Arquivo da tag: atropelada

Jovem morre após ser atropelada por minitrio elétrico durante romaria em Mamanguape, PB

Uma jovem de 19 anos morreu após ser atropelada por um minitrio elétrico que fazia a transmissão de som da Romaria da Bíblia 2019, em Mamanguape, no Litoral Norte paraibano, na madrugada deste domingo (29). De acordo com a Paróquia de São Pedro e São Paulo, que organizou o evento, o veículo perdeu o freio e atingiu a vítima.

A Romaria começou por volta das 22h do sábado (28) em frente a Igreja Matriz, em Mamanguape. Em um determinado trecho do percurso, já na madrugada do domingo, o minitrio perdeu o freio e atingiu a jovem, que acompanhava a romaria.

A vítima, identificada como Shirlanne Valentim, foi levada para o Hospital Geral de Mamanguape por uma ambulância do Corpo de Bombeiros e deu entrada por volta das 5h10. Segundo a direção da unidade hospitalar, a jovem recebeu toda a assistência no setor de urgência, mas não resistiu aos ferimentos.

Por meio de uma postagem no perfil oficial no Instagram, a Paróquia emitiu uma nota de pesar e apoio à família.

“A Paróquia, por meio do seu Pároco, Vigário e toda comunidade paroquial lamenta intensamente esta fatalidade e neste momento de perda e dor, transmite os sentimentos aos familiares e amigos”, diz o texto.

De acordo com a assessoria de imprensa da Arquidiocese da Paraíba, todos os carros utilizados em eventos são autorizados e passam por vistoria e que a Paróquia vai investigar o que aconteceu, mas que a prioridade é acolher a família da jovem e a comunidade paroquial.

O G1 tentou entrar em contato com a Polícia Civil do município, mas as ligações não foram atendidas até as 12h50.

Segundo a Paróquia de São Pedro e São Paulo em Mamanguape, o velório da jovem vai ser feito na segunda-feira (30), na Igreja de Nossa Senhora do Rosário, às 9h, onde também vai ser celebrada uma missa de corpo presente. O sepultamento está previsto para acontecer no cemitério local.

G1

 

Menina atropelada por carro desgovernado em Areia, PB, tem morte cerebral

Uma menina de 6 anos que está internada no Hospital de Emergência de Trauma de Campina Grande, teve morte cerebral nesta quinta-feira (26). A criança e outras quatro pessoas foram atingidas por um carro desgovernado em Areia, no Brejo da Paraíba. O acidente aconteceu na noite do último domingo (22).

Segundo as informações da unidade hospitalar, desde o dia em que deu entrada no local, a menina estava em estado grave. Ela passou por uma cirurgia, ficou internada na UTI infantil do hospital e após quatro dias apresentou morte cerebral.

Cinco pessoas foram vítimas do acidente. Todas as elas foram socorridas para o Hospital de Trauma de Campina Grande. Uma mulher e um menino não resistiram aos ferimentos e morreram no hospital. Um homem também passou por uma cirurgia e continua internado no local, o estado de saúde dele é regular. Uma outra criança recebeu alta.

Acidente

De acordo com relatos de testemunhas, o veículo descia uma ladeira conhecida como “Chã”. O motorista perdeu o controle do carro, invadiu uma calçada, colidiu no muro de três casas e atingiu as cinco vítimas que estavam indo para a igreja.

Foram atingidos uma mulher, de 33 anos, um homem, de 28 anos, um menino, de 9 anos, uma garota, de 6 anos e outra menina, de 4 anos.

Motorista

O motorista do veículo e um passageiro que também estava no carro fugiram do local do acidente. Segundo testemunhas, os homens apresentavam sinais de embriaguez.

O delegado Gilson Teles, responsável pelo caso, disse ao G1 que o motorista suspeito de ter provocado o acidente ainda não se apresentou à polícia.

G1

 

Criança de seis anos cai de ônibus escolar, é atropelada e morre, no Conde

Uma verdadeira fatalidade ocorreu na manhã desta sexta-feira (06) na cidade de Conde, litoral Sul paraibano.

