grande, Guarabira e Patos para fazer a atualização.

Os aposentados e pensionistas não devem confundir a atualização cadastral com a prova de vida que está sendo realizada pelo Banco Bradesco. São duas ações diferentes. Quem já fez a prova de vida na instituição bancária, deve fazer também a atualização cadastral e vice-versa.

 

clickpb

 

 

IBPEM convoca aposentados e pensionistas para atualização do cadastro

O Instituto Bananeirense de Previdência Municipal (IBPEM), convoca todos os aposentados e pensionistas para realização do recadastramento, com a finalidade de atualizar os dados cadastrais e atender as demandas dos órgãos de controle.

O período para realização do recadastramento ocorre de 22 a 26 de julho, das 8 às 12h pela manhã e das 14 às 17h na parte da tarde, sendo realizado na sede do Instituto, localizada no térreo da Prefeitura Municipal de Bananeiras na Rua Cel. Antônio Pessoa, 370, Centro.

Os aposentados e pensionistas deverão portar os seguintes documentos: RG, CPF, Título de eleitor, Carteira Profissional, Comprovante de residência, Contato Telefônico e Portaria de Concessão de aposentadoria e/ou pensão.

Segue abaixo o cronograma de atualização do cadastro:

22 a 24: da letra A até M.

25 e 26: da letra N até Z.

É de suma importância a atualização de seus dados pessoais, tais como endereço de correspondência, telefone celular válido. Qualquer modificação de seus dados, devem ser comunicadas.

A falta de recadastramento implicará na suspensão do benefício de aposentadoria e/ou pensão até a regularização/atualização do cadastro.

Não deixe de realizar seu recadastramento e esteja em dia com seus dados.

Ascom – PMB

 

Estado prorroga prazo para atualização cadastral de aposentados e pensionistas

Os servidores aposentados e pensionistas do Governo do Estado que ainda não realizaram a Atualização Cadastral terão até o dia 31 de julho para fazer o procedimento. O prazo foi prorrogado apenas para essa categoria. Para quem é servidor ativo (efetivo, comissionado e prestador de serviço) a data final para o cadastramento continua 30 de junho, próximo domingo.

Segundo a secretária de Estado da Administração, Jacqueline Gusmão, o prazo foi estendido apenas para aposentados e pensionistas porque já havia sido detectado que esse grupo poderia ter um pouco mais de dificuldade em fazer a Atualização Cadastral pela internet. “Nós sempre orientamos que os aposentados e pensionistas procurem alguém de sua confiança, filho ou sobrinho, para ajudar a fazer a atualização, principalmente quem não tem muita habilidade com as novas tecnologias. Mas, mesmo assim, decidimos esticar esse prazo para que esse grupo faça a o procedimento com calma”, explicou a secretária, acrescentando que os servidores ativos que não realizaram o cadastro devem fazê-lo o quanto antes. Quem não atualizar os dados até domingo (30) ficará sem receber o salário do mês de agosto.

Para fazer a atualização, basta acessar o portal do Governo do Estado (www.paraiba.pb.gov.br). Lá, o servidor vai clicar num banner, localizado na parte superior da página principal, que será direcionado para o link da atualização. O servidor poderá realizar o procedimento usando inclusive um celular ou um tablet que tenha acesso à internet.

Após entrar no site, o servidor vai preencher os seguintes campos: matrícula, CPF, nome que está no contracheque e o valor do pagamento do mês de abril (o valor deve ser o líquido). Neste campo, onde o servidor vai digitar o valor do pagamento, os números devem incluir os dois dígitos finais (centavos).

Para quem ainda tem dúvidas sobre como deve preencher os dados, o Governo do Estado da Paraíba disponibiliza o canal ‪0800 083 9800‬. A ligação é gratuita e os servidores poderão tirar dúvidas com os atendentes, de segunda à sexta-feira, das 8h ‪às 16h30‬, inclusive em horário de almoço.

 

Secom

 

 

Metade dos servidores da PB faz atualização cadastral; prazo termina dia 30

O prazo para os servidores estaduais (ativos e inativos) realizarem a Atualização Cadastral termina no dia 30 de junho. Até agora, 50% de todos os servidores realizaram o procedimento, que é feito apenas pela internet de forma bem rápida e simples. Quem não atualizar os dados terá o salário do mês de agosto bloqueado.

Para fazer a atualização basta acessar o portal do Governo do Estado (www.paraiba.pb.gov.br). Lá, o servidor vai clicar num banner, localizado na parte superior da página principal, que será direcionado para o link da atualização. O servidor poderá realizar o procedimento usando inclusive um celular ou um tablete que tenha acesso à internet.

