Arquivo da tag: assalto

Idoso reage a assalto e mata suspeito com tiro na cabeça, no Sertão da PB, diz polícia

Um homem morreu e outro foi preso após uma tentativa de assalto na noite da quarta-feira (15), em Cajazeiras, no Sertão da Paraíba. De acordo com a delegada responsável pelo caso, Ívina Cordeiro, após a dupla anunciar um assalto em uma casa na zona rural do município, o proprietário da residência reagiu e atirou na cabeça de um dos suspeitos.

Segundo a delegada, uma família estava conversando na calçada de uma casa no sítio Capoeira Sul, quando dois homens armados e encapuzados saíram de uma mata e abordaram o filho do proprietário da casa.

“Um dos suspeitos abordou a vítima próximo à casa e o outro anunciou o assalto na residência. Ao perceber a ação da dupla, o idoso, dono da casa, pegou a arma e disparou aleatoriamente”, disse Ívina.

O suspeito, de 27 anos, que estava dentro da casa, foi atingido com um tiro na cabeça. Ele não resistiu e morreu ainda no local. O corpo foi encaminhado para o Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol) de Patos.

“Segundo depoimento do idoso, ele escutou uma das filhas pedindo pro suspeito não mexer com a mãe dela, então nessa hora ele pegou a espingarda e atirou no escuro, nem viu que tinha acertado”, relatou a delegada.

Conforme Ívina, o outro suspeito, de 19 anos, ao perceber que o comparsa havia sido baleado, fugiu do local atirando contra a família, mas foi preso minutos depois pela PM. “Com esse outro suspeito a gente apreendeu a arma utilizada no crime e o celular e dinheiro que foram roubados do filho do idoso”, afirmou.

Na manhã desta quinta-feira (16), a delegada informou que o suspeito foi encaminhado para a Cadeia Pública de Cajazeiras, onde permanece detido à disposição da Justiça.

Ainda segundo Ívina Cordeiro, o proprietário da casa não tinha posse de arma. Mas, apesar disso, ele não foi autuado pelo crime. Após ser ouvido, com termo de declaração em legítima defesa, o idoso foi liberado.

“Se ele for autuado por não ter posse de arma aí é com a Justiça mais na frente, no relatório vai constar que esse era o único meio disponível pra reação dele”, concluiu a delegada.

G1

 

Vídeos mostram suposta tentativa de assalto que terminou com um homem morto e PM baleado

Câmeras de segurança flagraram a suposta tentativa de assalto que terminou com um homem morto e um policial militar baleado na noite desta quarta-feira (15), no bairro Expedicionários, em João Pessoa.

Nas imagens é possível ver os dois homens se aproximando armados do veículo onde estava o policial. Há uma troca de tiros e um dos supostos assaltantes é baleado e fica caído no local, o outro consegue fugir.

O policial também ficou ferido, foi socorrido e encaminhado para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa. Ele recebeu alta ainda na madrugada desta quinta-feira (16).

A vítima fatal foi identificado como Rivaldo Santos de Melo, de 34 anos. Uma terceira pessoa estaria aguardando os suspeitos em um veículo de cor preta.

A polícia investiga o crime.

paraiba.com.br

 

 

Motorista de ônibus fica ferido em tentativa de assalto

Na tarde deste sábado (11), um motorista do transporte coletivo de Campina Grande ficou ferido após uma tentativa de assalto.

Segundo informações da Polícia Militar, o suspeito, armado de uma faca, entrou no ônibus da linha 004 e anunciou o assalto. O motorista então reagiu entrando em luta corporal com o suspeito.

Ainda de acordo com informações da polícia o suspeito também ficou ferido.

A polícia foi acionada e o encaminhou, sob custódia para o Hospital de Trauma de Campina Grande para receber atendimentos médicos.

O motorista também foi socorrido para o Trauma. O estado de saúde de nenhum dos dois foi divulgado.

PB Agora

 

 

Motorista de transporte por aplicativo é esfaqueado durante assalto, em João Pessoa

Um motorista de transporte por aplicativo foi esfaqueado, na noite desta quinta-feira (9), durante um assalto, no bairro dos Novais, em João Pessoa. De acordo com a Polícia Militar, quatro pessoas teriam acionado a corrida em Santa Rita, na Grande João Pessoa, e anunciaram o assalto na entrada do bairro dos Novais, ainda dentro do carro.

Armados com uma faca, os homens roubaram os pertences do motorista, de 28 anos. No entanto, ele teria ficado nervoso, reagiu e acabou sendo atingido pelos suspeitos. Em seguida, o motorista conseguiu destravar a morta do carro e fugiu.

