Arquivo da tag: até

Inscrições para Agente de Inovação estão abertas até 31 de julho

sebraeEstão abertas até o dia 31 de julho as Inscrições para seleção de 50 profissionais de nível superior, com até três anos de formados, para atuar como bolsistas do Programa Agentes Locais de Inovação (ALI) do Sebrae Paraíba. O processo seletivo está oferecendo  30 vagas para contratação imediata e 20 para o cadastro de reserva, além de uma vaga para orientador, que deve ter no mínimo  seis anos de formado.  As inscrições podem ser feitas no site da Contemax Consultoria (www.contemaxconsultoria.com.br).

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Os profissionais selecionados irão atuar em nove cidades paraibanas com o objetivo de contribuir para a melhoria da competitividade e da inovação das micro e pequenas empresas do Estado. Os agentes têm como função facilitar, orientar e buscar soluções para as necessidades das micro e pequenas empresas. Em conjunto com os empresários, os ALI irão identificar oportunidades de inovação, além de acompanhar a implementação das soluções, segundo a necessidade de cada negócio.

 

Os aprovados terão direito a bolsa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), no valor de R$ 3,6 mil para agentes e R$ 4 mil para orientador. O contrato é de dois anos. As inscrições custam R$ 50 e R$ 70 para as vagas de agente e orientador, respectivamente. No site da Contemax Consultoria (www.contemaxconsultoria.com.br),  os interessados podem ter acesso ao edital e obter mais informações sobre a seleção.

 

Para o cargo Agente Local de Inovação é necessário ter bacharelado em um dos seguintes cursos: Administração de Empresas, Arquitetura, Ciências Econômicas,  Ciências Contábeis, Ciência da Computação, Desenho Industrial, Engenharia (todas as áreas), Comunicação, Direito, Nutrição, Pedagogia, Psicologia, Química Industrial e Turismo e áreas afins.

 

Podem também participar da seleção os tecnólogo em Gestão Administrativa,  Gestão Comercial, Gestão da Produção Industrial, Gestão da Qualidade, Gestão de Finanças, Gestão de Marketing Empresarial, Gestão de Negócios, Gestão de Pessoas, Gestão de Produção, Gestão de Produção Industrial, Gestão de Projetos, Gestão de Serviços de Saúde, Gestão de Turismo, Gestão de Varejo, Gestão de Vendas e de Representações Comerciais, Gestão e Marketing de Pequenas e Médias Empresas, Gestão Estratégica, Gestão Financeira, Logística, Marketing, Processos Gerenciais, Processos Industriais, Gestão de Micro e Pequenas Empresas, Gestão de Processos de Importação e Exportação, Gestão de Recursos Humanos.

 

Já para função de orientador é necessário ter mestrado ou doutorado nas áreas de Administração, Economia ou Engenharias. A atribuição deste cargo é orientar os Agentes Locais de Inovação selecionados na  elaboração dos artigos científicos.

 

De acordo com o gestor do projeto ALI do Sebrae Paraíba, Cláudio Soares, os agentes selecionados irão atender empresas das regiões da Zona da Mata, Agreste, Curimataú e Sertão no ciclo que vai de julho deste ano até junho de 2016. “Nesta edição, ampliamos o número de cidades que serão beneficiadas pelo programa. Nossa expectativa é levar ações de inovação para 1,5 mil micro e pequenas empresas do Litoral ao Sertão do Estado nos próximos dois anos”, explicou o gestor.

 

Neste 3º ciclo do programa, serão atendidas empresas dos setores de serviço, comércio e indústria nos segmentos de Alimentação e Bebidas; Vestuário, Calçados, Acessórios e afins; Artigos e Serviços do Lar; Saúde, Estética e Bem-estar; Construção Civil e Negócios Imobiliários; Transportes e Suprimentos; Entretenimento, Turismo, Meios de Hospedagens e afins; Serviço de formato e Apoio aos Negócios; Indústria Criativa, Educação e Cultura; Saúde, Estética e Bem-estar para animais; e Agronegócios.

