Arquivo da tag: aglomeração

Guarabira: polícia fecha bar, prende dono e clientes por aglomeração

Durante a operação “previna-se”, por volta das 20h:30min, as guarnições envolvidas tomaram conhecimento, que estaria havendo uma aglomeração de pessoas no Sítio Contendas, zona rural de Guarabira.

Rapidamente as guarnições chegaram ao local e confirmaram a informação, constatando que as pessoas estavam sem máscaras, ingerindo bebidas alcoólicas no interior de um bar.

Durante as abordagens, tendo havido uma certa resistência aos trabalhos policiais, inclusive, uma mulher que estava ali em meio a aglomeração tentou obstruir a ação policial, favorecendo a fuga de outras pessoas através de uma residência, na extensão daquele bar.

Assim, 06 pessoas, incluindo o proprietário do bar foram detidos e conduzidos para delegacia de Guarabira, para os procedimentos legais, porém no caminho, a Senhora que favoreceu a fuga de outros infratores sentiu-se mau e foi levada ao hospital, para assistência médica, a qual, fora qualificada indiretamente e responderá na justiça, juntamente com os demais conduzidos, um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO).

 

portal25horas

 

 

Às vésperas do feriadão, CG registra quebra de isolamento e aglomeração de pessoas

Diante do crescente número de casos de Covid-19, o prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSD), antecipou, através de decreto, os feriados de Corpus Christi, São João e Fundação da Paraíba.

A medida visa promover um maior isolamento social das pessoas, fechando a cidade e deixando os serviços essenciais (padarias, supermercados e farmácias) funcionando somente até às 14 horas nos próximos cinco dias, a partir deste sábado (30) até a próxima quarta-feira, 3 de junho.

Foto: Reprodução/STTP

Foto: Reprodução/STTP

Porém, nesta sexta-feira (29), véspera do feriadão prolongado, o que se viu nas ruas centrais da cidade chamou a atenção das autoridades.

Câmeras de monitoramento da Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos  (STTP) registraram um grande número de pessoas nas principais vias, gerando aglomerações, principalmente nos supermercados.

Foto: Reprodução/STTP

Foto: Reprodução/STTP

O trânsito na cidade também estava caótico. Os campinenses quebraram o isolamento e estão se expondo ao risco de contágio do coronavírus.

No último boletim divulgado nessa quarta-feira (28), pela Secretaria Estadual de Saúde (SES), Campina Grande registrou 1180 casos da doença.

Com o decreto municipal de cinco dias, numa espécie de ‘mini lockdown’ – ou seja, o fechamento total ou parcial de um município por causa de situações extremas, como a pandemia do Coronavírus – ruas da área central também serão interditadas pela STTP a partir de amanhã, além de outras medidas restritivas.

Veja as imagens:

 

paraibaonline

 

 

Bolsonaro rebate STF, descumpre regra da pandemia e participa de aglomeração com faixas contra Congresso e Judiciário

Após o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Celso de Mello divulgar o vídeo da reunião ministerial de 22 de abril, o presidente Jair Bolsonaro publicou na manhã deste domingo (24) um trecho da lei de abuso de autoridade.

A postagem no Facebook traz uma foto de um artigo da lei 13.869 de 2019.

“Art. 28 Divulgar gravação ou trecho de gravação sem relação com a prova que se pretenda produzir, expondo a intimidade ou a vida privada ou ferindo a honra ou a imagem do investiga ou acusado: pena – detenção de 1 (um) a 4 (quatro) anos.”

Depois de fazer a postagem, o presidente deixou o Palácio da Alvorada de helicóptero, desembarcou na Vice-Presidência e chegou à praça dos Três Poderes, em Brasília, onde ocorre uma manifestação em defesa do governo.

Bolsonaro estava de máscara, mas a retirou na caminhada, contrariando regras do Distrito Federal. A multa em caso de descumprimento é de R$ 2.000.

