Arquivo da tag: após

Homem é assassinado após tentar matar ex-companheira

Município de Ingá/Foto: Google Street View

Um homem foi morto pelo ex-cuinhado após tentar assassinar a ex-companheira, na noite desse sábado (10), em um sítio da Zona Rural do município de Ingá, Agreste paraibano, a 106 quilômetros de João Pessoa.

Segundo a Companhia de Polícia Militar em Ingá, antes do crime, o homem que foi assassinado foi até a casa da ex-companheira e iniciou uma briga. Durante a discussão, ele agrediu a mulher e tentou matá-la. Porém, foi surpreendido pelo ex-cunhado.

“O que soubemos é que houve uma briga entre o ex-casal e que o rapaz tentou matar a ex-companheira, mas o irmão dela reagiu e acabou matando o agressor. O suspeito conseguiu fugir e segue sendo procurado”, afirmou o policial.

A PM não soube informar se o crime foi cometido por arma de fogo ou arma branca (objetos cortante). Até a publicação desta matéria o suspeito continuava foragido.

Portal Correio

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Polícia cerca agência bancária em João Pessoa após denúncia de assalto com reféns

policiais-no-bancoA informação de que um assalto estaria acontecendo na manhã desta quarta-feira (29) no Banco do brasil localizado na Avenida Dom Pedro I, no centro de de João Pessoa mobilizou mais de cinquenta policiais.

Após a denúncia, realizada por telefone, várias viaturas chegaram ao local para interceptar a pressuposta ação criminosa, o quarteirão da agência acabou sendo isolado e o trânsito foi desviado pela Rua Santo Elias.

Os funcionários e clientes que estavam no banco acabaram se assustando com a movimentação e os bombeiros foram chamados para atender os que ficaram mais nervosos.

Informações extra oficiais davam conta de que haviam reféns em poder dos bandidos. E, em entrevista ao Sistema Arapuan, uma cliente que estava no banco contou que não viu homens armados em nenhum momento.

Apesar da não confirmação de que o assalto está sendo realizado, a polícia achou melhor manter o cerco.

Uma camionete com restrição de roubo se encontrava no estacionamento do banco, assim como uma bolsa abandonada.

O secretário de Segurança da Paraíba, Cláudio Lima, entrou em contato com a produção do Cidade em Ação para informar que vai investigar o caso e localizar o culpado pelo trote.

A TV Arapuan acompanhou ao vivo toda a movimentação, desde a chegada da Polícia, até a dispersão. Assista, os momentos de tensão:

Veja imagens de um cinegrafista amador, no momento em que ainda não se sabia o que estava acontecendo no interior da agência:

Yves Feitosa

“Há vida depois do infarto”: médico dá dicas de como viver bem após problemas no coração

Ataque cardíaco: quanto mais rápido o atendimento, menor a mortalidade(iStock/VEJA)
Ataque cardíaco: quanto mais rápido o atendimento, menor a mortalidade(iStock/VEJA)

Mais de 4 mil paraibanos morreram este ano por problemas no aparelho circulatório, 1.243 somente de infarto. A quantidade assusta, porém, outros tantos conseguem sobreviver a esses ataques. Setembro é oficialmente o mês do coração. E para saber a relação dos pacientes com o problema, a reportagem do Jornal Correio da Paraíba Online conversou com o cardiologista Helman Campos Martins, que garantiu: “Há vida depois de um infarto”.

“A vida não vai piorar. É o que tenho falado para os meus pacientes. Pelo contrário, vai melhorar. Há vida depois de um infarto. Óbvio que, estes, irão tomar maiores cuidados, sobretudo, no seu estilo de vida, acrescentando uma atividade física, uma caminhada, uma hidroginástica. Outro ponto que temos visto é a redução no uso do cigarro, no quadro de pessoas que já sofreram um infarto. Isso reduz o risco de uma nova recorrência”, disse.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

De acordo com a Federação Mundial do Coração, 80% das mortes são em função de quatro fatores de risco: tabagismo, dieta inadequada, natividade nociva, uso nocivo de álcool.  Sobreviver a um episódio como esse torna obrigatória a mudança de hábitos, como, por exemplo, iniciar uma atividade física.

“Nestes casos, a atividade física é fundamental. Seja um exercício aeróbico, caminhar ou uma hidroginástica. Sempre de forma proporcional ao perfil do paciente, a idade e claro, as condições físicas”, explicou. “Além das medicações, para diminuir o colesterol de maneira continua, também é importante uma dieta saudável. E, fumar nem pensar”, acrescentou.

