Arquivo da tag: Agreste

Homem é morto após desentendimento por furto de celular, no Agreste da PB

Um homem foi morto após desentendimento por furto de um celular por volta das 3h desta segunda-feira (14), na cidade de Alagoa Nova, no Agreste da Paraíba. O caso aconteceu na residência onde os envolvidos estavam bebendo. O suspeito fugiu do local do crime em uma moto.

De acordo com relato de testemunhas à polícia, cinco pessoas estavam bebendo em uma residência na rua Vereador José Venâncio, quando o suspeito saiu do local esquecendo o celular. Ao retornar para buscar, o aparelho havia sido furtado.

A vítima, de 29 anos, foi acusado pelo suspeito de ter sido o autor do furto e após discussão o homem foi esfaqueado e não resistiu aos ferimentos. O suspeito fugiu em uma moto após o caso.

A polícia foi acionada e uma perícia foi realizada no local do crime. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil de Esperança, mas até as 7h30 da manhã desta segunda-feira ninguém foi preso.

G1

 

Incêndio atinge depósito de fábrica de material reciclável, em Queimadas, no Agreste da PB

Um incêndio atingiu um depósito de uma fábrica de material reciclável por volta das 20h desta segunda-feira (7), no bairro do Ligeiro, em Queimadas, no Agreste da Paraíba. Três equipes do Corpo de Bombeiros Militar da Paraíba foram enviadas para controlar o fogo.

O incêndio atingiu o local e o fogo se alastrou rapidamente tomando grande proporção. Foram necessários mais de 26 mil litros de água para controlar o fogo. O expediente da fábrica foi encerrado às 17h e no momento do incêndio não havia ninguém no local.

O fogo atingiu parte da fábrica onde o material reciclável era separado e, por se tratar de produtos inflamáveis, tudo foi queimado. Outras duas empresas que ficam ao lado da fábrica estavam com chamas ao entorno quando os bombeiros chegaram, mas não foram atingidas.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, apesar da situação estar controlada, o clarão do fogo e a fumaça duraram a madrugada inteira. As equipes do Bombeiros trabalharam por cerca de 10 horas ininterruptas em um trabalho de resfriamento e revirada dos entulhos para o cessar do fogo.

O trabalho dos bombeiros terminou por volta das 6h30 desta terça-feira (8). As causas do incêndio estão sendo investigas. Uma equipe do Corpo de Bombeiros Militar da Paraíba deve fazer uma perícia no local atingido pelo fogo quando não houver mais fumaça.

Corpo de Bombeiros trabalhou no combate das chamas na fábrica de material reciclável até às 6h30 desta terça-feira (8) — Foto: Reprodução/TV Paraíba

Corpo de Bombeiros trabalhou no combate das chamas na fábrica de material reciclável até às 6h30 desta terça-feira (8) — Foto: Reprodução/TV Paraíba

 

G1

 

 

Princípio de rebelião é registrado no Lar do Garoto, em Lagoa Seca, no Agreste da PB

Um princípio de rebelião foi registrado na manhã desta sexta-feira (27) no Centro Educacional Lar do Garoto, em Lagoa Seca, no Agreste da Paraíba. De acordo com a Polícia Militar, a rebelião pode estar relacionada à prisão de um agente socioeducativo nesta quinta-feira (26), após ser flagrado por câmeras fornecendo drogas aos internos.

Conforme o comandante do Comando de Policiamento Regional I (CPR1), em Campina Grande, coronel Cunha Rolim, o princípio de rebelião foi registrado, mas os agentes teriam conseguido conter os internos ainda na manhã desta sexta-feira. Equipes da Polícia Militar foram acionadas ao local para dar apoio ao procedimento de revistas nas alas do Centro Educacional após a rebelião.

“Esse é mais um princípio de tumulto, pela terceira vez neste mês de setembro, um grupo de menores conseguiu arrombar as celas e tentou contra outro grupo de menores que estava no seguro, na parte isolada. Mas a situação está contida, não teve nenhum menor ferido, apenas com escoriações por passar pelos buracos das celas”, explicou o coronel Cunha Rolim.

