Arquivo da tag: atendimento

Programa Criança Feliz mantém atendimento por meio de acompanhamento remoto em Curral de Cima

Mesmo mantendo o distanciamento social como recomendam as autoridades em saúde pública, o programa ‘Criança Feliz’ de Curral de Cima está garantindo o atendimento às famílias cadastradas no município por meio de contatos telefônicos e WhatsApp. Através de vídeos, os instrutores explicam e ensinam atividades e por meio de ligações realizam o atendimento dos usuários.

A medida foi tomada pela Secretaria de Assistência Social atendendo recomendação do Ministério da Cidadania que destaca a importância de se manter o programa durante o enfrentamento ao coronavírus. Em Curral de Cima, o ‘Criança Feliz’ atende 200 usuários entre crianças de zero a três anos e gestantes que estão inseridas no Cadastro Único (CadÚnico) do Governo Federal.

De acordo com a coordenadora do ‘Criança Feliz’ em Curral de Cima, Suellen Fagundes, os atendimentos presenciais e visitas foram suspensos tomando por base decreto municipal. Com isso, a equipe do programa planejou atividades remotas, online, grupos de WhatsApp e contato telefônico, para substituir as visitas e garantir a saúde dos usuários e equipes evitando o contato pessoal.

“O ministério da Cidadania recomendou que fossem realizadas atividades remotas a fim de evitar o contato pessoal, mas que mantivesse os trabalhos, pois eles são essenciais. A equipe tem gravado vídeos, áudios e entrado em contato por telefone com aqueles familiares que possuem esses meios. Mas sabemos que muitos não têm acesso à internet, a telefones e esse é o nosso principal gargalo. Ainda estamos analisando uma forma de como atingir esse público. Precisamos continuar esse acompanhamento, ele é prioridade e fundamental na primeira infância”, destacou Suellen Fagundes.

O programa ‘Criança Feliz’ em Curral de Cima faz por meio de suas equipes o acompanhamento contínuo com orientações importantes e acompanhamento com o objetivo de fortalecer vínculos familiares e estimular o desenvolvimento infantil.

De acordo com a coordenadora do programa, iniciativas como o ‘Criança Feliz’ são capazes de prevenir e identificar atrasos físicos, intelectuais e emocionais e orientar impulsionar o desenvolvimento de habilidades cognitivas, motoras, e psicossocial, através de ações simples.

Suellen explicou ainda que em 2017 o município de Curral de Cima recebeu o programa para atingir 100 usuários, mas a importância do trabalho fez com que o município ampliasse sua meta, atendendo mais 100 usuários. “Ter equipes de referências nas casas de familiares procurando a promoção social quase que semanalmente é gratificante. Algumas dessas famílias não recebiam nenhuma visita, outras não tinham familiares próximos, se sentiam sozinhas, e com a ida da equipe nas suas casas acabaram dando um novo significado a vida”, afirmou.

O programa – O ‘Criança Feliz’, lançado em outubro de 2016, tem como ponto central a visita semanal de técnicos às casas das famílias de baixa renda para acompanhar e estimular o desenvolvimento das crianças até os 3 anos de idade. Com o estímulo correto, o governo espera preparar essa geração para vencer a pobreza. O público-alvo é formado por gestantes e crianças de 0 a 3 anos de idade beneficiárias do Bolsa Família, e até os 6 anos aquelas crianças com algum tipo de deficiência e que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC).

Ainda são acompanhadas as crianças de até 6 anos que estão afastadas do convívio familiar em função de medidas protetivas. Estados e municípios não têm gastos. Os repasses de recursos para a supervisão, capacitação, contratação e remuneração dos visitadores são de responsabilidade do Governo Federal. A adesão é voluntária.

 

Assessoria

 

 

Paraíba cria ferramenta para agilizar atendimento de pacientes com suspeita de Covid-19

Uma ferramenta para agilizar o atendimentos de pacientes com suspeita de coronavírus foi desenvolvida pela Secretaria de Estado da Saúde (SES). Com a iniciativa, batizada de Fast News Covid, a SES quer acelerar o atendimento de pessoas que estejam com sintomas de síndrome gripal, unificando a mensagem e entendendo rapidamente a necessidade do paciente.

