Arquivo da tag: América-MG

Cruzeiro supera o América-MG e chega a mais uma final

O Cruzeiro é o primeiro finalista do Mineiro 2019. A equipe celeste venceu novamente o América-MG, desta vez por 3 a 0, gols de Léo e Fred, ainda no primeiro tempo, e Rafinha, no fim da partida, e manteve acesa as chances de ser bicampeão estadual, após vencer o título em 2018.

O time do técnico Mano Menezes resolveu a partida ainda na etapa inicial quando imprimiu um ritmo forte, conseguindo seus gols entre os minutos 14 e 19, e só concluiu a classificação no fim da partida, O América teria de fazer quatro gols de diferença para conseguir a vaga, ou seja, uma goleada por 6 a 2. O time americano não conseguiu se infiltrar na defesa celeste e investiu muito em chutes de fora da área, mas com pouca efetividade.

No segundo tempo, o Cruzeiro apenas administrou o jogo, reduziu o ritmo e mesmo assim, o América-MG não teve forças para superar a zaga cruzeirense. A eliminação do Coelho deixará a equipe em longa inatividade, pois fora da Copa do Brasil, o time americano só voltará oficialmente a campo no dia 26 de abril, contra o Operário-PR, pela Série B do Brasileiro.

Já o Cruzeiro tem mais um compromisso antes de lutar pelo bicampeonato Mineiro. Quarta-feira, 10 de abril, contra o Huracán-ARG, às 19h15, pela quarta rodada do Grupo B da Libertadores.

O primeiro jogo da final do Campeonato Mineiro 2019 será no dia 14 de abril,próximo domingo, quando o Cruzeiro jogará contra Atlético-MG, ou Boa Esporte, que se enfrentam neste domingo, 7 de abril, e vão decidir quem será o segundo finalista. O jogo de volta da finalíssima será no dia 21 de abril.

FICHA TÉCNICA

CRUZEIRO 3 x 0 AMÉRICA-MG
Estádio: Estádio Mineirão- Belo Horizonte(MG)
Data-hora: 6 de abril de 2019, às 19h
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (FIFA-RS)
Assistentes: Bruno Boschila e Felipe Alan da Costa
Gols: Léo, aos 15′-1ºT(1-0), Fred, aos 19′-1ºT(2-0), Rafinha, aos 40′-2ºT(3-0)
Cartões Amarelos: Felipe Azevedo, Zé Ricardo(AME)
Cartões Vermelhos:-
Público e Renda: não divulgados

CRUZEIRO: Fábio; Edilson, Dedé, Léo e Egídio; Lucas Silva(Ariel Cabral, aos 36′-2ºT) e Lucas Romero; Rafinha, Robinho,Rodriguinho(Jadson, aos 30′-2ºT) e Fred(Raniel, aos 13″-2ºT).Técnico: Mano Menezes.

AMÉRICA-MG: Fernando Leal; Leandro Silva, Diego Jussani, Paulão e João Paulo; Zé Ricardo, Christian e Matheusinho; Marcelo Toscano(Neto Berola, aos 25′-2ºT), Felipe Azevedo(França, aos 34′-2ºT) e Júnior Viçosa(Diego Jussani, aos 24′-2ºT). Técnico: Givanildo Oliveira

 

Lance

 

 

Com três de Fred, Cruzeiro bate América-MG

O Cruzeiro encaminhou uma vaga na final do Campeonato Mineiro na tarde deste domingo. Jogando na Arena Independência, o time dirigido por Mano Menezes venceu o América-MG por 3 a 2, com três gols do veterano Fred, pelo jogo de ida das semifinais da competição.

Com o resultado, o Cruzeiro avança à decisão do Mineiro até mesmo com uma derrota simples no jogo de volta, marcado para o próximo sábado, às 19 horas (de Brasília), no Mineirão. O América-MG, por sua vez, precisa de uma vitória por dois ou mais gols de diferença para seguir sonhando com a taça.

Antes, porém, o Cruzeiro tem um compromisso pela Copa Libertadores. Na próxima quarta-feira, às 21h30, a equipe mineira visita o equatoriano Emelec, pela terceira rodada da fase de grupos do torneio continental.

