Arquivo da tag: Alagoa Grande

Mãe denuncia e filho é preso em flagrante por policiais do 4° BPM em Alagoa Grande

Policiais da 2ª Companhia do 4° BPM (Batalhão de Polícia Militar) realizavam rondas na tarde deste sábado (9), na cidade de Alagoa Grande, quando foram solicitados, através da linha direta, por uma mulher que denunciou que o próprio filho teria furtado o seu aparelho de telefone celular.

Os policiais, sob o comando do cabo Nelson, deram início às diligências e localizaram o suspeito que, ao avistar a aproximação da viatura, jogou o telefone celular ao chão, danificando-o totalmente. A mãe optou por representar contra o filho e ele foi preso e conduzido à delegacia.

Foto: Wagner Varela

 

Assessoria 4º BPM

 

 

Homem agride e ameaça companheira e filho e é preso por violência doméstica em Alagoa Grande

Um homem foi preso em flagrante por policiais da 2ª Companhia do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar) nesse sábado (26), no Conjunto Febema, na cidade de Alagoa Grande, suspeito de violência doméstica. Os policiais da Rádio Patrulha foram informados de que um homem teria agredido e ameaçado a companheira e, ao chegarem ao local, confirmaram que ele teria espancado a companheira e ameaçado a ela e ao seu filho com um facão. O suspeito foi preso e conduzido à Delegacia de Polícia Civil.

Em Belém, os policiais da 3ª Companhia, acionados pelo Copom, realizaram a prisão de um homem que apresentava sinais de embriaguez e estava praticava desordem em via pública. Após a denúncia, a guarnição chegou ao local e constatou a veracidade do fato, sendo o suspeito preso e conduzido à delegacia para a atuação por embriaguez e desordem.

Foto: Wagner Varela

 

Assessoria 4º BPM

 

 

Jovem que surtou e tentou se matar é resgatado pela PM, em Alagoa Grande

A Rua Olinda, no centro de Alagoa Grande, ficou completamente bloqueada nos dois sentidos, por volta das 8h30min desta quarta-feira (9). Policiais militares e uma equipe do SAMU se mobilizaram em uma ocorrência em que um jovem surtou e se trancou em sua residência, ameaçando se matar.

Após mais de cinco horas de intensas negociações, por volta das 14h, ele deixou os policiais entrarem na casa e se entregou. Acompanhado de sua mãe, o rapaz foi conduzido pela equipe do SAMU ao Hospital Municipal.

Segundo informaram familiares, o jovem que surtou estaria armado com faca e facão e sofre de problemas psiquiátricos. Quando foi resgatado pelos policiais, o rapaz estava aos prantos e foi amparado pelos PMs e por familiares.

Fonte: Blog do Rildo

 

 

Espetáculo ‘Ei! quem é que te empurra?’ homenageia carnaval recifense no Projeto Interatos de setembro em Alagoa Grande

O carnaval de rua da capital pernambucana serviu de inspiração para as coreografias criadas para o espetáculo ‘Ei! Quem é que te empurra?’, atração de dança do projeto Interatos em setembro. Solo do dançarino Alisson Lima (PE/SP), da Companhia de Dança de Antonio Nóbrega (SP) e professor do Instituto Brincante (SP) será apresentado no sábado (14), às 20h30, no Teatro Santa Ignêz, município de Alagoa Grande. O acesso é gratuito.

Blocos, troças, caboclinhos, maracatus e foliões de todas as idades que arriscam passos e coreografias na folia de Momo se fazem presentes na coreografia. “Pego carona nessas figuras para prestar minha homenagem à festa mais importante brasileira”, revela Alisson.

Parcerias e patrocínio – A Fundação Espaço Cultural da Paraíba, com patrocínio do Bradesco realiza, mensalmente, o projeto Interatos, colocando o estado no roteiro das principais produções de teatro, dança e circo do país. O evento conta, ainda, com apoio da PBGás e Hotel Ambassador e tem parceria com o Grupo Lavoura de Teatro. A edição do mês tem, ainda, apoio da Fundação Nacional de Artes (Funarte), da prefeitura de Alagoa Grande e do teatro Santa Ignêz.

