Arquivo da tag: adutora

Governo da PB dá o primeiro passo para construção da adutora Transparaíba

O Governo do Estado, por meio da Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa), deu o primeiro passo nas obras da adutora Transparaíba. Pouco mais de dois meses depois do anúncio do governador Ricardo Coutinho, a companhia já licitou 183 mil metros de tubulação para a implantação do sistema adutor que atenderá, em sua primeira etapa, nove municípios.

A ata de registro de preços foi publicada na edição desta quarta-feira (4) do Diário Oficial do Estado. O investimento é de mais de R$ 113 milhões.

A Transparaíba vai garantir a segurança hídrica para cerca de 150 mil moradores das regiões do Curimataú que sofrem há décadas com a escassez d’água. A obra, que faz parte do programa Mais Trabalho, vai levar a 19 cidades as águas que estão chegando ao açude Epitácio Pessoa (Boqueirão) através da Transposição do Rio São Francisco.

De acordo com o presidente da Cagepa, Hélio Cunha Lima, nesta primeira etapa, o sistema adutor vai contemplar Boqueirão, Boa Vista, Soledade, São Vicente do Seridó, Cubati, Sossego, Baraúna, Picuí e Frei Martinho.

“A obra vai regularizar o abastecimento nessas áreas que, historicamente, sofrem com a falta de chuvas. A Transparaíba vai atender essas cidades, independente de demanda e variações pluviométricas. E é importante destacar que os recursos são exclusivamente do Tesouro Estadual”, disse.

Serão 350 km de adutoras que captarão a água do açude Boqueirão para abastecer as cidades de Boa Vista, Soledade, Boqueirão, São Vicente do Seridó, Cubati, Sossego, Baraúna, Picuí e Frei Martinho (1ª etapa); e Juazeirinho, Olivedos, Pedra Lavrada, Nova Palmeira, Cuité, Nova Floresta, Barra de Santa Rosa, Damião, Cacimba de Dentro e Araruna (2ª etapa). O sistema também terá uma estação de tratamento e 21 estações de bombeamento.

Paraíba Já

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Rompimento em adutora prejudica abastecimento de água em cidades do Brejo

A Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) comunica nesta sexta-feira (21) que os municípios de Guarabira, Araçagi e Pilõezinhos ficarão com o abastecimento de água prejudicado devido a um rompimento na principal adutora de Araçagi.

O dano foi registrado nesta sexta-feira, observado após fortes chuvas que caíram na cidade. Com isso, o sistema está operando com 40% da capacidade, atendido apenas pela água proveniente da barragem de Tauá.

Técnicos da Cagepa estão trabalhando para corrigir o problema. A previsão para a normalização do serviço é apenas na próxima segunda-feira (24), às 13h. Até lá, o abastecimento ficará intermitente.

clickpb

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Ricardo inspeciona obras em Guarabira, assina ordem de serviço para construção de casas em Belém e entrega adutora

O governador Ricardo Coutinho esteve em cidades do agreste e brejo da Paraíba, cumprindo sua agenda administrativa.

Em Guarabira, Ricardo visitou as obras do Cidade Madura que estão em fase final. Ainda esteve presente nas obras do contorno rodoviário, considerada a maior obra de mobilidade urbana de Guarabira, que tem como objetivo desafogar o trânsito da rainha do Brejo paraibano.

Em entrevista, ele falou sobre a invasão do terreno da escola técnica de Guarabira, disse que “infelizmente, pessoas que não precisam, invadiram o terreno onde seria a escola técnica de Guarabira, e tem gente da política no meio disso. Isso é lamentável, eu espero que a Justiça seja feita o mais rápido possível. Não é possível que gente com capacidade, com recurso financeiro se aproprie de algo que não lhe pertence, que pertence ao povo e prive o povo de ter uma escola técnica. A gente tem o direito e o dever de poder denunciar e recuperar aquilo que seja público”, disse Ricardo.

Ricardo ainda falou de melhorias no policiamento do Estado, investimentos na área da saúde, com foco na saúde do coração e a continuidade da “Caravana do Coração”, realizada em algumas cidades da Paraíba, além da construção de um hospital do câncer na cidade de Patos.

