Arquivo da tag: Areia

Menina atropelada por carro desgovernado em Areia, PB, tem morte cerebral

Uma menina de 6 anos que está internada no Hospital de Emergência de Trauma de Campina Grande, teve morte cerebral nesta quinta-feira (26). A criança e outras quatro pessoas foram atingidas por um carro desgovernado em Areia, no Brejo da Paraíba. O acidente aconteceu na noite do último domingo (22).

Segundo as informações da unidade hospitalar, desde o dia em que deu entrada no local, a menina estava em estado grave. Ela passou por uma cirurgia, ficou internada na UTI infantil do hospital e após quatro dias apresentou morte cerebral.

Cinco pessoas foram vítimas do acidente. Todas as elas foram socorridas para o Hospital de Trauma de Campina Grande. Uma mulher e um menino não resistiram aos ferimentos e morreram no hospital. Um homem também passou por uma cirurgia e continua internado no local, o estado de saúde dele é regular. Uma outra criança recebeu alta.

Acidente

De acordo com relatos de testemunhas, o veículo descia uma ladeira conhecida como “Chã”. O motorista perdeu o controle do carro, invadiu uma calçada, colidiu no muro de três casas e atingiu as cinco vítimas que estavam indo para a igreja.

Foram atingidos uma mulher, de 33 anos, um homem, de 28 anos, um menino, de 9 anos, uma garota, de 6 anos e outra menina, de 4 anos.

Motorista

O motorista do veículo e um passageiro que também estava no carro fugiram do local do acidente. Segundo testemunhas, os homens apresentavam sinais de embriaguez.

O delegado Gilson Teles, responsável pelo caso, disse ao G1 que o motorista suspeito de ter provocado o acidente ainda não se apresentou à polícia.

G1

 

Grupo suspeito de assaltar engenho e fazer mulher refém em Areia é preso, em Campina Grande

Um grupo com três homens foi preso suspeito de assaltar um engenho e fazer uma mulher refém. O crime aconteceu na última quarta-feira (18) em Areia, no Brejo a Paraíba. Já a prisão aconteceu nesta segunda-feira (23), no bairro José Pinheiro, em Campina Grande.

Segundo o delegado Victor Melo, com eles foi encontrada uma motocicleta roubada e adulterada. Ainda de acordo com o delegado, o trio confessou o assalto ao engenho. Um dos suspeitos ainda tentou enganar a polícia apresentando uma identidade falsa.

Já o delegado Gilson Teles, disse ao G1 que durante o assalto os suspeitos renderam o dono do local quando ele levava café para funcionários. A vítima foi levada para o interior do engenho, onde a esposa do proprietário estava e a fizeram refém.

A mulher foi levada ainda para uma casa vizinha, onde mora o cunhado dela. De lá, foram roubados relógios, armas, joias e R$ 800 em dinheiro. O delegado informou também que os funcionários do local não foram vítimas diretas da ação porque estavam em uma área afastada.

Após o assalto, o trio fugiu do local até ser localizado nesta segunda-feira. Todos os suspeitos foram encaminhados para a Central de Polícia de Campina Grande.

G1

 

Grupo assalta engenho e faz mulher refém, em Areia, PB

Um grupo de três homens armados assaltou um engenho, na zona rural de Areia, no Brejo paraibano, na noite da quarta-feira (18). Segundo o delegado Gilson Teles, três pessoas foram rendidas e uma delas foi feita refém pelos suspeitos.

Ainda de acordo com o delegado, por volta das 19h os suspeitos renderam o dono do local quando ele levava café para funcionários. A vítima foi levada para o interior do engenho, onde a esposa do proprietário estava e a fizeram refém.

A mulher foi levada ainda para uma casa vizinha, onde mora o cunhado dela. De lá, foram levados relógios, armas, joias e R$ 800 em dinheiro. O delegado informou também que os funcionários do local não foram vítimas diretas da ação porque estavam em uma área afastada.

Após o assalto, o grupo fugiu do local. De acordo com a polícia, até a tarde desta quinta-feira (19), nenhum dos suspeitos foi localizado.

G1

 

Prefeito de Areia anuncia filiação ao PSDB onde já era filiado e foi eleito

Sem ter o que mostrar na sua administração, o prefeito de Areia João Francisco, decidiu anunciar na quinta-feira (29) sua filiação ao PSDB, partido que já era filiado, e inclusive onde foi eleito em 2016.

