Arquivo da tag: Apple

Apple, Google, Facebook e Twitter abrem vagas no Brasil

face-bookApple, Google, Facebook e Twitter estão contratando no Brasil. As quatro empresas oferecem 69 vagas em São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte. Mas antes de se candidatar, fique atento: inglês fluente e curso superior completo são requisitos básicos para grande parte dos cargos.

A Apple está em busca de 28 profissionais nas áreas de tecnologia da informação, engenharia de software, vendas, marketing, finanças, recursos humanos, administrativa, design, entre outras. A lista completa de cargos pode ser conferida aqui. As posições são oferecidas em São Paulo e no Rio de Janeiro.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A gigante Google oferece 24 vagas em São Paulo e Belo Horizonte nas áreas de marketing, finanças, programação, vendas, parcerias, e outras. Confira as vagas para SP e BH.

Para quem deseja trabalhar no Facebook são dez vagas, todas em São Paulo. A empresa está em busca de profissionais nas áreas de comunicação, soluções, vendas, segurança e negócios. Confira a descrição completa de vagas.

O Twitter oferece 7 vagas no Rio de Janeiro e em São Paulo para profissionais de marketing, negócios, mídia e outros. Clique aqui para ver as vagas.

Nenhuma das empresas divulgou o valor do salário.

Olhar Digital

Procuradoria Geral é acusada de favorecer Apple em licitação de tablets

Gurgel, à esquerda, durante o julgamento do chamado mensalão (Foto: Valter Campanato/ABr)
Gurgel, à esquerda, durante o julgamento do chamado mensalão (Foto: Valter Campanato/ABr)

O blog do jornalista Renato Rovai publicou na segunda (28) denúncia segundo a qual a Procuradoria Geral da República teria favorecido a empresa Apple numa licitação para compra de 1.226 tablets.

O edital de licitação, que teve trechos reproduzidos no blog, direcionou vários itens para a empresa, citada nominalmente em alguns trechos – o que é proibido por lei.

O blog diz ainda que o pregão eletrônico para decidir sobre o vencedor foi realizado na tarde do dia 31 de dezembro, quando, segundo Rovai, a Procuradoria Geral já estava em recesso de fim de ano. O valor da compra foi de quase R$ 3 milhões.

A PGR é comandada por Roberto Gurgel, o mesmo que pediu a condenação sem provas de réus na Ação Penal 470, conhecida por processo do mensalão.

Gurgel também é acusado de retardar as investigações contra o bicheiro Carlos Cachoeira e o ex-senador Demóstenes Torres, envolvidos nas operações Vegas e Monte Carlo, da Polícia Federal. Ele chegou a ser citado no relatório final da CPI do Cachoeira, com pedido de investigação, mas teve o nome retirado depois das pressões do PSDB e de parte da base aliada presente na CPI.

Para ver a matéria completa e as reproduções do edital, clique aqui.

 

 

 

redebrasilatual.