Arquivo da tag: Agreste

Morre Zé dos Montes, aposentado que construiu castelo por 36 anos em Sítio Novo, no Agreste do RN

Morreu na segunda-feira (6) o aposentado José Antônio Barreto, ou simplesmente Zé dos Montes, aos 88 anos. Criador do Castelo Zé dos Montes, um dos monumentos mais famosos do Rio Grande do Norte, localizado em Sítio Novo, o sargento aposentado do Exército foi sepultado na manhã desta terça-feira (7) em Natal.

A cerimônia modesta e silenciosa foi restrita a alguns familiares por causa dos protocolos de contenção da Covid-19, contrastando com o legado deixado por Zé. O aposentado teve uma morte natural e descansou após ter enfrentado dois AVCs, problemas cardíacos e falência respiratória ao longo dos 88 anos de muita história.

Zé seguiu carreira militar até a aposentadoria na década de 1980, quando passou a se dedicar exclusivamente a construção do castelo. Nascido em São José de Mipibu, na Região Metropolitana de Natal, Zé se criou em Pedro Avelino e também morou em Natal, mas foi em Sitio Novo que o sargento reformado firmou sua fortaleza.

Construção começou em 1984 — Foto: Canindé Soares

Construção começou em 1984 — Foto: Canindé Soares

A obra faraônica erguida no meio das serras do Agreste do Rio Grande do Norte começou a ser construída em 1984 após uma visão espiritual, que Zé afirma ter recebido. Nela, uma senhora de vestido azul se revelou ao menino de 8 anos que apanhava lenha em um monte. Nesse momento nasce o projeto pelo qual José Antônio Barreto seria eternizado como Zé dos Montes.

Antes, Zé tentou dar forma a visão celestial em dois bairros de Natal: Igapó e Quintas. Porém, a ideia não prosperou porque ele sentiu que os lugares não eram apropriados para o castelo. Depois de muita peregrinação, Zé chega a Sítio Novo e encontra na Serra de Tapuia o terreno ideal para o castelo, cujo projeto estava todo desenhado na cabeça depois de 13 visões com a mulher de vestido azul.

Desafiando engenheiros e arquitetos, Zé iniciou a construção da sede do seu “reinado” – que tem mais de 100 compartimentos – sem nenhum projeto no papel. “Foi tudo da cabeça dele”, dizem familiares. O militar-engenheiro-profeta se dedicou a construção até os últimos anos de vida. Foram 36 anos de obras do monumento que ainda não tem data para acabar.

Zé dos Montes tinha 88 anos — Foto: Arquivo familiar/Cedida

Zé dos Montes tinha 88 anos — Foto: Arquivo familiar/Cedida

A finalização do “reinado” ficará por conta do filho de Zé, o empresário Joseildo Gomes. “O castelo tem algumas coisas para reparar e outras para construir. Ele é tão grande que nem eu sei direito quantos compartimentos tem, mas vou fazer de tudo para continuar a missão do meu pai. Vou dar meu sangue para que a história dele não seja apagada e para que todos conheçam a pessoa que ele foi e o legado dele”, conta.

Joseildo trabalha como guia do castelo, que colocou a cidade de Sítio Novo na rota turística do RN. “A ideia do meu pai era fazer o castelo por causa da visão e não que ele virasse um ponto turístico, mas isso inevitavelmente aconteceu. O castelo chamava atenção do povo e ele começou a cobrar ingresso, justamente pra ver se as pessoas paravam de vir. No entanto, aconteceu o contrário”, diz Joseildo.

Joseildo no aniversário de 87 anos do pai Zé dos Montes — Foto: Arquivo familiar/Cedida

Joseildo no aniversário de 87 anos do pai Zé dos Montes — Foto: Arquivo familiar/Cedida

O filho de Zé dos Montes foi adotado quando tinha 4 anos e acompanhou toda a trajetória do pai pela realização do sonho do castelo. “Ele construiu uma história linda. Me criou, não deixou faltar nada. Quando tentavam me menosprezar por ser filho adotivo, ele repreendia. Sempre me senti muito acolhido e abraçado por ele. Era um afeto sem tamanho”, lembra o herdeiro do castelo.

O Castelo de Zé dos Montes está fechado para visitações por causa do novo coronavírus. As visitações estão suspensas e serão retomadas nas próximas semanas, a depender do comportamento da pandemia. O monumento fica em uma serra entre os municípios de Sítio Novo e Tangará, a cerca de 100 quilômetros de Natal.

