Arquivo da tag: agressão

Mulher é encontrada com marcas de agressão em várias partes do corpo, em Bayeux, PB

Uma mulher de 44 anos foi encontrada com marcas de agressão, na madrugada desta segunda-feira (26), em Bayeux, na Grande João Pessoa. Ela foi agredida com pancadas na cabeça, na boca, nos olhos, nos braços e nas costas.

De acordo coma Polícia Militar, a mulher foi encaminhada ao Hospital de Emergência e Trauma pelo Samu. Ela informou que um homem queira matá-la. Além disso, segundo a vítima relatou à polícia, ela é usuário de drogas e faz programa na região.

A mulher também informou que estava devendo a uma pessoa, mas não soube dizer se o homem que a agrediu era o mesmo.

Ela deu entrada no Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa por volta das 3h50, passou por procedimentos médicos de emergência e seguem em observação do setor de cirurgia geral, com quadro clínico regular. Até as 6h45 desta segunda-feira, o suspeito não havia sido localizado.

G1

 

Defesa pede prisão de prefeito Fábio Tyrone por agressão a ex

De acordo com o advogado Diego Cazé que compõe a defesa da advogada Myriam Gadelha, ex-companheira de Fábio Tyrone, prefeito de Sousa, o representante deve ser preso preventivamente após ser acusado de agredir a então namorada. O caso foi registrado na última quinta-feira (6) durante uma festividade em João Pessoa.

Em entrevista ao programa Tambaú da Gente, da TV Tambaú, Cazé detalhou a movimentação e instruções dadas pela defesa com o objetivo de preservar a advogada. “Nós recomendamos a Myriam que nesse momento ela se resguardasse. Após as falas de ontem com o repetir dos fatos, que são naturalmente dolorosos à qualquer mulher que sem encontra nessa situação, é importante que se diga, inclusive, que nós jamais deveremos culpabilizar a vítima. Culturalmente nesse assunto, com esse aspecto de agressões psicológica e agressões físicas contra a mulher, é possível ver indagações contra a vítima. Pra evitar essa exposição além de que corajosamente ela se propôs a fazer em busca de justiça, nós da defesa estamos assumindo isso”, afirmou.

A ação foi registrada Delegacia da Mulher, localizada na Central de Polícia, bairro do Geisel, em João Pessoa. Ainda segundo o advogado, nesta terça-feira (11) vítima e testemunhas foram ouvidas. “A polícia adotou os trâmites necessários e as medidas já foram concebidas”.

Diego Cazé informou que o Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) lavrou medidas protetivas. Um processo também teria sido aberto contra o prefeito.

O inquérito pode servir a pedido da delegada uma prisão preventiva, ou gerar uma ação penal”, afirmou.

Questionado se por ocupar o cargo de prefeito, Tyrone não foi preso em flagrante, o advogado respondeu:

A circunstância da natureza da prisão muda. Ele não foi preso pela flagrância, mas, isso não quer dizer que ele não pode ser preso. Desconheço as razões que não levaram a prisão dele no dia do fato”, atenuou.

Hoje ele poderia ser preso em uma outra natureza de prisão que é a prisão preventiva. Ele não é só acusado nesse processo contra Myriam Gadelha, ele responde a outros processos criminais também envolvendo situações de agressão. Inclusive, uma delas, de agressão física contra a ex-mulher”, considerou.

 

A defesa acredita que, por conta da reincidência, o caso piora a situação dele que passa a representar um risco para a sociedade e isso pode culminar na prisão preventiva.

Identificamos a fala do prefeito nos meios de comunicação se utilizando, talvez, de uma cerca imagem pública e etc… Isso também pode inibir a testemunha, isso pode inibir a própria Myriam de falar”, declarou.

Ela [Myriam] solicitou as medidas protetivas ao TJPB após ser ameaçada por um dos familiares do agressor. Esse tipo de comportamento também justifica uma prisão preventiva. Agora, vai passar pelo filtro da delegada que está conduzindo o inquérito se ela faz esse pedido. Mas, aos olhos da defesa, esse pedido deve ser feito e encampado pelo Ministério Público”, finalizou.