 Fred, do Cruzeiro, comemora após marcar gol em partida contra o América Mineiro, válida pelas semifinais do Campeonato Mineiro 2019, no estádio Independência, em Belo Horizonte, neste domingo (31).
Fred, do Cruzeiro, comemora após marcar gol em partida contra o América Mineiro, válida pelas semifinais do Campeonato Mineiro 2019, no estádio Independência, em Belo Horizonte, neste domingo (31).

Foto: ANTILDES BICALHO/PHOTOPRESS / Estadão Conteúdo

O Jogo – O Cruzeiro começou ligeiramente melhor, mas foi o América-MG quem criou a primeira chance de gol. Aos 11 minutos, o volante Christian recebeu na intermediária e soltou a bomba. A bola passou raspando o poste direito de Fábio, que ficou parado olhando.

Dedé, do Cruzeiro, em partida contra o América Mineiro, válida pelas semifinais do Campeonato Mineiro 2019, no estádio Independência, em Belo Horizonte, neste domingo (31).
Dedé, do Cruzeiro, em partida contra o América Mineiro, válida pelas semifinais do Campeonato Mineiro 2019, no estádio Independência, em Belo Horizonte, neste domingo (31).

Foto: FáBIO BARROS/AGÊNCIA F8 / Estadão Conteúdo

Pouco depois, no entanto, o time visitante abriu o placar. Aos 17 minutos, após grande passe de Rafinha, Egídio foi à linha de fundo e cruzou na medida para Fred marcar de cabeça.

O Coelho quase empatou de forma imediata. Dois minutos depois do gol do Cruzeiro, Marcelo Toscano arriscou de longe e viu a bola desviar em Dedé no meio do caminho. Mas Fábio, atento, fez a defesa.

Em uma falha da defesa do América, o Cruzeiro ampliou sua vantagem no início da etapa complementar. Após Zé Ricardo errar na saída de bola, Robinho rolou para Fred empurrar para as redes de Fernando Leal.

Fred, do Cruzeiro, comemora após marcar gol em partida contra o América Mineiro, válida pelas semifinais do Campeonato Mineiro 2019, no estádio Independência, em Belo Horizonte, neste domingo (31).
Fred, do Cruzeiro, comemora após marcar gol em partida contra o América Mineiro, válida pelas semifinais do Campeonato Mineiro 2019, no estádio Independência, em Belo Horizonte, neste domingo (31).

Foto: ANTILDES BICALHO/PHOTOPRESS / Estadão Conteúdo

O Coelho, porém, reagiu logo em seguida. Aos 11 minutos, após cobrança de escanteio pela esquerda, Diego Jussani superou a marcação de Egídio para testar firme e diminuir a desvantagem. Mas a tarde era de Fred.

O centroavante voltou a balançar as redes aos 25 minutos. Marquinhos Gabriel recebeu lançamento de Dedé e cruzou rasteiro para o veterano, livre de marcação, anotar seu terceiro gol no jogo. O América ainda voltou a descontar aos 38, quando Jonatas Belusso desviou cobrança de falta de João Paulo.

Diego Jussani, do América Mineiro, comemora o seu gol em partida contra o Cruzeiro, válida pelas semifinais do Campeonato Mineiro 2019, no estádio Independência, em Belo Horizonte, neste domingo (31).
Diego Jussani, do América Mineiro, comemora o seu gol em partida contra o Cruzeiro, válida pelas semifinais do Campeonato Mineiro 2019, no estádio Independência, em Belo Horizonte, neste domingo (31).

Foto: GIAZI CAVALCANTE/CÓDIGO19 / Estadão Conteúdo

FICHA TÉCNICA

AMÉRICA-MG 2 X 3 CRUZEIRO

Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)

Data: 31 de março de 2019, Domingo

Horário: 20 horas (de Brasília)

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique

Assistentes: Bruno Boschilia e Felipe Alan Costa de Oliveira.

