Arquivo da tag: aeroporto

Bandidos roubam terminal de cargas de empresa aérea de mais um aeroporto

Criminosos armados com fuzis e pistolas roubaram o terminal da Latam, no Aeroporto Internacional Tom Jobim, na Ilha do Governador, no Rio, na manhã deste sábado (19).

De acordo com a Polícia Civil, os bandidos chegaram em três carros e fugiram do local levando, pelo menos, dois caminhões. Segundo funcionários, toda pessoa que chega ao terminal é submetida a revista, assim como a mala dos veículos. No entanto, as armas dos criminosos estavam dentro dos carros, ao lado dos passageiros.

Dentro do terminal e sob a mira de armas, os funcionários foram mantidos reféns e obrigados a deitar no chão. Segundo eles, a todo instante os bandidos eram hostis e faziam ameaças.

Policiais da Delegacia de Roubos e Furtos de Cargas (DRFC) foram acionados. Ainda não foi informado o que foi levado.

Em nota, a Polícia Civil disse que depoimentos estão sendo tomados e diligências realizadas. A Latam informou que está colaborando com as autoridades responsáveis nas investigações.

G1

 

 

Carro com grupo de pessoas de Guarabira capota na BR 230 quando seguia para Aeroporto

Um carro com quatro ocupantes capotou, na manhã desta segunda-feira (12), na altura do km 39 da BR-230 sentido Campina Grande-João Pessoa. Segundo informações, um estudante conduzia o veículo quando acabou perdendo o controle do carro ao tentar mudar de faixa.

A pista molhada teria ocasionado o acidente. O grupo havia saído do município de Guarabira, com destino ao Aeroporto Castro Pinto, na região metropolitana de João Pessoa. O estudante ia deixar a irmã no aeroporto. O carro não tem seguro e pertence ao pai do condutor. Apesar do susto, ninguém ficou ferido. A PRF também esteve no local para dar suporte à ocorrência.

pbagora

 

 

Criminosos invadem aeroporto e roubam US$ 5 milhões em espécie

Criminosos invadiram ontem à noite (4) o pátio do Terminal de Cargas do Aeroporto Internacional de Viracopos para um assalto e fugiram com US$ 5 milhões em espécie. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa da Polícia Federal (PF), em Campinas. A carga era transportada pela empresa aérea Lufthansa.

Por meio de nota, a Lufthansa Cargo deu novas informações sobre o crime e corrigiu a informação dada pela Polícia Federal de que o voo iria para a Suíça. Segundo a Lufthansa, o assalto ocorreu com uma aeronave cargueira que sairia de Viracopos para Dacar, com destino final Frankfurt. A empresa informou que ninguém ficou ferido e que mais informações sobre o caso não podem ser divulgadas para não atrapalhar as investigações.

A ação ocorreu por volta das 21h30, informou a concessionária que administra o aeroporto. Para o assalto, os criminosos usaram uma caminhonete Hilux, com adesivos da empresa de segurança de pista do aeroporto. A Polícia Federal informou que fez perícia no local e deu início a oitivas, mas não informou se houve ordem de prisão.

Por meio de nota, a concessionária Aeroportos Brasil Viracopos, administradora do aeroporto, disse que ninguém ficou ferido na ação e que as investigações estão agora sob responsabilidade da Polícia Federal, que instaurou inquérito para apurar o crime. Já a empresa Brink’s, que faz o transporte de valores, disse que está à disposição das autoridades para esclarecer os fatos. A empresa também informou que não houve feridos no assalto.

*texto alterado às 17h14 para corrigir informação sobre o destino da aeronave roubada. De acordo com a Lufthansa o avião iria para Dacar e não para Zurique, como havia sido informado inicialmente.

EBC

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Homem é preso com 65 kg de maconha que iria para aeroporto da PB

Droga apreendida na ação policial/Foto: Divulgação/PRF PE

Um homem de 30 anos foi detido com 65 kg de maconha na madrugada desta sexta-feira (2), na BR-232, em São Caetano, no Agreste de Pernambuco, a 148 km de Recife. A droga estava em um veículo roubado e foi apreendida em uma ação conjunta das polícias Federal e Rodoviária Federal. Segundo o suspeito preso, o entorpecente seria direcionado para o aeroporto João Suassuna, em Campina Grande.