Interatos – Realizado pela Fundação Espaço Cultural da Paraíba, o ‘Interatos – Mostra e Formação Permanente de Dança’ promove mensalmente apresentações e atividades formativas (oficinas, cursos, debates, rodas de conversa, seminários) com artistas paraibanos, nacionais e internacionais.

Sob gerência de Angela Navarro, o setor de Dança tem programação regular nos equipamentos da Fundação Espaço Cultural José Lins do Rego (Funesc), complexo cultural com uma das maiores áreas construídas na América Latina, lugar central e seguro que possui entre seus equipamentos uma escola de dança, com cerca de 500 alunos. Já a parte de Teatro tem coordenação de Suzy Lopes e mantém um curso anual de formação, além de oficinas e montagens teatrais. A gerência de circo tem à frente Josemberg  Pereira e conta com a Escola Livre de Circo Djalma Buranhêm, onde são realizados cursos de formação regulares e atividades lúdico-educativas para jovens, adultos, crianças e bebês.

Sinopse ‘Ei! Quem é que te empurra?’ – O carnaval de Recife é uma festa inteiramente popular. Não há recanto da cidade onde a folia não se manifeste. Uma vez que temos de nos despedir dos prazeres da carne para nos dedicarmos ao tempo da Quaresma, nada mais oportuno do que a brincadeira, a pândega, a alegria para celebrar a despedida. Uma folgança onde não faltam agremiações como as Troças, Clubes, Blocos, grupos de Caboclinhos, Maracatus e Bois, mas principalmente não falta o folião, a grande figura do carnaval da cidade. Esse folião tanto é o seguidor daquela Troça, como a criança que ensaia os primeiros movimentos, tanto o vendedor de bebidas quanto o gringo que tenta fazer o “passo” ou a senhora idosa que inventa trejeitos e malemolências insuperáveis…A cidade é literalmente do folião! E foi inspirado nessa figura, ou nessas figuras, que Alisson Lima, criou o espetáculo Ei, quem é que te empurra?. Como ele diz: “pego carona nessas figuras para prestar minha homenagem à festa mais importante brasileira”. Nessa carona, pela via do corpo, reunindo todo o imaginário corporal da  festa, o bailarino se torna o grande Mestre de Cerimônias dessa festança – símbolo por excelência do país. Ficha técnica – sinopse: Antonio Nóbrega; orientação cênica: Renan Marangoni; dramaturgia: Eder Soares; cenário: Iva Pinheiro; trilha: Nheengatu Produções Sonoras; figurino: Juliana Najú; luz: Sofia Tapajós; produção: Fervo Produções.

Interatos – dança

Espetáculo ‘Ei! quem é que te empurra?’, com Alisson Lima (PE/SP)

Data: 14/09, às 20h30

Local: Teatro Santa Ignêz, em Alagoa Grande (PB)

Funesc
Assessoria de Comunicação

 

 

Em Alagoa Grande, padrasto é preso suspeito de estupro contra enteada de 11 anos

Um homem de 46 anos de idade foi preso por policiais da 2ª Companhia do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar) e policiais civis suspeito de estupro de vulnerável praticado contra a própria enteada, uma menina de 11 anos. A prisão aconteceu nesta terça-feira (10), na cidade de Alagoa Grande, depois que a mãe da menina denunciou o caso ao Conselho Tutelar.

Os abusos vinham sendo praticados há aproximadamente um ano, de acordo com o relato da mãe, que tão logo tomou conhecimento, através da própria filha, denunciou o caso. A guarnição comandada pelo cabo Porfírio, juntamente com conselheiros tutelares e policiais civis, conseguiu localizar e prender o acusado, que foi conduzido para a Delegacia de Polícia Civil.

