Arquivo da tag: apelo

Michel Temer faz apelo a prefeitos para que apoiem a reforma da Previdência

O presidente Michel Temer fez um apelo nesta quarta-feira (13) aos prefeitos para que ajudem no convencimento da sociedade e dos parlamentares sobre a aprovação da reforma da Previdência. Em cerimônia no Palácio do Planalto, Temer destacou que ainda há muita desinformação sobre a proposta e os parlamentares “precisam saber que têm o apoio da população e dos prefeitos”.

“Quem está no Legislativo deve ecoar a vontade da sociedade. (…)Para o tópico da Previdência é preciso mobilizar a consciência nacional para que os deputados possam ecoar essa postulação na votação da Câmara e do Senado Federal. Em primeiro lugar, para que este eco se dê nestas casas legislativas, é preciso esclarecer o que é hoje a reforma da Previdência. Ela não prejudica praticamente ninguém, trabalhador rural está fora, Benefício de Prestação Continuada está fora”, disse Temer.

O presidente ressaltou que os deputados e senadores costumam ser muito próximos dos prefeitos, que demandam acesso às emendas e benefícios por meio da atuação dos parlamentares. E alertou que a reforma pode beneficiar muito mais aos municípios que precisam aumentar a economia em seus orçamentos.

Temer alertou que se a reforma não for aprovada agora, terá que ser feita de forma mais radical no futuro, para evitar corte nos vencimentos de aposentados, como ocorreu em alguns países da Europa.

“Nós estamos fazendo uma reforma agora que evita um desastre ali na frente. (….) Agora estamos tomando [a cautela] de fazer um reforma mediana, razoável, para que isso não venha acontecer em brevíssimo tempo. Se não fizermos a reforma da Previdência agora daqui a dois, três, não tenham ilusão nenhuma, vai ter que fazê-la de uma forma mais radicalizada”, alertou.

Temer recebeu hoje (13) no Palácio do Planalto representantes da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), Associações e Federações Estaduais e prefeitos para tratar da reforma da Previdência. Os gestores levaram também ao presidente demandas consideradas prioritárias para os municípios, problemas relacionados aos programas federais executados pelas prefeituras e liberação de apoio financeiro.

Michel Temer reiterou que seu governo respeita o diálogo federativo e vai continuar ajudando os municípios. Ele destacou que em um ano meio seu governo teve ousadia para repactuar as dívidas dos estados e empreender projetos importantes como o teto de gastos e as reformas do ensino nédio e trabalhista.

Em novembro, a Presidência anunciou a liberação de R$ 2 bilhões para auxiliar alguns municípios a fechar o balanço deste ano. Os gestores esperam que os recursos possam ser liberados ainda em dezembro.

O presidente da CNM, Paulo Ziulkoski, fez um apelo aos prefeitos para que apoiem a reforma, pois as mudanças na estrutura da Previdência Social podem contribuir para diminuir o deficit das prefeituras e o impacto das folhas de pagamento no orçamento do município.

“Nós decidimos apoiar a reforma da Previdência. É uma obrigação apoiar a reforma da Previdência como gestor”, declarou Paulo Ziulkoski.

Participaram também do evento os ministros chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, e da Fazenda, Henrique Meirelles, além de líderes da base governista no Congresso Nacional.

Mais cedo, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), confirmou que o relatório da proposta de emenda à Constituição da reforma da Previdência será lido no plenário amanhã (14) e em seguida os deputados poderão começar os debates. Há expectativa para que a votação se inicie na próxima semana.

Agência Brasil

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Obama faz apelo para que Rússia tire tropas da fronteira com Ucrânia

obamaO presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse nesta sexta-feira que o aumento da presença de tropas russas na fronteira com a Ucrânia não é normal e pediu para que Moscou recue suas tropas e inicia conversas para baixar as tensões.

“Você tem visto uma variedade de tropas se juntando ao longo daquela fronteira sob a forma de exercícios militares”, disse Obama ao programa “This Morning” da emissora CBS, durante entrevista na Cidade do Vaticano. “Mas isso não é o que a Rússia estaria fazendo normalmente.”