De acordo com a PRF, agentes faziam abordagens a veículos no km 145 da rodovia quando deram ordem de parada a uma picape com placas de Campina Grande. O motorista informou que transportava silagem, um produto utilizado na alimentação de animais, mas foram encontrados três sacos com a droga na caçamba do veículo.

Após uma verificação no automóvel, foi constatado um registro de roubo em julho de 2016, em Caruaru (PE). Nesse momento, o homem disse que havia pego o entorpecente em Pesqueira, no Agreste de Pernambuco, a 215 km de Recife, e o levaria para o aeroporto de Campina Grande.

O suspeito foi detido e encaminhado junto com a droga à Delegacia de Polícia Federal, em Caruaru.

Portal Correio

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Avião da Latam pega fogo no aeroporto de Congonhas

A turbina de um avião da Latam, que faria o voo 3264 para Belo Horizonte, pegou fogo no começo da noite desta quarta-feira (22) na pista do aeroporto de Congonhas, em São Paulo. A aeronave se preparava para decolar. Os passageiros já foram desembarcados do avião.

Por causa do incidente, o aeroporto ficou fechado, mas foi reaberto às 20h07, informou a Infraero. Às 20h, dez voos estavam atrasados.

Segundo informações do Pavilhão de Autoridades do aeroporto, o incêndio começou por volta das 18h45 devido a problemas em uma das turbinas da aeronave. A pista teve que ser lavada para poder ser reaberta.

Jaqueline Falcão

Avião da Latam pega fogo no aeroporto de Congonhas, em SP

De acordo com nota divulgada pela Latam, “o avião teve um princípio de incêndio em uma das turbinas durante o procedimento de decolagem, que foi interrompido. Os bombeiros foram acionados e controlaram a situação. Não há registro de feridos.” Ainda segundo o comunicado, “a companhia já abriu um processo para investigar as causas do incidente.”

O avião que pegou fogo é um A320, da Airbus, e tem capacidade para 174 passageiros. Segundo registro aeronáutico disponível no site da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), a aeronave foi comprada pela Latam — então TAM — em janeiro de 2002 e tem certificado de aeronavegabilidade (certificado de que um avião está em condições de operar) válido até novembro de 2022.

Aeroporto em área populosa

Situado em meio a uma área populosa na zona sul de São Paulo, o aeroporto de Congonhas já foi palco de dois graves acidentes envolvendo aviões da TAM, companhia que deu origem à Latam após fusão com a Lan em 2016.

Em 1996, o voo TAM 402, operado por um Fokker 100, decolava com destino ao Rio de Janeiro. O voo, no entanto, durou apenas 24 segundos antes de cair na rua Luís Orsini de Castro, no bairro do Jabaquara, matando 99 pessoas –96 a bordo do avião e outras três que estavam no solo.

Quase 11 anos depois, em julho de 2007, o Airbus A320 da TAM que chegava de Porto Alegre no voo 3054 não conseguiu frear na pista, tentou arremeter e colidiu com o prédio da TAM Express. Morreram na tragédia 199 pessoas –187 a bordo e 12 no solo.

Construído em 1936, Congonhas ficava em uma área praticamente deserta de São Paulo, mas a cidade cresceu e engoliu o antes isolado aeroporto. Embora o risco exista, especialistas do setor aeronáutico garantem que o terminal é seguro.

Em 2016, pela primeira vez, o aeroporto de Congonhas transportou mais de 20 milhões de pessoas em um ano, ficando atrás apenas do aeroporto de Guarulhos em número de passageiros.

 

Uol

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Avião cargueiro faz pouso forçado em aeroporto de Recife

aviaoUm avião de carga fez um pouso forçado na pista do Aeroporto Internacional dos Guararapes/Gilberto Freyre, em Recife, no início da manhã desta sexta-feira (21). A aeronave teve um problema técnico no trem de aterrissagem. De acordo com a Infraero, a pista ficou fechada por cerca de 40 minutos para pousos e decolagens.