 

O ALI é um programa gratuito e continuado, oferecido pelo Sebrae, que provoca a reflexão do empresário a partir de um processo inovador. As empresas atendidas pelo ALI recebem a visita dos agentes locais treinados pelo Sebrae, que fazem um diagnóstico e propõem as mudanças. Dependendo da inovação que o empresário queira ou precise implantar, haverá necessidade de investimentos.

 

Para esses casos, o Sebrae oferece os programas SebraeTec, através do qual o empresário conta com subsídios para financiar seu investimento em inovação, e Sebrae Mais, que oferece consultoria para implantação de modelos avançados de gestão empresarial. Além de soluções e produtos do Sebrae, o ALI também pode

 Sebrae pb

“Passe livre” de Campos é questionado até pela prima

 PASSEDesde que o presidenciável Eduardo Campos afirmou que se eleito, irá implantar o passe livre no transporte público para cerca de 20 milhões de estudantes de todo o país, o ex-governador vem sendo questionado sobre a real possibilidade de implantar a medida. As últimas traulitadas vieram da Frente de Luta pelo Transporte Público e da própria prima a vereadora do Recife, Marília Arraes (PSB), que na última sexta-feira (19) anunciou que irá apoiar a reeleição da presidente Dilma Rouseff (PT). Tanto Marília quanto a Frente de Luta pelo Transporte Público ressaltam que a promessa de Campos não encontra eco nos sete anos em que esteve à frente do Executivo Pernambuco, já que ele não implantou a medida quando era o governador do Estado.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

 

“Não sei se ele vai conseguir implantar isso aí no nível nacional, se ele ganhar a eleição, o que é bastante difícil de acontecer, de acordo com o que as pesquisas indicam”, disse Marília em entrevista à Rádio Jornal. “É uma pena que o passe livre não foi implantado em todo o Estado. A gente teve sete anos para implantar o passe livre em Pernambuco. Será que será possível cumprir essa promessa nacional?”, complementou.

Em nota, a Frente de Luta pelo Transporte Público disse ter recebido “com perplexidade” a declaração de Campos, uma vez que que durante a sua gestão o governo “nunca abriu ou promoveu discussão acerca do Passe Livre Estudantil”. A nota também ressalta que a “redução das passagens propagada por Eduardo Campos foi um mero repasse da desoneração da PIS/COFINS (imposto federal) levado a cabo pelo governo federal, e que ainda assim não foi feito de maneira proporcional em todas as tarifas de ônibus”.

A redução das tarifas, da ordem de R$ 0,10 foi anunciada por Campos pouco depois dos protestos pela melhoria dos serviços públicos que marcaram o país em meados do ano passado. Para o movimento social, a promessa feita pelo socialista tem caráter meramente eleitoreiro.

Leia abaixo a íntegra da nota da Frente de Luta pelo Transporte Público:
No Governo Eduardo Campos, nunca houve discussão sobre Passe Livre!
Nós da Frente de Luta pelo Transporte Público de Pernambuco, movimento que reúne diversas entidades estudantis, de trabalhadores, usuários do transporte e da juventude em geral, vimos por meio desta demonstrar nossa estranheza e perplexidade com as afirmações de Eduardo Campos na sabatina promovida pela Folha de São Paulo.

O candidato à presidência da República pelo PSB durante seus quase 8 anos de governo nunca abriu ou promoveu discussão acerca do Passe Livre Estudantil em Pernambuco. Desde que assumiu o governo, já naquela época com o discurso de democratizar a gestão do Transporte Público criou o Consórcio Grande Recife em lugar da antiga EMTU – Empresa Metropolitana de Transporte Urbano, no entanto na prática não vimos mudanças concretas na política do Transporte

Os usuários continuaram não sendo ouvidos para as decisões e o Grande Recife continuou com a mesma estruturação de loteamento de cargos de sua ampla aliança política no Estado de Pernambuco. Não à toa que é uníssona na sociedade pernambucana a crítica ao modelo de expansão do Transporte feito exclusivamente por Terminais Integrados (quem utiliza diariamente, os chama de “currais” integrados, pois o povo é tratado como porco) em detrimento de uma integração temporal por bilhetagem eletrônica, ainda uníssono é o descontentamento com a não unificação das tarifas, onde temos ônibus com menor distância com preço de passagens mais caras do que outros com maior distância.