Cartão Amarelo: Carlos França (América-MG); Robinho, Egídio e Orejuela (Cruzeiro)

Cartão Vermelho: –

Gols:

AMÉRICA-MG: Diego Jussani, aos 11 minutos do 2º tempo

CRUZEIRO: Fred, aos 17 minutos do 1º tempo, e aos 6, e aos 25 minutos do 2º tempo

AMÉRICA-MG: Fernando Leal; Ronaldo, Paulão, Diego Jussani e João Paulo; Zé Ricardo, Christian e Matheusinho (Carlos França); Felipe Azevedo (Neto Berola), Júnior Viçosa e Marcelo Toscano (Jonatas Belusso)

Técnico: Givanildo Oliveira

CRUZEIRO: Fábio; Orejuela, Léo, Dedé e Egídio; Henrique, Lucas Romero, Robinho, Marquinhos Gabriel (Jadson) e Rafinha (Vinícius Popó); Fred (Sassá)

Técnico: Mano Menezes.

Gazeta Esportiva

 

Fred marca três vezes na goleada do líder Atlético-MG sobre o América-MG

atleticoPassadas quatro rodadas da edição 2017 do Campeonato Mineiro, apenas o Atlético-MG segue com 100% de aproveitamento na competição. Na quarta rodada a equipe treinada por Roger Machado venceu o clássico com o América-MG, por 4 a 1. Fred fez três e ainda deu a assistência para o gol de Maicosuel. Hugo Almeida descontou para o rival.

Com os gols no clássico, Fred chegou a cinco no Campeonato Mineiro e se isola na artilharia da competição. A partida com o América-MG marcou também o retorno de Robinho aos gramados. Após desfalcar o time por cinco partidas, entre Estadual e Primeira Liga, o atacante entrou durante o segundo tempo fez sua estreia na temporada 2017.

Fred marca três vezes e leva a bola do jogo para casa

“Fazer gols no clube que já joguei é especial”, declarou Fred dois dias antes do clássico com o América-MG. E o centroavante do Atlético-MG viveu essa situação três vezes neste domingo. O camisa 9 marcou os três primeiros gols do Atlético no clássico com o América-MG. Como promoção divulgada pela Federação Mineira de Futebol, Fred vai levar a bola do jogo para casa. O atacante atleticano é o artilheiro do Estadual com cinco gols. Na goleada sobre o América, Fred ainda teve tempo de dar uma assistência.

Robinho entra no segundo tempo e tem participação discreta

Aos 21 minutos da etapa final o técnico Roger Machado colocou Robinho em campo, no lugar de Cazares. Desfalque nos primeiros jogos do ano, por causa de uma lesão na costela, Robinho fez sua estreia na temporada 2017 pelo Atlético. No entanto, o camisa 7 teve participação discreta nos minutos que ficou em campo. É verdade que sofreu algumas faltas, mas errou passes e não conseguiu puxar os contra-ataques. Robinho apareceu bem já no final da partida, quando deu o passe para Fred fazer o terceiro dele no clássico.

Camisa sem listras nas costas faz Atlético jogar de branco

Por ser o mandante no clássico com o América-MG, o Atlético poderia jogar com a camisa tradicional, preta e branca. No entanto, o modelo provisório, utilizado nos primeiros meses de 2017 não tem listras nas costas. Para evitar confusão com o América jogando de branco, ficou decidido que o Atlético jogaria com a camisa branca e o América com a preta e verde.

Domingo de aquecimento para o Carnaval e com muitas crianças

A quantidade de crianças no Mineirão impressionou. E por uma simples razão. Como cortesia para o sócio, o Atlético liberou um acompanhante de até sete anos de idade. Muitos pais aproveitaram o domingo de sol em Belo Horizonte para levar os filhos no estádio. Fez que começou para a torcida alvinegra bem antes de a bola rolar. Em uma ação do clube para os sócios, um aquecimento para o Carnaval aconteceu na esplanada do Mineirão, com a lata de cerveja sendo vendida por R$ 2 para o sócio da modalidade preta e por R$ 4 para o sócio da modalidade prata.

