Arquivo da tag: anuncia

Aos 90, Fernanda Montenegro anuncia pausa na carreira: “Trabalhei muito”

Fernanda Montenegro, que completou 90 anos de idade em outubro, revelou que pretende trabalhar menos em 2020. Ela, que este ano lançou três filmes (A Vida Invisível, O Juízo e Piedade), esteve em novela (A Dona do Pedaço) e ainda lançou sua biografia (Prólogo, Ato, Epílogo) deve desacelerar no ano que vem, mas nega a aposentadoria.

“Espero descansar um pouco. Este ano eu trabalhei muito. Foi um dos anos em que eu mais trabalhei”, disse ao TV Fama. “Fiz três filmes, fiz novela, documentário. Lançamento do livro, e aí fiz 90 anos, houve festa. Fiz leituras do Nelson [Rodrigues] pelo Brasil”, analisa a diva da dramaturgia brasileira.

Porém, não descarta se algum projeto lhe agradar. “Se aparecer algum trabalho que me toque, eu vou e faço”, concluiu. Em entrevista à Quem, ela falou sobre a defesa da liberdade de expressão nas artes.

“É difícil. Sem cultura não há educação e sem educação não há cultura. Eu não entendo o que está acontecendo com este país, tantos xingamentos. Não sei porque essa agressão em torno de nós. Não há explicação. É uma nova moralidade que condena qualquer estrutura contrária ao seu Deus”, pontua.

Ela também se pronuncia sobre os cartazes de filmes históricos do cinema nacional que foram retirados das paredes da Ancine, pela nova direção. “Nós somos imorredouros. Nós sobrevivemos uma vez. Desta vez, é uma forma assassina. Se eles pudessem estaríamos todos num paredão e eles atirando em nós com metralhadoras.”

 

Quem

 

 

Cartaxo anuncia concurso público com 1,1 mil vagas na PMJP

Em uma transmissão ao vivo pelas redes sociais, o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, informou, na noite desta quarta-feira (27), que serão abertas 1.146 vagas por concurso público para 2020.

O anúncio integra a ação ‘Cidade que tem mais oportunidades’, que prevê um conjunto de medidas para o fortalecimento da capital paraibana nos próximos meses.

O gestor informou que o quadro de vagas e de remunerações será detalhado no Centro Administrativo Municipal (CAM), nesta quinta-feira (28), a partir das 9h.

“Em João Pessoa, temos compromisso com a carreira pública. Já contratamos mais de três mil e quinhentos servidores por concurso e vamos chegar à marca de quase 5 mil profissionais que irão entrar pela porta da frente do serviço público, responsáveis por um trabalho fundamental na vida da cidade e das pessoas”, disse o prefeito durante a transmissão.

De acordo com o secretário Lauro Montenegro, os editais de convocação serão anunciados por área da administração a partir do próximo ano. “Teremos um cronograma específico para a divulgação do edital. A intenção é que todos os concursos sejam concluídos ainda no ano que vem, atendendo às novas demandas do município”, apontou.

Montenegro reforçou que o anúncio ainda este ano vai permitir que as pessoas se preparem melhor para o processe seletivo. “Nos próximos 90 dias concluímos a contratação de todas as empresas responsáveis pelos concursos, dando mais tempo de preparação aos profissionais interessados em participar da seleção”, disse.

 

Foto: Cláudio Costa/ Paraíba.com.br
Assessoria

 

 

MEC anuncia desbloqueio de R$ 1,8 bilhão do orçamento

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, anunciou na manhã desta segunda-feira (30) a liberação de R$ 1,8 bilhão do orçamento do MEC (Minsitério da Educação) que foram bloqueados no primeiro semestre.

Universidades e institutos federais receberão R$ 1,15 bilhão.

“Os recursos já estão disponíveis para as universidades federais e para os demais programas”, afirmou Weintraub.