O fato aconteceu por volta das 6h30. As informações foram confirmadas pela torre de controle. A empresa que gerencia o terminal aeroportuário também informou que por volta das 7h10 a pista foi liberada. A Infraero acompanha a retirada da aeronave.

O avião partiu de Guarulhos, São Paulo. É um avião de carga postal. Três tripulantes estavam a bordo e não houve feridos. Sobre as causas do acidente, a Infraero informou que vai aguardar o resultado da perícia. Uma nota oficial será divulgada ainda nesta sexta-feira.

De acordo com as primeiras informações, a aeronave da empresa Stern modelo A300 sofreu um problema técnico no trem de aterrissagem. O avião continua no local.

clickpb

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Após ataque a aeroporto, governo do RN pede reforço do Exército

rio-grande-do-norteO governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria, pediu apoio das tropas do Exército para “garantir a segurança da população”. Desde a útlima sexta-feira (29) vários ataques a ônibus e prédios públicos vêm ocorrendo em várias cidades do estado. Até as 13h deste domingo pelo menos 48 ataques foram registrados em 20 cidades potiguares.

A assessoria da Presidência da República informou que o presidente em exercício Michel Temer está acompanhando o caso e que o Exército está em condições de atuar no estado. O envio das tropas, porém, depende de um pedido formal do governador, o que ainda não havia sido formalizado na tarde deste domingo (31).

Na mensagem divulgada em redes sociais, Robinson diz: “Solicitei apoio das tropas do Exército para se somarem às nossas destemidas polícias no trabalho para garantir a segurança da população do Rio Grande do Norte. Desde ontem tenho mantido contato com o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, com o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, com o ministro da Defesa, Raul Jungman e com a direção nacional da Polícia Federal. Aqui, todas as forças de segurança permanecem em total atenção para retomarmos a normalidade. Estou no aguardo da liberação das tropas pela presidência da República”, postou o governador em redes sociais.

Na manhã deste domingo, Robinson Faria manteve a agenda política. Ele participou de uma convenção do partido dele, o PSD, na cidade de São Miguel, distante 444 quilômetros de Natal. No início da tarde, ele retornou à capital potiguar para participar de reunião do Gabinete de Gestão Integrada (GGI). Segundo a assessoria de imprensa do Governo, ele volta a acompanhar de perto a ação da polícia.

A instalação de bloqueadores de celular na Penitenciária Estadual de Parnamirim, na Grande Natal, é apontada pelo governo como motivo dos atentados. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed), 50 suspeitos de envolvimento nos ataques, sendo 37 adultos e 13 adolescentes, foram detidos até as 10h45 deste domingo(31).

Ônibus incendiado em Assu (Foto: Francisco Coelho/Focoelho.com)Ônibus incendiado em Assu (Foto: Francisco Coelho/Focoelho.com)

De sexta-feira até a manhã deste domingo foram registrados ataques nas cidades de Natal, Parnamirim, Macaíba, Monte Alegre, São José de Mipibu, Caicó, Currais Novos, Caiçara do Norte, Santa Cruz, Mossoró, Jardim de Piranhas, São Gonçalo do Amarante, Florânia, São Paulo do Potengi, Touros, Tangará, Assu, Maxaranguape, Goianinha e São José do Campestre.

Até às 14h deste domngo (31), pelo menos 37 veículos, incluindo ônibus e carros, foram incendiados ou depredados. Prédios públicos como delegacias, postos policiais e ainda uma sede do TRE também foram alvos de criminosos.

Na manhã deste sábado (30) o governador Robinson Faria voltou a afirmar que o governo não vai se intimidar e não vai recuar. “Eu dei liberdade para que as polícias civil e militar possam agir livremente para defender a população. Nós vamos continuar a instalação de bloqueadores de celulares e vamos instalar em todas as unidades prisionais do estado. Ou temos coragem de fazer esse enfrentamento agora ou jamais iremos vencer essa guerra da segurança pública”, disse.

Um carro da PM foi alvo de criminosos em Goianinha (Foto: Divulgação/Polícia Militar do RN)Um carro da PM foi alvo de criminosos em
Goianinha (Foto: Divulgação/Polícia Militar do RN)

Ataques
Os ataques começaram na tarde de sexta-feira (29), quando um micro-ônibus foi incendiado na BR-304, em Macaíba.