Em Belém Ele assinou a ordem de serviço de construção de 100 casas populares e da entrega da adutora, que vai beneficiar Belém, Caiçara e Logradouro.

Presentes nesta visita estavam o presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Gervásio Maia, o deputado Hervázio Bezerra, a prefeita de Belém – Renata Cristina, a prefeita de Logradouro – Célia Maria, o prefeito de Cuitegi – Guilherme Madruga, o empresário João Rafael de Aguiar e o prefeito de Caiçara – Hugo Alves, dentre outros. Colaborou Eduardo Figueiredo.

nordeste1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Nesta terça, Ricardo visita Contorno Rodoviário de Guarabira e inaugura adutora em Belém

CoutinhoNesta terça-feira (21), a partir das 11h, o governador Ricardo Coutinho (PSB) cumpre agenda na região do Brejo paraibano. Ao lado de lideranças políticas da região, o socialista inaugura a adutora de reforça que beneficia os municípios de Belém, caiçara, Logradouro e seus respectivos distritos.

A nova adutora resolve o problema de água nos municípios, uma reivindicação antiga, porque a Lagoa do Matias não atende às necessidades da população e atualmente está operando com o volume morto e se não fosse a adutora os município já estavam em colapso no abastecimento.

A obra tem 10 quilômetros de extensão e já está captando água em Pirpirituba, no açude Canafístula I. Os recursos para a obra foram da ordem de R$ 3,9 milhões e os benefícios são para 40 mil pessoas das quatro cidades.

Ricardo esclareceu que a adutora foi uma demanda apresentada pelos prefeitos e vereadores no Orçamento Democrático Estadual.

“Sem água e sem estrada não temos crescimento, nem desenvolvimento e nós estamos, através de investimentos que são estruturantes, dando condições a essa região para que os municípios possam se desenvolver”, observou.

Contorno Rodoviário de Guarabira

Antes de inaugura a adutora, Ricardo faz uma visita técnica às obras de construção do Contorno Rodoviário de Guarabira, que estão a pleno vapor. Lideranças políticas que integram o grupo Girassóis de Guarabira vão acompanhar o governador na visita, que foi articulada pelo presidente do PSB local, Célio Alves, e pelos vereadores do PSB.

Considerada a maior obra de mobilidade urbana da história de Guarabira, o Contorno Viário João Pedro Teixeira, objetiva desafogar o trânsito dentro da maior cidade do Brejo e Agreste do Estado. Os veículos grandes e pequenos não serão mais obrigados a passar por dentro da cidade, o que melhorará substancialmente a mobilidade de toda a região. Também está sendo construída a rotatória em frente ao abatedouro da Guaraves e restaurado o acesso entre a PB-057 e o Bairro do Nordeste.

portal25horas

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Adutora se rompe e forma chafariz gigante na Zona Oeste do Rio

Uma adutora se rompeu na Estrada do Lameirão, na altura do número 486, em Santíssimo, na Zona Oeste do Rio, na manhã desta quarta-feira (4). Ruas do bairro ficaram alagadas com o grande fluxo de água que jorrou como um grande chafariz. Pelos menos três carros foram atingidos pela enxurrada.

Enorme piscina se formou no local onde adutora se rompeu em Santíssimo (Foto: Reprodução / TV Globo)

Enorme piscina se formou no local onde adutora se rompeu em Santíssimo (Foto: Reprodução / TV Globo)

A Cedae foi acionada e se deslocou para o local e, por volta das 12h20, já havia feito manobras para reduzir a pressão da água para e poder fazer os reparos necessários. Às 12h25, os bombeiros já atuavam no local.

Bombeiros informaram que quatro pessoas foram atendidas depois de passar mal, mas nada grave. Duas delas teriam sido levadas para uma clínica da família.

Chafariz se formou após rompimento de tubulação da Cedae (Foto: Enviado por Whatsapp)

Chafariz se formou após rompimento de tubulação da Cedae (Foto: Enviado por Whatsapp)

A Estrada do Lameirão foi interditada por conta da ocorrência. As opções para quem se desloca entre a Av. Brasil e a Estrada são as estradas do Mendanha e Quafa e o trânsito é lento no local.

