Arquivo da tag: anunciar

Bolsonaro deve anunciar projeto que inicia privatização das universidades públicas

Após o cumprimento de uma parte do acordo com o sistema financeiro, aprovando em primeiro turno a votação da reforma da Previdência na Câmara, o ministro da Educação de Jair Bolsonaro, Abraham Weintraub deve anunciar nos próximos dias um projeto para acabar com o ensino público e gratuito nas universidades federais.

Com aval de Paulo Guedes, Weintraub criou o projeto que prevê reduzir de forma permanente e profunda o orçamento federal para as universidades públicas, que atuariam como empresas, captando recursos na iniciativa privada.

Com orçamento baixo, o governo federal pretende deixar de financiar pesquisas e congelar novas contratações. Além da prestação de serviços ao setor privado, as universidades serão liberadas a cobras mensalidade dos alunos como forma de financiamento.

As informações foram divulgadas pelo Blog do Noblat, baseado no Tag Report das jornalistas Helena Chavas e Lydia Medeiros.

Revista Fórum

 

 

PT de João Pessoa deve anunciar pré-candidato à PMJP nesta segunda; nome de Luiz Couto tem maior peso

charlinton-machadoCharlinton Machado, presidente estadual do PT, informou que esteve reunido informalmente com o vereador Fuba (PT) neste domingo (17) onde definiu a data da plenária do partido, segunda-feira (18). O encontro deve acontecer às 19h no diretório estadual do Partido dos Trabalhadores, onde deve ser anunciado a pré-candidato do à prefeitura da capital paraibana.

“Estão convidados todos os simpatizantes do partido, as centrais sindicais, movimentos sociais e aqueles que reconhecem as conquistas sociais do PT. Será uma festa cívica”, prometeu.

Segundo o presidente, o nome com maior peso nesse momento é o do deputado Luiz Couto, mas ele ainda aguada uma manifestação oficial do petista para tomar uma decisão. Charlinton informou que já existe uma agenda para conversar com Couto sobre o chamamento do partido.

“Caso ele não aceite, nós devemos respeitar a sua decisão, mas a definição do nome passa pela resposta do deputado Luiz Couto”, contou.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

O petista revelou que o seu próprio nome tem sido indicado por colegas para concorrer nas eleições e não descartou essa possibilidade. Para ele, o mais importante é que seja mantida a união entre os membros do partido para continuar defendendo o histórico e legado do PT em João Pessoa.

“Se for convocado pelo meu partido, terei esse desafio como honra para debater os desafios da cidade e consolidar uma chapa proporcional em condições de competitividade”, avaliou.

Machado preferiu não discutir a desfiliação do seu ex-companheiro e atual prefeito Luciano Cartaxo (PSD). Para ele, “isso é página virada”.

“O PT de João Pessoa trocou o luto pela luta. Maior do que a força política de uma prefeitura é a força das nossas ideias”, arrematou

paraiba.com.br

Governo deve anunciar reajuste de servidores até dia 27; aumento deve ser pequeno, afirma secretário

tarcioO governador Ricardo Coutinho (PSB) tem até a próxima terça-feira (27) para apresentar o percentual do reajuste dos servidores do estado. Quem revelou a data foi o secretário de Planejamento, Gestão e Finanças, Tárcio Pessoa.

 

“Temos até este dia para fechar a folha. O salário de janeiro já tem que entrar na conta do servidor com o reajuste dado”, explicou o secretário.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Desde 2011 o mês de janeiro é a data-base do serviço público estadual para a concessão de reajustes. Tárcio explicou que, para conseguir cumprir esta data-base, o governador está negociando pessoalmente com os representantes das categorias dos servidores.

 

“Alguns segmentos já se reuniram com o governador. No entanto, nada ficou definido até agora, pois a perspectiva de crescimento da receita do estado é bastante restritiva”, lamentou.

 

 

No ano passado o reajuste mínimo anunciado pelo governador foi de 5% para os servidores, e também foi anunciado na data de 27 de janeiro. Em 2013 o aumento tinha sido menor.

 

A expectativa para 2015 não é das melhores, explica o secretário. “Estamos promovendo cortes na carne. Não temos uma situação econômica muito positiva e temos que pensar no crescimento do estado, não nas categorias. Infelizmente as pessoas não pensam assim”, concluiu.

