Arquivo da tag: afirma

Maranhão afirma que presidente acredita nele para disputa do Governo em 2018

O senador José Maranhão se reuniu com o presidente Michel Temer nessa terça-feira (6) no Palácio do Planalto, em Brasília, num encontro fora da agenda oficial da presidência. Foram tratadas questões administrativas relativas ao Estado e também sobre as eleições deste ano.

O senador afirmou que o presidente reforçou que o MDB deveria estar presente na disputa ao Governo do Estado neste ano e que acredita na força da sua candidatura junto ao eleitor paraibano.

Além disso, Maranhão afirmou que o presidente garantiu o repasse de recursos para a conclusão das obras do Eixo Norte da Transposição do Rio São Francisco, que vai beneficiar cidades do Sertão paraibano.

Clickpb

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Gilmar Mendes afirma que ministros do STF são usados para melhorar salários de outras categorias

gilmar-mendesO presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Gilmar Mendes, disse hoje que os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) estão sendo usados “como alavanca para resolver pretensões salariais” de outras categorias.

O Senado pode votar hoje projeto que eleva os subsídios mensais dos ministros do STF em 16,38%, passando dos atuais R$ 33,7 mil para R$ 36,7 mil, a partir de 1º de junho de 2016, e a R$ 39,2 mil em janeiro de 2017.

“A pressão que hoje existe sobre o Supremo Tribunal Federal é uma pressão para nos fazer felizes um pouco à força. A ideia não é aumentar os vencimentos dos ministros do Supremo, mas nos usar como alavanca para resolver pretensões salariais de outras índoles, que refletem não só na magistratura, como um todo, mas também no Ministério Público, nas procuradorias. Devemos ter consciência de que estamos sendo usados como interessados em uma gratificação ou em uma vantagem que nós, necessariamente. não pedimos, mas que está sendo forçada para atender a outros pleitos”, disse o ministro.

Gilmar Mendes considera justo que haja uma revisão da remuneração dos juízes, mas destaca que há “muitas situações delicadas que exigem meditação”. “Nós temos pagamento de gratificações de uma forma um tanto quanto irregular. Por exemplo: o auxílio-moradia, que se generalizou. Os juízes nos estados já ganham uma remuneração superior à dos ministros do Supremo. Há desembargadores no Brasil ganhando R$ 100 mil [por mês].”

O ministro comentou também a extensão de gratificações do Judiciário federal para os nível estadual e o efeito cascata do reajuste. O efeito cascata ocorre porque o salário de ministro do Supremo corresponde ao teto do funcionalismo público e vincula os demais salários dos magistrados.

“Acho que há até um equívoco do CNJ [Conselho Nacional de Justiça] ao mandar automaticamente estender as gratificações e as vantagens existentes no plano federal para o plano estadual, quando isso depende de lei. A mim, me parece que há um amontoado de equívocos, e deveríamos ter cuidado para que não avançaar nesses equívocos”, afirmou Gilmar Mendes.

Perguntado sobre o impacto nas contas públicas com uma possível sucessão de aumentos salariais, o ministro respondeu: “Tem que perguntar ao ministro da Fazenda [Henrique Meirelles] e ao doutor [Jorge] Rachid [secretário da Receita] porque ele certamente terá que prover arrecadação para responder a isso.”

O ministro Gilmar Mendes deu as declarações ao lado do secretário da Receita Federal, Jorge Rachid, após firmarem parceria para permitir o apoio da Receita na análise da prestação de contas de candidatos, partidos e coligações nas eleições deste ano.

Agência Brasil

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

PSOL afirma sua posição e presença na disputa a Prefeito e vice em Solânea

 

psolNesta última segunda, dia 01 de Agosto, o PSOL (Partido Socialismo e Liberdade), reunido em seu diretório realizou a reunião de convenção para decidir a posição do partido neste ano eleitoral em Solânea.

O PSOL reafirma as cores vermelho e amarelo. Já tendo iniciado sua construção do Plano de governo dialogando com vários setores da população (Jovens, idosos, agricultores, trabalhadores, educadores, ONG’s e etc.) e que contribua com sua agenda de campanha. Reafirma também as pré-candidaturas para concorrerem ao pleito deste ano.