Em Araçagi, a guarnição do Destacamento local foi acionada pelo delegado plantonista para conduzir um acusado para uma audiência de custódia por tentativa de homicídio e, logo após a audiência, foi constatado que contra ele havia um mandado de prisão expedido pela Justiça. Diante do fato, o acusado foi conduzido novamente para a delegacia.

Em Guarabira, no Bairro São José, os policiais militares prenderam um homem após receberem informações de que ele teria agredido a própria esposa. No local, a guarnição observou que a vítima estava com a face machucada e ela confirmou ter sido provocada pela agressão física do seu marido. Ela também relatou que ele faz uso de medicamento controlado, prescrito pelo médico do Caps, mas tem se recusado a tomá-lo. O suspeito e a vítima foram conduzidos à delegacia.

 

Assessoria 4º BPM

 

 

Em Alagoa Grande, policiais cumprem mandado e prendem acusado de estupro contra filha de 8 anos

Um homem de 48 anos de idade, que já tinha sido condenado por estupro de vulnerável praticado contra uma filha menor e estava em liberdade condicional, foi preso novamente nesta terça-feira (3), na cidade de Alagoa Grande, acusado também de estupro de outra filha, de 8 anos. Contra ele havia sido expedido um mandado de prisão temporária expedido pela Justiça e que foi cumprido por policiais da 2ª Companhia do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar), sob o comando do sargento Amâncio, e policiais civis, que já vinham investigando o caso há mais de dois meses. O acusado, que estava residindo em Mari, foi preso quando estava no Fórum de Alagoa Grande e, em seguida, foi conduzido para a cadeia pública da cidade.

EM BELÉM – Policiais da 3ª Companhia tomaram conhecimento de que contra um homem havia um mandado expedido pela Justiça e efetuaram a prisão. Na residência dele, a irmã forneceu um documento de identificação no qual havia a foto dele, no entanto, os dados eram de outra pessoa. Indagado pelos policiais sobre a origem do documento, ele relatou tê-lo encontrado na cidade de Guarabira. Diante da suspeita de falsidade ideológica, a guarnição comandada pelo capitão Leite conduziu o homem para a delegacia .

Foto: Wagner Varela

 

Assessoria 4º BPM

 

 

Caminhos do Frio chega a Alagoa Grande, PB, última cidade da rota

A rota cultural Caminhos do Frio chega à última cidade, Alagoa Grande, no Brejo paraibano, nesta segunda-feira (26). Entre as atrações do evento, o artista Biliu de Campina homenageia o centenário de Jackson do Pandeiro.

A abertura acontece a partir das 18h, no Largo do Teatro Santa Ignêz, com feira cultural e exposições temáticas. A programação conta com a Mostra Estudantil de Artes, de terça-feira (27) a sexta-feira (30), também no Teatro, e com o Rural Fest, de quarta-feira (28) a domingo (1°).

Na cidade natal do rei do ritmo, Jackson do Pandeiro, não faltarão homenagens ao centenário do artista. Entre elas, o espetáculo “O Sapo Que Queria Ser Cantor”, na quarta-feira (28), às 20h30, no Teatro Santa Ignêz. Haverá também no Teatro a Mostra de Cinema Jack Perrin, ator favorito de Jackson.

No sábado (31), haverá o “Show do Centenário”, com Biliu de Campina no Pátio de Eventos, a partir das 21h. O encerramento acontece no domingo (1°), a partir das 7h, com a “Corrida do Centenário” no Pórtico do Pandeiro. Por fim, às 15h, no Largo do Teatro Santa Ignêz, haverá o Festival de Dança.

O Caminhos do Frio 2019 passou por Areia, Pilões, Matinhas, Solânea, Serraria, Bananeiras, Remígio e Alagoa Nova, antes de chegar ao encerramento em Alagoa Grande.