João Thiago

Ricardo volta a usar o Twitter para anunciar equipe e revela mais 20 nomes; veja lista

ricardo-coutinhoO governador Ricardo Coutinho (PSB) voltou a usar o Twitter para divulgar nomes de secretários, ato que ele começou na sexta-feira (26) e retomou na tarde desta segunda-feira (29), quando anunciou mais 20 auxiliares. Ele começou as postagens por volta das 18h e as encerrou perto das 19h.

Conforme postagens publicadas até as 18h26, o major da PM Anderson Pessoa assume a chefia da Casa Militar; a vereadora e secretaria de Desenvolvimento Social de Cajazeiras, Léa Silva, passa para a Casa Civil do Estado.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Ricardo anunciou ainda que a arte-educadora Márcia Lucena, ex-secretária da educação do Estado, vai comandar a Fundação Espaço Cultural (Funesc). O secretário de Estado da Cultura será o escritor e poeta Lau Siqueira, que deixa a Funesc.

Na Secretaria de Desenvolvimento e Articulação Municipal, responsável pelo Pacto Social, quem assume é Waldson Sousa.

Na Secretaria de Representação Institucional, o deputado Lindolfo Pires assume, tendo como secretária executiva a deputada federal Nilda Gondim.

Conforme as postagens, na Secretaria de Estado da Saúde será presidida pela médica Roberta Abath

Na Secretaria de Estado do Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca, o produtor rural Rômulo Montenegro vai ficar à frente da pasta.

O governador anunciou ainda Gilberta Soares que continua à frente da Secretaria de Estado da Mulher e da Diversidade Humana.

Segundo o gestor do Estado, a PBTur continuará sendo dirigida por Ruth Avelino tendo como vice-diretor Roberto Kennedy PereiraTatiana Domiciano continua à frente da Companhia de Industrialização da Paraíba (Cinep).

O diretor presidente do Instituto de Metrologia e Qualidade (IMEQ-PB) será o engenheiro Artur Galdino e a Companhia Estadual de Habitação será conduzida pela engenheira Emília Correia Lima, que presidirá a companhia mais uma vez.

Perto das 18h30, Ricardo anunciou que o engenheiro Carlos Pereira de Carvalho continua no comando do Departamento de Estradas e Rodagem (DER-PB). Já a Fundação Casa José Américo permanecerá sendo dirigida pelo professor Damião Ramos Cavalcante.

Na Educação, ao lado do secretário Aléssio Trindade, a professora da UFCG Roziane Marinho será a executiva de gestão pedagógica.

Às 18h30, foi anunciada a pedagoga da UFPB Luciane Coutinho como Executiva de Administração de Suprimentos e Logística da Educação. Na Escola de Serviço Público (Espep), o governador da Paraíba disse que o diretor será o professor da UEPB Flávio Romero, fechando a relação divulgada.

 

portalcorreio

Dilma deve anunciar hoje ampliação do programa Minha Casa, Minha Vida

minha-casa-minha-vidaEm mais uma iniciativa para melhorar o relacionamento com o setor privado, o ministro Guido Mantega (Fazenda) agendou para esta quarta-feira (17) reunião com o setor da construção civil, quando pode ser anunciada o aumento da meta de habitações da segunda etapa do programa Minha Casa, Minha Vida.

Segundo a Folha apurou, o governo vai analisar atender pedido do setor de elevar em 350 mil as unidades do programa, que passaria de 2,75 milhões de unidades para 3,1 milhões.

A decisão será tomada na reunião de hoje no Ministério da Fazenda, com o presidente da CBIC (Câmara Brasileira da Indústria da Construção Civil), José Carlos Martins.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O empresariado da construção civil já vinha reivindicando o aumento da meta desde meados deste ano para evitar que o setor passe por um momento de paralisação, depois de contratadas todas as obras para execução das 2,750 milhões de unidades da segunda etapa.

Empreiteiras alertaram, inclusive, que, sem o aumento da meta, há risco de demissões no setor, já que as empresas não teriam condições de planejar novos projetos a partir do final deste ano e início do próximo ano.

Até agosto, já haviam sido contratadas mais de 2,5 milhões unidades. Ou seja, o setor está próximo de cumprir toda meta da segunda etapa. Seguindo orientação do Palácio do Planalto, a equipe econômica passou a atender pedidos do setor privado na busca de reconquistar seu apoio para a presidente Dilma Rousseff.