Confira a entrevista na íntegra:

As informações são do Portal T5

 

Polícia investiga agressão registrada em vídeo que viralizou na web

A Polícia Civil investiga um caso de agressão envolvendo uma adolescente de 16 anos e uma jovem de 21 anos em Cunha, no interior de São Paulo. A briga foi gravada e compartilhada nas redes sociais. No Facebook, uma postagem com o vídeo tem cerca de 5 milhões de visualizações.

O caso aconteceu na última segunda-feira (22). Segundo a jovem Larissa de Oliveira, de 21 anos, ela havia saído de casa no fim da tarde para comprar leite quando foi abordada por cerca de cinco pessoas. Uma delas, uma adolescente de 16 anos começa uma discussão e as agressões.

“Ela me abordou saindo de casa e eu continuei porque não imaginei que ela pudesse me bater. Eu não tenho contato com ela, amizade. Não a conheço. Não tem nada que justificasse isso. Na volta, ela me abordou com outras pessoas e começou a agressão”, contou Larissa ao G1.

A confusão foi filmada por uma das testemunhas, que compartilhou o vídeo nas redes sociais. No vídeo, a agressora alega que a jovem a teria ofendido, o que motivou a agressão. A polícia detém as imagens e vai incluir no inquérito.

Após a repercussão, Larissa fez uma postagem divulgando as imagens pedindo que ajudassem a sensibilizar a polícia. “Não pode ficar impune o que essa menina fez comigo”, escreveu. A postagem tem cerca de 49 mil compartilhamentos.

“Eu fiz o boletim de ocorrência, mas ela é menor de idade e não podem fazer muito. Eu não consigo sair de casa nem para trabalhar, porque ela continua me ameaçando. Se eu ou alguém que estiver comigo agredir a menina, vamos responder por isso. Mas ela pode me coagir?”, questiona.

De acordo com o delegado responsável pelo caso, Paulo Sérgio Barbosa, as outras duas envolvidas na agressão foram identificadas pela polícia e serão ouvidas nos próximos dias.

“Nós encontramos essas meninas e elas vão ser ouvidas. O caso foi registrado como lesão corporal, mas queremos mudar para tortura pela humilhação a que a vítima foi exposta com o compartilhamento das imagens”, disse o delegado.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Juíza apresenta vídeo de agressão de fiscal a militante do PSB e TRE-PB vai apurar caso

treO Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba realizou na manhã desta segunda-feira (29) uma reunião para analisar o vídeo em que um fiscal eleitoral aprece agredindo um militante do PSB. Estiveram reunidos o presidente do TRE-PB, José Aurélio da Cruz, a corregedora e vice-presidente do pleno, desembargadora Maria das Graças, e a juíza da propaganda de rua da 76ª Zona Eleitoral, Agamenilde Dias.

Na ocasião, de acordo com a assessoria de comunicação do TRE-PB, Dias apresentou ao presidente e a corregedora as imagens em que o fiscal aprece agredindo fisicamente um militante do PSB que participava de uma carreata promovida pela candidata a prefeita de João Pessoa, Cida Ramos (PSB), nesse domingo (28). O caso será apurado.

O ato do funcionário da Justiça Eleitoral foi filmado e ocorreu nas proximidades do Busto de Tamandaré.

A coligação interpelou judicialmente o fiscal eleitoral Sérgio Ricardo Ponce Leon por agressão contra um militante e pelo comportamento com o motorista do carro que conduzia a socialista.

No processo, a coligação pede que todas as medidas cabíveis sejam adotadas para apurar o caso do fiscal que adotou uma conduta que se “contrapõe a atuação respeitosa e diligente de todos os demais integrantes desta Justiça Eleitoral”.

blogdogordinho

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

‘Não se pode chamar de incidente, foi agressão’, diz RC sobre fiscal e pede providências ao TRE

ricardo-coutinhoO governador Ricardo Coutinho (PSB), reclamou da postura do fiscal da propaganda que agrediu um militante durante a carreata da candidata a prefeita de João Pessoa, Cida Ramos (PSB), neste domingo (28) e pediu providências ao Tribunal Regional Eleitoral (TER-PB).

