Arquivo da tag: animação

O que é depressão? Deixe que essa animação de 4 minutos esclareça o assunto

depressãodepressão é sim uma doença e tem afetado cada vez mais pessoas pelo mundo. Tem-se que, atualmente, a depressão afeta mais de 350 milhões de pessoas no mundo inteiro e que de acordo com projeções da Organização Mundial de Saúde, no ano de 2030 a depressão será a mais comum, entre todos os tipos de doenças.

Sendo assim, a Organização Mundial de Saúde (OMS) criou uma animação para mostrar de forma clara o que é a depressão, e como se livrar deste problema. Desta forma as pessoas que nunca sofreram desse mal podem entende-lo melhor.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

No vídeo, a depressão é tratada como um grande cão negro e mostra as possíveis consequências dessa doença na vida de uma pessoa. É só clicar no play abaixo e conferir essa esclarecedora e tocante história.

 

 

Acredito que todos nós conhecemos ou já ouvimos falar de alguém que sofreu desse mal.

Então se você quer passar essa história adiante, compartilhe com seus amigos e familiares clicando no botão abaixo. Todos nós devemos conhecer um pouco sobre essa doença que tem se tornado tão comum.

 

awebic

Políticos prestigiam Caminhos do Frio em Solânea e hoje é dia de Santana garantir a animação

festaA Rota Cultural Caminhos do Frio será animada, neste sábado (02), pelo cantor Santana, que promete esquentar o clima frio da cidade. Na noite dessa sexta-feira (01), a festa foi prestigiada por vários político. Ao lado do prefeito Beto do Brasil (PPS), compareceram à festa os candidatos a deputado estadual e federal, respectivamente, Ricardo Barbosa e Efraim Filho, além do ex-senador Efraim Morais.
Já ao lado do empresário Walter Júnior quem marcou presença foi o candidato a deputado estadual Raniery Paulinho, além de seu pai, o candidato a vice-governador Roberto Paulino, José Maranhão (candidato ao Senado) e Vital do Rêgo Filho (candidato a governador).

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Prefeitos e políticos locais, a exemplo dos prefeitos Douglas Lucena de Bananeiras, Melchior Batista (Chió) de Remígio acompanhado de seu irmão candidato a deputado Estadual Marenilson Batista, Luiz Carlos (Carlinhos) de Casserengue, da prefeita de Borborema Paula Maranhão, do vice-prefeito de Bananeiras Matheus Bezerra e seu pai, o empresário Adriano Bezerra, também estiveram na festa.
Neste sábado o Caminhos do Frio terá sucesso garantido com o cantor Santana, além de uma vasta programação, que vem sendo realizada desde a última segunda-feira (28). Santana fecha as atrações artísticas e a expectativa é de que a cidade receba um grande público.
Segundo o prefeito Beto do Brasil, o evento está superando suas próprias expectativas e o sucesso da festa pode ser visto no rosto do povo solanense.
“Nossa cidade sempre foi muito questionada por não fazer parte desse roteiro que é um sucesso na região, mas como tudo tem sua hora acredito que este foi o melhor momento para entrarmos. E hoje poder ver que Solânea está fazendo jus à grandeza do evento e que a partir de agora todos estão vendo que nossa cidade tem sim cultura”, ressaltou Beto.
Programação deste sábado
SÁBADO – 02/08/2014
IGREJA MATRIZ
19h30min – Missa com o Coral Sinfônico do Maestro João Eduardo;
PRAÇA 26 DE NOVEMBRO
15h00min – Atividades Culturais – Com os Grupos Culturais do Município.
16h30min – Espetáculo Circense, Caminhão de Palhaços – Da Família Los Iranzi;
20h00min – Café Cultural e Sebo Literário;
20h00min – Exposição de Artesanato;
20h30minh – Retreta com a Banda 26 de Novembro;
21h00minh – Sarau da Cultura: memorial de fé;
22h00minh – Show com Banda Quinteto Chic;
23h00min – Show com Santana – O Cantador.
Redação/Focando a Notícia

A Cia Artística Fascinart de Solânea realiza 1ª assembleia e 2014 promete muitas novidades

uma-historia-de-amor-e-furiaEnquanto os olhos dos cinéfilos brasileiros se voltavam para a campanha de O Som ao Redor, de Kléber Mendonça Filho, agora fora da corrida por uma vaga entre os cinco finalistas ao Oscar de melhor filme estrangeiro, outro longa nacional corria por fora, amealhando críticas positivas na imprensa americana e ampliando suas chances de quebrar um tabu histórico na maior premiação do cinema mundial. Em 16 de janeiro, quando as indicações da Academia de Hollywood forem anunciadas, Uma História de Amor e Fúria, de Luiz Bolognesi, pode tornar-se o primeiro desenho animado do país a competir pela estatueta de melhor longa de animação.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook
A afirmação não se baseia em patriotismos. A animação de Bolognesi, mais conhecido pelos roteiros de Bicho de Sete Cabeças (2001) e Chega de Saudade(2007), ambos dirigidos por sua mulher, Laís Bodanzky, está na lista dos 19 semifinalistas da categoria divulgada pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas no início de novembro – já deu, portanto, um passo além de O Som ao Redor, que não ficou entre os 19 escolhidos.