REAFIRMANDO UMA CANDIDATURA DE MULHER, DE ESQUERDA E DE LUTA

O Partido que já apresentava as pré-candidaturas de Rosangela Vital a prefeita, e Sedru Cavalcanti a vice-prefeito, após debates da atual conjuntura, pela necessidade de manter sua posição de esquerda e de opção por outro jeito de fazer política para Solânea, deliberou e reafirmou que “haverá sim, uma nova voz a apontar caminhos para o real desenvolvimento de nosso município!” é o que afirma o secretário do partido Luís Carlos.

Dos nomes apresentados, o de Rosa (Rosangela Vital) foi reafirmado para concorrer ao cargo de prefeita do município. Afirma que coloca o nome a disposição do partido e do povo de Solânea para a disputa, fazendo uma campanha limpa, sem corrupção e na defesa dos interesses do povo de Solânea.

FAZER DIFERENTE EXIGE OUSADIA E ALEGRIA

“Há muito que desejava tornar a eleição em Solânea um espaço de disputa de ideias, de projetos, e não de interesses de grupos A ou B. Seremos os pioneiros nesse processo de democratizar a política em Solânea, que anda tão desacreditada. Fazer a crítica é necessário. Sei que é uma ousadia, mas vamos por a cara a tapa e enfrentar mais essa batalha e dizer: SIM! Solânea tem opção, tem PSOL!”, declarou Rosângela Vital.

“Os desafios que se apresentam para o PSOL são inúmeros. A possibilidade de sermos uma alternativa real para Solânea tem incomodado os poderosos, pois estamos representando aos olhos de Solânea a opção que vem verdadeiramente do povo, e que não cede, nem cederá, a nenhum dos grupos e famílias que já vem historicamente comandado Solânea.”, declarou Sedru Cavalcanti.

A participação ativa, e não apenas meramente figurativa de mulheres e homens do povo, jovens, negros, LGBT, trabalhadores e trabalhadoras municipais na construção do partido, terá reflexo n construção do programa o partido para o município, e na representatividade durante a convenção.

A alegria de consolidar nossa oposição a esses grupos familiares que tem conduzido Solânea sem pensar no povo, com uma candidatura própria, trazendo uma ACS e um dentista de PSF para representarem essa oposição diz muito das possibilidades que o povo tem de se reconhecer de forma ativa na condução de sua política. Vamos mostrar que o povo não precisa votar em patrão, não precisa votar em coronéis. O servidor pode sim votar em servidor. A mulher pode sim votar em mulher. O jovem pode votar em jovem.

CAMPANHA LIMITADA

Respeitando as limitações e impossibilidade impostas pelo seu atual estado de saúde, a candidata escolhida na convenção do PSOL contará com o apoio dos companheiros e companheiras partidários e simpatizantes para cumprir toda a agenda de campanha, quando se iniciar o período apropriado no calendário eleitoral.

Todo apoio à companheira foi confirmado durante a convenção, por parte dos presentes, se dispondo a fazer o máximo que possam para divulgar a campanha nos dias e lugares que a mesma não possa estar.
Outra limitação do Partido em Solânea é que com pouco mais de um ano de existência no município, mas com certeza de que se misturar com antigas praticas seria impedir o nascimento de novas práticas, não fez coligação e sairá com a chamada Chapa “Puro-Sangue”.

Ainda sem o fundo partidário, a limitação financeira colocará para o partido o desafio de fazer uma campanha mais criativa e alternativa,
“A posição do PSOL é de uma reeducação politica”, como afirmou o secretário municipal do Partido, Luís Carlos, e com essa concepção o partido conta com a atuação militante dos filiados e simpatizantes, criando uma nova consciência política.

A CÂMARA MUNICIPAL

A câmara municipal precisa de uma voz de esquerda lá dentro, pois o atual quadro de vereadores não representa os interesses das populações, principalmente as mais carentes, e sim a de grupos familiares que se revezam no poder, e nos deixam a mercear de um assistencialismo.