Os suspeitos também se assustaram com a presença de uma pessoa que apareceu no local e fugiram sem levar o veículo. Segundo a PM, o motorista foi levado de forma consciente para o Hospital de Emergência e Trauma e não corre risco. O estado de saúde não foi divulgado pela unidade de saúde.

G1

 

Homem morre em hospital de JP após ser baleado na frente do filho durante tentativa de assalto

Um homem morreu no Complexo Ortotrauma, o Trauminha de Mangabeira, em João Pessoa, após ser baleado em uma tentativa de assalto em Conde, no Litoral Sul paraibano. O fato aconteceu na noite deste domingo (28).

O coronel Barros, comandante do 5º Batalhão de Polícia Militar (BPM), explicou ao ClickPB que o homem estava com o filho quando foi surpreendido por um assaltante e baleado com três tiros.

A Polícia Militar e a Polícia Civil seguem acompanhado o caso.

 

clickpb

 

 

Motorista de aplicativo invade Corpo de Bombeiros para se livrar de assalto

Um motorista de aplicativo invadiu o Quartel do Comando Geral dos Bombeiros (QCG), em João Pessoa, após dois homens, que se passavam por passageiros, anunciarem o assalto no interior do veículo na madrugada deste domingo (28). Houve troca de tiros entre os assaltantes e os guardas, mas ninguém ficou ferido.

Conforme a assessoria relatou ao Portal Correio, a dupla, que portava um revólver e uma arma branca, solicitou a corrida no aplicativo com destino ao bairro Jardim Veneza. Após anunciarem o assalto, o motorista passava em frente ao QCG e entrou na unidade em busca de socorro. Os dois homens teriam descido do veículo e atirado contra a guarnição, que revidou.

Apesar do susto, ninguém ficou ferido. Os dois homens fugiram do local a pé e, até a publicação desta matéria, não haviam sido encontrados.

 

Portal Correio

 

 

Mulher relata estupro após assalto, em Campina Grande

Uma mulher foi vítima de estupro após um assalto, por volta da 1h40 da madrugada desta terça-feira (23), no bairro da Ramadinha II, em Campina Grande. A vítima, de 19 anos, estava saindo do trabalho com a mãe quando as duas foram surpreendidas pelo criminoso em uma moto.

Segundo relato da vítima à equipe da TV Paraíba, o homem apareceu quando elas estavam chegando em casa e anunciou o assalto apontando a arma, pedindo os celulares e o dinheiro delas. Elas disseram que não tinham dinheiro porque tinham acabado de sair do trabalho.

O suspeito revistou a bolsa da mãe e roubou os celulares. Em seguida, ele mandou a filha subir na moto e a raptou. O homem a levou para um matagal, que fica próximo ao Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol), no bairro do Mutirão, e a estuprou, sob ameaças.

“A todo momento ele falava que ia me matar com a arma apontada na minha cabeça”, relata a vítima.

Mulher relata estupro após assalto, em Campina Grande; 'falava que ia me matar' — Foto: Reprodução/TV Paraíba

Mulher relata estupro após assalto, em Campina Grande; ‘falava que ia me matar’ — Foto: Reprodução/TV Paraíba

Instantes depois, a polícia chegou ao local e houve troca de tiros com o suspeito, que conseguiu fugir.

De acordo com a Polícia Militar, o suspeito deixou para trás vários objetos que facilitaram sua identificação. No local, foram apreendidos vários celulares, sendo um deles do suspeito, um colete de mototáxi com a numeração de registro e a moto utilizada por ele.

Ainda segundo a polícia, outros casos de estupro foram registrados na região com características similares – sendo o suspeito um mototaxista que agia em uma moto de cor cinza.

A vítima foi levada para o Instituto de Saúde Elpídio de Almeida (ISEA) para tomar um coquetel contra as doenças sexualmente transmissíveis e em seguida encaminhada ao Numol para fazer o exame de corpo de delito.

A PM segue com as buscas na região para encontrar o suspeito, mas, até as 9h30 desta terça-feira, ninguém foi preso.

G1

 

Mulher é baleada após assalto em residência, em Remígio, PB

Uma mulher foi baleada na manhã deste domingo (14) na cidade de Remígio, no Agreste paraibano. Homens armados atiraram na vítima, de 28 anos, logo após assaltarem a casa dela. De acordo com parentes da vítima, a mulher estava com a família em casa, quando a residência foi invadida por suspeitos armados.

Eles roubaram dinheiro, celulares e vários outros objetos da casa. No momento da fuga, os suspeitos atiraram três vezes contra a mulher, que foi baleada no peito e também no abdômen.