Tudo isto demonstra uma irracionalidade no atual sistema de transporte na Região Metropolitana do Recife (administrado pelo Governo do Estado) que vem sendo denunciada ao longo dos últimos anos e foi motivo de uma carta aberta endereçada pessoalmente ao então governador, Eduardo Campos, onde apresentamos 13 pontos, no meio das manifestações do ano passado, que igualmente sequer obtivemos resposta. Outro ponto que nós, juntamente com outros diversos movimentos sociais, temos reivindicado como desdobramento do direito social ao transporte (Proposta de Emenda Constitucional da Deputada Luiza Erundina do PSB – partido de Eduardo Campos!) é o Passe Livre Estudantil e para os trabalhadoras desempregados/as.

Só ano passado realizamos cerca de 22 protestos, ações de rua, ocupação da Câmara Municipal, do Consórcio Grande Recife, e fomos recebidos apenas uma vez pelo segundo escalão do Governo (o então subsecretário da Casa Civil, Marcelo Canuto e o presidente do Consórcio Grande Recife, Nelson Menezes) que em resposta aos 13 pontos esposados na carta aberta endereçada ao Governador, nos afirmou que nenhum daqueles pontos era de interesse do governo e nos mandou procurar as “Conferências Municipais e Regional do Transporte” para que pudéssemos apresentar nossas propostas. Tal atitude já revela de maneira clara que a gestão de Eduardo Campos não teve/tem nenhum interesse em discutir a temática do Passe Livre. Ainda assim, procuramos acompanhar as conferências, mas para não surpresa nossa (como de costume na atual gestão) as mesmas em sua maioria não aconteceram.

A resposta ao pleito da juventude foi uma dura repressão por parte do Governo Eduardo Campos, onde protestos pacíficos sofreram constantemente tentativas de sufoco por parte da Polícia Militar de Pernambuco, onde militantes foram indiciados, onde o DCE da UNICAP foi invadido pela PM em uma reunião do movimento… A prova é tanta que o então secretário de Defesa Social, Wilson Damázio, não aguentou a pressão dos organismos internacionais, nacionais e regionais de defesa dos Direitos Humanos e pediu exoneração do cargo.

Neste ínterim, a proposta de Passe Livre a ser executava em uma eventual eleição de Eduardo Campos para Presidente da República soa como oportunismo eleitoral e merece todo descrédito da população pernambucana, sabedora que em nenhum momento houve um lampejo sequer para adotar o Passe Livre em Pernambuco.

Ainda assim, o presidenciável do PSB tenta confundir o cidadão brasileiro ao apontar que em Recife, temos “Passe Livre”. Antes de mais nada, importante não subestimar a inteligência do povo, Eduardo Campos não era prefeito do Recife, era governador do Estado. Em segundo lugar, quando a prefeitura apresentou a proposta de Passe Livre a ser aprovada na Câmara Municipal, Eduardo Campos sequer era mais governador. E em terceiro e mais importante, o referido projeto da prefeitura é bastante limitado e foi feito sem ouvir uma única vez os representantes da juventude e dos estudantes na cidade. Lembrando que a Câmara Municipal tinha construído uma comissão especial, formada por vereadores e representantes da sociedade, logo após a ocupação do prédio público com intuito de elaborar um projeto, mas o que vimos foi um verdadeiro atropelo e a nossa não participação neste processo, tanto que os vereadores da oposição se retiraram da Comissão.

Por outro lado, a redução das passagens propagada por Eduardo Campos foi um mero repasse da desoneração da PIS/COFINS (imposto federal) levado a cabo pelo governo federal, e que ainda assim não foi feito de maneira proporcional em todas as tarifas de ônibus (ou seja, foi estipulado um valor de 10 centavos e reduzido estes valor de todos os anéis – A, B, D e G – quando na verdade a redução era para ser proporcional em cima de cada valor de passagem).