Em rápida pesquisa nos sites de notícias da Paraíba, é fácil verificar que gestor areiense nunca saiu do partido.

Até os próprios correligionários se surpreenderam com a fake filiação. “Nunca soube que ele tinha saído do PSDB, quando vi a notícia pensei que ele tava indo para outro partido, pois todos sabem que ele é e sempre foi do PSDB”, disse um morador de Areia.

De acordo com o PSDB, a filiação do próprio filiado de Areia faz parte de uma de atrair lideranças que compartilhe dos ideias da legenda e que tenham objetivo de atuar em defesa dos interesses da população.

Assessoria

 

 

Policiais do 4º BPM prendem suspeito de praticar roubo em Areia com arma de brinquedo

Policiais do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar) prenderam, no início da tarde desta segunda-feira (26), na PB-075, entre as cidades de Alagoinha e Cuitegi, um suspeito de praticar, junto com outro, um roubo e uma tentativa de roubo em Areia. O Copom do 4º BPM foi informado da ocorrência e que os dois suspeitos teriam fugido em uma moto na direção de Alagoa Grande, então as viaturas das cidades circunvizinhas foram acionadas.

De posse das informações das características do veículo usado por eles na fuga, uma das guarnições abordou um homem suspeito em uma moto e o identificou como sendo um dos integrantes da dupla. Na revista pessoal, os policiais encontraram com ele uma arma de brinquedo e, ao consultarem a placa da moto, também constataram que ela possuía restrição de roubo ou furto.

O homem preso, a moto e o simulacro do revólver foram levados para a Delegacia de Polícia Civil.

 

Assessoria 4º BPM

 

 

Homem de 60 anos é preso por suspeita de estupro em Areia/PB

Um idoso identificado como José Oliveira, de 60 anos de idade, foi preso na tarde da sexta-feira (12) na rua Dr. Germano de Freitas, no bairro da Jussara, na cidade de Areia, no Brejo da Paraíba. De acordo com a Polícia Civil, o homem é suspeito de cometer o crime de estupro e pode ser condenado a 9 anos de prisão pela prática do delito.

José Oliveira é agricultor e não resistiu ao momento da prisão feita pela equipe da Seccional de Esperança. Ele foi encaminhado pelos policiais para delegacia da Polícia Civil de Areia, onde segue preso e vai passar por audiência de custódia na segunda-feira (15).

 

 

Com OP9

 

 

Ex-prefeito de Areia é condenado por contratações irregulares

A Quarta Câmara Cível do Tribunal de Justiça da Paraíba julgou parcialmente procedente o pedido feito pelo Ministério Público para condenar o ex-prefeito do Município de Areia Elson da Cunha Lima Filho por atos de improbidade administrativa a: suspensão dos direitos políticos pelo período de três anos; pagamento de multa civil arbitrada em três vezes o valor correspondente à última remuneração recebida à frente do cargo; proibição de contratar com o Poder Público ou receber incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, pelo prazo de cinco anos. O ex-gestor foi acusado de realizar diversas contratações irregulares.

A Apelação Cível nº 0000320-52.2014.815.0071 teve relatoria do desembargador Oswaldo Trigueiro do Valle Filho, que, ao prover parcialmente o pedido, anulou a sentença, que havia julgado extinto o processo sem resolução de mérito.

Na peça inicial, foram narradas irregularidades cometidas pelo Município, como contratações irregulares, sem prévia aprovação em concurso público, e ocupação de cargos de natureza técnica e operacional de necessidade permanente – recepcionista, digitadora, técnico administrativo, vigilante, odontólogo, médico, entre outros. Também foi apontada a admissão de servidores com contratos irregulares para o desenvolvimento de programas em parceria com o Governo Federal (PSF, PACS e PEVA), sem realização de processo seletivo.

O Município arguiu a preliminar de litispendência – quando a ação é idêntica (mesmas partes, causa de pedir e pedido) a outra, que já está em curso – defendendo que a suposta irregularidade nos contratos foi objeto de outro processo (ACP nº 000578-38.2009.815.0071), não podendo o ex-gestor ser duplamente penalizado. Na sentença, o Juízo acolheu o pedido, julgando extinto o processo sem resolução de mérito.