Após entrar no site, o servidor vai preencher os seguintes campos: matrícula, CPF, nome que está no contracheque e o valor do pagamento do mês de abril (o valor deve ser o líquido). Neste campo, onde o servidor vai digitar o valor do pagamento, os números devem incluir os dois dígitos finais (centavos).

A secretária de Estado da Administração, Jacqueline Gusmão, orienta que os servidores que ainda não fizeram a atualização cadastral possam aproveitar esse período junino e o feriadão para realizar o procedimento. “Quem ainda não fez a atualização, tem esses dias de feriado para fazer bem tranquilo. Alguns campos do formulário precisam ser anexados documentos de comprovação, então é bem mais fácil estar na sua residência e localizar esses documentos”, ressalta a secretária.

Para quem ainda tem dúvidas sobre como deve preencher os dados, o Governo do Estado da Paraíba disponibiliza o canal 0800 083 9800. A ligação é gratuita e os servidores poderão tirar dúvidas com os atendentes, de segunda à sexta-feira, das 8h às 16h30, inclusive em horário de almoço. Porém, no período de 20 a 24 de junho este canal não ficará disponível, devido à alteração no expediente para Corpus Christi e São João.

Outro canal de tira dúvidas – O Governo do Estado também disponibilizou um ambiente artificial de tira dúvidas. Pelo site www.tiraduvidas.pb.gov.br a pessoa pode digitar qualquer palavra-chave que o sistema localiza a resposta correta para a dúvida. Neste ambiente artificial é possível, inclusive, se comunicar com uma atendente virtual, chamada de Sofia. Ao acionar esse atendimento desenvolvido com inteligência virtual, o servidor poderá também ter acesso aos vídeos que mostram o passo-a-passo de como preencher os campos da Atualização Cadastral.

 

Secom/PB

 

 

 

Municípios paraibanos podem sofrer bloqueio no FPM por falta de atualização no Siops; prazo termina nesta quinta-feira

dinheiroGestores de quarenta e quatro municípios da Paraíba  que não regularizarem até esta quinta-feira (2) os dados referentes ao exercício financeiro de 2016 ao Sistema de Orçamento Público em Saúde (Siops),  informações são referentes ao 6º bimestre de 2016, podem sobre bloqueio do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e a inclusão do Município no Cadastro Único de Convênios podem prejudicar e paralisar várias estratégias desenvolvidas da Prefeitura, deixando o usuário sem assistência.

Na Paraíba, 44 municípios ainda não fizeram a homologação:
Alagoa Nova, Alhandra, Arara, Araruna, Areia. Areial,  Barra de Santana, Bayeux, Belém do Brejo do Cruz, Caaporã, Cachoeira dos Índios, Cacimba de Areia, Cajazeirinhas, Casserengue, Catingueira, Desterro, Fagundes, Jacaraú, Juazeirinho, Lastro, Mãe d’Água, Mari, Marizópolis, Massaranduba, Mogeiro, Montadas, Natuba,  Olho d’Água, Olivedos, Paulista, Pedra Lavrada, Picuí, Pilões , Princesa Isabel, Queimadas, Riachão do Bacamarte, Riachão do Poço, Santa Cruz, Santana dos Garrotes, São Sebastião do Umbuzeiro, Sousa, Tenório, Triunfo e Zabelê.

A Confederação Nacional do Município informa que algumas prefeituras têm manifestado dificuldades na utilização do Siops devido à falta das informações contábeis advindas da gestão anterior. A CNM recomenda que nestes casos em que não foi realizada a transmissão dos dados em razão da ausência do Balanço Geral, o atual gestor deverá acionar o gestor anterior mediante as ações competentes, como Improbidade Administrativa, Prestação de Contas, Ordinária de Ressarcimento ou Requerer ao Tribunal de Contas a Tomada de Contas Especial.

Procedimentos
Deverá ser encaminhado pelos Correios, com Aviso de Recebimento (AR), ofício assinado pelo prefeito em exercício. O documento deverá ter firma reconhecida e o relato da situação do Município, justificando o não preenchimento do Siops relativo ao ano em questão.

Ainda dentre as informações, deve ser informando e-mail e o telefone anexados de cópia protocolada da inicial da ação proposta, a fim de que seja possível a classificação do Município no Sistema como “Sem Balanço” (SB), de modo que o Município possa transmitir os períodos subsequentes.

