Arquivo da tag: alerta

Solânea recebe carro fumacê e secretário alerta para cuidados durante a pulverização 

Agentes em Saúde da Secretaria Estadual de Saúde estão no município de Solânea para atuarem com o carro fumacê – veículo que faz a aplicação espacial do inseticida capaz de matar o mosquito Aedes Aegypti, causador da dengue, zika e chikungunia.

Os agentes vão realizar a ação na sexta-feira (24) fazendo a pulverização na cidade e o secretário de Saúde Municipal, João Rocha, fez um alerta sobre os cuidados que a população deve ter durante esse trabalho.

“Pedimos gentilmente que não se exponham ao veneno. Bem como não deixar crianças e animais por perto no momento da pulverização”, explicou.

João Rocha lembrou, ainda, que a luta contra o mosquito transmissor dessas doenças deve ser de todos, autoridades e cidadãos. “Lembrando que a pulverização só serve para o mosquito em fase de voo. As larvas não são atingidas pelo veneno. Cabendo a cada um de nós fazer a nossa parte”, finalizou.

 

 

Redação FN

 

 

JP e mais 37 cidades recebem alerta de chuva nas próximas horas

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu, na tarde desta segunda-feira (20), alerta de chuvas fortes para 38 cidades da Paraíba. A Capital paraibana já vem registrando chuvas ocasionais desde o último domingo.

De acordo com o órgão, a quantidade do volume de chuva pode variar de 20 a 30 milímetros por hora (mm/h) ou até 50 mm/dia, o que significa baixo risco de alagamentos e pequenos deslizamentos

O alerta do Inmet é válido até às 10h desta terça-feira (21). Durante este período, o órgão orienta que as pessoas evite enfrentar o mau tempo; observem alteração nas encostas e evitem usar aparelhos eletrônicos ligados à tomada.

A Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros estarão atentos às ocorrências nos números 199 e 193, respectivamente. Na Capital paraibana, a Defesa Civil Municipal atende através do telefone 0800 285 9020.

Veja abaixo a lista de cidades afetadas:

Alhandra
Araçagi
Bayeux
Baía Da Traição
Caaporã
Caiçara
Caldas Brandão
Capim

Conde
Cruz Do Espírito Santo
Cuité De Mamanguape
Curral De Cima
Duas Estradas
Itabaiana
Itapororoca
Jacaraú
João Pessoa
Juripiranga
Lagoa De Dentro
Logradouro
Lucena
Mamanguape
Marcação
Mari
Mataraca
Mulungu
Pedras De Fogo
Pedro Régis
Pilar
Pitimbu
Riachão Do Poço
Rio Tinto
Santa Rita
Sapé
Sertãozinho
Sobrado
São José Dos Ramos
São Miguel De Taipu

 

PB Agora

 

 

“Armar a população não soluciona”, alerta Ricardo Coutinho

O ex-governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), repercutiu nas suas redes sociais o decreto do governo federal que flexibiliza e amplia as categorias e pessoas que têm direito ao porte de armas no país.

De acordo com Coutinho, em todo o Brasil, serão 19 milhões de brasileiros que poderão andar armados.

Ele relembra entrevista recente que deu a revista Carta Capital onde fala sobre o tema e sentencia:

“Armar a população não soluciona a questão da segurança pública. Apenas terceirizamos uma questão que é papel do Estado”

 

pbagora

 

 

 

Deputado alerta autoridades sobre suposto golpe de ONG no interior da PB

O deputado Buba Germano fez um sério alerta, esta semana, às autoridades de fiscalização e vigilância da Paraíba. De acordo com o parlamentar, uma Organização Não Governamental (ONG) estaria se infiltrando em cidades do interior do estado sob o argumento de realizar consultas oftalmológicas e vender óculos, tudo abaixo do preço de mercado. Além do deputado, várias pessoas estão denunciando a ONG Boia Visão, nos meios de comunicação das cidades por onde ela está passando.

Conforme Buba Germano, a organização ficou por vários dias no município de Picuí com profissionais realizando consultas em “um barraco”. Ele acrescentou, ainda, que a Receita Municipal apreendeu vários óculos porque o produto estava sem nota fiscal.