O MP apresentou o recurso, explicando que a ACP alegada como idêntica se refere a contratações e nomeações sem concursos para cargos inexistentes do Quadro de Cargos e Carreiras, como técnico atualizador, professor de dança, professor de arte e oficineiro, além de contratações fantasmas de pessoas que não prestaram sequer um dia de serviço ao Município, havendo utilização de recursos do Fundeb para pagamentos de contratações e gratificações a servidores em desacordo com a lei. Requereu a rejeição da litispendência e a anulação da sentença.

Ao analisar o teor do Acórdão, prolatado na ACP nº 000578-38.2009.815.0071, o relator afirmou que, embora a Ação também tenha como objeto casos de irregularidades em contratações de pessoal, traz situações diversas, possuindo os feitos demandas diferentes, o que impede o acolhimento da litispendência.

Oswaldo Trigueiro pontuou, também, que, nos termos da jurisprudência do Superior Tribunal de Justiça, a contratação irregular de servidor público é ato administrativo ilegal, que pode tipificar a prática de improbidade administrativa, ainda que não demonstrada a ocorrência de dano para a Administração Pública.

O relator verificou que houve, assim, diversas irregularidades nas contratações como: ausência de concurso público para preenchimento de cargos de caráter permanente (afronta ao artigo 37, II, V, IX e § 2º da Constituição Federal); contratos temporários sem delimitação temporal; admissão de profissionais que atuam em programas desenvolvidos em parceria como o Governo Federal, sem processo seletivo; contratações para cargos comissionados não criados por lei.

Em relação ao assunto, o Município sustentou não ter contratado a maioria dos servidores, mas tão somente prorrogado os respectivos contratos, com base na Lei Municipal nº 540/2000, que permitia a continuidade dos cargos. “Assim, percebe-se a manifesta má-fé do administrador de, amparado em lei sabidamente inconstitucional, efetuar inúmeras prorrogações de contratos temporários nulos, de forma claramente contrária à ordem constitucional”, disse o relator.

A violação aos Princípios da Legalidade, Moralidade, Igualdade e Impessoalidade que regem a Administração Pública também foi destacada pelo relator, afirmando que, ao prefeito, não é dado alegar desconhecimento de regra constitucional.

 

parlamentopb

 

 

 

Veja programação do Caminhos do Frio 2019 em Areia, Paraíba, neste fim de semana

A Rota Cultural Caminhos do Frio terá trilhas ecológicas, saraus, oficinas, exposições e shows neste fim de semana, de 6 a 7 de julho, em Areia, no Brejo da Paraíba. Evento acontece em pontos turísticos da cidade e possui atividades gratuitas.

No sábado (6), haverá oficina de desenho com Walfredo de Brito, das 9h às 11h, no Casarão José Rufino. Simultaneamente, no Coreto, haverá apresentação do Grupo de Capoeira Semente Crioula. Também no Casarão José Rufino, das 9h às 17h, haverá exposição das artes de Válbia Róbia, As Loiceiras de Chã da Pia, Zé Filipe, Zé Pituca e Walfredo de Brito.

A partir das 17h começam as atrações musicais, primeiro haverá um Forrozão na Praça Central. Às 20h, o Coral da Universidade Federal de Campina Grande se apresentará no Casarão José Rufino. No palco central, os shows começam às 21h. As atrações serão Tinho e Banda, Forró D2 e Washington Boy & Gabriel.

No domingo (7), haverá as exposições de Válbia Róbia, As Loiceiras de Chã da Pia, Zé Filipe, Zé Pituca e Walfredo de Brito no Casarão José Rufino das 09h às 17h. Já na Pousada Villa Real e Restaurante Bambu Brasil, das 11h às 15h, terá exposição de Valeria Antunes, intitulada “Joia Rara”.

Além destas exposições, haverá a Expo Art Triunfo no Hotel Fazenda Triunfo, das 11h30 às 17h, com oficina do artista plástico Carlos Nunes. Carlos Nunes também irá expor no Restaurante Azul Histórico, das 11h30 às 17h.

 Foto: Reprodução/TV Cabo Branco

G1

 

Rota Cultural Caminhos do Frio começa nesta segunda-feira (1º), em Areia, na Paraíba

A Rota Cultural Caminhos do Frio começa nesta segunda-feira (1ª), em Areia, no Brejo da Paraíba. A 14ª edição do evento homenageará o centenário de Jackson do Pandeiro e contará com exposições, espetáculos e shows pela cidade. Confira a programação completa em Areia.