Nas eleições desse ano o PSOL concentrará suas forças na disputa pela prefeitura.

O trabalho de base do partido juto às comunidades será nossa arma para controle da atuação da câmara municipal, continuaremos provocando as mudanças e a discussão das pautas que são de interesse público.

Assessoria

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Pediatra afirma que amamentação reforça saúde do bebê e da mãe

amamentacaoBase de pesquisa para diversos estudos científicos de todo o mundo, o leite materno é fundamental na prevenção de alergias e problemas de saúde causados durante o desenvolvimento da criança.  “Por conter células de defesa materna, ele protege o bebê da maioria das doenças”, explica o pediatra e nutrólogo do Hapvida Saúde, Marcelo Maranhão.

Até os seis meses de vida do bebê, o leite materno é o responsável por suprir as necessidades alimentares da criança e só depois desta idade é preciso inserir outros alimentos, como afirma o pediatra. “No início o bebê pode rejeitar as ofertas porque tudo é novidade (a colher, o sabor e a consistência do alimento). Mesmo recebendo outros alimentos, a criança deve mamar até os dois anos ou mais, pois o leite materno continua alimentando e protegendo contra doenças”.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

O cuidado com a alimentação do bebê é fundamental para que a criança tenha pleno desenvolvimento, cresça de forma saudável e esteja menos suscetível a adquirir doenças. O leite materno possui benefícios a curto e longo prazo, sobretudo para os prematuros, já que eles precisam ainda mais de nutrientes específicos para o seu desenvolvimento, como proteínas, cálcio, fósforo, magnésio e lactose, que também estão envolvidos na formação do sistema motor.

Para o pediatra, a amamentação estabelece uma ligação mais íntima entre a mãe e o bebê, além de garantir segurança emocional para a criança. De acordo com Marcelo Maranhão, esse momento também garante inúmeros benefícios para a mãe. “Além de produzir em maior quantidade os hormônios que auxiliam o corpo a voltar ao normal, a amamentação também protege as mulheres contra a depressão pós-parto e reduz o sangramento após o parto”, revela.

Assessoria

Papa afirma que bons pais sabem “corrigir sem humilhar” os filhos

papaO papa Francisco afirmou nesta quarta-feira que bons pais são aqueles que nunca “humilham” os filhos, que sabem “perdoar com o coração, corrigir com firmeza” e os colocam de castigo quando necessário.

“Os filhos precisam de um pai que os acolham ao voltarem para casa com seus fracassos. E os pais, às vezes, terão que castigá-los, mas nunca bater no rosto”, afirmou o representante máximo da Igreja Católica.

As declarações do pontífice foram feitas durante a audiência geral nesta quarta-feira diante de milhares de fiéis na Sala Paulo XVI do Vaticano.

Durante o discurso, Jorge Bergoglio ressaltou a importância que tem para as famílias a “figura do pai” e afirmou que, “para ser um bom pai, a primeira coisa é estar presente” no núcleo familiar.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

“É preciso “compartilhar os sucessos e os fracassos com a mulher, acompanhar as crianças à medida em que vão crescendo: quando brincam e quando trabalham, quando não têm preocupações e quando estão em dificuldades”, apontou.

Segundo ele, “estar presente não é o mesmo que controlar, pois os pais que são muito controladores anulam os filhos e não os deixam crescer”.

O papa concluiu o discurso insistindo que um bom pai trata os filhos com “proximidade, doçura e firmeza” e não se vangloria “que o filho seja como ele, mas se alegra que aprenda a ser íntegro e sensato, que é o que importa na vida”.

 

EFE

Empreender-PB não será afetado por denúncias, afirma secretário: ‘Estamos trabalhando dentro da legalidade’

empreenderO secretário executivo do Empreender-PB, Eduardo Moraes, comentou a acusações de abuso de poder político e econômico que a Procuradoria Regional Eleitoral está conduzindo contra o governador Ricardo Coutinho em relação ao projeto.

Ele afirmou que o Empreender-PB vem agindo dentro da legalidade em todo o seu tempo de existência.