Moradores relatam prejuízos
O técnico de enfermagem, Marcelo Henrique Dutra dos Santos, de 39 anos, teve a casa invadida pela água. Ele afirmou ao G1 que perdeu documentos, móveis, eletrodomésticos e outros objetos. De acordo com ele, momentos antes da adutora estourar o bairro inteiro estava sem água.

Carlos Frederico dos Santos, 54 anos, é dono de um dos carros atingidos pela enxurrada. Ele contou ao G1 que chegou em casa poucos minutos antes do estouro. Ele disse ainda que perdeu alimentos, eletrodomésticos e o carro que só viu depois já que tudo aconteceu muito rápido.

“Eu escutei o estrondo e o portão caiu .Na hora não me dei conta do que tinha acontecido. Depois vi o volume de água e peguei meu irmão que mora na casa da frente e corri para os fundos”.

Carros estacionados foram atingidos pela água (Foto: Matheus Rodrigues/G1)

Carros estacionados foram atingidos pela água (Foto: Matheus Rodrigues/G1)

Carro destruído pela força da água (Foto: Matheus Rodrigues/G1)

Carro destruído pela força da água (Foto: Matheus Rodrigues/G1)

Regina Fontes da Silveira, de 57 anos, mora em uma casa em frente a adutora que se rompeu. Ela disse que “por sorte” não estava em casa quando tudo aconteceu. Ela disse que a situação é muito triste e que perdeu tudo.

“Eu não estava em casa no momento do acidente por sorte. Me ligaram falando que a tubulação estourou. Quando eu cheguei não tinha nada, só a estrutura. Eu perdi tudo. Minha cachorra machucou. A força da água foi tão grande que arrancou meu portão. É muito triste”, afirmou.

Mulher recolher cão após alagmento  (Foto: Matheus Rodrigues/G1)

Mulher recolher cão após alagmento (Foto: Matheus Rodrigues/G1)

Carro foi arrastado e destruído na enxurrada (Foto: Matheus Rodrigues/G1)

Carro foi arrastado e destruído na enxurrada (Foto: Matheus Rodrigues/G1)

Após rompimento, moradores começaram limpar quintal das casas alagadas (Foto: Matheus Rodrigues/G1)

Após rompimento, moradores começaram limpar quintal das casas alagadas (Foto: Matheus Rodrigues/G1)

Outro rompimento em 2013
Em julho de 2013, o rompimento de uma adutora da Cedae em Campo Grande, na Zona Oeste, deixou 13 feridos e matou a menina Isabela Severo dos Santos, de 3 anos.

O rompimento ocorreu por volta das 6h na altura do número 4.500 da Estrada do Mendanha. Casas e carros ficaram destruídos com a força da água, lançada em um jato que alcançou 20 metros, de acordo com o Corpo de Bombeiros.

Rua do bairro alagada após rompimento em 2013 (Foto: Ale Silva/Futura Press/Agência Conteúdo)

Rua do bairro alagada após rompimento em 2013 (Foto: Ale Silva/Futura Press/Agência Conteúdo)

Casa destruída após rompimento em Campo Grande em 2013  (Foto: Mariucha Machado/G1)

Casa destruída após rompimento em Campo Grande em 2013 (Foto: Mariucha Machado/G1)

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

RC inaugura adutora emergencial que vai abastecer 14 cidades da PB a partir desta terça

adutora-sumeUma adutora emergencial será inaugurada nesta terça-feira (28) para atender 14 municípios do Cariri da Paraíba. A obra está avaliada em R$ 1,4 milhão e deve amenizar os efeitos da estiagem e racionamento para 62,4 mil paraibanos.

A adutora emergencial pertence ao açude de Sumé, que vai reforçar o sistema de abastecimento do Congo.

Serão atendidas as populações dos municípios de Serra Branca, Monteiro, Sumé, Santa Luzia do Cariri, São João do Cariri, Prata, Ouro Velho, Amparo, São José dos Cordeiros, Gurjão, Santo André, Parari, Sucuru (distrito de Serra Branca), Coxixola, Pio X (distrito de Sumé) e Livramento.