Ainda na sexta, cinco ônibus em Natal; um emParnamirim; um ônibus escolar em Macaíba; outro ônibus escolar em Florânia; dois micro-ônibus – sendo um na BR-304 (Macaíba) e outro na BR-101 (Monte Alegre); um ônibus escolar em Santa Cruz; dois carros em São José de Mipibu; uma kombi em Currais Novos; e mais um carro em Caicó foram depredados, queimados ou parcialmente incendiados por criminosos, segundo informações confirmadas pelas forças de segurança do estado. Um ônibus escolar foi incendiado também em Currais Novos e o fogo atingiu uma casa. Outro ônibus escolar foi incendiado no pátio do Centro Administrativo de Mossoró.

Uma delegacia da cidade de Parnamirim e um posto policial desativado em São Gonçalo do Amarante foram os alvos. Nos dois casos homens armados atiraram contra os prédios.

Sábado
Já na madrugada do sábado (30), 4 ônibus escolares, dois tratores e uma retroescavadeira que estavam estacionados no pátio da prefeitura foram incendiados. A sede do TRE em Parnamirim foi alvo de vários disparos de arma de fogo durante a madrugada. Criminosos também tentaram incendiar um trailler da PM localizados nas Rocas, em Natal.

Na manhã de sábado o posto policial de Maracajaú, em Maxaranguape, foi alvo de criminosos e um ônibus da linha 57 foi depredado em Mãe Luíza, na Zona Leste de Natal. Uma Dobló da Prefeitura de Natal foi incendiada por volta das 13h também em Mãe Luíza. Por volta das 14h, um homem ateou fogo em três ônibus que estavam estacionados no terminal de Brasília Teimosa, em Natal. Ainda no sábado, um carro foi incendiado no bairro Redenção, em Mossoró, e um carro da Polícia Militar também foi incendiado em Goianinha.

Foto mostra fumaça dos ônibus incendiados em Brasília Teimosa (Foto: Carla França)Foto mostra fumaça dos ônibus incendiados em Brasília Teimosa (Foto: Carla França)

Na noite de sábado, bandidos fizeram uma barricada com pneus na entrada do acesso ao Aeroporto Aluízio Alves, na BR-406, em São Gonçalo do Amarante, por volta das 19h. Alguns carros que passavam pelo local foram apedrejados. A Polícia Militar e a Polícia Rodoviária Federal foram acionadas e desbloquearam a via.

Também na noite de sábado, bandidos atearam fogo no pátio da Delegacia Geral de Polícia (Degepol), em Natal. Pelo menos dez carros que estavam no local foram atingidos. A 15ª Delegacia de Polícia, localizada na Vila de Ponta Negra, também foi alvo de ataque no sábado. Criminosos tentaram incendiar um carro que estava na frente da delegacia e dispararam vários tiros contra o prédio. Na agência da Caixa Econômica Federal da Avenida Tomaz Landim, na Zona Norte, criminosos efetuaram vários disparos e jogaram um explosivo, mas o artefato falhou.

No município de Touros, no litoral Norte do estado, dois ônibus da prefeitura foram incendiados. Em Tangará, na região do Trairí, um ônibus escolar também foi incendiado. No município de Assu, na região Oeste, um microônibus foi incendiado. Em São Gonçalo do Amarante, na região metropolitana de Natal, um micro-ônibus também foi incendiado. Em São José do Campestre um ônibus escolar foi incendiado.

Em São Paulo do Potengi, município do Agreste potiguar, criminosos incendiaram um ônibus e ainda atiraram contra a Câmara Municipal e atearam fogo em cadeiras e móveis do prédio. O fogo foi rapidamente controlado.

Domingo
Bandidos invadiram por volta das 5h deste domingo a Escola Penitenciária Desembargador Ítalo Pinheiro, localizada na Zona Leste de Natal, e atearam fogo no auditório. O local é usado para treinamento e cursos de agentes penitenciários.

