Arquivo da tag: ajuda

ONU reclama ajuda internacional urgente para o Haiti

REUTERS/CARLOS GARCIA RAWLINS
REUTERS/CARLOS GARCIA RAWLINS

A comunidade internacional precisa de se mobilizar em força para ajudar o Haiti devastado pelo furacão Matthew, apelou segunda-feira o secretário-geral das Organização das Nações Unidas (ONU), Ban-Ki-moon.

Pelo menos 1,4 milhões de pessoas precisam urgentemente de assistência, mais de 300 escolas foram destruídas e as culturas e as reservas alimentares do país ficaram inutilizadas. E “algumas cidades e vilas praticamente desapareceram do mapa”, descreveu aquele responsável aos repórteres das agências internacionais, para acrescentar que “a tensão tem vindo a aumentar” entre os haitianos que aguardam por ajuda.

As Nações Unidas dizem precisar de reunir pelo menos 119 milhões de dólares (106 milhões de euros) nos próximos três meses para assegurar a assistência às cerca de 750 mil pessoas que se concentram nas zonas mais devastadas pelo furação. O dinheiro servirá para garantir comida, água potável e abrigo aos mais vulneráveis entre os 1,4 milhões de haitianos afectados.

O furacão Matthew, o mais destrutivo em quase uma década naquela zona, avançou sobre o Haiti a uma velocidade superior a 233 quilómetros por hora, com chuva e ventos muito fortes a destruir tudo à sua passagem. As estimativas apontam para a morte de cerca de mil pessoas, segundo a Reuters, naquele que já era o país mais pobre daquela zona do globo.

Após a tempestade, a cólera avançou sobre a zona e já matou algumas dezenas de pessoas. A cólera causa diarreia severa e mata em apenas algumas horas, se não for tratada. Espalha-se por via da água contaminada e tem um período de incubação muito curto. A epidemia foi acidentalmente introduzida naquele território por membros das forças de manutenção de paz das Nações Unidas, após o terramoto de 2010, que deixou um rasto de cerca de 200 mil mortos. O surto afectou desde então milhares de pessoas e matou cerca de nove mil, segundo a Reuters.

A ONU não assumiu oficialmente a responsabilidade, mas Ban-Ki-moon lamentou o sucedido e lembrou que o mundo inteiro tem a “responsabilidade moral” de ajudar aquela população. Aquele responsável prometeu uma nova abordagem para combater a epidemia no Haiti ainda durante este mês de Outubro, a qual passa por garantir água potável e as necessárias medidas sanitárias e de saúde.

Formado ao largo da Venezuela, o furação Matthew atravessou o mar das Caraíbas e afectou a Colômbia, a Jamaica, Cuba, a República Dominicana (quatro mortos), as Bahamas e, por fim, os Estados Unidos (pelo menos vinte mortos). Começou a retroceder no domingo.

Uol

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Em carta, 20 estados relatam ‘colapso’ e pressionam por ajuda financeira

brasilGovernadores do Norte, Nordeste e Centro-Oeste reforçaram, em carta enviada ao governo federal, pedido de ajuda financeira nos mesmos moldes da concedida pela União ao Rio de Janeiro. Na ocasião, o estado decretou estado de calamidade pública devido à crise financeira e recebeu socorro financeiro de R$ 2,9 bilhões do governo federal.

Apesar de reforçarem o pedido, os governadores garantiram que não decretarão calamidade pública antes de se encontraram com o presidente Michel Temer – que retorna hoje de Nova York, onde participou da Assembleia das Nações Unidas. A informação consta em carta assinada pelo Fórum dos Governadores do Nordeste, Norte e Centro Oeste.

No texto, os 20 governadores reforçam o cenário de crise financeira e afirmam que “já chegaram a uma situação de colapso”. Segundo os governadores, esse cenário tem prejudicado “serviços essenciais sabidamente na segurança, saúde, dentre outros, atrasando o repasse para outros poderes, atrasando salários dos servidores ativos, aposentados e pensionistas.

 “Permanecendo no rumo dos últimos meses, quem ainda não teve problema sabe que é uma questão de tempo”, dizem na carta.

Na semana passada, governadores de 17 estados, principalmente das regiões Norte e Nordeste, se reuniram com o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, para solicitar novamente uma ajuda emergencial por conta das perdas de recursos devido à queda dos repasses do Fundo de Participação dos Estados (FPE).

Após o encontro, informaram que, sem esse apoio extra vão decretar nas próximas semanas estado de calamidade pública.O pedido inicial era de R$ 14 bilhões, mas na semana passada o valor baixou para R$ 7 bilhões, e a título de antecipação do ingresso de repatriação de recursos do exterior – a que os estados têm direito, mas que ingressarão somente no fim de outubro.

Também na semana passada, após a ameaça dos estados, a secretária do Tesouro Nacional, Ana Paula Vescovi,informou que não há possibilidade de o governo conceder ajuda emergencial aos estados do Norte e Nordeste. “Não tem espaço”, disse ela na ocasião, lembrando que o governo tem de cumprir a meta de um déficit fiscal de até R$ 170,5 bilhões neste ano.

Na carta divulgada nesta semana, os governadores afirmaram que tomaram a decisão “de ninguém publicar o decreto e de insistir em sermos recebidos pelo Presidente Michel Temer, e seguir buscando um entendimento”.