 

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

A adutora foi construída com recursos do Estado e conta com 3 km de extensão e diâmetro de 300 milímetros. Segundo a Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa), também foram feitas melhorias na estação de tratamento de água do sistema adutor do Congo.

 

A inauguração está marcada para as 11h, com a presença do governador Ricardo Coutinho, em Sumé.

Secom PB

 

Prefeito celebra chegada de tubulação para construção de adutora no município de Areia  

 

Foto: Clemilson Santos
Foto: Clemilson Santos

O primeiro passo na construção da Adutora de Saulo Maia em Areia foi dado na manhã desta quarta-feira (25), com a chegada de parte dos canos. A partir de agora começa a contagem regressiva para uma das obras mais esperadas pela nossa população.

 

O Prefeito Paulo Gomes não escondeu a emoção de ver seu sonho se tornando realidade. “É uma grande alegria para mim hoje, ver que o meu maior sonho que também é sonho do povo de Areia, se tornando realidade. Que é ver a água nas torneiras, na nossa cidade, abastecendo a nossa população e, ao mesmo tempo melhorando a qualidade de vida de todos, agradeço ao Deputado Tião Gomes e ao Governador Ricardo Coutinho”, comentou.

 

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

 

Fonte: PMA

 

Governo inaugura adutora que vai levar água tratada para mais de 90 mil pessoas no Brejo

adutoraMais de 90 mil pessoas dos municípios de Guarabira, Araçagi, Cuitegi e Pilõezinhos estão sendo beneficiadas com a água tratada chegando em suas casas. O Governo do Estado inaugurou, nesta sexta-feira (30), o sistema adutor Araçagi-Guarabira, que garantirá água para os quatro municípios nos próximos 25 anos e o sistema de esgotamento sanitário dos bairros de Osmar de Aquino, Clóvis Bezerra e parte de Areia Branca, em Guarabira. Foram investidos R$ 20,5 milhões.

O governador Ricardo Coutinho disse que essa é uma obra estruturante, pois garante água tratada pelos próximos 25 anos para quatro municípios importantes do Brejo. “O governo priorizou essa obra para garantir água tratada e de qualidade para que o Brejo possa crescer e se desenvolver com a segurança de que não vai faltar água”, completou.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

 
O presidente da Cagepa, Deusdete Queiroga, afirmou que a adutora tem 27 km e uma capacidade de transportar até 160 litros por segundo. “Todas essas cidades convivem com problemas no abastecimento, como Guarabira, que em suas partes altas e acidentadas, em determinados períodos do dia, a água nãoconsegue mais atender à população”, comentou.

Deusdete acrescentou que essa é uma barragem de grande porte, com 63 milhões de metros, e que hoje está com 99% da capacidade e que tem uma vazão para resolver o problema da água nessa região. Ele acrescentou que num segundo momento servirá para atender as adutoras de Itapororoca, Mamanguape e Rio Tinto.

O prefeito de Araçagi, Didi de Braz, falou da emoção de ver a água chegando à cidade. “Só quem sabe é quem convivia com cinco, oito dias ininterruptos sem água e agora vê a água jorrando de suas torneiras”, disse. Didi lembrou que lutou pela construção barragem de Araçagi e pela adutora e o povo só tem a celebrar essaconquista. “A água que chega a Araçagi é tratada e temos a certeza que nos próximos anos não vai faltar água no nosso município”, afirmou.

Em Guarabira – O Governo do Estado também inaugurou o esgotamento sanitário dos bairros de Osmar de Aquino, Clóvis Bezerra e Areia Branca no valor de R$ 1,4 milhão. As obras integram os 11,5 km de rede coletora no valor de R$ 10,4 milhões que garantirá o saneamento básico de vários bairros de Guarabira. O motorista Marcos Pontes, de Guarabira, disse que no bairro do Nordeste, onde mora, já passou por 30 dias sem água. “Imagine um sofrimento de um pai e uma mãe em não ter água para colocar no feijão durante 1 mês. Água é vida e a gente esperou muito por essa água que vem hoje pela adutora de Araçagi”, completou.