“É um programa de governo criado por um projeto de lei. Estamos agindo dentro da legalidade. Não sei de nada que poderia ter gerado qualquer suspeita em relação a estas acusações”, declarou.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Ele explicou que ainda não foi oficialmente notificado com relação às acusações.

 

“Só vamos nos pronunciar após a notificação. Até lá não vamos comentar a denúncia do Ministério Público”, afirmou.

Ele disse, ainda, que as investigações não mudarão a forma de atuar do empreender-PB. “Vamos continuar fazendo nosso trabalho com a seriedade com que sempre o conduzimos. Não temos motivos para agir de forma diferente”, concluiu.

João Thiago

Raniery nega que seja candidato à prefeito de Guarabira e afirma que permanência na política depende de reforma política

DEPUTADO-RANIERYO deputado estadual Raniery Paulino (PSB) afirmou nesta terça-feira (09) que não deve ser candidato à Prefeitura de Guarabira em 2016. “Eu tenho vontade, Guarabira é minha terra. Mas nunca coloquei isso como plano de vida”, pontuou o deputado.

Sem se referir a uma ação específica o deputado lembrou que quando o governador Ricardo Coutinho (PSB) comete um ato falho, ele se coloca no lugar do gestor. “Se eu fosse prefeito de Guarabira como eu faria? Se eu tivesse na gestão eu faria diferente? Não fujo a luta, acho que o PMDB de Guarabira tem bons quadros e a gente pode fazer uma boa disputa na cidade”, argumentou.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Todavia, o deputado explicou que sua permanência na política depende da reforma política que pode acontecer ou não no país. “Tenho colocado como divisor de águas a reforma política. Eu vou reavaliar minha permanência política ou não”, revelou.

O deputado está fazendo Consulta pública em todo o país sobre a reforma política através da Fundação Ulisses Guimarães.

Paulo Dantas

Governador petista afirma que Aécio Neves é “uma destilaria de ódio”

aecioPara o governador da Bahia, Jaques Wagner (PT), o candidato Aécio Neves (PSDB) erra ao dar destaque para a corrupção na campanha.

“Tenta-se fazer palanque sobre um tema rejeitado pela população”, observou em entrevista ao jornal Folha de São Paulo.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O petista acusa Aécio de estimular o preconceito contra nordestinos e o PT, com ajuda da “elite conservadora paulista” e segmentos da imprensa.

“É uma destilaria de ódio”, afirma o baiano.

*fonte: uol

‘Votos em Vital e votos brancos, nulos e abstenções serão decisivos para definir segundo turno na Paraíba’, afirma cientista político

jose-henrique-artigasPara o cientista político José Artigas, dois aspectos podem influenciar definitivamente a possibilidade de um segundo turno nas eleições deste ano na Paraíba.

“O primeiro deles é a votação de Vital do Rêgo Filho (PMDB), especialmente em Campina Grande. Lá ele vem demonstrando uma intenção de votos pequena, mas nós sabemos que sua família é muito forte na cidade, e pode diminuir a votação de Cássio Cunha Lima (PSDB) na cidade. Este fator pode embolar ainda mais as candidaturas de Ricardo e Cássio”, declarou.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O outro fator são os votos brancos, nulos e as abstenções. “O que vale nas eleições são os votos válidos. Quanto mais votos brancos, nulos e abstenções, maior a tendência de distanciamento entre o primeiro e o segundo colocados. Isso pode gerar uma grande alteração do cômputo geral das eleições”, afirmou.

Ele lembrou que o número de abstenções nas últimas eleições foi de 20%. “Um em cada cinco eleitores não foram votar nas últimas eleições. Isso é um reflexo de um desencantamento das pessoas com o sistema político. Esse número vem crescendo nos últimos 12 anos”, explicou.

Ele espera que as pessoas pensem bem se querem realmente se abster de participar do processo eleitoral. “Esperamos que a população reflita muito bem sobre seu voto e participe. Quem deixa de votar abre caminho para que outros decidam por ele, e abre mão da legitimidade de cobrança. Quem vota tem direito de cobrar os candidatos, quem não vota não tem”, concluiu.

João Thiago