“Sabemos, que a verdadeira saída é a retomada do crescimento, gerando emprego e renda. E temos consciência da gravidade do impacto da Decretação de Calamidade por vários Estados brasileiros ao mesmo tempo, inclusive podendo afetar a meta principal que é estabilizar a queda na economia e na criação de um ambiente melhor para os investidores”, acrescentaram.

Os governadores informaram ainda, no documento, que já entraram em contato com um membro da equipe do presidente Michel Temer, que lhes foi informado que ele tinha dificuldades de agenda esta semana “mas que buscaria organizar um novo momento para nos receber”.

Eles disseram ainda que parlamentares das bancadas do Norte, Nordeste e Centro-Oeste já apresentaram emendas para assegurar o Auxílio Emergencial aos Estados, no valor de R$ 7 bilhões, ao Projeto de Lei Complementar 257/2015 que trata do alongamento das dívidas dos Estados, e também da PEC 241, que trata do teto dos gastos públicos. “Muitos têm comparecido às nossas agendas e manifestando apoio ao Pleito”, informaram.

Carta
Leia a íntegra da carta enviada por governadores ao governo:

Carta dos Governadores do Nordeste, Norte e Centro Oeste do Brasil

Vivemos uma das mais graves crises brasileiras na economia, na política e chegando no social, principalmente com seca, com grande perda de grãos e outros produtos e falta de água para abastecimento humano e animal, paralisação de obras públicas e programas federais e o desemprego crescendo.

A queda da economia afeta, especialmente, os Estados que dependem mais das receitas partilhadas com a União, principalmente o Fundo de Participação dos Estados – FPE. E por isto as nossas regiões são as mais atingidas.

Em 2015 e também em 2016 os Estados adotaram medidas sérias, reduziram despesas e conseguiram economizar. Mas a queda da receita, especialmente o FPE e recursos dos Estados não liberado pela União, como os recursos previstos na Lei Kandir de 2014 provisionado para pagamento este ano (compensação do ICMS das Exportações, não cobrados pelos Estados para incentivar mais exportação), novos incentivos da União reduzindo IPI e IRPJ e subida automática de preços de energia, comunicação, combustível etc engoliram todo este esforço.

Dos 27 Estados e Distrito Federal, 21 já chegaram a uma situação de colapso e prejudicando serviços essenciais sabidamente na segurança, saúde, dentre outros, atrasando o repasse para os outros poderes, atrasando salários dos servidores ativos, aposentados e pensionistas. E permanecendo no rumo dos últimos meses, quem ainda não teve problema sabe que é questão de tempo.

Com base em estudos do CONFAZ – Conselho dos Secretários da Fazenda e também do Tribunal de Contas da União, demonstramos ao governo federal, em documento e agenda com o Presidente da República, Michel Temer, e sua equipe, que R$ 14 bilhões é a soma destes impactos em nossas receitas e pedimos ajuda ao Chefe do Executivo sob a forma de Auxílio Emergencial, além da liberação de recursos da Lei Kandir. E dissemos que, por entendimento entre os governadores, após agendas com equipe do Governo Federal, e compreendendo a difícil situação da União, reduzimos o pleito para o valor de R$ 7 bilhões.

Lembramos ainda que do esforço do povo brasileiro para o alongamento das dívidas com a União, de um total de R$ 55 bilhões, estes 20 Estados do Nordeste, Norte e Centro Oeste, representam apenas 9% de todo o montante da dívida com a União, alguns inclusive sem dívida com a União, e os outros 7 Estados ficando com 91%. Defendemos a unidade nacional, e reconhecemos que os Estados mais desenvolvidos precisam desta solução, mas defendemos também o equilíbrio e justiça federativa, e pedimos a compensação, reforçando a situação emergencial para suprir serviços essenciais à população, no valor de R$ 7 bilhões.

Destacamos neste processo o importante apoio das bancadas do Nordeste, Norte e Centro Oeste, principalmente na Câmara e no Senado, onde já apresentaram emendas para assegurar o Auxílio Emergencial aos Estados, no valor de R$ 7 bilhões, ao Projeto de Lei Complementar 257/2015 que trata do alongamento das dívidas dos Estados e da PEC 241, que trata do teto dos gastos públicos, e muitos têm comparecido às nossas agendas e manifestando apoio ao Pleito.

O presidente Michel Temer disse que reconhecia a gravidade vivida pelos Estados, e que tinha sensibilidade, explicou a ajuda dada ao Estado do Rio de Janeiro, que Decretou Calamidade, na fase em que sediou as Olimpíadas Mundiais, e que ele havia liberado cerca de R$ 2,9 bilhões. Reafirmamos nosso apoio à ajuda dada ao Rio de Janeiro e relatamos que muitos Estados já haviam tomado esta decisão de Decretar também Calamidade mas, sabendo da gravidade para o país, apostamos na sensibilidade do Presidente.