A inclusão nesta lista exclusivíssima que nunca recebeu uma produção totalmente brasileira – não vamos esquecer que Rio (2011), apesar de dirigido pelo carioca Carlos Saldanha, é uma superprodução americana – já é um feito comparável ao da chegada de Gustavo Kuerten às semifinais de Roland Garros. Afinal, o Brasil não tem tradição alguma na animação (assim como no tênis) e as poucas produções do gênero no país costumam aparecer e sumir do mapa sem que o público tome nota (assim como as revelações do esporte de Kuerten).

Mas o desenho, que tomou nove anos da vida de Bolognesi, ganhou forma em três cidades diferentes (Águas de Lindoia, Santos e São Paulo) devido à contenção de custos (o orçamento, baixo para uma animação de qualidade, girou em torno de 4,5 milhões de reais) e empregou cerca de 30 jovens animadores, pode chegar longe. No fim de novembro, Rio 2096: A Story of Love and Fury estreou em um cinema de Los Angeles para que, de acordo com as regras do Oscar, se tornasse elegível à premiação. O título internacional espertamente destaca o seu lado ficção científica, caro aos americanos, indicando um Rio de Janeiro futurista que, como os cenários de muitas sagas distópicas hoje em alta, vive dias sombrios. A cidade é dominada por um político corrupto e evangélico e por uma corporação cruel chamada Aquabrás.

O site da revista The Hollywood Reporter adverte que as legendas podem confundir os não-familiarizados com a história do Brasil, já que o filme persegue uma história de amor de um casal de índios (vozes de Selton Mello e Camila Pitanga) por seis séculos e diversas revoluções do país, mas ressalta que a animação é “excelente” e que há “sofisticação nos temas e na execução”. “É um raro exemplo de um desenho feito para avançar nas ideias políticas”, conclui o texto de uma das mais importantes publicações dos Estados Unidos.


A site da revista Variety, bíblia do mercado cinematográfico americano, acredita que a animação brasileira pode surpreender no Oscar e a coloca como forte concorrente ao lado deThe Wind Rises, de Hayao Miyazaki, ganhador da estatueta em 2003 por A Viagem de Chihiro. A revista ressalta a queda criativa da Pixar, que tem Aviões eUniversidade Monstrosna disputa, nenhum dos dois com a recepção favorável de longas como Up: Altas Aventuras(2009) e Toy Story 3 (2010), com que a Pixar, ao lado da Disney, fez história.

O portal Examiner foi ainda mais elogioso. “Saia da frente, Pocahontas“, escreveu a crítica Jana Monji, dando quatro estrelas ao filme brasileiro e comparando-o à história da indígena americana que casou com um colonizador inglês e virou desenho em 1995. “A Disney pode ter feito a sua história com animais bonitinhos e tê-la transformado em uma trama politicamente incorreta, mas Uma História de Amor e Fúria tem um olhar decididamente nativo: sangrento e, geralmente, triste.”

“Desde que a lista do Oscar foi anunciada, estamos cada dia mais fortes, principalmente por causa das críticas dos americanos, todas muito elogiosas”, comemora Bolognesi, que não recebeu nenhuma ajuda do Ministério da Cultura para promover a animação junto aos membros da Academia de Hollywood e teve a divulgação bancada pela Buriti Filmes em parceria com a produtora Gullane. “A Ancine deu 300 000 reais (na verdade, foram 284 000 reais) para O Som ao Redor, mas nós não tivemos nada. Deveríamos fazer sessões com debates, mas só conseguimos uma pequena assessora para nos ajudar em Hollywood.”

A ausência do apoio – o MinC só prevê o prêmio para o representante nacional ao Oscar de filme estrangeiro – é ainda mais marcante porque Uma História de Amor e Fúria conquistou o troféu de melhor filme do Festival de Annecy, em junho passado. Apesar de não ser tão famoso quanto Cannes ou Veneza, o evento francês, exclusivo para animações, é considerado o Oscar do gênero – nos últimos quatro anos, dois de seus vencedores, Coraline e o Mundo Secreto (2009) e O Fantástico Sr. Raposo (2010), foram indicados à estatueta americana.