Em muitos casos, o ataque de infarto está relacionado à idade do indivíduo. Segundo Martins, a vulnerabilidade do homem é maior. “Depende do gênero. O homem, a partir dos 40 anos, está sujeito a uma maior prevalência, enquanto as mulheres, até pelo seu sistema hormonal, tende a sofrer algum problema de coração, caso não se cuide, a partir dos 50, 55 anos. Depois dessa faixa etária, os gêneros equivalem”, revelou.

Para conscientizar a população sobre as doenças cardiovasculares, o Ministério da Saúde criou a campanha “Setembro Vermelho”, quando são agendadas várias ações educativas pelo Brasil. O mês foi escolhido, porque no dia 29 é comemorado o Dia Mundial do Coração.

Maurílio Júnior /Correio da Paraiba

Após auditoria do TCE, governo diz investir na melhoria do ensino médio

Governo-Da-Paraiba-1Um dia após o Tribunal de Contas da Paraíba apresentar uma série de distorções no ensino médio estadual, o governo do Estado divulgou uma nota onde afirma que vem trabalhando para elevar a qualidade da educação nesse segmento. A administração estadual não confirmou se vai cumprir a determinação da corte de contas e apresentar um plano de ação contendo medidas para melhoria do ensino médio nas escolas estaduais. Foi dado um prazo de 60 dias para isso.

Os problemas nas escolas de ensino médio foram identificados durante uma auditoria operacional, que analisou o exercício de 2012 e parte de 2013. As principais conclusões foram: recorrente contratação de temporários, insuficiente capacitação dos professores, insatisfação com a carreira do magistério, elevado grau de precariedade da infraestrutura nas escolas e falta de zelo dos alunos com o patrimônio das escolas.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Na nota, o governo afirma que ofertou, em quatro anos, 130 mil novas vagas para o ensino médio, com a ampliação de 27 escolas para o funcionamento da educação profissional. Diz também que realizou a ampliação do Programa Ensino Médio Inovador (Proemi), em 2012, e que a iniciativa funciona atualmente em 48 escolas de 38 municípios, e beneficia 15 mil alunos.

A administração estadual ressalta que em 2015 estão sendo implementadas ações para aperfeiçoar a política de educação e cita como exemplo o Prêmio Solução Nota 10, que tem o objetivo de fazer uma consulta pública sobre a melhoria no setor.

 

JP

Após crise, Dilma adia início da atuação do embaixador da Indonésia

dilma_wf2A presidente Dilma Rousseff informou nesta sexta-feira (20), durante cerimônia de entrega das credenciais dos embaixadores de cinco países, que o governo brasileiro decidiu adiar o início da atuação do embaixador da Indonésia em Brasília, Toto Riyanto, em razão do estremecimento nas relações entre os dois países. Em janeiro, a execução do brasileiro Marco Archer por parte do governo indonésio gerou um mal-estar diplomático entre Brasília e Jacarta.

O recebimento das credenciais dos embaixadores pelo presidente da República é uma formalidade que marca oficialmente o começo das atividades dos diplomatas. Na prática, com o ato, o presidente passa a reconhecer que o embaixador representa o Estado no Brasil.

Na solenidade desta sexta, era para o diplomata indonésio ter entregado suas credenciais à Presidência, habitando-o a atuar no país. Porém, o governo brasileiro optou por postergar o ato, o que deixa a Indonésia, temporariamente, sem embaixador no Brasil.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Segundo o G1 apurou, o diplomata indonésio chegou a ir na manhã desta sexta ao Palácio do Planalto para participar da cerimônia. Porém, antes do início evento, ele foi chamado para uma conversa reservada e avisado pelo ministro das Relações Exteriores, Mauro Vieira, da decisão da presidente Dilma de adiar o recebimento das credenciais.

A presidente, entretanto, recebeu as credenciais de diplomatas de cinco países: Edwin Emílio Vergada Cárdenas (Panamá), Maria Lourdes Urbaneja Durant (Venezuela), Diana Marcela Vanegas Hernández (El Salvador), Amadou Habibou Ndiaye (Senegal) e Nikolaos Tsamados (Grécia).

A própria Dilma explicou, ao final da cerimônia, o motivo de ela ter decidido “atrasar” o recebimento da documentação do embaixador. Segundo Dilma, antes de autorizar a atuação do diplomata, ela quer ter clareza sobre a situação das relações diplomáticas entre as duas nações.