Ele disse ainda que em 15 dias após aquele dia 16/08/16, apresentaria uma solução. Nesta última semana pedimos a agenda para uma resposta e fomos recebidos a pedido do Presidente da República pelo Ministro Henrique Meireles da Fazenda, e sua equipe. E a resposta foi que não poderia atender ao pleito dos 20 Estados destas 3 regiões. E também que não poderia liberar este valor a título de antecipação das receitas previstas com base na Lei da Repatriação, outra alternativa apresentada, por não saber o valor exato a ser recolhido. E nem mesmo como empréstimo no modelo do Programa Emergencial Financeiro – PEF, desburocratizado.

Diante disto, comunicamos ao Ministro Meireles e equipe, que muitos Estados já estavam preparando o texto e providências legais para, no caminho do Rio de Janeiro, Decretarem Calamidade, e tomamos a decisão de ninguém publicar o Decreto e de insistir em sermos recebidos pelo Presidente Michel Temer, e seguir buscando um entendimento.

Sabemos, que a verdadeira saída é a retomada do crescimento, gerando emprego e renda. E temos consciência da gravidade do impacto da Decretação de Calamidade por vários Estados brasileiros ao mesmo tempo, inclusive podendo afetar a meta principal que é estabilizar a queda na economia e na criação de um ambiente melhor para os investidores.

No início da noite da última terça-feira, em contato com a coordenação do Fórum dos Governadores, membro   da equipe do Presidente Michel Temer informou que ele tinha dificuldades de agenda esta semana mas que buscaria organizar um novo momento para nos receber.

Somos 20 governadores do Brasil, com 60 Senadores e Senadoras, metade da composição da Câmara dos Deputados, representando cerca da metade da população do Brasil que, diante desta situação, tomamos também a decisão de fazer este comunicado ao Povo Brasileiro.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Benefícios da batata doce: alimento ajuda a emagrecer e proporciona saciedade

batata-doceA batata doce é um dos tubérculos mais consumidos no Brasil. E não é a toa, Por ser rica em fibras, ela é considerada um alimento com médio índice glicêmico, ou seja, aumenta gradualmente a glicemia. Dessa forma os carboidratos são digeridos mais lentamente, fornecendo energia ao organismo de forma gradual não elevando os níveis de insulina e assim podem auxiliar na perda de peso, pois os picos de insulina no sangue estimulam o organismo a estocar gordura localizada.

O fato de ser uma fonte gradual de energia faz com que a batata doce seja um alimento essencial para quem pratica atividade física. Isso porque ela possibilita que esses indivíduos tenham energia para disponibilizar para os músculos durante a atividade física, não levando-os à hipoglicemia de rebote, queda brusca dos níveis de glicose quando consumimos alimentos com alto índice glicêmico no pré treino – levando a tontura, náuseas e até mesmo desmaios durante a prática de atividade física. Além disso a batata doce pode ser consumida com a intenção de ressíntese de glicogênio muscular – estoque de glicose dos músculos.

Benefícios da batata doce para pacientes diabéticos

Com relação a patologias indicamos seu consumo a pacientes diabéticos uma vez que possui alto teor de amido resistente – fibra digerida lentamente. A batata doce em si, não previne ou cura a doença mas pode ajudar a diminuir os riscos de picos de glicose sanguínea. Esse mecanismo é de extrema importância ao organismo uma vez que poupamos mais o pâncreas, produzindo quantidades baixas de insulina, hormônio que capta a glicose para combustível celular, podendo assim diminuir o risco de diabetes.

Estudos mostram a comparação do teor de amido resistente da farinha de mandioca e da farinha de batata doce. A primeira, em 100g de farinha, possui 10% de amido, enquanto a batata doce apresenta 17%. Este amido resistente auxilia ainda mais na lenta digestão auxiliando o aumento da saciedade do indivíduo.

Vitaminas e nutrientes da batata doce

A batata doce é originária da América tropical, sua forma, tamanho e cor variam de acordo com sua espécie. Por aqui, temos a batata doce branca, amarela e roxa. A versão amarelada, devido ao seu pigmento, é rica em betacaroteno, que uma vez ingerido transforma-se em vitamina A, responsável pela saúde ocular, da pele, pelo aumento da imunidade e pode auxiliar no ganho de massa muscular. Além disso, a batata doce é rica em Ferro, Cálcio, e possui propriedades imunomodulatórias, que atuam modulando e ativando os componentes celulares e seus mediadores químicos, aumentando assim a efetividade do sistema imunológico.

Já a batata de coloração roxa possui maior teor de antocianinas, sendo assim são uma excelente fonte de antioxidantes, evitando a ação dos radicai livres ao organismo.

Recomenda-se o consumo desse tubérculo cozido ou assado em forma de purês, sopas, picadinhos. Se ainda quiser aumentar a propriedade funcional deste tubérculo ele pode ser consumido com especiarias como canela, curry, açafrão, alecrim, tomilho, dentre outras.

Texto: Participação da nutricionista Karina Valentim

minhavida

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Ler e contar histórias para crianças ajuda no seu desenvolvimento cerebral

lerNão há hábito mais antigo do que ler e contar histórias para uma criança antes da hora de dormir. Mas além de ajuda-las a pegar no sono, essa atividade noturna ajuda no desenvolvimento cerebral dos pequenos, de acordo com um estudo publicado na edição de agosto da revista científica Pediatrics.