Ante o exposto, vimos através desta nota esclarecer que em Pernambuco não há Passe Livre e que Eduardo Campos em nenhum momento, como governador, encaminhou ou aprofundou a discussão sobre tal temática, sendo assim merece descrédito e repulsa a utilização de um direito social – reivindicado com muita luta, suor e com muito gás lacrimogênio, balas de borracha e spray de pimenta no rosto da juventude – como um discurso puramente eleitoreiro!

 

247

Donos de motos até 150 cc têm opção da cota única do IPVA para garantir perdão de dívidas

Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa

Os proprietários de motocicletas com até 150 cilindradas na Paraíba têm ainda a opção do pagamento  dacota única para garantir o perdão de débitos atrasados do IPVA (Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores) e de taxas de serviços acumuladas até 31 de dezembro do ano passado.

Para assegurar o direito, os proprietários precisam efetuar o pagamento do IPVA e do Seguro Obrigatório de forma integral e à vista até o dia 15 de dezembro deste ano. Essa opção também garante o perdão das dívidas do IPVA e de taxas de anos anteriores da categoria.

Para buscar a regularização e emitir o boleto de pagamento, nos casos dos veículos licenciados em João Pessoa ou em Campina Grande, os proprietários devem procurar a repartição fiscal localizada nas respectivas sedes do Detran-PB, enquanto os proprietários de veículos licenciados nos demais municípios deverão dirigir-se à respectiva coletoria fiscal mais próxima ou agências regionais.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Com base na Medida Provisória (MP) 226 e da Portaria, já publicadas no Diário Oficial do Estado, até o mês de junho os proprietários de motocicletas tinham duas opções: o parcelamento do IPVA deste ano e do seguro obrigatório e o pagamento em cota única até 15 de dezembro. Contudo, o proprietário precisava pagar a primeira parcela do IPVA e do seguro obrigatório até o dia 30 de junho para os contribuintes assegurarem a regularização das pendências anteriores do veículo junto ao Departamento Estadual de Trânsito (Detran) e à Secretaria de Estado da Receita. De julho até dezembro, os proprietários de motocicletas até 150 cilindradas têm apenas, agora, a opção da cota única.

Para efeitos de acompanhamento e de controle, o Detran-PB informará à Secretaria de Estado da Receita, diariamente, por meio de arquivos de distribuição, as guias geradas para pagamento dos parcelamentos, referentes ao IPVA, que devem ser emitidas com o código Febraban (Federação dos Bancos do Brasil) do IPVA. Já o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) somente será emitido após o cumprimento das condições e obrigações previstas.

Secom-PB

Hoje: Anatel abre inscrições de concurso com 100 vagas e salários até R$ 11 mil

anatelA Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) abriu nesta sexta-feira (11), as inscrições do seu concurso com 100 vagas para os níveis médio e superior. Do total de oportunidades, 32 serão para o nível médio: 20 para técnico administrativo e 12 para técnico em regulação de serviços de telecomunicação. Já no superior, a oferta total será de 68 oportunidades, distribuídas pelos cargos de analista administrativo, com 20, e especialista em regulação de serviços de telecomunicações, com 48. Haverá também formação de cadastro de reserva.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Os salários oferecidos para para técnicos administrativos são de R$5.791,25, enquanto que os ganhos dos técnicos em regulação será de R$6.047,25. Já a remuneração será de R$10.916,90 para os analistas, e de R$11.776,90 para os especialistas.

Todos os valores já estão inclusos os R$373 de auxílio-alimentação. As inscrições poderão ser feitas no site do Cespe/UnB, organizador do certame, até o dia 1º de agosto. As taxas são de R$50 para o nível médio e de R$100 para o superior.

A avaliação dos concorrentes será por meio de provas objetivas para todos os cargos. Esses exames serão realizados em 14 de setembro, e serão compostos por 120 questões, sendo 50 de Conhecimentos Básicos e 70 de Específicos. Haverá ainda avaliações discursivas e de títulos para o superior, e curso de formação apenas para os especialistas e analistas.

Todas as etapas serão realizadas em Brasília. O prazo de validade do concurso é de um ano, podendo ser prorrogado por igual período. As vagas serão destinadas a Brasília, onde fica a sede da autarquia, porém os aprovados têm a possibilidade de mudar de cidade. As contratações serão em regime estatutário.