“Nosso grande trunfo é a vitória em Annecy, que serve de termômetro para o Oscar. Existe um grande culto ao cinema francês entre os cinéfilos americanos, então, ter o reconhecimento do festival de animação mais importante do mundo nos transforma naquele cavalo que corre por fora, mas não baixa a cabeça”, brinca o cineasta, que já teve o desenho premiado na Argentina, Armênia, Japão e China. “Não éramos nada antes do evento, agora temos 5% de chances de concorrer ao Oscar.”

O reconhecimento internacional vem compensar o fracasso da animação nos cinemas brasileiros. Lançada em abril em 65 salas, Uma História de Amor e Fúria foi bem recebida pela crítica, mas naufragou nas bilheterias, acumulando apenas 30 000 espectadores. “Esperava algo em torno de 50 000 pagantes. Admito que entrei em depressão com esses números”, diz Bolognesi. “Mas o mal-estar acabou dois meses depois, quando ganhamos Annecy. Hoje, depois de percorrer tantos festivais, ter o filme lançado em DVD e contrato de exibição assinado com a HBO, já batemos os 100 000 espectadores, 70% deles fora do Brasil.”

Se a animação ficar entre os cinco (ou menos) finalistas do Oscar 2014, Bolognesi acredita que a visibilidade aumentará no Brasil, mas não vê possibilidade de outro lançamento no cinema. “Já está bombando entre os pirateiros”, conta.

Considerando que umas das tramas de Uma História de Amor e Fúria é sobre um traficante transformado em herói, nada mais coerente que essa força underground do filme. “Senti falta da nossa intelectualidade discutindo o longa, reverenciado em outros países como um desenho de resistência”, dispara Luiz Bolognesi. “Ainda somos ignorantes em relação a animação.”

Veja

Solânea esta entre as cidades que receberão o Dia Internacional da Animação


Cartaz NacionalEm sua 10ª edição, o Dia Internacional da Animação é celebrado no Brasil com uma sessão simultânea e gratuita, de curtas-metragens de desenho animado nacionais e internacionais. No dia 28 de outubro, às 19h30, haverá exibições em mais de 230 cidades do país, a realização do evento é da Associação Brasileira de Cinema de Animação (ABCA). Este é o maior evento simultâneo do gênero no país, que tem como principal objetivo difundir o cinema de animação, atraindo novos públicos e proporcionando aos espectadores o acesso a essa arte cinematográfica, institucionalizando esta data, como referência histórica da animação mundial no calendário de eventos culturais do Brasil.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O evento também acontece em 30 países, como Bulgária, França, Estados Unidos, Portugal, Grécia, Polônia, Coréia do Sul, Austrália e Egito na forma de intercâmbio das mostras.

 

NA CIDADE DE SOLÂNEA ESTADO DA PARAÍBA:

 

Através do coordenador local, o gestor municipal de Cultura do município, Tiago Salvador, o projeto comtemplará cidade de Solânea. Com o apoio total da Prefeitura Municipal de Solânea através da Diretoria de Cultura, essa celebração acontecerá, como em todos os locais que alcança o projeto, no dia 28 de outubro de 2013, às 19h30 no Cine Teatro municipal de Solânea.

 

“Um momento extraordinário que vai desencadear ainda mais a nossa proposta que é a reafirmação do cinema em Solânea, um projeto belíssimo que conta com excelentes parceiros, só tenho a agradecer aos realizadores pela oportunidade de apresentarmos essa raridade em nosso Município, esplendido o projeto.” Comentou o diretor de cultura a respeito do projeto.

 

Quando: Dia 28 de outubro de 2013;

Onde: Cine Teatro Municipal de Solânea;

Horário: às 19h30.

 

 

Assessoria

Noite do Vermelho e Branco em Solânea foi sucesso de público e de animação

CarnavalSolânea  PB – No carnaval Vermelho e Branco realizada no Grêmio Morenense ontem sábado dia (2), as 22:h em Solânea no Brejo paraibano foi sucesso de público e de animação. Os foliões que compareceram ao baile, mostraram muita animação e bom humor na escolha das fantasias. Marca registrada do Carnaval solanense, o Grêmio Morenense comemorou mais um aniversaria 89 anos do Clube, com a casa lotada.

O presidente do Clube, Helton Martins, falou com a equipe do Diário do Brejo e revelou a satisfação com a realização da festa carnavalesca  tradicional no munícipio neste ano  de 2013. “Está sendo sucesso o Vermelho e Branco, com todos se divertindo com muita tranquilidade e animação. Esperamos que esta seja mais uma noite consagrada de nosso carnaval Vermelho Branco”, disse.

E mais uma vez o a Orquestra de Frevo de Pilões e Lima JR, fizeram a festa . Alegria e muito frevo no pé o carnaval foi de noite adentro com o tradicional banho na cascata da Praça 26 de Novembro no centro de Solânea. É como muitos gostam de completa a folia na noite do Vermelho e Branco.

 

diairodobrejo.com