“Achamos importante que haja uma evolução na situação para que a gente tenha clareza em que condições estão as relações da Indonésia com o Brasil. Na verdade, o que fizemos foi atrasar um pouco o recebimento de credenciais, nada mais que isso”, ressaltou a presidente.

Fantástico mostra os últimos passos de brasileiro executado na Indonésia (Foto: Reprodução TV Globo)
Marco Archer foi executado em janeiro na Indonésia
(Foto: Reprodução TV Globo)

Crise diplomática
No mesmo dia em que o brasileiro Marco Archer foi executado, Dilma divulgou nota oficial na qual se disse “consternada e indignada”com a decisão do governo da Indonésia e anunciou que havia decidido chamar o embaixador brasileiro em Jacarta para “consultas”. Na linguagem diplomática, chamar um embaixador para consultas representa uma espécie de agravo ao país no qual está o embaixador.

Um dia antes da execução de Marco Archer, o assessor especial da Presidência para Assuntos Internacionais, Marco Aurélio Garcia, disse que o fato de o governo indonésio não aceitar os pedidos de clemência criaria “sombra” nas relações diplomáticas entre os países. Dilma havia apelado pessoalmente ao colega da Indonésia para tentar evitar a execução.

Atualmente, o governo brasileiro está empenhado em tentar livrar outro brasileiro da pena de morte na Indonésia. Preso na Indonésia por tráfico de drogas, Rodrigo Gularte também pode vir a ser fuzilado pelas autoridades indonésias.

Em janeiro, Marco Aurélio Garcia disse ainda ter “esperança” de evitar a execução de Gularte. “A preocupação do governo brasileiro, já que não conseguimos ser exitosos na questão do primeiro executado, é que tenhamos pelo menos possibilidade de resolver esse caso [de Rodrigo Gularte] […] A esperança é sempre a última que morre. Então vamos trabalhar nessa direção”, ponderou o assessor especial da Presidência.

Prefeito de Caracas
Ao final da solenidade, Dilma foi questionada sobre se houve algum tipo de “constrangimento” entre ela e a embaixadora da Venezuela, Maria Lourdes Urbaneja Durant, em razão da prisão, nesta quinta (19), do prefeito de Caracas, Antônio Ledezma. Na resposta, a presidente foi taxativa, dizendo que não houve constragimento.

Ledezma foi preso sob a acusação por parte do governo do presidente Nicolás Maduro de tentar promover um golpe de Estado na Venezuela e agir em parceria com os Estados Unidos. A chefe do Executivo classificou a prisão de Ledezma de “questão interna” da Venezuela.

“Eu não posso receber um embaixador baseada nas questões internas do país. Eu recebo os embaixadores baseada nas relações que eles estabelecem com o Brasil. Então, o nosso foco é, fundamentalmente, essas relações. E é isso que explica o fato de a gente ter postergado o recebimento das credenciais da Indonésia. [A morte de Marco Archer] não é nenhuma questão interna na Indonésia”, argumentou Dilma.

 

Filipe Matoso

Após descartar deputado para ministro, Dilma nomeia paraibano para secretaria de ministério

Carlos-Vieira-300x218A presidente Dilma Roussef (PT) talvez tenha se arrependido de não dar um cargo de destaque no seu governo para um paraibano. Depois de descartar o nome do deputado federal, Aguinaldo Ribeiro (PP) que já foi Ministro das Cidades e estava cotado para o misnitério da Integração Nacional, a mandatária do país nomeou o ex-superintendente da Caixa Econômica Federal (CEF) na Paraíba, Carlos Alberto Vieira Fernandes, como secretário executivo do Ministério da Integração Nacional.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O economista paraibano ocupou este mesmo cargo no Ministério das Cidades e sua nomeação para voltar a integrar a equipe  do Governo Federal foi publicada na edição desta quinta-feira (12) no Diário Oficial da União.

 

PBAgora

Pizzolato se entrega à Justiça da Itália após decisão sobre extradição

PizzolatoO ex-diretor de marketing do BB,Henrique Pizzolato se entregou à Justiça italiana nesta quinta-feira (12), após a Corte de Cassação de Roma ter decidido por extraditá-lo, de acordo com informações do Bom Dia Brasil. Ele se entregou na cidade de Maranello.