É importante que os gestores tenham conhecimento de que a classificação “Sem Balanço” não configura cumprimento e, portanto, a informação no Cadastro Único de Convênios (Cauc) continuará sendo exibida como “a comprovar”. O Ofício deve ser encaminhado à Diretora do Departamento de Economia da Saúde, Investimentos e Desenvolvimento (Desid/SE/MS).

CNM

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Status do WhatsApp: veja as principais dúvidas e polêmicas da atualização

whatsappO WhatsApp atualizou seu aplicativo adicionando o novo recurso de “status”, que permite criar posts com duração de 24 horas, semelhante à função “Stories” do Instagram e ao Snapchat. A novidade foi liberada para usuários brasileiros na última quarta-feira (22) com compatibilidade para fotos, vídeos e GIFs. Porém, o novo recurso disponível para Android e iPhone (iOS) tem criado muita polêmica entre os usuários que achavam mais prático o visual e a lista de contatos da antiga versão.

Além disso, há comentários de internautas sobre a repetição exagerada do mesmo recurso em diferentes redes sociais. Depois de tanta inquietação, muitas dúvidas apareceram, sobre como encontrar seus contatos no mensageiro, se há a possibilidade de reverter a atualização e até questões de privacidade. Veja, abaixo, dicas sobre o novo status do WhatsApp e respostas para todas essas questões.

1) Tem como voltar para a versão antiga?

Oficialmente, o WhatsApp não tem uma ferramenta de downgrade, ou seja, para retornar à versão mais antiga do mensageiro no celular com Android ou no iPhone (iOS). Em testes feitos com APK, o WhatsApp indicou que a versão instalada já era obsoleta, sendo possível adicionar apenas o app que já tenha a interface alterada com o novo status. Além disso, não é recomendado o uso de APKs que não sejam oficiais do WhatsApp, já que esses arquivos podem ocultar vírus ou danificar seu smartphone.

Quem ainda não atualizou o WhatsApp, seja por falta de espaço ou tempo, ainda pode acessar o visual antigo com a aba de “Contatos” (Android) ou “Favoritos” (iPhone). No entanto, é importante fazer regularmente o upgrade para a versão mais recente do app, a fim de mantê-lo seguro e ainda ficar por dentro de novidades.

2) Onde estão meus contatos? Como ver os status antigos da aba de favoritos?

A aba de “Contatos” no Android e “Favoritos” no iPhone (iOS) foram trocadas pelo botão do “status” para acessar os posts instantâneos dos seus amigos. Mas não precisa se preocupar: ainda é possível acessar a lista com todas as pessoas do seu mensageiro. Para isso, no Android, há um botão flutuante que dá acesso aos contatos completos, inclusive com opção de busca por nome.

Encontre seus contatos no WhatsApp pelo Android (Foto: Reprodução/Barbara Mannara)Encontre seus contatos no WhatsApp pelo Android (Foto: Reprodução/Barbara Mannara)

No iPhone o usuário também pode encontrar seus contatos de forma simples, só que a interface é um pouco diferente. Para isso é necessário abrir a categoria de “Conversas” e depois pressionar o botão de “Nova Conversa”, no topo direito da tela. Será aberta uma lista com seus contatos frequentes e basta rolar a tela para ver todos seus amigos, por ordem alfabética. Se quiser, faça uma pesquisa por nome na barra de “Buscar”.

Encontre seus contatos no WhatsApp pelo iPhone (Foto: Reprodução/Barbara Mannara)Encontre seus contatos no WhatsApp pelo iPhone (Foto: Reprodução/Barbara Mannara)

3) Privacidade: como funciona?

O WhatsApp se preocupou em oferecer recursos de privacidade para o usuário controlar quem vê seus status. Em “Privacidade do status” é possível escolher se essas postagens ficam disponíveis para todos os contatos, para contatos exceto pessoas determinadas ou somente com amigos específicos.

Configure a privacidade do Status no WhatsApp (Foto: Reprodução/Barbara Mannara)Configure a privacidade do Status no WhatsApp (Foto: Reprodução/Barbara Mannara)

Fique atento: qualquer pessoa que visualize seu status pode tirar prints, e isso pode gerar problemas de privacidade. Vale lembrar que, para aplicar as mudanças, é necessário trocar esse ajuste antes de começar a compartilhar fotos, vídeos ou GIFs. Para completar, você pode silenciar pessoas específicas para remover as postagens de status delas da sua lista principal, deixando essa informação oculta no final da lista.

4) WhatsApp virou cópia do Instagram e Snapchat?