Conforme informou a a secretária-adjunta Executiva, Maria Fernanda Bittencourt, desse valor descontingenciado, além dos recursos que seguem para as universidades federais, R$ 270 milhões seguem para bolsas capes, R$ 100 milhões para os exames da educação básica realizados pelo Inep e R$ 260 milhões para o programa de livros didáticos.

“Está liberada a totalidade de recursos para o programa, as licitações já foram feitas até agora e garantimos que os livros possam ser distribuídos no próximo ano”, diz Maria Fernanda.

O restante do valor, cerca de R$ 3,8 bilhões, que ainda está congelado, deve ser desbloqueado até o fim do mês de outubro.

 

R7

 

 

MEC anuncia corte de 5.613 bolsas e prevê economia de R$ 544 milhões em 4 anos

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal do Nível Superior (Capes) anunciou nesta segunda-feira (4) o corte de 5.613 bolsas de mestrado, doutorado e pós-doutorado no Brasil a partir deste mês. O órgão é subordinado ao Ministério da Educação (MEC), que já sinalizou que, em 2020, a Capes só terá metade do Orçamento que era previsto neste ano.

A Capes e o MEC tratam a exclusão das bolsas previstas como um “congelamento” e afirmam que a medida não vai afetar quem atualmente recebe o benefício.

Entretanto, apesar de afirmar que as bolsas serão congeladas, a Capes admite que elas não serão mais oferecidas nos próximos 4 anos, que é o período de vigência previsto caso elas tivessem sido concedidas neste mês.

A Capes possui, ao todo, 211.784 bolsas atividade em todas as áreas de atuação. Desse total, 92.680 são da pós-graduação. Assim, o corte anunciado vai representar o bloqueio de 2,65%.

De acordo com o governo, a medida vai representar uma economia de R$ 37,8 milhões em 2019. Ainda segundo a Capes, as bolsas têm vida útil de 4 anos e a economia no período pode chegar a R$ 544 milhões.

“O contingenciamento será mantido até o início da vigência de novas concessões”, informou o órgão.

Histórico de cortes

Em 4 de junho, a Capes já havia anunciado o corte de 2,7 mil bolsas de mestrado, doutorado e pós-doutorado. Á época, a coordenação chegou a uma redução total de 6.198 bolsas em 2019, já que tinha anunciado o bloqueio de 3.474 bolsas em 9 de maio.

A decisão já tinha causado protestos entre os estudantes, e a Associação Nacional de Pós-Graduandos (ANPG) afirmou que os “cortes (…) ferem de morte o ensino superior, a pós-graduação e a ciência nacional”.

Considerando todos os anúncios feitos até agora, o total de bolsas que deixarão de ser oferecidas chega a 11.811.

Orçamento 2020

O MEC decidiu cortar pela metade o orçamento da Capes em 2020. Foram reservados somente R$ 2,2 bilhões para a instituição frente os R$ 4,25 bilhões previstos neste ano.

De acordo com o presidente da Capes, Anderson Ribeiro Correia, o MEC e a coordenação estão “buscando alternativas para recompor o orçamento do próximo ano. O governo, no entanto, não detalhou quais medidas estão sendo estudadas.

G1

 

 

João Azevêdo abre Caravana da Rede Cuidar e anuncia ampliação para 2020

O governador João Azevêdo participou, neste domingo (7), da solenidade de abertura da Caravana da Rede Cuidar, com a recepção dos profissionais e voluntários, no Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires, em Santa Rita, que seguirão para Monteiro, primeira cidade a receber a ação nesta segunda-feira (8). O evento promovido pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), por meio da Rede Cuidar,conta com o envolvimento de 60 profissionais, diariamente, e tem o objetivo de promover a busca ativa de crianças com cardiopatias e qualificar a assistência hospitalar à gestante e ao neonato de risco. A Caravana, ocorrerá no período de 8 a 20 de julho, e percorrerá 13 cidades, cerca de 2.800 km, do Sertão ao Litoral da Paraíba.