Segundo o comandante do CPR1, cerca de 12 celas foram danificadas pelos internos. “Desta forma, eles tiveram acesso a uma parte externa do Centro Educacional. A PM foi acionada, contivemos o local e agora o Bope vai fazer uma operação de segurança, como é de costume para retirar alguma material que esteja irregularmente dentro das celas”, relatou.

O coronel explicou que ainda não é possível confirmar se o tumulto tem a ver com a prisão do agente socioeducativo. “A Polícia Militar não pode confirmar se esse tumulto tem relação com a prisão do agente, até porque esses menores sempre fazem isso, geralmente pelas questões que existem aqui dentro entre eles mesmo”, salientou Cunha Rolim.

Tentativa de fuga

Ainda de acordo com o o comandante do CPR1, houve tentativa de fuga. “Desta vez, os internos tiveram acesso a parte das muralhas do local, o que não é comum. Mas os policiais estavam atentos, o reforço chegou rápido e não houve nenhuma fuga”, esclareceu.

Os internos teriam conseguido sair das celas por buracos feitos nas paredes. “Essa instituição tem uma estrutura antiga, e os internos conseguiram arrombar as paredes. Agora essas paredes vão passar por reformas, a Fundac já informou isso, que vão concretar essas paredes pela questão de segurança e pra evitar esse tipo de tumulto”, destacou o comandante.

Até as 11h desta sexta-feira (27), viaturas da Polícia Militar permaneciam na entrada do Lar do Garoto. O coronel Cunha Rolim informou ainda que a segurança externa do local está ativada e que existe um número considerável de agentes socioeducativos dentro do Centro Educacional. “A PM ajuda na questão da segurança externa, mas a segurança interna é de responsabilidade da Fundac”, concluiu.

Agente socioeducativo preso

Um agente socioeducativo do Centro Educacional Lar do Garoto, em Lagoa Seca, no Agreste da Paraíba, foi preso na noite da quinta-feira (26) suspeito de fornecer drogas aos internos da unidade. De acordo com a delegada plantonista, Elizabeth Beckman, a ação do agente foi flagrada por câmeras de segurança após a direção receber uma denúncia e passar a monitorar a conduta do homem.

O agente foi flagrado por volta das 18h, quando, segundo a delegada, as câmeras registraram o momento em que ele entregava um material suspeito a três internos na ala provisória do Centro Educacional. Depois disso, a direção e outros agentes foram até a ala e encontraram a droga.

G1

 

Carro de prefeito da PB é roubado durante assalto no Agreste

O carro do prefeito da cidade de Queimadas, Carlinhos de Tião, irmão do deputado estadual Doda de Tião, foi tomado por assalto neste sábado (07).

De acordo com as informações os bandidos renderam o prefeito e levaram o seu carro, uma Hilux de cor branca.

Até o início da noite nenhum suspeito havia sido preso.

PB Agora

 

 

Grupo armado explode agência bancária em Mogeiro, no Agreste da Paraíba

Uma agência bancária foi alvo de criminosos na madrugada deste sábado (31), em Mogeiro, no Agreste da Paraíba. De acordo com o delegado Seccional de Itabaiana, Felipe Castelar, seis homens armados explodiram a agência localizada no Centro da cidade e fugiram levando uma quantia em dinheiro.

Segundo o delegado, o caso aconteceu por volta da 1h30. Testemunhas relataram à polícia que os criminosos chegaram ao local em dois carros, explodiram a agência e, em seguida, fugiram do local atirando contra um vigilante que estava na prefeitura do município, localizada em frente à agência.

Até as 9h deste sábado, as informações da polícia eram de que ninguém ficou ferido e nenhum suspeito do crime havia sido identificado.

Foto: Polícia Civil/Divulgação

G1

 

Pai e filho morrem afogados em barreiro entre Puxinanã e Montadas, no Agreste da PB

Pai e filho morreram afogados na tarde desta quinta-feira (22), em um barreiro que fica entre as cidades de Puxinanã e Montadas, no Agreste paraibano. Segundo as informações do Corpo de Bombeiros, o filho havia caído no barreiro e o pai pulou na água para tentar salvá-lo, mas os dois acabaram morrendo.