De acordo com a SES, o Fast News Covid é um instrumento facilitador para que os profissionais de saúde possam avaliar o estado geral daqueles que estejam com síndrome gripal, classificar esse indivíduo para entender se ele pode ir pra casa cumprir a quarentena ou se ele precisa de um recurso hospitalar e o quão rápida é essa necessidade.

Essa ferramenta é para facilitar o trabalho dos profissionais que atuam nas ambulâncias do Samu, no Corpo de Bombeiros, nas Unidades de Pronto Atendimento e nos prontos-socorros dos hospitais que não são centro de referência. A iniciativa chamou a atenção de uma revista científica inglesa sobre medicina, que vai publica um artigo sobre a ferramenta paraibana.

O secretário executivo de Gestão da Rede de Unidades de Saúde, Daniel Beltrammi, explica que, para chegar à conclusão de que o paciente requer ou não cuidados hospitalares, os profissionais dos serviços pré-hospitalares analisam parâmetros que produzem uma nota: sinais vitais, sintomas apresentados, comorbidades existentes, presença ou não de sinais de alarme e quantificam em sistema de pontos a gravidade do quadro do paciente, conforme a definição de caso vigente pelo Ministério da Saúde.

“Quanto maior a nota, mais risco, quanto mais risco, mais intensivo vai ficando o cuidado recomendado. Cuidado este que pode ir do isolamento domiciliar, até a internação em UTI. O coronavírus vai nos ensinando, não somente na Paraíba, mas no mundo, a como cuidar melhor das pessoas e produzindo saídas e soluções. Acreditamos que essa ferramenta vai entregar muitos resultados”, disse Daniel Beltrammi.

A partir da avaliação do paciente atingido uma pontuação determinada, o Centro Estadual de Regulação de Leitos Covid-19 sinalizará para que unidade de referência a qual o paciente deverá ser encaminhado. Isso não só garante o acesso do paciente grave à assistência adequada, como evita que pacientes sem gravidade ocupem os leitos hospitalares sobrecarregando os serviços e reduzindo as vagas de pacientes que realmente necessitam.

G1

 

Prefeitura de Arara divulga lista de comércios com atendimento delivery

A Prefeitura Municipal de Arara/PB, desenvolveu a primeira cartela de comércios municipais.

O objetivo desta ação é divulgar os negócios de nossa cidade que trabalham com delivery/entrega e também incentivar a população a não sair de casa neste tempo de COVID-19.

Compre em nosso município e ajude os pequenos e grandes negócios da cidade a se manterem ativos.

Confira:

FN com assessoria

 

 

Centro Administrativo Municipal de Solânea tem atendimento suspenso temporariamente

Estão sendo disponibilizados telefone e emails para informações e solicitações

Como estratégia de conter a disseminação do vírus Coronavírus (Covid-19) no município e evitar aglomeração de pessoas, o Centro Administrativo Municipal de Solânea está com o atendimento presencial suspenso temporariamente.

No entanto, para os solanenses que queiram realizar solicitações e procedimentos foram disponibilizados canais de atendimento pelo telefone (83) 3363-1285 e pelos emails abaixo.

Secretaria de Gestão Pública: gestaopublica@solanea.pb.gov.br

Secretaria da Fazenda: fazenda@solanea.pb.gov.br

Dir. de Recursos Humanos: recursoshumanos@solanea.pb.gov.br

Procuradoria Geral do Município: procuradoria@solanea.pb.gov.br

 Assessoria de Comunicação

 

CRO-PB emite alerta para dentistas acima de 60 anos suspenderem atendimento ao público para combater coronavírus

O Conselho Regional de Odontologia da Paraíba (CRO-PB) emitiu na tarde desta segunda-feira (16) uma nota em que alerta os profissionais da odontologia a considerarem a pandemia de coronavírus e orienta a suspensão dos serviços, mantendo apenas os casos de urgência e emergência.

De acordo com texto, os profissionais com mais de 60 anos devem suspender o atendimento ao público. “Orientar a readaptação temporária de cirurgiões-dentistas acima de 60 anos, afastando-os de atividades clínicas, visto ser considerado grupo de risco, cuja mortalidade tem sido comprovadamente mais elevada na população idosa”, recomenda.