 Foto: Divulgação/Secretaria de Turismo de Alagoa Grande

G1

 

Policial militar e músico é encontrado morto ao lado de moto, em Alagoa Grande, PB

O policial militar e músico, Roberio Chaves, de 38 anos, foi encontrado morto na noite desta quarta-feira (17), juntamente com sua moto as margens da PB-079, na entrada do distrito de Zumbi, em Alagoa Grande, no Agreste da Paraíba. Ele estava desaparecido desde a última terça-feira (16). O músico atuava na banda da PM e era vocalista da banda Jackson Envenenado.

Segundo informações da Polícia Militar, Roberio foi visto pela última vez na festa de emancipação política da cidade de Juarez Távora, na noite da terça-feira (16). Ele retornava sozinho em sua moto para sua cidade natal, Alagoa Grande.

Após buscas na região, o corpo da vítima foi encontrado ao lado de sua moto em uma curva entre o distrito de Zumbi e Alagoa Grande. O Instituto Médico Legal (IML) foi acionado para o recolhimento do corpo.

O músico além de atuar na banda da Polícia Militar, era vocalista e um dos fundadores da banda Jackson Envenenado, que homenageava Jackson do Pandeiro, desde 2001. O velório de Roberio será na câmara de vereadores de Alagoa Grande, a partir das 16h desta quinta-feira.

G1

 

Polícia Civil prende suspeito de matar o próprio cunhado em Alagoa Grande

Em apenas dez dias de investigação, a Polícia Civil conseguiu novas provas e prendeu, pela segunda vez, um homem suspeito de cometer homicídio. A prisão ocorreu na tarde desta quarta-feira (19), em Alagoa Grande, no interior da Paraíba.

Edmilson dos Santos Oliveira, de 52 anos, foi preso por equipes das Delegacias  da Alagoa Grande e Guarabira, ambas também situadas no interior do Estado.

De acordo com o delegado Hugo Lucena, o preso é apontado pela polícia como o autor do assassinato de seu próprio cunhado.

A vítima, identificada como José da Silva Santos, mais conhecida como “Buba”, foi morta  golpes de faca. O crime aconteceu no último dia 9.

Ainda segundo o delegado, Edmilson chegou a ser preso logo após a prática do crime. Ele foi levado à delegacia e autuado em flagrante delito pelo homicídio.

No entanto, o preso recebeu alvará de soltura após ser apresentado em audiência de custódia. Após coletar novas provas da participação de Edmilson no crime, a polícia voltou a acionar a justiça e pediu a prisão preventiva do suspeito. Ao analisar as novas provas apresentadas pela polícia, a justiça decidiu expedir o mandado de prisão preventiva, o que foi cumprido na tarde desta quarta-feira (19).

“O preso em flagrante foi posto em liberdade. Mediante representação da delegada de Alagoa Grande, foi decretada a preventiva de Edmilson,  que, doravante, deverá responder ao processo preso”, afirmou o delegado.

 

clickpb

 

 

Barragem de Pitombeira, em Alagoa Grande, começa a sangrar

As ocorrências de chuvas na região polarizada por Guarabira já está surtindo efeito e já há registros de três barragens que estão sangrando. A barragem de Araçagi (que abastece Araçagi, Guarabira e Pilõezinhos) permanece sangrando, enquanto que a barragem de São Salvador (que abastece Sapé, Sobrado, Mari, Mulungu, Gurinhém, e Cajá/Caldas Brandão), começou a sangrar na última sexta-feira (14).

Nesta segunda-feira (17), a barragem de Pitombeira, que abastece Alagoa Grande (que tem população superior a 28 mil habitantes) começou a sangrar. O manancial tem capacidade para armazena 2.955 mil metros cúbicos de água e está em sua carga máxima.

A barragem de Pitombeira foi construída pela gestão governador Ricardo Coutinho e inaugurada no dia 8 de abril de 2016. A construção de uma nova barragem para garantir segurança hídrica para o município foi a alternativa encontrada, depois que a barragem de Camará se rompeu, prejudicamento abastecimento de Alagoa Grande.

portal25horas