O presidente voltou a causar aglomeração na frente do Palácio do Planalto. Desta vez, não desceu a rampa do palácio, como em outros atos.

Os manifestantes portavam faixas contra o Congresso e o Judiciário.

Cercado de seguranças, o presidente estava acompanhado do ministro Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional) e do deputado federal Hélio Lopes (PSL-RJ).

O vídeo da reunião de 22 de abril foi citado pelo ex-ministro da Justiça Sergio Moro como evidência da pressão de Bolsonaro por interferência no comando da Polícia Federal — assista aqui.

Moro deixou o Ministério da Justiça no dia 24 de abril, após a publicação da demissão do então diretor-geral da PF Maurício Valeixo.

Segundo Moro, a gravação mostra Bolsonaro pressionando para que trocas fossem feitas na corporação.

Da reunião, vieram à tona ainda declarações polêmicas de ministros como Abraham Weintraub (Educação), Paulo Guedes (Economia) e Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos).

 

FOLHAPRESS

 

 

PM prende 7 homens por aglomeração em praça de Guarabira

Populares informaram ao Copom do 4ºBPM, por volta da meia noite deste domingo (17), que teriam várias pessoas fazendo aglomeração em plena praça pública, no bairro Esplanada, em Guarabira, descumprindo assim os Decretos Estadual e Municipal, que determinam o distanciamento social, assim como impede a aglomeração de pessoas, para evitar a propagação do Novo Coronavírus (COVID-19).

A Polícia Militar compareceu ao local, com várias viaturas, que confirmada a informação, foi dada voz de prisão as sete pessoas que ali estavam, bebericando, e encaminhados a Delegacia Plantonista, pelo que foram lavrados os procedimentos legais, com base no artigo 268, do Código Penal Brasileiro.

Art. 268 – Infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa; Pena: detenção, de um mês a um ano, e multa.

 

portal25horas

 

 

Medidas visão evitar aglomeração em áreas de bancos e lotéricas na PB

O governador João Azevêdo participou, nesta terça-feira (14), de reunião, por meio de videoconferência, com representantes de instituições bancárias, ocasião em que foram discutidas medidas para evitar aglomerações nas áreas externas de bancos e Casas Lotéricas. A iniciativa tem o objetivo de assegurar o atendimento essencial à população, respeitando as orientações sanitárias para combater a disseminação do coronavírus no Estado.

Dentre as ações sugeridas pelo Governo do Estado para respeitar as recomendações da Saúde, estão o encaminhamento da relação das agências bancárias e lotéricas com o maior número de atendimentos, a solicitação de ajuda do Exército para orientar a população que está nas filas sobre a necessidade do cumprimento do distanciamento para evitar a contaminação, o reforço policial nas imediações das localidades elencadas pelas instituições bancárias e o fornecimento de máscaras para os clientes.

Na reunião, João Azevêdo destacou as principais ações promovidas pelo Governo do Estado para conter a disseminação do coronavírus, como a suspensão das aulas e de eventos de massa, a ampliação de leitos de enfermaria e de UTIs e a aquisição de respiradores e Equipamentos de Proteção Individual (EPIs).

Os representantes dos bancos também apontaram medidas adotadas na área interna das agências para garantir a segurança dos colaboradores e dos clientes, como a disponibilidade do álcool gel, o atendimento em horários específicos para idosos e a demarcação para o distanciamento entre as pessoas.

Participaram da reunião, representantes da Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil, Santander, Bradesco e Itaú.

Por meio do decreto 40.141, o Governo do Estado autorizou, no último dia 26, o atendimento presencial nas agências bancárias apenas para o pagamento de salários, aposentadorias e benefícios do Bolsa Família e para os serviços que não podem ser realizados nos caixas eletrônicos e canais de atendimento remoto.

 

pbagora

 

 

Em uma semana, PM recebe mais de 560 denúncias de aglomeração na PB

A Polícia Militar revelou que entre o dia 24 de março e essa última terça-feira (31), já recebeu 563 denúncias por descumprimento das medidas de isolamento social em todo o estado da Paraíba.