De acordo com os estudiosos norte-americanos já é sabido que a leitura para criança ajuda no desenvolvimento da linguagem, mas pouco foi analisado do efeito disso no cérebro infantil. Para investigar isso melhor, os especialistas analisaram o cérebro de 19 crianças com entre 3 e 5 anos enquanto ouviam histórias escolhidas para suas idades, monitorando a atividade cerebral através de ressonâncias magnéticas.

Eles perceberam que as crianças cujos os pais liam para elas com mais frequência ativavam áreas diferentes do cérebro, principalmente em uma região do hemisfério esquerdo chamado córtex de associação parietal-temporal-ocipital, onde há a integração sensorial, principalmente dos estímulos sonoros e visuais. Essa região já é estimulada em crianças maiores que leem sozinhas, mas não se imaginava que isso também ocorresse em crianças menores que ouvem histórias.
Além disso, por mais que as crianças estivessem apenas ouvindo as histórias, as que estavam mais acostumadas com esse hábito ativavam regiões cerebrais ligadas a visão também. Ou seja, elas têm maior facilidade para imaginar e ver as cenas narradas. E provavelmente crianças que desenvolvem essas habilidades nessa idade poderão desenvolver imagens e histórias apenas através de palavras no futuro. Dessa forma, é mais fácil para elas começarem a ler livros sem figuras e também estimularem sua criatividade desde novas.

minhavida

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Consumo de fibras ajuda a combater a hipertensão

como-as-fibrasAs fibras alimentares são a parte não digerível do alimento vegetal, a qual resiste à digestão e à absorção intestinal, com fermentação completa ou parcial no intestino grosso. Portanto, durante o processo digestivo, as fibras alimentares não sofrem qualquer tipo de modificação, muito embora exerçam uma série de efeitos fisiológicos positivos à saúde.

Elas podem ser divididas de acordo com a sua solubilidade. As fibras solúveis apresentam uma elevada capacidade de retenção de água, formando assim uma espécie de gel no trato digestório. Dentre as fibras solúveis temos, entre outras, as pectinas, que são fibras estruturais encontradas em frutas e legumes.

As fibras insolúveis são parte constituinte da estrutura de células vegetais e podem ser encontradas especialmente nas camadas mais externas de cereais integrais, além de verduras e legumes. As fibras contribuem para o funcionamento intestinal adequado. Além disso, elas ajudam no controle da glicemia, dos níveis de colesterol e são aliadas da dieta.

Toda fibra prebiótica é solúvel, porém nem toda fibra solúvel é prebiótica. As fibras prebióticas, como a inulina e os fruto-oligossacarídeos (FOS), também estimulam o aumento de bactérias consideradas boas no nosso intestino e inibem o crescimento de bactérias consideradas ruins. Dessa forma auxiliam para uma microbiota intestinal saudável.

Benefícios comprovados das fibras

Melhoram o trânsito intestinal: As fibras auxiliam na prevenção e tratamento da constipação intestinal. As fibras insolúveis agem aumentando o volume fecal e estimulando a motilidade intestinal pela distensão do cólon. Já as fibras solúveis contribuem pela captação de água e são fermentadas no trato gastrointestinal, estimulando assim o crescimento de bactérias benéficas, que melhoram o trânsito intestinal e a frequência de evacuações.

Auxiliam no controle glicêmico: As fibras solúveis tornam mais lento o processo de absorção dos carboidratos. Com isso, não há picos de glicose e consequentemente os picos de insulina não acontecem.

Quanto mais insulina o corpo produz, mais os órgãos começam a se tornar resistentes a ela, ou seja, solicitam que mais desse hormônio seja utilizado para colocar a glicose dentro de suas células. Este quadro se chama resistência à insulina, e conforme vai se agravando, resulta na diabetes tipo 2, quando o hormônio produzido pelo corpo não é suficiente mais para absorver todo o açúcar no sangue.

Auxiliam no controle dos níveis de colesterol: As fibras solúveis, como a betaglucana presente na aveia, produzem efeitos físicos no intestino delgado com a formação de geis solúveis que alteram a absorção de colesterol do organismo, auxiliando assim no controle dos níveis séricos de colesterol e reduzindo o risco cardiovascular. Além disso, a fermentação das fibras solúveis no intestino grosso gera componentes como ácidos graxos de cadeia curta que podem reduzir a síntese de colesterol no fígado. As fibras insolúveis, por sua vez, podem se ligar a sais biliares e também contribuir para a redução na absorção de parte de gorduras e do colesterol.

Contribuem para a perda de peso: As fibras alimentares estimulam a saciedade, pois refeições ricas em fibras são processadas mais lentamente, retardando o esvaziamento gástrico, promovendo assim a maior e mais prolongada sensação de saciedade, impactando na redução da ingestão alimentar. Além disso, as fibras alimentares, em geral, estão presentes em alimentos de baixa densidade calórica, contribuindo para um maior volume à refeição e maior saciedade.

Aveia é uma ótima fonte de fibras - Foto: Getty Images
Aveia é uma ótima fonte de fibras

Aliadas do coração: O aumento de consumo de cereais integrais, frutas e vegetais em geral é uma medida primária recomendada para a redução do risco de doenças cardiovasculares (DCV). O caráter protetor do consumo tanto de fibras insolúveis quanto solúveis na alimentação diária estaria relacionada aos níveis controlados de colesterol, da glicemia e insulinemia, além do menor risco à obesidade, que também é fator de risco cardiovascular.