Um menino de apenas 6 anos, que estava sendo transportado em um ônibus escolar para a Zona Rural da cidade, caiu do veículo e foi atingido pelo pneu traseiro do ônibus.

O Samu chegou a ser acionado, mas apenas constatou o óbito.

De acordo com as informações, o menino estaria sentado na cadeira que é destinada a cadeirantes e por algum motivo a porta próxima da cadeira se abriu e ele caiu.

O clima no local é de ampla comoção.

De acordo com a prefeitura da cidade uma sindicância já foi solicitada para apurar o caso.

PB Agora

 

 

Pai de criança atropelada por caminhão na PB vai responder por homicídio culposo, diz delegada

O pai que atropelou o filho acidentalmente na manhã desta quinta-feira (29), em Monte Horebe, no Sertão da Paraíba, vai responder por homicídio culposo, quando não há intenção de matar, conforme a delegada de homicídios de Cajazeiras, Yvina, responsável pelo caso. O menino, de 1 ano e dois meses, morreu após ser atropelado por um caminhão caçamba conduzido pelo pai, quando corria para abraçá-lo.

“O pai vai responder por homicídio culposo, quando não há intenção de matar, o que a gente trata também como negligência, imprudência e imperícia. Mas é preciso salientar que, em casos como esse, em análise judicial, o juiz pode aplicar um perdão judicial se o sofrimento do pai for muito mais intenso do qualquer penalidade que ele possa ter”, explicou a delegada.

Menino foi atingido por pneu traseiro de caminhão

De acordo com a delegada, a vítima, Márcio Ryan, foi atingida na cabeça por um dos pneus traseiros do caminhão caçamba conduzido pelo pai, de 54 anos. “Antes de entrar no caminhão, o pai estava brincando com o filho dentro de casa, se despedindo para ir trabalhar. Quando ele entrou no caminhão, a criança correu ao encontro dele novamente, mas ele não percebeu”.

Conforme Yvina, o pai precisou dar marcha à ré no caminhão caçamba para sair de casa. Foi nesse momento que o menino estava atrás do veículo e o pai acabou não percebendo que o filho estava no local.

“Infelizmente, na hora que ele saiu com o caminhão de ré, o menino estava atrás do veículo e acabou sendo atingido na cabeça por um dos pneus traseiros do veículo. O pai ainda pegou o menino nos braços e acionou o Samu ao local, mas a criança já estava morta”, contou a delegada.

Mãe pediu para verificar corpo do filho

Ainda conforme relato da delegada ao G1, a mãe da criança, que está em choque, fez um único pedido à polícia. “Todos estão em choque com o que aconteceu. A mãe da criança, que não acredita no que aconteceu, pediu pra que a gente verificasse o corpo do filho, pra saber se o menino havia sofrido muito na hora da morte”, disse Yvna.

De acordo com a delegada, a perícia analisou o caminhão caçamba e no veículo não há nenhuma marca do acidente. “Pelo que a gente analisou no local, a criança pode ter ido à óbito com a pancada que sofreu na cabeça. No local não há nenhum sinal do acidente, não há marcas ou restos encefálicos da criança no pneu do caminhão”, salientou.

Caso é investigado na Delegacia de Homicídios de Cajazeiras — Foto: Beto Silva/TV Paraíba

Caso é investigado na Delegacia de Homicídios de Cajazeiras — Foto: Beto Silva/TV Paraíba

Testemunhas serão ouvidas na terça-feira (3)

A delegada informou que a família da criança e testemunhas serão ouvidas no dia 3 de setembro. “As oitivas estão marcadas pra próxima terça-feira. Todos da família e testemunhas que estavam no local vão prestar esclarecimentos do caso na delegacia”, pontuou.