O afogamento foi confirmado pelo Corpo de Bombeiros de Campina Grande, por volta das 16h30. O barreiro onde o caso ocorreu fica às margens da rodovia estadual PB-115.

Uma equipe do Corpo de Bombeiros foi ao local para retirar os corpos. O pai era um agricultor de 48 anos de idade e filho era um adolescente de 13 anos de idade.

G1

 

Casa cai e outras oito estão sob ameaça de desabamento, no Agreste

Uma casa caiu, na noite desta sexta-feira (26), e outras oito estão sob ameaça de desabamento no bairro da Baixada, na cidade de Massaranduba, no Agreste da Paraíba. A prefeitura municipal decretou estado de calamidade. Chuvas caem há dez dias na região.

Oito famílias estão com as casas condenadas e precisaram desocupá-las. A Secretaria de Assistência Social da cidade irá fazer reuniões com estas famílias para compreender a situação deles e encaminhá-los para alojamentos ou se eles serão beneficiados com alugueis sociais.

De acordo com o engenheiro da prefeitura, as causas do desabamento foram as chuvas, o desmatamento na região e um esgoto a céu aberto que passa na lateral destas casas.

G1

 

Pastor de Igreja Batista capota o carro em rodovia do Agreste na Paraíba

O capotamento de um veículo na manhã dessa quarta-feira (24) o acidente aconteceu em uma curva entre Juarez Távora e Alagoa Grande, no Agreste da Paraíba.

De acordo com as informações, o condutor nada sofreu, restando apenas danos materiais.

Nordeste 1

 

Homem morre afogado em açude no Agreste da Paraíba

Um homem de 50 anos morreu afogado em um açude da cidade de Lagoa Seca, no Agreste paraibano, na tarde do domingo (23). De acordo com as primeiras informações do Corpo de Bombeiros, a vítima estaria pescando e se divertindo com amigos quando se afogou.

O açude fica localizado às margens da BR-104, entre Campina Grande e Lagoa Seca. Moradores relataram aos bombeiros que o homem estava nadando e de repente começou a se afogar. Nenhuma testemunha conseguiu salvá-lo e ele submergiu.

O Corpo de Bombeiros foi acionado ainda no domingo e iniciou as buscas, mas sem sucesso. Já nesta segunda-feira (24) o homem foi encontrado morto. O corpo foi levado para o Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol) de Campina Grande.

G1

 

Dupla em moto tenta atear fogo em cadeia pública de Esperança-PB

Dois homens tentaram atear fogo na Cadeia Pública de Esperança, no Agreste da Paraíba, na manhã deste sábado (27). De acordo com os agentes penitenciários que estavam no local no momento do crime, um dos suspeitos arremessou dois coquetéis molotov para dentro da cadeia, um deles amarrado em um paralelepípedo, mas o fogo não se espalhou e apagou ainda no chão.

G1 entrou em contato com o gerente executivo do Sistema Penitenciário do Estado, Ronaldo Porfírio, que informou que o fato realmente aconteceu, mas que apenas uma parte da pintura da parede do local foi danificada durante a ação criminosa.

O caso aconteceu por volta das 10h18 deste sábado. Conforme os agentes penitenciários, câmeras de segurança flagraram o momento em que a dupla chega ao local em uma moto. Um deles, desce do veículo, se aproxima do muro da cadeia e arremessa o explosivo caseiro para dentro do local.

Ainda segundo os agentes penitenciários, a polícia acredita que a intenção dos suspeitos era que o explosivo caseiro atingisse as telhas da cadeia, o que causaria uma explosão no local.

Até as 12h deste sábado, as informações da polícia eram de que nenhum dos suspeitos havia sido localizado e que imagens de câmeras de segurança de estabelecimentos da região serão analisadas para tentar identificar a moto em que a dupla estava.

G1