“Não foi incidente, foi agressão, não se pode dourar a pílula e chamar de incidente”, afirmou, apontando que ninguém cumprindo a lei pode agir daquela forma. “Um policial não pode, como um fiscal da propagada vai? Com que direito”, questionou acrescentando ainda que o que foi gravado em vídeo “foi apenas o ápice” e que nem todos os fiscais estavam agindo desta forma, porém alguns chegaram ao cúmulo de tentar arrancar o boné das pessoas e até o motorista de dentro do carro que levava o governador.

Para Coutinho a atitude foi inadmissível e apontou que não faz parte do sentimento e postura da Justiça Eleitoral. “Gente com esse perfil tem que ser afastada, não adianta tentar intimidar, não nos intimidaremos. Quem age assim precisa responder”, pediu afirmando ainda que quem está como fiscal tem que ter no mínimo equilíbrio. “Até se houve algum desentendimento, você está ali como lei e o que eu vi foi uma barbaridade que precisa ser repudiada por todos. Espero que a justiça aja rápido, gente como aquela não pode fazer fiscalização”, disse.

O governador ainda reclamou que os fiscais também “partiram” a carreata 11 vezes. “Fiscal de propaganda eleitoral não é agente de trânsito, não tem capacidade nem legitimidade ou legalidade para isso”, comentou.

Marília Domingues / Fernando Braz

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Polícia detém terceiro acusado de participar de agressão e morte de cachorro, em Guarabira

acusadoApós deter as duas mulheres que aparecem em um vídeo agredindo até a morte um cachorro, a polícia deteve na tarde desta terça-feira (10), o terceiro envolvido que aparece nas imagens. A gravação foi feita por um estudante na manhã do último domingo (08), no conjunto João Cassimiro, em Guarabira, e divulgada durante a noite.

Segundo o delegado Wallber Virgolino, ele era vizinho das outras pessoas envolvidas. Na delegacia, Manoel Torquato Martins confessou a participação no espancamento, dizendo que foi o primeiro a dar as pauladas no animal, em seguida a senhora de 80 anos continuou com as agressões, levando o cão a morte.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

A Polícia Civil divulgou um vídeo em que o terceiro envolvido confessa o crime. Assista:

A costureira de 80 anos, Filomena Idalina, que aparece no vídeo matando o cachorro, disse que o animal era um problema. “Ele era muito bravo. Era a maior agonia, fiz porque era o jeito”.

Conforme a polícia, enquanto o cachorro era espancado pela idosa, a filha e um homem acompanharam a ação. O animal estava amarrado por uma corda em uma árvore enquanto sofria a agressão.

Assim como a idosa e a filha, o homem assinou um termo e em seguida foi liberado. Eles responderão pelo mesmo crime.

 

manchetepb

Acusado de mandar espancar mulher é preso; vídeo de agressão foi publicado na internet

agressaoUm homem foi preso na manhã desta terça-feira (27) acusado de ser o mandante do espancamento de uma mulher há duas semanas no bairro de Camboinha III, em Cabedelo. Em um vídeo divulgado no últim dia 15, duas mulheres batem em outra e ainda cortam o cabelo da vítima usando uma faca.

A Polícia Civil investigou o caso e, através da Justiça e do Ministério Público, conseguiram um mandado de prisão contra Paulo Sérgio de Farias Azevedo, de 26 anos, que foi preso pela Polícia Militar em casa no bairro Jardim Jericó.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Segundo informações, a ordem para o espancamento teria vindo de um presídio.

A Polícia já tem informações de quem são as mulheres que aparecem no vídeo e vai seguir com as investigações.

Pedro Callado / David Martins

Radialista relata agressão e ameaça sofrida de ex-prefeito em festa no Litoral Sul

radialistaO radialista Luiz Cláudio Souza relatou neste sábado (24), pela mídia social Facebook, uma tentativa de agressão sofrida por parte do ex-prefeito de Pitimbu, Hércules Ribeiro. O fato ocorreu na madrugada, na presença de vários populares, durante realização da Festa do Senhor do Bonfim, no município de Pitimbu, no Litoral Sul paraibano.