Secom

Criança morre após rompimento de adutora em Campo Grande, Rio

adultoraIsabela Severo dos Santos, de 3 anos, morreu no alagamento provocado pelo rompimento de uma adutora no bairro de Campo Grande, na Zona Oeste do Rio, na manhã desta terça-feira (30). A informação foi confirmada pelo Corpo de Bombeiros, que registravam, até as 9h30, sete feridos no acidente.

“Eu lamento profundamente o óbito da criança. Nós tentamos reanimá-la a todo o momento, durante o trajeto até o hospital. Ainda estamos vendo a dimensão do estrago”, disse o coronel Sergio Simões, dos Bombeiros.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O rompimento ocorreu por volta das 6h na altura do número 4.500 da Estrada do Mendanha. Casas e carros ficaram destruídos com a força da água, lançada em um jato que alcançou 20 metros, de acordo com Marcos Djalma, tenente do Corpo de Bombeiros. Ainda não há informação do que provocou o rompimento da adutora.

mapa_adutora_rio (30/7_11h) (Foto: Editoria de Arte / G1)
Acordei ao escutar um barulho muito forte no telhado. Em seguida, as paredes começaram a se destruir. A gente estava no segundo andar e a força da água arrastou a gente para o outro lado da rua. Nós paramos em frente à casa do vizinho”
Agilson da Silva Serpa, mecânico

Diversas residências foram alagadas, com a água chegando a 2 metros de altura em alguns pontos, de acordo com moradores. Muitas pessoas ficaram ilhadas. Segundo o secretário de Defesa Civil do município, Márcio Motta, pelo menos três quarteirões foram isolados.

Ao todo, segundo a Defesa Civil municipal, a inundação deixou 70 desalojados e 72 desabrigados. Dezessete casas desabaram

‘Acordamos com as paredes caindo’
“Estava dormindo e acordei ao escutar um barulho muito forte no telhado. Em seguida, as paredes começaram a se destruir. A gente estava no segundo andar e a força da água arrastou a gente para o outro lado da rua. Nós paramos em frente à casa do vizinho”, disse o mecânico Agilson da Silva Serpa, que sofreu um ferimento no joelho.

A dona de casa Juliana Lemos conseguiu socorrer os quatro filhos. “Meus filhos estão bem, estavam todos dormindo. Acordamos com as paredes caindo. Eu só tive um ferimento no pé”, afirmou ela, que foi atendida na ambulância do Corpo de Bombeiros.

Carros e ambulâncias dos quartéis de Campo Grande e Santa Cruz estão no local. Um bote salva-vidas ajuda no resgate de moradores. Equipes da Defesa Civil municipal e agentes da Polícia Militar também foram enviados.

Em entrevista à GloboNews, o comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Sérgio Simões, disse que a corporação vai avaliar os danos causados pela água.

“Nosso trabalho tem sido para retirar pessoas de dentro de casa em razão da grande extensão do alagamento. Estamos trabalhando em conjunto com o Departamento de Engenharia da Defesa Civil da cidade para fazer as avaliações e as extensões dos danos causados nas casas que foram destruídas ou danificadas”, explicou Simões.

Interdição e falta de luz
A Estrada do Mendanha foi interditada na altura da Rua Marcolino da Costa e o trânsito era desviado pela Estrada do Pedregoso. De acordo com a Light, empresa responsável pelo fornecimento de energia, após o rompimento da adutora a luz foi desligada por questões de segurança na região.

Técnicos da Cedae realizam manobras para evitar o desabastecimento na Zona Oeste e em outras regiões da cidade após o rompimento da adutora Henrique Novaes. No entanto, a concessionária faz um apelo para os moradores economizarem água.

O diretor de operações da Cedae, Jorge Briard, informou que a empresa vai ressarcir integralmente todos os moradores. Equipes de assistência social estão no local para realizar o cadastro dos desabrigados.

“A preocupação principal é o atendimento às pessoas. A Cedae já consegue redistribuir a água para outras adutoras para que não haja desabastecimento. O problema não é recorrente, não há estatística de vazamento de grande porte na adutora, isso foi um acidente pontual. Técnicos estão no local para recolher material e analisar o que provocou o rompimento”, explicou Briard.