G1

Advogado suspeito de integrar grupo criminoso é preso no Agreste da PB

A Polícia Civil da Paraíba, através do trabalho investigativo da Delegacia de Crimes Contra o Patrimônio (Roubos e Furtos)  de Campina Grande – DRF/CG, em ação conjunta com a Força Tarefa enviada para apurar crimes ocorridos em Catolé do Rocha, prendeu na tarde de ontem, sábado (27), em Campina Grande, um advogado que teria ligação com organizações criminosas responsáveis por ataque a bancos e homicídios no Sertão do Estado.

O advogado foi preso em razão do cumprimento de mandado de prisão preventiva expedido pela 2ª Vara Mista da Comarca de Pombal. A prisão aconteceu no bairro José Pinheiro. De acordo com a polícia, além de integrar o grupo, o homem é suspeito de ser um dos líderes da organização. O grupo foi desarticulado na Operação Ladinos, deflagrada no sertão paraibano, no final do ano passado.

“Durante as investigações ficou evidenciado que além de atuar na advocacia da organização criminosa, o advogado era o mentor intelectual da organização e o responsável pela aquisição de armas de fogo que eram utilizadas nas ações do grupo”, destacou o delegado Diego Beltrão, da DRF-CG.

O grupo teria investido contra agências bancárias e carros-fortes da Paraíba e Rio Grande do Norte. A ação resultou na prisão de pelo menos 22 criminosos e apreensão de diversas armas de fogo de grosso calibre.

O advogado vinha sendo investigado há mais de dois anos, quando houve uma série de “estouro de bancos” na região do Sertão. As investigações concluíram que ele se utilizava de sua prerrogativa de advogado para colaborar com informações para membros de organizações criminosas.

“Por conta dessa conduta, foi determinado pela Justiça que ele fosse proibido de frequentar o Fórum e outro locais em que pudesse ter acesso a informações, no entanto, foi verificado que ele continuou a manter contatos com os suspeitos de fazerem parte de crimes cometidos em várias cidades do Sertão”, disse.

Policiais que fazem parte da Força Tarefa enviada para investigar a chacina ocorrida em Catolé do Rocha na semana passada também entraram no caso e descobriram que o advogado teria envolvimento com as duas quadrilhas que provocaram as mortes de famílias rivais na cidade.

“Com o desenvolvimento das investigações e constatação de que ele estava descumprindo as determinações judiciais, bem como sua relação com essas organizações criminosas, as equipes da DRF/CG e da Força Tarefa da Polícia Civil, conseguiram localizá-lo e prendê-lo em Campina Grande neste sábado”, concluiu Diego Beltrão.

 

T5

 

 

Homem morre soterrado após deslizamento de terra em Esperança, no Agreste da Paraíba

Um homem de 46 anos morreu após um deslizamento de terras em Esperança, no Agreste da Paraíba, na manhã desta segunda-feira (10). De acordo com a Polícia Militar, o homem estava retirando um material de construção com o filho quando o deslizamento aconteceu e ele foi soterrado.

Conforme o relato de familiares à polícia, o homem costumava retirar materiais do local e estava trabalhando com o filho.

Segundo a polícia, a vítima não usava equipamento de segurança quando o acidente aconteceu. O local também não tem nenhum tipo de regulamentação que permite a retirada de materiais para construção.

Foto: Artur Lira/TV Paraíba

G1

 

Agreste e Sertão têm cidades com maior volume de chuvas

Cidades do Agreste e Sertão estão entre as que registraram mais chuvas nas últimas horas na Paraíba. Segundo a Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa), Boa Vista, situada no Agreste, recebeu 42 milímetros e ocupa o primeiro lugar no ranking. O município é seguido por Frei Martinho, da mesma região, onde choveu 36,8 milímetros. Manaíra, no Sertão, teve o mesmo índice. Em seguida, aparece Caiçara, no Agreste, com 35,5 milímetros. O município sertanejo de Conceição fecha o ranking, com 31,6 milímetros.

Ainda conforme a Aesa, choveu em cidades de todas as quatro regiões do estado. Apesar disso, não houve transbordamento de reservatórios. O açude São José II, em Monteiro, segue sendo o único totalmente abastecido.

Alerta para mais chuvas

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) renovou para 85 municípios paraibanos o aviso de perigo de chuvas fortes. O novo alerta é válido até as 9h40 desta terça-feira (4). Até a manhã desta segunda, 111 localidades do estado estavam sob estado de atenção.

Conforme o Inmet, pode chover entre 20 e 30 milímetros por hora ou até 50 milímetros por dia. Nas áreas listadas, também podem ocorrer rajadas de vento com intensidade entre 40 km/h e 60 km/h. Devido ao mau tempo há risco de corte de energia elétrica, queda de árvores e alagamentos. Existe ainda a chance de incidência de raios.