Pizzolato foi condenado a 12 anos e 7 meses de prisão no julgamento do mensalão do PT. Segundo o Supremo Tribunal Federal (STF), ele cometeu os crimes de corrupção passiva, peculato e lavagem de dinheiro.

A decisão sobre a extradição para o Brasil, divulgada pela Corte também nesta quinta, será agora política e irá para o Ministério da Justiça da Itália, que tem até três semanas para decidir. A Corte de Cassação acatou recurso do governo brasileiro e do MInistério Público da Itália, contra sentença da corte de Bolonha do ano passado que negou a extradição.

A Advocacia-Geral da União informou em seu site que o governo brasileiro foi oficialmente notificado da decisão da corte italiana às 7h, no horário de Brasília.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Histórico
Em 2013, quando o STF se encaminhava para rejeitar os últimos recursos da defesa e determinar a execução da sentença do mensalão, Pizzolato, que tem cidadania italiana, fugiu para a Itália.

Ele foi preso na cidade de Maranello em fevereiro de 2014 por portar documento falso. Depois, foi solto em 28 de outubro, quando a Corte de Bolonha negou sua extradição e permitiu que ele respondesse em liberdade. No mês seguinte, a Advocacia-Geral da União (AGU) do Brasil apresentou o recurso contra a decisão.

Na sessão desta quarta na Corte de Cassação, a defesa de Pizzolato usou como argumento o caso do ativista italiano Cesare Battisti, que teve o pedido de extradição para a Itália negado pelo Brasil. A defesa do ex-diretor do BB apela para o princípio da reciprocidade, em que a Itália deveria tomar a mesma decisão tomada pelo Brasil. Isso, entretanto, não foi aceito pela Justiça.

Tratamento adequado em presídios
No recurso apresentado pela AGU em novembro do ano passado à Corte de Bolonha, o governo brasileiro busca demonstrar, em 62 páginas de argumentação, que não há motivo concreto e específico para supor que Pizzolato estará sujeito a tratamento que viole seus direitos fundamentais. Segundo a AGU, o Brasil apresentou provas de que Pizzolato terá tratamento adequado enquanto cumprir pena em território brasileiro.

O Brasil também apresentou no recurso garantias de que não houve episódio de violência durante a execução da pena dos condenados pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no julgamento do mensalão.

Ainda que a Justiça italiana decida favoravelmente à extradição de Pizzoalato, o governo da Itália pode se recusar a extraditá-lo, já que ele tem dupla cidadania. No entanto, ao contrário do Brasil, não há proibição na legislação italiana para a extradição de nacionais.

‘Inocência no mensalão’
Pizzolato alega inocência no processo do mensalão, afirmando que pagamentos do Banco do Brasil para agências de Marcos Valério foram autorizados para serviços efetivamente prestados. A denúncia que levou à sua condenação dizia que recursos oriundos do Fundo Visanet administrados pelo banco serviram para abastecer o esquema de compra de apoio político.

G1

Anderson Silva é pego novamente no antidoping, agora após o UFC 183

andersonO que era considerado impossível, e o maior pesadelo para Anderson Silva e para o próprio MMA brasileiro, aconteceu. Segundo informações apuradas pelo Combate.com com fontes próximas ao Ultimate, o resultado do exame antidoping feito por Anderson Silva no dia 31 de janeiro, data da sua vitória sobre Nick Diaz no UFC 183, deu positivo para substâncias proibidas. O exame ainda não foi divulgado pela Comissão Atlética do Estado de Nevada, apesar da requisição de nossa equipe para o envio de uma cópia dos testes.

Com o segundo resultado positivo (o primeiro foi no exame do dia 9 de janeiro), o peso-médio deve ser suspenso por um período que varia de nove meses a dois anos.  Spider, por sua vez, ainda não se pronunciou sobre o assunto, mas deve ser ouvido na próxima terça-feira, 17 de fevereiro, em audiência da sede da NSAC, em Las Vegas. Seu rival, Nick Diaz, também foi convocado para comparecer à mesma reunião para explicar os resultados positivos para metabólitos de maconha em seu exame pós-luta.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Anderson Silva foi flagrado pela primeira vez em um exame antidoping no teste feito dia 9 de janeiro, que continha em sua amostra de urina a presença de dois esteroides anabolizantes: androsterona e drostanolona. Em entrevista ao Combate.com na terça-feira, o diretor da NSAC, Bob Bennet, afirmou que o lutador ainda não tinha dado entrada no pedido de contraprova, e que teria até o dia 3 de março para fazê-lo.