“Existe uma ONG que está por aí nos municípios paraibanos convencendo os secretários de saúde para fazer oftalmologia como ação social, mas é uma ação comercial. Estão fazendo as consultas e ao lado deles está um barraco com ótica do estado de Goiás em uma atividade comercial para vender os óculos. Chamo atenção porque a Receita Municipal apreendeu os óculos porque não tem nota fiscal e é uma concorrência desleal. É um alerta para as autoridades que tratam disso”, discursou Buba na Assembleia Legislativa.

Cidadãos denunciam

Nas redes sociais e em emissoras de rádio de várias regiões, populares estão denunciando a ONG. Em uma das denúncias, o cidadão informa que a organização não tem registro para oferecer tratamento de saúde ocular, o que coloca em risco as pessoas atendidas.

O outro lado

O representante da ONG, que se identificou como André, gravou um vídeo que circula nas redes sociais negando que a organização esteja dando calote nos pacientes. Na gravação, ele tranquiliza as pessoas que já foram atendidas e diz que tudo não passa de insatisfação da concorrência. A resposta dele, no entanto, é pontualmente se referindo ao município de Itabaiana, por onde também já passou.

“Estou aqui para esclarecer esses comentários a respeito do nosso atendimento em parceria com a prefeitura, em Itabaiana. Não viemos dar calote em ninguém. Viemos fazer trabalho honesto pensando em beneficiar pessoas mais carentes. Nosso problema não foi denúncia que somos ladrão, pagamos o imposto do serviço prestado. Todo mundo que fez os óculos, vai dar tudo certo, vocês vão receber de maneira combinada”, explicou.

Redação FN

 

 

Paraíba atinge 43% de cobertura vacinal contra gripe e SES alerta população

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) emite alerta e chama a atenção da população para a Campanha de Vacinação Contra Influenza, que vai até o dia 31 de maio, especialmente após o segundo óbito por Influenza A (H1N1) na Paraíba.  A cobertura vacinal atual no Estado é de 43,73%.

A gripe (Influenza) é uma infecção aguda do sistema respiratório, provocado pelo vírus da influenza A, B, C e D, com grande potencial de transmissão. A vacina é feita com o vírus morto e fragmentado. Portanto, ela é considerada 100% segura e incapaz de provocar a doença nas pessoas que são vacinadas. A imunização protege contra três tipos (ou cepas) do vírus: H1N1, H3N2 e influenza B.

“Pessoas de todas as idades podem ser acometidas por influenza. Mas algumas são mais propensas a desenvolver complicações ou quadros graves. O vírus sincicial respiratório é um dos principais causadores de doenças respiratórias em bebês e crianças pequenas. Nós precisamos entender que a vacina é um direito das crianças e um dever dos seus responsáveis. Não podemos deixar de perguntar se uma criança está com o Calendário de Vacinação em dia. A vacina contra a gripe é segura e evita casos graves e mortes pela doença”, explica a gerente executiva de Vigilância em Saúde da SES, Talita Tavares.

Para além da vacina, Talita afirma que outras medidas preventivas podem ser adotadas como a higienização das mãos com água e sabão ou com álcool gel, principalmente depois de tossir ou espirrar ou depois de usar o banheiro; antes das refeições; antes e depois de tocar os olhos, a boca e o nariz; evitar tocar os olhos, nariz ou boca após contato com superfícies potencialmente contaminadas (corrimão, bancos, maçanetas), além de manter hábitos de alimentação saudáveis, com ingestão de líquidos e realização de atividades físicas.

A gerente executiva alerta que indivíduos com sintomas de gripe devem evitar contato com outras pessoas. Em caso de suspeita, o paciente deve procurar atendimento médico o mais rápido possível.

Este ano, a Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe teve início no dia dez de abril. Os grupos prioritários a serem vacinados são: indivíduos com 60 anos ou mais de idade, crianças na faixa etária de seis meses e menores de seis anos de idade (cinco anos, 11 meses e 29 dias), as gestantes, as puérperas (até 45 dias após o parto), os trabalhadores de saúde, os povos indígenas, os grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, os adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, a população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional, professores de escolas públicas e privadas e policiais civis, militares, bombeiros e membros ativos das forças armadas

 

Secom/PB

 

 