Na segunda-feira (15), Mantega reuniu empresários de multinacionais brasileiras e anunciou a extensão da redução da cobrança de Imposto de Renda sobre lucros no exterior para toda indústria. Na prática, a alíquota do IR caiu de 34% para 25%.

Na semana passada, o ministro já havia divulgado a volta da alíquota de 3% para o programa de estímulo a exportações, o Reintegra, em 2015. Este mecanismo devolve um percentual das vendas externas aos exportadores para dar mais competitividade à indústria brasileira.

A decisão de iniciar um processo de distribuir bondades para o setor privado tem como objetivo tentar evitar que o empresariado passe a apoiar a candidata do PSB, Marina Silva, nesta reta final da eleição.

A principal adversária da presidente Dilma Rousseff aparece na frente da petista nas pesquisas de simulação do segundo turno, o que tem preocupado a cúpula da campanha dilmista.

Folha de SP

Dilma vem à João Pessoa terça para anunciar investimentos em mobilidade urbana

dilma-rousseffA presidenta Dilma Rousseff (PT) anuncia na próxima terça-feira (18), em João Pessoa, novos investimentos em mobilidade urbana para o estado da Paraíba. A informação foi confirmada há pouco pelo ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro (PP). A cerimônia marcará o repasse de recursos para as obras selecionadas pelo Pacto da Mobilidade Urbana. Todos os detalhes da agenda serão divulgados nos próximos dias pelo Gabinete da Presidência da República.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

“É momento muito importante para a Paraíba e a nossa presidenta Dilma estará mais uma vez na nossa terra para trazer boas novas, dessa feita com o anúncio da nova etapa de obras voltadas para a mobilidade urbana na Paraíba, especialmente para João Pessoa”, frisou o ministro paraibano, acrescentando que: “Na próxima terça a partir das 14h, a nossa presidenta estará em solo paraibano, fazendo este anúncio, nós estaremos juntos vivendo mais um momento importante para nossa querida Paraíba”, destacou Ribeiro que é vice-presidente do Partido Progressista em âmbito estadual.

 

É válido lembrar que a presidenta Dilma Rousseff disse na última segunda-feira (10) que o governo federal, em parceria com estados e municípios, está investindo R$ 143 bilhões em mobilidade urbana em todo o país. No seu programa semanal Café com a Presidenta, Dilma também informou que o investimento contempla mais de 3,5 mil quilômetros em transporte coletivo, que incluem metrôs, trens urbanos, monotrilhos, veículos leves sobre trilhos (VLTs), além dos corredores de ônibus.

paraiba.com com Assessoria

 

Cid Gomes e grupo saído do PSB devem anunciar ida ao PROS

cidO governador do Ceará, Cid Gomes, e mais cerca de 500 políticos do estado devem anunciar na terça-feira (1º) a ida para o Partido Republicano da Ordem Social (PROS), que teve o registro aprovado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) na semana passada.

Além de Cid, o secretário da Saúde do Ceará, Ciro Gomes; o presidente da Assembleia Legislativa do Ceará, Zezinho Albuquerque; e o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, deixaram o PSB, presidido pelo governador de Pernambuco, Eduardo Campos, na semana passada.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O governador do Ceará afirmou que deixou o partido para apoiar Dilma Rousseff nas eleições de 2014. Como o PSB deve lançar a candidatura de Eduardo Campos, o grupo do PSB no Ceará foi pressionado a apoiar o governador pernambucano ou deixar o partido.

Na noite de sábado (28), o grupo liderado por Cid Gomes se reuniu com membros do PROS, onde estava presente o presidente nacional da sigla, Eurípedes Júnior, ex-vereador de Goiás.

Junto com o governador do Ceará, parte dos demais políticos que deixou o PSB também deve ingressar no PROS. “Vamos todos para o mesmo partido. O meu esforço é de manter a unidade”, disse Cid Gomes.

Além do PROS, Cid recebeu convite para fazer parte do PDT, PP, PC do B e PSD. O PROS teve criação confirmada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em 24 de setembro. Por ser um partido recém-criado, o ingresso de políticos na legenda facilita a regularização da situação do grupo de Cid Gomes.