De acordo com a assessoria da Polícia Militar, das denúncias, 346 foram confirmadas e aconteceram em bares e comércios que não estão incluídos nos serviços essenciais estabelecidos pelo Governo da Paraíba. Também foram confirmadas as realizações de eventos esportivos, bingos, entre outros.

Destas denúncias, mais de 70% aconteceram nas cidades de João Pessoa, Santa Rita e Bayeux.

Cerca de 4 mil ligações são recebidas por dia pelo Centro Integrado de Operações Policiais (Ciop) da Região Metropolitana de João Pessoa.

PB Agora

 

Boechat: ‘PMDB é a maior aglomeração de salteadores da república’

boechatO jornalista Ricardo Boechat, comentarista da rádio Band News, fez duras críticas na manhã desta terça-feira, 17, ao encontro que o PMDB realiza nesta terça, em Brasília, que deve marcar um primeiro movimento de afastamento gradual do partido da administração da presidente Dilma Rousseff.

Boechat lembrou que o PMDB integrou “rigorosamente” todos os governos desde o fim da ditadura. “E não integrou com uma fatiazinha de poder, com um Ministério da Pesca, o partido sempre teve pastas importantes, estatais, diretorias e fundos de pensão importantes, detendo uma parcela significativa de poder”, afirmou.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

E exemplificou: “A nossa inflação está sendo pressionada sucessivamente por conta dos aumentos na tarifa de energia elétrica e isso é obra do Ministério de Minas e Energia, que esteve nas mãos do PMDB durante os últimos muitos anos. O preço dos combustíveis, comprimido do jeito que foi, quebrando a Petrobras, esteve na mãos do PMDB”, disse Boechat.

“Então, o partido vem querer dizer agora que não tem nada a ver com a degradação da zona? Não conheço as moças que trabalhavam aqui? Não me locupletei de seus corpos? Que papo é esse, PMDB, que conversa fiada é essa? Essa reunião de hoje é um movimento de traição mais vil que possa acontecer”, afirmou.

Ricardo Boechat também questionou o distanciamento do vice-presidente Michel Temer em relação à responsabilidade por eventuais erros do governo. “Michel Temer querer dizer que não tem nada a ver com o que está aí. Ele foi vice-presidente nos últimos quatro anos. Não chegou Dilma e disse ‘generala, essa política econômica vai dar caca’?”, questionou.

O jornalista da Band News terminou seu comentário com uma frase dura contra o partido. “Vocês são o maior aglomerado de salteadores que a República brasileira já viu”, afirmou.

Programa de governo

Durante o encontro do PMDB, organizado pela Fundação Ulysses Guimarães, entre os temas discutidos está o documento “Uma Ponte ara o Futuro”, encarado com o programa de uma eventual governo do PMDB, que faz duras críticas à política econômica e fiscal do governo Dilma Rousseff e faz propostas polêmicas, como o fim da política de valorização do salário mínimo e a desvinculação de receitas para a Saúde e Educação”.

A ministros petistas, o vice Michel Temer afirmou que o encontro será para discutir um programa para o país, que poderia ser debatido com o governo Dilma e, se as ideias peemedebistas não forem adotadas, podem ser um programa de governo do partido para 2018. O vice disse ainda que a ala que pede a saída do PMDB do governo é minoritária.

PMDB do Rio ignora encontro

Estado em que o partido é mais forte, caciques do PMDB decidiram não participar de evento da sigla desta terça. “Tenho a inauguração de uma fábrica de tintas e o príncipe da Noruega, Haakon”, disse o governador Luiz Fernando Pezão. “Vou não. Muito trabalho por aqui. Tem uma Olimpíada ano que vem no Rio”, alegou o prefeito do Rio, Eduardo Paes. Já o líder do PMDB na Câmara, Leonardo Picciani, está em Boston, num evento da Faculdade de Direito de Harvard.

 

brasil247