Paiva Netto: Alerta à população

O Ministério da Saúde declara 26 de abril Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão, campanha em que alerta a sociedade para o aumento dos casos de pressão arterial alta.
De acordo com a Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), do Ministério da Saúde, de 2012 para 2016, o número de brasileiros com o problema subiu de 24,3% para 25,7%. O levantamento aponta que a doença atinge todas as idades, principalmente os idosos. Foram abordados 53 mil adultos. Entre as pessoas com 65 anos ou mais, a porcentagem chegou a 64,2%, contra 59,2% em 2012. De acordo com o estudo, a proporção de hipertensos é maior entre mulheres (27,5%) do que entre homens (23,6%).
A Sociedade Brasileira de Hipertensão, em parceria com o Departamento de Hipertensão Arterial da Sociedade Brasileira de Cardiologia, esclarece que 50% das pessoas desconhecem o seu estado de pressão alta, e dos que sabem, apenas 25% buscam realmente um tratamento. Este assunto deve, nos dias atuais, também ser tratado com os jovens. De acordo com o Estudo de Riscos Cardiovasculares em Adolescentes (Erica), que analisou dados de 73 mil estudantes de 12 a 17 anos, de escolas públicas e privadas de 124 municípios de todo o país, um em cada dez adolescentes apresenta hipertensão arterial. A pesquisa, conduzida entre 2013 e 2014 por diversas universidades brasileiras e financiada pelo Ministério da Saúde, mostra que essa alteração somado ao excesso de peso (sobrepeso ou obesidade) e taxas acima do recomendável de colesterol total ampliam o risco de morte por infarto e favorecem o desenvolvimento de doenças cardiovasculares e diabetes.
Fica, portanto, o aviso aos jovens e adultos: cuidar da saúde, com a prática de exercícios físicos e uma alimentação balanceada com pouco ou nenhum sal, é o caminho para diminuir os malefícios que o desequilíbrio da pressão arterial provoca em nosso organismo, particularmente nos rins, cérebro e coração.
O assunto merece atenção e cuidados urgentes, tanto no campo fisiológico como no espiritual, até porque Alma saudável é medicina preventiva para o corpo.
José de Paiva Netto, jornalista, radialista e escritor.

TCE-PB emite alerta para Berg Lima após detectar série de irregularidades na gestão de Bayeux

O Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB) emitiu ontem (03) um alerta para o prefeito de Bayeux, Berg Lima, após observar uma série de irregularidades. O alerta técnico visa prevenir fatos que comprometam resultados na gestão orçamentária, financeira e patrimonial, da prefeitura municipal.

Segundo o alerta assinado pelo conselheiro Fernando Catão o prefeito deve adotar medidas de prevenção ou correção, conforme o caso, relativamente aos seguintes fatos:

1- A estrutura da LOA não observa o disposto na LDO no tocante à inclusão dos demonstrativos e informações complementares (item 1);

2- A Previsão de receita é incompatível com a LDO e com o histórico recente, ajustado pela inflação oficial (IPCA) de 2018, e com as projeções de crescimento para 2019 divulgas pelo BACEN (item 8);

3- Utilização inadequada da fonte de recursos 111 Receitas de Impostos e de Transferências de Impostos Educação; na alocação de despesas incompatíveis com manutenção e desenvolvimento do ensino (MDE), em desacordo com os arts. 70 e 71 da Lei 9.394/96 (item 12);

4- Utilização inadequada da fonte de recursos 211 Receitas de Impostos e de Transferências de Impostos Saúde na alocação de despesas incompatíveis com ações e serviços públicos de saúde (ASPS), em desacordo com os arts. 3° e 4° da LC 141/2012 (item 14);

5- Observar, quando da execução do orçamento do exercício de 2019, o limite de 7% da receita tributária e transferências do exercício anterior, referente ao repasse ao Poder Legislativo, conforme estabelecido no art. 29- A, inciso I da Constituição Federal (item 15);

6- Observar o limite legal da despesa com pessoal do Município, haja vista que a despesa fixada para o exercício de 2019 está acima do limite de alerta (54%) (art. 59, § 1o, II) (item 16);

7- Quando do encaminhamento da Lei Orçamentária do exercício de 2020, o faça juntamente com todos os anexos exigidos pela legislação.

Confira o alerta abaixo:

 

pbagora

 

 

Ginecologista alerta para os problemas da Diabetes Gestacional

Há riscos de partos prematuros, ruptura da bolsa e até de morte súbita

A diabetes gestacional é um distúrbio caracterizado pelo aumento do nível de açúcar no sangue nas grávidas e que pode levar a futuros problemas de saúde, tanto para a mãe, quanto para o bebê.

Um estudo realizado recentemente nos Estados Unidos com mais de 21 mil gestantes revelou que o consumo excessivo de batatas, antes da gravidez, pode ser um dos fatores que aumentam o risco das mulheres desenvolverem a diabetes gestacional.