No site do partido, o PROS afirma que tem como principal bandeira a redução de impostos. “A reforma tributária é um tema altamente complexo, portanto, precisamos tratar o problema por etapas, com segurança, perspicácia e inovação. O PROS surge não com soluções mágicas ou miraculosas que resolvam tudo de uma vez, mas sim com aquilo que sempre faltou para implantação de boas soluções no Brasil: vontade política”, afirma o partido.

O prazo para quem pretende concorrer nas eleições do ano que vem trocar de partido ou se filiar a uma nova legenda termina no dia 5 de outubro. As listas com os nomes dos filiados serão entregues pelos partidos ao TSE em 14 de outubro.


G1

SBT planeja anunciar retorno de Gugu Liberato em outubro, durante o Teleton

Gugu-liberatoDepois de um breve período de férias desde que deixou a Record, Gugu Liberato voltou ao país e começou a pensar em sua carreira. Discretamente, o apresentador recebeu emissários do SBT que sondaram sua disposição de voltar para a emissora num programa que não seja necessariamente exibido aos domingos e no esquema de parceria. Entre os executivos do canal, é consenso que Gugu tem a cara do SBT. Da mesma maneira, conta com a simpatia de Silvio Santos.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Na emissora já até mesmo um plano para anunciar o retorno do apresentador à antiga casa. Caso assine mesmo o contrato, Gugu trará a novidade à tona durante a edição deste ano do Teleton, prevista para ocorrer entre os dias 25 e 26 de outubro. Ainda que não haja acordo, o artista será convidado a integrar o time de comandantes do evento, que também contará com uma homenagem à Hebe Camargo. Resta esperar os próximos capítulos desta história.

 

iG

Timão oficializa proposta por Pato e espera anunciar o reforço até o dia 3

Alexandre Pato está bem perto de reforçar o Corinthians. O primeiro passo foi dado nesta quarta-feira, num restaurante no Rio de Janeiro, num almoço entre dirigentes do Timão e o vice-presidente do Milan, Adriano Galliani, que passa férias no Brasil. Os representantes do Alvinegro oficializaram a proposta e saíram do encontro bastante otimistas com o fechamento do negócio. Faltam detalhes, que devem ser acertados numa nova reunião. O atual campeão mundial de clubes quer anunciar o jogador até o dia 3 de janeiro.

Allegri e Pato Milan (Foto: Getty Images)Alexandre Pato está perto de ser anunciado como reforço do Timão para 2013 (Foto: Getty Images)

Segundo o diretor de futebol corintiano, Roberto de Andrade, o resultado da conversa foi bastante positivo. A cúpula alvinegra já viajou ao Rio com as bases do contrato em mãos, mas ainda prefere manter cautela neste primeiro momento. Uma nova reunião ficou agendada para a próxima semana, após o Réveillon. Casado com uma brasileira, Galliani costuma vir ao Brasil para as festas de fim de ano.

– A conversa foi muito boa. Ficou tudo bem encaminhado. Agora, aguardamos uma resposta do Milan até o dia 3 de janeiro – afirmou Roberto de Andrade, que teve a companhia do diretor adjunto, Duílio Monteiro Alves, no almoço com o dirigente do Milan.

galliani entrevista (Foto: Vicente Seda / GLOBOESPORTE.COM)Adriano Galliani está no Rio de Janeiro
(Foto: Vicente Seda / GLOBOESPORTE.COM)

Nenhuma das partes confirma as cifras, mas a imprensa italiana fala em € 15 milhões (equivalente a R$ 41 milhões). Pato não vive bom momento no Milan, fato que abriu portas para seu retorno ao Brasil. Em janeiro deste ano o Paris Saint-Germain esteve perto de contratá-lo por € 35 milhões, mas o Milan recusou.[bb]

O namoro entre Corinthians e Alexandre Pato voltou a esquentar durante o Mundial de Clubes da Fifa, no Japão. Sabendo da má fase do atacante no clube italiano, a direção alvinegra voltou com força e dinheiro às conversas e acelerou o processo para contar com o jogador na próxima temporada.

A atual fase do Timão, campeão da Libertadores e do mundo, foi usada como atrativo para o retorno de Pato ao Brasil. O jogador viu com bons olhos essa proposta, até para se aproximar da seleção brasileira. Luiz Felipe Scolari, novo treinador, vai convocar pela primeira vez em janeiro.