Na manhã deste domingo um carro foi incendiado no bairro das Quintas, na Zona Oeste de Natal. Segundo moradores da região, o carro estava abandonado no local há um ano e adolescentes atearam fogo no veículo.

Ônibus particular foi incendiado no pátio de um posto de combustíveis em São José do Campestre (Foto: Jackson Félix/O Paralelo)Ônibus particular foi incendiado no pátio de um posto de combustíveis em São José do Campestre (Foto: Jackson Félix/O Paralelo)

 

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Táxi invade pista perto de aeroporto e é arremessado por deslocamento de ar

taxi-Um táxi invadiu uma área perto da pista do Aeroporto Santos Dumont, no Centro do Rio, na noite desta segunda-feira (1º). Com a força das turbinas de um avião, o táxi foi jogado nas pedras. O motorista não se feriu.

A Avenida Almirante Silvio Noronha fica atrás do Aeroporto Santos Dumont, a poucos metros da cabeceira da pista. A passagem de carros é controlada por duas guaritas com vigias, cancelas e sinais luminosos e sonoros. Apesar de toda segurança, um táxi passou no momento em que um avião decolava.

O taxista contou que tinha deixado um passageiro na Escola Naval e na volta foi surpreendido por um avião decolando. Com o impacto do deslocamento do ar provocado pelas turbinas, o carro capotou várias vezes.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Ronaldo Costa Teixeira, que dirigia o táxi, não ficou ferido. Ele contou que passou por um grande susto. O para-brisa do carro foi destruido; pedaços do vidro ficaram no asfalto. O vigia da cabine perto da entrada da Escola Naval disse que socorreu o taxista e afirmou que ele não respeitou o sinal vermelho. Pelo menos sete voos sofreram atrasos e oito foram cancelados.

Em janeiro de 2002, outro táxi capotou no mesmo local quando um avião decolava. O motorista, Antônio de Almeida Macedo, morreu em consequência dos ferimentos.

G1

 

Com obras paralisadas, aeroporto regional de Cajazeiras vira ‘cemitério’ de máquinas

A cidade de Cajazeiras está há quase seis mil dias sob a promessa de receber o aeroporto regional. A tão sonhada obra está mais uma vez paralisada.

As máquinas que estavam realizando o aterramento estão estacionadas nas imediações do aeroporto. As máquinas estão depositadas no local formando um “cemitério” de ferragens, pois se desgastam com o sol do Sertão. De sobrevivente foi encontrado somente um cachorro que fez morada num trator abandonado.

Já no segundo mandato, o governador Ricardo Coutinho (PSB), em visita à cidade de Cajazeiras prometeu a conclusão dos serviços, mas até o momento só ficção.

Recursos
Em 2012, o então senador Vital do Rêgo (PMDB), liberou Emenda Individual no valor de R$ 500 mil para o Aeroporto de Cajazeiras. Segundo Vital do Rêgo, o valor foi destinado à construção do balizamento noturno.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Promessa 1
Em março de 2014, o secretário Thompson Mariz se prontificou a entrar na luta pela conclusão do aeroporto regional de Cajazeiras, entendendo que a região não pode prescindir de uma conquista desse porte, que tem uma importância significativa no planejamento estratégico para o desenvolvimento regional a médio e longo prazo.

Promessa 2
Em abril do ano passado, o secretário de Aviação Civil da Presidência da República, Nelson Negreiros em visita à cidade de Cajazeiras assegurou que o aeroporto regional seria homologado.

Nelson frisou a importância da emenda destinada pelo senador Vital do Rêgo (PMDB), para o aeroporto e disse que verificaria o que se precisa fazer de mais urgente para o funcionamento.

O secretário lembrou que as pendências junto à Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) já estão sendo tratadas. “Há uns 60 dias está tudo pronto para a Anac vir e homologar o aeroporto”.

Promessa 3
Já em maio de 2014, o diretor de Obras do Departamento de Estradas e Rodagem (DER) da Paraíba, Hélio Cunha Lima informou que uma nova empresa ganhou a licitação para concluir o aterro lateral do Aeroporto de Cajazeiras. “O aterro lateral e a cerca serão essenciais para que o Aeroporto seja homologado e em seguida, seja feito o balizamento noturno”, disse.