O ginecologista e obstetra Dr. Domingos Mantelli, reforça que a diabetes gestacional geralmente ocorre em grávidas que têm tendência de desenvolver a doença, isto é, mulheres que já eram diabéticas ou que tiveram resistência periférica aumentada por conta da ação da insulina. “Durante a gestação a placenta produz um hormônio chamado Lactogênico Placentário, substância que faz com que aumente o risco de diabetes gestacional”, revela o médico.

O diagnóstico é feito por meio de dosagem de glicemia de jejum, além do teste oral de tolerância à glicose (TOTG), exame que mede a curva glicêmica da paciente.

Além de aumentar o peso do bebê, a diabetes faz com que uma quantidade maior de glicose fique no sangue da mãe e, consequentemente, obriga o pâncreas do bebê a produzir mais insulina para poder queimar essa glicose. Todavia, mesmo com o ganho de peso, os bebês ficam extremamente frágeis após nascimento, já que costumam ter crises de hipoglicemia pela alta produção de insulina.

Mantelli alerta que o fato da diabetes estar descontrolada pode trazer várias consequências para  a saúde da mãe e do filho como, por exemplo, trabalho de parto prematuro, ruptura prematura de bolsa, risco maior de morte súbita, peso excessivo ao nascer, além de diversas alterações físicas prejudiciais.

Para o ginecologista, existem alguns cuidados e tratamentos que devem ser feitos de acordo com o grau de diabetes, podendo controlar por intermédio de dieta ou insulina. “Basicamente, o tratamento é feito com mudanças nos hábitos alimentares, atividades físicas e aplicação de insulina para regular a glicemia. Estes cuidados evitarão que o bebê sofra os efeitos deletérios de uma carga glicêmica tão alta”, conclui.

 

Sobre Dr. Domingos Mantelli

Dr. Domingos Mantelli é ginecologista e obstetra, com formação em neurolinguística e atuação na área de medicina psicossomática. É formado pela Faculdade de Medicina da Universidade de Santo Amaro (UNISA) e possui residência médica na área de ginecologia e obstetrícia pela mesma instituição. Também é autor do livro “Gestação: mitos e verdades sob o olhar do obstetra”.

 

 

Equipe de Comunicação & Marketing

 

 

Inmet alerta para previsão de chuvas intensas em Bananeiras, Borborema, Serraria e mais 68 municípios da PB

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) alerta para a previsão de chuvas intensas durante toda esta segunda-feira (30) em 71 municípios da Paraíba. Segundo publicação do Inmet, é esperado chuvas entre 20 a 30 mm/h ou até 50 mm/dia.

De acordo com o Centro Virtual de Avisos de Eventos Meteorológicos Severos para o Sul da América do Sul (Alert-As), moradores das cidades em risco devem evitar enfrentar o mau tempo e também o uso de aparelhos eletrônicos ligados à tomada, além de observar possíveis alterações em áreas com barreiras ou demais encostas.

Em amarelo, áreas em perigo potencial. Fonte: Inmet

O alerta diz ainda que, em casos de incidentes, a população deve entrar em contato com a Defesa Civil (telefone 199) ou Corpo de Bombeiros (193).

Confira os municípios paraibano em alerta:       