Interior de uma casa acumulou entulhos arrastados pela água após o vazamento de uma adutora na Estrada do Mendanha, em Campo Grande (Foto: Jadson Marques/Estadão Conteúdo)Interior de uma casa acumulou entulhos arrastados pela água (Foto: Jadson Marques/Estadão Conteúdo)
Adutora se rompeu em Campo Grande, na Zona Oeste do Rio (Foto: Reprodução/TV Globo)Imagem mostra jato d’água formado com rompimento da adutora no Rio (Foto: Reprodução/TV Globo)
G1

Em Araruna, Ricardo autoriza licitação de adutora e entrega créditos do Empreender-PB

 

ararunaO governador Ricardo Coutinho iniciou a agenda administrativa deste sábado (27) visitando o município de Araruna, onde anunciou a autorização da licitação das obras da adutora de Jandaia, um investimento da ordem de R$ 10 milhões que vai resolver o problema de abastecimento d’água para mais de 10 mil habitantes da região. Ele ainda fez a liberação de R$ 468.500,00 em créditos do Empreender-PB beneficiando 159 comerciantes.

 

“Nós estamos trazendo o dinheiro para as pessoas que sequer podiam entrar num banco para pedir emprestado ou ter acesso a um crédito como este. E estamos fazendo isso porque a Paraíba precisa ampliar a sua base de consumo, para ter mais gente consumindo e para isso precisa desenvolver a economia de baixo para cima”, afirmou o governador.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Ele comentou que as grandes empresas podem significar mais empregos, mas, por si só, não representam o desenvolvimento das cidades já que depois podem se instalar em outros locais. Enquanto os pequenos negócios, à medida que vão crescendo, incorporam outras pessoas e procuram abrir o leque de produtos e aumentar o ganho.

 

“E esse dinheiro não vai para João Pessoa, Recife ou Fortaleza. Com o aumento do ganho, quem ganha é a padaria de Araruna, a loja de roupas, a sapataria. O dinheiro vai circular na economia da própria cidade. E essa é a nossa lógica, a lógica dos mais pobres, que têm o talento e a boa vontade, mas não conseguem expandir os seus negócios. Nós apostamos nessas pessoas”, explicou.

 

A empreendedora Deuza Souza Ferreira era uma dessas. Ela sentou na primeira fila para receber o seu crédito e com ele poder ampliar sua pequena fábrica de material de limpeza. Ela contou que há sete anos possui o negócio, mas nunca teve condições de expandir. Agora, além do espaço físico, também vai aumentar a produção. “Essa ajuda chega em boa hora”, comemorou.

 

Com menos tempo de negócio, Jéssica Dayane Péricles de Moura vende peças íntimas há um ano. Ela disse que viu no Empreender-PB a chance de conseguir abrir uma pequena loja para expor os seus produtos sem precisar continuar batendo de porta em porta. “Esses R$ 1.500 chegaram numa hora necessária”, frisou.

 

O secretário executivo do Empreender-PB, Tárcio Pessoa, disse que os 159 pequenos empreendedores de Araruna estavam prontos para voar. “Nós acreditamos em vocês e se vocês acreditarem podem ir muito longe”, afirmou.

 

Na ocasião, o vereador Adailson Fernandes agradeceu pelo que denominou de uma ação coletiva do Governo – pelo fato de beneficiar muitas pessoas – e entregou o título de cidadão ararunense ao governador Ricardo Coutinho pelos benefícios proporcionados à população.

 

O suplente de deputado Vital Costa agradeceu pela iniciativa do governador Ricardo Coutinho e pelas ações “que melhoram a qualidade de vida do povo, realizando seus sonhos”. O deputado João Gonçalves parabenizou a população, enquanto o deputado Tião Gomes destacou que a “Paraíba vive outro momento político e social”, com ações que transformam e mudam o Estado.

ARARUNA1

Adutora – Ao anunciar a abertura da licitação para construção da adutora de Jandaia, Ricardo salientou que Araruna esperava há 137 anos pela solução do problema de abastecimento d’água. Segundo observou, a obra será a redenção do município e de outros que vivem na mesma situação, como Cacimba de Dentro, Tacima, Dona Inês e Damião.

 

 

Secom-PB