 

portalcorreio

 

 

Mulher morre após sofrer choque em caixa de som em Lagoa Seca, no Agreste da Paraíba

Uma mulher de 35 anos morreu após sofrer um choque elétrico em uma caixa de som em casa, no município de Lagoa Seca, no Agreste da Paraíba, na tarde de domingo (19). De acordo com o relato do irmão da vítima à polícia, o acidente aconteceu por volta das 14h40, quando a vítima ensaiava músicas.

Segundo os familiares, Edleuza Pereira da Silva estava ensaiando músicas que iria cantar na igreja quando sofreu o choque elétrico. Ela utilizava um microfone ligado em uma caixa de som quando o acidente aconteceu.

De acordo com a família, a mulher foi levada para o Hospital Municipal de Lagoa Seca, mas não resistiu e morreu.

A polícia deve investigar se quedas de energia que ocorreram na cidade durante o domingo têm ligação com o caso.

G1

 

Mulher é espancada a chutes e pontapés por homem, em Lagoa Seca, Agreste da PB

Uma mulher de 44 anos foi espancada a chutes e pontapés na noite da quarta-feira (13), em Lagoa Seca, no Agreste paraibano. De acordo com um Boletim de Ocorrência registrado pela vítima na Central de Polícia Civil de Campina Grande, o suspeito é o companheiro de uma amiga da vítima, que a abordou no meio da rua e começou a agredi-la.

O caso aconteceu no bairro São José. Segundo relato da vítima à polícia, ela trabalha como comerciante na cidade e havia acabado de fechar o local de trabalho. Ao pegar um mototaxista para ir para casa onde mora, a mulher e o mototaxista foram abordados em uma esquina pelo suspeito. O homem pediu para que o mototaxista parasse o veículo e, em seguida, começou a agredir a mulher.

Após as agressões, o suspeito fugiu do local. A mulher precisou ser socorrida e levada para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande. Conforme a unidade de saúde, a vítima sofreu um corte na cabeça. Ela recebeu atendimento médico e foi liberada ainda na noite da quarta-feira.

Ainda de acordo com o depoimento da vítima à polícia, ela contou que, dias antes de ser agredida pelo homem, ela teria conversado com a amiga, mulher do suspeito, por um aplicativo de mensagens.

Segundo ela, nessa conversa, a mulher do suspeito dizia estar insatisfeita com o relacionamento e que pensava em se separar. A vítima das agressões teria incentivado a amiga a deixar o homem. Ela acredita que ele teria visto a conversa e, por isso, teria cometido as agressões.

Até as 8h40 desta quinta-feira (14), as informações da polícia eram de que o suspeito do crime não havia sido localizado.

G1

 

Homem é morto após desentendimento por furto de celular, no Agreste da PB

Um homem foi morto após desentendimento por furto de um celular por volta das 3h desta segunda-feira (14), na cidade de Alagoa Nova, no Agreste da Paraíba. O caso aconteceu na residência onde os envolvidos estavam bebendo. O suspeito fugiu do local do crime em uma moto.

De acordo com relato de testemunhas à polícia, cinco pessoas estavam bebendo em uma residência na rua Vereador José Venâncio, quando o suspeito saiu do local esquecendo o celular. Ao retornar para buscar, o aparelho havia sido furtado.

A vítima, de 29 anos, foi acusado pelo suspeito de ter sido o autor do furto e após discussão o homem foi esfaqueado e não resistiu aos ferimentos. O suspeito fugiu em uma moto após o caso.

A polícia foi acionada e uma perícia foi realizada no local do crime. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil de Esperança, mas até as 7h30 da manhã desta segunda-feira ninguém foi preso.

G1

 

Incêndio atinge depósito de fábrica de material reciclável, em Queimadas, no Agreste da PB

Um incêndio atingiu um depósito de uma fábrica de material reciclável por volta das 20h desta segunda-feira (7), no bairro do Ligeiro, em Queimadas, no Agreste da Paraíba. Três equipes do Corpo de Bombeiros Militar da Paraíba foram enviadas para controlar o fogo.

O incêndio atingiu o local e o fogo se alastrou rapidamente tomando grande proporção. Foram necessários mais de 26 mil litros de água para controlar o fogo. O expediente da fábrica foi encerrado às 17h e no momento do incêndio não havia ninguém no local.

O fogo atingiu parte da fábrica onde o material reciclável era separado e, por se tratar de produtos inflamáveis, tudo foi queimado. Outras duas empresas que ficam ao lado da fábrica estavam com chamas ao entorno quando os bombeiros chegaram, mas não foram atingidas.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, apesar da situação estar controlada, o clarão do fogo e a fumaça duraram a madrugada inteira. As equipes do Bombeiros trabalharam por cerca de 10 horas ininterruptas em um trabalho de resfriamento e revirada dos entulhos para o cessar do fogo.