O outro lado
O DER, responsável pela obra em Cajazeiras foi procurado para explicar a paralisação dos serviços, mas o responsável pelo órgão estadual não foi localizado.

 

 

Diário do Sertão 

Aécio insiste em corrupção; Dilma lembra aeroporto, nepotismo e lei seca

ADRIANA SPACA/BRAZIL PHOTOPRESS/FOLHAPRESS
ADRIANA SPACA/BRAZIL PHOTOPRESS/FOLHAPRESS

Com temas repetidos, o segundo debate entre Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB) foi marcado pela subida de tom nas acusações pessoais e pela escolha da corrupção como assunto central. De um lado o tucano acusou a presidenta de “conivente” com malfeitos e de “incompetente” na administração pública durante o encontro dessa quinta-feira (16) no SBT. De outro, a candidata à reeleição levantou nova pegadinha ao falar sobre o respeito à Lei Seca, o que irritou o adversário, e elencou casos de corrupção envolvendo tucanos.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Aécio buscou tom mais agressivo logo na pergunta inicial, ao falar sobre denúncias de corrupção na Petrobras, insinuando que a petista trabalhou para acobertar casos de desvios. “Ou a senhora foi conivente, ou a senhora foi incompetente para cuidar da maior empresa brasileira.”

Dilma voltou a abordar diferenças entre PT e PSDB no que se refere ao campo moral, avaliando que nas administrações dela e de Luiz Inácio Lula da Silva houve uma mudança de comportamento, com liberdade para os órgãos de investigação e de processamento das denúncias. “Quero dizer para o senhor: tenho um compromisso diferente. O meu compromisso é investigar e punir. Aqueles governos que não investigam, não acham”, afirmou, acrescentando que os escândalos envolvendo tucanos não têm presos porque o trabalho de apuração foi engavetado.

Em outro momento em que se tratou do caso da Petrobras, Dilma falou a Aécio sobre a denúncia de que o ex-presidente do PSDB Sérgio Guerra intermediou o pagamento de propinas a parlamentares tucanos para que esvaziassem uma comissão parlamentar de inquérito (CPI). “É muito fácil o senhor ficar fazendo denúncias. Quando a gente verifica que o PSDB recebeu propina para esvaziar uma CPI, o que importa? Importa investigar.”

Em uma de suas perguntas, Dilma levantou a questão do nepotismo, acusando Aécio de nomear irmãs, tios e primos durante seu governo em Minas Gerais, de 2003 a 2010. O tucano procurou comparar o caso ao uso de informações pessoais de Lula por Fernando Collor nas eleições de 1989, e ouviu da petista que se trata de uma questão bem diferente por envolver o uso da máquina pública em proveito individual de parentes.

Aécio afirmou que sua irmã, Andréa, era voluntária no governo mineiro, e deixou de responder aos demais casos. “Seu irmão, candidata, foi nomeado pelo prefeito Fernando Pimentel em 20 de setembro de 2003 e nunca apareceu para trabalhar. Essa é a grande verdade. Não queria trazer esse tema aqui”, rebateu.

Em mensagem postada no Twitter, o ex-prefeito de Belo Horizonte, Fernando Pimentel, informou que Igor Rousseff foi assessor especial. “É advogado e trabalhou com seriedade e honradez.” Já Dilma afirmou a Aécio que a legislação sobre nepotismo proíbe o emprego de parentes em uma mesma esfera de governo, o que não é seu caso. “A sua irmã e o meu irmão têm de ser regidos pela mesma lei”, afirmou. “Todo mundo sabe que ela era responsável pela destinação das verbas em todas as questões relativas à propaganda. Quanto vocês colocaram nas rádios e no jornal que vocês possuem?”

A exemplo do que ocorreu no primeiro debate, quando levantou o tema da violência contra a mulher, Dilma elencou uma questão pessoal delicada de seu adversário ao falar sobre a importância da Lei Seca, sancionada por ela em 2012 para endurecer a punição a motoristas flagrados dirigindo bêbados ou drogados. “Queria saber o que o senhor acha, e como o senhor vê essa questão da Lei Seca. E se todo cidadão que for acionado, que for solicitado, deve se dispor a fazer exame de álcool e droga”, disse, sem mencionar a recusa de Aécio a ser submetido a teste quando parado em uma blitz no Rio de Janeiro.