Cazares tenta repetir golaço da final da Copa do Brasil

O Atlético não foi campeão da Copa do Brasil no passado, acabou derrotado pelo Grêmio. Na partida final, em Porto Alegre, o empate em 1 a 1 ficou marcado pelo golaço de Cazares, que percebeu o goleiro Marcelo Grohe adiantado e chutou ainda do campo de defesa. E o camisa 10 do Atlético tentou repetir o golaço neste domingo, contra o América-MG. Aos 31 minutos do primeiro tempo Cazares percebeu João Ricardo adiantado e arriscou, mas dessa vez não acertou o rumo da meta.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG 4 X 1 AMÉRICA-MG

Data: 19/02/2017 (domingo)
Horário: 17h (de Brasília)
Motivo: 4ª rodada do Campeonato Mineiro
Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Público: 29.458 presentes
Renda: R$ 507.715,00
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (FIFA/MG)
Assistentes: Marconi Helbert Vieira e Felipe Alan Costa de Oliveira (ambos MG)
Cartões amarelos: Danilo (CAM) Juninho e Rafael Lima (AFC)
Gols: Fred aos 26 do primeiro tempo; Fred aos 11, Hugo Almeida aos 14 minutos, Fred aos 43 e Maicosuel aos 46 do segundo tempo

ATLÉTICO-MG
Giovanni, Marcos Rocha, Leonardo Silva, Gabriel e Fábio Santos; Rafael Carioca, Elias, Danilo (Maicosuel, aos 21 do 2º), Otero (Yago, aos 37 do 2º) e Cazares (Robinho, aos 21 do 2º); Fred.
Treinador: Roger Machado.

AMÉRICA-MG
João Ricardo, Auro, Rafael Lima, Messias e Pará; Gustavo Blanco (Rubão, aos 36 do 2º), Juninho, Ernandes, Renan Oliveira e Gérson Magrão (Marion, aos 22 do 2º); Hugo Almeida
Treinador: Enderson Moreira.

Uol

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Flamengo vence, rebaixa América-MG e agora ‘seca’ concorrentes

flamengoO Flamengo atuou mal, mas voltou a vencer nesta quarta-feira (16) após quatro jogos de jejum e reassumiu a vice-liderança provisória do Campeonato Brasileiro. O 1 a 0 – gol de Everton – sobre o América-MG, no Mineirão, levou o Rubro-negro aos 66 pontos e rebaixou matematicamente a equipe mineira, lanterna da competição com 27 pontos.

Os cariocas agora torcem contra Palmeiras e Santos no complemento da rodada. O Alviverde enfrenta o Atlético-MG, quinta-feira (17), no Independência. Já o Santos recebe o Vitória, às 19h30, na Vila Belmiro. Um empate do Alvinegro garante a manutenção do Flamengo na 2ª colocação.

Na próxima rodada, o Rubro-negro recebe o Coritiba, domingo (20), às 19h30, no Maracanã. O América-MG cumpre tabela e joga fora de casa contra o Grêmio no mesmo dia, às 17h, em Porto Alegre.

Flamengo pouco inspirado, mas suficiente para abrir vantagem

Os cariocas deixaram a desejar na primeira etapa. Pouco inspirado, o Flamengo teve dificuldades para ameaçar o gol de um América-MG que apostou nos contra-ataques e por pouco não saiu na frente. Mas coube ao meia Everton, de volta ao time após quatro jogos de ausência, abrir o placar e fazer o Rubro-negro respirar. Aos 32min, ele aproveitou o cruzamento de Jorge e cabeceou. A bola ainda desviou em Jonas e tirou as chances do goleiro João Ricardo.

O segundo tempo expôs um Rubro-negro igualmente sem inspiração e um América-MG abatido. A impressão era a de que os dois times não produziriam mais nada de relevante. O que se confirmou ao apito final de um confronto morno logo em uma reta decisiva de Campeonato Brasileiro.

Paulo Victor salva o Flamengo no fim

O Flamengo teve uma performance ruim e foi salvo com uma bela defesa de Paulo Victor em cabeceio de Michael. O goleiro impediu o tento do América-Mg de mão trocada. O empate seria fatal para as pretensões do Rubro-negro.