Folha Dirigida

 

Selecionados no ProUni têm até dia 11 para comprovar informações

prouniAmanhã (11) é o último dia para que os estudantes pré-selecionados na segunda chamada do Programa Universidade para Todos (ProUni) comprovem as informações prestadas na hora da inscrição. Os estudantes deverão apresentar, entre outros, documento de identificação, comprovante de residência, de rendimento e de conclusão do ensino médio.

Uma lista completa com a documentação necessária está disponível na página do ProUni. Também na página do programa é possível consultar a lista dos selecionados, disponível desde a última sexta-feira (4).

O candidato pode verificar na internet o horário e o local em que deve comparecer para comprovar as informações. Caso perca o prazo, ele é automaticamente retirado do processo.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O ProUni oferece bolsa de estudo integral ou parcial (50% da mensalidade) em instituições particulares de educação superior. O estudante precisa comprovar renda familiar, por pessoa, de até um salário mínimo e meio para a bolsa integral e de até três salários mínimos para a bolsa parcial.

Esta edição do programa ofereceu 115.101 bolsas e teve 653.992 inscritos. Quem não foi selecionado, poderá participar da lista de espera nos dias 21 e 22.

Agência Brasil

Couto diz que CPI descobriu empresários, políticos e até juízes envolvidos com o tráfico humano

LUIZ COUTOO deputado federal Luiz Couto (PT-PB) comentou o trabalho desenvolvido como vice-presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Tráfico de Pessoas, que encerrou os trabalhos no início de junho.

“Essa comissão que investigou o tráfico de seres humanos no Brasil foi um dos maiores desafios que já enfrentei depois da CPI do Extermínio no Nordeste, da qual fui o relator”.

Luiz Couto citou o choro, a dor, o esquecimento, o medo, a injustiça e o aprisionamento como alguns dos sentimentos visualizados “com muita atenção dentro dos olhos das vítimas ouvidas na CPI”.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O parlamentar ressaltou que a CPI percorreu vários estados brasileiros e chegou a ir até aos Estados Unidos. Constatou que o engano é uma das maiores decepções das vítimas que, segundo ele, levou milhares de brasileiras e brasileiros a outros países para serem explorados “de todas as formas que se possa imaginar”.

“As investigações não pararam somente nestas atrocidades”, completou. “Desvendamos uma rede de aliciadores que vendiam filhos e filhas de pessoas que tinham a característica inocente e a vida carente de informações e políticas publicas”.

Couto afirmou que a CPI do Tráfico de Pessoas construiu fatores importantes para se iniciar uma grande investigação policial, “pois onde passava tinha vítimas denunciando e os acusados omitindo a maneira de atuar e de ganhar dinheiro”.

Luiz Couto destacou que entre os principais responsáveis pela prática do tráfico humano estão grandes empresários que compactuam com o trabalho escravo dentro de suas empresas, políticos envolvidos com vitimas do tráfico de pessoas, juízes cúmplices de algumas adoções ilegais, famílias ricas comprando crianças, advogados preparados para defender o crime de tráfico humano e até funcionários públicos que se utilizam do cargo para auxiliar nesse tipo de tráfico.

 

Ascom do Dep. Luiz Couto

TRE tem até o dia 12 de agosto para definir ordem de veiculação do guia eleitoral

guiaeleitoralOs candidatos já estão liberados para fazer campanha nas ruas e na internet, mas o guia eleitoral só começará a partir do dia 19 de agosto.

De acordo com o calendário eleitoral, os Tribunais Regionais Eleitorais têm até o dia 12 de agosto para realizarem o sorteio para a escolha da ordem de veiculação da propaganda de cada partido político ou coligação no primeiro dia do horário eleitoral gratuito.

A divisão do tempo de guia eleitoral obedece a dois critérios: 1/3 igualitariamente entre todos os partidos e coligações e 2/3 proporcionalmente ao número de representantes na Câmara dos Deputados, considerando, no caso de coligação, o resultado da soma do número2/3 de representantes de todos os partidos políticos que a integram.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Na Paraíba, o candidato a governador Cássio Cunha Lima (PSDB) deve ficar com o maior tempo de guia eleitoral. A coligação ‘A vontade do povo’, encabeçada por ele, conta com 14 partidos.