“A senhora traz nesse debate, talvez pelo desespero, e tenta deturpar um tema que tem que ser colocado com absoluta clareza. Eu tive um episódio sim, e reconheci, candidata, eu tenho uma capacidade que a senhora não tem. Eu tive um episódio que parei numa Lei Seca porque minha carteira estava vencida e ali naquele momento inadvertidamente não fiz o exame e me desculpei disso”, rebateu o tucano.

Na resposta, Dilma desconheceu novamente a questão pessoal do adversário. “Acho muito importante a Lei Seca para o Brasil. Acho que o senhor está tentando diminuí-la. Sabe por quê? No Brasil, todos os dias, todas as semanas tem gente morrendo quando o motorista dirige embriagado ou drogado.”

No segmento das alfinetadas pessoais, Dilma levantou ainda o estilo de vida de Aécio ao ser questionada sobre a insistência em abordar questões relativas ao governo do PSDB em Minas Gerais. O tucano acusou a petista de desconhecer o estado e de se preocupar excessivamente com os resultados da gestão do PSDB, insinuando que ela teria preferência por disputar o governo mineiro ao Planalto. “Não coloque Minas Gerais como sendo o senhor”, afirmou a petista. “O senhor não é Minas Gerais. Eu nasci em Minas, aliás antes do senhor. Se é por isso, nasci antes do senhor. Saí de Minas não foi para passear no Rio, candidato, foi por causa da ditadura.”

Em tema que surgiu ao longo de todos os debates, do primeiro e do segundo turnos, Dilma e Aécio trocaram farpas a respeito da construção do aeroporto de Cláudio, na região metropolitana de Belo Horizonte, erguido em terras de um tio do tucano usando dinheiro do governo estadual. “É muito triste ver uma presidente da República mentindo. O aeroporto de Cláudio foi construído numa área desapropriada pelo estado”, afirmou o candidato do PSDB.

“No caso do aeroporto de Cláudio o senhor deve, sim, explicação. Deve explicação porque construiu um aeroporto dentro de sua propriedade”, rebateu a petista. “Uma das coisas mais importantes do país é que não podemos mais tolerar o uso de bens públicos para beneficiar A, B ou C privadamente. Essa é uma questão que nenhum candidato à presidência da República pode se furtar a responder.”

Economia
 

Tema relevante no primeiro encontro, e historicamente centro de divergências entre PT e PSDB em todas as disputas presidenciais desde 1995, a economia não foi protagonista desta vez. A principal questão se deu em torno do combate à inflação, com a acusação do tucano de que o atual governo perdeu o controle sobre os preços dos itens básicos de consumo. “Agora há pouco a senhora disse que a inflação não é um problema do governo, é problema sazonal, e eu acho que não é, por isso, comigo, tolerância zero com a inflação”, disse.

Já a petista afirmou que há uma ideia de manipular o sentimento da população para criar uma sensação negativa nesta seara. “Existe uma tentativa de criar um clima de quanto pior, melhor. Essa tentativa vocês fizeram na Copa, dizendo que não ia ter Copa, que não tinha condições. Ficou claro que o Brasil fora de campo estava muito bem preparado”, disse, atribuindo a elevação de preços a um problema provocado pela seca que afeta parte do país nos últimos meses.

A petista criticou ainda a proposta da equipe econômica de Aécio de levar a inflação para uma taxa de 3% ao ano – nos últimos anos o IPCA, que é a medição oficial, tem ficado próximo do teto estabelecido pelo Banco Central, de 6,5%. “Não vou combater inflação com os métodos do senhor, que é desempregar, arrochar e desinvestir”, disse. “Para ter inflação de 3% vamos ter uma taxa de desemprego de 15%. Ele está se queixando de uma taxa de desemprego de 5%.”

O próximo encontro entre Dilma e Aécio será domingo, na Record. Depois disso, eles têm mais um debate, o último antes da votação do dia 26, organizado pela Globo.

 

Redação RBA