Mineirão é Rubro-negro!

Mandante da partida, o América-MG optou por levar o jogo contra o Flamengo para o Mineirão na expectativa de lucrar com a presença da torcida rubro-negra. O público poderia até ter sido maior, mas os flamenguistas tomaram pelo menos 75% da parte do estádio que foi aberta e reforçaram os cofres dos mineiros. Restou o consolo na noite que decretou o rebaixamento do América-MG.

AMÉRICA-MG 0 X 1 FLAMENGO

Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Raphael Claus (SP)
Auxiliares: Rogério Pablo Zanardo (SP) e Danilo Ricardo Simon (SP)
Cartão amarelo: Michael (América-MG)
Gol: Everton, aos 32min do primeiro tempo

América-MG
João Ricardo; Jonas, Alison, Messias e Ernandes; Juninho, Leandro Guerreiro (Xavier), Danilo Barcelos (Nilson)e Tony; Nixon (Sávio) e Michael
Técnico: Ederson Moreira

Flamengo
Paulo Victor; Pará, Juan, Donatti e Jorge; Márcio Araújo, Willian Arão e Diego (Cuéllar); Everton (Gabriel), Fernandinho (Thiago Santos) e Leandro Damião
Técnico: Zé Ricardo

Uol

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Palmeiras bate América-MG sem correr riscos e mantém vantagem na ponta

palmeirasO Palmeiras teve um começo avassalador, abriu o placar logo aos 2 minutos e deu a impressão que iria golear o lanterna América-MG. A opção do time paulista, no entanto, foi não assumir riscos e garantir os três pontos na tarde deste domingo (9), em Londrina. Os gols foram marcados por Tchê Tchê, que ainda não havia feito gol no Brasileirão, e Alecsandro, que volta a marcar após mais de três meses de jejum que incluem até uma suspensão por doping que se revelou errado.

Durante boa parte do jogo, os palmeirenses “tiraram o pé”, controlaram o jogo e optaram por não se desgastar em busca de uma vantagem maior. Na metade final do segundo tempo, inclusive, os zagueiros deixaram até de subir em algumas jogadas de bola parada. Cuca percebeu a situação e promoveu mudanças para que manter a segurança.

A equipe paulista agora chega ao 12º jogo consecutivo sem ser derrotado, com 60 pontos e a liderança. O vice-líder, o Flamengo, chegou aos 57 após vencer o Santa Cruz no Pacaembu. Os mineiros, por sua vez, seguem na lanterna com 21 pontos, 13 a menos que o Sport, primeiro time fora da zona de rebaixamento.

Depois de vencer, o Palmeiras volta a São Paulo e se prepara durante a semana para enfrentar o Cruzeiro. O jogo está marcado para quinta-feira (13), às 19h30, em Araraquara, no interior do Estado. Já o América-MG segue seu calvário contra a queda no mesmo dia e horário, contra o Atlético-MG, o Mineirão.

Tchê Tchê desencanta

O Palmeiras teve um início arrasador e, com três minutos, conseguiu criar duas chances claras de gol de forma consecutiva. Roger Guedes foi lançado dentro da área, deu belo domínio e ficou cara a cara com João Ricardo. No chute, o goleiro do América-MG levou a melhor. Segundos depois, no entanto, ele seria vencido.

Na cobrança de escanteio, a bola sobrou na entrada da área para Tchê Tchê. O meio-campista disparou belo chute e fez o primeiro gol dele com a camisa alviverde no Brasileirão.

Palmeiras para nos passes errados

Depois de abrir 1 a 0 e sufocar o América-MG no início do jogo, a equipe paulista diminuiu o ritmo e abusou dos erros de passe: foram 18 no primeiro tempo. Por isso, teve apenas uma chance clara de gol após abrir o placar, com Erik. Aos 13 minutos, ele recebeu belo passe de Dudu após tabela e errou na finalização. Os mineiros, por sua vez, não colocaram Jaílson para trabalhar.