G1

 

Criança morre após ser atropelada por caminhão conduzido pelo pai, na PB

Uma criança de 1 ano e dois meses morreu na manhã desta quinta-feira (29) após ser atropelada acidentalmente pelo pai, em Monte Horebe, no Sertão da Paraíba. De acordo com as primeiras informações da Polícia Militar, o homem estaria tirando um caminhão caçamba da garagem de casa quando, sem perceber, atropelou o filho.

O caso aconteceu no bairro São José. Segundo relato de testemunhas à PM, o pai de Márcio Ryan estaria tirando o caminhão caçamba da garagem de casa para ir trabalhar, quando o menino correu para abraçar o pai. Sem perceber que a criança estava no local, o homem acabou atropelando o filho.

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada ao local, mas constatou que o menino já estava morto. Ainda segundo a PM, ao perceber que tinha atropelado o filho, o pai da criança passou mal e precisou ser atendido por uma equipe médica do Samu.

G1

 

Enfermeira do Samu é atropelada durante atendimento a acidente em rodovia na PB

(Foto: Reprodução/TV Paraíba)

Uma enfermeira do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi atropelada por um carro, enquanto realizava o socorro de duas vítimas de um acidente, entre as cidades de Esperança e Areial, no Agreste paraibano. O atendimento estava sendo feito no acostamento da rodovia PB-121, quando um carro que trafegava na pista entrou na margem da estrada e bateu na enfermeira.

O caso ocorreu na noite deste domingo (12), por volta das 20h (horário local). De acordo com a Polícia Civil, o Samu foi acionado para atender duas vítimas de um acidente entre um carro e uma moto. Na delegacia, a médica do Samu que estava no local disse que o condutor parou a ambulância no acostamento e sinalizou a rodovia com cones.

Ainda de acordo com o relato da médica a Polícia Civil, o corpo da enfermeira foi arremessado com o impacto. Ela ficou com ferimentos em uma das pernas. Com o auxílio de outra equipe do Samu, a enfermeira e as outras duas vítimas que estavam sendo atendidas foram levadas para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande.

Enfermeira do Samu é atropelada enquanto prestava socorro em Esperança

Enfermeira do Samu é atropelada enquanto prestava socorro em Esperança

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Idosa morre atropelada enquanto atravessava faixa de pedestre, em João Pessoa

avenidaUma idosa de 65 anos morreu, na manhã desta segunda-feira (3), atropelada por uma motocicleta ao tentar atravessar uma faixa de pedestre da Avenida Ranieri Mazilli, no Cristo Redentor, em João Pessoa.

A vítima, que estava acompanhada do marido, já tinha iniciado a travessia com os veículos parados, quando foi atingida por uma motocicleta que estaria em alta velocidade. O piloto da moto não ficou ferido e permaneceu no local do acidente para acionar o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Com a chegada do Samu, a idosa recebeu os primeiros socorros e foi levada para o Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena. No caminho até o hospital, a paciente, que estava com um sangramento nasal, teve uma parada cardíaca.

Por conta da gravidade dos ferimentos, a idosa acabou morrendo instantes após ser internada no Trauma.

portalcorreio

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Mototaxista é identificado e idosa atropelada fala sobre o acidente

acidenteJá em casa e fora de perigo, a senhora Inácia Bezerra de Oliveira, 72 anos de idade e residente na Bela Vista, em Guarabira/PB, concedeu entrevista ao repórter Zé Roberto e falou sobre o acidente sofrido por ela e por outra idosa, sofrido na última sexta-feira (03). O duplo atropelamento, causado por um mototaxista, aconteceu à noite, numa faixa de pedestre próxima ao girador, no início da Avenida Rui Barbosa, no Centro da cidade.

De acordo com a idosa, ela e sua amiga Terezinha Ramos, 78 anos, voltavam da Catedral de Nossa Senhora da Luz e seguiam para suas residencias no bairro Bela Vista, e ao passarem pela faixa de pedestre foram atropeladas.

A idosa disse ainda que no momento do acidente não conseguiu ver nada, apenas sentiu a pancada e caiu.

Perguntada se teria visto de onde a moto havia surgido, ela disse que não lembrava de nada e que no momento não sentia nenhuma dor.

