Arquivo da tag: atropelou

Motorista de minitrio elétrico que atropelou jovem em romaria depõe à polícia na Paraíba

O motorista do minitrio elétrico que matou a jovem Shirlanne Valentim, de 19 anos, na madrugada de domingo (29) prestou depoimento à Polícia Civil em Mamanguape, nesta segunda-feira (30) e foi liberado em seguida. O veículo envolvido no acidente, a princípio causado por falha mecânica, também foi apreendido pela polícia e nesta semana vai passar por vistorias do Instituto de Polícia Científica (IPC).

Shirlanne Valentim morreu nas primeiras horas do domingo após ser atropelada pelo trio elétrico enquanto participava da Romaria da Bíblia, organizada pela paróquia de São Pedro e São Paulo na cidade de Mamanguape. De acordo com relatos de testemunhas, o veículo perdeu o freio em uma ladeira do município e atingiu a jovem, que seguia em caminhada na frente do trio.

O corpo de Shirlanne Valentim foi enterrado no cemitério de Mamanguape no final da manhã desta segunda-feira. Familiares e amigos comentaram que a jovem frequentava todos os eventos da igreja católica da cidade. Na Romaria da Bíblia, especificamente por ser durante a madrugada, Shirlanne havia passado a semana pedindo para que os pais autorizassem sua ida, permitida após a insistência.

Na caminhada da bíblia, os fieis saem visitando cada uma das igrejas da cidade de Mamanguape, que tem aproximadamente 44,6 mil habitantes, segundo estimativa populacional do IBGE. Uma das testemunhas, Eduardo da Silva, relata que o motorista chegou a gritar, pedindo que as pessoas saíssem da frente do minitrio, mas não conseguiu evitar o acidente.

“Da esquina ele perdeu o controle, aí ele ‘sai, sai, sai, sai todo mundo’, cada um foi para o seu lado. Eu tentei, joguei os que eu podia jogar, tentei jogar ela [Shirlanne], mas eu não podia”, comentou.

A amiga de Shirlanne, Luísa Oliveira, ficou ao lado da jovem após o atropelamento, conversando com ela até a chegada da ambulância do Corpo de Bombeiros, responsável pelo socorro. “Abaixei onde ela estava, conversei com ela, tentando manter ela de olho aberto, manter ela calma. E até o bombeiro chegar, foi assim. Ela disse que não tava conseguindo respirar direito, que não conseguia respirar e falar ao mesmo tempo”, comentou.

A jovem foi levada para o Hospital Geral de Mamanguape, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade de saúde. Em entrevista à TV Cabo Branco, o pai de Shirlanne, Antônio Santos, reclamou do atendimento oferecido pelo hospital, indicado que houve negligência e não foi visto agilidade para cuidar da filha.

“Ninguém deu atenção, o bombeiro que levava, não chegou um enfermeiro para levar a maca, o bombeiro quem resolveu tudo. Ninguém soube dizer o que ela tinha, chegaram e falaram ‘ah, foi um atropelamento’ e ela ficou em cima da maca. Eu estava com minha filha na maca, gemendo de dor, falando que tava faltando ar”, comentou o pai da jovem.

Em nota, a assessoria do hospital informou que a jovem deu entrada por volta das 5h de domingo, com quadro de politrauma e em estado grave. A nota informa que de imediato foram realizados os atendimentos de urgência e emergência. De toda forma, o hospital informou que vai abrir uma sindicância para saber se houve negligência no atendimento.

G1

 

Perícia vai dizer se houve falha em trio que atropelou fiel em romaria

A Polícia Civil deve iniciar nesta terça-feira (1º) a investigação para apurar o acidente que terminou com a morte de Shirlanne Valentim dos Santos, de 19 anos, atropelada por um minitrio elétrico na madrugada desse domingo (29) durante uma romaria católica em Mamanguape, Litoral Norte paraibano, a 60 quilômetros de João Pessoa.

Ao Portal Correio, a delegada Simone Quirino, que irá investigar o acidente, informou que ainda não abriu investigação porque não teve acesso ao registro do caso, o que deve ocorrer nesta terça (1º). Porém, a delegada afirmou que irá solicitar uma perícia no veículo e intimar o motorista, além de pessoas envolvidas na organização do evento, para depoimento.

“Eu soube que houve uma falha mecânica que provocou defeito freios e perda do controle do veículo, mas é necessário que a perícia confirme essa hipótese. Iremos ouvir as pessoas envolvidas e testemunhas para concluir o caso”, disse a delegada.

O acidente aconteceu no momento em que fiéis estavam promovendo a romaria e um minitrio elétrico teria apresentado falha no sistema de freios. Sem controle, o veículo acabou atropelando Shirlanne, que ainda foi socorrida, mas não resistiu e morreu em um hospital de Mamanguape.