Auxiliam o sistema imunológico: Os ácidos graxos de cadeia curta (AGCC), produtos da fermentação de fibras solúveis no intestino, funcionam como fonte de energia para a nutrição das células da própria mucosa intestinal e as fibras solúveis fermentadas convertem-se também em nutrientes importantes para o desenvolvimento da população bacteriana benéfica atuando favoravelmente sobre a microbiota intestinal.

Esse aumento inibe o crescimento de possíveis bactérias patogênicas, que causam efeitos deletérios ao organismo, por mecanismo de competição. Em última instância, isso auxilia no fortalecimento do sistema imunológico, contribuindo para a diminuição do risco de infecções gastrointestinais.

Benefícios em estudo das fibras

Ajudam a prevenir a hipertensão: Apesar de diversas pesquisas já evidenciarem os benefícios das fibras na prevenção de doenças cardiovasculares, em relação à hipertensão, o mecanismo fisiológico que explicaria a regulação da pressão arterial pelo consumo de alimentos fonte de fibras alimentares ainda não é plenamente compreendido. Estudos populacionais demonstram o efeito positivo do consumo de cereais integrais, como a farinha de trigo e o arroz, frutas, legumes e verduras diariamente. Contudo, ainda são necessárias pesquisas com o objetivo de elucidar se o efeito depende propriamente da fibra alimentar ou de algum outro componente presente no alimento fonte. O benefício poderia ser em parte atribuído ao melhor controle de peso e da sensibilidade à insulina, que são observados frente ao maior consumo de fibras.

Ajudam a prevenir as hemorroidas: Este benefício é uma consequência do fato das fibras melhorarem a função intestinal. Afinal, as hemorroidas são agravadas pelo esforço prolongado e exagerado para a evacuação, elementos presentes na constipação intestinal. Dessa forma, se o baixo consumo de fibras alimentares pode agravar a constipação intestinal, poderá contribuir para a evolução e surgimento de complicações graves relacionadas às hemorroidas.

Ajudam a prevenir as úlceras: As úlceras são lesões na mucosa que podem acometer todo o trato gastrointestinal. As refeições ricas em fibras alimentares insolúveis e solúveis possivelmente estimulam positivamente os fatores de proteção da mucosa e reduzem hormônios que estimulam a secreção gástrica (como a gastrina), potencialmente auxiliando em menores lesões na mucosa.

Ajudam a proteger contra o câncer de cólon: O mecanismo de proteção promovido pelas fibras alimentares insolúveis e solúveis em relação ao câncer de cólon pode estar envolvido com fatores como o aumento do trânsito intestinal que reduziria a exposição e contato de substâncias carcinogênicas com a parede do intestino grosso e manutenção da população de bactérias intestinais benéficas ao organismo. Acredita-se, também, que fermentação de fibras solúveis pelas bactérias presentes no intestino grosso, gerando como produtos finais os ácidos graxos de cadeia curta, poderiam regular e inibir a diferenciação de células neoplásicas, o que poderia prevenir o câncer.

Deficiência de fibras

Um dos primeiros sinais da carência de fibras no organismo é a constipação. Quando o consumo é insuficiente, observa-se o aumento de tempo do trânsito intestinal, diminuindo o volume de água do bolo fecal, tornando as fezes ressecadas e escassas.

A longo prazo, o consumo insuficiente de fibras alimentares pode promover o risco de desenvolvimento de doenças crônicas não-transmissíveis. A alimentação pobre em fibras pode aumentar o risco de desenvolvimento de diverticulose em indivíduos com maior predisposição, uma vez que a falta de fibras reduz o volume fecal e prolonga o período de trânsito intestinal, aumentando a pressão na luz do intestino e o risco de hérnias.

Fontes de fibras

As fibras solúveis e insolúveis podem ser encontradas nas frutas e nos cereais integrais, como arroz, trigo, centeio, cevada e a aveia (esta última é uma grande fonte de fibras insolúveis). As leguminosas, como feijões, lentilha, grão de bico e ervilha, são fontes de fibras solúveis. Já as verduras e legumes contam com boas quantidades de fibras insolúveis. As sementes, como a chia, linhaça e semente de abóbora, também contam com fibras.

Medidas para aumentar o consumo de fibras

Algumas atitudes simples do seu cotidiano são capazes de aumentar a ingestão de fibras. São elas:

  • Na hora de escolher o arroz, pães e massas, prefira as versões integrais em substituição aos refinados, já que boa parte das fibras (e alguns nutrientes) são perdidos com o refinamento dos cereais. Para uma melhor adaptação às versões integrais, uma estratégia é incluir 50% da porção na versão integral e 50% na versão refinada e, gradualmente, aumentar a proporção da parte mais rica em fibras
  • Nas refeições principais, reserve ao menos metade do espaço no prato para a porção de legumes e verduras, que poderá incluir a folha de legumes, além dos talos
  • Mantenha os feijões na sua dieta, este alimento é uma ótima fonte de fibras insolúveis e solúveis
  • Nos lanches intermediários, uma sugestão é incluir palitinhos crús de legumes, como cenoura e pepino, além de incluir no preparo de sanduíches vegetais folhosos, como agrião, rúcula, alface e repolho
  • A inclusão de vegetais e legumes também pode ser realizada em outras preparações, como tortas
  • As frutas também devem fazer parte da alimentação diária, dando preferência ao consumo de frutas inteiras, com a casca e o bagaço. No caso do consumo da fruta na forma de sucos naturais, a recomendação é evitar coar a bebida
  • Leia os rótulos dos produtos que está comprando, assim, você consegue optar por aquele com maior quantidade de fibras
  • Muitos legumes podem ser ingeridos com as cascas, como a batata, batata doce e cenoura, basta lavar muito bem antes do consumo.