A abertura do evento irá acontecer no Colégio Santa Rita, com Orquestra Vó Maria, Seresteiras do Chá e Espetáculo “Areia em Feira” às 19h30. Às 21h começam os shows no palco central, com Rejane Ribeiro e banda. Em seguida, às 22h30, Niedson Lua se apresenta.

Cantor Niedson Lua é atração da abertura do Caminhos do Frio, em Areia — Foto: Prefeitura de Campina Grande/Divulgação

Cantor Niedson Lua é atração da abertura do Caminhos do Frio, em Areia — Foto: Prefeitura de Campina Grande/Divulgação

Ao longo da semana, a programação contará com shows no palco central, espetáculos no Teatro Minerva, exposições, palestras e sarau em pontos da cidade, como restaurantes e praças.

Entre as atrações confirmadas, estão o Grupo de Sax da UFPB que se apresentará na quarta-feira (3) no palco central e o escritor Lau Siqueira que irá ministrar palestra na quinta-feira (4) no Teatro Minerva.

Também na quinta-feira (4), no Teatro Minerva, vai ser encenado o espetáculo teatral “Ópera do Pandeiro”, do grupo de teatro Caçuá de Ruma. A apresentação começa às 20h.

Haverá exposição dos artistas Válbia Róbia, Valéria Antunes, Carlos Nunes, entre outros. Além de oficinas, como a de desenho com Walfredo de Brito e de Capoeira com o Grupo de Capoeira Semente Crioula. Trilhas ecológicas também estão na programação.

O Caminhos do Frio em Areia vai até o domingo (7) e, na segunda-feira (8), a rota irá para a cidade de Pilões. A programação ainda passa por Matinhas, Solânea, Serraria, Bananeiras, Remígio, Alagoa Nova e Alagoa Grande, até 1º de setembro.

G1

 

Areia, na PB, é a quarta cidade com mais estabelecimentos produtores de cachaça no Brasil

O município de Areia, no Brejo paraibano, é a quarta cidade brasileira em número de estabelecimentos produtores de cachaça registradas no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). O dado faz parte do Anuário da Cachaça, com dados pioneiros da bebida que é produzida no país. Segundo o estudo, Areia possui sete estabelecimentos registrados no Mapa, perdendo apenas para os mineiros Belo Horizonte (19) e Salinas (9) e São Roque do Canaã, em Sergipe, que tem 10 estabelecimentos.

O Anuário da Cachaça, divulgado na última terça-feira (28), revelou, ainda, que a Paraíba é o sexto estado em número de estabelecimentos, empatado com o vizinho Pernambuco, ficando entre os dez estados com mais estabelecimentos produtores de cachaça registrados no Brasil.

Conforme levantamento realizado até o final de dezembro de 2018, os produtores de cachaça totalizam 951 estabelecimentos registrados no Mapa. Deste montante, a liderança fica com o estado de Minas Gerais, bem acima dos demais, com 421 estabelecimentos, sendo que na sequência aparecem os estados de São Paulo (126), Espírito Santo (74) e Rio de Janeiro (50), evidenciando a concentração da produção de cachaça na região Sudeste com 671 estabelecimentos, representando mais de 70% da produção nacional.

Em seguida aparece a região Nordeste com 138, correspondendo a 14,5%, a região Sul com 99, portanto 10,4%, a região Centro-Oeste com 33, cerca de 3,5% e, por fim, a região Norte, com apenas 10 produtores, com a fatia de 1,05%.

Produtos

Ainda segundo o levantamento, a Paraíba tem 145 produtos cadastrados junto ao Ministério. Entre eles, 36 são produzidos em Areia e outros 33 em Campina Grande, que também entram na lista dos dez municípios com maior número de registros do produto.

O anuário classifica as bebidas também de acordo com padrões de produção e de envelhecimento, por categorias. Também faz a distinção entre a cachaça, que é feita a partir do mosto (líquido) fermentado do caldo da cana-de-açúcar, enquanto a aguardente pode ser também um destilado alcoólico simples. Outro diferencial, é que no primeiro caso, a composição alcoólica pode variar entre 38% e 48%, e no segundo, entre 38% e 54%. A classificação leva em conta aromas e sabores, como a adoçada, envelhecida, premium, extra premium.

G1