1.       Alagoa Grande

2.       Alagoa Nova

3.       Alagoinha

4.       Alhandra

5.       Araçagi

6.       Areia

7.       Aroeiras

8.       Bananeiras

9.       Bayeux

10.   Baía Da Traição

11.   Belém

12.   Borborema

13.   Caaporã

14.   Cabedelo

15.   Caiçara

16.   Caldas Brandão

17.   Campina Grande

18.   Capim

19.   Conde

20.   Cruz Do Espírito Santo

21.   Cuitegi

22.   Cuité De Mamanguape

23.   Curral De Cima

24.   Dona Inês

25.   Duas Estradas

26.   Fagundes

27.   Gado Bravo

28.   Guarabira

29.   Gurinhém

30.   Ingá

31.   Itabaiana

32.   Itapororoca

33.   Itatuba

34.   Jacaraú

35.   João Pessoa

36.   Juarez Távora

37.   Juripiranga

38.   Lagoa De Dentro

39.   Logradouro

40.   Lucena

41.   Mamanguape

42.   Marcação

43.   Mari

44.   Massaranduba

45.   Mataraca

46.   Mogeiro

47.   Mulungu

48.   Natuba

49.   Pedras De Fogo

50.   Pedro Régis

51.   Pilar

52.   Pilões

53.   Pilõezinhos

54.   Pirpirituba

55.   Pitimbu

56.   Riachão

57.   Riachão Do Bacamarte

58.   Riachão Do Poço

59.   Rio Tinto

60.   Salgado De São Félix

61.   Santa Rita

62.   Sapé

63.   Serra Da Raiz

64.   Serra Redonda

65.   Serraria

66.   Sertãozinho

67.   Sobrado

68.   São José Dos Ramos

69.   São Miguel De Taipu

70.   Tacima

71.   Umbuzeiro

 

clickpb

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Agevisa alerta para possibilidade de o câncer de mama também afetar o homem

O câncer de mama também pode afetar os homens. E, nestes casos, segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca), os resultados podem ser ainda piores do que nas ocorrências relacionadas ao câncer de mama feminino, pois a grande maioria da população masculina sequer imagina ou aceita a possibilidade de que isto possa ocorrer.

Como parte das atividades relacionadas à Campanha Outubro Rosa, a Agência Estadual de Vigilância Sanitária incluiu o tema em uma das edições do mês de outubro do Momento Agevisa, informativo radiofônico que vai ao ar todas as quintas-feiras dentro da programação do Jornal Estadual da Rádio Tabajara AM (1110) e FM (105.5). A edição foi dedicada aos esclarecimentos sobre o câncer de mama masculino e ressaltou o entendimento de que o conhecimento sobre o problema é fundamental para que se possa, não somente evitar a doença por meio da prevenção, mas, sobretudo, para que as pessoas (notadamente os homens) passem a ter a oportunidade de tratar precocemente a doença caso ela venha a se manifestar, segundo observou a diretora-geral Maria Eunice Kehrle dos Guimarães.

O câncer de mama masculino, conforme o Instituto Nacional do Câncer (Inca), ocorre na ordem de 1% em relação à mesma doença no universo feminino. Ou seja: para cada cem mulheres diagnosticadas com a doença, há uma ocorrência envolvendo um homem. Apesar da enorme diferença percentual, o instituto chama a atenção para o fato de que o câncer de mama masculino mata proporcionalmente mais do que o feminino.

Para dar uma ideia clara da gravidade do problema, o Inca informa que aproximadamente 180 homens morrem todos os anos vitimados pelo câncer de mama, número este equivalente a 36% do total de pessoas do sexo masculino diagnosticadas com a doença. Entre as mulheres, o percentual de mortes é de 25% do total de pacientes diagnosticadas com a doença.

Ainda segundo o Inca, entre as principais causas do câncer de mama em pessoas do sexo masculino estão as alterações genéticas e hormonais, além de alimentação rica em gordura e excesso de álcool. Os sintomas da doença (conforme os especialistas) se apresentam em forma de protuberância ou inchaço, em alguns casos com incômodo e dor; pele ondulada ou enrugada; vermelhidão ou descamação da pele da mama ou do mamilo, e/ou inchaço nos linfonodos (ínguas ou gânglios) axilares.

Diante desses sintomas, a diretora-técnica de Ciência e Tecnologia Médica e Correlatos da Agevisa/PB, Helena Teixeira de Lima Barbosa, disse ser importante que os homens procurem imediatamente um centro médico especializado para realizar os exames e, conforme o caso, iniciar o tratamento. Nos casos de diagnósticos positivos, Helena Lima observa que o câncer de mama em pacientes do sexo masculino geralmente já se encontra em estágio avançado, e isto se deve principalmente ao desconhecimento e à consequente falta de prevenção por parte dos homens.

“Em face da seriedade e gravidade do câncer de mama masculino, os homens devem ficar atentos e procurar se manter cada vez mais informados sobre o problema. Nos casos daqueles que tenham histórico da doença em suas famílias, estes, ao invés de esperar o aparecimento dos sintomas para buscar ajuda médica, devem se consultar com especialistas, pois o histórico familiar aumenta a probabilidade da ocorrência do câncer de mama masculino, da mesma forma que ocorre em relação ao problema no universo feminino. E quanto mais cedo a doença for diagnosticada, maiores serão as chances de cura”, enfatizou a diretora-geral da Agevisa/PB, Maria Eunice Kehrle dos Guimarães.

Assessoria 

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br