Quantidade recomendada de fibras

São recomendados, para indivíduos adultos acima de 20 anos, o consumo de ao menos 25 a 35 gramas de fibras alimentares, sendo cerca de 70 a 75% de fibras insolúveis e 25 a 30% de fibras solúveis, diariamente. No entanto, em muitos países, o consumo de fibras é muito inferior ao orientado, devido à adoção de hábitos alimentares pouco saudáveis.

Suplemento de fibras

A suplementação de fibras alimentares pode ser indicada em indivíduos que não conseguem atingir a quantidade mínima ideal de fibras pela alimentação, apresentando queixas como constipação ou diarreia, em que é necessária a regulação do trânsito intestinal pela suplementação de fibras solúveis. É importante frisar que, independentemente do uso ou não de suplementos, a alimentação equilibrada e hábitos de vida saudáveis devem ser estimulados com o objetivo de se obter todos os efeitos benéficos que os alimentos fontes de fibras alimentares podem proporcionar ao organismo e de que é necessário acompanhamento de profissional da saúde para avaliar a indicação do suplemento de fibra alimentar e de acordo com as necessidades individuais.

Feijão é uma ótima fonte de fibras - Foto: Getty Images
Feijão é uma ótima fonte de fibras

Para algumas gestantes, as modificações alimentares não são o suficiente para que elas tenham um bom trânsito intestinal. Adicionalmente, alguns suplementos à base de ferro e cálcio, podem agravar esse quadro. Neste caso, poderá ser indicado o consumo de suplementos de fibras alimentares para grávidas com acompanhamento nutricional e médico. As crianças devem sempre ser estimuladas a consumir a quantidade adequada de fibras pela alimentação e o uso de suplementos restrito somente a situações específicas em que não é possível almejar a quantidade necessária, em casos selecionados de constipação intestinal, auxílio no controle do colesterol elevado e na obesidade.

Riscos do consumo em excesso de fibras

Raramente são observados efeitos adversos graves decorrentes do consumo excessivo de fibras alimentares pela alimentação. Em alguns alimentos fontes de fibras, como os cereais integrais e alguns vegetais folhosos, a presença de outros componentes como o fitato e o oxalato, respectivamente, podem interferir na absorção de minerais diminuindo a sua disponibilidade, como o zinco, ferro e cálcio, nutrientes que demandam maior cuidado, especialmente em grupos populacionais específicos como crianças, gestantes e idosos.

Para alguns grupos de pessoas, ingerir muitas fibras pode ser prejudicial. É o caso de quem tem luz intestinal reduzida como a Doença de Crohn e estenose. Uma alimentação pobre em fibra pode ser benéfica durante o período de inflamação e crise para redução da dor abdominal e outros sintomas, uma vez que minimiza a produção de resíduos à matéria fecal. Indivíduos com trânsito intestinal acelerado e grave distensão abdominal também necessitam de restrição de fibra alimentar até a melhora dos sintomas, quando então a alimentação deve ser gradualmente normalizada.

Ingestão de líquidos

Para melhorar a função intestinal é imprescindível que a ingestão de fibras seja acompanhada de hidratação suficiente por meio do consumo de líquidos em abundância, especialmente de água, de forma fracionada ao longo do dia. Além da hidratação, pelo consumo constante e fracionado de líquidos, o consumo de fibras pode ser associado ao uso de probióticos (cepas de bactérias benéficas ao organismo) com o objetivo de promover o crescimento e recolonização do intestino em situações específicas, como após a terapia com uso de medicamentos antibióticos.

minhavida

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Corinthians conta com ajuda do juiz, mas empata com Cruzeiro e fica em 3º

jogoO Corinthians até contou com um erro de arbitragem claro a seu favor, mas não passou do empate com o Cruzeiro em jogo da 19ª rodada do Brasileirão, na noite desta segunda-feira (8), no Estádio do Pacaembu. Com gol de Giovanni Augusto e empate de Ábila, a equipe paulista ficou no 1 a 1 com os mineiros que lutam para sair da parte de baixo da tabela e desperdiçou a chance de igualar o líder Palmeiras. No meio do segundo tempo, inclusive, a torcida corintiana chamou Cristóvão de burro.

O jogo ficou marcado por um pênalti claro justamente em cima do autor do gol. Ábila saiu cara a cara com Cássio e foi derrubado pelo goleiro. O atacante cruzeirense saiu até com o joelho sangrando após o lance, mas o juiz deu apenas amarelo para ele por reclamação.