Zagueiro sai chorando

No segundo tempo, o América-MG precisou substituir Roger, seu zagueiro. Em uma pancada, o atleta provavelmente quebrou o nariz e foi substituído a pedido médico por precaução. Ao precisar deixar o jogo, ele caiu no choro.

Palmeiras tira o pé do acelerador

Assim como aconteceu depois de abrir o placar no primeiro, o Palmeiras preferiu não se arriscar de jeito algum no segundo tempo. A equipe optou por trocar passes e só avançar na segurança. Por vezes, a marcação, que normalmente é alta e começa na saída de bola, estava posicionada apenas atrás do meio-campo. A tranquilidade em ver o adversário trocar a bola, aliás, gerou certa irritação dos palmeirenses em Londrina. Como mostrou a transmissão da TV Globo, Cuca ordenou até que seus zagueiros parassem de subir em algumas jogadas de bola aérea no fim do segundo tempo.

Alecsandro volta a marcar após três meses

Alecsandro pensou até em encerrar a carreira após cair em um exame de doping por anabolizantes. A punição veio em agosto e, ainda no mês passado, o atacante conseguiu provar sua inocência e teve a volta aos gramados liberado. Aos 42 minutos, ele recebeu bola pela direita e chutou travado com os zagueiros. A bola entrou e sacramentou a vitória alviverde.

Estádio virou alviverde

Como era de se esperar, o Estádio em Londrina foi completamente dominado por palmeirenses. O mando era do América-MG, que optou pro vender a partida para a cidade paranaense. Além disso, a presença dos palmeirenses não era esperada no primeiro momento por causa da suspensão imposta pelo STJD, que previa alguns jogos sem torcida visitante como punição à briga entre organizadas do Flamengo. Como o próprio mandante optou por comercializar entradas para os palmeirenses, a proibição foi deixada de lado.

FICHA TÉCNICA
AMÉRICA-MG 0 x 2 PALMEIRAS

Local: Estádio do Café, em Londrina (PR)
Data: 9 de outubro de 2016 (domingo)
Horário: 17h (de Brasília)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhaes (RJ)
Assistentes: Luiz Claudio Regazone e Dibert Pedrosa Moises (ambos do RJ)
Cartões amarelos: Roger e Gilson (AMG); Roger Guedes (PAL)
Cartão vermelho: Fernando Leal (AMG)
Gols: Tchê Tchê, aos 2 minutos do 1º tempo; Alecsandro, aos 42 min do 2º tempo

AMÉRICA-MG: João Ricardo; Pablo, Roger (Messias), Éder Lima e Gilson; Leandro Guerreiro, Juninho, Ernandes (Danilo Barcelos) e Tony; Matheusinho (Osman) e Michael.
Técnico: Enderson Moreira.

PALMEIRAS: Jailson; Jean, Edu Dracena, Vitor Hugo e Egídio; Zé Roberto, Tchê Tchê e Moisés (Cleiton Xavier); Dudu (Rafael Marques), Róger Guedes e Erik (Alecsandro).
Técnico: Cuca.

Uol

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Botafogo joga mal e perde para o lanterna América-MG sob chuva e com apagão

americaA chuva fez todo mundo escorregar e cair no Horto, mas o América-MG ainda conseguiu se dar bem com vitória por 1 a 0 sobre o Botafogo. O único gol foi marcado por Jonas, que aproveitou cruzamento de Ernandes para balançar a rede. A partida na Arena Independência foi prejudicada pelas condições climáticas e pelo apagão que deixou o estádio e região no escuro por 13 minutos.

O resultado mantém o Alvinegro na nona posição da Série A do Campeonato Brasileiro com 38 pontos. O Coelho, por sua vez, ainda amarga a lanterna isolada, mas alcançou a marca dos 21 e agora se aproxima do Santa Cruz, penúltimo colocado com 23 e um jogo a menos.

O Botafogo terá um desafio importante no próximo sábado em embate contra o Corinthians, quinto colocado na tabela. A partida será disputada a partir das 16h30 (de Brasília) no Estádio Luso-Brasileiro. O América-MG visita o Coritiba na segunda-feira (03), no Couto Pereira.