As 13 cidades que receberão a Caravana, com as respectivas datas, são: Monteiro (8); Princesa Isabel (9); Itaporanga (10); Cajazeiras (11); Sousa (12); Catolé do Rocha (13); Pombal (14); Patos (15); Esperança (16); Picuí (17); Guarabira (18); Mamanguape (19) e Itabaiana (20). A equipe de especialistas que está envolvida nas várias linhas de cuidados são: cardiologistas pediátricos, neonatologistas, obstetras, enfermeiros, odontólogos, assistentes sociais, entre outros.

Na ocasião, o chefe do Executivo estadual ressaltou que a Caravana da Rede Cuidar oferece uma nova chance de vida às mães e crianças e será ampliada, a partir do próximo ano, para atender um número maior de paraibanos. “Nós estamos tratando de uma política de Estado, de solidariedade, de voluntariado, de saúde, e acima de tudo, de compromisso com a população. Eu agradeço pelo esforço de cada profissional que deixa sua casa para percorrer esse Estado todo em busca de salvar vidas”, declarou.

O secretário de Saúde, Geraldo Medeiros, afirmou que a Caravana se caracteriza como uma revolução na Medicina Preventiva e representa um momento ímpar para o Estado. “Por meio dessa busca ativa, realizada em 13 cidades, se faz o diagnóstico precoce de cardiopatias congênitas e que, em alguns casos, requer cirurgias de urgência; nós temos no Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires uma estrutura adequada para receber essas crianças e realizar o tratamento cirúrgico, fazendo da Paraíba uma referência nacional no programa e beneficiando os paraibanos com essa ação”, frisou.

A coordenadora da Rede Cuidar, Juliana Soares, destacou que o grande desafio da Caravana é reduzir as mortalidades materna e infantil. “Se a gente construir uma rede em que a baixa complexidade consegue tirar mulheres da emergência ou identificar mães e bebês em situação de risco e saber o que fazer em caráter emergencial, vamos conseguir diminuir cada vez mais esses números, e esse será o primeiro ano em que a Caravana vem 100% paraibana, oferecendo essa assistência efetiva para mães, bebês e cardiopatas”, falou.

O presidente do Conselho Regional de Medicina (CRM-PB), Roberto Magliano, parabenizou o Governo do Estado pela inciativa. “É uma ação positiva porque mostra que a gestão está preocupada com a saúde não só dos grandes municípios, mas também das pequenas cidades, e o CRM entende que a saúde materna, perinatal e do coração merece toda a atenção”, enfatizou.

Paraibana, a médica pediatra Carol Urquiza, que trabalha atualmente em São Paulo, vai atuar como voluntária da Caravana da Rede Cuidar este ano, e falou da expectativa para iniciar os trabalhos. “É um grande prazer voltar para a minha terra e utilizar o que aprendi para ajudar crianças que têm condições de receber tratamento. Muita coisa pode ser feita, inclusive, com orientação à família, resultando em qualidade de vida e numa infância feliz. Esperamos fazer um trabalho maravilhoso e que vai mudar a vida de muita gente, mas os maiores beneficiados somos nós que somos voluntários desse projeto tão bonito”, comentou.

Ao longo de cinco anos, a Caravana da Rede Cuidar já realizou 5.024 ecocardiogramas; 615 ultrassonografias fetais; 419 auscultas cardíacas digitais, além de exames de urina e de genética. Ainda oferece toda infraestrutura educativa, administrativa e de informática.

Os atendimentos oferecidos nesta edição serão a cardiologia pediátrica, atendimentos clínicos; ecocardiograma transtorácico, além de avaliações com equipe multiprofissional para ajudar no apoio ao diagnóstico e na adequação do plano de cuidado de cada paciente avaliado. As ações da obstetrícia e neonatologia serão direcionadas para a qualificação e implantação de kits emergenciais para o fortalecimento da implementação dos protocolos para estabilizar os pacientes até a chegada na Unidade de alta complexidade.

A deputada estadual Estela Bezerra e o deputado estadual licenciado e secretário de Estado da Articulação Política, João Gonçalves, prestigiaram o evento.