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Obama disse que a movimentação pode não ser nada além de um esforço para intimidar a Ucrânia, mas também pode ser uma preliminar para outras ações. “Pode ser que eles tenham planos adicionais”, disse.

Reuters

Atendendo ao apelo do público, Globo encerra “Amor à Vida” com beijo gay entre Félix e Niko

(Foto: Amor à Vida/TV Globo)
(Foto: Amor à Vida/TV Globo)

Quase dez anos após ter gravado e suprimido na edição o beijo gay da novela “América” (2005), a Globo optou por exibir o desfecho romântico entre dois homossexuais em “Amor à Vida”, nesta sexta-feira (31).

O beijo entre Félix (Mateus Solano) e Niko (Thiago Fragoso), que virou tema de campanha na internet, encerrou a trama do autor Walcyr Carrasco.

 

 

 

CURTA O FOCANDO O ESPORTE NO FACEBOOK

 

 

 

Foi o primeiro beijo de amor entre dois homens exibido por uma novela da Globo.

Sua exibição coroou a guinada para o bem de Félix, que era o vilão do folhetim.

“De fato, o público perdoou Félix e isso para mim foi uma surpresa, o vilão ser tão amado”, disse o autor, em entrevista ao “F5”.

Na trama, Félix e Niko terminaram juntos, cuidando do pai do primeiro, o homofóbico César (Antonio Fagundes), que sofreu um AVC (acidente vascular cerebral).

“Eu não vivo sem você, Carneirinho”, disse Félix, antes de beijar o parceiro.

Sobre o beijo, a Globo afirma que “toda cena de novela é consequência da história, responde a uma necessidade dramatúrgica e reflete o momento da sociedade. O beijo entre Félix e Niko selou uma relação que foi construída com muito carinho pelos dois personagens. Foi, portanto, o desdobramento dramatúrgico natural dessa trama”.

De acordo com a emissora, “a pertinência desse desfecho foi construída com muita sensibilidade pelo autor, diretor e atores e assim foi percebida pelo público”.

A Globo lembrou ainda que “o relacionamento homossexual sempre esteve presente nas nossas novelas e séries de maneira constante, responsável e natural. A cena esteve de acordo com essa premissa e com a relevância para a história”.

Ex-vilão Felix (Mateus Solano) e mocinho Niko (Thiago Fragoso) protagonizam primeiro beijo gay masculino em novela da Globo em horário nobre no último capitulo da novela “Amor à Vida”

HISTÓRICO

O tabu do beijo gay na TV brasileira já dura vários anos.

Programas de auditório e telejornais já o exibiram, como no “Fica Comigo”, da extinta MTV Brasil, em 2001.

A teledramaturgia, no entanto, tem poucos casos, geralmente entre mulheres.

Em 2005, a Globo cortou a cena em que os atores Bruno Gagliasso e Erom Cordeiro gravaram o beijo entre seus personagens, um estilista e um peão de fazenda, respectivamente. A sequência chegou a ser rodada várias vezes.

Em 2010, a emissora também suprimiu um beijo gay entre dois homens da série “Clandestinos”. A cena, no entanto, foi parar na internet.

A Globo também cortou um beijo gay entre Homer e Moe, no episódio “Todo o Mundo Morre um Dia” de “Os Simpsons”.

O SBT mostrou o beijo entre duas mulheres —Marcela (Luciana Vendramini) e Marina (Giselle Tigre)— no folhetim “Amor e Revolução” (2011), de Tiago Santiago.

A emissora de Silvio Santos, no entanto, vetou um beijo entre os personagens Jeová (Lui Mendes) e Chico (Carlos Artur Thiré) na mesma trama.

Em “Mulheres Apaixonadas” (2003), da Globo, as personagens Clara (Alinne Moraes) e Rafaela (Paula Picarelli) só deram um beijo quando a última se vestiu de homem para encenar a peça “Romeu e Julieta”.

A extinta TV Manchete também mostrou beijo entre dois homens na série “Mãe de Santo” (1990). Na ocasião, porém, a sequência entre os atores Raí Bastos e Daniel Barcelos foi mostrada contra a luz, mostrando apenas as sombras dos intérpretes.

Gshow