Luiz Cláudio comanda há treze anos a programação  diária da Rádio Caaporã FM. Segundo ele, a confusão aconteceu quando o mesmo estava realizando a cobertura jornalística da festa, o ex-prefeito teria partido para cima do profissional da imprensa e tentado agredi-lo. O gestor precisou ser contido por populares e, na frente de várias pessoas, teria feito ameaças verbais ao radialista.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

“Eu estava com minha câmera fotografando o público presente na Festa, quando o ex-prefeito partiu para me agredir, porém, ele foi contido por amigos que o impediram de me atacar, acionei a Polícia Militar que estava no local para poder sair do evento em segurança, pois quem conhece Hércules, sabe do que ele é capaz e não é a primeira vez que ele tenta me agredir”, disse o comunicador.

Luiz Cláudio acredita que a agressão teria sido motivada por notícias veiculadas na Rádio Caaporã FM sobre ações judiciais envolvendo o ex-prefeito. “Realmente não sei o motivo desse ato tão impensado deste senhor, pois publico e divulgo o que toda a imprensa paraibana também divulga sobre as condenações, sendo assim, toda a imprensa deve se sentir ameaçado por este homem que não sabe respeitar o trabalho de ninguém”, concluiu.

Da Redação
WSCOM Online

Agressão física entre irmãos deixa um ferido em Solânea-PB

Plantão de PolíciaO fato aconteceu na tarde deste domingo (18), por volta das 15h no poeirão em Solânea, brejo paraibano.

Foi após uma discussão verbal que o acusado Francisco Silva dos Santos desferiu com uma faca de mesa 02 (dois) golpes na coxa direita da vitima João Batista dos Santos, 28 anos, que é seu irmão, ambos residentes no sitio Açudinho; a vitima foi socorrida por populares ao hospital distrital do município.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Compareceu ao local a VTR 5384 comandada pelo CB QPC Miranda, que realizou diligências no sentido de localizar o acusado, porém sem êxito.

 

Por Redação/TV WEB CIDADE

Atriz pornô aparece desfigurada e diz que lutador usou até faca em agressão

barbaridadeA atriz pornô Christy Mack, que teria apanhado de seu namorado, o lutador de MMA Jonathan Koppenhaver, conhecido pelo apelido de War Machine, divulgou nesta segunda-feira imagens de como está no momento. Segundo ela, ao menos 20 ossos em seu rosto estão quebrados, além de mais em outras regiões do corpo; ela também afirmou que o lutador usou até faca para agredi-la.

Nas imagens, seu rosto aparece desfigurado, cheio de hematomas e com a boca inchada e com sangue. Há um grande hematoma também em sua coxa esquerda. As imagens foram feitas em uma cama, aparentemente em um hospital.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Junto com as imagens, ela divulgou uma nota. Nela, diz que War Machine chegou em sua casa, em Las Vegas, de surpresa, após ter terminado o relacionamento em maio.

Segundo ela, o lutador a encontrou junto com uma outra pessoa, totalmente vestidos e, sem falar nada, começou a bater em seu amigo para, depois, agredi-la.

Depois, diz que não sabe quantas vezes foi agredida e conta sobre suas fraturas, incluindo alguns dentes quebrados e fratura na costela.
Também conta sobre como ele a esfaqueou em algumas partes do corpo, como as mãos, e que teve seu cabelo cortado. Também afirma que War Machine a ameaçou de estupro, antes que conseguisse fugir por um gramado atrás de sua casa, nua, até que conseguisse que um vizinho a levasse para um hospital.

Por fim, como o lutador está foragido, ela conta que há um recompensa de 10 mil dólares, segundo a polícia, para quem o encontrar.

Via Twitter, o lutador se pronunciou também nesta segunda, pedindo desculpas e reforçando tese de que foi traído pela atriz.

atriz-porno-christy-mack-divulga-fotos-de-seu-estado-apos-supostamente-ser-agredida-pelo-namorado-lutador-war-machine-1407794752179_300x300.png

“Eu não sou um cara ruim. Eu fui fazer uma surpresa para minha namorada, ajuda-la no show dela, dar a ela um anel de noivado e termino lutando pela minha vida. Eu só queria que aquele homem não estivesse lá. Christy e eu estaríamos noivos e felizes. Eu não sei por que sou tão amaldiçoado. Um dia a verdade vai aparecer. Os policiais nunca vão acreditar em mim. Eu ainda estou decidindo o que fazer”, escreveu.

2.png

 

180 Graus