Para começar, vale lembrar que o WhatsApp e o Instagram foram comprados pelo Facebook há algum tempo e, ao que tudo indica, seu dono, Mark Zuckerberg, quer acompanhar a tendência de posts instantâneos ao máximo. O Snapchat foi um dos pioneiros nessa função, com a ideia de se comunicar de forma mais “discreta” com mensagens que se autodestroem em um prazo de tempo. Depois, o Instagram lançou o Stories com a mesma funcionalidade, e muitos usuários o apontaram como uma “cópia”.

Função de Status do WhatsApp é semelhante ao Instagram (Foto: Reprodução/Barbara Mannara)Função de Status do WhatsApp é semelhante ao Instagram (Foto: Reprodução/Barbara Mannara)

Agora, o WhatsApp embarcou nessa “moda”, ganhando a característica de rede social. Você pode responder a um status, encaminhar os seus posts para pessoas e grupos, e mostrar o que está acontecendo no exato momento. As funções estão cada vez mais parecidas? Sim, e isso pode ter decepcionado muitos usuários que esperavam por outras atualizações, como a tão esperada função de “chamar atenção”, presente no extinto MSN Messenger.

5) Gasta muitos dados da minha internet?

O WhatsApp permite ver o quanto o status gasta no uso de rede, e a boa notícia para quem não quer estourar a franquia de 3G/4G é que o recurso não drena sua internet com as fotos. Cada status de imagem recebido ou enviado consome poucos KB e, durante nossos testes, em um total de cinco atualizações de status com fotos foram enviados 166 KB. Com vídeos, isso já muda um pouco, consumindo alguns MB de uso da rede, principalmente ao gravar em alta qualidade, o que gera arquivos mais pesados.

WhatsApp mostra o gasto de rede com o Status (Foto: Reprodução/Barbara Mannnara)WhatsApp mostra o gasto de rede com o Status (Foto: Reprodução/Barbara Mannnara)

Visualizar o status de seus amigos consome menos internet, no entanto é um gasto a mais, além das mensagens tradicionais, que você deve considerar. Para ter maior controle, veja neste tutorial como visualizar o quanto de rede o WhatsApp gasta para cada função no aplicativo.

TechTudo.

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

 

COREN da Paraíba realiza semana da enfermagem com cursos de atualização em 7 cidades

ronaldo-miguelO Conselho de Enfermagem da Paraíba – COREN/PB, Representado pelo o Presidente Dr. Ronaldo Miguel Beserra, promoverá a partir desta segunda-feira dia 12/05/2014 a 20/05/2014, Semana da Enfermagem, com o tema: “Enfermagem: Do cuidar nós entendemos”.
“O evento tem como intuito levar aos profissionais cursos que atendam as suas necessidades de atualização para o mercado atual. Pretendemos também que nossos profissionais exerçam seu trabalho dentro dos parâmetros éticos e legais, de acordo com o Código de Ética da Enfermagem, garantindo um atendimento eficaz para toda a sociedade”, afirma Ronaldo Miguel Beserra, Presidente do Coren-PB.
A Semana de Enfermagem Coren-PB contará com a participação de renomados profissionais da área de enfermagem, que abordarão assuntos de interesses específicos e coletivos.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook
O evento acontecerá em sete cidades do estado: João Pessoa, Patos, Cajazeiras, Campina Grande, Catolé do Rocha, Sousa e Juru, uma inovação da gestão atual do Coren-PB. As inscrições e informações devem ser feitas pelo site www.corenpb.gov.br, são gratuitas e com vagas limitadas.

Assessoria

Prorrogado prazo para atualização de cadastro do INSS

 

inssO Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) prorrogou para o dia 28 de fevereiro de 2014 o prazo para que os beneficiários façam a renovação da senha e comprovação de vida na rede bancária. Quem não fizer a atualização terá o benefício bloqueado, até que a situação seja regularizada. A prorrogação está definida em resolução publicada na edição desta sexta-feira (9) do Diário Oficial da União.

A convocação começou em maio de 2012 e, dos 30,7 milhões de beneficiários, 9,4 milhões não atenderam ao chamamento. Quem compareceu à agência bancária, desde que o cadastramento foi iniciado, não precisa apresentar outra prova de vida, pois as instituições estão concluindo a primeira fase.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook
O beneficiário deve ir até a agência bancária onde habitualmente recebe o benefício levando um documento de identificação com foto, como carteira de identidade, Carteira de Trabalho ou a carteira de habilitação.

Quem não puder ir até o banco por motivos de doença ou dificuldade de locomoção, pode produzir a prova de vida por meio de um procurador cadastrado no INSS. Os segurados que residem no exterior farão o processo por meio de um procurador ou de documento de prova de vida emitido por um consulado.

Fonte: Agência Brasil