Pato foi revelado pelo Internacional e surgiu com destaque em 2006, nos últimos jogos do Brasileirão. Depois disso, conquistou o Mundial de Clubes com o Colorado, vencendo o Barcelona, e acertou com o Milan. Desde então, vive altos e baixos no clube italiano.

Globoesporte.com

Dilma quer anunciar contas de luz mais baratas até feriado

A presidente Dilma Rousseff não quer passar o feriado da Independência em branco, sem fazer nenhum anúncio que amenize os indicadores ruins de recuperação da economia. Por isso, deve divulgar, antes do dia 7 de setembro, um novo pacote de estímulo à indústria. Dessa vez, a desoneração de impostos será no setor elétrico, para reduzir o valor das contas de luz.

Essa é uma reivindicação antiga dos empresários industriais, que reclamam que alto custo da tarifa elétrica prejudica a competitividade dos produtos brasileiros no mercado externo. Para tentar resolver esse problema, a presidente Dilma garante que está estudando formas de diminuir o custo.

— Nós iremos fazer um conjunto de medidas para garantir a redução dos custos de energia elétrica baseado em duas coisas, baseado na reversão das concessões (…) e também através de redução dos encargos.

Indústria comemora desoneração – Os industriais esperam uma redução média entre 10% e 20% no custo da energia elétrica. O secretário-executivo do Conselho de Infraestrutura da CNI (Confederação Nacional da Indústria), Wagner Cardoso, espera um pacote grande. Segundo ele, a medida terá impacto na recuperação da indústria ainda este ano.

— Esperamos um impacto ainda em 2012, se houver redução de impostos e encargos setoriais. Cada empresa vai sentir o impacto de uma forma, mas vai ser excelente, na direção de aumentar a competitividade da indústria.

O especialista acredita que não será uma redução linear – uma única taxa para todos os setores – e que o governo vai levar em consideração as especificidades de cada segmento da indústria. O setor de alumínio, por exemplo, é o que mais usa energia no processo produtivo – 40% do custo total são de energia elétrica, segundo a CNI.

Contas de luz de residências também devem ficar mais baratas – Para reduzir o custo da energia elétrica para a indústria, o governo terá de reduzir encargos que também incidem na conta de luz do comércio e das residências.

É o caso do PIS/Cofins, por exemplo. Atualmente, 9,25% do valor total da conta de luz são referentes a esses impostos. Ou seja, numa conta de R$ 100, R$ 9,25 são encargos que vão direto para os cofres públicos da União.

É com esse dinheiro que o governo planeja o orçamento e financia programas de educação, segurança e saúde por exemplo. Se decidir reduzir essas taxas, a arrecadação diminui. Mas, na opinião do advogado tributarista, Lázaro Rosa, o impacto será pequeno.

— Esses quase 10% de redução na conta de luz não vão representar nem 2% menos na arrecadação. Tudo vai depender da vontade política do governo, porque tem margem para reduzir até mais de 10%. Sempre tem uma gordurinha que pode ser cortada.

O imposto que mais pesa na conta de luz é o ICMS (Imposto Sobre Circulação De Mercadorias e Prestação de Serviços). Em alguns estados, com em São Paulo, se o valor total de uma conta é R$ 100, R$ 25 são de ICMS.

Mas nesse imposto a presidente Dilma não pode mexer. A alíquota varia de estado para estado e o dinheiro vai pros cofres dos governadores. Portanto, para reduzir a taxa de ICMS, é necessário que todas as unidades de federação aceitem arrecadar menos. Para o economista Clóvis Panzarini, ex-coordenador da Administração Tributária da de São Paulo, esse acordo é impossível.

— Em média 15% da receita dos estados são de ICMS da energia elétrica, eles não vão abrir mão disso. Pra diminuir essa arrecadação, seria necessário cortar despesas. Isso é uma guerra perdida.

Negociação com concessionárias de energia – Como a redução do principal imposto de energia elétrica não depende da vontade do Planalto e sim dos governadores, a presidente vai negociar redução de tarifas com as empresas concessionárias de energia elétrica.

A maioria das concessões vence em 2015. Um corte no custo da distribuição pode ser uma das condições para que as empresas consigam renovar os contratos.

R7