Início sonolento pelo alto

O palco do confronto pode até ser conhecido como caldeirão, mas o calor passou longe do gramado no início do jogo. Mostrando limitação em seus setores de criação, as duas equipes apostaram muito em longos lançamentos pelo alto e viram os zagueiros afastarem o perigo repetidas vezes. Na melhor oportunidade do primeiro tempo, Neilton tentou jogada individual pela esquerda e finalizou fraco de fora da área, facilitando a defesa de Fernando Leal.

Caiu no Horto… Escorregou!

A chuva em Belo Horizonte não deu trégua ao primeiro tempo. A drenagem da Arena Independência fez o que pôde, mas a intensidade da água deixou o campo encharcado para duas equipes que já pareciam não ter interesse em colocar a bola no chão. O que se viu foi uma longa sequência de erros e escorregões, como as quedas de Emerson ao mandar um balão para o ataque e de Neilton ao tentar o domínio. Afastando a mesma jogada, Ernandes também foi à grama.

Apagou, mas melhorou

Se o ritmo de jogo já não era muito aceso desde o início, tudo piorou aos 29 minutos do primeiro tempo, quando houve queda de energia no estádio e nos bairros mais próximos ao Horto. O auxiliar Emerson Augusto de Carvalho chegou a admitir a possibilidade de remarcarem a partida para o domingo, mas os refletores voltaram a funcionar 13 minutos depois. Como os males que vêm para bem, a paralisação fez bem ao jogo: enquanto o América-MG chegou ao ataque com Matheusinho e Leandro Guerreiro, o Botafogo alega que a bola teria cruzado a linha do gol após cruzamento de Emerson aos 31. A torcida reclamou, mas a arbitragem negou o tento. A luz falhou mais uma vez aos 40, mas Luiz Flavio de Oliveira não voltou a parar o duelo.

Chapéu e casaco

O Botafogo não produzia com eficiência no ataque, mas Airton garantiu um lance de plasticidade aos 40 minutos do primeiro tempo. Tentando desafogar o jogo ainda muito restrito ao meio-campo, o volante aplicou um chapéu seguido de toque de trivela. Lance bonito, embora pouco produtivo.

Chamou a torcida

A frieza do jogo resultava em frieza nas cadeiras da Arena Independência. O problema foi levemente resolvido aos oito minutos do segundo tempo, quando o garoto Matheusinho, de 18 anos, aplicou um belo drible sobre o zagueiro Emerson Silva e, empolgado com a reação da torcida, arriscou um chute forte e exigiu intervenção de Joel Carli.

Placar poderia ter sido mais largo 

A redenção para o América-MG e para o próprio jogo veio aos 19 minutos do segundo tempo. Aproveitando bom cruzamento rasteiro de Ernandes no segundo pau, Jonas tocou com o pé direito para vencer Sidão e balançar a rede. O lance contou com falha defensiva de Neilton, que era o atleta do Botafogo mais perto do autor do gol. Curiosamente, o lateral do Coelho marcou três gols nos últimos quatro jogos: também ajudou o time contra Ponte Preta e Figueirense.

Ficou no quase

A arbitragem apontou quatro minutos de acréscimo na etapa final e renovou as esperanças do Botafogo, que disparou ao ataque como ainda não havia feito na partida. Em sequência de bolas rebatidas na área aos 47, Rodrigo Pimpão perdeu a chance de igualar o marcador após toque de Bruno Silva. Gervasio ainda cruzou para Canales, mas a marcação cortou. Nos segundos finais, o goleiro Sidão ainda tentou o cabeceio na área, mas não conseguiu o empate.