Ela foi socorrida, em estado grave, e encaminhada ao Hospital de Trauma de Campina Grande onde precisou passar por cirurgia. O estado de saúde dela não foi divulgado até às 7h. A Polícia Civil está investigando o caso.

G1

 

Cinco são presos e um adolescente é apreendidos suspeitos de assalto em clube de tiro, na PB

Cinco pessoas foram presas e um adolescente apreendido, na manhã desta quinta-feira (4), em Cabedelo, na Região Metropolitana de João Pessoa, durante a Operação Tiro Certo, da Polícia Civil, com apoio da Polícia Militar. Os detidos são suspeitos de envolvimento no assalto a um clube de tiro, na capital, em fevereiro de 2019. De acordo com o delegado Carlos Othon, que comanda a operação, pelo menos três armas e drogas também foram apreendidos.

As pessoas que são alvos da operação são suspeitas de envolvimento com o assalto à Associação Pessoense de Tiro, que aconteceu na noite do dia 21 de fevereiro deste ano, em João Pessoa. A operação também busca desarticular o tráfico de drogas na região do bairro do Renascer, em Cabedelo.

Os presos foram encaminhados à Central de Polícia Civil, em João Pessoa, junto com os materiais apreendidos.

Assalto em clube de tiro

Na noite do dia 21 de fevereiro de 2019, duas pessoas saíam do clube de tiro, localizado próximo a BR-230, no bairro do Bessa, quando o grupo, em um carro branco, invadiu o local, rendeu os funcionários em um quarto e, em seguida, roubou pelos menos nove armas.

G1

 

‘Tive que correr pra não morrer’, diz vigilante baleado em assalto a carro-forte na UEPB

O vigilante Erivaldo Barbosa, armado com um revólver com apenas seis balas, contra bandidos armados com pistola e fuzil, tentou evitar que criminosos assaltassem um carro-forte e ferissem alunos dentro da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), em Campina Grande. O vigilante foi baleado, durante o confronto, depois que o revólver ficou sem munição. “Tive que correr pra não morrer ali”, disse, em entrevista à TV Paraíba.

O vigilante contou como aconteceu o assalto ao carro-forte que resultou em 16 pessoas feridas na Central de Aulas da universidade. Segundo ele, o horário de abastecimento dos caixas eletrônicos é sempre tenso. “O carro-forte apareceu. Aí eu olhei e pensei: “O perigo agora é grande”. Aí veio o primeiro segurança do carro-forte pegar a senha pra depositar o dinheiro. Quando ele voltou foi que o outro segurança veio com malote (com dinheiro)”, disse.

Foi nesse instante que os suspeitos sacaram as armas e anunciaram o assalto. Um dos assaltantes estava com um fuzil escondido dentro de uma bolsa usada para carregar instrumentos musicais.

Criminosos entraram na UEPB escondendo arma dentro de bolsa usada para carregar instrumento musical — Foto: Reprodução/TV Cabo Branco

Criminosos entraram na UEPB escondendo arma dentro de bolsa usada para carregar instrumento musical — Foto: Reprodução/TV Cabo Branco

O vigilante baleado conta que estava bem próximo de onde o assalto foi anunciado.

“Eu estava na frente. Aí o cara (o bandido) da pistola entrou e disse: “para, para, para” e atirou. Eu consegui desviar, puxei minha arma e dei dois disparos nele. Só que o outro (bandido) passou correndo com o fuzil. Eu efetuei mais quatro disparos e vi que minha arma havia acabado a munição”, disse.

No confronto com os criminosos, o vigilante ficou ferido no joelho e no calcanhar. Ele foi socorrido e levado para o Hospital de Emergência Trauma de Campina Grande, foi atendido e já recebeu alta.

Mesmo compreendendo que não era um massacre, o vigilante ficou com medo de que alunos fossem atingidos.

“Eu fiquei preocupado com os alunos, porque eles estavam ali na hora do intervalo da aula, depois de 9h30 pra lanchar e conversar. Havia muita gente mesmo”, disse o vigilante Erivaldo Barbosa.

Entenda o tiroteio na UEPB

Um tiroteio durante assalto na Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), em Campina Grande, deixou um vigilante e uma estudante baleados na manhã desta segunda-feira (1º) no campus Bodocongó. Outros alunos ficaram feridos devido ao tumulto e, ao todo, 16 pessoas foram levadas para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande.

Até as 9h40 desta terça-feira (2), nenhum dos suspeitos que participaram do assalto foi preso. Segundo a Polícia Militar, os criminosos entraram no local fingindo serem estudantes. Um dos assaltantes portava um fuzil dentro de um “case” de violão.

G1