Novas Parcerias – Este ano, a Caravana contará com a parceria da equipe do Banco de Leite Humano e Hemocentro, que está mobilizando todos os Hemonúcleos para a doação de sangue e cadastro para a doação de medula óssea.

Qualificação de profissionais – Esta ação permite que profissionais de saúde dos mais diversos centros, que compõem a Rede Cuidar, sejam qualificados em cursos presenciais, nas diversas linhas de cuidado e que são oferecidos a todos os municípios de cada uma das macrorregiões de saúde.

Secom\PB

 

 

João Azevêdo anuncia alunos selecionados para o Gira Mundo 2019

O governador da Paraíba, João Azevêdo (PSB), no início da noite desta quarta-feira (3), usou seu perfil numa rede social para anunciar os alunos selecionados para o Gira Mundo.

Ao todo, 280 alunos do 2º ano do Ensino Médio irão participar de intercâmbio estudantil em países como a Argentina, o Canadá, o Chile, a Colômbia e a Espanha.

Os candidatos podem ter acesso à lista através do Portal da Cidadania, clicando na aba Relação Final da 3ª etapa do Gira Mundo 2019.

Os estudantes selecionados cursarão no país de destino o correspondente a um semestre letivo, com duração em torno de cinco meses, em escolas de nível médio, com data de embarque previsto para o segundo semestre 2019. Receberão bolsas de manutenção no valor total de R$ 4.500,00, além de seguro de saúde durante o período que estiver residindo no país de destino. A acomodação será em casa de família residente na localidade definida para o intercambista.

O Programa – Com início em 2016, o programa já contemplou 350 estudantes da rede pública sendo 150 para o Canadá, 75 para a Espanha, 50 para Portugal e 25 para a Argentina, um investimento de mais de R$ 11 milhões.

PB Agora

 

 

 

Bolsonaro anuncia datas de leilões de áreas portuárias e inclui Porto de Cabedelo

O presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), anunciou na manhã desta quinta-feira (21) por meio do seu perfil no Twitter as datas dos leilões de dez áreas portuárias no País, incluindo no Porto de Cabedelo, na Paraíba. Ele pretende arrecadar R$ 700 milhões com as privatizações.

“Nos dias 22 de março e 5 de abril serão leiloadas 10 áreas portuárias que trarão investimentos e empregos no setor e em sua capitalização. Os portos são em Vitória (ES), Cabedelo (PB), Vila do Conde e Miramar no (PA) e podem render neste momento inicial na ordem de R$ 700 milhões”, postou.

Bolsonaro afirma que, no Brasil, as concessões visam ao combate à corrupção e também têm como objetivo “mudar a economia”.

“Para tal, temos que tirar do Estado o que puder para ser administrado pelo setor privado”.

O presidente também postou o anúncio no perfil do Instagram:

paraiba.com.br

 

Governador anuncia novo secretário de Administração Penitenciária

O governador Ricardo Coutinho anunciou em sua conta pessoal no Twitter, os novos nomes na Secretaria de Administração Penitenciária. São eles, o Tenente-Coronel Sérgio Fonseca, para o cargo de Secretário e o Agente Penitenciário João Paulo Ferreira Barros, para o cargo de Secretário Executivo.

O anúncio ocorreu após o delegado Wagner Dorta ter se desligado do cargo. Foram três anos e quatro meses à frente da Secretaria.

“Quero agradecer aos guerreiros que estivem ao meu lado, porquanto, só pude exercer um bom papel, em virtude de possuir uma equipe competente e movida pelo mesmo espírito que me move, qual seja, trabalhar sempre em busca dos melhores resultados”, afirmou Dorta na sua carta-renúncia.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Meirelles anuncia renúncia do ministério da Fazenda para viabilizar candidatura à Presidência

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, decidiu renunciar ao cargo para se filiar ao MDB e tentar viabilizar sua candidatura para o Palácio do Planalto. Segundo informações do jornal Folha de São Paulo, o ministro bateu o martelo em conversa com o presidente Michel Temer na última sexta-feira (23).