 

portalcorreio

 

 

Mãe que deixou bebê na rua e quase o atropelou tenta se explicar

Um bebê engatinha sozinho, na calçada. Um carro começa a se movimentar. A cena foi registrada por uma câmera de segurança da rua. Era um fim de domingo em João Pessoa, Paraíba. Uma mulher abre a porta do carro e tira o bebê da cadeirinha, deixa a criança sozinha na calçada, fecha a porta e entra de novo no carro. Do lado de fora, o bebê engatinha. Ela liga o carro e engata a ré.

Uma moradora do bairro percebe. A mulher para o carro e sai. O bebê segue engatinhando. Agora em direção à rua. Ela pega o bebê no colo, discute com a moradora e volta para o carro.

Após esse episódio, a mãe perdeu a guarda da bebê que agora pertence ao pai que era namorado dela. O fato ocorreu no bairro do Bessa em João Pessoa.

A mãe explicou que não queria fazer nenhum mal a filha, que devido a demora do pai em ir buscar a criança para passar o fim de semana e ela ter que sair, resolveu ir à casa dele para deixar a bebê e apontou que a mulher passeando com um cachorro que aparece no vídeo e discute com ela é tia do pai da criança. Por esse motivo teria deixado a bebê no chão e entrou no carro, mas logo se arrependeu.

O pai pediu na justiça que devido a este fato, a mãe perca definitivamente a guarda da criança e o processo corre em segredo de justiça na Paraíba.

A delegada de crimes contra infância, Joana Darc, aponta que o caso foi tratado como abandono de incapaz, mesmo sendo por pouco tempo, mas o que vale é intenção de quem deveria cuidar e proteger.

A matéria foi veiuculada neste domingo (21) no Fantástico.

 

pbagora

 

 

Polícia procura por mototaxista que atropelou e matou uma idosa de 78 anos

MototaxiAs polícias Militar e Civil estão à procura do mototaxista que atropelou e matou uma idosa de 78 anos e feriu outra, quando elas atravessavam na faixa de pedestre, no centro da cidade de Guarabira, na noite desta sexta-feira.

Viaturas estão fazendo buscas pelo principal suspeito do crime, que fugiu sem prestar socorro às vítimas. Elas voltavam da igreja quando ao atravessar a Avenida Rui Barbosa, foram atingidas.

Informações colhidas pela reportagem, apontam que o atropelador trata-se de um homem conhecido pelo prenome de Adriano, morador do conjunto Lucas Porpino, em Guarabira.

Ainda segundo uma testemunha que preferiu não se identificar, o motataxista é legalizado e tudo indica que ele não deu entrada em nenhuma unidade hospitalar da cidade, com receio de ser identificado e preso.

portal25horas

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

 

Motorista que atropelou agente do Detran-PB deve ser interrogado na manhã desta terça-feira

lei-secaNesta segunda-feira (29), o superintendente regional da Polícia Civil, Marcos Paulo Vilela, revelou que o motorista que atropelou e matou um agente do Detran-PB na madrugada do último sábado (21) deve prestar depoimento na manhã da próxima terça-feira.

“A decisão desembargador Joás de Brito determina que o suspeito deve ser ouvido em um prazo máximo de 72 horas, ou seja, no início da quarta-feira. Mas nós vamos ouvi-lo amanhã na parte da manhã na Delegacia de Homicídio”, disse.

Em entrevista ao programa 60 Minutos, da Arapuan FM, Marcos contou que o acusado pode optar por ficar em silêncio durante a inquirição: “ele tem o direito constitucional de silenciar. O interrogatório é uma peça de defesa, mas, às vezes, pode revelar algumas situação para a investigação”.

Relembre – O agente do Departamento de Trânsito da Paraíba, Diogo Nascimento de Souza, teve morte confirmada na noite deste domingo (22). Ele foi internado no Hospital Estadual de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena na madrugada do sábado (21) após ser atropelado no bairro de Manaíra.

O delegado Marcos Paulo Vilela confirmou, ainda no sábado, a identidade do dono do veículo como o empresário Ricardo de Oliveira Carlos da Silva e o condutor do veículo no momento do atropelamento como o filho dele, Rodolpho.

Yves Feitosa/Wallison Bezerra

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Testemunha dá detalhes do caso onde suposto taxista atropelou e atirou contra ciclistas

videoUma testemunha, que preferiu não se identificar, contou como aconteceu o caso do taxista que atropelou e atirou contra ciclistas, em Manaíra, no último domingo  (11). De acordo com ele, que é morador da região, não há a possibilidade de ter ocorrido uma tentativa de homicídio, uma vez que os ciclistas esperaram a chegada da polícia e se identificaram.


Yves Feitosa