Segundo o CRO-PB, a medida serve como uma forma de prevenção a doença e considera o risco que o cirurgião-dentista tem em relação a outros profissionais. “A atuação do cirurgião-dentista é, por sua vez natureza, a profissão de saúde mais exposta ao risco de contaminação, pelo íntimo contato com as vias aéreas dos pacientes, seja pela proximidade física necessária à execução de procedimentos, seja pelo uso de equipamentos que liberam aerossóis”, diz parte do texto.

Confira a nota na íntegra:

 

clickpb

 

 

INSS: falta de servidores prejudica atendimento a beneficiários na PB

Semelhante ao que ocorre em outras partes do país, beneficiários que precisam dos serviços do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) na Paraíba têm enfrentado muitos problemas. A falta de servidores para atender o público provoca filas de espera e demora do atendimento.

Os beneficiários também reclamam do atendimento pelo telefone e através da internet. A falta de informação faz com que muitos gastem tempo entre uma agência e outra para resolver alguma pendência.

“Pelo telefone não dá certo. Querem que a gente fique acessando pelo site e e-mail. Mas tem pessoas que não sabem nem mexer com internet. Chequei aqui, eles fecharam e disseram que não têm funcionários para atender. E onde a gente vai resolver esses problemas?”, questionou Maria Moreira que desde o mês de outubro tenta atendimento para resolver a situação do benefício de um filho com deficiência.

Severino Ramos da Silva há cinco meses tenta resolver a questão da aposentadoria de Dona Salete, moradora do Colinas do Sul. Segundo ele, o problema mais sério é que o nome dela foi colocado com erro em processo de pensão por morte.

O aposentado Paulo Raimundo reconhece que os servidores do órgão têm se esforçado, mas com a defasagem no quadro de pessoal fica difícil manter uma atendimento satisfatório.

“Muitos guichês estão sem funcionários e muita gente de idade está aguardando a aposentadoria. Vai ficar mais difícil ainda para o posto do INSS. Infelizmente está um caos aqui”, enfatizou.

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse, nesta quarta-feira (15), que até o fim do mês, militares já estarão ajudando na força-tarefa para tentar reduzir o atraso na análise de pedidos de aposentadorias e benefícios, como auxílio-doença e o BPC (pago a idosos carentes e deficientes).

A contratação temporária de integrantes das Forças Armadas que estão na reserva foi anunciada nesta terça (14) como uma das medidas para enxugar a fila de espera no INSS (Instituto Nacional do Seguro Social).

Roberto Targino – MaisPB

 

 

Acidentes de moto e quedas lideram motivos de atendimento no Trauma de JP

O Hospital Estadual de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa, realizou durante o final de semana 463 atendimentos, dos quais 139 foram considerados casos graves ou gravíssimos. Foram realizadas 26 cirurgias, sendo 15 emergenciais e 11 eletivas. O balanço tem como base as entradas realizadas a partir da zero hora da sexta-feira (03) até as primeiras horas desta segunda- feira (06).

Durante o final de semana, as ocorrências envolvendo quedas lideraram as entradas da emergência, com 100 casos, superando motocicletas (62). Outros casos de emergência registrados na unidade de saúde foram de corpo estranho (57), trauma (21), atropelamento (07), queimadura (09), agressão física (08), arma branca (03), acidente de bicicleta (07), corte (07), arma de fogo (02), pancada (12) e acidente de automóvel (11). As demais ocorrências foram clínicas com destaques para Acidente Vascular Cerebral (07) e Acidente Vascular (03).

Perfil – O Hospital Estadual de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena atende casos de urgência e emergência, contudo, muitos procuram a instituição para atendimentos clínicos, não levando em consideração o tipo de assistência prestada pela unidade de saúde, voltado para situações de média e alta complexidade, a exemplo de vítimas de trauma (acidentes e desastres), violência, queimadura, Acidente Vascular Cerebral (AVC) e hemorragias digestivas.

MOTIVO NÚMEROS03/01 à 06/01
QUEDA 100
ACIDENTE DE MOTO 62
CORPO ESTRANHO 57
TRAUMA 21
PANCADA 12
ACIDENTE DE AUTOMOVEL 11
QUEIMADURA 09
AGRESSÃO FÍSICA 08
AVC 07
ATROPELAMENTO 07
ACIDENTE DE BICICLETA 07
ACIDENTE VASCULAR 03
ARMA BRANCA 03
PEDRADA 03
ARMA DE FOGO 02
CHOQUE 01
OUTROS CASOS 143
TOTAL 463

Secom-PB

 

 

UEPB oferece atendimento gratuito para pessoas com problemas de pele

A Clínica Escola de Fisioterapia da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) está com inscrições abertas para atendimento dermatofuncional da população em geral e comunidade acadêmica.