Com o resultado, o Corinthians fica com 34 pontos, em 3º, dois atrás do líder Palmeiras e um atrás do novo vice-líder Atlético-MG. O Cruzeiro chega a 19 e não sai da zona de rebaixamento. Para abrir o returno, os corintianos vão até Porto Alegre para enfrentar o Grêmio, às 16h do próximo domingo. No mesmo dia e hora, o Cruzeiro recebe o Coritiba.

Gol relâmpago e um pênalti claro não marcado

O primeiro tempo poderia ser resumido nos seus 10 primeiros minutos. Logo no primeiro, Giovanni Augusto acertou bom chute da entrada da área e ainda viu a bola desviar em Edimar. O Corinthians abriu o placar antes mesmo que todos os torcedores com ingressos conseguissem entrar no Estádio do Pacaembu. O Cruzeiro tentou responder rápido, mas parou na arbitragem. Aos 7 minutos, Ábila saiu cara a cara com Cássio, iniciou o drible e foi claramente tocado pelo goleiro. O juiz Dewson Fernando Freitas da Silva, no entanto, disse não ter visto nada no lance. Ábila, que estava com o joelho sangrando após a jogada, tomou amarelo por reclamação. O lance foi tão claro que a internet não perdoou e criou diversos memes. Os cruzeirenses foram à loucura. Mesmo assim, foram melhores no resto do jogo, finalizaram mais e estiveram mais perto de empatar do que de sofrer o segundo.

 

Valeu esperar por ele

Marquinhos Gabriel era dúvida até o último minuto de jogo. Com dores nas costas, o meio-campista poderia ser substituído por Guilherme caso não conseguisse se recuperar a tempo. E valeu a pena esperar. No primeiro tempo, o jogador participou de quase todas as jogadas de perigo do Corinthians. Do outro lado, Mano Menezes optou por escalar Lucas França no lugar de Fábio e precisou substituir De Arrascaeta ainda no primeiro tempo por problemas musculares. Rafinha entrou.

Só deu Cruzeiro

O Cruzeiro voltou determinado a passar por cima do erro de arbitragem e empatar o jogo. Até na saída de jogo, Rafael Sóbis avisou: “Criamos chances, tivemos oportunidades, mas precisamos jogar contra o árbitro que está de palhaçada”. Foram 25 minutos de pura pressão cruzeirense. E o gol veio aos 20, com Ábila batendo a bola com categoria após cruzamento da esquerda para empatar o jogo. Sem chances para Cássio, que nada pôde fazer a não ser buscar a bola no fundo do gol.

 

Quase um frango…

Sem poder contar com Fábio, o torcedor não saberia o que esperar de Lucas França. Aos 25 minutos, Bruno Henrique chutou de bem longe em uma bola aparentemente fácil para a defesa. Eis que a bola passou no “meio das canetas” e foi caminhando lentamente até entrar no gol… Sorte cruzeirense que Lucas França reagiu rápido e evitou o pior. Aos 32 minutos, os paulistas criaram ótima chance de voltar a ficar à frente no placar, mas Guilherme colocou a bola por cima do gol.

Já virou burro

O Corinthians está lutando para voltar à liderança, terminará o turno no G-4, tem claras chances de título e sofre com problemas de um desmanche. Cristóvão Borges, no entanto, já virou burro para a torcida alvinegra. Ao substituir Romero para a entrada de Marlone, parte do Pacaembu passou a gritar burro para o técnico. Ele admitiu recentemente que sabe que será sempre cobrado enquanto não ficar em posição confortável na tabela.

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 1 x 1 CRUZEIRO

Data: 08/08/2016, segunda-feira
Hora: às 21h (de Brasília)
Local: Pacaembu, em São Paulo (SP)
Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (PA)
Assistentes: Marcio Gleidson Correia Dias (PA) e Helcio Araujo Neves (PA)
Cartões amarelos: André, Elias, Giovanni Augusto e Yago (COR); Ábila e Lucas (CRU)
Gols: Giovanni Augusto, no 1º min do 1ºT (COR); Ábila, aos 20 min do 2º T
CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Yago, Balbuena e Uendel; Bruno Henrique, Elias, Giovanni Augusto (Guilherme) e Marquinhos Gabriel; Romero e André.
Técnico: Cristóvão Borges.

CRUZEIRO: Lucas França; Lucas, Manoel, Bruno Rodrigo e Edimar; Henrique, Ariel Cabral (Willian), Robinho e Arrascaeta (Rafinha); Rafael Sobis e Ramón Ábila.
Técnico: Mano Menezes.

Uol

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Beber água com açúcar ajuda a acalmar os nervos?

água com açúcarVocê já deve ter levado um baita susto, e para te acalmar, te deram um copo comágua e açúcar para você beber. Mas essa mistura funciona mesmo? De acordo com a ciência, não existe qualquer tipo de comprovação de que beber água com açúcar tenha algum efeito calmante ou sedativo.

Ainda de acordo com os médicos, a água com açúcar pode acabar prejudicando a pessoa, pois quando estamos nesse estado, nosso corpo está cheio de adrenalina, e o açúcar gera energia, deixando o corpo ainda mais estimulado.

Mas você já deve ter percebido que mesmo com a explicação da ciência, em alguns momentos, a água com açúcar serviu para te deixar mais calmo. Para isso, existem duas explicações.