Um segundo exame, feito dia 19 de janeiro e divulgado na semana passada, deu negativo para todas as substâncias proibidas, o que confundiu a opinião pública. Muitos acharam que o segundo exame era a contraprova do primeiro. O resultado positivo do terceiro exame, feito dia 31 de janeiro, logo após a luta contra Nick Diaz, praticamente sepulta as chances de absolvição de Anderson Silva. O lutador deve perder a bolsa da luta – cerca de US$ 800 mil, contando o bônus de US$ 200 mil pela vitória -, ter o resultado da luta alterado de “vitória” para “sem resultado” e sofrer uma longa suspensão. Aos 39 anos de idade, e já retirado do posto de técnico do TUF Brasil 4, sendo substituído por Rodrigo Minotauro, o Spider estaria analisando com sua equipe os próximos passos a dar na sua carreira.

Combate

Atividades físicas devem ser evitadas após as refeições

exerciciosDesde pequeno, é costume ouvir de nossas mães que não devemos entrar na piscina logo depois do almoço e o ideal seria esperarmos algumas horas. Mas qual o tempo correto que o corpo precisa esperar para digerir a comida e evitar uma congestão? O Bem Estar desta quarta-feira (21) abordou o tema. A doutora Ana Escobar e cirurgião do aparelho digestivo Fábio Atuí foram os convidados do programa.

Após o almoço, o indicado é não praticar atividades físicas, pois elas desviam o sangue para outras partes do corpo que não o estômago, que precisa dele para a digestão. Mergulhar na piscina, por exemplo, altera a vascularização, muda a pressão interna do corpo e também atrapalha a digestão. Por outro lado, uma caminhada leve faz com que a comida se movimente no estômago e seja digerida melhor e mais rápida.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Reuniões, discussões e fazer sexo também não são indicados. Eles alteram a circulação do sangue no corpo e, novamente, atrapalham a digestão. Dormir muito diminui a temperatura do corpo, os batimentos cardíacos e tudo funciona mais devagar. Assim, o melhor a se fazer é tirar um leve cochilo, pois ele relaxa e deixa o corpo concentrar na digestão.

Comer acompanhado também pode ser uma boa opção. Quando você almoça com alguém, você acaba fazendo uma refeição mais longa, mastiga mais e, consequentemente, alcance a saciedade com menos comida. Celulares e tablets, que distraem o seu momento de comer, fazem você comer mais e mastigar menos. Evite.

G1

PM pode ser expulso após tirar fotos com cinco jovens nuas em viatura

flagraFotos que mostram um grupo de mulheres posando nuas e seminuas ao lado de um policial e sobre uma viatura da Polícia Militar Ambiental começaram a circular pelas redes sociais na noite desta quarta-feira (3). Apesar do veículo estar parcialmente coberto, ele foi identificado como pertencente ao 3° Batalhão de Polícia Ambiental, que atende cidades do litoral de São Paulo como Guarujá, Bertioga e Ubatuba, até o limite com o Estado do Paraná. As identidades do policial e das jovens ainda são desconhecidas.

Nas imagens, é possível ver cinco jovens nuas fazendo diversas poses em cima de uma pick-up e acompanhadas de um policial militar fardado. A placa da viatura está coberta com um pano, assim como outros detalhes, mas os artifícios não são suficientes para descaracterizar o veículo oficial. O G1 entrou em contato com o setor de comunicação da Polícia Militar e enviou as fotos para a corporação, que ainda não tem conhecimento de onde exatamente as imagens foram registradas.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Por meio de nota, a Polícia Militar afirma que tomou ciência dos fatos e que irá apurá-los com o máximo rigor. O policial militar, sendo identificado, irá responder a um processo administrativo exoneratório, que poderá acarretar em sua expulsão da instituição.

Histórico
Essa não é a primeira vez que fotos de mulheres andando nuas pelas ruas de cidades da Baixada Santista são registradas. Em novembro de 2012, uma mulher foi flagrada correndo por uma avenida de São Vicente sem as roupas. No mesmo mês, outra jovem foi avistada nua, dessa vez em uma praia de Santos.

Mulheres foram fotografadas seminuas em cima de viatura da Polícia Ambiental (Foto: G1)Mulheres foram fotografadas seminuas em cima de viatura da Polícia Ambiental (Foto: G1)

G1