A outra idosa, Terezinha Ramos, não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Na manhã desta segunda-feira (06) surgiu a informação de que o mototaxista que atropelou as vítimas, trabalha nas imediações da UPA e que deverá se apresentar à polícia ainda hoje.

portalmidia

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Mulher morre após ser atropelada ao atravessar rua com família na Paraíba

acidenteUma mulher de 30 anos morreu após ser atropelada por um carro no momento em que atravessava a Avenida Dois de Fevereiro, no bairro do Rangel, na zona oeste de João Pessoa, na noite terça-feira (15). Aline do Nascimento Sousa foi atingida por uma caminhonete quando cruzava a via ao lado do marido e com a filha do casal no colo, de apenas oito meses. Aline chegou a ser levada para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa, mas não resistiu aos ferimentos e morreu ainda na noite de terça.

O acidente aconteceu em um ponto próximo à praça da Amizade, na conversão para a rua Elias Cavalcante de Albuquerque. De acordo com o condutor do carro envolvido no acidente, Onildo Fernandes, pelo fato da avenida ser mão única, ele não se preocupou em olhar para o sentido contrário ao fazer a manobra e acabou atingindo a mulher.

“Eu olhei e não vinha carro. Quando eu entrei, ouvi o barulho. Foi um negócio de momento. Eu acredito que ela tropeçou e caiu e, na hora que eu ia passando, o pneu passou por cima do braço dela. Porque a gente tirou o carro de cima”, comentou. Ainda de acordo com o condutor, que prestou socorro, se pudesse teria levado Aline Nascimento no próprio carro para o hospital, mas foi recomendado que esperasse o Samu.

Francilino Leite, médico do Samu responsável pelo atendimento, explicou que Aline sofreu um traumatismo praticamente completo na cabeça e deu entrada no Hospital de Trauma de João Pessoa em estado gravíssimo. Após entrar na unidade por volta das 20h40 (horário local), a vítima passou por atendimento de emergência, mas não resistiu e morreu por volta das 23h (horário local). A criança e o marido de Aline não ficaram feridos no acidente.

O Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTran) da Polícia Militar informou que o condutor do carro envolvido no acidente prestou esclarecimentos sobre o ocorrido e não se negou a fazer o teste do bafômetro. Ele seria conduzido ainda na noite de terça para a delegacia para o registro da ocorrência. A poucos metros do local onde aconteceu o acidente, há uma faixa de pedestre e um quebra-molas.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Criança morre atropelada por ônibus em Queimadas-PB

sireneUma criança de 8 anos morreu depois de ser atropelada por um ônibus escolar, equanto brincava de bicicleta, na cidade de Queimadas, no Agreste paraibano. O acidente aconteceu no fim da tarde deste domingo (6) e a morte da vítima foi confirmada pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e pelas polícias Militar e Civil. O motorista do ônibus envolvido teria fugido do local, sem prestar socorro.

Segundo o Samu, testemunhas ligaram informando que havia ocorrido um atropelamento na cidade, mas, ao chegar no local, a equipe médica constatou que a criança já estava morta.

De acordo com a Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), sediada em Boqueirão, o atropelamento ocorreu por volta das 17h. A polícia destacou que ônibus envolvido é usado para transportar estudantes da prefeitura de Caturité, na mesma região.

A estudante Kécia Araújo, 24 anos, disse que o acidente aconteceu na rua Otaviano Araújo do Rego, no bairro Antônio Mariz. “A criança estava na bicicleta ao lado do pai e quando o ônibus entrou na rua e depois passou por cima do menino, que teve o crânio esmagado”, disse a estudante, que também confirmou que o motorista abandonou o local.

Segundo a Polícia Civil na cidade de Queimadas, o ônibus foi deixado no local do acidente e apreeendido. Até 19h deste domingo, ninguém da prefeitura de Caturité se apresentou ou entrou em contato com a Polícia Civil. O caso está sendo acompanhado pelo delegado Eriberto Paulino.

G1 PB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br