A primeira é que alguns especialistas contam que a água com açúcar pode acalmar quando é ingerida em um momento em que a glicose do organismo está em baixa, ou quando estamos com fome, por exemplo. Dessa forma, o corpo fica com a impressão de estar saciado com o excesso de açúcar e acaba sedando a pessoa.

A segunda explicação é que a água com açúcar possa conter um efeito placebo no organismo, estimulado pela emoção. Isso acontece porque na maioria das vezes, a pessoa que prepara e nos entrega esse copo de água com açúcar é alguém que amamos e que nos transmite confiança, como a mãe, o pai, os avós ou algum outro adulto. Nesse caso, o que acalma é o aconchego e a sensação de amparo.

Fonte: Segredos do Mundo

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Com a ajuda de ‘Teresa’, detentos escalam muro e fogem de presídio

PB1Dois apenados conseguiram fugir na madrugada desta quarta-feira (20), do Presídio Silvio Porto, no bairro de Mangabeira, em João Pessoa.

De acordo com as informações repassadas pela assessoria de imprensa da Secretaria de Administração Penitenciária da Paraíba, por volta de 1h30, quatro detentos tentaram fugir na unidade prisional usando uma corda feita de tecido chamada de ‘Tereza’.

Os agentes penitenciários perceberam a fuga e conseguiram evitar ainda que dois fugissem. Entretanto, dois detentos fugir pelo muro da unidade. Até as 08h, os fugitivos não tinham sido recapturados.

A Seap investiga o caso.

Com Portal Correio

 

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Energisa pede ajuda da Câmara Municipal para que prefeito de Sousa pague contas de energia em atraso  

sousa  falta de energiaA distribuidora de energia da Paraíba, ENERGISA, enviou no último dia 28 de outubro um ofício a Câmara Municipal de Sousa pedindo ajuda ao Presidente da Casa vereador Aldeone Abrantes no sentido do mesmo tomar providências em relação à inadimplência da prefeitura da cidade para com a referida Empresa.

Segundo o oficio assinado pelos integrantes da Supervisão de Relacionamento com o Poder Público Municipal (Alencar e Givaldo  Alessandro dos Santos), o prefeito de Sousa, André Gadelha já foi notificado por várias vezes pra resolver a situação de inadimplência e atraso na conta de energia, no entanto, não tomou nenhuma providência , o que pode ocasionar em um novo no corte do fornecimento de energia de vários órgãos do Governo Municipal , prejudicando assim centenas de cidadãos. A empresa ENERGISA enviou o comunicado para a Câmara Municipal de Sousa para o conhecimento do legislativo sousense, concedeu um prazo de 15 dias para efetuar o pagamento.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Veja em anexo o ofício da ENERGISA: 

oficio

Redação

Garoto de 7 anos pede ajuda após ver dois da família serem mortos em SP

 (Foto: Reprodução/ TV TEM)
(Foto: Reprodução/ TV TEM)

Um aposentado de 51 anos e o filho dele, de 24, foram mortos quando voltavam da chácara da família, em Capão Bonito (SP), nesta segunda-feira (12). As três pessoas que são suspeitas dos assassinato, incluindo um adolescente, estão foragidas. O crime ocorreu no Bairro Boituva, zona rural do município.

A mãe do rapaz, de 47 anos, foi atingida com com uma facada de raspão na cabeça, mas foi levada à Santa Casa e passa bem.

De acordo com o delegado Hélio Edson de Souza Júnior, a suspeita é de que a família saía da chácara com destino a Sorocaba(SP), onde mora, mas foi interceptada pelos homens no caminho. “É visível que houve luta corporal entre as seis pessoas (três suspeitos e três vítimas). Havia um revólver, facas e facões, mas não sabemos de quem são esses materiais. Não descartamos nem a hipótese de que os suspeitos tenham agido por legítima defesa, se as próprias vítimas é que atacaram”, afirma.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Além dos três, o neto do casal, de 7 anos, e o cachorro da família também estavam no carro supostamente emboscado pelos suspeitos. “Depois que os homens morreram, a mulher e a criança fugiram. Como estava ferida, ela caiu e ficou no meio do caminho enquanto o menino, que não se feriu, foi pedir ajuda e encontrou um motociclista.”

De acordo com a Polícia Militar, o garoto estava muito nervoso e só contou o que tinha acontecido por meio de desenhos.

Ainda sobre a luta corporal entre as partes, o delegado afirma que há manchas de sangue até no teto do carro da família. “Não sabemos se a luta começou dentro do veículo ou fora e depois continuou dentro. Tudo vai depender do depoimento da vítima e dos homens depois que forem encontrados, para fazermos uma reconstituição”, afirma.

Segundo o delegado, uma das hipóteses levantadas por vizinhos é que os homicídios foram causados por uma antiga briga. “Essa desavença teria sido gerada por um suposto roubo de uma moto da família de Sorocaba. Mas não há nada confirmado ainda”, conclui.

Bairro Boituva fica a 30 quilômetros da área urbana da cidade (Foto: Reprodução/ TV TEM)Bairro Boituva fica a 30 quilômetros da área urbana da cidade (Foto: Reprodução/ TV TEM)
G1