O governador Ricardo Coutinho (PSB), candidato a reeleição pela coligação ‘A força do trabalho’ deve ficar com o segundo maior tempo de TV, se conseguir manter o PT em sua coligação.

Candidato a governador pela coligação ‘Renovação de Verdade, o senador Vital do Rêgo (PMDB) espera obter êxito na Justiça Eleitoral para atrair o PT para sua base.

O PROS, do candidato Major Fábio, o PSOL, do candidato Tárcio Teixeira, e o PSTU, do candidato  Antônio Radical, não se coligaram com nenhum partido.

 

Blogdogordinho

Conab abre 219 vagas, com remuneração de até R$ 5 mil e oportunidades na Paraíba

conabeA Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), mudou o quadro de vagas concurso para a seleção de candidatos com formação de nível superior. Há oportunidades em todo o Brasil, inclusive na Paraíba.

A lista de convocação será formada por 219 profissionais para o quadro de Analista, com reservas para pessoas com necessidades especiais (PNE), distribuías da seguinte forma: Administração (76); Contabilidade: (38); Direito (16); Economia (22); Engenharia Agrícola (10); Engenharia Agronômica ou Agronomia (52); Engenharia Civil (1); Engenharia Elétrica (1); Engenharia Mecânica (1); Gestão do Agronegócio (2); Auditoria (CR); e Comunicação Social (CR). Haverá formação de cadastro reserva para todas as funções.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Devido á alteração, o período de inscrição teve que ser reaberto nesta segunda-feira (9) até o 22 de junho de 2014. Essa informação, bem como outros detalhes e a inscrição podem ser conferidas pelo site da organizadora do certame. As taxas vão de R$ 42 a R$ 46.

Nível médio

Para o nível médio, há outro edital que traz vagas no cargo de Assistente, nas áreas de Nível Médio (62), Técnico Agrícola (86), Contabilidade (15), e Tecnologia da Informação (14).

O prazo de inscrição desse certame começou em 15 de abril de 2014 e vai até 25 de maio de 2014, devido à prorrogação divulgada, que posteriormente ainda foi retificada quanto à redação do caput.

As vagas abertas são para as unidades do Conab nos estados de Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Roraima, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins.

A remuneração será de R$ 2.172,63 ou de R$ 5.112,07, variando conforme a função, com jornada de até 44 horas semanais. Serão somados ainda benefícios como serviço de assistência à saúde, assistência social, seguro de vida, programa de transporte do trabalhador, auxílio-funeral, assistência educação infantil, auxílio-escola, auxílio-alimentação, Programa de Alimentação do Trabalhador – PAT e Plano de Previdência Cibrius.

 

Portal correio

Graça Foster: País será 6º maior produtor de petróleo até 2035

graça FosterA presidente da Petrobras, Maria das Graças Foster, afirmou na manhã desta segunda-feira, 2, em seminário na Fundação Getulio Vargas (FGV), que as análises internas da empresa indicam que o País chegará a 2035 como o sexto maior produtor de petróleo do mundo, com participação de 6,1% no mercado global. Segundo a executiva, as estimativas são semelhantes às previsões de organizações independentes e internacionais.

“Verificamos um crescimento bastante relevante, visto não só pela Petrobras, mas também pelos seus provisores. E isso é importante para o desenvolvimento do País e da economia”, afirmou Graça Foster.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A executiva reafirmou a expectativa de ampliar a produção, a partir de 2020, para 4,2 milhões de barris diários. A partir desta meta, segundo ela, o crescimento depende de questões econômicas e do ritmo dos leilões no País.

“Há indefinição de algumas questões especialmente econômicas, e no Brasil, do ritmo dos leilões realizados pela ANP, seja pelo regime de partilha, seja pelo regime de concessão”, afirmou a executiva.