Meirelles vai migrar para o partido de Temer mesmo sem a garantia de que será o nome da sigla ao Planalto. Na conversa com o presidente, de acordo com aliados, o ministro disse saber que não tem a preferência dentro do MDB para a candidatura, mas que quer tentar se viabilizar até a decisão final do inquilino do Palácio do Jaburu, em junho.

Caso a candidatura não decole, Meirelles também cogita fazer parte da chapa encabeçada por Temer como candidato a vice. Quem ecoa a tese de uma chapa puro sangue no MDB admite que hoje não há outro nome que queira compor com Temer e sua baixíssima popularidade, de 6%. Em entrevista à revista “IstoÉ”, neste fim de semana, o presidente reforçou sua disposição de concorrer em outubro para, segundo ele, defender o legado de seu governo.

Meirelles ainda indicou como possíveis nomes para sua sucessão os secretários da pasta Mansueto Almeida (Acompanhamento Fiscal) e Eduardo Guardia (Secretaria-Executiva). Guardia tem mais simpatia da equipe econômica e é o favorito para o cargo.

ClickPB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Governo anuncia R$ 406 milhões para escolas em tempo integral

O presidente Michel Temer e o ministro da Educação, Mendonça Filho, anunciaram hoje (17) a liberação de R$ 406 milhões para o Programa de Fomento às Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral. O recurso será destinado às 27 unidades da federação ao longo de 2018.

Do total liberado, cerca de R$ 173 milhões serão destinados para investimentos e R$ 233 milhões para custeio. De acordo com o Ministério da Educação, a liberação vai ampliar de 516 para 967 o número de escolas financiadas, o que representa um aumento de 87% de escolas atendidas em todo o país. Com a liberação de recursos de hoje, os valores totais destinados ao programa vão superar os R$ 700 milhões.

Segundo o Ministério da Educação, em 2017 foram apoiadas pelo programa 516 escolas com 148.760 mil matrículas. Para este ano, serão 967 escolas, com 284.728 matrículas. A meta do programa é alcançar a marca de 500 mil matrículas.

Na cerimônia do anúncio da liberação dos recursos, o presidente Michel Temer destacou a importância do ensino em tempo integral para alçar o Brasil ao século 21, seguindo o exemplo de países desenvolvidos que adotam esse modelo. Ele também rassaltou a função social do tempo integral. “Em um país carente como o nosso, muitas vezes se os mais pobres permanecem em tempo integral recebem um auxílio social, como a alimentação, muito eficiente”, disse.

O ministro Mendonça Filho citou as vantagens do ensino em tempo integral. “[As escolas em tempo integral] transformam fortemente a realidade em termos de taxa de evasão, abandono escolar e ao mesmo tempo consagra uma melhora na qualidade, que é um dos objetivos mais importantes pra que a gente mude a realidade educacional do país”, disse.

Adesão

Para aderir ao programa, as secretarias de Educação estaduais e do Distrito Federal devem apresentar um plano de implementação com itens como número mínimo de 60 matrículas em tempo integral por ano escolar e carga horária de nove horas diárias.

Precisam ainda oferecer infraestrutura mínima como biblioteca ou sala de leitura, salas de aula, quadra esportiva e vestiários com metragem mínima definida, além de cozinha e refeitório. Os recursos liberados pelo ministério podem ser investidos na melhoria dessa infraestrutura.

Programa

O Programa de Fomento às Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral foi lançado no âmbito das ações da reforma do ensino médio, em setembro de 2016, e tem o objetivo de financiar as redes estaduais de ensino na implantação do ensino integral. A proposta segue iniciativas bem-sucedidas de implantação do ensino integral em alguns estados, como Pernambuco, e atende aos objetivos do Plano Nacional de Educação (PNE).

Uma das metas do PNE é oferecer educação em tempo integral em, no mínimo, 50% das escolas públicas, de forma a atender, pelo menos, 25% dos alunos da educação básica.

Por Agência Brasil

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br