Arquivo da tag: Arnaldo

Arnaldo: Governador comete estelionato eleitoral ao enganar povo dizendo que água de Esperança vem de Camará

arnaldoO deputado estadual Arnaldo Monteiro (PSC) acusou o governador Ricardo Coutinho de cometer estelionato eleitoral ao ludibriar o povo de Esperança e de Remígio dizendo que as cidades estão sendo abastecidas pela barragem de Camará, quando, na verdade, continuam recebendo água de Vaca Brava, em Areia. O parlamentar lembrou que foi preciso recorrer ao Ministério Público para que a água que estava represada há três meses fosse liberada um pouco antes da vontade do governador.

“A água que foi liberada para Esperança, infelizmente, só vai durar mais uns 90 dias, caso não chova. A água de Camará é imprestável, pois o reservatório tem apenas 1% da sua capacidade. Enganando o povo, por ter interesses políticos, o Governo do Estado represou a água de Vaca Brava para só liberar agora na eleição, pois se tivesse liberado antes a água já tinha acabado. Quis mostrar que tinha resolvido o nosso problema da água, quando não o fez. Reconheço a importância da barragem para a região, mas repudio essa enganação que vem sendo feita com o povo”, comentou.

Arnaldo lembrou que o Ministério Público do Estado (MPE) recomendou que a Cagepa liberasse a água para a população de Esperança, após uma denúncia feita pelo vereador Sizinho Dias. Mesmo com água na barragem de Vaca Brava, a empresa tinha suspendido a distribuição deixando a cidade desabastecida.

“Neste momento de profunda crise a Cagepa, que levava o nosso dinheiro nos vendendo água, agora deu as costas para Esperança. Mesmo com água na barragem de Vaca Brava represada há mais de três meses, a empresa deixou para soltar a água agora na época de eleição”, alertou o deputado.

Para ele, a situação é grave uma vez que a população vem sofrendo com os desmandos do Governo do Estado no município orientado pelo candidato a prefeito Nobinho. “O adversário ligado ao Governo não teve a menor consideração e piedade com o nosso povo. Mandou represar a água para liberar apenas agora em período eleitoral.  E ainda diz que quer o bem do povo, mesmo deixando todos sem água”, disse.

Para o deputado Arnaldo Monteiro, querem fazer da água uma questão eleitoreira, mas diante das denúncias ao Ministério Público e da imprensa, tiveram que ligar a água e agora estão inventando que ela vem de Camará. “Não se pode brincar dessa forma com a vida das pessoas”, lamentou.

Assessoria

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Arnaldo Monteiro é denunciado ao PSC Nacional por assédio sexual contra professora do município de Esperança

arnaldoApós ser denunciado à polícia e à Comissão da Mulher da OAB-PB por assédio moral e sexual contra uma professora da rede municipal de ensino do município de Esperança, Brejo da Paraíba, o deputado estadual Arnaldo Monteiro (PSC) terá agora que se explicar a executiva nacional do Partido Social Cristão.

Nesta quinta-feira (21) a namorada do empresário Ônio Emmanoel Lyra, a professora Arli Oliveira, alvo do suposto assédio, ingressou com uma representação contra o parlamentar paraibano no âmbito nacional da sigla para denunciar a conduta do parlamentar, que estaria adotando uma postura nada cristã na Paraíba.

Na representação, a professora pede, além da punição ao deputado, pela acusação de assédio moral e sexual, a punição também do prefeito Anderson Monteiro (PSC), pelas práticas de injúria, calúnia, constrangimento, entre outros, além da proibição do nome do gestor de ser indicado na convenção municipal para disputar a reeleição, com base no parágrafo 5º, artigo 14 do estatuto do PSC.

Em contato com a reportagem do PB Agora, o empresário Ônio Emannuel disse ainda que logo que os trabalhos parlamentares retornarem, a professora também fará a representação contra o deputado no Conselho de Ética da Assembleia Legislativa da Paraíba, tanto por assédio moral, quanto por assédio sexual.

No início desse mês, a professora Arli Oliveira prestou depoimento à polícia sobre o caso e confirmou todas as acusações feitas pelo namorado contra o deputado esperancense. Ela apresentou conversas no bate papo do facebook com o parlamentar que, conforme o namorado da professora, beiravam a pornografia.

O delegado geral de Polícia Civil destinou uma delegada especialmente que acompanha os fatos e ainda deve chamar o deputado para depor.

Ônio também registrou um Boletim de Ocorrência pela agressão sofrida na sede do executivo municipal pelo irmão do parlamentar, que, segundo o empresário, teria incitado os funcionários a linchá-lo quando ele foi até o local para conversar sobre o assédio praticado pelo deputado Arnaldo Monteiro.

Já Arnaldo Monteiro, em nota encaminhada à imprensa, negou às acusações e deu entrada em uma ação penal de calunia, injúria, difamação contra o dono do Cartório de Registro Civil de Esperança Ônio Emmanuel Lyra.

Professora afastada

Após a denúncia, a professora se afastou das funções na Escola Municipal. Ela estaria sendo vítima de pressão psicológica por aliados do prefeito para retirar a denúncia. A docente passou por perícia médica e teve o auxílio doença, por problemas psicológicos, concedido pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) concedido até o dia 31 de dezembro deste ano.

Segundo o empresário, a namorada está abalada. Chora e teme ser importunada a mando dos políticos da cidade.

CONFIRA A REPRESENTAÇÃO

AUXÍLIO DOENÇA CONCEDIDO PELO INSS


Márcia Dias

PB Agora