O trabalho dos bombeiros terminou por volta das 6h30 desta terça-feira (8). As causas do incêndio estão sendo investigas. Uma equipe do Corpo de Bombeiros Militar da Paraíba deve fazer uma perícia no local atingido pelo fogo quando não houver mais fumaça.

Corpo de Bombeiros trabalhou no combate das chamas na fábrica de material reciclável até às 6h30 desta terça-feira (8) — Foto: Reprodução/TV Paraíba

Corpo de Bombeiros trabalhou no combate das chamas na fábrica de material reciclável até às 6h30 desta terça-feira (8) — Foto: Reprodução/TV Paraíba

 

G1

 

 

Princípio de rebelião é registrado no Lar do Garoto, em Lagoa Seca, no Agreste da PB

Um princípio de rebelião foi registrado na manhã desta sexta-feira (27) no Centro Educacional Lar do Garoto, em Lagoa Seca, no Agreste da Paraíba. De acordo com a Polícia Militar, a rebelião pode estar relacionada à prisão de um agente socioeducativo nesta quinta-feira (26), após ser flagrado por câmeras fornecendo drogas aos internos.

Conforme o comandante do Comando de Policiamento Regional I (CPR1), em Campina Grande, coronel Cunha Rolim, o princípio de rebelião foi registrado, mas os agentes teriam conseguido conter os internos ainda na manhã desta sexta-feira. Equipes da Polícia Militar foram acionadas ao local para dar apoio ao procedimento de revistas nas alas do Centro Educacional após a rebelião.

“Esse é mais um princípio de tumulto, pela terceira vez neste mês de setembro, um grupo de menores conseguiu arrombar as celas e tentou contra outro grupo de menores que estava no seguro, na parte isolada. Mas a situação está contida, não teve nenhum menor ferido, apenas com escoriações por passar pelos buracos das celas”, explicou o coronel Cunha Rolim.

Segundo o comandante do CPR1, cerca de 12 celas foram danificadas pelos internos. “Desta forma, eles tiveram acesso a uma parte externa do Centro Educacional. A PM foi acionada, contivemos o local e agora o Bope vai fazer uma operação de segurança, como é de costume para retirar alguma material que esteja irregularmente dentro das celas”, relatou.

O coronel explicou que ainda não é possível confirmar se o tumulto tem a ver com a prisão do agente socioeducativo. “A Polícia Militar não pode confirmar se esse tumulto tem relação com a prisão do agente, até porque esses menores sempre fazem isso, geralmente pelas questões que existem aqui dentro entre eles mesmo”, salientou Cunha Rolim.

Tentativa de fuga

Ainda de acordo com o o comandante do CPR1, houve tentativa de fuga. “Desta vez, os internos tiveram acesso a parte das muralhas do local, o que não é comum. Mas os policiais estavam atentos, o reforço chegou rápido e não houve nenhuma fuga”, esclareceu.

Os internos teriam conseguido sair das celas por buracos feitos nas paredes. “Essa instituição tem uma estrutura antiga, e os internos conseguiram arrombar as paredes. Agora essas paredes vão passar por reformas, a Fundac já informou isso, que vão concretar essas paredes pela questão de segurança e pra evitar esse tipo de tumulto”, destacou o comandante.

Até as 11h desta sexta-feira (27), viaturas da Polícia Militar permaneciam na entrada do Lar do Garoto. O coronel Cunha Rolim informou ainda que a segurança externa do local está ativada e que existe um número considerável de agentes socioeducativos dentro do Centro Educacional. “A PM ajuda na questão da segurança externa, mas a segurança interna é de responsabilidade da Fundac”, concluiu.

Agente socioeducativo preso

Um agente socioeducativo do Centro Educacional Lar do Garoto, em Lagoa Seca, no Agreste da Paraíba, foi preso na noite da quinta-feira (26) suspeito de fornecer drogas aos internos da unidade. De acordo com a delegada plantonista, Elizabeth Beckman, a ação do agente foi flagrada por câmeras de segurança após a direção receber uma denúncia e passar a monitorar a conduta do homem.

O agente foi flagrado por volta das 18h, quando, segundo a delegada, as câmeras registraram o momento em que ele entregava um material suspeito a três internos na ala provisória do Centro Educacional. Depois disso, a direção e outros agentes foram até a ala e encontraram a droga.

G1

 

Carro de prefeito da PB é roubado durante assalto no Agreste

O carro do prefeito da cidade de Queimadas, Carlinhos de Tião, irmão do deputado estadual Doda de Tião, foi tomado por assalto neste sábado (07).

De acordo com as informações os bandidos renderam o prefeito e levaram o seu carro, uma Hilux de cor branca.

Até o início da noite nenhum suspeito havia sido preso.

PB Agora