Pré-sal

Graça afirmou que cerca de 30% das atuais reservas provadas do País estão, hoje, no pré-sal. A executiva também destacou que, nas áreas em que ainda não há certificação, a exploração em alta profundidade pode ser responsável por 57% das novas reservas.

“Temos que ter nossas reservas mapeadas com índice de produção. Temos hoje o pré-sal com 27% das reservas. E temos volume potencialmente recuperável, que nos próximos anos vão se tornando reservas provadas gradativamente; 57% daquilo que pode virar reserva provada, hoje, tem origem no pré-sal”, destacou a executiva.

O pré-sal respondeu por 22% da produção total da Petrobras em maio. Em volume, a produção chegou a 470 mil barris por dia, informou a presidente da estatal. Ela ressaltou, contudo, que o volume ainda é preliminar e que a expectativa é atingir 500 mil barris por dia em breve, quando for interligado o último poço do prospecto Cidade de São Paulo.

Em abril, a produção média no pré-sal foi de 411 mil barris por dia. “A produção no pré-sal desde 2010 cresceu dez vezes. Temos feito interligações de tal forma que tenhamos crescimento da linha de produção”, afirmou.

Graça informou também que das embarcações necessárias para atender à demanda da empresa em 2020, no pré-sal, 85% já estão contratados. Toda a apresentação de Graça durante o seminário foi para comprovar que a empresa tem avançado na produção do pré-sal e que não há limitações para a companhia. “A Petrobras tem que se tornar mais competitiva cada vez mais e reduzir os seus custos”, complementou.

Consumidores

Graça ressaltou que o mercado de petróleo e de produção de combustíveis é formado por três partes complementares, que incluem os interesses do governo, dos consumidores e das empresas petroleiras. Ela afirmou que “o consumidor é ávido por combustível a baixo custo”, porém, segundo ela, é necessário que as empresas também ganhem, assim como é necessário atender aos planejamentos da matriz energética brasileira.

“O que define é o custo da energia nova que chega. As empresas precisam ganhar. É uma relação de ganha-ganha. Sem ganhar não há como investir com a mesma velocidade que os governos gostariam de ver”, disse a presidente da Petrobras.

Estadão

 

Deputado sugere debate entre candidatos a vice e até entre pretensas primeiras damas

debateTrês homens e um destino. As eleições deste ano tem tudo para se transformarem em uma das mais acirradas da história da Paraíba. Pelo menos é o que está prevendo o deputado estadual Raniery Paulino (PMDB).

Com o governador do Estado Ricardo Coutinho (PSB), buscando à reeleição, e tendo como concorrentes diretos o senador Cássio Cunha Lima (PSDB), e o ex-prefeito de Campina Grande, Veneziano Vital do Rêgo (PMDB), o parlamentar, não tem dúvida que a caça ao voto exigirá muito dos candidatos. Para Raniery Paulino, a disputa servirá para apopulação ter consciência e prestar atenção nos discursos de cada candidato para fazer uma boa escolha no dia da eleição. Ele ainda destacou que Veneziano Vital do Rêgo, pré-candidato a governador pelo PMDB, mesmo não tendo a experiência de dirigir um Estado, como alguns dos seus concorrentes, tem a bagagem política e histórica de experiências do partido.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

– Essa disputa vai ser a mais acirrada de todas, mas mostra também que as pessoas estão prestando mais atenção no que é falado e, inclusive, fazendo as comparações. Tem o governo de Cássio, o governo Ricardo Coutinho e tem Veneziano que, apesar de nunca ter sido governador, tem a experiência administrativa de gestão do PMDB com Mariz, Maranhão e Roberto Paulino – frisou.

Líder da bancada peemedebista na Assembleia Legislativa Raniery defendeu a organização de debates entre os candidatos de diversos cargos, a exemplo do vice governador e até primeira damas.

– O PMDB fica muito à vontade em ofertar à população essas visões de gestão e eu defendo que, quanto mais candidaturas, é melhor. Defendo o debate não apenas para governador, mas para vice-governador, senador e até para primeira-dama se elas se permitirem fazer o debate. Tem que qualificar o debate para o eleitor fazer seu juízo de valor – concluiu.

Severino Lopes 

PBAgora