FICHA TÉCNICA
AMÉRICA-MG 1 X 0 BOTAFOGO

Data e hora: 24/09/2016, sábado, às 21h00 (de Brasília)
Local: Arena Independência, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (SP)
Auxiliares: Emerson Augusto de Carvalho e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (ambos de SP)
Cartões amarelos: Juninho e Leandro Guerreiro (América-MG); Joel Carli, Bruno Silva e Airton (Botafogo)
Gol: Jonas, aos 19 minutos do segundo tempo (América-MG)

AMÉRICA-MG: Fernando Leal; Jonas, Éder Lima, Roger e Bruno Teles; Ernandes, Leandro Guerreiro, Juninho e Danilo Barcelos (Tony); Matheusinho e Nixon (Michael)
Técnico: Enderson Moreira

BOTAFOGO: Sidão; Emerson Santos, Joel Carli, Emerson Silva, Diogo Barbosa; Airton, Bruno Silva, Dudu Cearense (Rodrigo Pimpão) e Camilo (Leandrinho); Canales e Neilton (Gervasio Núñez)
Técnico: Jair Ventura

Uol

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Fla deslancha no 2º tempo, bate América-MG e segue perseguição ao G-4

O Flamengo segue colado no G-4 do Campeonato Brasileiro. O Rubro-negro fechou a 16ª rodada com uma vitória por 2 a 1 sobre o América-MG nesta segunda-feira (25). Os gols de Guerrero e Alan Patrick – Juninho descontou – saíram apenas na segunda etapa, quando os cariocas deslancharam depois de esbarrarem na marcação dos mineiros. A torcida viu o time chegar aos 27 pontos e subir para a 6ª posição. São apenas dois pontos de diferença para o Santos, o quarto colocado.

Na próxima rodada, o Flamengo visita o Coritiba, domingo (31), às 16h, no Couto Pereira. Já o lanterna América-MG, com oito pontos, recebe no mesmo dia o Grêmio, às 18h30, no Independência.

Guerrero luta até ser premiado com gol

Gilvan de Souza/ Flamengo

O peruano Paolo Guerrero brigou muito contra os defensores do América-MG. Desde o começo da partida, o camisa 9 se mostrou uma boa opção. Cavou pênalti, sofreu outro e tentou diversos arremates. A persistência foi premiada com o gol aos 10min do segundo tempo.

Quem vacilou: Chiquinho

Substituto de Jorge, que sentiu o joelho no aquecimento, o lateral-esquerdo foi o pior do Flamengo. Chiquinho irritou os torcedores ao optar quase sempre pelo recuo ao receber os passes. Ele se mostrou inofensivo e foi vaiado.

Flamengo domina e consegue vitória no segundo tempo

O Flamengo teve a posse de bola desde o início da partida, mas esbarrou na retranca do América-MG. O time até deslanchou na parte final do primeiro tempo, porém, não o suficiente para conseguir o gol. A vitória só veio na segunda etapa, quando o time de Zé Ricardo arrancou e bateu o lanterna do Brasileirão.

Retranca do América-MG funciona apenas no primeiro tempo

A postura defensiva do América-MG funcionou apenas em parte do jogo. No primeiro tempo, os mineiros bloquearam as ações do Flamengo e foram com um empate sem gols para o vestiário. Na etapa complementar, porém, o jogo mudou de figura. Mesmo sem ser brilhante, o Rubro-negro bateu os visitantes.

FLAMENGO 2 X 1 AMÉRICA-MG

Local: Kléber Andrade, Cariacica (ES)
Árbitro: Rodrigo Batista Raposo (DF)
Auxiliares: Kléber Lucio Gil (SC) e Carlos Berkenbrock (SC)
Cartão amarelo: Alex Muralha (Flamengo)
Gols: Guerrero, aos 10min do segundo tempo; Alan Patrick, aos 14min do segundo tempo; Juninho, aos 31min do segundo tempo

Flamengo
Muralha; Pará, Réver, Juan e Chiquinho (Rafael Vaz); Márcio Araújo, Willian Arão, Mancuello e Alan Patrick (Adryan); Fernandinho (Gabriel) e Guerrero
Técnico: Zé Ricardo

América-MG
João Ricardo; Pablo, Alison, Roger e Bruno Teles (Danilo); Leandro Guerreiro, Juninho, Osman e Alan Mineiro (Claudinei); Gilson e Victor Rangel (Michael)
Técnico: Enderson Moreira

Uol

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br