O público-alvo são pessoas que tenham disfunções como gordura localizada (sobrepeso, mas não obesas), celulite, linfedema, pele flácida, feridas com dificuldade de cicatrização, acne (com sinais inflamatórios) e pele com aderências/retrações devido a procedimentos cirúrgicos ou queimaduras.

Os atendimentos serão realizados até o mês de dezembro, nas quartas e sextas-feiras, das 7h30 às 10h30, na Clínica Escola, localizada no Câmpus de Bodocongó, em Campina Grande.

Os interessados devem preencher formulário on-line (https://goo.gl/forms/o2Umdsxut8TQ2HV23) e, em seguida, enviar uma foto da região que precisa de tratamento para o e-mail do professor Ciro Franco de Medeiros Neto (cirofranco2@gmail.com), que coordena a atividade.

Mais informações sobre este serviço da Clínica Escola podem ser obtidas no blog: https://fisioterapiauepb.blogs… ou pelo telefone (83) 3315-3346.

 

clickpb

 

 

Por falta de sala, população pode ficar sem atendimento da Defensoria Pública em Araruna e Região

Centenas de pessoas carentes assistidas mensalmente pela Defensoria Pública na Comarca de Araruna oriundas ainda de cidades vizinhas, a exemplo de Tacima e Riachão, poderão ficar a partir desta semana sem o atendimento e a assistência judiciária gratuita prestada pela Instituição.

“Na última quarta-feira, a juíza-diretora do Fórum, Cláudia de Farias Queiroz nos comunicou oralmente através da gerente Claudineia, que teríamos de desocupar ‘o mais rápido’ possível a sala cedida à DPE-PB”, afirmou, perplexa, a defensora pública que atua na Comarca, Valéria Fonsêca.

Ela externou sua preocupação com as consequências da medida, pois devido às limitações orçamentárias que a Defensoria enfrenta e ao seu imediatismo, os maiores prejudicados serão justamente às pessoas pobres na forma de lei, que não podem pagar a um advogado particular.

Esse prejuízo pode ser dimensionado pela crescente demanda diária, que teve de ser limitada a até 20 atendimentos dos mais variados deles, os mais comuns nas áreas penal e de família, como investigação de paternidade, adoção e divórcio. Até o fechamento dessa matéria, a Defensoria Pública da Paraíba não havia sido formalmente informada da referida decisão.

 

 Foto. Fivulgação/Assessoria
Assessoria

 

 

Greve: em nota, Correios garantem manutenção de serviços de atendimento

A paralisação parcial dos empregados dos Correios, iniciada nesta terça-feira (10) pelas representações sindicais da categoria, não afeta os serviços de atendimento da estatal.

A empresa já colocou em prática seu Plano de Continuidade de Negócios para minimizar os impactos à população. Medidas como o deslocamento de empregados administrativos para auxiliar na operação, remanejamento de veículos e a realização de mutirões estão sendo adotadas.

Levantamento parcial realizado na manhã desta quarta-feira (11) mostra que 82% do efetivo total dos Correios no Brasil está trabalhando regularmente. Na Paraíba, 82% dos empregados estão trabalhando normalmente.

Negociação — Conforme amplamente divulgado, os Correios estão executando um plano de saneamento financeiro para garantir sua competitividade e sustentabilidade. Desde o início de julho, a empresa participa de reuniões com os representantes dos empregados, nos quais foram apresentada a real situação econômica da estatal e propostas para o acordo dentro das condições possíveis, considerando o prejuízo acumulado, atualmente na ordem de R$ 3 bilhões. As federações, no entanto, expuseram propostas que superam até mesmo o faturamento anual da empresa.

Vale ressaltar que, neste momento, um movimento dessa natureza agrava ainda mais a combalida situação econômica da estatal. Por essa razão, os Correios contam com a compreensão e responsabilidade de todos os seus empregados, que precisam se engajar na missão de recuperar a sustentabilidade da empresa e os índices de eficiência dos serviços prestados à população brasileira.

 

pbagora